SlideShare uma empresa Scribd logo
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel
1. Os seres vivos são descendentes de um ancestral unicelular que surgiu há,
aproximadamente, 4 bilhões de anos. Devido a sua ancestralidade comum, os organismos,
com exceção dos vírus, compartilham algumas características não encontradas no mundo
inanimado.

a) Descreva as características compartilhadas pelos organismos.
b) Quais são as exceções que levam os cientistas a terem dúvidas se os vírus podem ser
   classificados como seres vivos?

2. As mudanças ocorridas na atmosfera, desde o surgimento da vida na terra até os dias
atuais, levaram a uma evolução na forma pela qual os organismos obtêm sua energia.
Considerando as quatro amplas categorias nutricionais: fotoautotróficos, fotoheterotróficos,
quimioautotróficos e quimioheterotróficos, é correto afirmar:
a) Os fotoautotróficos apresentam como fonte de energia compostos orgânicos.
b) As bactérias são capazes de obter energia por essas quatro categorias.
c) Os quimioautotróficos obtêm carbono a partir de substâncias inorgânicas.
d) Os quimioheterotróficos obtêm energia a partir da luz.
e) Os fotoheterotróficos obtêm energia a partir da luz e, o carbono a partir de compostos
   inorgânicos.

3. As cianobactérias são organismos frequentemente encontrados no ambiente aquático.
Esses organismos:
a) são procariontes com material genético diploide e pertencentes ao Reino Protista.
b) são uni ou multicelulares com parede celular rígida e flagelos locomotores.
c) possuem pigmentos fotossintéticos, mas realizam quimiossíntese como metabolismo
   energético.
d) podem, em ambientes eutrofizados, proliferar e produzir toxinas que contaminam peixes.
e) participam, igual a outras bactérias, das cadeias alimentares como produtores e
   decompositores.

4. Os alimentos mal preparados ou conservados de forma inadequada podem estar
contaminados pela bactéria anaeróbia obrigatória denominada Clostridium botulinum. Essa
bactéria é produtora da neurotoxina botulínica, que pode acumular-se nos alimentos mal
conservados e causar a doença botulismo.
Essa doença é grave, não muito frequente e provoca paralisia flácida (fraqueza dos músculos),
dificuldade de engolir, vômito, fala ininteligível, retenção de urina, podendo evoluir para
paralisia respiratória, se não for tratada rapidamente.

Com relação a essa doença, assinale a alternativa correta.
a) O botulismo é uma doença contagiosa.
b) As bactérias causadoras do botulismo são autótrofas.
c) As bactérias Clostridium botulinum somente se desenvolvem na ausência de oxigênio.
d) As latas que possuem alimentos contaminados pela bactéria Clostridium botulinum podem
   ficar estufadas devido ao acúmulo de nitrogênio.
e) As bactérias causadoras do botulismo obtêm a energia necessária ao seu metabolismo, a
   partir da quebra de compostos orgânicos na presença de oxigênio.

5. Artefato bélico desenvolvido para espalhar agentes vivos, capazes de infectar um grande
número de pessoas, é chamado de arma biológica, contendo vírus e bactérias modificados
geneticamente em laboratórios, para se tornarem resistentes, matando ou incapacitando
humanos, animais e plantas de uma nação adversária. Potencialmente, para este fim,
destacam-se os bacilos Bacillus anthracis e Clostridium botulinum, os vírus da varíola e o
ebola.
A respeito dos microorganismos destacados, afirma-se que:
a) pertencem ao mesmo reino por não apresentar material genético envolvido pela carioteca.
b) as bactérias pertencem ao mesmo gênero porque possuem forma esférica.
c) são autótrofos e só se reproduzem no interior de outras células.
d) formam esporos que são as estruturas de resistência no ambiente externo.
e) as bactérias possuem mesma forma e pertencem a gêneros e espécies diferentes.
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                         Prof. Emanuel

