1ª república

4.299 visualizações

Publicada em

by Adelia Almeida

Publicada em: Educação, Turismo, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

1ª república

  1. 1. 09/11/10 <ul><li>Apresentação dos critérios específicos de avaliação. </li></ul><ul><li>Entrega e correcção do teste escrito de avaliação. </li></ul><ul><li>A crise da monarquia e a implantação da República em Portugal. </li></ul>
  2. 2. Situar no tempo: Fundação da SDN 1919 Tratado de Versalhes 1919 Fim da 1º Guerra Mundial 1918 Entrada dos EUA na guerra 1917 Entrada de Portugal na guerra 1916 Início da 1ª Guerra Mundial 1914 Atentado de Serajevo 1914 Ultimato inglês 1890 Conferência de Berlim 1884-85
  3. 3. As rivalidades na Europa em 1914
  4. 5. A Europa e o Médio Oriente após os tratados de paz.
  5. 6. 2.1 <ul><li>O autor, Gomes dos Santos, defende que Portugal deve reforçar a colonização em África (seguindo o exemplo de outros países estrangeiros) pois as colónias são “o mais valioso auxiliar económico da metrópole” devido aos recursos que se podem explorar e porque se podem tornar “num mercado amplo para os produtos da metrópole”… </li></ul>
  6. 7. 2.2 <ul><li>Pág. 16: questão do mapa cor-de-rosa… </li></ul>
  7. 8. 2.3 <ul><li>Pág 18: </li></ul><ul><li>Concorrência económica… </li></ul><ul><li>Intensificação dos nacionalismos… </li></ul><ul><li>Formação de alianças / clima de paz armada… </li></ul>
  8. 9. 3.1 <ul><li>Em 28 de Junho de 1914, o herdeiro ao trono austro-húngaro, Francisco Fernando, foi assassinado por um estudante nacionalista sérvio, aquando da sua visita a Saravejo, na Bósnia. </li></ul>
  9. 10. 3.2 <ul><li>Pág. 20… </li></ul>
  10. 11. 3.3 e 3.4 <ul><li>Pág. 22 e 23… </li></ul>
  11. 12. 3.5 <ul><li>Pág. 24… </li></ul>
  12. 13. 4- Consequências da guerra: <ul><li>- a descida da produção provocou uma grande inflação; - Carácter económico </li></ul><ul><li>- o desfecho da guerra traduziu-se no declínio dos regimes autoritários; - Carácter político </li></ul><ul><li>- com a guerra, o continente europeu perdeu cerca de oito milhões de homens;- Carácter demográfico </li></ul><ul><li>- a fome e o desemprego provocaram agitação social;- Carácter social </li></ul><ul><li>- após a guerra, a Europa tornou-se devedora em relação aos E. U. A.; – Carácter económico </li></ul>
  13. 14. 5 <ul><li>A – F </li></ul><ul><li>B – V </li></ul><ul><li>C – F </li></ul><ul><li>D – V </li></ul><ul><li>E – V </li></ul><ul><li>F - V </li></ul><ul><li>G – F </li></ul><ul><li>H – F </li></ul><ul><li>I – F </li></ul><ul><li>J – F </li></ul><ul><li>L - V </li></ul>
  14. 15. 6 <ul><li>Pág. 28… </li></ul>
  15. 16. 16/11/10 <ul><li>A crise da monarquia e a implantação da República em Portugal. </li></ul><ul><li>As realizações da 1ª República. </li></ul>
  16. 17. Porque será que o povo português decidiu acabar com o regime monárquico e implantar o regime republicano?
  17. 18. <ul><li>Situa no tempo a 1ª República portuguesa. </li></ul><ul><li>Que acontecimentos anunciavam já a queda da Monarquia? </li></ul><ul><li>Com base nos documentos, responde às questões da pág. 41. </li></ul>
  18. 21. A crise da monarquia <ul><li>A “questão dos adiantamentos” à família real provocou uma violenta campanha contra a Monarquia, sobretudo por parte dos republicanos. </li></ul>
  19. 23. A crise da monarquia <ul><li>Caricatura de 1906 mostrando as dificuldades da Monarquia. Num jogo de futebol (desporto que então começava a tornar-se popular), a bola representa o rei. O jogador vestido de verde e vermelho simboliza o Partido Republicano, em luta com os partidos monárquicos. Ao fundo, o Zé Povinho (o Povo português) aguarda o desenrolar dos acontecimentos. </li></ul>
  20. 24. Comício republicano
  21. 26. O regicídio
