<ul><li>TEORIA DA COMUNICAÇÃO II </li></ul><ul><li>Professor: Ms. Esdras Marchezan </li></ul><ul><li>(@marchezan) </li></ul>
<ul><li>Manuel Castells </li></ul><ul><li>Sociólogo espanhol, nascido em 1942. Foi considerado o quarto cientista social m...
<ul><li>Vivemos uma revolução? </li></ul><ul><li>- Comunicação mediada </li></ul><ul><li>-Relações sociais em redes </li><...
<ul><li>A sociedade em rede </li></ul><ul><li>Redes Interativas= novos </li></ul><ul><li>Canais de comunicação </li></ul><...
<ul><li>Revolução Tecnológica </li></ul><ul><li>-Tecnologia: </li></ul><ul><li>“ O uso de conhecimentos científicos para e...
<ul><li>Revolução Tecnológica </li></ul><ul><li>-A tecnologia da informação é para esta revolução o que as novas fontes de...
<ul><li>A Internet </li></ul><ul><li>-Duas linhas paralelas: </li></ul><ul><li>-Inovação, criatividade, produtividade e ri...
<ul><li>A Internet </li></ul><ul><li>-Alteração das concepções de economia, mercado, trabalho </li></ul><ul><li>-Interaçõe...
<ul><li>A Internet </li></ul><ul><li>-Interação como fator predominante; </li></ul><ul><li>-Arquitetura aberta X Controle ...
<ul><li>Características </li></ul><ul><li>-Penetrabilidade </li></ul><ul><li>-Geração de conhecimentos e dispositivos de p...
<ul><li>Usabilidade (Produsuários) </li></ul><ul><li>-As novas tecnologias são processos em desenvolvimento. </li></ul><ul...
<ul><li>Usabilidade (Produsuários) </li></ul><ul><li>-Cultura da liberdade, inovação individual e empreendedorismo. </li><...
<ul><li>Informacionalismo </li></ul><ul><li>-É a busca por conhecimento e informação que caracteriza a função da produção ...
<ul><li>Hipertexto Digital </li></ul><ul><li>-Um conjunto de nós, ligados por conexões, onde os nós podem ser palavras, pá...
<ul><li>Hipertexto Digital </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><li>-Não-sequencialidade </li></ul><ul><li>-Co...
<ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Possui uma estrutura baseada em 4 pontos: </li></ul><ul><li>-Cultura Tecn...
<ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Cultura Tecnomeritocrática </li></ul><ul><li>Elite acadêmica competente q...
<ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Cultura Hacker </li></ul><ul><li>Composta por entusiastas da tecnologia, ...
<ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Comunidades Virtuais </li></ul><ul><li>Povoam a rede, discutindo, publica...
<ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Cultura Empreendedora </li></ul><ul><li>Utilizam sua habilidade gestora p...
<ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>A cultura da internet é uma cultura construída sobre a crença tecnocrática...
<ul><li>Comunidades Virtuais </li></ul><ul><li>-Interações sociais=novos padrões de sociabilidade </li></ul><ul><li>O fato...
<ul><li>Comunidades Virtuais </li></ul><ul><li>-Problemas X Soluções </li></ul><ul><li>-A interação social através da inte...
<ul><li>Comunidades Virtuais </li></ul><ul><li>-Novas formas de interagir, numa dimensão extra-especial e extra-temporal <...