6. A professora de Ciências solicitou aos alunos que fizessem um trabalho sobre alguns
microrganismos e diante dessa proposta, o aluno Thales afirmou para sua amiga Mariana que
as bactérias e fungos só causam problemas e deveriam ser eliminados do mundo não havendo
muito que se estudar sobre eles. Em resposta, Mariana disse que isso seria impossível e que
eles são importantes também para os seres humanos defendendo seu ponto de vista. Um
argumento correto que ela poderia usar seria:
a) eles realizam a fotossíntese, mantendo constante a concentração de gás oxigênio na
   natureza e poderiam até substituir os vegetais.
b) todos são bons e nunca seriam eliminados porque não existem substâncias sintéticas que os
   eliminem.
c) alguns fungos podem produzir a penicilina e certas bactérias atuam na produção de alguns
   alimentos.
d) eles realizam a fermentação, utilizando a energia solar e isso faz deles os grandes
   produtores de todos os ambientes.
e) certas bactérias auxiliam na produção de alguns medicamentos e os fungos liberam gás
   oxigênio para o ar.

7. Assinale a alternativa incorreta a respeito das características gerais dos vírus.
a) Muitos vírus são específicos em relação ao hospedeiro; atacam apenas um tipo de célula ou
   poucos tipos.
b) Os vírus são considerados parasitos intracelulares obrigatórios, pois são capazes de se
   multiplicar apenas no interior de células hospedeiras.
c) Um vírus é um organismo acelular, constituído basicamente por um capsídio proteico e por
   moléculas de DNA e RNA.
d) Infecção viral consiste na penetração do vírus no interior da célula hospedeira.
e) Após a adesão do vírus à membrana plasmática da célula hospedeira, pode haver a entrada
   de todo o vírus no interior celular ou apenas do seu material genético.

8. As células da maioria das bactérias possuem uma camada mais externa, responsável pela
sua forma e proteção, conforme ilustrado na figura.




Sobre a estrutura 3, afirma-se:
I. Altera as informações genéticas da bactéria.
II. Responsabiliza-se pela síntese proteica bacteriana.
III. Compõe-se principalmente de peptidioglicanos.
IV. Liga-se a manutenção da forma do micro-organismo.

São corretos apenas os itens
a) I e II.
b) I e IV.
c) II e III.
d) III e IV.
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel
9. Uma das características dos seres vivos é a presença de célula. As células hoje
conhecidas são consideradas a menor unidade funcional dos seres vivos. Sobre esse assunto,
assinale a alternativa correta.
a) A membrana plasmática de células animais é constituída de lipídeos, proteínas e ácidos
   nucleicos..
b) Apenas as células vegetais possuem a parede celular, estrutura impermeável que garante
   proteção à célula.
c) As células das cianobactérias são consideradas procariontes, uma vez que não possuem
   organização interna (organelas membranosas).
d) Células eucariontes conseguem a produção de energia em organelas denominadas de
   complexo de Golgi.
e) A síntese de proteínas ocorre no interior dos lisossomos das células procariontes.

10. Uma infecção por HIV pode estar presente por vários anos antes da manifestação dos
primeiros sintomas, sem que o portador suspeite disso. Esse longo período de “latência”
frequentemente ocasiona a transmissão viral.




Com base na figura e nos conhecimentos sobre AIDS (síndrome da imunodeficiência
adquirida), considere as afirmativas a seguir.

I. No primeiro ano da infecção por HIV, o sistema imune produz anticorpos contra diversos
   componentes celulares, incluindo DNA e proteínas nucleares.
II. Após o segundo ano, a concentração de células T diminui gradativamente, a concentração
    de HIV aumenta e a pessoa infectada pode apresentar sintomas como inflamação dos
    linfonodos e febre.
III. A partir do terceiro ano, as células T diminuem e a concentração de HIV aumenta, indicando
     que o indivíduo se torna mais suscetível a outras infecções que as células T normalmente
     eliminariam.
IV. Após o nono ano, a concentração de HIV se estabiliza e um nível adequado de células T
     possibilita o desenvolvimento de respostas imunes.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e III são corretas.
b) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
c) Somente as afirmativas II e III são corretas.
d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

11. Vacinação contra Pólio encerra dia 31 de agosto
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                         Prof. Emanuel




Entre os dias 09 e 14 de agosto mais de 19.500 crianças de zero a cinco anos foram
imunizadas contra o vírus da poliomielite na capital (Florianópolis). Esse número equivale a
uma cobertura de 77,27% da meta prevista para toda essa fase da campanha. Em todo país,
no mesmo período, o índice é de 56,37 % e em Santa Catarina de 75,94%. Os pais ou
responsáveis têm até sexta-feira (27) para levar seus filhos a um Centro de Saúde para tomar
as gotinhas.

