Relatório de junho

765 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
765
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
392
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de junho

  1. 1. Programa Observatório da Educação/MEC/CAPES/INEP IES sede: Universidade Federal do Rio Grande do Sul / UFRGS Coordenação Institucional: Profª. Drª. Sandra Mara Corazza Núcleo: Universidade Estadual do Oeste do Paraná / UNIOESTE Coordenação do Núcleo: Ester Maria Dreher Heuser Escrileituras: um modo de ler-escrever em meio à vida Projeto N° 91 - Edital 038/2010 RELATÓRIO DE PESQUISA REFERENTE AO MÊS DE JUNHO – 20124. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS E RESULTADOS ALCANÇADOSIndicador da Objetivo da atividade Descrição sucinta da atividade (inserir início e Resultados alcançadosatividade período de realização) 1. Oficina de Observar, conversar, 05/06/2012 Aula com o professor Neuton. Neste Os alunos responderam positivamenteTranscriação. analisar objetos. dia o professor Neuton fez a leitura do livro Isto a leitura e posterior conversação. Nomes não é do autor Alejandro Magallanes. Os alunos observaram atentamente as imagens do livro uma vez que as mesmas os levaram a perceber que as aparencias enganam.2. Encontro Ensaiar 09/06/2012 No dia 9 de junho de 2012 Eu, Conseguimos organizar os tempos, edos Elissiane Aparecida Zen do Amaral, Michelle, adereços que cada integrante irá
  2. 2. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXXintegrantes Neuton, Luciana, Guido, Rafael e Rangers nos desenvolver/usar. Além dissodo encontramos para ensaiar uma apresentação dividimos as responsabilidades paraEscrileituras. teatral que faremos nos dias 13 e 14 durante a que tudo saia conforme combinado. XV Semana Acadêmica de Filosofia da Unioeste de Toledo – Paraná. 3. Palestra Silvio Gallo 11/06/2012 Palestra proferida pelo professor O Professor Doutor Silvio Gallo, XV Semana Doutor Silvio Gallo, no dia 11 de junho de 2012 a desenvolveu uma palestra e falou Acadêmica de partir das 19:30 nas dependências do mini sobre as propostas de ensino no que Filosofia da Unioeste auditório da Unioeste. A Filosofia entre os muros tenge a Filosofia, bem como o de Toledo Paraná. da escola. professor poderá se desenvolver e trabalhar em sala de aula. 4. Aula Oficina Nomes – 12/06/2012 O trabalho foi interessantíssimo, umaEscrileituras Escola Municipal Com a Certidão de Nascimento questioná-los: vez que, os alunos tiveram a André Zenere. oportunidade de mais uma vez, Vocês sabem o que é uma certidão de nascimento? observarem o documento Certidão de Será que todas as pessoas têm uma Certidão de Nascimento. Conseguiram encontrar informações já observadas antes e Nascimento? posteriormente encontraram outras Quais informações constam na Certidão de informações. Nascimento? Informar que a Certidão de Nascimento é um documento. O primeiro documento de um cidadão. Com a certidão de nascimento (cópia) em mãos circular o nome do aluno e de seus pais; Depois destacar o nome dos avós maternos e paternos. Auxiliar os alunos no que for necessário. Que outras informações a certidão traz? Nós conseguimos encontrar a data do nosso aniversário na nossa certidão? 2
  3. 3. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXX 5. Oficina Centrífuga de 13/06/2012 Oficina Centrífuga de ideias. Os trabalhos foram realizados e ideias/ Apresentação Trabalho realizado com os alunos da Escola desenvolvidos conforme o esperado e Teatral. Municipal Amélio Dal Bosco, estudantes dos com aprovação total das professoras segundos e terceiros anos. Apresentação do texto regentes das turmas da Escola Amélio através de dramatização – teatro. Após a Dal Bosco. apresentação do teatro conversamos com os alunos (estes divididos em grupos, sob a responsabilidade de um integrante Escrileituras); Direcionamos os trabalhos com conversações a cerca do texto A História das idéias do Zé, de Camossa. 