SlideShare uma empresa Scribd logo

Gerenciamentopelasdiretrizes20051

emc5714
emc5714

O documento discute o gerenciamento pelas diretrizes como um sistema administrativo para garantir a sobrevivência da empresa à competição através de uma visão estratégica e direcionamento das práticas de controle da qualidade. Ele explica os conceitos de planejamento estratégico, desdobramento de diretrizes e metas, e gerenciamento interfuncional para alcançar os objetivos da empresa de forma colaborativa.

1 de 22
Baixar para ler offline
Controle de Processos e de Produtos: TQC



GERENCIAMENTO PELAS
DIRETRIZES

 Grupo: Aline Silva
      Carolina Cesconetto
      Paula Bauer



                                            Florianópolis, março de 2005
O Mundo hoje:


   grande produção industrial   flexibilidade das empresas
   avanços tecnológicos         ( tempo de resposta)
   mudanças sociais




                                 Gerenciamento pelas
                                      Diretrizes
Mas, o que é Gerenciamento pelas
Diretrizes?


“Sistema administrativo (praticado por todas as pessoas da
   empresa) que visa garantir à sobrevivência da empresa à
   competição”



   visão estratégica
   direcionamento das práticas de CQ
Controle da Qualidade (CQ) consta de:

   planejamento da qualidade
   manutenção da qualidade
   melhoramento da qualidade

Planejar (do ciclo PDCA)
 definir metas (FINS)

 definir métodos (MEIOS)




Estratégia (do dicionário)
 aplicar meios disponíveis para a execução de fins específicos
Planejamento Estratégico: definição

“É um planejamento de guerra
   comercial (gerência dos meios
   disponíveis) que visa garantir
   a sobrevivência da empresa à
   competição”

Deve ser baseado em:
 fatos e dados do MERCADO
  (campo de batalha)
 fatos e dados dos
  CONCORRENTES (inimigos)
Filosofia
   crença e valores da empresa;
    visa trazer um ideal comum e
    possível de ser atingido


Visão
   expressa o sonho da alta
    administração em relação a sua
    empresa dentro de 5 a 10 anos
    (meta)


Estratégia
   definição dos meios necessários
    para atingir a Visão

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Teoria neoclássica da Administração
Teoria neoclássica da AdministraçãoTeoria neoclássica da Administração
Teoria neoclássica da AdministraçãoAndressa Rita
 
Aula 9.1 administração por objetivos
Aula 9.1   administração por objetivosAula 9.1   administração por objetivos
Aula 9.1 administração por objetivosPMY TECNOLOGIA LTDA
 
Gerenc diretrizes cap 6
Gerenc diretrizes cap 6Gerenc diretrizes cap 6
Gerenc diretrizes cap 6emc5714
 
Aula 1 Modelagem De Processos
Aula 1   Modelagem De ProcessosAula 1   Modelagem De Processos
Aula 1 Modelagem De ProcessosMarcos Barato
 
Trabalho APO - Peter Drucker
Trabalho APO - Peter DruckerTrabalho APO - Peter Drucker
Trabalho APO - Peter DruckerAntonio Carlos
 
Um exemplo do meu uso dos Conceitos de Qualidade 5w2h
 Um exemplo do meu uso dos Conceitos de Qualidade 5w2h Um exemplo do meu uso dos Conceitos de Qualidade 5w2h
Um exemplo do meu uso dos Conceitos de Qualidade 5w2hJulíía Barbosa
 
Administração Básica - Eficiencia e eficácia.ppt
Administração Básica - Eficiencia e eficácia.pptAdministração Básica - Eficiencia e eficácia.ppt
Administração Básica - Eficiencia e eficácia.pptBenAgostinhoGartsman
 
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc) Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc) Priscila Nogueira
 
Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2Ugor Silva
 

Mais procurados (20)

Teoria neoclássica da Administração
Teoria neoclássica da AdministraçãoTeoria neoclássica da Administração
Teoria neoclássica da Administração
 
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
 
Aula 9.1 administração por objetivos
Aula 9.1   administração por objetivosAula 9.1   administração por objetivos
Aula 9.1 administração por objetivos
 
