Projeto Meio Ambiente

32.504 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
32.504
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.007
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
337
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto Meio Ambiente

  1. 1. ESCOLA MUNICIPAL ANDRÉ ZENERE Educação Infantil e Ensino FundamentalRua General Câmara, nº 1191 – Jardim América – CEP: 85908-180 FONE(45)3252-3781 E-mail: escola.andrezenere@toledo.pr.gov.br PROJETO MEIO AMBIENTE 2012 TEMA: REUTILIZAÇÃO E RECICLAGEM PROFESSORES RESPONSÁVEIS: ELISSIANE APARECIDA ZEN DO AMARAL GÊNELLE KRAMBECK GLEICE KELLY MOREIRA JANETE MARCIA DO NASCIMENTO LUCIANA ALVES PINTO TOLEDO – PARANÁ 2012
  2. 2. 1.TÍTULO DO PROJETO: alternativas possíveis para repensar o uso e abuso deprodutos no cotidiano – aprender a reciclar lixo que não é lixo.2.SUJEITOS ENVOLVIDOS: professores e alunos das turmas de 1°s e 4°s Anos doperíodo matutino; professora de Projetos de Arte e Informática.3.INTRODUÇÃO O presente projeto visa instigar nos alunos a consciência ambiental,aprendendo desde os anos iniciais hábitos responsáveis que os levem através de atividadespropostas em sala de aula, uma consciência reflexiva, um entendimento melhor sobreinformações referentes à como reciclar, reutilizar, reaproveitar os materiais recicláveis enão recicláveis. Discerni-los, e aprender a verdadeira função social da reciclagem.Entende-la como fonte de renda, melhoria do ambiente em que vivemos e aprendizagem,fazendo com que os mesmos levem os conhecimentos aprendidos e os disseminem em suasfamílias e sociedade. Vale ressaltar que um projeto como este não se dará em um curto espaço deaplicação e desenvolvimento, o mesmo deve ser trabalhado ininterruptamente e melhoradoa cada ano, para que aos poucos consigamos nos organizar e ter retornos a médio e longoprazo favoráveis a todos. A aplicação desse projeto não se restringe ao ambiente físico somente, mas,inclui principalmente relações sociais, econômicas e culturais. O enriquecimento culturaldos alunos sobre esse assunto. No que o descaso com o meio ambiente nos atingediretamente e indiretamente? Como este afeta a renda das famílias que consomem muito eaquelas que sobrevivem da reciclagem? Como está estereotipada a reciclagem nasociedade atualmente? Essas questões podem muito bem serem trabalhados com alunosnão somente dos primeiros como é proposto aqui, mas, desde a educação infantil, uma vezque como já mencionado anteriormente essas informações devem se tornar um hábito enão ensinadas isoladamente. Uma vez que o futuro do planeta depende dos alunos de hoje,também. Geralmente, a criança desenvolve com mais sensibilidade o gosto e o amorpela natureza, já no adulto, muitas vezes, é preciso desenvolver o respeito.Percebe-se, portanto, que a Educação Ambiental está presente em todas as esferas dasociedade, as falas estão cada vez mais intensas. Porém a destruição continua. E por quê?A cidadania tem fator fundamental para conscientização deste contexto global. Não é por
  3. 3. falta de conhecimento que o meio ambiente é destruído, mas devido ao estágio dedesenvolvimento existente nas relações sociais de nossa espécie. Ao desmatar, queimar,poluir, utilizar ou desperdiçar recursos naturais ou energéticos, cada ser humano estáreproduzindo o que aprendeu ao longo da história e a cultura do seu povo. Portanto, estenão é um ato isolado de um ou outro indivíduo, mas reflete as relações sociais. Não adianta um aluno tirar nota dez nas provas e continuar atirando lixo nasruas, desperdiçar água e energia elétrica, desmatar ou realizar outro tipo de ação danosa,seja por não perceberem a extensão dessas ações ou por não se sentirem responsáveis pelomundo em que vivem. O projeto Aprendendo a reciclar – Lixo que não é lixo faz-senecessário para dar início de fato a atitudes conscientes para que a médio e longo prazopossa ser um facilitador no futuro do nosso planeta.4.OBJETIVOS4.1.Objetivo Geral•Estimular e divulgar as práticas de reciclagem através da transformação (do lixo que não élixo) em brinquedos e materiais pedagógicos.4.2.Objetivos Específicos•Resgatar nos alunos a importância de vivermos e convivermos em um ambiente limpo;•Relacionar as cinco cores básicas aos lixos correspondentes. (Verde= vidro, Amarelo=metal; Azul= papel; Vermelho= plástico; Marrom= orgânico).•Sensibilizar os alunos a auxiliarem no cuidado com a escola, não jogarem lixo no chão;•Incentivar a prática de atitudes conscientes quanto à limpeza da sala de aula, assim sendofazer com que os alunos levem essas informações as suas casas.•Refletir sobre nossas atitudes no dia a dia;•Produzir brinquedos através do lixo que não é lixo.•Incluir no dia a dia dos alunos hábitos conscientes sobre reciclagens;•Desenvolver com os alunos uma lista de atitudes benéficas para com o meio em quevivemos;•Utilizar os brinquedos desenvolvidos em sala de aula nos momentos lúdicos à elesproporcionados, assim como: Dia do brinquedo, recreio, entre outros...