<ul><li>Comunidades Virtuais </li></ul>
<ul><li>OBRIGADO A TODOS! </li></ul>
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula teoria da comunicacao castells

2.915 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.915
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
82
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula teoria da comunicacao castells

  1. 1. <ul><li>TEORIA DA COMUNICAÇÃO II </li></ul><ul><li>Professor: Ms. Esdras Marchezan </li></ul><ul><li>(@marchezan) </li></ul>
  2. 2. <ul><li>Manuel Castells </li></ul><ul><li>Sociólogo espanhol, nascido em 1942. Foi considerado o quarto cientista social mais citado no mundo entre 2000-2006. Autor da trilogia que forma o estudo A Era da Informação. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Vivemos uma revolução? </li></ul><ul><li>- Comunicação mediada </li></ul><ul><li>-Relações sociais em redes </li></ul><ul><li>-Estruturas reconfiguradas </li></ul><ul><li>-Velocidade na informação </li></ul><ul><li>-Mobilidade </li></ul><ul><li>-Pluralidade </li></ul><ul><li>-Identidades reconfiguradas </li></ul>
  4. 4. <ul><li>A sociedade em rede </li></ul><ul><li>Redes Interativas= novos </li></ul><ul><li>Canais de comunicação </li></ul><ul><li>Língua universal digital= </li></ul><ul><li>Produção de conteúdo </li></ul><ul><li>Integrada e personalizada </li></ul><ul><li>O mundo integrado </li></ul><ul><li>em redes globais= </li></ul><ul><li>Comunidades virtuais </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Revolução Tecnológica </li></ul><ul><li>-Tecnologia: </li></ul><ul><li>“ O uso de conhecimentos científicos para especificar as vias de se fazerem as coisas de uma maneira reproduzível” (Manuel Castells) </li></ul><ul><li>-Descontinuidade nas bases da economia, sociedade e cultura. </li></ul><ul><li>-Informação gerada, armazenada, recuperada, processada e transmitida. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Revolução Tecnológica </li></ul><ul><li>-A tecnologia da informação é para esta revolução o que as novas fontes de energia foram para as revoluções industriais sucessivas, do motor a vapor à eletricidade, aos combustíveis fósseis e até mesmo à energia nuclear. (Manuel Castells) </li></ul><ul><li>-Revoluções industriais: </li></ul><ul><li>XVIII – máquinas no lugar das ferramentas manuais. </li></ul><ul><li>XIX – eletricidade, motor de combustão interna, telégrafo, telefone; </li></ul>
  7. 7. <ul><li>A Internet </li></ul><ul><li>-Duas linhas paralelas: </li></ul><ul><li>-Inovação, criatividade, produtividade e riqueza; </li></ul><ul><li>-Volatilidade, insegurança, desigualdade e exclusão social. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A Internet </li></ul><ul><li>-Alteração das concepções de economia, mercado, trabalho </li></ul><ul><li>-Interações sociais: sociabilidade que transcende tempo e espaço. </li></ul><ul><li>-Capacidade multimídia. </li></ul><ul><li>-Desconstrução e construção de paisagens sociais </li></ul><ul><li>A internet tem uma geografia própria </li></ul><ul><li>(Manuel Castells) </li></ul>
  9. 9. <ul><li>A Internet </li></ul><ul><li>-Interação como fator predominante; </li></ul><ul><li>-Arquitetura aberta X Controle </li></ul><ul><li>-Flexível </li></ul><ul><li>-Descentralizada </li></ul><ul><li>-Multidirecional </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Características </li></ul><ul><li>-Penetrabilidade </li></ul><ul><li>-Geração de conhecimentos e dispositivos de processamento da informação+realimentação cumulativo entre inovação e seu uso. </li></ul><ul><li>A difusão da tecnologia amplifica seu poder de forma infinita, à medida que os usuários apropriam-se dela e a redefinem. </li></ul><ul><li>(Manuel Castells) </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Usabilidade (Produsuários) </li></ul><ul><li>-As novas tecnologias são processos em desenvolvimento. </li></ul><ul><li>-Usuários e criadores tornam-se a mesma coisa. </li></ul><ul><li>-O controle pelo usuário. </li></ul><ul><li>-A mente humana como força direta de produção. