SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 42
GLOBALIZAÇÃO
Interligação
Interdependência
Alterações no Capitalismo
(expansão)
Blocos Econômicos
1a Fase: Séculos XV e XVI.
Grandes
navegações,
rotas
comerciais, rede de comunicação,
avanços
tecnológicos
na
navegação.
2a Fase: Revolução Industrial,
século
XVIII.
Advento
da
indústria, urbanização, aumento
da produção.
3a fase: Fase atual, empresas
multinacionais,
produtos
extremamente
modernos
e
tecnologicamente avançados.
MULTINACIONAIS
FMI

Países subdesenvolvidos
dependentes de um organismo
supranacional (endividamento
externo).
Globalização: processo de
integração dos países .
 Liberalização econômica.
 Revolução nos transportes.
 Revolução nas telecomunicações.
 Popularização da Internet.
 Homogeneização cultural.
 Processo contraditório
economicamente.
CONSEQÜÊNCIA PREOCUPANTE:
DESEMPREGO
INTERNET:
Ferramenta da
globalização
Inauguração de uma loja
McDonald’s em Moscou,
1990
BLOCOS
ECONÔMICOS
Definição: associações de países

que
estabelecem
relações
econômicas privilegiadas entre si.

Classificação:
 Zona de livre comércio;
 União Aduaneira;
 Mercado Comum;
 União Econômica e Monetária.
UNIÃO EUROPÉIA:
 Em 1951 Alemanha Ocidental,
Bélgica,
França,
Itália,
Luxemburgo e Holanda criam a
CECA;
 Em 1957 os mesmos países
criam a CEE;

Em
1991,
tratado
de
Maastricht, (Tratado da UE),
entra em vigor em 1993;
 Livre circulação
serviços e capital;

de


União Política e
Monetária e Econômica;

bens,
União

 Após 2004: 25 países (leste
europeu);
 Moeda única: euro;
 Não-membros:
Suíça.

Noruega

e
UNIÃO
EUROPÉIA
Novos
Membros
da UE
(2004)
 Países que não adotaram o euro:
Inglaterra, Suécia e Dinamarca;
 Países da UE que não assinaram
a constituição européia: França e
Holanda;
 Países da UE com maior
crescimento econômico e menor
índice de desemprego: Inglaterra,
Suécia e Dinamarca.
NAFTA (acordo de livre comércio

da América do Norte) (North
American Free Trade Agreement):
 EUA, Canadá e México;
 Enfrentar a concorrência da UE;
 Em vigor desde 1994;
 Prazo de quinze anos para total
eliminação
de
barreiras
alfandegárias entre os 3 países.
 Chile convidado em 1994;

Meta:
eliminar
barreiras
alfandegárias.
Países que
compõe o
NAFTA

A
Bandeira
do NAFTA
MERCOSUL :
 Criado em 1991,
tratado de Assunção;

pelo


Objetivo:
dinamizar
a
economia
regional,
movimentando
entre
si
mercadorias, pessoas, força
de trabalho e capitais.
 Prevê livre circulação de
bens,
serviços
e
fatores
produtivos;
MERCOSUL :
 Membros:
Brasil, Paraguai,
Uruguai,
Argentina e
Venezuela.
 Associados:
Bolívia, Chile,
Equador, Peru e
Colômbia.
 Observador:
México

Início:
década
de
1960
como
estabelecimento da ALALC – Área LatinoAmericana de Livre Comércio.
 Década de 1980: Associação LatinoAmericana de Integração – ALADI.
 1985: Acordo bilateral entre Argentina
e Brasil (Tratado de Iguaçu).
 1995: União Aduaneira. Todos os
signatários poderiam cobrar as mesmas
alíquotas nas importações de outros países
(TEC).
Reunião de Chefes de Estado dos países que formam o
Mercosul (julho/2006)
Cúpula do
Mercosul
Hasteamento da bandeira do
País

PIB (PPP)