Gestão de negócios
Gestão de negóciosGestão de negócios
Gestão de negócios
 
Mudança Organizacional
Mudança OrganizacionalMudança Organizacional
Mudança Organizacional
 
Gerenc diretrizes cap 6
Gerenc diretrizes cap 6Gerenc diretrizes cap 6
Gerenc diretrizes cap 6
 
Teoria geral da administração
Teoria geral da administraçãoTeoria geral da administração
Teoria geral da administração
 
Desdobramento de metas
Desdobramento de metasDesdobramento de metas
Desdobramento de metas
 
Aula 1 Modelagem De Processos
Aula 1   Modelagem De ProcessosAula 1   Modelagem De Processos
Aula 1 Modelagem De Processos
 
Trabalho APO - Peter Drucker
Trabalho APO - Peter DruckerTrabalho APO - Peter Drucker
Trabalho APO - Peter Drucker
 
Um exemplo do meu uso dos Conceitos de Qualidade 5w2h
 Um exemplo do meu uso dos Conceitos de Qualidade 5w2h Um exemplo do meu uso dos Conceitos de Qualidade 5w2h
Um exemplo do meu uso dos Conceitos de Qualidade 5w2h
 
Administração Básica - Eficiencia e eficácia.ppt
Administração Básica - Eficiencia e eficácia.pptAdministração Básica - Eficiencia e eficácia.ppt
Administração Básica - Eficiencia e eficácia.ppt
 
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc) Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
Modelos de gestão (gpd,vbm,bsc)
 
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de ProjetosConceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
 
Resumo Gestão Estratégica
Resumo Gestão EstratégicaResumo Gestão Estratégica
Resumo Gestão Estratégica
 
Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2Planejamento Estratégico v2
Planejamento Estratégico v2
 
Planejamento estratégico unijipa.ppt
Planejamento estratégico   unijipa.pptPlanejamento estratégico   unijipa.ppt
Planejamento estratégico unijipa.ppt
 
Gestão Estratégica
Gestão EstratégicaGestão Estratégica
Gestão Estratégica
 
Mudança organizacional
Mudança organizacionalMudança organizacional
Mudança organizacional
 
[Slides Workshop] Orçamento Empresarial na prática
[Slides Workshop] Orçamento Empresarial na prática[Slides Workshop] Orçamento Empresarial na prática
[Slides Workshop] Orçamento Empresarial na prática
 

Destaque

Aula 05 gestão da qualidade iv causa e efeito
Aula 05   gestão da qualidade iv causa e efeitoAula 05   gestão da qualidade iv causa e efeito
Aula 05 gestão da qualidade iv causa e efeitojoaofelipeafilhado
 
Desdobramento de metas versao final
Desdobramento de metas versao finalDesdobramento de metas versao final
Desdobramento de metas versao finalPriscila Nogueira
 
Aula 05 gestão da qualidade iv causa e efeito
Aula 05   gestão da qualidade iv causa e efeitoAula 05   gestão da qualidade iv causa e efeito
Aula 05 gestão da qualidade iv causa e efeitoedmarluis
 
Agr análise e gerenciamento riscos - 02748 - [ e 1 ]
Agr   análise e gerenciamento riscos - 02748 - [ e 1 ]Agr   análise e gerenciamento riscos - 02748 - [ e 1 ]
Agr análise e gerenciamento riscos - 02748 - [ e 1 ]Sergio Salinet
 
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços ConfinadosNr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços ConfinadosTarcizio Cavalcante
 
TOTVS ECM ByYou - Gestão Integrada da Qualidade - Plano de Ação
TOTVS ECM ByYou - Gestão Integrada da Qualidade - Plano de AçãoTOTVS ECM ByYou - Gestão Integrada da Qualidade - Plano de Ação
TOTVS ECM ByYou - Gestão Integrada da Qualidade - Plano de AçãoCaribe Tecnologia
 
6 - Plano de ação para desenvolvimento do mercado residencial e comercial - C...
6 - Plano de ação para desenvolvimento do mercado residencial e comercial - C...6 - Plano de ação para desenvolvimento do mercado residencial e comercial - C...
6 - Plano de ação para desenvolvimento do mercado residencial e comercial - C...encontroresidencial
 
