SlideShare uma empresa Scribd logo
BALANCE
       SCORECARD
         DA TIC
Eduardo Mayer Fagundes
Engenheiro eletricista, especialista em telecomunicações,
mestre em Ciência da Computação. Extensão universitária
em Darden School of Business na Universidade da Virginia




                                                              efagundes com
(US). Professor de cursos de graduação e pós-graduação.
Trabalhou em vários projetos de consolidação de
datacenters. Liderou o projeto de infra-estrutura de TI e




                                                         .
telecomunicações da fábrica da Ford em Camaçari-Bahia.
Gerente de sistemas de gestão de engenharia, compras e
manufatura da Ford Brasil. Gerente de sistemas da Volvo
Car, Jaguar e Land Rover no Brasil. CIO do grupo de
energia e telecomunicações AES no Brasil, onde
consolidou as áreas de TI de sete empresas e trabalhou no
projeto global de SAP. Desenvolveu projetos de TI nos
Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Alemanha e Índia para a
Ford, Volkswagen e AES Corporation. Atualmente,
trabalha em projetos de transferência de conhecimento e
colaboração pela Internet.
                                                                 1
Definição de Estratégia
• Estratégia é a definição de como recursos serão alocados para
  se atingir determinado objetivo.

• Dentre os muitos conceitos de estratégia, um dos mais
  utilizados aquele que a define como o conjunto de planos da
  alta administração de uma empresa para alcançar resultados
  consistentes com a missão e os objetivos gerais da organização.

• Qualquer que seja a definição, destacam-se algumas palavras-
  chave que sempre a permeiam, entre elas: mudanças,




                                                                           efagundes com
  competitividade, desempenho, posicionamento, missão,
  objetivos, resultados, integração, adequação organizacional,




                                                                           .
  palavras que muitas vezes reduzem a sua amplitude, ao serem
  empregadas como sinônimos dela.
       • Wikipédia, acessado em 1/fevereiro/2010.




                             Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes     2
Problemas de Implantação da Estratégia
•   Implantação mais lenta que o planejado
•   Problemas não previstos pelos executivos
•   Coordenação ineficiente das atividades planejadas
•   Crises internas que desviam o foco da implementação
•   Falta de competência dos envolvidos no processo
•   Comunicação e treinamento ineficazes




                                                                    efagundes com
•   Influencia de fatores não-controlados




                                                                    .
•   Falha na liderança e comprometimento dos lideres
•   Falta de clareza na definição dos objetivos
•   Falha do processo de monitoramento

                      Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes     3
Definindo Balance Scorecard
• É um sistema de gestão que traduz a estratégia de uma
  empresa em objetivos, medidas, metas e iniciativas de
  fácil entendimento pelos participantes da organização;

• É uma ferramenta gerencial que permite capturar,
  descrever e transformar os ativos intangíveis de uma
  organização em valor para os stakeholders.




                                                                   efagundes com
                                                                   .
                     Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes     4
Perspectivas de Valor do BSC

                                                          Finanças
                                           Para alcançarmos nossa          Objetivos
                                           visão, que resultados          Indicadores
                                           devemos gerar para nossos
                                                                             Metas
                                           acionistas e demais
                                           stakeholders?                   Iniciativas




         Processos Internos                                                                              Clientes
Para satisfazermos os        Objetivos
                                                            Visão                        Para alcançarmos nossa        Objetivos
acionistas e clientes, em   Indicadores                       e                          visão, que valor percebido   Indicadores
que processos deveremos                                                                  devemos gerar para os




                                                                                                                                     efagundes com
alcançar a excelência
                               Metas                        Missão                       Clientes?
                                                                                                                         Metas
operacional?                 Iniciativas                                                                               Iniciativas




                                                                                                                                     .
                                            Aprendizagem e Renovação
                                           Para alcançarmos nossa          Objetivos
                                           visão, que novos               Indicadores
                                           conhecimentos,
                                                                             Metas
                                           competências e talentos
                                           devemos desenvolver?            Iniciativas




                                                      Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes                                      5
Princípios de uma Organização Orientada para a
Estratégia


                                        1. Traduzir a estratégia em
                                            termos operacionais




    5. Mobilizar a mudança por                                                 2. Alinhar a organização à
        meio da liderança                       Sistema de                             estratégia
                                                  Gestão




                                                                                                            efagundes com
                                                  Balance
                                                Scorecard




                                                                                                            .
         4. Converter a estratégia em                                   3. Transformar a estratégia
              processo contínuo                                             em tarefa de todos




                                        Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes                           6
Missão, Visão, Valores, Estratégia



Tema             Procura responder:

       Missão               Por que existimos? Onde estamos?


