O meu projeto de vida barbara

516 visualizações

Publicada em

O meu projeto de vida - Bárbara Sabino

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
516
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O meu projeto de vida barbara

  1. 1. Bárbara Martins Sabino 9ºD Nº7 O meu projeto de vida
  2. 2. Qual é o meu objetivo imediato? • O meu objetivo imediato é terminar este ano com boas notas e fazer novos amigos, sem que isso, signifique perder aqueles que tenho hoje. • Obviamente que, também, desejo ser feliz com aqueles que me acompanham.
  3. 3. Como o vou conseguir? • A única maneira de alcançar os meus objetivos é trabalhando e estudando muito, não só por mim mas também para encher de orgulho a minha família e os meus professores.
  4. 4. Alguém me pode ajudar? • Tenho a certeza que os meus professores, a minha família e os meus amigos me ajudarão a alcançar os meus objetivos, sobretudo porque me inspiram. Acho que para conseguir alcançar os meus objetivos tenho que, primeiro de tudo, esforçar-me e nesse aspeto só eu posso fazê-lo.
  5. 5. Qual é o meu objetivo no futuro • Concluir os meus estudos da melhor maneira possível e ter um bom emprego. • Quero aprender a falar Japonês, viajar até ao Japão e talvez viver lá. • Quero ter uma casa adequada as minhas necessidades, onde possa ter um ateliê só meu e ter boas condições de vida.
  6. 6. Ocupação, onde? • Acho que a minha ocupação vai continuar a ser o desenho, embora talvez não continue nas minhas aulas de pintura, mas posso sempre fazê-lo em casa, no meu futuro ateliê. • Outra das ocupações em que irei investir mais é o estudo do Japonês, para que um dia eu consiga mesmo dominar esta língua. • O meu trabalho será, provavelmente, na área da saúde mais especificamente nas áreas de Análises Clínicas ou Farmácia, uma vez que gosto de estar em laboratórios e fazer vários tipos de experiências, assim como de espaços organizados, silenciosos e com poucas pessoas.
  7. 7. Família, vou ter? • Mesmo que eu vá para longe da minha família, ela continuará presente ao longo da minha vida, especialmente, os meus pais, a minha prima e alguns dos meu amigos.
  8. 8. Vou casar ou simplesmente juntar-me com outra pessoa? • Esta é talvez, uma das perguntas em que eu ainda não sei bem como responder… quando era pequena eu sempre quis casar e ter uma espécie de “Final Feliz”, mas à medida que fui crescido foi entendo que posso ter o meu “Final Feliz”, mesmo sem ter de me casar, basta ter amigos, família e um bom emprego para eu ser feliz. • Eu acho que é possível eu vir a casar, mas ainda não sei…
  9. 9. Vou ter filhos? Como os vou educar? • Não esta nos meus planos ser mãe, apesar de gostar muito de crianças, não é um sonho meu. • No entanto, se decidir algum dia ter filhos, gostaria de adotar, porque existem tantas crianças que precisam de alguém. Contudo, é uma grande responsabilidade, que só futuramente poderei saber se serei capaz de assumir. • Se algum dia, eu decidir ter filhos, tenciono educa-los como os meus pais me educaram. Fui educada a ser trabalhadora e responsável, mas acima de tudo, fui educada para ser uma boa pessoa e isso, na minha opinião é o mais importante.
  10. 10. Vou intervir na sociedade? Como? • Eu gostaria de intervir na sociedade numa maneira positiva, ajudando os outros e trazendo momentos bons e divertidos. Gostaria de auxiliar quem se sente sozinho, talvez dedicando algum do meu tempo sendo voluntária, visitando lares de idosos e instituições que recebem crianças em risco.

×