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Usabilidade (Produsuários) </li></ul><ul><li>-Cultura da liberdade, inovação individual e empreendedorismo. </li></ul><ul><li>A ênfase nos dispositivos personalizados, na interatividade, na formação de redes e na busca incansável de novas descobertas tecnológicas, mesmo quando não faziam muito sentido comercial, não combinava com a tradição do mundo corporativo </li></ul><ul><li>(Manuel Castells) </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Informacionalismo </li></ul><ul><li>-É a busca por conhecimento e informação que caracteriza a função da produção tecnológica no informacionalismo. </li></ul><ul><li>-O informacionalismo está ligado à expansão e ao rejuvenescimento do capitalismo. (Informação+Lucros) </li></ul><ul><li>- </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Hipertexto Digital </li></ul><ul><li>-Um conjunto de nós, ligados por conexões, onde os nós podem ser palavras, páginas, imagens, gráficos ou partes de gráficos, sequências sonoras, documentos complexos que podem eles mesmos ser hipertextos. </li></ul><ul><li>(Pierre Lévy) </li></ul><ul><li>-Está ligado à capacidade associativa de informações da mente humana </li></ul><ul><li>-Todo texto busca provocar em seu leitor a projeção de um espetáculo multimídia na tela de sua imaginação. (Lévy) </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Hipertexto Digital </li></ul><ul><li>Características: </li></ul><ul><li>-Não-sequencialidade </li></ul><ul><li>-Conexão com outros textos </li></ul><ul><li>-Link </li></ul><ul><li>-Velocidade </li></ul>
  16. 16. <ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Possui uma estrutura baseada em 4 pontos: </li></ul><ul><li>-Cultura Tecnomeritocrática </li></ul><ul><li>-Cultura Hacker </li></ul><ul><li>-Cultura das comunidades virtuais </li></ul><ul><li>-Cultura empreendedora </li></ul>
  17. 17. <ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Cultura Tecnomeritocrática </li></ul><ul><li>Elite acadêmica competente que acredita no progresso tecnológico para o bem das populações, baseando seu trabalho no empirismo. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Cultura Hacker </li></ul><ul><li>Composta por entusiastas da tecnologia, que aprendem com os acadêmicos, mas que se assumem como defensores do contra-poder, da liberdade e independência. </li></ul><ul><li>Criatividade tecnológica </li></ul><ul><li>Compartilhamento de ideias </li></ul>
  19. 19. <ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Comunidades Virtuais </li></ul><ul><li>Povoam a rede, discutindo, publicando e, de uma forma muito interessante, adaptando e (re) configurando os recursos da rede às necessidades de interação social, assumindo também uma postura contracultural. </li></ul>
  20. 20. <ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>-Cultura Empreendedora </li></ul><ul><li>Utilizam sua habilidade gestora para desenvolver projetos econômicos baseados na produção de software e hardware, ajudando no alargamento da rede, numa visão mais capitalista. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>A cultura da internet </li></ul><ul><li>A cultura da internet é uma cultura construída sobre a crença tecnocrática no progresso humano através da tecnologia, praticada por comunidades de hackers que prosperam num ambiente de criatividade tecnológica livre e aberta, presente em redes virtuais, dedicadas a reiventar a sociedade, e materializada por empreendedores capitalistas na maneira como a nova economia opera. </li></ul><ul><li>(Manuel Castells) </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Comunidades Virtuais </li></ul><ul><li>-Interações sociais=novos padrões de sociabilidade </li></ul><ul><li>O fato de, pela internet, as pessoas se reunirem em comunidades virtuais, partilhando ideias, conhecimento, informação, conceitos, anseios, preocupações e sonhos, não é mais do que dar continuidade ao ancestral costume de reunião à volta da lareira. </li></ul><ul><li>(Manuel Castells) </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Comunidades Virtuais </li></ul><ul><li>-Problemas X Soluções </li></ul><ul><li>-A interação social através da internet é predominantemente baseada no individualismo, ficando para trás a interação na família e no trabalho. Castells chama isso de “privatização da sociabilidade”. </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Comunidades Virtuais </li></ul><ul><li>-Novas formas de interagir, numa dimensão extra-especial e extra-temporal </li></ul><ul><li>-Noção territorial alterada </li></ul><ul><li>Assiste-se a uma fusão de redes humanas com redes tecnológicas, em que estas, para além do seu potencial instrumental transformam-se em alavancas de transformação social. </li></ul><ul><li>(Manuel Castells) </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Comunidades Virtuais </li></ul>
  26. 26. <ul><li>OBRIGADO A TODOS! </li></ul>

×