  4. 4. •Socializar com outros alunos o que conseguimos produzir através dos materiaisrecicláveis, presentear outras turmas com os mesmos, para que também possam utilizaresses brinquedos no momento do recreio.•Levar os alunos a perceber a transformação do material reciclável, através do homem;•Envolver a família na produção de brinquedos recicláveis, como forma de incentivar eentusiasmar os pais e familiares nessa proposta;5.JUSTIFICATIVA Este projeto faz- se necessário na tentativa de mudar as atitudes dos alunos etambém de suas famílias. Os comportamentos e os valores são transportados para a dia-a-dia da família e da escola, havendo mais conscientização e prática do que foi aprendidosobre o meio ambiente e a sustentabilidade como forma de equilíbrio e compromisso,formando cidadãos mais conscientes. Atentos ao momento sensível que estamos passandodevido à intensa degradação do meio ambiente.6.RECURSOS•Lápis;•Papel;•Borracha;•Televisão;•DVD;•Multimídia;•Jogos;•Materiais recicláveis dos mais variados;•Papel para presente;•Atividades educativas para produção escrita;•Lápis para colorir, giz de cera; quadro; giz para quadro;•Cartolina;•Sulfite;7.PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS
  5. 5. As atividades do projeto serão desenvolvidas de forma interdisciplinar, demodo que se integrem aos conteúdos das demais áreas do conhecimento em todas asturmas envolvidas no mesmo (1ºs e 4ºs Anos). Portanto, serão organizadas paralelamenteàs demais atividades planejadas no decorrer do ano letivo.8.AVALIAÇÃO Os alunos serão avaliados no decorrer da aplicação do projeto, de acordo com oenvolvimento dos mesmos.9.ATIVIDADES9.1.Atividades desenvolvidas nas turmas de 1°s Anos•Contar histórias sobre consciência ambiental/reciclagem;•Conversação sobre o pensamento ecologicamente correto, o que está ao nosso alcancerealizar;•Trabalhar com fantoches nas contações de histórias e dar nomes que remetam ao meioambiente para os mesmos.•Produzir um boliche com garrafas pet;•Produzir Bilboquê•Vai e vem;•Flores com recipiente de danoninho/ iogurte para trabalhar com a aglutinação dos alunos;através do sopro em bolinhas de isopor;•Confeccionar lixeirinhas individuais (metal, vidro, papel, orgânico, plástico); com rolo depapel higiênico;•Providenciar latas e encapá-las nas cores acima citadas para que os alunos as visualizemdiariamente e criem o hábito de colocar o lixo na lixeira correta;•Explicar aos alunos a diferença entre lixo orgânico e reciclável.•Sugerir a escola para que ministrem oficinas de pintura em bombonas criandoinicialmente alguns jogos de lixeiras que poderiam ser colocados no saguão e na quadra deesportes.•Jogos de informática;•Gincana na sala de aula, com premiação, previamente providenciada pelo professorregente ou escola, para os estudantes, estilo pergunta= resposta.
  6. 6. •Jogos de informática;•Filmes para trabalhar na sala de vídeo. Sugestão – A turma da Mônica em – Os quatroelementos da natureza.9.2.Atividades desenvolvidas nas turmas de 4°s AnosPRIMEIRO PASSO: CONSCIENTIZAÇÃO •Usar imagens e vídeos para despertar o interesse/ posicionamento dos alunos acerca do assunto (- informática: imagens e vídeos de lixões, rios poluídos, praças e ruas sujas. – manuseio e leitura de jornais e revistas contendo imagens e reportagens sobre o assunto.).SEGUNDO PASSO: CONVERSAÇÃO •É este o mundo que queremos? •Que atitudes/ações contribuíram para que chegássemos às imagens observadas? •Quais atitudes/ações podemos tomar para mudar esse quadro/situação? •Qual é o destino dado ao lixo produzido por você e sua família? •O que vocês sabem sobre reciclagem?TERCEIRO PASSO: CONSTRUÇÃO DOS CONCEITOS: RECICLAGEM EREUTILIZAÇÃO •Reciclagem é transformar. É produzir novos tipos de papéis, novos vidros, é obter, por exemplo, novas embalagens a partir de garrafas pets usadas. •Reutilizar é dar novo uso, sem, contudo, transformar. Um exemplo é transformar sucata em brinquedos. Ou seja, na reciclagem muda-se a composição inicial, enquanto que, na reutilização, muda- se apenas a aparência.QUARTO PASSO: POSSIBILIDADES TRAZIDAS PELA RECICLAGEM Conversação e montagem de cartaz.