  22. 28. Crise e queda da Monarquia. Factores: <ul><li>Ultimato inglês (1890). </li></ul><ul><li>Crise económica-financeira ... (pág. 40) </li></ul><ul><li>Descontentamento social… (pág. 40) </li></ul><ul><li>Descrédito da Monarquia. </li></ul><ul><li>Difusão das ideias republicanas. </li></ul><ul><li>Revolta de 31 de Janeiro de 1891, no Porto. </li></ul><ul><li>Ditadura de João Franco (1907). </li></ul><ul><li>Regicídio (1908). </li></ul>
  23. 29. tpc <ul><li>Questões da pág. 43 </li></ul><ul><li>Teste: 07 de Dezembro. </li></ul><ul><li>Entrega do trabalho de pesquisa: 30 de Novembro. </li></ul>
  24. 30. 1ª República <ul><li>Constituição de 1911 – democracia parlamentar; </li></ul><ul><li>Nova bandeira; </li></ul><ul><li>Novo hino; </li></ul><ul><li>Nova moeda. </li></ul>
  25. 31. Como foi implantada a República em Portugal? (pág. 48)
  26. 32. 23/11/10 <ul><li>A acção governativa da 1ª República; a participação de Portugal na 1ª Guerra Mundial; as dificuldades da 1ª República e a Ditadura Militar. </li></ul>
  27. 34. Parlamentarismo ou democracia parlamentar <ul><li>Preponderância do poder legislativo sobre o poder executivo. </li></ul><ul><li>Tanto o governo como o Presidente da República eram responsáveis politicamente perante o Parlamento. </li></ul>
  28. 35. <ul><li>Que reformas desenvolveram os governos da 1ª República? </li></ul><ul><li>Será que as condições do país melhoraram? </li></ul>
  29. 36. Medidas tomadas pelos governantes da 1ªRepública <ul><li>Laicização do Estado… </li></ul><ul><li>Leis da família… </li></ul><ul><li>Legislação social… </li></ul><ul><li>Ensino… </li></ul>
  30. 37. Medidas tomadas pelos governantes da 1ªRepública <ul><li>Laicização do Estado : Lei da separação da Igreja do Estado; expulsão das ordens religiosas e nacionalização dos seus bens; registo civil obrigatório. </li></ul><ul><li>Leis da família : casamento civil; igualdade de direitos entre homem e mulher no casamento; legalização do divórcio. </li></ul><ul><li>Legislação social : autorização e regulamentação da greve; instituição do descanso semanal obrigatório; limitação dos horários de trabalho. </li></ul><ul><li>Ensino : estabelecimento da instrução obrigatória e gratuita entre os sete e os doze anos (combate ao analfabetismo); fundação das Universidades de Lisboa e Porto e desenvolvimento do ensino técnico e científico. </li></ul><ul><li>Medidas de desenvolvimento económico , mas a economia permaneceu atrasada… </li></ul>
  31. 38. Acção governativa da 1ª República <ul><li>Será que as condições do país melhoraram com a acção governativa da 1ª República? (pág. 44 e 45) </li></ul><ul><li>Em que áreas tiveram mais sucesso as medidas tomadas pelos governos republicanos? </li></ul>
  32. 39. As dificuldades da 1ª República: <ul><li>Oposição ao regime: </li></ul><ul><li>Monárquicos (episódios de guerra civil); </li></ul><ul><li>Igreja (e o país conservador e católico), revoltada com o anticlericalismo e ateísmo dos republicanos; </li></ul>
  33. 40. A República e a Igreja Católica
  34. 41. A separação da Igreja do Estado
  35. 42. A participação de Portugal na 1ª G. Mundial
  36. 43. A participação de Portugal na 1ª Guerra Mundial
  37. 44. Condições económicas e financeiras difíceis <ul><li>Que dificuldades económico-financeiras e sociais enfrentou a 1ª República? </li></ul>
  38. 45. O agravamento do custo de vida
  39. 46. A baixa do poder de compra
  40. 47. A subida do custo de vida
  41. 48. Instabilidade política: <ul><li>Desmembramento do Partido Republicano em vários novos partidos; </li></ul><ul><li>Parlamentarismo (supremacia do poder legislativo sobre o poder executivo); </li></ul><ul><li>Queda de governos (45); </li></ul><ul><li>Recurso à ditadura, à guerra civil e à violência. </li></ul><ul><li>Descrédito da democracia parlamentar. </li></ul>
  42. 49. Crítica à instabilidade política
  43. 50. A ditadura militar (Sidónio Pais-1917)
  44. 51. O agravamento da situação
  45. 52. O receio do comunismo
  46. 54. A ditadura militar
