POESIA

425 visualizações

Publicada em

Os estudantes Alcides, Gleibson, Júlio Gonçalves, Thiago e Joab elaboraram esta apresentação com uma poesia de Carlos Drummond de Andrade.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

POESIA

  1. 1. Poesia Carlos Drummond de Andrade
  2. 2. Por muito tempo achei que a ausência é falta.
  3. 3. E lastimava, ignorante, a falta.
  4. 4. Hoje não a lastimo.
  5. 5. Não há falta na ausência.
  6. 6. A ausência é um estar em mim
  7. 7. E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
  8. 8. que rio e danço e invento exclamações alegres,
  9. 9. porque a ausência, essa ausência assimilada,
  10. 10. ninguém a rouba mais de mim.
  11. 11. Escola Nestor Gomes de Moura <ul><li>Alunos: </li></ul><ul><li>Alcides </li></ul><ul><li>Thiago </li></ul><ul><li>Julio Gonçalves </li></ul><ul><li>Gleybson </li></ul><ul><li>Joab </li></ul><ul><li>Serie: 1ª ano A </li></ul><ul><li>Data: 03/08/2011 </li></ul>

×