“O crack me levou
além do fundo do poço”
Este é mais um drama de quem conheceu os horrores
desta droga perigosa que pode f...
A.A de Jesus Fokkus Produtora
e Editora de Serviços de Comunicação – EIRELI
Rua 06 S/N Qd. P Lote 03- Sala 01 Setor Aragua...
3Aparecida em Pauta |
“O crack me levou além
do fundo do poço”
Fotos: Divulgação
O personagem desta
matéria é mais um que ...
| Aparecida em Pauta
Aparecida é referência
Levantamento realizado pela Aparecida
em Pauta confirma que Aparecida
de Goiân...
Tributos
Aparecidense já pagou mais de R$ 103
milhões em impostos este ano
D
e acordo com informações do
site www.impostom...
| Aparecida em Pauta6
C
omo adiantamos aqui na Revista
Aparecida em Pauta, o deputado federal
Daniel Vilela (PMDB) carrega...
7Aparecida em Pauta |Aparecida em Pauta | 7
Assim como em outras
cidades os proprietários
destes estabelecimentos
estão di...
| Aparecida em Pauta8
Investimento imobiliário
Pesquisa aponta valorização
surpreendente de imóveis
em Aparecida
Na contra...
9Aparecida em Pauta |
Outro dado interessante revela que investir no mercado imobiliário de Aparecida é mais vantajoso do
...
| Aparecida em Pauta10
YAGo SALeS
E
m Aparecida de Goiânia, o Programa Pai Presente tem dado
direito de crianças serem rec...
Aparecida em Pauta | 11
Sem crise
Goiás é exemplo nacional
José Eliton apóia
empreendedorismo
Enquanto o país enfrenta uma...
| Aparecida em Pauta12
Administração
Maguito está confiante no PMAT
Programa prevê investimentos que ajudam a
azeitar a má...
13
Alô Aparecida
A Produção de Água como Desafio
para o próximo Século. É possível?
E
nquanto cidadãos, devemos
ressaltar ...
Divulgação
Plano de resíduos sólidos
será um marco em Aparecida
Sem precisar do serviço de uma consultoria, o projeto
dese...
15
transformar vidas em Aparecida
Projeto social começa a
Aparecida em Pauta |
Meninos dos Meus Olhos
Projeto social começ...
1616 | Aparecida em Pauta
Crise hídrica
Aparecida é exemplo nacional
nas questões ambientais
Projeto de lei chega à Câmara...
Concurso Garota Serra das Areias
A beleza é delas
a escolha é sua!
O
concurso Garota Serra das areias
é uma iniciativa da ...
| Aparecida em Pauta18
Para o secretário da Semma,Fábio Camargo,a secretaria
resolveu apoiar a causa porque acha uma inici...
Página Bonita
n Érika SandraCompassoarte@gmail.com
Nova loja em Aparecida de Goiânia,
Ateliermix traz a Coleção Inverno 20...
| Aparecida em Pauta20
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revista Aparecida em Pauta

441 visualizações

Publicada em

4ª ed ap em pauta

Publicada em: Design
1 comentário
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
441
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
1
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Aparecida em Pauta

  1. 1. “O crack me levou além do fundo do poço” Este é mais um drama de quem conheceu os horrores desta droga perigosa que pode fazer sérios estragos na vida do usuário.Em Aparecida conhecemos como a rede pública de saúde está enfrentando o problema.Págs. 3 e 4 Escolha a Garota Serra das Areias 2015 Págs. 17 e 18 Semma está de olho no desperdício de água Pesquisa aponta valorização imobiliária em Aparecida Págs. 8 e 9 Projeto foi entregue à Câmara Municipal Pág. 16 arecidaem pauta Ap Ano 1 . nº4 .ABRIL De 2015 | WWW.APARecIDAemPAUtA.com.BR
  2. 2. A.A de Jesus Fokkus Produtora e Editora de Serviços de Comunicação – EIRELI Rua 06 S/N Qd. P Lote 03- Sala 01 Setor Araguaia Aparecida de Goiânia/GO CEP= 74-981-060 Jornalista responsável: Alex Atanázio – DRT 2026/GO O CNPJ : 15.177.501/0001-15 Contato Comercial: Breno Kalil - Terra consultoria e representações 9281 3623 - 3097 1442 Projeto editorial: Érika Sandra compassoarte@gmail.com Fotografia: Rodrigo Estrela Fones de contato: 8586-3446 3584-6409 aparecidaempauta@gmail.com Gráfica Formato 2ª Avenida S/N QD 1-B LT 42/44 Ed.Atlanta Busines Center 2º andar sala 2 - Cidade Empresarial CEP: 74934-605 Editorial Os horrores do crack esta edição tristemente estampamos na capa mais um drama de quem conheceu os horrores do crack, esta droga devastadora, que pode trazer sérios efeitos na vida de quem a experimenta pela primeira vez. De fácil vício ela consegue em pouco tempo dilacerar valores humanos e familiares e ainda rouba a dignidade do usuário que logo se vê submerso a um lamaçal de derrotas, frustrações e a sensação de impotência para lutar contra este mal. Assim como em outras cidades, infelizmente em Aparecida de Goiânia, o crack também está presente nas famílias, seja ela com maior poder aquisitivo ou mesmo nas mais pobres. Os casos descortinam histórias similares com roteiro de um drama onde se muda apenas os personagens. O exemplo que ilustra nossa matéria de capa revela mais uma preocupação de que não só os adolescentes são os alvos fáceis do crack, mas pessoas de qualquer idade, que ao usar outras drogas como porta de entrada também encontram no crack mais um motivo como fuga das cobranças sociais. Apesar dos efeitos devastadores, nosso personagem é um exemplo de que é possível mudar o fim desta história, com determinação, fé e ajuda.Ajuda que vem de familiares, amigos e a devida assistência do poder público. É justamente neste quesito que percebemos como a Prefeitura tem lidado com a dependência química em Aparecida. Conhecendo de perto as políticas de enfretamento ao crack por meio dos Caps atestamos que é preciso avançar muito, porém importantes passos já foram dados, bem diferente de outros municípios, que não estão encarando o problema de frente. Esperamos que o caso aqui retratado possa nos ajudar a refletir sobre o perigo das drogas,e mais que isso,que possamos agir,seja a família,a escola ou o poder público para que enfrentemos o impasse de forma prática e precisa.Enquanto se marca reunião para agendar outra reunião,os traficantes já estarão pelas ruas,vendendo esta ilusão.É preciso agirmos rápido! NNNNN
