Software Engeman - Manutenção de Frota e Equipamentos Pesados

2.400 visualizações

Publicada em

O programa de manutenção Engeman® possui características que facilitam a gestão da frota possibilitando:
- Controle de consumo de combustível, insumos e peças de reposição;
- Histórico de movimentação de pneus e quaisquer outros componentes;
- Controle de documentação (IPVA, vistorias, sinistros, multas...);
- CTF - Controle de Telefrota;
- Plano de manutenção por quilometragem, horímetro e/ou tempo de uso;
- Análise de óleo;
- Controle de OS via smartphone, Pocket PC e Palm;
- Movimentação visual de aplicações com função “arrasta e solta”, etc.

Empresa utilizam o Engeman® também para manutenção de equipamentos pesados:
- Empresas de terraplanagem e movimentação de terra;
Indústrias asfálticas;
- Empresas de pavimentação;
- Empresas de aluguel de maquinário pesado, dentre outras.

Teste o software para manutenção de frota e equip. pesados:
http://engeman.com.br/pt-br/demonstrativos/frota/
http://engeman.com.br/pt-br/demonstrativos/equipamentos-pesados/

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.400
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
358
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
68
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Software Engeman - Manutenção de Frota e Equipamentos Pesados

  1. 1. O Engeman® é um software de gerenciamento, planejamento e controle da Manutenção e Serviços. Seu nome Engeman® provém da sua principal característica: Engenharia de Manutenção. O que é o Engeman®?
  2. 2. Empresa O Engeman® é um Software da empresa Engecompany que conta com know-how de mais de 20 anos e possui cerca de 1500 plantas instaladas em todo o Brasil, América Latina e África. Hoje é o software de manutenção brasileiro com maior atuação e volume de vendas do mercado. O Engeman® foi classificado em primeiro lugar geral na escolha do software especialista de manutenção na pesquisa realizada pelo site Manutenção.net.* *http://www.engeman.com.br/engeman/PTB/marcas_manutencao.asp
  3. 3. Princípio de Funcionamento
  4. 4. Seu objetivo é sanar problemas crônicos provenientes da ingerência da manutenção e seus recursos induzem à:  Elevar a manutenção, inserindo-a como fator estratégico para o resultado final da empresa;  Aumentar a confiabilidade e disponibilidade dos ativos garantindo mais eficiência, qualidade e redução de custos da produção;  Racionalizar a aplicação de recursos materiais, humanos e financeiros através do planejamento, programação e acesso a relatórios gerenciais;  Mensurar custos de manutenção;  Aumentar a satisfação dos colaboradores através do engrandecimento das práticas de manutenção e inserção no universo da informação;  Melhorar a prestação de serviços, seja para clientes internos ou externos;  Converter a Engenharia de Manutenção em uma linguagem simples e acessível a todos. Objetivo
  5. 5.  Cadastrar qualquer tipo de ativo referente à manutenção;  Planejar serviços preventivos, preditivos e corretivos;  Programar a execução dos serviços através de controles automáticos;  Nivelar recursos materiais, humanos e financeiros;  Controlar Solicitações de Serviços e todas suas etapas de atendimento;  Controlar Ordens de Serviços e seus desdobramentos;  Emitir alarmes automáticos e documentos referentes aos serviços;  Criar históricos dos eventos e elaborar cronogramas e gráficos;  Calcular custos de materiais e insumos aplicados, hora-homem , contratação de serviços e perda produtiva.  Analisar Falhas e Defeitos (efeito, causa e ação);  Controlar consumo de materiais em estoque e executantes dos serviços;  Controlar movimentação de equipamentos, componentes e subcomponentes;  Medir a eficiência da equipe e gerar escalas de trabalho. Principais Funções