Exportações

População

Brasil

$1.937.500 milhões

$139.000 milhões

187,6 milhões

Argentina

$516.951 milhões

$33.700 milhões

40,5 milhões

Venezuela

$153.331 milhões

$35.840 milhões

25 milhões

Uruguai

$32.885 milhões

$2.200 milhões

3,4 milhões

Paraguai

$29.014 milhões

$2.940 milhões

6,2 milhões

$2.284.723 milhões

$192.680 milhões

262,7 milhões

Colômbia

$336.808 milhões

$15.500 milhões

44 milhões

Chile

$186.733 milhões

$29.200 milhões

16,1 milhões

Peru

$164.110 milhões

$12.300 milhões

27,9 milhões

Equador

$56.779 milhões

$7.650 milhões

13,2 milhões

Bolívia

$25.892 milhões

$1.986 milhões

8,9 milhões

$ 3.055.045 milhões

$259.316 milhões

110.1 milhões

Total Mercosul1

Total Mercosul ampliado2
1 Somente Estados Membros

2 Estados Membros e Associados
20 anos de Mercosul: Lula e Sarney (Brasil), Kirchner
e Alfonsin (Argentina)
APEC (Asia-Pacific Economic

Community) – Cooperação
Econômica da Ásia e do Pacífico
 Área de cooperação econômica da Ásia
e do Pacífico;

Bloco
asiático,
Austrália,
Nova
Zelândia, EUA, Canadá, México e Chile;
 Integração econômica em 25 anos, a
partir de 1994;
 Conferência de Seattle – 1993.
Países-membros da APEC

São 22 membros:

Austrália; Brunei; Canadá; Chile; China; Hong
Kong; Indonésia; Japão; Coréia do Sul; Malásia; México; Nova Zelândia;
Papua Nova Guiné; Peru; Filipinas; Rússia; Cingapura; China Taipei
(Formosa ou Taiwan); Tailândia; Estados Unidos; Vietnã.
ASEAN – Associação de Nações
do Sudeste Asiático
 A Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN)
é uma organização regional de estados do sudeste
asiático que foi constituída em 8 de agosto de 1967.
 Os principais objetivos da ASEAN são acelerar o
crescimento econômico e fomentar a paz e a estabilidade
regionais.
A ASEAN estabeleceu um fórum conjunto com o Japão,
e um acordo de cooperação com a união Européia). A
sede e secretariado permanente encontram-se em
Jakarta.
 Membros: Mianmar, Camboja, Laos, Vietnã, Tailândia,
Filipinas, Malásia, Brunei, Cingapura e Indonésia.
Países-membros da ASEAN
ALCA (Área de livre comércio das
Américas)

 A ALCA seria composta por 34 países, na
prática os mesmos que integram a Organização dos
Estados Americanos, exceto Cuba.
 Sua população ficaria aproximadamente 800
milhões de habitantes e com o PIB superior a US$
13 trilhões.
 Abertura dos países do continente aos produtos
dos EUA;
 Ameaça ao Mercosul;
 Brasil contrário à implantação;
Área de Livre Comércio das
Américas
TIGRES ASIÁTICOS
 A expressão Tigres asiáticos refere-se às
economias de Hong Kong, Cingapura, Coréia do
Sul, Malásia, Filipinas, Indonésia, Vietnã e Taiwan
(Formosa); esses territórios e países apresentaram
grandes
taxas
de
crescimento
e
rápida
industrialização entre as décadas de 1960 e
1990.
 Investimentos em
sistema universitário.

educação

e

melhoria

 Abundância de mão-de-obra barata.
 Reforma agrária;

do
Fatores de Desenvolvimento:
 Investimento de capital externo (EUA e Japão –
luta contra o socialismo).
 Exploração da força de trabalho, relativamente
barata.
 Distribuição mais equilibrada de renda.
 Estados centralizadores e ditatoriais.
 Economias voltadas para o mercado externo.
 Ética confucionista (equilíbrio social, hierarquia,
disciplina, consciência de grupo, nacionalismo –
empresa vista como uma grande família).
Área de Influência dos Principais
Blocos Econômicos
1)

(UFES) Em março de 1991, foi assinado o Tratado de Constituição
do Mercado Comum do Sul – Mercosul – pelos países: Brasil,
Argentina, Uruguai e Paraguai, cujos objetivos poderão ser
alcançados através de:

I.

Estímulo à produção industrial e à oferta de empregos, em vista
da ampliação do mercado desses países.