       Visão         Para onde vamos? Qual é o nosso destino?




                                                                 efagundes com
       Valores    Que crenças orientarão nosso comportamento?




                                                                 .
   Estratégia          Como seremos diferentes ao criar valor?




                  Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes      7
Análise SWOT da Empresa



        Pontos Fortes                         Pontos Fracos




                                                                      efagundes com
          Ameaças                            Oportunidades




                                                                      .
                        Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes     8
Análise das Forças Competitivas

                             Forças Macroambientais


         Econômicas                                                      Político-legais


                              Forças Setoriais
                            Entrantes Potenciais




                                                                                            efagundes com
 Culturais   Compradores     Rivalidade               Fornecedores                Sociais
                                entre




                                                                                            .
                             empresas

                           Produtos Substitutos

                                 Tecnológicas



                               Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes                    9
Visão da TIC no BSC Corporativo
• Nos projetos de Balance Scorecard, o capital da informação
  na perspectiva da Aprendizagem e Crescimento pode
  contribuir das seguintes maneiras:
   –   Na melhoria continua da eficiência dos processos
   –   Na entrega de valor para os clientes
   –   No relacionamento com os clientes
   –   Na redução dos custos da cadeia de valor
   –   Na gestão da cadeia de suprimentos




                                                                          efagundes com
   –   Na comunicação entre colaboradores, clientes, fornecedores e
       parceiros de negócios




                                                                          .
   –   Na inovação e no desenvolvimento de novos produtos
   –   No aprendizado das pessoas
   –   Na melhoria do processo de tomada de decisão
   –   Na produção e disponibilidade de informações para medir o
       desempenho nas quatro perspectivas de valor.


                            Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes   10
Mapa Estratégico Genérico

Perspectiva      Mapa Estratégico


                                                               Retorno do
                          Rápido                              Investimento
Financeira            crescimento de
                                                                                                   Aumento da
                                                                                                  produtividade
                          vendas



                                                              Liderança de
                                                                Mercado
Clientes              Fidelização dos                                                            Produtos de alto




                                                                                                                    efagundes com
                         Clientes                                                                  desempenho



                                                              Inovação de




                                                                                                                    .
Processos                                                       Produtos
                       Compreender                                                               Gestão da cadeia
Internos              melhor o cliente
                       e o mercado                                                                de suprimentos


                        Desenvolver                            Desenvolver                          Cultura de
                          espírito                            competências
                       empreendedor                            estratégicas                          inovação
Aprendizagem e
Crescimento                              Contratar e reter                    Capacitação para
                                                                               a execução da
                                         os talentos certos                      estratégia


                                    Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes                                     11
Exemplo de BSC para TIC

                                                             Finanças
                                              Para alcançarmos nossa        Retorno do
                                              visão, que resultados         Investimento em
                                              devemos gerar para nossos     Projetos
                                              acionistas e demais           Receita vinda de
                                              stakeholders?                 soluções de TIC




          Processos Internos                                                                             Clientes
Para satisfazermos os     Disponibilidade de                   Visão                     Para alcançarmos     Satisfação dos usuários com
acionistas e clientes,    aplicações e infra-
em que processos          estrutura                              e                       nossa visão, que     os serviços de infra-
                                                                                         valor percebido      estrutura




                                                                                                                                            efagundes com
deveremos alcançar a      Ciclo e Produtividade do
                          Desenvolvimento
                                                               Missão                    devemos gerar para   Satisfação com as
excelência operacional?
                          Qualidade das aplicações                                       os Clientes?         funcionalidades do sistemas




                                                                                                                                            .
                                               Aprendizagem e Renovação
                                              Para alcançarmos nossa      Retenção de talentos
                                              visão, que novos            Treinamento
                                              conhecimentos,              Certificações
                                              competências e talentos     Satisfação dos
                                              devemos desenvolver?        colaboradores




                                                         Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes                                        12
Exemplo de BSC para TIC