  6. 6.  Integração com supervisórios, ERP’s e outros softwares;  Banco de dados Oracle, MSSQL;  Campos personalizáveis e completa edição das telas por perfil de usuário;  Acesso ao banco de dados via client server em rede local, acesso remoto TCP/IP ou Browser;  Solicitação de serviços WEB-Browser ou intranet sem limite de acessos;  Móbile - Apontamento de OS’s e coleta de dados por Palm, Pocket e Smartphones;  Gerador próprio de relatórios, regras, gráficos e KPI’s;  Help completo e personalizável ;  Movimentação e manipulação de equipamentos em ambiente visual. Características Técnicas e Diferenciais
  7. 7. Roteiro Padrão para Cadastramento e Utilização do Engeman® para Gerenciamento de Manutenção de Frotas de Veículos
  8. 8. A demonstração a seguir exemplifica através de diagramas algumas rotinas do Engeman® referente à manutenção de frota de veículos:  Controle de Consumo de Combustível e óleo de Motor;  Geração e Controle de Ordens de Serviço para Manutenção Preventiva e Corretiva de Veículos;  Geração e Controle de Ordens de Serviço para Troca ou Recape de Pneus;  Requisição de Materiais ao ALmoxarifado;  Controle de Movimentação de Pneus;  Emissão de Relatórios Gerenciais.
  9. 9. Neste abastecimento é registrada a quantidade e/ou custo do combustível e a leitura do hodômetro/horímetro do veículo O saldo do combustível é automaticamente debitado do estoque do Engeman® Neste abastecimento é registrada a quantidade e/ou custo do combustível e a leitura do hodômetro/horímetro do veículo. O saldo do combustível consumido permanece inalterado no estoque do Engeman® Reinicia o Ciclo Rotina de controle de consumo de combustíveis de veículos e geração de O.S. Por emissão de alarme A imagem a seguir mostra exemplo de lançamentos de consumo de combustível na tela de ‘Coletas de Viagens’ do Engeman® Reinicia o Ciclo Abastecimento na Empresa Início da Viagem do Veículo Retorno da Viagem Abastecimento fora da empresa Coleta Valor do Hodômetro Não Gera O.S. Gera O.S. Veículo vai para Manutenção Conclusão da O.S. Emite automaticamente alarme para gerar O.S. para Manutenção do Veículo
  10. 10. A imagem abaixo mostra um relatório padrão do Engeman® que visualiza todos os custos referentes às viagens dos veículos
  11. 11. Rotina de emissão de O.S.’s para pneus e criação de histórico de movimentações de pneus Automaticamente será registrada a Quilometragem Total percorrida pelo Pneu no Veículo desde a sua montagem Esta informação é opcional' As imagens a seguir mostram exemplos do controle das movimentações de um Pneu na tela ‘Histórico de Movimentações’ Reinicia o Ciclo Reinicia o Ciclo Abastecimento na Empresa Início da Viagem do Veículo Retorno da Viagem Abastecimento fora da empresa Coleta Valor do Hodômetro Não Gera O.S. Gera O.S. Conclusão da O.S. Emite automaticamente alarme para gerar O.S. para Troca do Pneu Veículo vai para Manutenção para Trocar ou Recapear o Pneu Registro da Nova Localização do Pneu (Veículo ou Estoque) Registro do Custo da Troca ou do Recape Registro da Leitura do Hodômetro do Veículo
  12. 12. Veículos onde o pneu já foi montado Data, Valor (hodômetro) e Localização do Pneu no veículo em cada montagem Serviços Realizados em cada Movimentação do Pneu Localização e quilometragens Acumuladas do Pneu
  13. 13. Visualização dos Pneus e componentes dos Veículos em formato de ícones. Ao selecionar um componente do modelo visual, é possível visualizar dados do item.
  14. 14. Ao clicar e arrastar o Pneu a um dos botões ao lado, é possível montar, desmontar, descartar, informar recapes e rodízios dos Pneus.
  15. 15. Ao montar ou desmontar um Pneu, é obrigatório informar o Hodômetro do Veículo. Se o limite de quilometragem for atingido, o Engeman®, exibe um alerta ou automaticamente abre uma O.S de revisão, recape ou lubrificação