                                                                      FONTE: Adaptado de
   http://portal.pmf.sc.gov.br/entidades/saude/?pagina=notpagina&menu=3&noti=2300. Acesso
                                                                        em: 29 ago. 2010.

Sobre a poliomelite, é correto afirmar que é...
a) causada por protozoários e pode ser transmitida através de secreções do sistema
   respiratório.
b) causada por bactérias e pode ser transmitida através de secreções do sistema respiratório.
c) causada por vírus e pode ser transmitida através de secreções do sistema respiratório.
d) causada por bactérias e pode ser transmitida por relações sexuais.
e) causada por vírus e pode ser transmitida através de transfusões sanguíneas.

12. Os vírus são parasitas submicroscópicos e possuem genomas que se replicam dentro de
um hospedeiro vivo, direcionando o mecanismo genético da célula para a síntese de ácidos
nucleicos e proteínas virais. Estas características os fazem responsáveis por gerar doenças em
grande parte da diversidade biológica.

   HAVEN, P.H.; EVERT, R. F.; EICHHORN, S. E. Biologia vegetal. Rio de Janeiro: Guanabara
                                                                            Koogan, 2007.

Sobre os vírus, é correto afirmar:
a) possuem RNA ou DNA em fita simples ou dupla, respectivamente, envolto por uma capa
   proteica denominada capsídeo, com subunidades que são os capsômeros.
b) são conhecidos também como viroides por serem agentes infecciosos e por interferirem na
   regulação gênica da célula hospedeira.
c) o bacteriófago é um vírus que possui estrutura genômica de retrovírus e libera príons quando
   está no interior da célula hospedeira.
d) causam doenças tais como febre amarela, coqueluche, rubéola, cólera e caxumba.

13. A influência de fatores ambientais, como a disponibilidade de alimentos, sobre o
crescimento dos seres vivos pode ser avaliada experimentalmente. Considere, por exemplo,
um inóculo da bactéria E. coli que foi introduzido em um meio nutritivo adequado. O tempo de
geração, ou seja, o intervalo de tempo necessário para que uma célula se duplique, foi medido
durante a fase de crescimento exponencial e durante a fase estacionária. Observe os gráficos
abaixo:
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel




O resultado desse experimento, em relação à influência de fatores ambientais no crescimento
bacteriano, está representado pelo gráfico de número:
a) I
b) II
c) III
d) IV

14. Analise as afirmativas sobre fatores que são levados em conta nos processos utilizados
para conservar alimentos.

I - Os microrganismos dependem da água líquida para suas obrevivência.
II - Os microrganismos necessitam de temperaturas adequadas para crescerem e se
     multiplicarem. A multiplicação de microrganismos, em geral, é mais rápida entre 25°C e
     45°C, aproximadamente.
III- As transformações químicas têm maior rapidez quanto maior for a temperatura.
IV - Há substâncias que acrescentadas ao alimento dificultam a sobrevivência ou a
      multiplicação de microrganismos.
V - No ar há microrganismos que, encontrando alimento, água líquida e temperaturas
     adequadas, crescem e se multiplicam.

Sobre esse assunto, lê-se em uma embalagem de leite "longa-vida": "Após aberto é preciso
guardá-lo em geladeira".