                Medição de                       Indicador de
Objetivos                                                                                 Iniciativas
                Resultado         Meta           Desempenho           Meta                                  Orçamento
Estratégicos                                                                              estratégicas
                (lag indicator)                  (lead indicator)


                                                 Número de                                Implantar
                Número de                        projetos sem                             processo de
Melhorar a
                projetos com      Aumentar em    seguir o                                 gestão de
gestão de                                                             Até 50%
                gestão de         30%            processo sobre                           requisitos de
requisitos
                requisitos                       os que seguem o                          acordo com o
                                                 processo                                 CMMI
                                                                                          Criar um
                                                                                          programa de




                                                                                                                        efagundes com
                                                                                          treinamento à
                                                 Percentual de
                Número de                                                                 distância para
Capacitar os                                     profissionais
                profissionais                                                             gestão de
profissionais                     Aumentar em    treinados sobre
                treinados em                                          Até 20%             requisitos




                                                                                                                        .
em gestão de                      30%            o total de
                gestão de                                                                 Criar um
requisitos                                       profissionais do
                requisitos                                                                programa de
                                                 desenvolvimento
                                                                                          treinamento de
                                                                                          requisitos para
                                                                                          usuários




                                            Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes                                 13
Desafio de um BSC de TIC Estratégico
• Demonstrar o valor de TIC

• Mostra os ganhos com a Governança de TIC

• Redução de custos com aumento de eficiência




                                                                  efagundes com
                                                                  .
                    Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes   14
Obrigado!

Perguntas e Comentários




                                                    efagundes com
                                                    .
      Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes   15

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estratégia e BSC
Estratégia e BSCEstratégia e BSC
Estratégia e BSC
Buccelli
 
Como Desenhar Os Processos Corporativos
Como Desenhar Os Processos CorporativosComo Desenhar Os Processos Corporativos
Como Desenhar Os Processos Corporativos
Thiago Ferreira Querino,Msc
 
Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2
Ugor Silva
 
111119.win.lp.catalogo de formacao.v1
111119.win.lp.catalogo de formacao.v1111119.win.lp.catalogo de formacao.v1
111119.win.lp.catalogo de formacao.v1
carla_madeira
 
Winning.catálogo formação.2013
Winning.catálogo formação.2013Winning.catálogo formação.2013
Winning.catálogo formação.2013
carla_madeira
 
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas - Balanced Scorecard
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas -  Balanced Scorecard As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas -  Balanced Scorecard
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas - Balanced Scorecard
Luis Eduardo Carvalho
 
Metodologia BSC
Metodologia BSCMetodologia BSC
O Ativista da Estratégia
O Ativista da EstratégiaO Ativista da Estratégia
O Ativista da Estratégia
Symnetics Business Transformation
 
Criação de um Modelo de Competencias para PMO
Criação de um Modelo de Competencias para PMOCriação de um Modelo de Competencias para PMO
Criação de um Modelo de Competencias para PMO
Rodrigo Thahira, PfMP, PMP, PRINCE2, PMO-CC
 
Curso Balanced Scorecard como Ferramenta para o Planejamento Estrategico
Curso Balanced Scorecard como Ferramenta para o Planejamento Estrategico Curso Balanced Scorecard como Ferramenta para o Planejamento Estrategico
Curso Balanced Scorecard como Ferramenta para o Planejamento Estrategico
Grupo Treinar
 
Como montar um BSC para TI !
Como montar um BSC para TI !Como montar um BSC para TI !
Como montar um BSC para TI !
Manoel Veras, Dr.Eng.
 
Gestão por metas
Gestão por metasGestão por metas
Gestão por metas
Daniel de Carvalho Luz
 
Workshop - Planejando T&D para 2013 - Prof. José Eduardo Nasser
Workshop - Planejando T&D para 2013 - Prof. José Eduardo NasserWorkshop - Planejando T&D para 2013 - Prof. José Eduardo Nasser
Workshop - Planejando T&D para 2013 - Prof. José Eduardo Nasser
Sustentare Escola de Negócios
 
Balanced Scored Card
Balanced Scored CardBalanced Scored Card
Balanced Scored Card
Rodrigo Silva Pinto
 
