Orientação de Carreira

2.305 visualizações

Publicada em

Apresentação da metodologia CARMA (career and relationship management) voltada para a orientação e autogestão de carreira. Conheça mais no site http://minhacarreira.ning.com ou adquira o livro com o conteúdo completo no site: http://clubedeautores.com.br/book/13442--Autogestao_de_Carreira

Publicada em: Carreiras, Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.305
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
95
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orientação de Carreira

  1. 1. CARMA O método.
  2. 2. <ul><li>Entendemos que o conceito de emprego está progressivamente sendo substituído pelo conceito de empregabilidade; </li></ul><ul><li>Cada profissional para controlar sua carreira, precisa ver a si mesmo como uma empresa que vende seu produto para um mercado específico; </li></ul><ul><li>Logo, para uma boa gestão de carreira, assim como para um plano de negócios, são necessários: </li></ul>Conceito geral Missão, visão e objetivos Estratégia Relacionamento com clientes
  3. 3. <ul><li>Combinamos as principais metodologias de planejamento e gestão para empresas: </li></ul><ul><ul><li>Balanced Business Scorecard </li></ul></ul><ul><ul><li>Costumer relationship Management </li></ul></ul><ul><ul><li>Total quality control </li></ul></ul><ul><ul><li>Strategic Planning </li></ul></ul><ul><li>E desenvolvemos um modelo de fácil utilização para planejamento de carreira </li></ul><ul><ul><li>Career and Relationship Management </li></ul></ul>Conceito geral CARMA
  4. 4. <ul><li>O CARMA é um processo contínuo de gerenciamento de objetivos em termos de carreira que permite ao indivíduo orientar suas ações com o objetivo de progredir na direção que lhe parece ser a mais correta segundo suas convicções e conhecimento; </li></ul><ul><li>O plano de carreira passa a ser de propriedade e responsabilidade do profissional, e não somente da empresa; </li></ul><ul><li>O processo se divide em oito etapas, respeitando o modelo de pensamento da metodologia de autogestão de carreira. </li></ul>Conteúdo
  5. 5. <ul><li>A diretriz pessoal está ligada ao sentimento de plenitude e de realização. </li></ul><ul><ul><li>Se minhas necessidades financeiras estivessem totalmente atendidas, qual seria minha atividade? </li></ul></ul><ul><ul><li>O que faço de maneira natural e que as pessoas ao meu redor reconhecem? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual a minha identidade consciente? </li></ul></ul>Primeiro passo, definir diretrizes Quem somos? Por que existimos? De onde viemos? Para onde vamos? O que nos faz felizes?
  6. 6. <ul><li>Vozes interiores e ancestrais podem obscurecer seu entendimento. </li></ul><ul><ul><li>Será que existe emprego nesta área? </li></ul></ul><ul><ul><li>Mas isto dá dinheiro? </li></ul></ul><ul><ul><li>É seguro, tem estabilidade? </li></ul></ul><ul><ul><li>Quer se divertir vá para a Disney! </li></ul></ul>Cuidado com os filtros morais!
  7. 7. <ul><li>Este ou aquele? </li></ul>Mantenha sua identidade!
  8. 8. Diretrizes Como quero conduzir minha vida Quais atividades me interessam Sou feliz fazendo isto Sou infeliz fazendo isto Todos dizem de mim que...
  9. 9. <ul><li>Siga a estratégia dos oitocentos metros. </li></ul><ul><ul><li>O futuro não está pronto, ele se apresenta a cada momento! </li></ul></ul><ul><ul><li>Conhecimento acumulado ou capacidade de acumular? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual o melhor caminho? </li></ul></ul><ul><ul><li>Sozinho ou acompanhado? </li></ul></ul>Segundo passo, Objetivos O que vai ser quando crescer ?
  10. 10. <ul><li>Dizem que somos a soma de nossas decisões, assim, nossos objetivos definirão quem seremos. </li></ul><ul><ul><li>Objetivos devem ser superados, não somente alcançados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Eles vem em sequencia e constroem nossa história. </li></ul></ul><ul><ul><li>O destino final é tão importante quanto o passo inicial. </li></ul></ul>As possibilidades são infinitas
  11. 11. <ul><li>Identifique onde você está. </li></ul><ul><li>Defina um ponto de chegada para esta estratégia. </li></ul><ul><li>Identifique os pontos de parada ao longo do caminho. </li></ul><ul><li>Mantenha o foco sempre no próximo ponto de parada. </li></ul><ul><li>Reavalie sempre que chegar. </li></ul>O próximos 800m
  12. 12. <ul><li>Para evitar este conceito (C.H.U.T.E) utilize a planilha de probabilidades. </li></ul><ul><li>Ela combina diversos fatores e pesos para que você tenha real visão de suas chances. </li></ul>Conceito holístico e universal de tentativa e erro
  13. 13. Objetivos O que sei sobre ele hoje Quanto estou seguro sobre este objetivo Em que local posso encontrar meu objetivo A que distância se encontra Qual é meu próximo objetivo Qual será minha rota