Como montar um plano de ação em 5 passos (Luiz Nozaki) MOJO #3
Como montar um plano de ação em 5 passos (Luiz Nozaki) MOJO #3Como montar um plano de ação em 5 passos (Luiz Nozaki) MOJO #3
Como montar um plano de ação em 5 passos (Luiz Nozaki) MOJO #3Joel Moraes
 
Análise de riscos - App e hazop
Análise de riscos - App e hazopAnálise de riscos - App e hazop
Análise de riscos - App e hazopRodrigo Lacerda
 
Webinar IAB: Técnicas para a elaboração de um plano de ação
Webinar IAB: Técnicas para a elaboração de um plano de açãoWebinar IAB: Técnicas para a elaboração de um plano de ação
Webinar IAB: Técnicas para a elaboração de um plano de açãoSthefan Berwanger
 
Apresentação - planos de meta Cury 2010
Apresentação  - planos de meta Cury 2010Apresentação  - planos de meta Cury 2010
Apresentação - planos de meta Cury 2010Wagner Gomes
 
Plano de ação da claro (anatel)
Plano de ação da claro (anatel)Plano de ação da claro (anatel)
Plano de ação da claro (anatel)Jornal do Commercio
 
Goal Summit 2016: Insights From Peter Drucker
Goal Summit 2016: Insights From Peter DruckerGoal Summit 2016: Insights From Peter Drucker
Goal Summit 2016: Insights From Peter DruckerBetterWorks
 
Aula 5 implementação de estratégias
Aula 5   implementação de estratégiasAula 5   implementação de estratégias
Aula 5 implementação de estratégiasAntonio Lobosco
 
Texto 10 plano de ação pastoral - exemplo
Texto 10   plano de ação pastoral - exemploTexto 10   plano de ação pastoral - exemplo
Texto 10 plano de ação pastoral - exemploPaulo Dias Nogueira
 

Destaque (20)

Aula 05 gestão da qualidade iv causa e efeito
Aula 05   gestão da qualidade iv causa e efeitoAula 05   gestão da qualidade iv causa e efeito
Aula 05 gestão da qualidade iv causa e efeito
 
Desdobramento de metas versao final
Desdobramento de metas versao finalDesdobramento de metas versao final
Desdobramento de metas versao final
 
Aula 05 gestão da qualidade iv causa e efeito
Aula 05   gestão da qualidade iv causa e efeitoAula 05   gestão da qualidade iv causa e efeito
Aula 05 gestão da qualidade iv causa e efeito
 
Agr análise e gerenciamento riscos - 02748 - [ e 1 ]
Agr   análise e gerenciamento riscos - 02748 - [ e 1 ]Agr   análise e gerenciamento riscos - 02748 - [ e 1 ]
Agr análise e gerenciamento riscos - 02748 - [ e 1 ]
 
Palestra ITSMF 2007
Palestra ITSMF 2007Palestra ITSMF 2007
Palestra ITSMF 2007
 
A cultura da meritocracia
A cultura da meritocraciaA cultura da meritocracia
A cultura da meritocracia
 
Plano de ação 2012 2013
Plano de ação 2012 2013Plano de ação 2012 2013
Plano de ação 2012 2013
 
Plano de ação
Plano de açãoPlano de ação
Plano de ação
 
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços ConfinadosNr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
Nr – 33 Segurança e Saúde no Trabalho Em espaços Confinados
 
TOTVS ECM ByYou - Gestão Integrada da Qualidade - Plano de Ação
TOTVS ECM ByYou - Gestão Integrada da Qualidade - Plano de AçãoTOTVS ECM ByYou - Gestão Integrada da Qualidade - Plano de Ação
TOTVS ECM ByYou - Gestão Integrada da Qualidade - Plano de Ação
 
6 - Plano de ação para desenvolvimento do mercado residencial e comercial - C...
6 - Plano de ação para desenvolvimento do mercado residencial e comercial - C...6 - Plano de ação para desenvolvimento do mercado residencial e comercial - C...
6 - Plano de ação para desenvolvimento do mercado residencial e comercial - C...
 