Apresentação P&P 2012
Apresentação P&P 2012Apresentação P&P 2012
Apresentação P&P 2012
José Luis Ferreira, PhD, PMP
 
Aprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecardAprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecard
Karla Alvarenga
 
Gestão Estratégica das Organizações
Gestão Estratégica das OrganizaçõesGestão Estratégica das Organizações
Gestão Estratégica das Organizações
Kenneth Corrêa
 
Target Marketing & Training Services
Target Marketing & Training ServicesTarget Marketing & Training Services
Target Marketing & Training Services
Josue Oliveira
 
Sirdar: o que é e o que faz
Sirdar: o que é e o que fazSirdar: o que é e o que faz
Sirdar: o que é e o que faz
AndreMeira
 
Modelos de Gestão/Arquitetura Organizacional
Modelos de Gestão/Arquitetura OrganizacionalModelos de Gestão/Arquitetura Organizacional
Modelos de Gestão/Arquitetura Organizacional
Euax Gestão de Projetos
 

Mais procurados (20)

Estratégia e BSC
Estratégia e BSCEstratégia e BSC
Estratégia e BSC
 
Como Desenhar Os Processos Corporativos
Como Desenhar Os Processos CorporativosComo Desenhar Os Processos Corporativos
Como Desenhar Os Processos Corporativos
 
Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2
 
111119.win.lp.catalogo de formacao.v1
111119.win.lp.catalogo de formacao.v1111119.win.lp.catalogo de formacao.v1
111119.win.lp.catalogo de formacao.v1
 
Winning.catálogo formação.2013
Winning.catálogo formação.2013Winning.catálogo formação.2013
Winning.catálogo formação.2013
 
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas - Balanced Scorecard
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas -  Balanced Scorecard As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas -  Balanced Scorecard
As Melhores Práticas em Gestão de Pessoas - Balanced Scorecard
 
Metodologia BSC
Metodologia BSCMetodologia BSC
Metodologia BSC
 
O Ativista da Estratégia
O Ativista da EstratégiaO Ativista da Estratégia
O Ativista da Estratégia
 
Criação de um Modelo de Competencias para PMO
Criação de um Modelo de Competencias para PMOCriação de um Modelo de Competencias para PMO
Criação de um Modelo de Competencias para PMO
 
Curso Balanced Scorecard como Ferramenta para o Planejamento Estrategico
Curso Balanced Scorecard como Ferramenta para o Planejamento Estrategico Curso Balanced Scorecard como Ferramenta para o Planejamento Estrategico
Curso Balanced Scorecard como Ferramenta para o Planejamento Estrategico
 
Como montar um BSC para TI !
Como montar um BSC para TI !Como montar um BSC para TI !
Como montar um BSC para TI !
 
Gestão por metas
Gestão por metasGestão por metas
Gestão por metas
 
Workshop - Planejando T&D para 2013 - Prof. José Eduardo Nasser
Workshop - Planejando T&D para 2013 - Prof. José Eduardo NasserWorkshop - Planejando T&D para 2013 - Prof. José Eduardo Nasser
Workshop - Planejando T&D para 2013 - Prof. José Eduardo Nasser
 
Balanced Scored Card
Balanced Scored CardBalanced Scored Card
Balanced Scored Card
 
Apresentação P&P 2012
Apresentação P&P 2012Apresentação P&P 2012
Apresentação P&P 2012
 
Aprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecardAprendendo Balanced scorecard
Aprendendo Balanced scorecard
 
Gestão Estratégica das Organizações
Gestão Estratégica das OrganizaçõesGestão Estratégica das Organizações
Gestão Estratégica das Organizações
 
Target Marketing & Training Services
Target Marketing & Training ServicesTarget Marketing & Training Services
Target Marketing & Training Services
 
Sirdar: o que é e o que faz
Sirdar: o que é e o que fazSirdar: o que é e o que faz
Sirdar: o que é e o que faz
 
Modelos de Gestão/Arquitetura Organizacional
Modelos de Gestão/Arquitetura OrganizacionalModelos de Gestão/Arquitetura Organizacional
Modelos de Gestão/Arquitetura Organizacional
 

Semelhante a Balance Scorecard de TIC

Ta10
Ta10Ta10
Modelo de gestão 54o fona cv3
Modelo de gestão 54o fona cv3Modelo de gestão 54o fona cv3
Modelo de gestão 54o fona cv3
fonacrj
 