  3. 3. 3Aparecida em Pauta | “O crack me levou além do fundo do poço” Fotos: Divulgação O personagem desta matéria é mais um que teve a vida dilacerada por esta droga perigosa que a cada dia tem feito novas vitimas Dependência química A frase acima é do servidor público e cabeleireiro FHS,39, que não pode ter nome revelado, mas há onze anos conheceu os horrores do crack.Assim como acontece com a maioria dos dependentes químicos, o álcool foi à principal via que o levou para um caminho de vício, perdas e dor. Após o álcool ele conheceu a maconha, a cocaína, daí foi um passo para se entregar aos estragos do crack. Morador do Jardim Ipiranga ele conta que conseguia a droga por telefone. “Basta querer que logo aparece alguém para fornecer”, conta.Ao contrário do que muitos pensam, ele diz também que, a droga não é tão barata.“Uma quantidade que equivale a um caroço de feijão custa em média R$ 10,00, ou seja, cinco caroços somam R$ 50,00”, calcula. Hoje em tratamento no Caps AD III do Jardim Nova Era, FHS conta que está livre do crack, mas ainda se lembra dos efeitos da droga.“Quando eu sabia que eu ia usar, eu me tremia todo, ficava ansioso e salivava como seu eu fosse consumir algo saboroso”, revela. Depois do uso, ele lembra que logo vinham os efeitos devastadores como a sensação de medo, angustia e a vontade de se isolar.“Eu não tinha mais sono”, acrescenta. Mas uma das piores situações vividas por ele, ainda estava por vir, foi quando o filho com 16 anos de idade, na época, o flagrou usando crack em casa. O mau exemplo não poderia ter tido outro resultado e o filho hoje também é dependente químico.“Fiquei sabendo que ele está usando maconha, mas espero que ele não passe o que eu passei”, lamenta FHS. Além dos graves resultados psicológicos, o crack também levou FHS a uma rotina de sofrimento que assim como está no título desta matéria, ele “chegou além do fundo do poço”. Depois que a droga lhe tirou todas as economias ele teve de encarar outra triste realidade e acabou perdendo a casa própria.Ali começava uma verdadeira via crucis de internações em chácaras terapêuticas e casas de acolhimento, mas também sentiu a indiferença das ruas.“Perambulei sem destino como um mendigo, dormindo nas calçadas, passando fome e frio”, relembra. Mas hoje com o tratamento garante que é um outro homem e apesar das tentações consegue seguir desintoxicado. “Na verdade não tem cura, mas graças a Deus e ao atendimento aqui do Caps vou vivendo um dia de cada vez e construindo uma nova história para minha vida”, frisa. “ Perdi minha casa pro crack” – FHS Perfil do usuário Pesquisa de mestrado realizada pela coordenadora da Rede deAtenção a Saúde Mental deAparecida de Goiânia, Paula Cândida da Silva Dias,revela o perfil do dependente químico que chega ao Centro deAtenção Psicossocial Caps - AD III,do Jardim Nova Era. De acordo com o estudo,a maioria dos usuários é do sexo masculino e está em idade produtiva (entre 30 e 59 anos) e desempregados.O desemprego e a baixa renda podem estar associados a baixa escolaridade.“Pequena parcela dos usuários chegou até o nível superior e desses,apenas,a metade o concluiu,o que corrobora achados de outro estudo que considera a escolaridade como fator de proteção para o uso de drogas”, aponta a pesquisa. Ainda segundo o perfil epidemiológico dos usuários do CapsAD III,50% consomem crack,mas o álcool tem maior incidência,chegando a 80%,o que acaba desmistificando a informação de que o crack se alastrou porAparecida. “Não estamos vivendo uma epidemia de crack,a bebida alcoólica é o maior problema”,assegura Paula Cândida.
  4. 4. | Aparecida em Pauta Aparecida é referência Levantamento realizado pela Aparecida em Pauta confirma que Aparecida de Goiânia é única cidade da região metropolitana, incluindo Goiânia, que consegue atender todas as diretrizes apontadas pelo programa do Governo Federal, Crack é PossívelVencer. Ele estabelece medidas para prevenção do uso indevido, atenção e reinserção social de usuários e dependentes de álcool e outras drogas, reunindo diversas ações que envolvem diretamente as políticas de saúde, assistência social, segurança publica, educação e garantia do direito. Segundo o que apuramos, com incentivo da gestão municipal, o Caps AD II do Jardim Nova Era é a primeira unidade 24 horas do estado de Goiás e da Região Centro-oeste.A Rede de Atenção a Saúde Mental de Aparecida também mantém parceria com unidades com hospitais psiquiátricos como Pax Clínica e Casa de Eurípedes, além de comunidades terapêuticas sérias que apresentem um objetivo de tratamento conforme preconiza o Ministério da Saúde.“Aqui procuramos tratar o sujeito, identificando o que está por trás da doença. Em nossas visitas já chegamos a muitas casas, em que a droga é o menor problema, há aspectos mais graves como a dificuldade financeira, situação de vulnerabilidade social e muitos outros. São essas patologias sociais que o poder Público deve tratar antes”, ressalta Paula Cândida. “ Procuramos tratar a pessoa”– Paula Cândida CAPS AD III - O primeiro CAPS 24HS de Goiás composto em sua maioria por profissionais especializados em saúde mental ou dependência química. CAPS II Bem me Quer - Atende atualmente aproximadamente 300 usuários em regime intensivo, semi e não intensivo, participando como serviço gerador das ações em saúde mental para outros profissionais e outros serviços de saúde do município. CAPS ADi - Atua junto as crianças, jovens e familiares, está capacitada para o atendimento dessa demanda tão expressiva CAPSi - Presta assistência às crianças e adolescentes numa em ambiente aberto e acolhedor. O tratamento é realizado por profissionais especializados em diversas áreas e que prestam atendimento integrado. UNIDADE DE ACOLHIMENTO ADULTO - Tem como objetivo oferecer acolhimento voluntário e cuidados contínuos para pessoas com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas. UNIDADE DE ACOLHIMENTOINFANTIL - Tem os mesmos objetivos da unidade de acolhimento adulto, porém com parceria com o CAPS de atendimento Infantil é destinado a crianças e adolescente até os 18 anos. Consultório de rua - Equipe multiprofissional sai às ruas em busca de usuários, que queira aceitar o tratamento em todas as unidades disponíveis. Credeq - De acordo com o deputado aparecidense, Marlúcio Pereira (PTB), que é da base governista até o final deste semestre Aparecida vai ganhar a primeira unidade do Centro de Recuperação para Dependentes Químicos (Credeq). O local que já está pronto e equipado será gerido pela Organização Social Luz daVida e foi construídos dentro de uma moldagem pré-estabelecida. Eles serão divididos em três núcleos de atendimento separados por faixa etária (infantil, adolescente e adulto). Cada unidade vai contar com um centro de atenção psicossocial e casa de desintoxicação com sala de reanimação.Além disso, alguns pacientes poderão ficar em uma casa de acolhimento transitório, onde participarão de atividades ocupacionais como, por exemplo, o cultivo de hortas e hortaliças. Rede de Atenção a Saúde Mental de Aparecida ““meu filho me pegou usando crack” – FHS