Como montar um plano de ação em 5 passos (Luiz Nozaki) MOJO #3
Como montar um plano de ação em 5 passos (Luiz Nozaki) MOJO #3Como montar um plano de ação em 5 passos (Luiz Nozaki) MOJO #3
Como montar um plano de ação em 5 passos (Luiz Nozaki) MOJO #3
 
Análise de riscos - App e hazop
Análise de riscos - App e hazopAnálise de riscos - App e hazop
Análise de riscos - App e hazop
 
Webinar IAB: Técnicas para a elaboração de um plano de ação
Webinar IAB: Técnicas para a elaboração de um plano de açãoWebinar IAB: Técnicas para a elaboração de um plano de ação
Webinar IAB: Técnicas para a elaboração de um plano de ação
 
Apresentação - planos de meta Cury 2010
Apresentação  - planos de meta Cury 2010Apresentação  - planos de meta Cury 2010
Apresentação - planos de meta Cury 2010
 
Plano de ação da claro (anatel)
Plano de ação da claro (anatel)Plano de ação da claro (anatel)
Plano de ação da claro (anatel)
 
Goal Summit 2016: Insights From Peter Drucker
Goal Summit 2016: Insights From Peter DruckerGoal Summit 2016: Insights From Peter Drucker
Goal Summit 2016: Insights From Peter Drucker
 
Aula 5 implementação de estratégias
Aula 5   implementação de estratégiasAula 5   implementação de estratégias
Aula 5 implementação de estratégias
 
Texto 10 plano de ação pastoral - exemplo
Texto 10   plano de ação pastoral - exemploTexto 10   plano de ação pastoral - exemplo
Texto 10 plano de ação pastoral - exemplo
 
Nr20
Nr20Nr20
Nr20
 

Semelhante a Gerenciamentopelasdiretrizes20051

Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoMarcos Abreu
 
Gerenciamentopelasdiretrizes 20051
Gerenciamentopelasdiretrizes 20051Gerenciamentopelasdiretrizes 20051
Gerenciamentopelasdiretrizes 20051emc5714
 
Programa Executive Coaching
Programa Executive CoachingPrograma Executive Coaching
Programa Executive Coachingaction_coach
 
Cobit 5 - roadmap de implementação
Cobit 5 - roadmap de implementaçãoCobit 5 - roadmap de implementação
Cobit 5 - roadmap de implementaçãoCompanyWeb
 
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)Lilian Resende
 
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIndicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIdeia Consultoria
 
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processosModulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processosTsiane Poppe Araujo
 
Apresentação - Igor - 23.08.2012
Apresentação - Igor - 23.08.2012Apresentação - Igor - 23.08.2012
Apresentação - Igor - 23.08.2012acertcon
 
Apresentação diagnóstico stratec
Apresentação diagnóstico   stratecApresentação diagnóstico   stratec
Apresentação diagnóstico stratecPriscila Nogueira
 
Gestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalGestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalRodrigo Cristóvão
 
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestão
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestãoImplementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestão
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestãoStratec Informática
 
O contributo do BPM para a eficácia do SIADAP, Jorge Coelho
O contributo do BPM para a eficácia do SIADAP, Jorge CoelhoO contributo do BPM para a eficácia do SIADAP, Jorge Coelho
O contributo do BPM para a eficácia do SIADAP, Jorge Coelhocomunidades@ina
 
Apresentação pdca
Apresentação pdcaApresentação pdca
Apresentação pdcaemc5714
 
Apresentação pdca
Apresentação pdcaApresentação pdca
Apresentação pdcaemc5714
 
Governação de Processos, Jorge Coelho
Governação de Processos, Jorge CoelhoGovernação de Processos, Jorge Coelho
Governação de Processos, Jorge Coelhocomunidades@ina
 
Administração por Objetivo
Administração por ObjetivoAdministração por Objetivo
Administração por ObjetivoElliah Pernas
 

Semelhante a Gerenciamentopelasdiretrizes20051 (20)

Planejamento Estratégico
Planejamento EstratégicoPlanejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Gerenciamentopelasdiretrizes 20051
Gerenciamentopelasdiretrizes 20051Gerenciamentopelasdiretrizes 20051
Gerenciamentopelasdiretrizes 20051
 
Programa Executive Coaching
Programa Executive CoachingPrograma Executive Coaching
Programa Executive Coaching
 