Aula 2 final 2 avaliaçao de empresas 2012.1
Aula 2 final 2   avaliaçao de empresas 2012.1Aula 2 final 2   avaliaçao de empresas 2012.1
Aula 2 final 2 avaliaçao de empresas 2012.1
Angelo Peres
 
ANIMA PORTIFÓLIO
ANIMA PORTIFÓLIOANIMA PORTIFÓLIO
ANIMA PORTIFÓLIO
Tiago Alves
 
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosGestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
CompanyWeb
 
Alinhando Processos com Estratégia 2011
Alinhando Processos com Estratégia 2011Alinhando Processos com Estratégia 2011
Alinhando Processos com Estratégia 2011
wingscreative
 
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitivaPensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Bruno Oliveira
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
MatheusLopes587455
 
Aula 4 objetivos estratégicos
Aula 4   objetivos estratégicosAula 4   objetivos estratégicos
Aula 4 objetivos estratégicos
Isabella Nogueira
 
Apresentação INSTIAD
Apresentação INSTIAD Apresentação INSTIAD
Apresentação INSTIAD
lcbinato
 
Aula Avaliação de Desempenho 3
Aula Avaliação de Desempenho 3Aula Avaliação de Desempenho 3
Aula Avaliação de Desempenho 3
Juliana Baino
 
Aula3 mod
Aula3 modAula3 mod
Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Treinamento Estratégia - Esag Jr.Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Lucas da Rocha
 
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança FalhamPalestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
Desenvolvimento Organizacional
 
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula   Planejamento Estratégico de PessoasAula   Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
Rafael Gonçalves
 
Planejamento estratégico full
Planejamento estratégico fullPlanejamento estratégico full
Planejamento estratégico full
José Marques Pereira Junior
 
KPI (Estratégia e Controlo de Gestão)
KPI (Estratégia e Controlo de Gestão)KPI (Estratégia e Controlo de Gestão)
KPI (Estratégia e Controlo de Gestão)
Rui M Marques
 
Adm estrat aula 2 va
Adm estrat  aula 2 vaAdm estrat  aula 2 va
Adm estrat aula 2 va
katiagomide
 
Adm estrat aula 2 va
Adm estrat  aula 2 vaAdm estrat  aula 2 va
Adm estrat aula 2 va
katiagomide
 
Adm estrat aula 2 va
Adm estrat  aula 2 vaAdm estrat  aula 2 va
Adm estrat aula 2 va
katiagomide
 

Semelhante a Balance Scorecard de TIC (20)

Ta10
Ta10Ta10
Ta10
 
Modelo de gestão 54o fona cv3
Modelo de gestão 54o fona cv3Modelo de gestão 54o fona cv3
Modelo de gestão 54o fona cv3
 
Aula 2 final 2 avaliaçao de empresas 2012.1
Aula 2 final 2   avaliaçao de empresas 2012.1Aula 2 final 2   avaliaçao de empresas 2012.1
Aula 2 final 2 avaliaçao de empresas 2012.1
 
ANIMA PORTIFÓLIO
ANIMA PORTIFÓLIOANIMA PORTIFÓLIO
ANIMA PORTIFÓLIO
 
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultadosGestão por Processos - BPM - foco em resultados
Gestão por Processos - BPM - foco em resultados
 
Alinhando Processos com Estratégia 2011
Alinhando Processos com Estratégia 2011Alinhando Processos com Estratégia 2011
Alinhando Processos com Estratégia 2011
 
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitivaPensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
Pensamento estratégico e geração de vantagem competitiva
 
Planejamento estratégico
Planejamento estratégicoPlanejamento estratégico
Planejamento estratégico
 
Aula 4 objetivos estratégicos
Aula 4   objetivos estratégicosAula 4   objetivos estratégicos
Aula 4 objetivos estratégicos
 
Apresentação INSTIAD
Apresentação INSTIAD Apresentação INSTIAD
Apresentação INSTIAD
 
Aula Avaliação de Desempenho 3
Aula Avaliação de Desempenho 3Aula Avaliação de Desempenho 3
Aula Avaliação de Desempenho 3
 
Aula3 mod
Aula3 modAula3 mod
Aula3 mod
 
Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Treinamento Estratégia - Esag Jr.Treinamento Estratégia - Esag Jr.
Treinamento Estratégia - Esag Jr.
 