II. Integração comercial entre países-membros que dará origem a um
mercado, teoricamente estimado, de 180 milhões de indivíduos.
III. Reduções gradativas das tarifas aplicadas sobre os produtos
importados entre países-membros, até sua completa eliminação,
prevista para 1o de janeiro de 1995.
IV. Unificação das tarifas dos produtos importados dos países nãomembros.
Está(ão) correto(s):
a.

Apenas o item I.

b.

Apenas o item II.

c.

Apenas o item III.

d.

Apenas os itens II e III.

e.

os itens I, II, III e IV.
02)

(UFSC) Uma das mudanças recentes que o mundo vem
apresentando é a formação de blocos econômicos ou de blocos
regionais. Sobre eles é correto afirmar que:

01. A União Européia surge, em 1993, com o tratado de Maastrich,
criando um mercado consumidor de elevado poder aquisitivo;
02. O Nafta (North American Free Trade Agreement) é composto
por três países que apresentam o mesmo nível sócio-econômico;
04. Os países-membros da União Européia tornaram-se autosuficientes, inexistindo, dessa forma, necessidade de relações
comerciais com outros países;
08. A Associação de Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico
(Apec) formou um imenso mercado internacional em que
despontam os EUA, México, Japão e China;
16. A Expansão do comércio, que vem ocorrendo no Pacífico, é
fruto do dinamismo do sudeste e leste asiáticos e da costa
ocidental dos EUA.

17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

O mundo bipolar
O mundo bipolarO mundo bipolar
O mundo bipolar
 
Divisão internacional do trabalho
Divisão internacional do trabalhoDivisão internacional do trabalho
Divisão internacional do trabalho
 
Conflitos na américa latina
Conflitos na américa latinaConflitos na américa latina
Conflitos na américa latina
 
PAÍSES EMERGENTES
PAÍSES EMERGENTESPAÍSES EMERGENTES
PAÍSES EMERGENTES
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Geopolítica dos conflitos EUROPA
Geopolítica dos conflitos EUROPAGeopolítica dos conflitos EUROPA
Geopolítica dos conflitos EUROPA
 
Nova ordem mundial
Nova ordem mundialNova ordem mundial
Nova ordem mundial
 
01 geopolítica
01 geopolítica01 geopolítica
01 geopolítica
 
A regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundialA regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundial
 
Capitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evoluçãoCapitalismo e sua evolução
Capitalismo e sua evolução
 
O continente americano completo
O continente americano  completoO continente americano  completo
O continente americano completo
 
Oriente Médio
Oriente MédioOriente Médio
Oriente Médio
 
Fuso Horário
Fuso HorárioFuso Horário
Fuso Horário
 
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EM
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EMPRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EM
PRIVEST - CAP. 01 - Geopolítica e economia mundial - 3º EM
 
Cap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileiraCap. 4 - A industrialização brasileira
Cap. 4 - A industrialização brasileira
 
População mundial
População mundialPopulação mundial
População mundial
 
Espaço geográfico
Espaço geográficoEspaço geográfico
Espaço geográfico
 
Geografia para o enem
Geografia para o enemGeografia para o enem
Geografia para o enem
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 

Semelhante a Globalização e os Blocos Econômicos

Semelhante a Globalização e os Blocos Econômicos (20)

Blocos economicosssssssssssssssssssssssssssssssss
Blocos economicosssssssssssssssssssssssssssssssssBlocos economicosssssssssssssssssssssssssssssssss
Blocos economicosssssssssssssssssssssssssssssssss
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃOGLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
 
Aula Globalização
Aula   GlobalizaçãoAula   Globalização
Aula Globalização
 
Blocos supranacionais
Blocos supranacionaisBlocos supranacionais
Blocos supranacionais
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
 
O comércio multilateral
O comércio multilateralO comércio multilateral
O comércio multilateral
 
O comércio multilateral
O comércio multilateralO comércio multilateral
O comércio multilateral
 
O Brasil a globalização e os blocos econômicos
O Brasil a globalização e os blocos econômicosO Brasil a globalização e os blocos econômicos
O Brasil a globalização e os blocos econômicos
 
Aula 6 comércio internacional e blocos economicos
Aula 6   comércio internacional e blocos economicosAula 6   comércio internacional e blocos economicos
Aula 6 comércio internacional e blocos economicos
 