Melhoria gestao-13
Melhoria gestao-13Melhoria gestao-13
Melhoria gestao-13
 
Ta10
Ta10Ta10
Ta10
 
Cobit 5 - roadmap de implementação
Cobit 5 - roadmap de implementaçãoCobit 5 - roadmap de implementação
Cobit 5 - roadmap de implementação
 
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
Apresentação do trabalho gerenc. da rotina (2)
 
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da QualidadeIndicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
Indicadores de Desempenho - Ferramenta da Qualidade
 
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processosModulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
Modulo 3 -Análise, Controle e Performance de processos
 
Apresentacao_CAF
Apresentacao_CAFApresentacao_CAF
Apresentacao_CAF
 
Apresentação - Igor - 23.08.2012
Apresentação - Igor - 23.08.2012Apresentação - Igor - 23.08.2012
Apresentação - Igor - 23.08.2012
 
Rjv cursos
Rjv cursosRjv cursos
Rjv cursos
 
Apresentação diagnóstico stratec
Apresentação diagnóstico   stratecApresentação diagnóstico   stratec
Apresentação diagnóstico stratec
 
Gestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoalGestão administrativa de pessoal
Gestão administrativa de pessoal
 
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestão
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestãoImplementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestão
Implementando gestão nas organizações - Diagnóstico de gestão
 
O contributo do BPM para a eficácia do SIADAP, Jorge Coelho
O contributo do BPM para a eficácia do SIADAP, Jorge CoelhoO contributo do BPM para a eficácia do SIADAP, Jorge Coelho
O contributo do BPM para a eficácia do SIADAP, Jorge Coelho
 
Apresentação pdca
Apresentação pdcaApresentação pdca
Apresentação pdca
 
Apresentação pdca
Apresentação pdcaApresentação pdca
Apresentação pdca
 
Governação de Processos, Jorge Coelho
Governação de Processos, Jorge CoelhoGovernação de Processos, Jorge Coelho
Governação de Processos, Jorge Coelho
 
Administração por Objetivo
Administração por ObjetivoAdministração por Objetivo
Administração por Objetivo
 

Mais de emc5714

A busca da perfeição seminário
A busca da perfeição  seminárioA busca da perfeição  seminário
A busca da perfeição seminárioemc5714
 
5 s cema
5 s cema5 s cema
5 s cemaemc5714
 
Toyota capítulo 3
Toyota capítulo 3Toyota capítulo 3
Toyota capítulo 3emc5714
 
Ppap processode aprovaçãodepeçadeprodução
Ppap processode aprovaçãodepeçadeproduçãoPpap processode aprovaçãodepeçadeprodução
Ppap processode aprovaçãodepeçadeproduçãoemc5714
 
Implantaçaõ tqc1
Implantaçaõ tqc1Implantaçaõ tqc1
Implantaçaõ tqc1emc5714
 
Implantação tqc
Implantação tqcImplantação tqc
Implantação tqcemc5714
 
Implantação do tqc
Implantação do tqcImplantação do tqc
Implantação do tqcemc5714
 
Implantação do tqc 2
Implantação do tqc 2Implantação do tqc 2
Implantação do tqc 2emc5714
 
Gerenciamento do crescimento do ser humano
Gerenciamento do crescimento do ser humanoGerenciamento do crescimento do ser humano
Gerenciamento do crescimento do ser humanoemc5714
 
Gerenciamento do crescimento do ser humano 2004
Gerenciamento do crescimento do ser humano 2004Gerenciamento do crescimento do ser humano 2004
Gerenciamento do crescimento do ser humano 2004emc5714
 
Garantiadaqualidade[2]
Garantiadaqualidade[2]Garantiadaqualidade[2]
Garantiadaqualidade[2]emc5714
 
Garantia da qualidade cap.7
Garantia da qualidade   cap.7Garantia da qualidade   cap.7
Garantia da qualidade cap.7emc5714
 
Fmea final
Fmea finalFmea final
Fmea finalemc5714
 
Fmea versao final
Fmea versao finalFmea versao final
Fmea versao finalemc5714
 
Empreendedorismo na área tecnológica(4) com revisão gram2
Empreendedorismo na área tecnológica(4)   com revisão gram2Empreendedorismo na área tecnológica(4)   com revisão gram2
Empreendedorismo na área tecnológica(4) com revisão gram2emc5714
 