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança FalhamPalestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
Palestra: Porque Bons Programas de Liderança Falham
 
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula   Planejamento Estratégico de PessoasAula   Planejamento Estratégico de Pessoas
Aula Planejamento Estratégico de Pessoas
 
Planejamento estratégico full
Planejamento estratégico fullPlanejamento estratégico full
Planejamento estratégico full
 
KPI (Estratégia e Controlo de Gestão)
KPI (Estratégia e Controlo de Gestão)KPI (Estratégia e Controlo de Gestão)
KPI (Estratégia e Controlo de Gestão)
 
Adm estrat aula 2 va
Adm estrat  aula 2 vaAdm estrat  aula 2 va
Adm estrat aula 2 va
 
Adm estrat aula 2 va
Adm estrat  aula 2 vaAdm estrat  aula 2 va
Adm estrat aula 2 va
 
Adm estrat aula 2 va
Adm estrat  aula 2 vaAdm estrat  aula 2 va
Adm estrat aula 2 va
 

Mais de Eduardo Fagundes

Uma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big DataUma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big Data
Eduardo Fagundes
 
Criatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos NegóciosCriatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos Negócios
Eduardo Fagundes
 
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Eduardo Fagundes
 
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Eduardo Fagundes
 
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de AnsoffMatriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Eduardo Fagundes
 
Estratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEstratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano Azul
Eduardo Fagundes
 
Matriz BCG
Matriz BCGMatriz BCG
Matriz BCG
Eduardo Fagundes
 
Análise SWOT
Análise SWOTAnálise SWOT
Análise SWOT
Eduardo Fagundes
 
Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)
Eduardo Fagundes
 
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael PorterAnálise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Eduardo Fagundes
 
Processo para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações DisruptivasProcesso para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações Disruptivas
Eduardo Fagundes
 
Benchmarking
BenchmarkingBenchmarking
Benchmarking
Eduardo Fagundes
 
A Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter SengeA Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter Senge
Eduardo Fagundes
 
Fases da mudança de Kotter
Fases da mudança de KotterFases da mudança de Kotter
Fases da mudança de Kotter
Eduardo Fagundes
 
Modelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinseyModelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinsey
Eduardo Fagundes
 
Pensamento produtivo
Pensamento produtivoPensamento produtivo
Pensamento produtivo
Eduardo Fagundes
 
Organizações que aprendem
Organizações que aprendemOrganizações que aprendem
Organizações que aprendem
Eduardo Fagundes
 
Liderança motivacional
Liderança motivacionalLiderança motivacional
Liderança motivacional
Eduardo Fagundes
 
Benefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação abertaBenefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação aberta
Eduardo Fagundes
 
Estratégia good to great
Estratégia good to greatEstratégia good to great
Estratégia good to great
Eduardo Fagundes
 

Mais de Eduardo Fagundes (20)

Uma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big DataUma nova organização para Big Data
Uma nova organização para Big Data
 
Criatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos NegóciosCriatividade e Inovação nos Negócios
Criatividade e Inovação nos Negócios
 
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
Projeto sustentabilidade-e-energia-renovavel-para-datacenters-v1
 
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
Grupo de-estudo-cursos-de-posgraduacao-de-tic-v1
 
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de AnsoffMatriz de produtos-mercados de Ansoff
Matriz de produtos-mercados de Ansoff
 
Estratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano AzulEstratégia do Oceano Azul
Estratégia do Oceano Azul
 
Matriz BCG
Matriz BCGMatriz BCG
Matriz BCG
 
Análise SWOT
Análise SWOTAnálise SWOT
Análise SWOT
 
Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)Gestão da Estratégia (BSC)
Gestão da Estratégia (BSC)
 
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael PorterAnálise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
Análise Competitiva as Cinco Forças de Michael Porter
 
Processo para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações DisruptivasProcesso para Inovações Disruptivas
Processo para Inovações Disruptivas
 
Benchmarking
BenchmarkingBenchmarking
Benchmarking
 
A Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter SengeA Quinta Disciplina de Peter Senge
A Quinta Disciplina de Peter Senge
 