  47. 55. A queda da 1ª República <ul><li>Explica a intervenção do Exército na vida política portuguesa, em 28 de Maio de 1926. </li></ul>
  48. 56. O regime republicano <ul><li>O regime republicano procurou diminuir a influência da Igreja Católica no Estado e tomou várias medidas nas áreas do ensino e da legislação social. O conflito com a Igreja Católica, a grave situação económica e social (agravada com a participação de Portugal na 1ª Guerra Mundial) e a instabilidade política criaram um clima de grande insatisfação (mesmo entre as classes médias e o operariado). </li></ul><ul><li>Em 28 de Maio de 1926, um golpe de Estado pôs fim à república parlamentar e instalou uma ditadura militar. </li></ul>
  49. 57. <ul><li>Em 1928, António de Oliveira Salazar foi nomeado ministro das Finanças e, em 1932 foi convidado a chefiar o Governo… </li></ul>
  50. 58. Trabalho de pesquisa: sociedade e cultura num mundo em mudança <ul><li>O movimento feminista; </li></ul><ul><li>“ Os loucos anos 20”; </li></ul><ul><li>A cultura de massas; </li></ul><ul><li>Os novos caminhos da ciência; </li></ul><ul><li>Ruptura e inovação artística; os movimentos de vanguarda. </li></ul>
  51. 59. O movimento feminista <ul><li>Tópicos de desenvolvimento: </li></ul><ul><li>Como e quando surgiu a luta pela emancipação das mulheres; </li></ul><ul><li>Objectivos do movimento feminista; </li></ul><ul><li>Acções desenvolvidas (nomeadamente pelo movimento sufragista); </li></ul><ul><li>Evolução dos direitos e do papel social da mulher; </li></ul><ul><li>Preparação de um debate : “A igualdade entre os géneros – uma realidade da actualidade ou ainda por alcançar?” </li></ul>
  52. 60. “Os loucos anos 20” <ul><li>Tópicos de desenvolvimento: </li></ul><ul><li>A Belle Époque ; </li></ul><ul><li>O choque da guerra e as mudanças nos valores e nos comportamentos; </li></ul><ul><li>Os “loucos anos 20” (“roaring twenties”): as novas modas e hábitos femininos; a vida nocturna (as novas danças e ritmos musicais); o “culto da velocidade”… </li></ul><ul><li>(Sugestão: inserir música da época e, para exemplificar, aprender a dançar o “charleston”…ou vestir-se à maneira dos “anos loucos”…) </li></ul>
  53. 61. A cultura de massas <ul><li>Tópicos de desenvolvimento: </li></ul><ul><li>Factores que explicam a emergência da cultura de massas ; </li></ul><ul><li>Cultura de massas e mass media : </li></ul><ul><li>A imprensa </li></ul><ul><li>A rádio </li></ul><ul><li>O cinema , “fábrica de ilusões”; </li></ul><ul><li>Os autores e os “heróis” dos romances policiais ou da banda desenhada; os músicos; os realizadores e actores (as “estrelas” de Hollywood)… </li></ul><ul><li>O desporto , espectáculo de massas. </li></ul><ul><li>(Sugestão: descobrir a origem do nome “Óscar” atribuído ao troféu da Academia das Artes e Ciências Cinematográficas americana). </li></ul>
  54. 62. Os novos caminhos da ciência <ul><li>Tópicos de desenvolvimento: </li></ul><ul><li>A revolução das ciências físicas e biológicas ; </li></ul><ul><li>Os progressos nas ciências humanas ; </li></ul><ul><li>Principais inovações/descobertas científicas e técnicas e seus autores ; </li></ul><ul><li>Preparação de um debate - ciência e técnica: uma via para o progresso da Humanidade? </li></ul>
  55. 63. Ruptura e inovação artística: os movimentos de vanguarda <ul><li>Tópicos de desenvolvimento: </li></ul><ul><li>As vanguardas - rupturas com as correntes artísticas que as precederam: </li></ul><ul><li>O expressionismo </li></ul><ul><li>O fauvismo </li></ul><ul><li>O cubismo </li></ul><ul><li>O futurismo </li></ul><ul><li>O abstraccionismo; </li></ul><ul><li>O dadaísmo, </li></ul><ul><li>O surrealismo </li></ul><ul><li>O nascimento da nova arquitectura (funcionalismo); </li></ul><ul><li>O modernismo em Portugal . </li></ul><ul><li>(Sugestão: recorrer a imagens representativas dos vários movimentos artísticos, usando apenas, quando necessário, pequenos textos ou legendas). </li></ul>

×