textos_obstaculos

1.105 visualizações

Publicada em

textos_obstaculos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.105
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

textos_obstaculos

  1. 1. ESCOLA SECUNDÁRIA DO CASTÊLO DA MAIA OBSTÁCULOS AO DESENVOLVIMENTO GEOGRAFIA – 9º ANO ANO LECTIVO 2008/2009 EMÍLIA CABRAL
  2. 2. Texto A O clima e o subdesenvolvimento A natureza possui algum peso no desenvolvimento das sociedades. Para certos investigadores o Inverno europeu e as rajadas de ar frio contribuem para eliminar os vírus e as bactérias que facilmente proliferam no calor. O historiador David Landes considera que a disposição para o trabalho nos climas quentes é menor, reproduzindo o depoimento de um diplomata do Bangladesh sobre a experiência dele e de muitos compatriotas ao visitarem as regiões temperadas: “Em países como a Índia, Paquistão, Indonésia, Nigéria e Gana sempre me sento debilitado pelo menor esforço físico ou mental, ao passo que no Reino Unido, na França, na Alemanha ou nos Estados Unidos sempre me senti fortalecido e estimulado pelo clima temperado. Adaptado de Davis Landes, A riqueza e a pobreza das Nações, Lisboa, Gradiva, 1998 NATURAIS
  3. 3. Texto B Pagar mais por exportar menos Os países em desenvolvimento respondem por menos de um terço das importações feitas pelos países desenvolvidos, mas pagam dois terços das receitas dos direitos aduaneiros. Por exemplo, em 2003,o Vietname pagou cerca de 500 milhões de dólares de impostos sobre os 4,7 mil milhões de dólares de exportações para os EUA, enquanto o Reino Unido pagou praticamente metade dessa quantia sobre exportações de 50 mil milhões de dólares. Adaptado de RDH, 2006 ECONÓMICO-SOCIAIS
  4. 4. Texto C Cheias em Moçambique As cheias em Moçambique destruíram uma região já sacrificada pela fome e pela malária. Mais de 170 mil pessoas foram obrigadas a fugir de suas casas, perderam as terras e tentam agora sobreviver, sem um lugar onde possam sequer plantar uma espiga de milho. Adaptado de Visão, 1/4/2007 NATURAIS
  5. 5. Texto D Efeitos da colonização em África A maior parte dos países africanos foram, no século XIX e parte do século XX, colónias de países europeus. As colónias funcionavam, principalmente, como fornecedoras de matérias-primas, minerais e bens agrícolas produzidos para o desenvolvimento industrial da Europa. Com a independência das colónias, estes jovens países herdaram estruturas económicas muito débeis e enfrentaram enormes problemas para se afirmarem como nações prósperas. Adaptado de Amado, E. e outros – Geodiversidade, temas 5/6, didáctica Editora HISTÓRICOS
  6. 6. Texto E Índia – contracepção pelo correio No ano em que a população indiana chegou a um milhar de milhão de pessoas, o controlo da natalidade torna-se urgente, mas o tema não é popular no país. Agora, a Comissão Nacional da População decidiu, de forma inovadora, levar preservativos gratuitos directamente a casa dos cidadãos, pelo correio. Apenas um número muito restrito de indianos utiliza regularmente o preservativo, pois, na sua maioria, a população desconfia e não gosta desta forma de contracepção. Adaptado de Público, 26/11/2000 DESEQUILÍBRIO POPULAÇÃO/RECURSOS
  7. 7. Texto F A ditadura de Mobutu Em 1965, Mobutu Sese Seko liderou um golpe de Estado que depôs o presidente e o primeiro-ministro de então e assumiu a titularidade de todos os poderes (legislativo, executivo e judicial), em regime de partido único. No início da década de 70, mudou o nome do país e do importante rio internacional, ambos Congo, para Zaire. Apesar das grandes potencialidade económicas do país, rico em metais e pedras preciosas, a pobreza e o endividamento externo aumentaram consideravelmente durante a ditadura de Mobutu, assim como a sua fortuna pessoal, quase toda investida no estrangeiro. Em 1997, o regime de Mobutu terminou quando uma facção do exército tomou o poder e proclamou Laurent-Désiré Kabila presidente do país, que passou a chamar-se República Democrática do Congo. Mobutu foi obrigado a abandonar o país e exilou-se em Marrocos, onde morreu poucos meses depois. Adaptado de Wikipédia POLÍTICOS
  8. 8. Texto G 250 mil crianças-soldado Todos os menores de 18 anos, recrutados ou utilizados por uma força ou grupo armado, seja qual for a sua função (combatentes, ajudantes, cozinheiros, carregadores, mensageiros, espiões, etc) são considerados crianças-soldados. No mundo, há cerca de 250 mil, especialmente em África e na Ásia e, segundo a UNICEF, as raparigas são aproximadamente 40%. O rapto é a estratégia mais utilizada para garantir o recrutamento, mas também há casos em que as crianças de famílias pobres entram para as fileiras de grupos armados em troca de dinheiro ou comida. Relatório Global sobre crianças-soldados, 2004 POLÍTICOS

×