SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 7
MODERNISMO NO BRASIL E A SEMANA DE ARTE
MODERNA DE 1922
Eduardo Luiz Enderle de Oliveira
Rita de Cácia de Duarte
MODERNISMO
 Conjunto de movimentos culturais, escolas e
estilos que permearam as artes e o design a partir
da primeira metade do século XX.
Literatura
Arquitetura
Design
Pintura
Escultura
Teatro
Música
CARACTERÍSTICAS
 inconformismo político - espírito revolucionário;
 irreverência, iconoclastia;
 antiacademicismo, antitradicionalismo, antipassadismo,
anticonformismo;
 rejeição das normas estéticas consagradas;
 proposta de inovações linguísticas:
 versos livres;
 aproximação entre poesia e prosa;
 exploração de novos temas;
 simultaneísmos, sínteses, fusões diversas;
 uso da linguagem coloquial;
 humor, ironia, o "poema-piada";
 incorporação do cotidiano;
 o moderno como um valor em si mesmo;
 nova concepção do mundo e do homem.
 O contexto artístico brasileiro foi assimilando estas
novas tendências culturais e artísticas lançadas
pelas vanguardas européias.
 Mas colocavam o enfoque em elementos da
cultura brasileira.
 A Semana de Arte Moderna de 1922 é o marco do
modernismo no Brasil.
PRIMEIRA FASE (1922-1930)
 Centenário da Independência;
 Guerra Mundial (1914-1918);
 Questionamento do sistema político vigente;
 Influência da mão-de-obra imigrante;
 Fundação do Partido Comunista Brasileiro.
SEGUNDA FASE (1930-1945)
 Revolução de 1930 que conduziu Getúlio Vargas
ao poder.
 Substituição do capital inglês pelo norte-americano.
 Em 1934, é promulgada a nova Constituição
Brasileira, acompanhada da eleição de Getúlio
Vargas para presidente da República.
 Mortes, em 1938, de Lampião, o chefe do cangaço
e de sua companheira Maria Bonita.
 Em1941, o Brasil entra na guerra
 EM 1945, Getúlio Vargas é deposto pelas Forças
Armadas, pondo fim ao Estado Novo.
TERCEIRA FASE (PÓS-1945)
 Fim da Segunda Guerra Mundial  Guerra-fria
 No Brasil, chegava também ao fim o regime de quinze anos de poder de Getúlio
Vargas;
 Suicídio de Getúlio Vargas em1954;
 Juscelino Kubitschek é eleito em 1955  industrialização do país  Dívida
externa cada vez maior e uma conturbada inflação.
 Construção da nova capital do país: Brasília, inaugurada em 1960.
 as cidades inchavam cada vez mais com a migração das famílias provenientes de
regiões agrárias,
 A década de 60 é marcada pelo Golpe Militar no ano de 1964;
 Período fértil na cultura, não só na literatura e teatro, como também na música;
 A eleição de 1990 tornou-se um marco na história do país.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Semana de Arte Moderna 1922
Semana de Arte Moderna 1922Semana de Arte Moderna 1922
Semana de Arte Moderna 1922
 
Modernismo em Portugal
Modernismo em PortugalModernismo em Portugal
Modernismo em Portugal
 
Modernismo no Brasil
Modernismo no BrasilModernismo no Brasil
Modernismo no Brasil
 
Tabela "Vanguardas Europeias"
Tabela "Vanguardas Europeias"Tabela "Vanguardas Europeias"
Tabela "Vanguardas Europeias"
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
 
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)Modernismo Brasileiro (1ª fase)
Modernismo Brasileiro (1ª fase)
 
Neoconcretismo
NeoconcretismoNeoconcretismo
Neoconcretismo
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Semana de arte moderna 1922
Semana de arte moderna 1922Semana de arte moderna 1922
Semana de arte moderna 1922
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 
Concretismo No Brasil
Concretismo No BrasilConcretismo No Brasil
Concretismo No Brasil
 
Primeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismoPrimeira fase do modernismo
Primeira fase do modernismo
 
Concretismo
ConcretismoConcretismo
Concretismo
 
Romantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geraçãoRomantismo no Brasil - 1ª geração
Romantismo no Brasil - 1ª geração
 
Arte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte moderna brasileira
Arte moderna brasileira
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
 
3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog3ª fase do modernismo blog
3ª fase do modernismo blog
 

Destaque

Conceito de Hipertexto
Conceito de Hipertexto Conceito de Hipertexto
Conceito de Hipertexto eduviecorr
 
Projeto de leitura márcia
Projeto de leitura márciaProjeto de leitura márcia
Projeto de leitura márciacapevaldemir2010
 
Hipertexto modernismo semana_da_arte_moderna_d
Hipertexto modernismo semana_da_arte_moderna_dHipertexto modernismo semana_da_arte_moderna_d
Hipertexto modernismo semana_da_arte_moderna_dVera Pinho
 
Interação, texto e hipertexto
Interação, texto e hipertextoInteração, texto e hipertexto
Interação, texto e hipertextoelygallas
 

Destaque (6)

