Projeto Água Também é Mar

2.781 visualizações

Publicada em

Apresentação do Projeto Água Também é Mar - Escola dos Povos do Mangue - atualizada em: 05/09/2011. Realização: Centro Escola Mangue. Patrocínio: Petrobras/Programa Petrobras Ambiental.

Publicada em: Educação, Tecnologia, Turismo
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.781
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.324
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Água Também é Mar

  1. 1. Projeto :
  2. 2. Apresentação <ul><li>O Projeto Água Também é Mar – Escola dos Povos do Mangue tem como principal linha de atuação a recuperação e conservação de áreas estuarinas em Pernambuco. </li></ul>Para isso, desenvolve diversas ações de formação , mobilização e geração de renda junto as comunidades locais de cada região, valorizando a cultura, envolvendo as escolas e associações, trocando conhecimentos com os mestres, incentivando a discussão de políticas públicas.
  3. 4. Onde Estamos <ul><li>Nas 04 áreas, o uso dos rios impacta negativamente na qualidade da água dos estuários e nos manguezais. </li></ul><ul><li>Efluentes urbanos e industriais, resíduos sólidos, carcinicultura, uso da lenha e avanço da urbanização são presentes em todos os casos e impactam na vida de mais de 4.000 famílias que vivem da pesca e coleta de produtos dos manguezais. </li></ul><ul><li>Em alguns estuários, o turismo sem controle e a pesca predatória também trazem impactos preocupantes </li></ul>
  4. 5. Caracterização do problema <ul><li>Estas populações garantem sua renda a partir dos estuários e encontram-se em crescente precariedade pela diminuição das áreas de manguezal e aumento da poluição. Ao mesmo tempo em que buscam a manutenção ambiental destas áreas, por vezes super exploram sem ordenamento para manter seu sustento. </li></ul>
  5. 6. Caracterização do problema <ul><li>Tanto nos municípios, quanto no Estado, inexistem políticas específicas para os estuários ou suas populações e a fiscalização estatal é insuficiente. </li></ul><ul><li>O Programa de Gerenciamento Costeiro realizou diagnóstico e monitoramento de todo o litoral, mas sem ações específicas, no Estado de Pernambuco, de conservação e restauração de áreas degradadas. </li></ul>
  6. 7. Caracterização do problema <ul><li>O reconhecimento destes ecossistemas e suas populações (produção, cultura e seu meio) são necessários e urgentes. </li></ul><ul><li>Os manguezais são ambientes frágeis e essenciais na manutenção da vida marinha, são filtros naturais da degradação destes rios e da contenção do avanço do mar, de berçário e de estadia de fauna migratória, além de garantir a subsistência de milhares de famílias. </li></ul>
  7. 8. Local de realização Estado de Pernambuco Estuários dos rios: - Una (município de São José da Coroa Grande), - Ipojuca/ gl2 (município de Cabo de Sto. Agostinho), - Capibaribe (município do Recife), - Goiana (município de Goiana). Os estuários dos 04 rios possuem manguezais com estados de conservação bem diversos e as bacias destes rios possuem estrutura de gestão dos recursos hídricos a partir de Comitês de Bacias Hidrográficas consolidados e atuantes.
  8. 9. Estuário do rio Goiana
  9. 10. Estuário do Rio Goiana <ul><li>O estuário do rio Goiana no litoral Norte do Estado, possui 05 comunidades de populações tradicionais de pescadores (Catuama, Tejucupapo, Atapuz, Povoação de São Lourenço e Carne de Vaca) e recebe as águas drenadas de 25 municípios da bacia. </li></ul>
  10. 11. Estuário do rio Capibaribe
  11. 12. Estuário do Rio Capibaribe <ul><li>Na Região Metropolitana do Recife (RMR), é a área mais urbanizada e de maior população do Estado, recebe as águas de 42 municípios e possui 03 comunidades de pesca (Ilha de Deus, Pina e Brasília Teimosa, sede do projeto). </li></ul>
  12. 13. Manguezal do Pina - 430 ha. Entre os bairros de Boa Viagem e Pina banhado por 5 rios: Pina, Jordão Tejipió, Jiquiá e braço sul do rio Capibaribe . Realidade Local
  13. 14. Estuário do rio Ipojuca
  14. 15. Estuário do Rio Ipojuca/ GL2 <ul><li>Mais ao sul, a foz do rio Ipojuca. Região turística e desenvolvimento econômico a partir do porto de Suape, é o rio mais poluído do Estado, seu estuário recebe água de 24 municípios e há 02 comunidades de pescadores (Porto de Galinhas e Suape). </li></ul>