  5. 5. Tributos Aparecidense já pagou mais de R$ 103 milhões em impostos este ano D e acordo com informações do site www.impostometro.com.br o contribuinte aparecidense pagou R$ 103.134. 412,58 ( 103 milhões, 134 mil, 412 reais e 58 centavos) em impostos nos três primeiro meses de 2015. Ainda segundo a ferramenta, a arrecadação mensal do morador de Aparecida de Goiânia chegou a R$ 36.275.501,76, já se calculado por dia o montante é de R$ 1.170.177,48, por hora R$ 48.757,39, por minuto R$ 812,62 e por segundo isso equivale a R$ 13,54. Ainda segundo os cálculos do impostômetro, cada habitante da cidade desembolsou R$ 1.207,91 em imposto entre os meses de janeiro, fevereiro e março deste ano. O Impostômetro considera todos os valores arrecadados pelas três esferas de governo a título de tributos: impostos, taxas e contribuições, incluindo as multas, juros e correção monetária. Para o levantamento das arrecadações federais a base de dados utilizada é a Receita Federal Brasil, Secretaria do Tesouro Nacional, Caixa Econômica Federal, Tribunal de Contas da União, e IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. As receitas dos estados e do Distrito Federal são apuradas com base nos dados do CONFAZ – Conselho Nacional de Política Fazendária, das Secretarias Estaduais de Fazenda, Tribunais de Contas dos Estados e Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Fazenda. As arrecadações municipais são obtidas através dos dados da Secretaria do Tesouro Nacional, dos municípios que divulgam seus números em atenção à Lei de Responsabilidade Fiscal, dos Tribunais de Contas dos Estados. Para fins de estimativa dos valores ainda não divulgados pelos órgãos acima, o Impostômetro utiliza os dados de arrecadação do igual período do ano anterior, atualizados com o índice de crescimento médio de cada tributo dos três anos imediatamente anteriores. Já por município, o somatório das Receitas Correntes dos municípios, incluindo além das arrecadações de tributos municipais (IPTU, ISS, ITBI, Taxas e Previdências Municipais), o montante das transferências constitucionais realizadas pela União e pelo Estado a que pertença o município, bem como outras receitas não-tributárias (receitas patrimoniais, industriais, etc). As projeções das arrecadações futuras são também feitas com base no crescimento médio dos tributos, nos três anos imediatamente anteriores, com ajustes de acordo com as sazonalidades. Os cálculos feitos pela ferramenta impostômetro demonstram que o montante daria para construir mais de 1.121 km de redes de esgoto Veja o que daria para comprar com R$ 103.134. 412,58 Veja o que daria para comprar com R$ 103.134. 412,58 Construir mais de 1.121 kmde redes de esgoto Fornecer mais de 736.674bolsas família Construir mais de 90 kmasfaltado de estradas Construir mais de 2.947 casaspopulares de 40 m2 Contratar mais de 6.406 policiaispor ano Comprar mais de 3.820 carrospopulares
  6. 6. | Aparecida em Pauta6 C omo adiantamos aqui na Revista Aparecida em Pauta, o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) carregava boas expectativas para estrear na Câmara Federal. Logo no inicio da atual legislatura o parlamentar conseguiu pautar importantes temas que deram repercussão em todo cenário nacional. Assim que tomou posse, Daniel Vilela apresentou projeto de lei complementar que visa estabelecer limite de gastos para contratação de funcionários comissionados em todas as esferas de governo. A matéria impõe limite de despesa de 0,5% da Receita Corrente Líquida (RCL) para estados e municípios para gastos com servidores comissionados. A União já tem regulamento próprio. “Com este projeto nós buscamos eficiência na gestão pública. A ideia é acabar com o loteamento político nos estados e municípios, priorizando o servidor efetivo”, afirma o parlamentar. Projeto semelhante chegou a ser aprovado na Assembleia Legislativa de Goiás mas foi alvo de veto do governador. “Não há impedimento legal. Foi vetado pela vontade do governador”, lembra Daniel Vilela. Em parceria com a senadora Lucia Vânia (PSDB), o deputado também passou a defender a convalidação de incentivos fiscais. A intenção é acabar de vez com a guerra fiscal entre os Estados. Pelo procedimento normal, o projeto da senadora começaria a tramitar na Câmara somente depois de aprovado no Senado. Com a proposta do deputado, dispensa-se a necessidade de novo trâmite e aumenta-se a possibilidade de convalidar os incentivos antes que o Supremo Tribunal Federal (STF) avalie uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) que questiona a legalidade dos incentivos. Outra iniciativa do parlamentar também deixou uma impressão positiva do seu trabalho. Ele trouxe o relator da proposta de Reforma Política em elaboração na Câmara Federal, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), para participar na Assembleia Legislativa de um seminário sobre o tema. Daniel também demonstrou compromisso com Aparecida de Goiânia ao receber uma comissão de vereadores aparecidenses, que liderada pelo presidente da Câmara Municipal, Gustavo Mendanha (PMDB) foi a Brasília garantir recursos para Aparecida por meio de emendas orçamentárias. “O Daniel foi nosso grande guia pelos corredores do Congresso Nacional”, elogiou Gustavo. Daniel Vilela Boa estréia na Câmara Federal Estreante na Câmara dos deputados,em poucos mais de três meses o deputado DanielVilela tem demonstrado maturidade ao lidar com importantes temas na casa Gustavo LimaRodrigo Estrela Divulgação
