VI ENECULT <br />“DOCTV”  E “REVELANDO OS BRASIS”:<br />POLÍTICAS CULTURAIS BRASILEIRAS PARA A PRODUÇÃO AUDIOVISUAL <br />...
Tradições das Políticas Culturais Brasileiras:<br />Ausência<br />Autoritarismo<br />Instabilidade<br />                  ...
Governo Lula e o investimento <br />na dimensão antropológica da cultura<br />Convênio entre o MinC e o IBGE (2004)       ...
“As políticas culturais locais fomentam a diversidade e a pluralidade, isto é, tanto possibilitam a convivência das mais d...
Articulação entre o Estado e outros agentes<br />
   “Em meio à mundialização da cultura, fazer políticas públicas de integração para o audiovisual requer repensar tanto o ...
      Programa de Fomento à Produção e Teledifusão do Documentário Brasileiro <br />Ano de criação: 2003, através da      ...
Objetivos: <br />Promover a regionalização da produção de documentários;<br />Articular um circuito nacional de teledifusã...
Ficha de inscrição;<br />comprovante de residência no Estado em que o documentário será filmado, sendo obrigatório o parti...
autorização do Uso de Imagem de personagens reais e/ou de comunidades imprescindíveis à realização do projeto de documentá...
Premiação do projeto de documentário selecionado:<br />Contrato de co-produção do valor de R$110,00 (Autor, Produtora, ABE...
Total de documentários produzidos até hoje: <br />115<br />
Ano de criação: 2004, através do Instituto Marlin Azul (OSCIP)<br />Patrocínio: <br />                     Ministério da C...
   Objetivo<br />Promover a inclusão e a formação audiovisuais por meio do estímulo à produção de vídeos digitais<br />
40 histórias são selecionadas e os autores participam do Curso de Formação e Realização Audiovisual no Rio de Janeiro <br />
Total de vídeos produzidos até hoje:<br />79<br />
Circuito Nacional de Exibição<br />
Considerações finais<br />“Eu que não tinha nunca me envolvido com cinema, o “Revelando os Brasis” foi a alavanca que me f...
O Revelando os Brasis foi quem me apresentou o cinema, hoje estou atuando na área graças a esta oportunidade que tive no R...
    “o DOCTV é um programa dos mais democráticos, pois não exige qualquer pré-requisito para o participante, a não ser o d...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Fernanda Santos

1.224 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.224
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
179
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Fernanda Santos

  1. 1. VI ENECULT <br />“DOCTV” E “REVELANDO OS BRASIS”:<br />POLÍTICAS CULTURAIS BRASILEIRAS PARA A PRODUÇÃO AUDIOVISUAL <br />Fernanda Oliveira Santos<br />
  2. 2. Tradições das Políticas Culturais Brasileiras:<br />Ausência<br />Autoritarismo<br />Instabilidade<br /> (Albino Rubim)<br />
  3. 3. Governo Lula e o investimento <br />na dimensão antropológica da cultura<br />Convênio entre o MinC e o IBGE (2004) <br />
  4. 4. “As políticas culturais locais fomentam a diversidade e a pluralidade, isto é, tanto possibilitam a convivência das mais diversas formas de expressão, a utilização de muitas linguagens expressivas, como também buscam a participação das minorias, de todos os setores da sociedade civil”. <br />(Alfons MARTINELL, 2003)<br />
  5. 5. Articulação entre o Estado e outros agentes<br />
  6. 6. “Em meio à mundialização da cultura, fazer políticas públicas de integração para o audiovisual requer repensar tanto o Estado como o mercado, e o elo entre ambos e a criatividade cultural. As políticas para o audiovisual e as leis para o setor são concebidas de acordo com a cultura de cada sociedade e do contexto histórico-cultural.”<br />(Lia Cesário, 2007)<br />
  7. 7. Programa de Fomento à Produção e Teledifusão do Documentário Brasileiro <br />Ano de criação: 2003, através da SAV/MinC<br />Parceria:<br /> FPA- TV Cultura <br /> ABEPEC<br /> EBC –TV Brasil<br />Apoio: ABD<br />
  8. 8. Objetivos: <br />Promover a regionalização da produção de documentários;<br />Articular um circuito nacional de teledifusão através da Rede Pública de Televisão;<br />Viabilizar mercados para o documentário brasileiro;<br />Valorizar e difundir as manifestações culturais regionais<br />
  9. 9. Ficha de inscrição;<br />comprovante de residência no Estado em que o documentário será filmado, sendo obrigatório o participante residir há pelo menos 02 dois anos nesse Estado; <br />comprovante de registro de direito autoral junto à Biblioteca Nacional, ou respectiva representação regional ou protocolo;<br />autorização de Cessão de Direitos Autorais, caso o projeto utilize obras de terceiros;<br />
  10. 10. autorização do Uso de Imagem de personagens reais e/ou de comunidades imprescindíveis à realização do projeto de documentário, que são aquelas pessoas cuja recusa em participar da gravação torna inviável a proposta de documentário apresentada no projeto; <br />ser enviadas também 05 (cinco) cópias do projeto de documentário<br />
  11. 11. Premiação do projeto de documentário selecionado:<br />Contrato de co-produção do valor de R$110,00 (Autor, Produtora, ABEPEC, TV local)<br />Teledifusão do documentário em cadeia nacional <br />Participação dos autores em oficinas para Desenho Criativo de Produção.<br />
  12. 12. Total de documentários produzidos até hoje: <br />115<br />
  13. 13. Ano de criação: 2004, através do Instituto Marlin Azul (OSCIP)<br />Patrocínio: <br /> Ministério da Cultura<br /> Petrobrás <br />Parceria: TV Cultura<br />
  14. 14. Objetivo<br />Promover a inclusão e a formação audiovisuais por meio do estímulo à produção de vídeos digitais<br />
  15. 15. 40 histórias são selecionadas e os autores participam do Curso de Formação e Realização Audiovisual no Rio de Janeiro <br />
  16. 16. Total de vídeos produzidos até hoje:<br />79<br />
  17. 17. Circuito Nacional de Exibição<br />
  18. 18. Considerações finais<br />“Eu que não tinha nunca me envolvido com cinema, o “Revelando os Brasis” foi a alavanca que me fez descobrir mais que um caminho de expressão do que quero dizer. Hoje não me vejo sem realizar um curta.”<br />Fátima Góes, participante do Revelando os Brasis II<br />
  19. 19. O Revelando os Brasis foi quem me apresentou o cinema, hoje estou atuando na área graças a esta oportunidade que tive no Revelando. Agora em novembro vou filmar meu segundo curta.[...] Já fiz vários cursos na área e atualmente estou fazendo um curso de audiovisual e cinema UFC em Fortaleza-CE. Portanto, posso dizer que o Revelando me fez descobrir uma nova profissão e vocação: “fazedor de filmes”.<br />Leonardo Alves, participante do Revelando II<br />
  20. 20. “o DOCTV é um programa dos mais democráticos, pois não exige qualquer pré-requisito para o participante, a não ser o de saber escrever, para elaborar um roteiro. No meu caso, por exemplo, ao me inscrever no DOCTV III, eu tinha 63 anos e nunca havia feito nada na área do audiovisual”<br />Paulo Roberto, participante do DOCTV III<br />

×