  16. 16. Controle da manutenção de veículos através de Ordens de Serviço - As O.S.’s Preventivas poderão ser emitidas separadamente para cada Setor (Oficina) responsável. - Para as O.S.’s Corretivas, o usuário selecionará manualmente qual o setor (Oficina) onde será realizado o serviço. Podem ser Geradas quantas O.S.’s forem necessárias para um mesmo serviço Podem ser Geradas quantas O.S.’s forem necessárias para um mesmo serviço Neste momento serão realizadas as Requisições de Materiais a serem utilizados na manutenção do Veículo Tais requisições poderão ser feitas através do Engeman ou pelo sistema de controle de estoque da empresa que poderá estar integrado com o Engeman® As imagens a seguir mostram a tela de cadastro de Ordem de Serviço do Engeman e a tela de Encerramento de O.S. Gera O.S.(s) Preventiva(s) Gera O.S. Corretiva Borracharia Elétrica Mecânica Lataria Serviço Realizado Veículo é encaminhado para um dos Setores (Oficinas) da Empresa Encerramento da(s) O.S.(s) Registro dos Tempos de Parada do Veículo Registro dos Funcionários Executantes Registro dos Serviços Realizados Registro dos Materiais Utilizados Fechamento da(s) O.S.(s) Veículo Apresenta Problema ou Defeito Coleta Valor de Hodômetro Sistema Emite Alarme
  17. 17. Resumo do Serviço a ser realizado Informações principais do Veículo da O.S. Informações principais do Plano de Manutenção da O.S. Informações complementares (Tempos Previstos)
  18. 18. Tempos Reais de Parada do Veículo na Ordem de Serviço Funcionários que trabalharam na Ordem de Serviço Descrição dos Serviços Realizados Descrição dos Materiais utilizados Os Relatórios a seguir visualizam graficamente o resumo dos custos das manutenções realizadas num determinado período e o resumo dos tempos registrados nas O.S.’s do período Esta opção permite consultar um Resumo Gerencial sobre os dados inseridos na O.S.
  19. 19. A imagem abaixo mostra um relatório padrão do engeman® que visualiza todo o custo de manutenção no período solicitado considerando todos o custos dos materiais consumidos, custo de rh, custo dos serviços extras e serviços de terceiros e o custo de interferência no processo produtivo
  20. 20. O relatório abaixo é utilizado para fazer um acompanhamento dos pneus informando por exemplo as quilometragens percorridas em cada 'vida', as quilometragens totais percorridas, valores de pneus e médias de quilometragens percorridas por 'vida‘.
  21. 21. Rotinas diárias na utilização do Engeman®  Registros das Viagens dos Veículos: Leituras dos Hodômetros e Materiais Consumidos;  Registros das Movimentações dos Pneus (Histórico dos Pneus);  Geração das Ordens de Serviço Preventivas e Corretivas;  Registro de Entrada e Requisição de Materiais do(s) Almoxarifado(s);  Encerramento de Ordens de Serviço;  Emissão de Relatórios Gerenciais.
  22. 22. Serviços  Consultoria de implantação: levantamento de necessidades, treinamento e partida assistida;  Treinamento nas ferramentas do sistema para equipes de TI;  Suporte técnico por telefone, chat e e-mail;  Desenvolvimento de regras e relatórios e personalizações em geral;  Desenvolvimento de integrações;  Atualização constante e estável de versões;  Gerência de projetos;  Atendimento em Inglês e Espanhol.
  23. 23. Mais de 1.500 plantas em operação Estudo de Caso Toyota do Brasil: Através da sistematização do processo de gerenciamento da manutenção com o software Engeman®, foi possível gerir informações de forma eficiente aumentando a manutenabilidade dos equipamentos através dos históricos gerados com alto nível de detalhamento e rapidez em apuração destes dados através de diversos relatórios e gráficos que o sistema oferece. Diego Fortunato – Encarregado de Manutenção
  24. 24. www.engeman.com.br Contatos: Marketing: marketing@engecompany.com.br Comercial: comercial@engecompany.com.br Suporte Comercial: analistasdenegocios@engecompany.com.br Tel. ++ 55 (37) 3249-2700 www.engecompany.com.br

×