Conceito de Hipertexto
Conceito de Hipertexto Conceito de Hipertexto
Conceito de Hipertexto
 
Teoria do Hipertexto
Teoria do HipertextoTeoria do Hipertexto
Teoria do Hipertexto
 
Projeto de leitura márcia
Projeto de leitura márciaProjeto de leitura márcia
Projeto de leitura márcia
 
Hipertexto modernismo semana_da_arte_moderna_d
Hipertexto modernismo semana_da_arte_moderna_dHipertexto modernismo semana_da_arte_moderna_d
Hipertexto modernismo semana_da_arte_moderna_d
 
Interação, texto e hipertexto
Interação, texto e hipertextoInteração, texto e hipertexto
Interação, texto e hipertexto
 
O que é o Hipertexto?
O que é o Hipertexto?O que é o Hipertexto?
O que é o Hipertexto?
 

Semelhante a Modernismo

Semana de 22 modernistas
Semana de 22   modernistasSemana de 22   modernistas
Semana de 22 modernistasCarlos Zaranza
 
modernismo 2 fase prosa_ - Copia.pptx
modernismo 2 fase prosa_ - Copia.pptxmodernismo 2 fase prosa_ - Copia.pptx
modernismo 2 fase prosa_ - Copia.pptxJoyceMaradeOliveira1
 
2ª FASE MODERNISTA [Salvo automaticamente].pptx
2ª FASE MODERNISTA [Salvo automaticamente].pptx2ª FASE MODERNISTA [Salvo automaticamente].pptx
2ª FASE MODERNISTA [Salvo automaticamente].pptxMarlene Cunhada
 
O texto e o contexto em perspectiva multidisciplinar literatura
O texto e o contexto em perspectiva multidisciplinar literaturaO texto e o contexto em perspectiva multidisciplinar literatura
O texto e o contexto em perspectiva multidisciplinar literaturaPetterson Castro
 
Literatura A Geração de 1945 e o Concretismo.docx.pdf
Literatura A Geração de 1945 e o Concretismo.docx.pdfLiteratura A Geração de 1945 e o Concretismo.docx.pdf
Literatura A Geração de 1945 e o Concretismo.docx.pdfMAURICIOMARQUESDACOS
 
Anos Dourados - Anos 50
Anos Dourados - Anos 50Anos Dourados - Anos 50
Anos Dourados - Anos 50Luizinhu Sales
 
Modernismo brasileiro apresentação final
Modernismo brasileiro apresentação finalModernismo brasileiro apresentação final
Modernismo brasileiro apresentação finalPedro Guilherme
 
Terceira fase do modernismo no Brasil
Terceira fase do modernismo no BrasilTerceira fase do modernismo no Brasil
Terceira fase do modernismo no BrasilGusthavo Batista
 
Modernismo no Brasil - 1ª fase
Modernismo no Brasil - 1ª faseModernismo no Brasil - 1ª fase
Modernismo no Brasil - 1ª faseMiriam Zelmikaitis
 
Modernismo no brasil
Modernismo no brasilModernismo no brasil
Modernismo no brasilBrunoBalsan08
 
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02Brigitte Lispector
 
Segunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no BrasilSegunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no Brasileeadolpho
 
A semana de arte moderna
A semana de arte modernaA semana de arte moderna
A semana de arte modernaZezeSilva1
 
33354-Texto do Artigo-111602-1-10-20151229 (1).pdf
33354-Texto do Artigo-111602-1-10-20151229 (1).pdf33354-Texto do Artigo-111602-1-10-20151229 (1).pdf
33354-Texto do Artigo-111602-1-10-20151229 (1).pdfMarcondes Menezes
 
Apresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptxApresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptxEndelCosta1
 
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptxPré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptxEndelCosta1
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernistaTerceira geração modernista
Terceira geração modernistaJuliana Beatriz
 
Linha tempo no Brasil
Linha tempo no BrasilLinha tempo no Brasil
Linha tempo no BrasilAdail Silva
 

Semelhante a Modernismo (20)

Semana de 22 modernistas
Semana de 22   modernistasSemana de 22   modernistas
Semana de 22 modernistas
 
modernismo 2 fase prosa__.pdf
modernismo 2 fase prosa__.pdfmodernismo 2 fase prosa__.pdf
modernismo 2 fase prosa__.pdf
 
modernismo 2 fase prosa_ - Copia.pptx
modernismo 2 fase prosa_ - Copia.pptxmodernismo 2 fase prosa_ - Copia.pptx
modernismo 2 fase prosa_ - Copia.pptx
 
2ª FASE MODERNISTA [Salvo automaticamente].pptx
2ª FASE MODERNISTA [Salvo automaticamente].pptx2ª FASE MODERNISTA [Salvo automaticamente].pptx
2ª FASE MODERNISTA [Salvo automaticamente].pptx
 
O texto e o contexto em perspectiva multidisciplinar literatura
O texto e o contexto em perspectiva multidisciplinar literaturaO texto e o contexto em perspectiva multidisciplinar literatura
O texto e o contexto em perspectiva multidisciplinar literatura
 