Diagrama ishikawa
Diagrama ishikawaDiagrama ishikawa
Diagrama ishikawaemc5714
 
Controle estatístico do processo2
Controle estatístico do processo2Controle estatístico do processo2
Controle estatístico do processo2emc5714
 

Mais de emc5714 (20)

A busca da perfeição seminário
A busca da perfeição  seminárioA busca da perfeição  seminário
A busca da perfeição seminário
 
5 s cema
5 s cema5 s cema
5 s cema
 
Toyota capítulo 3
Toyota capítulo 3Toyota capítulo 3
Toyota capítulo 3
 
Ppap processode aprovaçãodepeçadeprodução
Ppap processode aprovaçãodepeçadeproduçãoPpap processode aprovaçãodepeçadeprodução
Ppap processode aprovaçãodepeçadeprodução
 
Pdca
PdcaPdca
Pdca
 
Implantaçaõ tqc1
Implantaçaõ tqc1Implantaçaõ tqc1
Implantaçaõ tqc1
 
Implantação tqc
Implantação tqcImplantação tqc
Implantação tqc
 
Implantação do tqc
Implantação do tqcImplantação do tqc
Implantação do tqc
 
Implantação do tqc 2
Implantação do tqc 2Implantação do tqc 2
Implantação do tqc 2
 
Gerenciamento do crescimento do ser humano
Gerenciamento do crescimento do ser humanoGerenciamento do crescimento do ser humano
Gerenciamento do crescimento do ser humano
 
Gerenciamento do crescimento do ser humano 2004
Gerenciamento do crescimento do ser humano 2004Gerenciamento do crescimento do ser humano 2004
Gerenciamento do crescimento do ser humano 2004
 
Garantiadaqualidade[2]
Garantiadaqualidade[2]Garantiadaqualidade[2]
Garantiadaqualidade[2]
 
Garantia da qualidade cap.7
Garantia da qualidade   cap.7Garantia da qualidade   cap.7
Garantia da qualidade cap.7
 
Fmea final
Fmea finalFmea final
Fmea final
 
Fmea
FmeaFmea
Fmea
 
Fmea versao final
Fmea versao finalFmea versao final
Fmea versao final
 
Empreendedorismo na área tecnológica(4) com revisão gram2
Empreendedorismo na área tecnológica(4)   com revisão gram2Empreendedorismo na área tecnológica(4)   com revisão gram2
Empreendedorismo na área tecnológica(4) com revisão gram2
 
Diagrama ishikawa
Diagrama ishikawaDiagrama ishikawa
Diagrama ishikawa
 
Controle estatístico do processo2
Controle estatístico do processo2Controle estatístico do processo2
Controle estatístico do processo2
 