Aula sobre direito comunitário
Aula sobre direito comunitárioAula sobre direito comunitário
Aula sobre direito comunitário
 
Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicos
 
Globalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicosGlobalização e blocos econômicos
Globalização e blocos econômicos
 
Blocos Econômicos Regionais
Blocos Econômicos RegionaisBlocos Econômicos Regionais
Blocos Econômicos Regionais
 
O mundo multipolar
O mundo multipolarO mundo multipolar
O mundo multipolar
 
BLOCOS ECONOMICOS MUNDIAIS.pptx
BLOCOS ECONOMICOS MUNDIAIS.pptxBLOCOS ECONOMICOS MUNDIAIS.pptx
BLOCOS ECONOMICOS MUNDIAIS.pptx
 
01
0101
01
 
GlobalizaçãO E O Comercio Mundial E Brasileiro
GlobalizaçãO E O Comercio Mundial E BrasileiroGlobalizaçãO E O Comercio Mundial E Brasileiro
GlobalizaçãO E O Comercio Mundial E Brasileiro
 
bloco Economico geografia .pdf
bloco Economico geografia .pdfbloco Economico geografia .pdf
bloco Economico geografia .pdf
 
Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicos
 

Mais de Escola Modelo de Iguatu (20)

Apostila Modelo no Ar
Apostila Modelo no ArApostila Modelo no Ar
Apostila Modelo no Ar
 
Era JK
Era JKEra JK
Era JK
 
Grécia Antiga - Aula 2
Grécia Antiga - Aula 2Grécia Antiga - Aula 2
Grécia Antiga - Aula 2
 
Formação Territorial
Formação TerritorialFormação Territorial
Formação Territorial
 
Era Vargas - Parte II
Era Vargas - Parte IIEra Vargas - Parte II
Era Vargas - Parte II
 
Desastre ambiental atualidades
Desastre ambiental   atualidadesDesastre ambiental   atualidades
Desastre ambiental atualidades
 
Aula - China
Aula - ChinaAula - China
Aula - China
 
3° Ano - Aula 16 - 19 - Brasil República / República Velha
3° Ano - Aula 16 - 19 - Brasil República / República Velha3° Ano - Aula 16 - 19 - Brasil República / República Velha
3° Ano - Aula 16 - 19 - Brasil República / República Velha
 
Independência do Brasil - Aula 1,2 e 3
Independência do Brasil - Aula 1,2 e 3Independência do Brasil - Aula 1,2 e 3
Independência do Brasil - Aula 1,2 e 3
 
Separação de Misturas
Separação de MisturasSeparação de Misturas
Separação de Misturas
 
Propriedades coligativas
Propriedades coligativasPropriedades coligativas
Propriedades coligativas
 
Leis ponderais
Leis ponderais Leis ponderais
Leis ponderais
 
Introdução à química
Introdução à químicaIntrodução à química
Introdução à química
 
Função oxigenadas e nitrogenadas
Função oxigenadas e nitrogenadasFunção oxigenadas e nitrogenadas
Função oxigenadas e nitrogenadas
 
Coloides
ColoidesColoides
Coloides
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
Números complexos I – Gabarito
Números complexos I – GabaritoNúmeros complexos I – Gabarito
Números complexos I – Gabarito
 
Números complexos
Números complexosNúmeros complexos
Números complexos
 
Vetores
VetoresVetores
Vetores
 
Processo de Eletrização [Aula 01]
Processo de Eletrização [Aula 01]Processo de Eletrização [Aula 01]
Processo de Eletrização [Aula 01]
 

Último

HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxmariiiaaa1290
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfandreaLisboa7
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxlucivaniaholanda
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 

Último (20)

HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptxMovimento Negro Unificado , slide completo.pptx
Movimento Negro Unificado , slide completo.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 