Assinale a opção correta sobre os fatores, dentre os apresentados, que atuam na deterioração
rápida do leite, caso uma pessoa não siga tal instrução, principalmente no verão tropical.
a) Apenas a afirmativa I é verdadeira.
b) Apenas a afirmativa II é verdadeira.
c) Apenas as afirmativas II, III e V são verdadeiras.
d) Apenas as afirmativas I, II e III são verdadeiras.
e) Apenas as afirmativas I, III, IV e V são verdadeiras.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
Os fósseis mais antigos da vida, assim como seus mais velhos vestígios químicos, aparecem
no registro rochoso quase imediatamente depois de a Terra haver formado uma crosta sólida,
há cerca de 3,85 bilhões de anos. Esses remanescentes das mais antigas formas de vida são
procarióticos. Neles, o sexo difere fundamentalmente do sexo reprodutor dos animais e das
plantas. Sendo verdadeiramente transgênico, o sexo procariótico sempre implica a
movimentação de genes de uma fonte doadora para uma bactéria receptora viva. Essa
movimentação genética, presente no alvorecer da vida, proporcionou um importante meio de
sobrevivência a todas as formas biológicas posteriores.

                           MARGULIS, Lynn; SAGAN, Dorion. O que é o sexo? Rio de Janeiro:
                                                                      Jorge Zahar, 2002.


15. Considerando-se os padrões de organização existentes entre os seres vivos, pode-se
afirmar como uma característica exclusiva do padrão procariótico a presença de
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel
a) uma membrana lipoproteica que delimita o material genético no interior do núcleo.
b) ribossomos aderidos ao RNA mensageiro na produção de cadeias polipeptídicas para uso
   da própria célula.
c) respiração celular em ambiente citoplasmático específico a partir da oxidação completa de
   compostos orgânicos.
d) transcrição do material genético simultaneamente com a tradução em proteínas específicas,
   da mesma molécula de RNA transcrita.
e) redução química de moléculas de gás carbônico em moléculas orgânicas a partir de uma
   fonte energética externa.

       16. O vírus Influenza A (H1N1) provoca uma doença respiratória transmitida de
pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de secreções respiratórias de
pessoas infectadas.
       Dentre os sinais e sintomas provocados pela doença, estão: febre repentina, tosse, dor
De cabeça, dores musculares, dores nas articulações e coriza.

                      Disponível em: http://portal.saude.gov.br/saude. Acesso em: 09 set. 2009

Assinale a alternativa correta.
a) O material genético presente na cápsula viral encontra-se estável, sendo incapaz de sofrer
   processos de mutação.
b) Os vírus são formados por células muito simples, constituídas apenas por uma membrana
   plasmática e pelo material genético disperso no citosol.
c) O vírus H1N1, assim como algumas bactérias, tem uma grande capacidade de replicação,
   ou seja, suas células dividem-se rapidamente pelo processo conhecido como mitose.
d) De forma geral, os vírus apresentam o material genético DNA, RNA ou ambos, inseridos no
   núcleo de suas células.
e) Os vírus são considerados por vários pesquisadores como parasitas intracelulares
   obrigatórios, uma vez que utilizam obrigatoriamente células procariontes ou eucariontes para
   promover a sua replicação.

         17. A influenza A (H1N1), mais conhecida como Gripe A, marcou o mundo em 2009 –
constituindo-se em uma doença respiratória viral. Os vírus influenza são compostos de RNA, e
subdividem-se em três tipos: A, B e C. Os tipos A e B causam maior morbidade (doença) e
mortalidade (mortes) que o tipo C. Geralmente as epidemias e pandemias (epidemia em vários
países) estão associadas ao vírus influenza A. Uma pessoa pode ter influenza mais de uma
vez, mas não pelo subtipo de vírus com o qual tenha sido infectada. Isso porque a pessoa fica
imunizada pelo subtipo de vírus depois de ter a doença. O vírus é transmitido de pessoa a
pessoa, principalmente por meio da tosse, espirro ou de secreções respiratórias de pessoas
infectadas.
         Entre os principais medicamentos utilizados no tratamento da Gripe A encontra-se o
Tamiflu, cujo princípio ativo interfere na entrada do vírus em células não infectadas e também
na liberação de partículas virais formadas recentemente a partir de células infectadas.