  7. 7. 7Aparecida em Pauta |Aparecida em Pauta | 7 Assim como em outras cidades os proprietários destes estabelecimentos estão diversificando o atendimento para não baixar as portas Mundo digital O apocalipse das Lan houses? A s lan house, ambientes recheado de computadores e sobretudo de jovens adolescentes em busca de jogos virtuais, viveram seu apogeu no início do século 21. Elas agora continuam cheias, mas com a maioria das máquinas desocupadas. É que com o aumento da inclusão virtual e o surgimento de novos aparelhos que possibilitam acesso a jogos e redes sociais, esse comércio teve que desviar sua rota. Muitas fecharam as portas, outras se tornaram prestadoras de serviços como digitação de curriculos, impressão e consulta ao SPC/Serasa. Um dos exemplos dessa mudança de rumo é a Matrix Lan House localizada próxima à praça nda Matriz no Centro deAparecida de Goiânia. A casa tem 22 máquinas,numa delas encontramos a dona de casa LeilaVieira que confessou:“Tenho computador,mas mudei de casa e ainda não consegui linha telefônica e por isso vim aqui consultar meus e-mails e facebook”. Ao contrário dos computadores vazios, uma fila de pessoas aguardava atendimento por duas funcionárias que, segundo elas, se desdobram para atender uma média de 500 pessoas diariamente. Os campeões de procura no local são:consultas do SPC/Serasa, digitação de contratos de locação e currículos. A Matrix oferece ainda, dentre outros serviços: xerox, impressão de faturas e documentos da internet e apoio na administração de acesso a benefícios, serviços e documentos oficiais na internet. Uma outra lan house em frente à Matrix, cujo dono se recusou a ser entrevistado, a situação é mais crítica. Ela tem mais de 30 máquinas, todas desocupadas e nenhuma fila de pessoas em busca de serviços. O que explica? Os números justificam a “decadência” das lan houses. A Agência Nacional deTelecomunicações (Anatel) divulgou números sobre o uso da banda larga móvel no dia 14 de novembro do ano passado.. Conforme as estatísticas da agência, o número de linhas de telefonia móvel subiu para 278,48 milhões. Isso significa um aumento de 1,07 milhões de linhas do fim do mês de agosto para o fim de setembro do ano passado. Mais de três quartos dos acessos são feitos por linhas pré-pagas. Somente 65,46 milhões de acessos aconteceram por meio de linhas pós-pagas. Louco por smartphone Em pé ou sentado na praça da Matriz e teclando sem parar no smartphone.Assim a equipe de reportagem encontro o estudante , Bruno Vinícius Martins, 20 anos.“Eu não consigo viver mais sem esse aparelho, quando estou sem fico doidinho andando de lá pra cá”, confessa o jovem. Bruno revela que deixou de ir a lan houses ainda menino,desde quando passou a ter computador e internet em casa.Mas até a máquina de casa já está aposentada.“Tudo que preciso tem no smartphone”,comemora. Bruno: computador já era. O lance agora é o smartphone
  8. 8. | Aparecida em Pauta8 Investimento imobiliário Pesquisa aponta valorização surpreendente de imóveis em Aparecida Na contramão de outras cidades como a Capital, o município demonstra grande potencial imobiliário e revela uma invejável capacidade para investimento no setor nquanto o preço do metro quadrado de unidades ocupadas ou em construção em condomínios verticais em Goiânia teve valorização de 16% em um ano, Aparecida de Goiânia desbancou a capital e este patamar no município chegou a 20,17%. É o que aponta recente pesquisa realizada pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis/GO (Creci). De acordo com o estudo, a média geral do metro quadrado medida em cinco empreendimentos pesquisados chega a R$ 3.052,13, o que demonstra que vale a pena investir no mercado imobiliário aparecidense, que está cada vez mais aquecido, atraindo investidores e compradores. “O município já não é mais considerado aquela cidade-dormitório, Aparecida tem crescido muito, atraindo cada vez mais industrias, empresas e isso tem demonstrado que o poder aquisitivo das famílias aparecidenses também aumentou”, analisa o presidente do Creci, Hugo Oscar. Enquanto em janeiro de 2014, o preço do metro quadrado no município num imóvel em condomínio vertical era encontrado em média por R$ 2.539,92 em janeiro deste ano a mesma metragem passou a R$ 3.052,13, daí a valorização nominal de 20,21%. Ainda segundo a pesquisa, os apartamentos de três quartos continuam mais valorizados chegando a R$ 3.297,33, de dois quartos, R$ 2.990,82 e de um quarto, R$ 1.948,85. Fotos: RodrigoEstrela Presidente do Creci, Hugo Oscar elogia o mercado imobiliário em Aparecida
  9. 9. 9Aparecida em Pauta | Outro dado interessante revela que investir no mercado imobiliário de Aparecida é mais vantajoso do que na poupança que teve uma variação anual de janeiro de 2014 a janeiro deste ano de 7,71%, enquanto a valorização imobiliária foi de 20,1% e as previsões para o futuro são bem animadoras. “Aparecida vai continuar surpreendendo o mercado imobiliário porque é uma cidade que está em franca expansão e se consolidando também como uma cidade universitária”, aposta Hugo Oscar. Contudo, o presidente do Creci alerta que já se sente uma escassez nos lançamentos de modo geral, não só em Aparecida. “É possível perceber que a construção civil tirou o pé do acelerador e está lançando menos empreendimentos esse ano. Isso porque estão esperando o repasse dos financiamentos pelo governo e as definições de programas como o Minha Casa Minha Vida” Apartamentos  convencionais  apresentam média do  preço do metro  quadrado mais  caro: R$ 3.248,25 21 Condomínio Vertical  Fonte: Depami Creci-GO Dados referentes a janeiro de 2015 Pavimento convencional Garden R$ 3.248,25 R$ 2.884,04 Valor  do m² tipo de apartamento R$ 2.539,92 R$ 3.052,13 jan/14 jan/15 Valorização (media em Aparecida de Goiânia) Valorização do  metro quadrado: 20,17% Jan 2014: R$ 2.539,92 Jan 2015: R$ 3.052,13 25 Condomínio Vertical  Fonte: Depami - Creci-GO Dados referentes ao período de janeiro de 2014 a janeiro de 2015 Comparação da  valorização  nominal imobiliária  em Aparecida de  Goiânia com os  principais índices de  preços e poupança 26 Condomínio Vertical  Fonte: site Debit, Sinduscon-GO e Creci-GO Dados referentes ao período de 01-01-2014 a 31-01-2015 Valorização nominal INCC Poupança IPCA CUB‐GO IGPM 20,17% 7,76% 7,71% 7,73% 5,76% 4,46% Sua empresa Aqui!