6. Palestra - “De 14/06/2012 (manhã) O momento foi pautado no auto repente eu era um Quem sou eu? reconhecimento do “eu”, observar o outro: fotografias, Quem eu gostaria de ser? antes desconhecido, ou não visto, não pensamento e Como eu sou? observado. narrativas de si”. Por Como eu gostaria de ser? Aprendemos/reaprendemos que Professor Doutor – Como o outro me vê? podemos aprender através dos Luciano Bedin da Como eu quero que ele me veja? detalhes. Através das oficinas de Costa (Observatório O que o outro faz com aquilo que ele vê? fotos, observamos que a foto embora da Educação – Reflexões a cerca do “eu” tenha um studium e um punctum a Escrileituras – foto fala muito dos personagens que UFRGS). Manhã estão nela e do momento de vida que Noite - estamos naquele momento. 7. Aula 20/06/2012 Leitura do 19/06/2012 - Formação Continuada na Escola. Os alunos ouviram a históriaEscrileituras Livro Nicolau tinha 20/06/2012 – Trabalhamos novamente com a atentamente e participaram da uma ideia. proposta de leitura do livro Nicolau Tinha uma atividade proposta. Ideia. 8. Aula Oficina Nomes 26/06/2012 Despedida Professor Neuton Avila; A proposta de trabalho foi muitoEscrileituras Conversação sobre como interpretamos as coisas interessante, uma vez que, os alunos que vemos; Reflexão a cerca do Livro Isto não é; preocuparam-se em realizar cada um do autor Alejandro Magallanes. o seu desenho, sem a preocupação 3
  4. 4. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXX Os alunos desenharam objetos por campo semântico prévia de tentar descobrir o que o – Animais, frutas, Materiais escolares e meios de amigo (a) estava desenhando, após transporte. Os alunos desenharam e depois emprenharam-se em ler e relar os mostraram os desenhos para o grande grupo, desenhos realizados pelos amigos, posterior a isto os colegas diziam o que acreditavam cada um utilizando o seu ponto de que o (a) amigo (a) havia desenhado. vista e conversando com os demais colegas. 9. Leituras para Entre os meses de maio e junho realizei várias organização leituras que nortearam a elaboração das oficinas deda Oficina de transcriação uma na modalidade de música e corpotranscriação e outra na modalidade de lógica e pensamento – Música matemático. Ambas com nome provisório, uma veznossa de cada que as mesmas necessitam ser melhoradas e melhordia e Oficina organizadas para aplicação com os alunos a partir de do dia 24/07/2012, alunos estes discentes da Escola trancriação Municipal André Zenere, estudantes do Primeiro de Ano Matutino. matemática. Ambas com nomes provisórios. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16. 17. 18. 19. 4
  5. 5. 5. DESCRIÇÃO DA PRODUÇÃO EDUCACIONAL GERADA5.1) PRODUÇÕES DIDÁTICO-PEDAGÓGICAS1) Tipo do produto: Oficinas de Transcriação Indicador atividade: 1Os alunos após a conversação receberam uma folha sulfite cada um. Dobraram a mesma ao meio.Depois desenharam um objeto, de sua escolha (em uma das partes) e depois transformaram essemesmo objeto em outro desenho, demonstrando que as aparências podem enganam é precisoinvestigar o olhar para depois apresentar uma interpretação. “Olhe para o céu e preste atenção nasnuvens. Onde está o pingüim? E a vaca, dormindo? E, na sua casa, observe o banquinho. Nasranhuras da madeira se esconde um rosto?” Alejandro Magalhães autor do livro “Isto não é”.• Investigar filosoficamente os elementos semânticos e linguísticos implicados em um nome; (Nome de alguma pessoa ou coisa);• Produzir conhecimento em conjunto, a partir de diálogos cooperativos;• Desenvolver nos participantes o pensamento reflexivo, crítico, criativo e cuidadoso.• Estimular o hábito de apresentar razões para os argumentos através de questionamentos bem orientados;• Incorporar nos participantes a importância da pergunta, da escuta cuidadosa e da participação atenta de todos os membros do grupo;• Levar os participantes a refletir, formar o pensamento, antes da fala, compreendendo que a formulação do pensamento antecipa a fala propriamente dita.escolaandrezenere.blogspot.comb) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade total2) Tipo do produto: Ensaio para o teatro Indicador atividade: 2
