Exercicios word

9.581 visualizações

Publicada em

Manual Execícios Word

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.581
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
509
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercicios word

  1. 1. Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Sérgio Garcia 2006/2007 | Página 1 Exercícios Microsoft Word Objectivos gerais: o Abrir um documento no Microsoft Word o Inserir texto e editá-lo o Configurar página (margens e orientação do papel) o Formatar texto (tipos, tamanhos e cores da letra) o Alinhamento do texto (à esquerda, centrado, à direita e justificado) o Limites e sombreados do texto e da página o Inserir imagens (clipart, wordart e do ficheiro) o Formatar as imagens (tamanho, esquema, etc.) o Inserir tabelas e formatá-las (limites e sombreados, unir/dividir células, alinhamento do texto nas células) o Parágrafos e avanços o Cabeçalhos e rodapés o Números de páginas e data Notas: • Por norma, os exercícios possuem as sugestões necessárias para a sua elaboração; • Em todos os documentos insira: no cabeçalho “Processo de RVCC-CSE” e no rodapé o seu nome e a data; • Guarde/grave todos os exercícios com os respectivos nomes. Índice Exercício 1: Mil milhões de pessoas sem água potável...........................................................2 Exercício 2: Quem Morre.........................................................................................................3 Exercício 3: Pedra Filosofal .....................................................................................................4 Exercício 4: Maria do Monte ....................................................................................................5 Exercício 5: Tabelas ................................................................................................................6
  2. 2. Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Sérgio Garcia 2006/2007 | Página 2 Exercício 1: Mil milhões de pessoas sem água potável Mil milhões sem água… É um direito negado a mil milhões de pessoas. O acesso a água potável significa, para milhões de seres humanos, a diferença entre a vida e a morte, mas poucos são os que pensam nisso quando abrem inconscientemente a torneira da água, sem nunca se deterem para pensar que se trata de um bem escasso e esgotável. O Relatório do Desenvolvimento Humano 2006, intitulado "A água para lá da escassez poder, pobreza e a crise mundial da água", sublinha o valor de um recurso tão necessário como negligenciado e deixa alguns alertas muito preocupantes. (…) Na água, como em todos os bens desigualmente distribuídos, os preços contribuem para reforçar as profundas assimetrias. Se o Mundo é uma aldeia global, a verdade é que tem algumas avenidas escandalosamente luxuosas e muitas ruelas paupérrimas, onde falta quase tudo, incluindo água e saneamento básico. Neste início do século XXI, a água suja é a segunda causa de morte infantil. Todos os dias morrem 4900 crianças devido a diarreia causada por privação de água potável. Somando os óbitos por causa da diarreia, conclui-se que, em 2004, foram seis vezes mais do que a média anual de mortes ocorridas por conflitos armados na década de 1990. Mais de 2600 milhões de pessoas não têm saneamento básico. A importância de uma simples sanita com autoclismo afere-se em mortes de crianças. Os autores do Relatório referem que estudos realizados no Peru e no Egipto comprovam que o acesso a instalações sanitárias condignas pode baixar a mortalidade infantil em cerca de 60%. (…) A água é mais cara nos locais pobres do que nas regiões mais ricas. Nos bairros de lata de Nairobi, a água custa dez vezes mais do que nas zonas ricas da mesma cidade. Os contrastes também podem ser avaliados a uma escala global. Em países como El Salvador, Nicarágua e Jamaica, os gastos com água ascendem a 10% dos rendimentos familiares, enquanto nos Estados Unidos não ultrapassam os 3%. O acesso a água e a saneamento básico condiciona fortemente o Objectivo de Desenvolvimento do Milénio, um conjunto de metas traçadas para 2015. No entanto, mesmo que os marcos sejam cumpridos - o que, para já, não parece muito crível tendo em conta que "o Mundo está a conseguir resultados aquém dos que são necessários" -, continuarão a existir mais de 800 milhões de pessoas sem água e 1,8 mil milhões sem saneamento em 2015. Nesse ano, a Agência Norte-americana lançará o Projecto das Luas Geladas de Júpiter para explorar as possibilidades de vida naquele planeta. A "ironia", sublinha o documento do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, de gastar milhares de milhões de dólares a procurar formas de vida noutro planeta seria imensa e trágica se, ao mesmo tempo, se permitisse a destruição dos recursos da Terra por falta de tecnologias muito menos exigentes. "Oferecer um copo de água potável e uma instalação sanitária pode ser um desafio, mas não é ciência aerospacial." http://jn.sapo.pt Helena Norte 2006/11/10 Sugestões: 1. Escrever o texto normalmente e, no fim, proceder à sua formatação (cor e tipo de letra, justificar); 2. Corrigir os erros, caso existam; 3. Alterar margens da página em: ficheiro/configurar página/margens (margem esq.: 2,0cm e margens dir. sup. e inf.: 1,5cm) 4. Inserir imagem do ClipArt em: inserir/imagem/clipart; 5. Formatar imagem em: formatar/imagem/esquema.