  10. 10. | Aparecida em Pauta10 YAGo SALeS E m Aparecida de Goiânia, o Programa Pai Presente tem dado direito de crianças serem reconhecidas pelo pai desde o final do ano de 2013, em respeito à resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O Pai Presente está inserido no Centro de Solução de Conflitos e tem se dedicado a resolver,de maneira ágil,a demanda,cada vez mais crescente,pela procura do reconhecimento da paternidade. A juíza Stefane Fiúza Cançado Machado (Leia entrevista completa),diretora do Fórum deAparecida de Goiânia e coordenadora do Programa Pai Presente,disse que se criaram mecanismos para a notificação da mãe para que seja respeitado o direito da criança de ter um pai impresso no documento. Por exemplo,escolas estaduais e municipais foram notificadas para que enviem ao Programa dados dos estudantes matriculados que não têm o nome do pai na certidão de nascimento.Só no ano passado,a parceria rendeu 134 aberturas de processos voltados para a identificação dos pais das crianças.As mães foram chamadas para darem indícios do suposto pai.Apenas em 2014,cerca de 2.150 mães foram notificadas emAparecida de Goiânia.Destes processos abertos,282 pais reconheceram a paternidade.Cerca de 110 exames de DNA foram feitos.Destes,64 deram positivos,46 negativos e 43 pais são falecidos.Os acompanhamentos e soluções, segundo Stefane Fiúza tendem a crescer em 2015. Durante o período em que a reportagem da RevistaAparecida em Pauta esteve na sala que atende aos casos,não paravam de chegar mães.Bebês de colo não entendiam que a partir dali,longe do destino de não saber o paradeiro do pai,teriam o destino mudado.Isto se as mães contribuírem com dados dos supostos pais Ainda segundo Stefane Fiúza“A partir do momento em que se descobre o nome do pai e se dá a confirmação da paternidade, mandamos verbalizar o nome do genitor no documento da criança e já estabelecemos o valor da pensão alimentícia e horário de visita”, disse a juíza. Com o acordo doTribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) e o laboratório,o exame pode ser realizado com o valor invariável de R$125 reais.O Programa disponibiliza,ainda,gratuitamente,o exame a quem não condição de pagar o valor fixo.São cerca de mil exames. Quando o exame dá negativo,a mãe é notificada a procurar a outro suposto pai,para que seja realizado o exame de DNA. Juiza Stefane conta que Aparecida é o único lugar em que, além de comprovada a paternidade, se estabelece acordos judiciais constando visita e pensão alimentícia aos filhos Programa Pai Presente dá direito de crianças terem o reconhecimento da paternidade em Aparecida de Goiânia Paternidade Direito a um pai
  11. 11. Aparecida em Pauta | 11 Sem crise Goiás é exemplo nacional José Eliton apóia empreendedorismo Enquanto o país enfrenta uma séria crise econômica, a administração estadual se antecipou com o corte de gastos O governador Marconi Perillo (PSDB) chamou a atenção das administrações estaduais de todo o País ao promover a mais ousada e ampla reforma da máquina pública entre as 26 unidades federadas e o Distrito Federal. O tucano se antecipou ao impacto da crise econômica sobre o Tesouro Estadual e evitou as agruras que atormentam o Palácio do Planalto. Marconi implantou sua reforma administrativa enfrentando todo tipo de desgaste político. A fusão de áreas reduziu de 16 para 10 o total de secretarias de Estado e, portanto, o espaço para composição política no primeiríssimo escalão do governo – ou seja, o círculo mais restrito de convivência com o governador. A tesourada nos cargos comissionais reduziu em 50% o total de funções de livre nomeação de aliados, atingindo em cheio as cotas dos deputados no Executivo. As crises de governo estão dentro da normalidade administrativa, com temas relacionados à eficiência dos serviços públicos e às medidas para melhorar a segurança. Paralelamente, a saúde estadual segue colhendo bons frutos e os programas sociais continuam em vigência. Ao mesmo tempo, o corte nas despesas correntes em 2015 diminuiu o espectro de atuação dos secretários. Ainda que a previsão seja de melhoria no fluxo de caixa do Estado a partir do segundo semestre, com fôlego bem maior a partir do ano que vem, há quem diga que Marconi tenha baixado medidas de contenção de gastos que perdurarão mesmo com o fim do período de vacas magras. “Teremos um orçamento bem mais realístico, com gasto mais eficiente e mais próximo da realidade atual”, diz um integrante do primeiro escalão do governo. Apesar do forte impacto das medidas, a base de sustentação do governador na Assembleia Legislativa não esboça, ao menos publicamente, sinais claros de insatisfação. Isso se deve ao fato de que, nos bastidores, Marconi mantém relacionamento permanente com senadores, deputados estaduais e federais e prefeitos de sua base de apoio. Trabalhar em conjunto e aumento dos esforços para novos empreendimentos por meio do programa “Minha Primeira Empresa”. Esta foi uma das pautas da reunião entre o vice- governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação, José Eliton, com integrantes da diretoria da Associação de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás (AJE-GO), e com o presidente da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), Rafael Lousa, que também já esteve à frente da AJE. A primeira etapa da turma será o Diagnóstico do Perfil Empreendedor que consiste em uma forma de avaliação ao participante que o ajudará a compreender sua personalidade empreendedora e fornecerá informações importantes para a tomada de decisões e condução dos negócios. Os resultados serão avaliados por um profissional de Psicologia habilitado e encaminhados aos participantes através do e-mail cadastrado como pré-requisito para as próximas etapas: Curso de Iniciação ao Empreendedorismo, Curso de Gestão da Primeira Empresa e Plano de Negócios, Criação da Primeira Empresa, Crédito Primeira Empresa. Um perfil traduzido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) revela que o empreendedor conduz sua postura pela busca de oportunidades, riscos calculados, qualidade e eficiência na hora de cobrar algo, persistência, comprometimento, informações, meta, planejamento, contatos e autoconfiança. Os empreendedores das turmas estarão sempre dentro do foco do projeto que é ter o apoio, incentivo alinhando crédito com capacitação e acompanhamento do primeiro negócio, contemplado na última etapa do Programa, o Clube Primeira Empresa: Acompanhamento, Orientações e Palestras.