  6. 6. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXXEntre os dias 11/06/2012 à 15/06/2012 acontecerá na Unioeste de Toledo –Paraná a XV SemanaAcadêmica de Filosofia da Unioeste. Nos dias 13 e 14 em especifico desenvolveremos a OficinaCentrífuga de ideias e faz parte da mesma enquanto introdução um teatro (Dramatização do texto), oque exigiu dos integrantes do Projeto Escrileituras – Um modo de ler-escrever em meio à vida,alguns ensaios.escolaandrezenere.blogspot.comb) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade totaln) Tipo do produto:Palestra Silvio Gallo Unicamp Indicador atividade: 3 Falas e reflexões do Professor Silvio Gallo:È preciso refletir, antes de agir! Estimular o debate entre professores;Fortalecer os debates e a formação de professores;Diagnosticar e problematizar como está a formação docente filosoficamente;Oferecer eventos para professores de filosofia;A importância da inserção, inclusão e obrigatoriedade da Filosofia na grade curricular;O que se transmite ao ensinar Filosofia? Transmite-se um legado de 2.500 anos; O veiculo são ostextos e estes devem ser muito bem trabalhados pelos professores anteriormente ao trabalho em salade aula. O professor relatou e chamou a atenção para o que os pensadores pensam e escrevem arespeito da filosofia; Alguns pensadores/filósofos citados pelo professor Silvio Gallo. (Rancière,Delleuze, Foucault, Aristóteles;); Em suma o Professor Doutor Silvio Gallo solicitou querefletíssemos: Que escola temos? Que escola queremos? Que alunos temos? Que alunos queremos?Quem somos? Estamos tendo práticas pertinentes ao ensino da Filosofia?escolaandrezenere.blogspot.comb) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink)Quantidade total5.2. PRODUÇÕES BIBLIOGRÁFICAS1) Tipo do produto:__________________________________________Indicador atividade: 4a) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras): 6
  7. 7. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXX(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink)b) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade total2) Tipo do produto: Palestra Professor Doutor Luciano Indicador atividade: 6“Oficina: De repente eu era um outro: fotografias, pensamento e narrativas de si”; Professor DoutorLuciano Bedin da Costa (Observatório da Educação – Escrileituras UFRGS);Quem sou eu? Para você se conhecer, você tem que passar pela síndrome do pânico/solidão;Solidão compartilhada é uma solidão da identidade, voltando sobre si mesmo. Eu solitário emrelação a si mesmo. Arthur Rimbaud;Textos Sonhos – FreudSolidão – Freud; Rimbaud; Nietzsche;Carta ao vidente; O “eu” é um “outro”;O verdadeiro professor é aquele que consegue estabelecer uma relação, aluno- professor; professor-aluno;A Câmara Clara - Roland Barthes;Qual é a diferença entre o luto e a melancolia? O luto é do outro, eu sei o que perdi; A melancolia, équando eu não sei o que eu perdi de mim nessa pessoa, ou coisa que perdi. Barthes tenta encontrar,na realidade reencontrar nas fotografias; “ A vida é assim, feita de golpes de pequenas solidões”:Studium – Aquilo que faz com que uma foto seja reconhecida – Cultura, local, época...Punctum – É o detalhe, o ponto, a ponta (Punctum) que me puxa numa fotografia.escolaandrezenere.blogspot.comb) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade totaln) Tipo do produto: Aula Escrileituras Nicolau Tinha Uma Ideia. Indicador atividade: 7 7