               Disponível em: www.saude.gov.br. Acesso em: 06 set. 2009. Texto adaptado de:
                                          www3.pucrs.br/notícias. Acesso em: 06 set. 2009.

Leia as proposições abaixo:

I – Os seres vivos podem ser classificados em cinco reinos: Monera, Protista, Plantae, Fungi e
    Animalia. Por serem unicelulares procariontes, os vírus estão enquadrados no Reino
    Monera.

II – Por serem partículas infecciosas acelulares, os vírus são obrigatoriamente parasitas
     celulares, necessitando de outros seres vivos para a formação de novas partículas virais.

III – A imunização de uma pessoa a uma doença virótica após o contágio ou através de vacina
     se deve ao sistema imunológico humano, composto basicamente pelas hemácias ou
     glóbulos vermelhos.
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                         Prof. Emanuel
IV– Os vírus são formados basicamente por ácido nucleico envolvido por uma capa proteica
   denominada capsídeo. Os vírus da Influenza A apresentam RNA como ácido nucleico. O
   RNA é uma molécula formada por duas cadeias de nucleotídeos em antiparalelo, com
   estrutura helicoidal de acordo com o modelo da dupla hélice proposto por Watson e Crick
   em 1953.

Com base nos seus conhecimentos e no texto acima sobre vírus, classificação, morfologia e
fisiologia dos seres vivos, assinale a alternativa correta.
a) Apenas a proposição III é verdadeira.
b) Apenas as proposições I e II são verdadeiras.
c) Apenas as proposições III e IV são verdadeiras.
d) Apenas as proposições I e IV são verdadeiras.
e) Apenas a proposição II é verdadeira.

        18. Na década de 1990 foram descobertas, no genoma de aves e mamíferos,
inúmeras sequências de DNA que tinham grande similaridade com os retrovírus infecciosos e
por isso foram denominadas retrovírus endógenos (RVEs).
        Sabemos hoje que esses estranhos elementos constituem 8% do genoma humano.

                                       (Fonte: Instituto Ciência Hoje – coluna Deriva Genética.)

Sobre os retrovírus endógenos, considere as seguintes afirmativas:
1. Retrovírus endógenos surgem a partir da evolução de genes mutantes do próprio organismo.
2. Para que esses elementos surjam, é necessária a presença, em algum momento do
   processo, da enzima transcriptase reversa.
3. Os retrovírus endógenos são encontrados no citoplasma das células infectadas.
4. A origem de retrovírus endógeno pode se dar a partir da infecção de organismos por vírus
   que possuem RNA como material genético.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente a afirmativa 2 é verdadeira.
b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
c) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.
e) Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras.

19. Assinale a alternativa correta, a respeito dos retrovírus.
a) São vírus que possuem DNA e RNA, isso explica sua maior virulência; são os causadores
   da Gripe A.
b) São vírus de RNA. Apresentam a enzima transcriptase reversa que catalisa a produção de
   moléculas de DNA a partir do RNA da célula parasitada.
c) São vírus de DNA. Apresentam a enzima transcriptase reversa que catalisa a produção de
   moléculas de RNA a partir do DNA viral.
d) São vírus de RNA. Apresentam a enzima transcriptase reversa que catalisa a produção de
   moléculas de DNA a partir do RNA viral.
e) São vírus de DNA. Apresentam a enzima transferase inversa que catalisa a produção de
   cadeias de DNA a partir do RNA da célula parasitada.

20. O ser humano tem travado batalhas constantes contra os vírus. A mais recente é contra o
vírus H1N1, que causa a “gripe suína”.
A respeito dos vírus, assinale a alternativa correta.
a) São todos endoparasitas celulares.
b) Os antibióticos só são eficazes contra alguns tipos.
c) Todos eles possuem o DNA e o RNA como material genético.
d) Atualmente existem vacinas contra todos os tipos.
e) Alguns deles possuem reprodução sexuada.