  12. 12. | Aparecida em Pauta12 Administração Maguito está confiante no PMAT Programa prevê investimentos que ajudam a azeitar a máquina administrativa e recursos para a construção de um novo Paço municipal O prefeito Maguito Vilela (PMBD) está confiante na implantação do Programa de Modernização da Administração Tributária e Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT). A Prefeitura de Aparecida foi uma das primeiras a buscar a adesão. O programa do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) é voltado para municípios com população acima de 150 mil habitan- tes e tem como objetivo apoiar projetos da Administração Pública Municipal voltados à modernização da administração tributária e à melhoria da qualidade do gasto público, a fim de proporcionar aos municípios uma gestão eficiente, que gere aumento de receitas e/ ou redução do custo unitário dos serviços prestados à coletividade. Para Maguito o contrato com o BNDES não só transformará o modelo do Paço Municipal de Aparecida como ajudará a atualizar a gestão. “A nossa cidade cresceu muito nos últimos anos. O BNDES vem pra nos ajudar a modernizar a máquina arrecadadora, melho- rar nossa estrutura e informatizar a prefeitura. O PMAT é impor- tantíssimo para qualquer cidade do Brasil temos sorte de estarmos entre as primeiras cidades a aderirem”, comemora o prefeito. Serão R$ 40 milhões investidos em reforma de seis secreta- rias; ampliação da infraestrutura física do centro administrativo e instalação de anel de fibra ótica; modernização da infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI); aquisição de veículos para a fiscalização de obras; capacitação de servidores; novo plano de cargos e salários, novo estatuto do servidor, auditoria na folha de pagamento e implantação do ponto biométrico; vigilância eletrônica dos prédios públicos, monitoramento da frota e gestão dos bens pela nova contabilidade. Novo Paço Municipal O projeto para a construção do novo paço, que ocupará a área atual da prefeitura e parte do Centro de Cultura e Lazer José Barroso, já está pronto e será dotado de módulos que abrigarão secretarias, um anfiteatro e um Centro de Eventos. A área total do novo paço será de 130 mil metros quadrados e nele serão concentrados os gabinetes de prefeito e vice, secretarias de Fazenda, Governo, Administração, Comunicação, Regulação Urbana e Procuradoria Geral do Município. “Hoje, as secretarias mais diretamente ligadas aos trabalhos administrativos não estão totalmente integradas, o que também tange o espaço físico. Com o PMAT será possível fazer essa adequação física”, informou o secre- tário de Governo e Integração Institucional Euler de Morais. Tanto o anfiteatro como o Centro de Convenções serão edificados com recursos complementares do Governo Federal. O anfiteatro já está em construção, ao lado do Centro de Cultura e Lazer José Barroso. No caso do centro de eventos, os recursos já foram aprovados e devem ser liberados ainda este ano para que a Prefeitura inicie o processo licitatório. Fonte: Secom Prefeito comemora o fato de Aparecida ser uma das primeiras cidades a aderir ao PMAT Projeto prevê a construção de um novo Paço Municipal
  13. 13. 13 Alô Aparecida A Produção de Água como Desafio para o próximo Século. É possível? E nquanto cidadãos, devemos ressaltar a importância da mobilização ao combate do mal do século o câncer.O dia 8 de abril teve como objetivo chamar para a discussão líderes políticos e toda a sociedade em geral para o crescimento dos índices da doença, que,segundo o IBGE,vem crescendo continuamente nas duas últimas décadas,uma doença que atinge toda a coletividade independente de cor ou classe social. Didaticamente,o câncer também chamado de neoplasia,se caracteriza pelo crescimento desordenado das células,que se dividem muito rapidamente,invadindo tecidos e órgãos e formando tumores que podem se espalhar (metástase) para outras regiões do corpo. Conforme dados do Instituto Nacional do Câncer,cerca de 80% a 90% de todos os casos da doença estão associados a fatores externos, sendo alguns deles bem conhecidos como o tabagismo,exposição excessiva ao sol,vírus que podem causar leucemia,hábitos alimentares, alcoolismo,hábitos sexuais,medicamentos,e a falta de conhecimento. E como prevenir é o melhor remédio,emAparecida de Goiânia foi sancionada a Lei Municipal nº 3.229/2014,que institui no calendário municipal o outubro rosa,de autoria daVereadora CybelleTristão,a partir da mobilização social,e do segmento feminino daAssociação Comercial e Industrial deAparecida de Goiânia. A semana designada como outubro rosa tem o objetivo de alertar toda a população sobre a importância da prevenção ao câncer de mama.Quanto maior a massificação de informações,melhor será a prevenção e conscientização de nossas mulheres. No município de Aparecida de Goiânia, as ações de prevenção e promoção da saúde são realizadas continuamente nas Unidades Básicas de Saúde, ambulatórios dos Centros de Atenção Integral à Saúde (CAIS) e Centro de Saúde (C.S) através de palestras, orientações em grupos (hipertensão e diabetes; tabagismo; alimentação saudável), prática de atividades corporais (academia de saúde e Núcleo de Atenção à Saúde da Família- NASF) e orientações individuais nas consultas (médicas, enfermagem, psicólogo, nutricionista e fisioterapeuta). Destacamos as datas comemorativas em que são realizadas ações pontuais de sensibilização da população. Programa de Doenças Crônicas nãoTransmissíveis no dia 7 de abril- Dia Mundial de Saúde,Prevenção às violências e promoção da saúde- Controle doTabagismo,31 de maio- Dia mundial sem tabaco,29 de agosto-Dia de prevenção da iniciação do uso doTabaco,Programa de Saúde da Mulher“Outubro Rosa” e o Programa de do homem no dia 19 de novembro o“NovembroAzul”. LoRenA AYReS ADVoGADA,JoRnALIStA e conSULtoRA PoLÍtIcA AYReS.LoRenA@GmAIL.com M arço o mês que em seu dia 22 comemora o Dia Mundial da água,trouxe contigo um leque de discussões sobre o tema,que por sua vez chamou atenção,despertando a todos o sentimento da importância e da valorização da água o elemento fundamental da vida. Em meio à maior crise hídrica que o pais já viveu com casos de real escassez em diversos grandes centros,como São Paulo,a população “assustou” e ao mesmo tempo alertou para necessidade de intervenções providenciais eminentemente necessárias para conter o avanço da degradação ambiental,que tem como principal fator o desmatamento das matas ciliares das nascentes que hoje sem dúvida é o maior pivô da crise hídrica que estamos passando. Situação que avança em nascentes do Ribeirão João Leite,um dos maiores sistemas produtores de água de Goiânia e região metropolitana e de diversos outros municípios,que segundo levantamentos da Delegacia Estadual do Meio Ambiente (Dema),23 das 491 nascentes da bacia do Ribeirão já se encontram mortas,algumas em situação irreversível,pois foram soterradas por edificações urbanas.O rio Meia Ponte também apresenta preocupações por abastecer grande parte da Capital e deAparecida de Goiânia sendo citado em estudos recentes daAgência Nacional de Águas (ANA) como em situação de risco oque foi consolidado pelo diagnóstico realizado por técnicos em Geociências e Engenharia Hidrológica que detectou 