  15. 16. Estuário do rio Una
  16. 17. Estuário do Rio Una <ul><li>No Extremo sul do Estado a foz do rio Una, com uma bacia que abrange 42 municípios e duas comunidades tradicionais na foz (Várzea do Una e Abreu do Una). </li></ul>
  17. 18. Objetivo geral do Projeto: Melhoria da qualidade e conservação dos manguezais dos estuários dos rios Goiana, Capibaribe, Ipojuca e Una e de suas espécies arbóreas, através de ações integradas de recuperação e conservação das suas matas e da mobilização e participação direta e articulada dos atores sociais locais.
  18. 19. Objetivos específicos Promover a conservação e o reflorestamento das espécies de mangue de forma participativa e integrada entre os rios Goiana, Capibaribe, Ipojuca e Una.  
  19. 20. Objetivos específicos Desenvolver processo educativo de capacitação dos atores sociais locais para a sensibilização da sociedade sobre as condições ambientais dos estuários e mangues e para uma mobilização propositiva e integrada, de recuperação ambiental.  
  20. 21. Objetivos específicos Realizar ações de resgate das produções e tradições estuarinas que enfatizem as culturas locais como forma valorização e transmissão do conhecimento popular sobre o meio ambiente do mangue.  
  21. 22. Objetivos específicos Contribuir para a formulação e implantação de políticas públicas e de instrumentos indutores de uso sustentável dos recursos naturais dos manguezais
  22. 23. Linhas de Atuação <ul><li>Linha de ação 01 - Conservação e o reflorestamento das espécies de mangue de forma participativa </li></ul><ul><li>Linha de ação 02 – Educação e capacitação dos atores sociais locais </li></ul><ul><li>Linha de ação 03 – Resgate das tradições estuarinas para valorização e transmissão dos manguezais </li></ul><ul><li>Linha de ação 04 - Formulação de políticas públicas para uso sustentável dos recursos naturais dos manguezais </li></ul>
  23. 24. O que já começamos...
  24. 25. Linha de Ação 1 Diagnósticos Participativos
  25. 26. Linha de Ação 1 Capacitação de 160 agentes de produção e reflorestamento de mudas de mangue
  26. 27. Linha de Ação 1 Realização de pesquisa e coleta de propágulos de mangue
  27. 28. Linha de Ação 1 Plantio de 80 mil mudas de mangue
  28. 30. Linha de Ação 2 Formação de 160 agentes protetores do mangue
  29. 31. Linha de Ação 2 Visitas ao Centro de Referência de escolas dos municípios do interior da bacia do rio Capibaribe
  30. 32. Linha de Ação 2 Produção de material educativo/informativo
  31. 33. Linha de Ação 2 Promoção de Atividades de Mobilização em Datas Comemorativas
  32. 35. Linha de Ação 3 Pesquisa e publicação de inventário da cultura litorânea
  33. 36. Linha de Ação 3 Organização e intercâmbio de pescadeiras – encontros das mulheres do mangue
  34. 38. Linha de Ação 4 Construção e estruturação de rede de educadores e amigos do mangue
  35. 40. TEMA TRANSVERSAL Educação ambiental com foco na conservação dos recursos naturais. <ul><li>Entendemos que desenvolver processos de educação ambiental demanda a incitação da compreensão da realidade onde se encontra os atores do projeto. </li></ul>
  36. 41. TEMA TRANSVERSAL Educação ambiental com foco na conservação dos recursos naturais. <ul><li>Neste sentido, o conhecimento das áreas estuarinas e seus processos de gestão a partir de uma PERSPECTIVA INTERPRETATIVA e CRÍTICA, estrutura uma aprendizagem construtiva e integradora para a conservação dos recursos naturais, pois este meio ambiente educativo possui todos os elementos possíveis de abordagem: do entendimento das problemáticas, análises, até as estratégias de ação para a conservação. </li></ul>
  37. 42. Apoios e Parceiros Tintas Iquine Restaurante Casa de Banhos Colônia Z-1 de Pescadores Grupo Bicho Homem Interpoética Eu quero nadar no Capibaribe ECOS Movimento em Defesa da Mata Uchôa TIE Via Design Melhor Comunicação
  38. 43. Para conhecer mais, visitar, colaborar Telefone: (81) 3327.1572 [email_address] centroescolamangue.wordpress.com facebook/centroescolamangue @escolamangue

×