Gestão microbacias apresentação_ubá_manejoconservaçãosoloágua

561 visualizações

Publicada em

Manejo e Conversão do Solo e Água

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão microbacias apresentação_ubá_manejoconservaçãosoloágua

  1. 1. Equipe Pablo Messias Andrade Graduando em Engenharia Agricola e Ambiental Ana Paula Coelho Graduando em Agronomia Lourival Araujo Neto Graduando em Agronomia Manejo e Conservação da Água e Solo Ubá, MG. 09/05/2015
  2. 2. Manejo e Conservação do Solo e Água
  3. 3. Escassez Hídrica nos últimos dois anos Falta de chuva; Seca de nascentes; Resíduos de produtos químicos e esgoto em cursos de água Diminuição de oferta de água pelas Estações de Distribuição;
  4. 4. Caminho da água da chuva
  5. 5. Realidade....
  6. 6. Onde mais ocorre ? Estradas não pavimentadas; Barrancos em beira de estradas e rodovias; Aréas agrícolas.
  7. 7. Áreas agrícolas Perda de FERTILIDADE NATURAL X Perda de MATÉRIA ORGÂNICA
  8. 8. Mais é só o solo que fica POBRE?
  9. 9. Mais fertilizante... Mais irrigação...
  10. 10. Técnicas de conservação de solo
  11. 11. Planejamento conservacionista Maximiza o uso das terras agrícolas; Uso racional e eficiente do solo (utilizar a terra de acordo com a sua capacidade uso e manejo); Assegura a continuidade do uso do solo. Implantar práticas de conservação e manejo do solo e água;
  12. 12. Levar em consideração  Susceptibilidade a erosão; Capacidade produtiva do solo; Potencialidade de mecanização da área; Condições climáticas e topográficas;
  13. 13. Práticas Edáficas
  14. 14. Causam danos enormes ao solo a longo prazo Queima da matéria orgânica e volatilização do nitrogênio do solo Eliminam a com cobertura vegetal natural do solo Elimina a microbiota responsável pelas reações químicas que ocorrem no solo Causa uma falsa impressão de boa prática a curto prazo; Controle das Queimadas
  15. 15. Adubação verde Plantio de espécies vegetais que são incorporadas ao solo melhorando sua fertilidade química e qualidades físicas Espécies: crotalárias ,mucuna preta, mucuna anã, feijão-guandu, feijão-de-porco, feijão-de- corda, caupi, ervilhaca, soja titan, tremoço, labe-labe, sesbânia, calôpogonio, leucena e centrosema
  16. 16. Adubação e Calagem Adubação química, orgânica e calagem deficiente diminuem a fertilidade do solo Cobertura vegetal deficiente gerando solo exposto e consequentemente erosão (bola de neve) Necessidade de análise
  17. 17. Práticas Vegetativas
  18. 18. Reflorestamento Solos de topo de morro e próximos a cursos de água (alta susceptibilidade a erosão)
  19. 19. Pastagens Plantas de cobertura Se bem manejada é um ótimo controle da erosão Se mal manejadas é um dos maiores vilões do processo erosivo Manejo envolve uso de rotação de piquetes ressemeadura e adubação quando necessário
  20. 20. Cultivo em contorno O cultivo deve-se sempre seguir as curvas de nível do terreno Reduz a erosão e aumenta a infiltração de água no solo
  21. 21. Cordões de Vegetação Permanente Consiste no plantio de plantas perenes para dividir o comprimento de rampa Devem ser usados plantas com grande sistema radicular Indicado para solos rasos
  22. 22. Ceifas de Plantas daninhas Indicado para culturas perenes Acaba com a competição entre espécies mantendo a cobertura vegetal Mais simples que a capina Pode-se usar plantas daninhas especificas na área
  23. 23. Rotação de culturas Integração entre leguminosas e gramíneas Quebra do ciclo de pragas e doenças Garante um ambiente mais reprodutivo e sustentável Mantém o solo coberto durante todo o ano
  24. 24. Cobertura Morta Plantio direto (2006 24.000.000ha no Brasil) Aumenta o teor de matéria orgânica no solo Diminui a infestação de daninhas Diminui a temperatura do solo, e conseqüentemente a decomposição de matéria orgânica
  25. 25. Manutenção da biosfera do solo Diminui o impacto das gotas de chuva e impede o carregamento de partículas pela erosão eólica  Diminui a velocidade da água da chuva Pode ser usada em plantas perenes como cobertura com palhada
  26. 26. Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF) Consiste em consorciar áreas de pastagens floresta e culturas anuais. Rotação de cultura entre pastagens e culturas anuais
  27. 27. Aumento no bem estar animal Cobertura vegetal constante diminui a erosão
  28. 28. Práticas Mecânicas
  29. 29. Terraceamento Canal e um camalhão Deve estar locado transversalmente a declividade do terreno Barreira física que reduz a velocidade de escoamento superficial da água As características das chuvas e do solo são essenciais na determinação do tipo de terraço a ser implantado
  30. 30. Terraceamento  Os terraços são classificados de acordo com a faixa de terra movimentada, ou seja, largura do camalhao: Base estreita: 3 metros (declividade entre 12% e 18%) Base média: 3 a 6 metros (declividade entre 8% e 12%) Base larga: 6 a 12 metros (declividade entre 2% e 8 %)
  31. 31. Terraceamento
  32. 32. Terraceamento
  33. 33. Terraço de infiltração  Deve construído em nível  Deve conter os bigodes de fechamento Recomendado para solos permeáveis e baixa declividade  O dimensionamento consiste basicamente em determinar as dimensões do canal, altura da crista e espaçamento entre os terraços;
  34. 34. Terraço de drenagem  Deve construído com canal em pequeno declive Recomendado para solos com baixa permeabilidade e alta declividade  O dimensionamento consiste basicamente em determinar as dimensões do canal, altura da crista e espaçamento entre os terraços;
  35. 35. Barragens de contenção do escoamento superficial Conter a água de escoamento superficial Processo pontual de zonas que apresentam sulcos já provocados pela erosão hídrica Barraginhas são implantadas em áreas de exploração agrícola Menos efetiva que os terraços
  36. 36. Barragens de acumulação Reter e infiltrar a água proveniente dos leitos de estrada de terra Locada nas margens das estradas de terra
  37. 37. Barragens de acumulação
  38. 38. Barragens de acumulação
  39. 39. Obrigado pela atenção !!! www.agroplusufv.com.br

×