  7. 7. •Economia de energia e matérias-primas. •Diminuição da poluição do ar, da água e do solo. •Melhoria da limpeza da cidade, pois o morador que adquire o hábito de separar o lixo, dificilmente o joga nas vias públicas. •Geração de renda pela comercialização dos recicláveis. •Diminuição do desperdício. •Criação de empregos para os usuários dos programas sociais e de saúde da prefeitura. •Oportunizar aos cidadãos de preservação da natureza de forma concreta, tendo maior responsabilidade com o lixo que geram.QUINTO PASSO: TRABALHO COM OS SIMBOLOS DA RECICLAGEM •AZUL: papel ou papelão. •VERMELHO: plástico. •VERDE: vidro. •AMARELO: metal. •PRETA: madeira. Cores que representam os materiais não recicláveis: •LARANJA: resíduos perigosos. •BRANCO: resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde. •ROXO: para resíduos radioativos. •MARROM: para resíduos orgânicos. •CINZA: para outros tipos de materiais que não se enquadram em nenhuma das cores citadas.SEXTO PASSO: PESQUISA NA INTERNET SOBRE O TEMPO DE DECOMPOSIÇÃO •Montagem de quadro sobre o tempo de decomposição de diversos tipos de materiais.SÉTIMO PASSO: CONSTRUÇÃO DE LIVRO
  8. 8. Construção de livro sobre reciclagem (os alunos poderão elaborar um titulo para olivro e construirão somente um livro para a turma, para isso a turma será dividida emgrupos para fazedura do livro). Estrutura do livro: •Por que devemos reciclar? •Dicas de como reduzir o lixo. •Símbolos da reciclagem. •Tempo de decomposição de diferentes materiais.OITAVO PASSO: DIVULGAÇÃO DO LIVRO NA COMUNIDADE ESCOLAR EEXTRA-ESCOLAR •Formar equipes para divulgação do livro/idéia da necessidade da reciclagem.NONO PASSO: PARA ALÉM DA RECICLAGEM... ENVOLVENDO AFAMILIA/COMUNIDADE Além do problema do destino inadequado do lixo, outro problema nos chama aatenção, o desperdício de alimentos ou uso inadequado dos mesmos. Levando este fato emconsideração convidaremos as famílias de nossos alunos a participarem do desafio da“Culinária Alternativa”, que consiste no envio de receita de um prato que tenha, entre osingredientes, algum item que normalmente é jogado fora, como cascas de frutas, talos deverduras e legumes e sobras. •Fazer uma pré-seleção dos pratos, e convite as mães/e/ou familiares para prepará-los junto aos alunos. •Degustação.DÉCIMO PASSO: CONSTRUÇÃO DO LIVRO DE RECEITAS “CULINÁRIAALTERNATIVA” •Digitação das recitas testadas e não testadas. •Ilustração do livro realizada pelos alunos e familiares.10.CONSIDERAÇÕES FINAIS Escrever as intensidades de acordo com o desenvolvimento do projeto.