  14. 14. <ul><li>As pessoas a sua volta representam o mercado onde você deverá vender o seu produto. </li></ul><ul><ul><li>Elas podem ser favoráveis ou desfavoráveis ao seu plano. </li></ul></ul><ul><ul><li>Conceitos de valor podem mudar com o tempo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Sua embalagem pode mudar, conteúdo jamais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Manifeste. </li></ul></ul>Terceiro passo, Stakeholders Quais pessoas estão no meu caminho? Meu sucesso depende da opinião delas? Quais seus conceitos de valor? Estou disposto a atender?
  15. 15. <ul><li>Cada pessoa com quem você interage ao longo de sua carreira, tem uma opinião sobre você. </li></ul><ul><ul><li>Conceitos de valor são individuais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Depende da cultura e formação de cada um. </li></ul></ul><ul><ul><li>Somos animais de bando. </li></ul></ul><ul><ul><li>Tudo influencia a todos </li></ul></ul>Múltiplas avaliações
  16. 16. <ul><li>Mantenha fortemente sua identidade. </li></ul><ul><li>Declare a expectativa conhecida de seus stakeholders </li></ul><ul><li>Entenda a rede de relações. </li></ul><ul><li>Construa protocolos de comunicação que serão suas várias embalagens. </li></ul><ul><li>Analise o custo benefício de cada relação. </li></ul><ul><li>Tenha em mente um plano B. </li></ul>Construa seu produto
  17. 17. Stakeholders Ponto de apoio ou obstáculo Pessoa ou grupo que está na minha rota Qual o conceito de valor de cada um Qual sua posição e influência Como eles estão relacionados
  18. 18. <ul><li>Seus stakeholders irão avaliá-lo pela ótica do custo-benefício. </li></ul><ul><ul><li>Qualidade de relacionamento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Custo de gerenciamento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Resultados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Potencial de crescimento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Agendas pessoais. </li></ul></ul>Quarto passo, fatores críticos Sou capaz de gerar o valor esperado ?
  19. 19. <ul><li>Fator crítico é aquele que define a capacidade de atender a expectativa declarada. </li></ul><ul><ul><li>Significa um ponto a ser superado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Podem ter importância relativa entre si. </li></ul></ul><ul><ul><li>Constituem a percepção de valor e não são negociáveis. </li></ul></ul>Criticidade é fundamental
  20. 20. <ul><li>Seja crítico e ao mesmo tempo realista. </li></ul><ul><li>Entenda a expectativa do seu stakeholder e busque definir o que é crítico para atende-la. </li></ul><ul><li>Qualifique o grau de importância que ele dá a este fator em seu critério de valor. </li></ul><ul><li>Avalie suas capacidades, atratividade e competitividade. </li></ul><ul><li>Defina suas prioridades. </li></ul>Identifique suas vantagens e desvantagens
  21. 21. Fatores críticos Quanto isto é importante para ele Como posso atender a esta expectativa Qual o conceito de valor que busco atender A quem ele pertence
  22. 22. Qual minha situação atual Importância Alta Média Baixa Critico Sustentação Competitividade Observação
  23. 23. Análise dos GAPs Quanto isto é importante para o stakeholder Como posso atender a esta expectativa O que estou fazendo neste momento Qual meu nível de proficiência Qual meu nível de competitividade
  24. 24. <ul><li>Definição Dicionário Aurélio para Planejamento: </li></ul><ul><ul><li>“ O planejamento é o trabalho de preparação para a tomada de decisão, segundo roteiros e métodos determinados” </li></ul></ul>Quinto passo, plano de ação Pronto ?
  25. 25. <ul><li>Um bom plano de ação será tão eficaz quanto a capacidade de detalhamento e antecipação de seu criador. </li></ul><ul><ul><li>Deve conter objetivos claros; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ser simples de ser acompanhado; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ter ações com tempo de execução curto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Identificar quais os recursos necessários; </li></ul></ul><ul><ul><li>Passível de ajustes. </li></ul></ul>Visão de futuro e disciplina
  26. 26. <ul><li>Planeje, avalie, critique e refaça; </li></ul><ul><li>Identifique seus stakeholders favoráveis e compartilhes seus planos; </li></ul><ul><li>Mostre-se capaz; </li></ul><ul><li>Tome o comando e os riscos; </li></ul><ul><li>Crie uma história de valor. </li></ul>Não deixe seu plano na gaveta, compartilhe.
  27. 27. Plano de ação Quando e como farei Qual fator crítico vou superar com isto O que farei Por que farei
  28. 28. Acompanhamento Quais os recursos que me serão necessários Como estou indo O que farei Passo a passo (800 m)
  29. 29. <ul><li>Entenda seu momento de vida e tome a decisão de seguir pelo trilho ou pelo mapa; </li></ul><ul><li>Busque sempre ser feliz, sem isto não haverá sucesso; </li></ul><ul><li>Tudo que se faz com amor, dá dinheiro; </li></ul><ul><li>Tenha uma identidade; </li></ul><ul><li>Tome conta da sua carreira e da sua vida. </li></ul>Finalmente... Ufa!!!
  30. 30. <ul><li>www.gdtbrasil.com.br </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>(11) 3828 0611 ramal 804 </li></ul>Obrigado!

×