Poemas de Amizade de Vinícius de Moraes
Soneto do amigo   <ul><li>Enfim, depois de tanto erro passado  Tantas retaliações, tanto perigo  Eis que ressurge noutro o...
<ul><li>É bom sentá-lo novamente ao lado  Com olhos que contêm o olhar antigo  Sempre comigo um pouco atribulado  E como s...
<ul><li>Um bicho igual a mim, simples e humano  Sabendo se mover e comover  E a disfarçar com o meu próprio engano  </li><...
<ul><li>O amigo: um ser que a vida não explica Que só se vai ao ver outro nascer E o espelho de minha alma multiplica...  ...
Escola nestor gomes de moura   <ul><li>Alunos:beatriz b.,brenda c.,fabio, kaio e Marilia F. </li></ul><ul><li>Poema:  Viní...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

So

436 visualizações

Publicada em

Os estudantes Brenda, Beatriz, Caio, Fábio e Marília elaboraram essa apresentação usando um poema de Vinícius de Moraes

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
436
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

So

  1. 1. Poemas de Amizade de Vinícius de Moraes
  2. 2. Soneto do amigo <ul><li>Enfim, depois de tanto erro passado  Tantas retaliações, tanto perigo  Eis que ressurge noutro o velho amigo  Nunca perdido, sempre reencontrado. </li></ul>
  3. 3. <ul><li>É bom sentá-lo novamente ao lado  Com olhos que contêm o olhar antigo  Sempre comigo um pouco atribulado  E como sempre singular comigo. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Um bicho igual a mim, simples e humano  Sabendo se mover e comover  E a disfarçar com o meu próprio engano </li></ul>
  5. 5. <ul><li>O amigo: um ser que a vida não explica Que só se vai ao ver outro nascer E o espelho de minha alma multiplica... </li></ul>
  6. 6. Escola nestor gomes de moura <ul><li>Alunos:beatriz b.,brenda c.,fabio, kaio e Marilia F. </li></ul><ul><li>Poema: Vinícius de Moraes </li></ul><ul><li>Jaboatão:02/08/2011 </li></ul>

×