Cep
CepCep
Cep
 

Gerenciamentopelasdiretrizes20051

  • 1. Controle de Processos e de Produtos: TQC GERENCIAMENTO PELAS DIRETRIZES Grupo: Aline Silva Carolina Cesconetto Paula Bauer Florianópolis, março de 2005
  • 2. O Mundo hoje:  grande produção industrial flexibilidade das empresas  avanços tecnológicos ( tempo de resposta)  mudanças sociais Gerenciamento pelas Diretrizes
  • 3. Mas, o que é Gerenciamento pelas Diretrizes? “Sistema administrativo (praticado por todas as pessoas da empresa) que visa garantir à sobrevivência da empresa à competição”  visão estratégica  direcionamento das práticas de CQ
  • 4. Controle da Qualidade (CQ) consta de:  planejamento da qualidade  manutenção da qualidade  melhoramento da qualidade Planejar (do ciclo PDCA)  definir metas (FINS)  definir métodos (MEIOS) Estratégia (do dicionário)  aplicar meios disponíveis para a execução de fins específicos
  • 5. Planejamento Estratégico: definição “É um planejamento de guerra comercial (gerência dos meios disponíveis) que visa garantir a sobrevivência da empresa à competição” Deve ser baseado em:  fatos e dados do MERCADO (campo de batalha)  fatos e dados dos CONCORRENTES (inimigos)
  • 6. Filosofia  crença e valores da empresa; visa trazer um ideal comum e possível de ser atingido Visão  expressa o sonho da alta administração em relação a sua empresa dentro de 5 a 10 anos (meta) Estratégia  definição dos meios necessários para atingir a Visão
  • 7. Definição de Diretrizes e Metas a. Diretriz principal de alta prioridade: comprometimento  direção que as atividade gerenciais devem tomar  área(s) prioritária(s) b. Meta a ser alcançada: resultado obrigatório a ser atingido  o item (por ex. consumo de energia em kWh) e valor numérico  data de entrega c. Procedimento para se o cumprimento das metas  definição com base em fatos e dados  utilização de ferramentas, como 5W1H
  • 8. Objetivos do Gerenciamento pelas Diretrizes  garantir a sobrevivência da empresa  assegurar a Garantia de Qualidade em toda a empresa  satisfação das necessidades do cliente Para isso é necessário: a. alcançar as metas da administração b. melhorar continuamente as operações de trabalho
  • 9. Constituição do Gerenciamento pelas Diretrizes  Gerenciamento Funcional Estabelecimento de Padrões Manutenção de Padrões Melhoria de Padrões  Gerenciamento Interfuncional Estabelecimento das Diretrizes de alta direção Desdobramento das diretrizes para cada nível gerencia Controle das Diretrizes desdobradas por cada gerente
  • 10. Implantação do Gerenciamento pelas Diretrizes  Comprometimento do Cliente  Sistema de coleta e análise de informações  Competência no método de solução de problemas  Sólido Gerenciamento Funcional Como?  Iniciar pela solução de Problemas  Padronização  Envolvimento das pessoas  Filosofia, visão, estratégia e metas a longo prazo
  • 13. Gerenciamento Interfuncional Metas Colaboração de todos os departamentos Como? Comitês Interfuncionais:  Qualidade  Custo “Promovem o entendimento e  Entrega ação conjunta entre as várias  Moral linhas de hierarquia da empresa em funções específicas.”  Segurança...
  • 14. Gerenciamento Interfuncional Pontos importantes:  Integrar objetivos da empresa  Estabelecimento das diretrizes de controle  Análise de resultados do Gerenciamento Interfuncional
  • 15. Gerenciamento das Diretrizes  Redução de custos !!  Como??  Desdobramento das diretrizes O que é??  Traduzir as diretrizes em atividades concretas Ao final  Reduzir em 50% a freqüência de paradas do laminador sob responsabilidade de fulano até o mês de agosto.
  • 16. Gerenciamento das Diretrizes Estabelecimento das Diretrizes Anuais do Presidente As metas são estabelecidas a partir de:  Planejamento estratégico;  mudanças do meio ambiente;  analise dos resultados do ano anterior;  resultados do diagnostico do presidente;  previsão de vendas. Determinação das medidas :  Analise de processo com a participação de toda alta administração
  • 17. Gerenciamento das Diretrizes Desdobramento das Diretrizes Diretrizes anuais da alta administração Metas geradas pelo chefe de departamento Métodos repassados para o chefe de seção Metas geradas pelo chefe de seção Métodos repassados para os subordinados Confirmação das diretrizes Planos de ação
  • 18. Itens de controle de gerenciamento
  • 19. Gerenciamento das Diretrizes “Controle no gerenciamento pelas diretrizes é realizado através da atuação no processo visando atingir um resultado”;  As etapas no gerenciamento são as do PDCA:  Todas as ações devem ser padronizadas e absorvidas pelo gerenciamento funcional;  É de extrema importância que seja feito a revisão anual;  Reflexão Anual – Padrão do sistema;
  • 20. Diagnóstico do Presidente Tem a finalidade de identificar se o gerenciamento pelas diretrizes esta sendo conduzida ou não e quais os pontos fracos de sua pratica; Um trabalho de auditoria deve ser realizado:  Fase Anterior a visita  Visita a unidade  Fase posterior a Visita
  • 21. Responsabilidades no gerenciamento do escritório do TQC no gerenciamento pelas Diretrizes Finalidade de ajudar o presidente da empresa na implementação do gerenciamento pelas diretrizes.
  • 22. Bibliografia  CAMPOS, Vicente Falconi. “TQC – Controle da qualidade total (no estilo japonês)“ - Belo Horizonte, MG, 1992.