Literatura A Geração de 1945 e o Concretismo.docx.pdf
Literatura A Geração de 1945 e o Concretismo.docx.pdfLiteratura A Geração de 1945 e o Concretismo.docx.pdf
Literatura A Geração de 1945 e o Concretismo.docx.pdf
 
Anos Dourados - Anos 50
Anos Dourados - Anos 50Anos Dourados - Anos 50
Anos Dourados - Anos 50
 
Modernismo brasileiro apresentação final
Modernismo brasileiro apresentação finalModernismo brasileiro apresentação final
Modernismo brasileiro apresentação final
 
Terceira fase do modernismo no Brasil
Terceira fase do modernismo no BrasilTerceira fase do modernismo no Brasil
Terceira fase do modernismo no Brasil
 
Modernismo no Brasil - 1ª fase
Modernismo no Brasil - 1ª faseModernismo no Brasil - 1ª fase
Modernismo no Brasil - 1ª fase
 
Modernismo no brasil
Modernismo no brasilModernismo no brasil
Modernismo no brasil
 
2º fase-do-modernismo-no-brasil
2º fase-do-modernismo-no-brasil2º fase-do-modernismo-no-brasil
2º fase-do-modernismo-no-brasil
 
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
Segundafasedomodernismonobrasil 120509063705-phpapp02
 
Segunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no BrasilSegunda fase do Modernismo no Brasil
Segunda fase do Modernismo no Brasil
 
A semana de arte moderna
A semana de arte modernaA semana de arte moderna
A semana de arte moderna
 
33354-Texto do Artigo-111602-1-10-20151229 (1).pdf
33354-Texto do Artigo-111602-1-10-20151229 (1).pdf33354-Texto do Artigo-111602-1-10-20151229 (1).pdf
33354-Texto do Artigo-111602-1-10-20151229 (1).pdf
 
Apresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptxApresentação (4).pptx
Apresentação (4).pptx
 
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptxPré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
Pré-modernismo e mordenismo 1°geração.pptx
 
Terceira geração modernista
Terceira geração modernistaTerceira geração modernista
Terceira geração modernista
 
Linha tempo no Brasil
Linha tempo no BrasilLinha tempo no Brasil
Linha tempo no Brasil
 

Último

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 

Último (20)

"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 

Modernismo

  • 1. MODERNISMO NO BRASIL E A SEMANA DE ARTE MODERNA DE 1922 Eduardo Luiz Enderle de Oliveira Rita de Cácia de Duarte
  • 2. MODERNISMO  Conjunto de movimentos culturais, escolas e estilos que permearam as artes e o design a partir da primeira metade do século XX. Literatura Arquitetura Design Pintura Escultura Teatro Música
  • 3. CARACTERÍSTICAS  inconformismo político - espírito revolucionário;  irreverência, iconoclastia;  antiacademicismo, antitradicionalismo, antipassadismo, anticonformismo;  rejeição das normas estéticas consagradas;  proposta de inovações linguísticas:  versos livres;  aproximação entre poesia e prosa;  exploração de novos temas;  simultaneísmos, sínteses, fusões diversas;  uso da linguagem coloquial;  humor, ironia, o "poema-piada";  incorporação do cotidiano;  o moderno como um valor em si mesmo;  nova concepção do mundo e do homem.
  • 4.  O contexto artístico brasileiro foi assimilando estas novas tendências culturais e artísticas lançadas pelas vanguardas européias.  Mas colocavam o enfoque em elementos da cultura brasileira.  A Semana de Arte Moderna de 1922 é o marco do modernismo no Brasil.
  • 5. PRIMEIRA FASE (1922-1930)  Centenário da Independência;  Guerra Mundial (1914-1918);  Questionamento do sistema político vigente;  Influência da mão-de-obra imigrante;  Fundação do Partido Comunista Brasileiro.
  • 6. SEGUNDA FASE (1930-1945)  Revolução de 1930 que conduziu Getúlio Vargas ao poder.  Substituição do capital inglês pelo norte-americano.  Em 1934, é promulgada a nova Constituição Brasileira, acompanhada da eleição de Getúlio Vargas para presidente da República.  Mortes, em 1938, de Lampião, o chefe do cangaço e de sua companheira Maria Bonita.  Em1941, o Brasil entra na guerra  EM 1945, Getúlio Vargas é deposto pelas Forças Armadas, pondo fim ao Estado Novo.
  • 7. TERCEIRA FASE (PÓS-1945)  Fim da Segunda Guerra Mundial  Guerra-fria  No Brasil, chegava também ao fim o regime de quinze anos de poder de Getúlio Vargas;  Suicídio de Getúlio Vargas em1954;  Juscelino Kubitschek é eleito em 1955  industrialização do país  Dívida externa cada vez maior e uma conturbada inflação.  Construção da nova capital do país: Brasília, inaugurada em 1960.  as cidades inchavam cada vez mais com a migração das famílias provenientes de regiões agrárias,  A década de 60 é marcada pelo Golpe Militar no ano de 1964;  Período fértil na cultura, não só na literatura e teatro, como também na música;  A eleição de 1990 tornou-se um marco na história do país.