2,15% de redução da vazão média em ciclos hidrológicos de cinco anos. Porém em contrapartida a isso tudo nasce um novo conceito revolucionário de preservação dos recursos hídricos que foi batizado de“Produção de Água”.Mas oque vem a ser isso? No que tange às propriedades rurais diversas são as formas de produção de água e inúmeras técnicas podem ser utilizadas para cada caso,que são analisados para que possa adotar-se o procedimento adequado.Práticas conservacionistas simples como o cercamento do perímetro de grotas e nascentes evita que o rebanho chegue até a fonte e pisoteie os afloramentos naturais causando degradação,bem como o reflorestamento com a utilização de espécies nativas que protegerão as nascentes evitando erosões e o arraste de material que posteriormente levará ao assoreamento e consequentemente destruição do manancial. O tema produção de água é bem amplo e nos remete a uma gama imensa de maneiras de se produzir esse fluido vital,o mais importante é que todos podem fazer a sua parte.Nas áreas urbanas,por exemplo,temos que pensar em alternativas de minimizar os efeitos da impermeabilização dos solos,como ter áreas de infiltrações nas construções,bem como a coleta de água da chuva em sumidouros e reservatórios subterrâneos que podem ser amplamente utilizada nas residências. Porém práticas simples do nosso cotidiano podem também ser de grande valia nesse objetivo,como escovar os dentes com a torneira desligada,a eliminação de vazamentos dos encanamentos e goteiras nas torneiras,banhos rápidos,uso de dispositivos de economia,como torneiras temporizadas e vasos sanitários com fluxo de descarga reduzido Desta forma podemos então responder que “sim” é possível produzir água e fazer dela o uso racional, ressaltando assim a importância de Preservar para Sobreviver. RenAto De ABReU É enGenHeIRo AGRÔnomo e GUARDA cIVIL mUnIcIPAL De APARecIDA De GoIÂnIA Lorena Ayres É ADVoGADA, JoRnALIStA, DIRetoRA DA AcIAG mULHeR e PReSIDente DA AJe APARecIDA De GoIÂnIA RENATO DE ABREU É enGenHeIRo AGRÔnomo e GUARDA cIVIL mUnIcIPAL De APARecIDA De GoIÂnIA Artigo Aparecida em Pauta | 13 AAlô Aparecida DIA MUNDIAL DE COMBATE AO CÂNCER
  14. 14. Divulgação Plano de resíduos sólidos será um marco em Aparecida Sem precisar do serviço de uma consultoria, o projeto desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano vai promover uma economia de R$ 480 mil ao tesouro municipal Sustentabilidade E nquanto muitos municípios estão longe de concluir seus planos de resíduos sólidos, mais uma vez,Aparecida de Goiânia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano sai na frente e caminha para a aprovação do seu plano. Ele é condição fundamental para que as cidades tenham acesso aos recursos da União, destinados à limpeza urbana e ao manejo de resíduos. Aparecida é o terceiro município do Estado a elaborar o documento e o 50° do Brasil. O projeto apresenta informações sobre tecnologias disponíveis na área e estabelece diretrizes para cada tipo de resíduo gerado na cidade. Ao contrário também da maioria dos municípios brasileiros, que recorrem a consultorias privadas, em Aparecida ele foi elaborado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano, por meio da equipe técnica da Diretoria de Resíduos Sólidos e com apoio de secretarias afins e de Governo. Essa iniciativa conferiu uma economia de R$ 480 mil aos cofres públicos. Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Rodrigo Gonzaga Caldas,Aparecida de Goiânia mais uma vez sai na frente dos demais municípios. “Com a apresentação do texto definitivo, estaremos aptos a continuar recebendo recursos do Governo Federal para projetos importantes” , destaca o secretário. O documento é o último item que falta para a elaboração do Plano de Saneamento Básico do município, já que o mesmo corresponde à integração dos planos de água, esgoto e drenagem urbana, previstos na Lei 11.445/2007, que estabelece políticas nacionais de saneamento básico. São alguns dos objetivos do plano: identificar áreas favoráveis para destinação dos resíduos; parcerias com outros municípios; definir regras para transporte e gerenciamento de resíduos sólidos; estabelecer políticas de implementação e operacionalização do plano; elaborar programas e ações de capacitação técnica e educação ambiental que promovam reutilização e reciclagem de resíduos sólidos. O plano também prevê solução para o descarte de entulho, que vem crescendo a cada dia por conta do desenvolvimento imobiliário e industrial acelerado da cidade. Ou seja, acabar com o lixo doméstico é um desafio da administração, mas também a criação de diretrizes para o entulho da construção civil, como utilizar tecnologias que transformem o entulho em areia, brita ou materiais que podem ser usados na pavimentação asfáltica, por exemplo. A diretora municipal de Resíduos Sólidos, Márcia Nayane acrescenta ainda que antes de ser encaminhado à Câmara Municipal, o projeto foi exaustivamente discutido com a população. “Realizamos consulta pública por meio da internet e promovemos todas as audiências públicas necessárias antes de enviá-lo para apreciação dos vereadores”, explicou. Prefeito Maguito confia no projeto elaborado pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Urbano
  15. 15. 15 transformar vidas em Aparecida Projeto social começa a Aparecida em Pauta | Meninos dos Meus Olhos Projeto social começa a transformar vidas em Aparecida O objetivo é resgatar a cidadania e dignidade de crianças carentes ou em situação de vulnerabilidade social C om o apoio do deputado estadual, Marlúcio Pereira, o projeto Meninos dos Olhos começa a transformar vidas em Aparecida de Goiânia. Lançando no domingo de páscoa,5, a ideia é oferecer várias modalidades esportivas resgatando a cidadania e a dignidade de crianças carentes ou que estão em situação de vulnerabilidade social. Sediado na Rua Minas Gerais do Setor Virginia Park, o projeto oferece aulas de graça de capoeira, MMA, karatê, balé, futebol masculino e feminino, além de dança (forró) e hidroginástica para o público da melhor idade. Também estão previstas para as crianças aulas de disciplina militar. O Meninos dos Meus Olhos mantido pela ONG Mais Atleta é coordenado por Cida Pereira e o Pr. Salim. Para freqüentar as aulas as crianças precisam comprovar assiduidade e bom rendimento escolar, já os pais também precisam comparecer pelo menos uma vez ao mês ao Projeto. “Para nós é um motivo de muita alegria poder apoiar um projeto como este que vai ajudar no futuro dessas crianças e daqui também sairá grandes talentos. Já trabalhar com idosos é uma forma de nos sentir úteis, mostrando que as pessoas têm muito para nos ensinar”, comemora o deputado Marlúcio. Marlúcio acrescenta ainda que além da sede no Virginia Park, o projeto terá outros núcleos para atender crianças de outras regiões de Aparecida. Contrate esta turma para sua festa Contato (62) 9336-1692 Flory Dancer- ligue e agende nossa visita