  8. 8. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXXescolaandrezenere.blogspot.com • Propor a utilização de peças/sucatas na criação/transformação de algo novo (objeto, símbolo, utensílio, etc.). Depois de prontos, apresentá-los aos participantes e dialogar sobre a experiência. Pode ser solicitado ao grupo sugestões de nomes ao objeto criado/inventado.(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade total5.3) PRODUÇÕES ARTÍSTICO-CULTURAIS1) Tipo do produto: Teatro Oficina Centrífuga de ideias Indicador atividade: 5 8
  9. 9. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXX Centrífuga de idéiasTema da oficina: Noções de ideia.Equipe responsável: Grupo AZ.Público-alvo: Estudantes do Ensino Básico.Tempo: 1h.Número de participantes: 50 estudantes.Objetivos: Estimular o exercício do pensamento em torno ao conceito de ideia.Súmula: Surgiu a ideia de por a ideia em questão: O que se pode fazer com uma ideia? Há umsignificado para a ideia? Onde fica a ideia? Como surge? De onde vem? É possível guardar ideias?É possível misturá-la, recortá-la ou recordá-la? Ideia se transforma ou modifica? Uma ideia ésempre uma coisa nova? Ideia é uma coisa? Ideia tem dono? Ideia tem forma? Orientados pelaproposta do projeto Escrileituras: Um modo de ler e escrever em meio à vida, se pretendemovimentar o conceito tradicionalmente aceito de idéia. O intuito é gerar condições para umapossível agitação do pensamento em torno dos diferentes modos de se com-preender tal conceito.Para tanto, se buscará desenvolver o exercício de experimentação, expressão e variação dopensamento, a partir da contação de uma estória: A História das idéias do Zé, de Camossa (). Talatividade dará ensejo a problematização de noções como criação, diferença, novidade, originalidade,entre outros. O registro das sensações, disposições e/ou inquietações dos participantes poderá serproduzido segundo diferentes meios: escrita, representação simbólica, representação artística oumusical, mural de palavras.Procedimentos:• Contação e representação da história realizada pelos próprios oficineiros;• Conversação acerca do texto: o Para criar uma coisa é preciso uma ideia? o Ideia é sempre uma coisa nova? o Ideia é o mesmo que opinião? o Cada coisa tem uma ideia ou a ideia tem cada coisa? o Ideia é sempre de alguma coisa?• Entregar para cada aluno um pedaço de papel (sulfite) e lápis, para que escrevam com uma palavra um significado da palavra ideia, depois colar em um cartaz as palavras por associações de significados relacionáveis.Materiais necessários: Folhas sulfite, Lápis grafite, giz de cera, instrumentos musicais (pandero,flauta, violão, etc.), ... 9
  10. 10. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXXb) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade total2) Tipo do produto:__________________________________________Indicador atividade: ______a) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink)b) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade totaln) Tipo do produto:________________________________________Indicador atividade: _________a) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink)b) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade total5.4) PRODUÇÕES DESPORTIVAS E LÚDICAS1) Tipo do produto:__________________________________________Indicador atividade: ______a) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink)b) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade total2) Tipo do produto:__________________________________________Indicador atividade: ______ 10
  11. 11. ____________________________________________Relatório de Atividades do Programa XXXXXa) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink)b) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade totaln) Tipo do produto:________________________________________Indicador atividade: _________a) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink)b) Descrição do produto gerado (Max. 100 palavras):(Anexo XXXX em mídia digital e ou hiperlink) Quantidade total Bolsista (Nome e Assinatura) Visto, de acordo Ester Maria Dreher Heuser Coordenadora do Núcleo UNIOESTE 11

×