Globalização e os Blocos Econômicos

  • 3. 1a Fase: Séculos XV e XVI. Grandes navegações, rotas comerciais, rede de comunicação, avanços tecnológicos na navegação. 2a Fase: Revolução Industrial, século XVIII. Advento da indústria, urbanização, aumento da produção.
  • 4. 3a fase: Fase atual, empresas multinacionais, produtos extremamente modernos e tecnologicamente avançados.
  • 5.
  • 6. MULTINACIONAIS FMI Países subdesenvolvidos dependentes de um organismo supranacional (endividamento externo).
  • 7.
  • 8. Globalização: processo de integração dos países .  Liberalização econômica.  Revolução nos transportes.  Revolução nas telecomunicações.  Popularização da Internet.  Homogeneização cultural.  Processo contraditório economicamente.
  • 11. Inauguração de uma loja McDonald’s em Moscou, 1990
  • 13. Definição: associações de países que estabelecem relações econômicas privilegiadas entre si. Classificação:  Zona de livre comércio;  União Aduaneira;  Mercado Comum;  União Econômica e Monetária.
  • 14. UNIÃO EUROPÉIA:  Em 1951 Alemanha Ocidental, Bélgica, França, Itália, Luxemburgo e Holanda criam a CECA;  Em 1957 os mesmos países criam a CEE;  Em 1991, tratado de Maastricht, (Tratado da UE), entra em vigor em 1993;
  • 15.  Livre circulação serviços e capital; de  União Política e Monetária e Econômica; bens, União  Após 2004: 25 países (leste europeu);  Moeda única: euro;  Não-membros: Suíça. Noruega e
  • 18.  Países que não adotaram o euro: Inglaterra, Suécia e Dinamarca;  Países da UE que não assinaram a constituição européia: França e Holanda;  Países da UE com maior crescimento econômico e menor índice de desemprego: Inglaterra, Suécia e Dinamarca.
  • 19. NAFTA (acordo de livre comércio da América do Norte) (North American Free Trade Agreement):  EUA, Canadá e México;  Enfrentar a concorrência da UE;  Em vigor desde 1994;  Prazo de quinze anos para total eliminação de barreiras alfandegárias entre os 3 países.
  • 20.  Chile convidado em 1994;  Meta: eliminar barreiras alfandegárias.
  • 22. MERCOSUL :  Criado em 1991, tratado de Assunção; pelo  Objetivo: dinamizar a economia regional, movimentando entre si mercadorias, pessoas, força de trabalho e capitais.  Prevê livre circulação de bens, serviços e fatores produtivos;
  • 23. MERCOSUL :  Membros: Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina e Venezuela.  Associados: Bolívia, Chile, Equador, Peru e Colômbia.  Observador: México
  • 24.  Início: década de 1960 como estabelecimento da ALALC – Área LatinoAmericana de Livre Comércio.  Década de 1980: Associação LatinoAmericana de Integração – ALADI.  1985: Acordo bilateral entre Argentina e Brasil (Tratado de Iguaçu).  1995: União Aduaneira. Todos os signatários poderiam cobrar as mesmas alíquotas nas importações de outros países (TEC).
  • 25. Reunião de Chefes de Estado dos países que formam o Mercosul (julho/2006)
  • 27.
  • 28. País PIB (PPP) Exportações População Brasil $1.937.500 milhões $139.000 milhões 187,6 milhões Argentina $516.951 milhões $33.700 milhões 40,5 milhões Venezuela $153.331 milhões $35.840 milhões 25 milhões Uruguai $32.885 milhões $2.200 milhões 3,4 milhões Paraguai $29.014 milhões $2.940 milhões 6,2 milhões $2.284.723 milhões $192.680 milhões 262,7 milhões Colômbia $336.808 milhões $15.500 milhões 44 milhões Chile $186.733 milhões $29.200 milhões 16,1 milhões Peru $164.110 milhões $12.300 milhões 27,9 milhões Equador $56.779 milhões $7.650 milhões 13,2 milhões Bolívia $25.892 milhões $1.986 milhões 8,9 milhões $ 3.055.045 milhões $259.316 milhões 110.1 milhões Total Mercosul1 Total Mercosul ampliado2 1 Somente Estados Membros 2 Estados Membros e Associados
  • 29. 20 anos de Mercosul: Lula e Sarney (Brasil), Kirchner e Alfonsin (Argentina)
  • 30.
  • 31. APEC (Asia-Pacific Economic Community) – Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico  Área de cooperação econômica da Ásia e do Pacífico;  Bloco asiático, Austrália, Nova Zelândia, EUA, Canadá, México e Chile;  Integração econômica em 25 anos, a partir de 1994;  Conferência de Seattle – 1993.
