O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Apresentacao_MarcosHeil

192 visualizações

Publicada em

I WORKSHOP INTERNACIONAL: PESQUISA CIENTÍFICA PARA POLÍTICAS PÚBLICAS DE
GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS HÍDRICOS:
Os exemplos do Nebraska, USA e do Oeste da Bahia, Brasil
AUDITÓRIO ASSEMBLEIA LEGISLATIVA - SALVADOR, BAHIA

Publicada em: Meio ambiente
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentacao_MarcosHeil

  1. 1. Salvador, 26 de fevereiro de 2018 Equipe: Prof. Marcos Heil Costa Lívia Cristina Pinto Dias Fernando Martins Pimenta Emily Ane Dionizio da Silva Pauline Rodrigues Matheus Lucas da Silva Lucas Barbosa Lima Daniela Gomes de Souza
  2. 2.  Mapeamento de uso do solo;  Investigação do efeito do uso do solo nas propriedades físicas e carbono dos solos;  Desenvolvimento de uma ferramenta online para visualização dos resultados.
  3. 3. Mapeamento do uso do solo Cerrado Floresta estacional Pastagem Agricultura Área urbana Corpos d’água Imagens de satélite de 1990 a 2016 foram processadas para identificar as seguintes classes:
  4. 4. 16/02/2018
  5. 5. Amostragem Efeito do uso do solo nas propriedades físicas e carbono dos solos Fazenda 1 1 2 3 Amostra 1 Sub-amostras 1° Viagem de Campo 17 a 25 de Julho/2017 Amostragem de áreas de agricultura irrigada- IRR e reconhecimento da área. 20 propriedades visitadas • 140 amostras coletadas para análise de carbono, textura e densidade. • 40 amostras para análise de condutividade hidráulica e curva de retenção hídrica
  6. 6. Coleta de amostras de solo realizadas em áreas irrigadas na região dos municípios de Barreiras, São Desidério e Luis Eduardo Magalhães, Bahia. Fazenda Decisão e Morena
  7. 7. 2° Viagem de Campo 13 de novembro a 17 de Dezembro/2017 43 propriedades visitadas • 721 amostras deformadas para análise de carbono, 7 profundidades • 721 amostras indeformadas para análise de densidade, 7 profundidades • 103 amostras para análises de condutividade hidráulica e curva de retenção hídrica e textura 0-5cm
  8. 8. Amostragem de áreas de: Pastagem - PAST Cerrado- CDO Floresta estacional - FLO Vegetação recém suprimida -ASV Agricultura de sequeiro- SEQ Fazenda Pradella Fazenda Nordeste Florestal Fazenda PivettaFazenda Jacarézinho Fazenda Busato
  9. 9. • 861 amostras deformadas para análise de carbono (123 x 7 profundidades) • 861 amostras indeformadas para análise de densidade (123 x 7 profundidades) • 143 amostras para análises de condutividade hidráulica e curva de retenção hídrica e textura (103 x 1 profundidade, (PAST, SEQ, ASV, CDO, FLO) e 20 x 2 profundidades (IRR) CLASSE TOTAL GRANDE CORRENTE % IRR 20 20 0 16.3 PAST 21 14 7 17.1 SEQ 20 14 6 16.3 ASV 21 15 6 17.1 CDO 21 12 9 17.1 FLO 20 19 1 16.3 TOTAL 123 94 29 100 Número de pontos coletados por BaciaÁreas visitadas
  10. 10. Perfil médio de retenção hídrica Obs: Ainda falta incluir 15 curvas, sendo 6 curvas para PAST, 4 FLO, 2 CDO e 3 ASV.
  11. 11. Perfil médio da densidade no solo ASVCDO FLO IRRSEQ PAST
  12. 12. Perfil médio de carbono no solo CDO ASV FLO SEQ IRR PAST
  13. 13. Estoques médios de carbono por camada de solo Obs: Estes resultados são preliminares, ainda serão incluídas na média: 6 perfis de PAST, 4 FLO, 2 CDO e 3 ASV. Profundidade(cm)Profundidade(cm)
  14. 14. Análise dos dados coletados Modelagem  Ajuste dos estoques de carbono pela massa do solo de referência (Cerrado natural);  Comparação dos estoques de carbono em solos sob diferentes idades de cultivo, considerando as 6 classes de uso do solo;  Elaboração de uma função de pedotransferência;  Estimativa do potencial de entrada do ar no solo para calibração do modelo de superfície;
  15. 15.  Simulações da variação do estoque de carbono no solo ao longo do tempo;  Modelagem da vazão e taxa de recarga de recarga do aquífero, e separação da influência do clima e uso do solo na vazão  Previsão hidroclimática (Financiamento CNPq)
  16. 16. Vazão Tempo Ano normal Ano com estação chuvosa abaixo da média Ano com estação chuvosa abaixo da média e início tardio da próxima estação chuvosa Serão testadas três metodologias para estimar a vazão no início do período seco (água armazenada no aquífero) Será testada uma metodologia para estimar o início da estação chuvosa
  17. 17. mhcosta@ufv.br Obrigado!

×