  9. 9. 11.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 12.1. Bibliografia Básica•SILVA JÚNIOR, César da; SASSON, Sezar; SANCHES, Paulo Sérgio Bedaque.Ciências - Entendendo a natureza (5a) - O mundo em que vivemos. 11.ed. São Paulo,Saraiva, 1996.•SILVA, Pedro Paulo de Lima e; GUERRA, Antonio J.T.; MOUSINHO, Patrícia;BUENO, Cecília; ALMEIDA, Flávio G. de; MALHEIROS, Telma; SOUZA JR, ÁlvaroBezerra de. Dicionário Brasileiro de Ciências Ambientais. Rio de Janeiro, Thex, 1999. •http://www.youtube.com/watch?v=p-xDE7qmEWo&feature=related •http://www.youtube.com/watch?v=wXFNS9z3HAk&feature=related •http://www.youtube.com/watch?v=OR_J8KUkXMI&feature=related•http://www.youtube.com/watch?v=BKmixFscH2E&feature=related 12.2. Bibliografia Complementar Acrescentar as obras utilizadas de acordo com o andamento doProjeto.12.3. Anexo IOFICINA DE TRANSCRIAÇÃO COM CAIXASSúmula: Releitura do livro “O homem que amava caixas”, através da exploração,manuseio e confecção de materiais pedagógicos e brinquedos com caixas.Autores: Elissiane Aparecida Zen do Amaral; Gênelle Krambeck; Gleice Kelli Moreira;Janete Marcia do Nascimento; Luciana Alves Pinto.Materiais utilizados:•Livro: O homem que amava caixas;•Caixas dos mais variados tamanhos;•Cola tenaz;•Tesoura;•Durex;•Fita crepe, fita larga;•Placa de isopor;
  10. 10. •Tinta guache;•Caixas de fósforos e de leite;•Bastão de cola quente;•Pistola de cola quente;•Tampas de refrigerante PET;•Pincéis;•Outros.Dos começos:•Estimular e mobilizar os alunos para que tragam os mais variados tipos, formas etamanhos de caixas;•Recolher as mesmas dispondo-as de modo a permitir que os alunos as manuseiem, sintamo formato das caixas através do tato, suas espessuras e texturas, livremente, dentre outrosdetalhes a serem observados;•Aproveitar o momento para chamar a atenção dos alunos para o consumo desnecessário,sugerindo que classifiquem as caixas por: tamanhos, cores, produtos que portam, marcas,etc.Das atividades:•Contação da história “O homem que amava caixas” por: Stephen Michael King;•Construir com os alunos uma proposta de trabalho a partir das caixas diversas;Questionamentos e possibilidades:•O que poderemos fazer com as caixas que trouxemos?•De que maneira?•Será que podemos desenvolver brinquedos com as caixas que trouxemos?•E se nós envolvêssemos a nossa família, para nos auxiliar na confecção de brinquedos,como seria?
  11. 11. •Quem mais, além dos nossos familiares poderiam nos auxiliar para confeccionar essesbrinquedos?•Alguém tem algum brinquedo em casa que foi fabricado com materiais recicláveis? Casotenha, solicitar que tragam o brinquedo para a sala de aula.•Conversar com os alunos e fazer com que se envolvam com a proposta desde o início,escrever no quadro os objetivos do nosso trabalho, passar as mesmas citações para umcartaz, como forma de oficializar e formalizar nossas responsabilidades para com o projeto.Solicitar que todos os alunos e professor (a) assinem nosso cartaz.Construções possíveis:•Maquete fazendo referência aos espaços da sala de aula; Materiais utilizados nessaatividade: Placa de isopor, caixas de fósforos pequenas, tampas de garrafa PET; tintaguache; pincel; cola; cartolina e pincel atômico, dentre outros;•Pintar a placa de isopor sugerindo a cor do chão, se necessário transformar a cor atravésda mistura de cores até se obter a cor aproximada. Retirar a embalagem da caixa defósforos (entenda-se o papel que está colado na mesma, lembrar os alunos de que o rótulo éa informação contida na embalagem); Guardar as embalagens para atividades futuras.•Pintar as caixas de fósforos, depois de secas solicitar que o aluno escreva seu nome nacaixa, quando todas as caixas estiverem secas e identificadas iniciar a montagem damaquete, respeitar o ambiente da sala, como referência, ou seja, organizar o número decarteiras e ordem de acordo como estão na sala, lembrar-se das que ficam vazias, caso haja.Apresentar na maquete: porta, lixeiros, armários, incluir objetos que cada sala possua emsua individualidade e caso haja alguma outra sugestão dos alunos, levá-la em consideração.Depois de pronta, criar uma legenda com os alunos e explicar a função social da mesma.Tarefa: Enviar a maquete em um final de semana: Envolver a família na confecção debrinquedos, como forma de interagir com o filho (a) e com os conteúdos que sãoministrados em sala, solicitar que os familiares se utilizem de materiais recicláveis(principalmente caixas) e fabriquem brinquedos com os filhos e para os filhos. Depois dadevolutiva dos brinquedos, organizar uma exposição desses brinquedos na escola. Osmesmos poderão ser utilizados no momento do brinquedo e recreio, assim os alunos seenvolverão e irão valorizar o que fizeram.
  12. 12. Criando mobiliários:•Confecção do mobiliário (sofás, mesas, cadeiras, etc.) para nossa sala de aula, com caixasde leite;•Confeccionar um sofá, ao menos um por sala, das turmas envolvidas na oficina acimacitada.•Desenvolvimento do trabalho:•Materiais necessários:•Caixas de leite;Sexto Passo:•Organizar os materiais desenvolvidos nessa oficina e apresentá-los a toda a comunidadeescolar e demais interessados, através do Momento da Poesia 2012.
  13. 13. 12.ANEXOS Anexo I – Fotos Anexo II – Relato dos Professores Anexo III – Relato das Crianças Anexo IV – Relatos da Comunidade

×