  16. 16. 1616 | Aparecida em Pauta Crise hídrica Aparecida é exemplo nacional nas questões ambientais Projeto de lei chega à Câmara Municipal e promete evitar o desperdício de água no município A parecida de Goiânia mais uma vez sai na frente quando se trata de recursos hídricos. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Aparecida (Semma) acaba de lançar três ações conjuntas que visam proteger as nascentes do município, como também evitar que a cidade sofra com a falta de água, crise pela qual, vários municípios brasileiros estão enfrentado. A primeira ação trata-se de um projeto de lei que já chegou à Câmara Municipal.O documento foi elaborado por técnicos do meio ambiente com a ajuda do vereador Ezízio Barbosa (PMDB). Pelo projeto de lei é proibido o desperdício da água potável. Dentre os artigos, um dos mais importantes é o da proibição de lavar garagens, calçadas e pátios com água potável, se necessitar lavar, deverá primeiramente varrer o ambiente e depois utilizar de baldes e não com jatos ou mangueiras, visando economizar água potável. Caso a empresa ou residência queira e precise lavar com jatos ou mangueiras,terá que fazer com água reutilizada,por exemplo, água de piscinas e das chuvas.Nem mesmo de poços artesianos poderão ser usadas para este fim. Outro ponto importante,as empresas na hora de tirar sua licença ambiental,terá que comprovar algum tipo de reuso de água e tecnologias que evitam o desperdício,por exemplo,modelos de válvulas de descarga e torneiras que gastam menos,isto é,medidas que podem colaborar na economia da água. De acordo com o secretário de Meio Ambiente,Fábio Camargo,a prefeitura também terá sua parcela de contribuição, lançando campanhas para conscientização da população para que economizem água.Os prédios,empresas e órgãos públicos que não possuem esse sistema de reaproveitamento de água,terão um prazo pra se adequarem. A segunda ação é o Plano de Manejo da Serra dasAreias que já está pronto e também será enviado para a Câmara nos próximos dias,e através dele,haverá uma maior proteção à reserva ambiental que representa 35% da água consumida no município,e com isso as nascentes dela serão preservadas. A terceira ação é o inventário das nascentes,já autorizado pelo prefeito MaguitoVilela,que está em fase de orçamentos para ser levado à licitação.Fábio Camargo explica que emAparecida há cerca de 300 nascentes,e 250 já estão cadastradas,as outras ainda não tem o cadastro completo. Esse inventário irá verificar a vazão da nascente,se é uma nascente perene ou intermitente,se ela chega a algum córrego,qual córrego que é,com fotografias e filmagens,se a área está degradada. Após o inventário, será lançada a campanha Adote uma Nascente, que com certeza o empresariado e pessoas físicas que tem o interesse ambiental, irão adotar uma nascente formalmente por documentos, e irá cuidar dela, sendo assim, elas estarão mais bem preservadas e zeladas do que se ficar apenas por conta do poder público.A Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia - Aciag - já apoiou a idéia. Para Fábio Camargo,essas medidas são de extrema necessidade.“Estamos controlando o uso,preservando áreas produtoras de água e ainda fazendo um levantamento da realidade de nossas nascentes.Ações que de nada adiantarão se não tivermos o apoio da população a qual tem que economizar água e preservar o nosso MeioAmbiente e assim garantir uma vida melhor para nós,nossos filhos,netos, etc”,pontuou o secretário. Secretário Fábio Carmago e o vereador Ezizio Barbosa entregam projeto ao presidente da Câmara Municipal, Gustavo Mendanha
  17. 17. Concurso Garota Serra das Areias A beleza é delas a escolha é sua! O concurso Garota Serra das areias é uma iniciativa da Revista e site Aparecida em pauta e conta com parceria da Secretaria Municipal do MeioAmbiente (Semma) ONG,Anjos Verdes,Cerrado EcoTurismo,Defesa Civil,Brigada 49 eAcademia de Formação de Bombeiros Civis.O objetivo é chamar a atenção da sociedade para a preservação da Serra dasAreias e ao mesmo tempo valorizar a beleza da mulher aparecidense.Elas concorrem a prêmios;com patrocínio da MotoAires, a primeira colocada leva para casa uma POP 100 zero quilometro,a segunda uma bicicleta e a terceira um dia de beleza. Vote naVote naVote na Garota Serra das Areias 2015 Já está aberta a votação para a escolha da Garota Serra das Areias 2015. Basta acessar o site www.aparecidaempauta.com.br e escolher a sua preferida Amanda Dias Lorena Thallita Clézia Rodrigues Francielle Barros Fernanda Reis Kellen Matos Marcela Prado Giovana Oliveira
  18. 18. | Aparecida em Pauta18 Para o secretário da Semma,Fábio Camargo,a secretaria resolveu apoiar a causa porque acha uma iniciativa de extrema importância para a serra.“A secretaria foi e sempre será parceira deste tipo de ação educativa,que vai ajudar a tirar a imagem ruim que se tem da reserva,como local de desova de cadáveres e palco de outros crimes.A beleza e a dedicação dessas candidatas também ajudam a chamar a atenção para a preservação ambiental”,defende Fábio. O ambientalista, Juliano Cardoso, que também é parceiro elogiou o concurso.“São louváveis iniciativas como esta, porque mostra o amor que estas meninas têm pela serra e ao mesmo tempo mostra a beleza das nossas mulheres aparecidenses”, acrescentou. No sábado,28 de março,a equipe subiu a serra para a realização do ensaio fotográfico.A produção é do jornalistaAlex Atanázio,imagens dos cinegrafistasWalissy Dias eAndréAlmeida, fotografias de Rodrigo Estrela e Epitácio Isaac,maquiagem de DéboraVilela e edição de vídeo deAliceAlmeida.Não deixe de acessar o site e conferir o making of completo,e claro votar: www.aparecidaempauta.com.br Acesse www.aparecidaempauta.com.br e faça sua escolha Equipe de apoio ao concurso Juliano Cardoso com Guardas Civis Municipais, que apoiaram a iniciativa Semma apoia a iniciativa O time das oito beldades
  19. 19. Página Bonita n Érika SandraCompassoarte@gmail.com Nova loja em Aparecida de Goiânia, Ateliermix traz a Coleção Inverno 2015 Extraordinary Spot - Winter 2015 A próxima coleção de Inverno da rede de lojas de bolsas, calçados e acessórios,Ateliermix, do Grupo Paquetá, apresenta as principais tendências da moda internacional, além de modelos exclusivos. Intitulada como “Extraordinary Spot”, a Ateliermix propõe para a temporada que a fashionista desfrute de lugares especiais e escolha o melhor look com leveza e autenticidade. Assim, a equipe da marca seleciona e indica peças que são a cara do próximo Inverno. O boho natural, as multistraps e o kitten heel são as três tendências que chegam forte para a estação mais fria do ano. Como fortes aliados da nova estação, os modelos decotados ganham tiras femininas que contornam os pés com delicadeza – as multistraps. Outra tendência marcante, o boho natural, reedita os anos 1970 com tiras largas e compridas em bolsas e acessórios. Contrastando com meia patas bem altas, os saltos médios também reinam na moda, são o kitten heel. A cartela de cores fica multicolorida, com os tons marsala, preto, branco, nude e bege, que dão um toque urbano, incorporando um resultado mais divertido e ousado. Bicos finos, texturas crocodilo e referências dos anos 60 caracterizam uma ladylike reloaded. Como destaque da temporada, o estilo country exibe recortes trabalhados, franjas e detalhes metalizados em sapatos e bolsas. Os cintos aparecem em estampas animal print, tons de roxo e bege. Ateliermix fica Av RioVerde, Pavimento 1 Loja 361 No Shopping Buriti n Aparecida em Pauta | 19
  20. 20. | Aparecida em Pauta20

×