Fases da mudança de Kotter
Fases da mudança de KotterFases da mudança de Kotter
Fases da mudança de Kotter
 
Modelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinseyModelo 7S da McKinsey
Modelo 7S da McKinsey
 
Pensamento produtivo
Pensamento produtivoPensamento produtivo
Pensamento produtivo
 
Organizações que aprendem
Organizações que aprendemOrganizações que aprendem
Organizações que aprendem
 
Liderança motivacional
Liderança motivacionalLiderança motivacional
Liderança motivacional
 
Benefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação abertaBenefícios da inovação aberta
Benefícios da inovação aberta
 
Estratégia good to great
Estratégia good to greatEstratégia good to great
Estratégia good to great
 

Último

Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 

Último (6)

Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 

Balance Scorecard de TIC

  • 1. BALANCE SCORECARD DA TIC Eduardo Mayer Fagundes Engenheiro eletricista, especialista em telecomunicações, mestre em Ciência da Computação. Extensão universitária em Darden School of Business na Universidade da Virginia efagundes com (US). Professor de cursos de graduação e pós-graduação. Trabalhou em vários projetos de consolidação de datacenters. Liderou o projeto de infra-estrutura de TI e . telecomunicações da fábrica da Ford em Camaçari-Bahia. Gerente de sistemas de gestão de engenharia, compras e manufatura da Ford Brasil. Gerente de sistemas da Volvo Car, Jaguar e Land Rover no Brasil. CIO do grupo de energia e telecomunicações AES no Brasil, onde consolidou as áreas de TI de sete empresas e trabalhou no projeto global de SAP. Desenvolveu projetos de TI nos Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Alemanha e Índia para a Ford, Volkswagen e AES Corporation. Atualmente, trabalha em projetos de transferência de conhecimento e colaboração pela Internet. 1
  • 2. Definição de Estratégia • Estratégia é a definição de como recursos serão alocados para se atingir determinado objetivo. • Dentre os muitos conceitos de estratégia, um dos mais utilizados aquele que a define como o conjunto de planos da alta administração de uma empresa para alcançar resultados consistentes com a missão e os objetivos gerais da organização. • Qualquer que seja a definição, destacam-se algumas palavras- chave que sempre a permeiam, entre elas: mudanças, efagundes com competitividade, desempenho, posicionamento, missão, objetivos, resultados, integração, adequação organizacional, . palavras que muitas vezes reduzem a sua amplitude, ao serem empregadas como sinônimos dela. • Wikipédia, acessado em 1/fevereiro/2010. Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 2
  • 3. Problemas de Implantação da Estratégia • Implantação mais lenta que o planejado • Problemas não previstos pelos executivos • Coordenação ineficiente das atividades planejadas • Crises internas que desviam o foco da implementação • Falta de competência dos envolvidos no processo • Comunicação e treinamento ineficazes efagundes com • Influencia de fatores não-controlados . • Falha na liderança e comprometimento dos lideres • Falta de clareza na definição dos objetivos • Falha do processo de monitoramento Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 3
  • 4. Definindo Balance Scorecard • É um sistema de gestão que traduz a estratégia de uma empresa em objetivos, medidas, metas e iniciativas de fácil entendimento pelos participantes da organização; • É uma ferramenta gerencial que permite capturar, descrever e transformar os ativos intangíveis de uma organização em valor para os stakeholders. efagundes com . Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 4
  • 5. Perspectivas de Valor do BSC Finanças Para alcançarmos nossa Objetivos visão, que resultados Indicadores devemos gerar para nossos Metas acionistas e demais stakeholders? Iniciativas Processos Internos Clientes Para satisfazermos os Objetivos Visão Para alcançarmos nossa Objetivos acionistas e clientes, em Indicadores e visão, que valor percebido Indicadores que processos deveremos devemos gerar para os efagundes com alcançar a excelência Metas Missão Clientes? Metas operacional? Iniciativas Iniciativas . Aprendizagem e Renovação Para alcançarmos nossa Objetivos visão, que novos Indicadores conhecimentos, Metas competências e talentos devemos desenvolver? Iniciativas Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 5