  • 32. Países-membros da APEC São 22 membros: Austrália; Brunei; Canadá; Chile; China; Hong Kong; Indonésia; Japão; Coréia do Sul; Malásia; México; Nova Zelândia; Papua Nova Guiné; Peru; Filipinas; Rússia; Cingapura; China Taipei (Formosa ou Taiwan); Tailândia; Estados Unidos; Vietnã.
  • 33. ASEAN – Associação de Nações do Sudeste Asiático  A Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) é uma organização regional de estados do sudeste asiático que foi constituída em 8 de agosto de 1967.  Os principais objetivos da ASEAN são acelerar o crescimento econômico e fomentar a paz e a estabilidade regionais. A ASEAN estabeleceu um fórum conjunto com o Japão, e um acordo de cooperação com a união Européia). A sede e secretariado permanente encontram-se em Jakarta.  Membros: Mianmar, Camboja, Laos, Vietnã, Tailândia, Filipinas, Malásia, Brunei, Cingapura e Indonésia.
  • 35. ALCA (Área de livre comércio das Américas)  A ALCA seria composta por 34 países, na prática os mesmos que integram a Organização dos Estados Americanos, exceto Cuba.  Sua população ficaria aproximadamente 800 milhões de habitantes e com o PIB superior a US$ 13 trilhões.  Abertura dos países do continente aos produtos dos EUA;  Ameaça ao Mercosul;  Brasil contrário à implantação;
  • 36.
  • 37. Área de Livre Comércio das Américas
  • 38. TIGRES ASIÁTICOS  A expressão Tigres asiáticos refere-se às economias de Hong Kong, Cingapura, Coréia do Sul, Malásia, Filipinas, Indonésia, Vietnã e Taiwan (Formosa); esses territórios e países apresentaram grandes taxas de crescimento e rápida industrialização entre as décadas de 1960 e 1990.  Investimentos em sistema universitário. educação e melhoria  Abundância de mão-de-obra barata.  Reforma agrária; do
  • 39. Fatores de Desenvolvimento:  Investimento de capital externo (EUA e Japão – luta contra o socialismo).  Exploração da força de trabalho, relativamente barata.  Distribuição mais equilibrada de renda.  Estados centralizadores e ditatoriais.  Economias voltadas para o mercado externo.  Ética confucionista (equilíbrio social, hierarquia, disciplina, consciência de grupo, nacionalismo – empresa vista como uma grande família).
  • 40. Área de Influência dos Principais Blocos Econômicos
  • 41. 1) (UFES) Em março de 1991, foi assinado o Tratado de Constituição do Mercado Comum do Sul – Mercosul – pelos países: Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, cujos objetivos poderão ser alcançados através de: I. Estímulo à produção industrial e à oferta de empregos, em vista da ampliação do mercado desses países. II. Integração comercial entre países-membros que dará origem a um mercado, teoricamente estimado, de 180 milhões de indivíduos. III. Reduções gradativas das tarifas aplicadas sobre os produtos importados entre países-membros, até sua completa eliminação, prevista para 1o de janeiro de 1995. IV. Unificação das tarifas dos produtos importados dos países nãomembros. Está(ão) correto(s): a. Apenas o item I. b. Apenas o item II. c. Apenas o item III. d. Apenas os itens II e III. e. os itens I, II, III e IV.
  • 42. 02) (UFSC) Uma das mudanças recentes que o mundo vem apresentando é a formação de blocos econômicos ou de blocos regionais. Sobre eles é correto afirmar que: 01. A União Européia surge, em 1993, com o tratado de Maastrich, criando um mercado consumidor de elevado poder aquisitivo; 02. O Nafta (North American Free Trade Agreement) é composto por três países que apresentam o mesmo nível sócio-econômico; 04. Os países-membros da União Européia tornaram-se autosuficientes, inexistindo, dessa forma, necessidade de relações comerciais com outros países; 08. A Associação de Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico (Apec) formou um imenso mercado internacional em que despontam os EUA, México, Japão e China; 16. A Expansão do comércio, que vem ocorrendo no Pacífico, é fruto do dinamismo do sudeste e leste asiáticos e da costa ocidental dos EUA. 17