  3. 3. Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Sérgio Garcia 2006/2007 | Página 3 Exercício 2: Quem Morre Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito, repetindo todos os dias os mesmos trajectos, quem não muda de marca não se arrisca a vestir uma nova cor ou não conversa com quem não conhece. Morre lentamente quem faz da televisão o seu guru. Morre lentamente quem evita uma paixão, quem prefere o negro sobre o branco e os pontos sobre os "is" em detrimento de um redemoinho de emoções, (...) Morre lentamente quem não vira a mesa quando está infeliz com o seu trabalho, quem não arrisca o certo pelo incerto para ir atrás de um sonho, quem não se permite pelo menos uma vez na vida, fugir dos conselhos sensatos. Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música, quem não encontra graça em si mesmo. (...) Evitemos a morte em doses suaves, recordando sempre que estar vivo exige um esforço muito maior que o simples facto de respirar. Somente a perseverança fará com que conquistemos um estágio esplêndido de felicidade. Pablo Neruda Sugestões: 1. Escrever o texto normalmente e, no fim, proceder à sua formatação (cor e tipo de letra, justificar); 2. Formatar espaçamento entre linhas (1,5 linhas) em: formatar/parágrafo/espaç. entre linhas; 3. Formatar avanços a partir da esquerda (6cm) em: formatar/parágrafo/avanços; 4. Inserir título WordArt em: inserir/imagem/wordart; 5. Inserir imagens ClipArt em: inserir/imagem/clipart; 6. Formatar imagens (esquema: à frente do texto).
  4. 4. Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Sérgio Garcia 2006/2007 | Página 4 Exercício 3: Pedra Filosofal António Gedeão - Pedra filosofal Eles não sabem que o sonho é uma constante da vida tão concreta e definida como outra coisa qualquer, como esta pedra cinzenta em que me sento e descanso, como este ribeiro manso, em serenos sobressaltos como estes pinheiros altos que em verde e ouro se agitam como estas aves que gritam em bebedeiras de azul. Eles não sabem que o sonho é vinho, é espuma. é fermento, bichinho alacre e sedento. de focinho pontiagudo, que fossa através de tudo num perpétuo movimento. Eles não sabem que o sonho é tela, é cor, é pincel, base, fuste, capitel. arco em ogiva, vitral, pináculo de catedral, contraponto, sinfonia, máscara grega, magia, que é retorta de alquimista, mapa do mundo distante, rosa dos ventos, Infante, caravela quinhentista, que é Cabo da Boa Esperança, ouro, canela, marfim, florete de espadachim, bastidor, passo de dança., Colombina e Arlequim, passarola voadora, para-raios, locomotiva, barco de proa festiva, alto-forno, geradora, cisão do átomo, radar, ultra som televisão desembarque em foguetão na superfície lunar. Eles não sabem, nem sonham, que o sonho comanda a vida. Que sempre que um homem sonha o mundo pula e avança como bola colorida entre a mãos de uma criança. (António Gedeão) Sugestões: 1. Escrever o texto normalmente e formatá- lo (limites, tipo de letra, centrar); 2. Seleccionar o texto e formatá-lo em colunas em: formatar/colunas; 3. Para que o texto se distribua em duas colunas, com uma porção idêntica de texto será necessário inserir, a meio desse texto uma quebra de coluna em: inserir/quebra/quebra de coluna;
  5. 5. Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Sérgio Garcia 2006/2007 | Página 5 Exercício 4: Maria do Monte Maria do monte, nascida e criada Na encruzilhada que fica defronte da fonte sagrada A lenda é antiga, mas há quem a conte Que descia o monte uma rapariga P'ra beber na fonte E àquela hora por ela marcada De noite ou de dia O Chico da Nora na encruzilhada esperava a Maria Seguiam depois, bem juntos os dois, ao longo da estrada Matar de desejos, a sede com beijos Na fonte sagrada Mas um certo dia, como era esperada Na encruzilhada não veio a Maria à hora marcada Seus olhos divinos p’ra sempre fechou Aldeia rezou, tocaram os sinos E a fonte secou E àquela hora por ela marcada de noite ou de dia O Chico da Nora na encruzilhada esperava a Maria Mas oh santo Deus, escureceram-se os céus, finou-se a beldade E diz-se no monte que a velhinha fonte Secou de saudade Sugestões: 1. Escrever o texto normalmente e, no fim, proceder à sua formatação; 2. Alterar margens da página em: ficheiro/configurar página/margens (margem esq.: 2,0cm e margens dir. sup. e inf.: 1,5cm) 3. Inserir WordArt para o título em: inserir/imagem/wordart; 4. Alinhar o título ao centro; 5. Alterar tipo de letra do texto (courier new); 6. Alinhar o texto à direita; 7. Inserir imagens do ClipArt em: inserir/imagem/clipart; 8. Formatar as imagens em: formatar/imagem/esquema; 9. Inserir limite à volta do texto em: formatar/limites e sombreados/limites; 10. Inserir cabeçalho e rodapé em: ver/cabeçalho e rodapé.
  6. 6. Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) Sérgio Garcia 2006/2007 | Página 6 Exercício 5: Tabelas Turma X Turma Z Turma K Alunos Notas TIC Alunos Notas TIC Alunos Notas TIC A 17 A 12 A 17 B 15 B 13 B 15 C 10 C 15 C 19 D 8 D 15 D 12 E 13 E 15 E 11 F 7 F 20 F 11 G 14 G 16 G 10 H 16 H 11 H 13 I 19 I 10 I 15 J 20 J 6 J 14 Média Média Média Proceda às alterações necessárias para que a tabela anterior se apresente semelhante à que se segue: Turma X Turma Z Turma K Alunos Notas TIC Alunos Notas TIC Alunos Notas TIC A 17 A 12 A 17 B 15 B 13 B 15 C 10 C 15 C 19 D 8 D 15 D 12 E 13 E 15 E 11 F 7 F 20 F 11 G 14 G 16 G 10 H 16 H 11 H 13 I 19 I 10 I 15 J 20 J 6 J 14 Média Média Média

×