  • 6. Princípios de uma Organização Orientada para a Estratégia 1. Traduzir a estratégia em termos operacionais 5. Mobilizar a mudança por 2. Alinhar a organização à meio da liderança Sistema de estratégia Gestão efagundes com Balance Scorecard . 4. Converter a estratégia em 3. Transformar a estratégia processo contínuo em tarefa de todos Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 6
  • 7. Missão, Visão, Valores, Estratégia Tema Procura responder: Missão Por que existimos? Onde estamos? Visão Para onde vamos? Qual é o nosso destino? efagundes com Valores Que crenças orientarão nosso comportamento? . Estratégia Como seremos diferentes ao criar valor? Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 7
  • 8. Análise SWOT da Empresa Pontos Fortes Pontos Fracos efagundes com Ameaças Oportunidades . Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 8
  • 9. Análise das Forças Competitivas Forças Macroambientais Econômicas Político-legais Forças Setoriais Entrantes Potenciais efagundes com Culturais Compradores Rivalidade Fornecedores Sociais entre . empresas Produtos Substitutos Tecnológicas Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 9
  • 10. Visão da TIC no BSC Corporativo • Nos projetos de Balance Scorecard, o capital da informação na perspectiva da Aprendizagem e Crescimento pode contribuir das seguintes maneiras: – Na melhoria continua da eficiência dos processos – Na entrega de valor para os clientes – No relacionamento com os clientes – Na redução dos custos da cadeia de valor – Na gestão da cadeia de suprimentos efagundes com – Na comunicação entre colaboradores, clientes, fornecedores e parceiros de negócios . – Na inovação e no desenvolvimento de novos produtos – No aprendizado das pessoas – Na melhoria do processo de tomada de decisão – Na produção e disponibilidade de informações para medir o desempenho nas quatro perspectivas de valor. Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 10
  • 11. Mapa Estratégico Genérico Perspectiva Mapa Estratégico Retorno do Rápido Investimento Financeira crescimento de Aumento da produtividade vendas Liderança de Mercado Clientes Fidelização dos Produtos de alto efagundes com Clientes desempenho Inovação de . Processos Produtos Compreender Gestão da cadeia Internos melhor o cliente e o mercado de suprimentos Desenvolver Desenvolver Cultura de espírito competências empreendedor estratégicas inovação Aprendizagem e Crescimento Contratar e reter Capacitação para a execução da os talentos certos estratégia Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 11
  • 12. Exemplo de BSC para TIC Finanças Para alcançarmos nossa Retorno do visão, que resultados Investimento em devemos gerar para nossos Projetos acionistas e demais Receita vinda de stakeholders? soluções de TIC Processos Internos Clientes Para satisfazermos os Disponibilidade de Visão Para alcançarmos Satisfação dos usuários com acionistas e clientes, aplicações e infra- em que processos estrutura e nossa visão, que os serviços de infra- valor percebido estrutura efagundes com deveremos alcançar a Ciclo e Produtividade do Desenvolvimento Missão devemos gerar para Satisfação com as excelência operacional? Qualidade das aplicações os Clientes? funcionalidades do sistemas . Aprendizagem e Renovação Para alcançarmos nossa Retenção de talentos visão, que novos Treinamento conhecimentos, Certificações competências e talentos Satisfação dos devemos desenvolver? colaboradores Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 12
  • 13. Exemplo de BSC para TIC Medição de Indicador de Objetivos Iniciativas Resultado Meta Desempenho Meta Orçamento Estratégicos estratégicas (lag indicator) (lead indicator) Número de Implantar Número de projetos sem processo de Melhorar a projetos com Aumentar em seguir o gestão de gestão de Até 50% gestão de 30% processo sobre requisitos de requisitos requisitos os que seguem o acordo com o processo CMMI Criar um programa de efagundes com treinamento à Percentual de Número de distância para Capacitar os profissionais profissionais gestão de profissionais Aumentar em treinados sobre treinados em Até 20% requisitos . em gestão de 30% o total de gestão de Criar um requisitos profissionais do requisitos programa de desenvolvimento treinamento de requisitos para usuários Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 13
  • 14. Desafio de um BSC de TIC Estratégico • Demonstrar o valor de TIC • Mostra os ganhos com a Governança de TIC • Redução de custos com aumento de eficiência efagundes com . Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 14
  • 15. Obrigado! Perguntas e Comentários efagundes com . Copyright(c)2010 por Eduardo Mayer Fagundes 15