21. Observe a tirinha, que alude à gripe Influenza A (H1N1).
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                         Prof. Emanuel




Na tirinha, o personagem afirma que os vírus podem ser de DNA ou RNA e que estes não têm
vida própria fora das células. Esta última afirmação se justifica, pois os vírus de
a) DNA não apresentam genes para RNA mensageiro, ribossômico ou transportador,
   utilizando-se de todos esses componentes da célula hospedeira.
b) DNA apresentam todos os genes que necessitam para sua replicação, utilizando-se apenas
   da energia e nutrientes da célula hospedeira.
c) DNA apresentam apenas os genes para RNA mensageiro, e para sua replicação utilizam-se
   dos demais elementos presentes na célula hospedeira.
d) RNA não apresentam nenhum gene, e por isso são incapazes de replicar seu material
   genético, mesmo quando em uma célula hospedeira, utilizando-se desta apenas para
   obtenção de energia.
e) RNA são os únicos que apresentam seus próprios ribossomos, nos quais ocorre sua síntese
   proteica. Utilizam-se da célula hospedeira apenas como fonte de nutrientes.

        22. Um pesquisador interessado em descobrir se o fósforo representava o elemento
químico responsável pelo aumento da população de cianobactérias (bactérias aeróbicas)
causadoras do processo de eutrofização realizou o seguinte experimento: separou dois
conjuntos de lagos e, em metade deles (grupo 1), adicionou grandes quantidades de nitrogênio
e carbono. Nos lagos correspondentes à outra metade (grupo 2), ele adicionou grandes
quantidades de nitrogênio, carbono e fósforo.

Se o fósforo realmente for o elemento responsável pelo aumento da população de
cianobactérias, qual deveria ser o resultado esperado depois de algumas semanas após o
início deste experimento?
a) Os lagos do grupo 2 deveriam apresentar maior abundância de peixes vivos que os lagos do
   grupo 1.
b) Os lagos de ambos os grupos deveriam se tornar turvos e apresentar menor disponibilidade
   de oxigênio.
c) Nos lagos do grupo 2, diferentemente dos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade
   de peixes.
d) Nos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade de peixes, e os lagos do grupo 2
   deveriam permanecer inalterados.
e) Os peixes e os invertebrados deveriam morrer mais rapidamente nos lagos do grupo 1 se
   comparados aos dos lagos do grupo 2.
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel
23. Leia com atenção o trecho a seguir:

HISTORIA DE DUAS BACTERIAS

A bactéria Zi e a bactéria Wu encontram-se em um meio de cultura contendo um antibiótico A.
Zi comenta com Wu: — “Esse antibiótico me deixa muito mal. Estou com dificuldade de
sintetizar moléculas de RNA”.
Responde Wu: — “Puxa, eu continuo produzindo normalmente proteínas e sinto-me muito
bem. Zi, farei imediatamente uma ponte citoplasmática com você e vou lhe transferir um
plasmidio especial”.
Um pouco depois, Zi comenta: — “Wu, muito obrigada, meu processo de síntese de
proteínas se normalizou. Sou uma nova bactéria!”

Com relação ao trecho descrito, e INCORRETO afirmar que
a) a bactéria Zi, inicialmente, teve dificuldade de sintetizar moléculas de RNA e isso interferiu
   na síntese de proteínas.
b) a bactéria Wu tem constituição genética que permite sobreviver em meio contendo o
   antibiótico A.
c) ocorreu conjugação entre as bactérias Wu e Zi.
d) a bactéria Zi recebeu molécula de RNA mensageiro presente no plasmidio, o que lhe
   garantiu resistência ao antibiótico A.
e) a bactéria Wu transferiu DNA para a bactéria Zi.

24. Leia atentamente o artigo.

Resultados preliminares de um estudo feito por quatro pesquisadores brasileiros e um norte-
americano indicam que 97% das espécies de bactérias identificadas nas folhas das árvores da
Mata Atlântica são desconhecidas pela ciência. A identificação das bactérias foi por um método
de reconhecimento de trechos específicos de DNA. Os dados sugerem que, apenas nesse
bioma, pode haver até 13 milhões de espécies de bactérias, ou quase três mil vezes mais do
que o total conhecido hoje – e isso porque só restam 8% da superfície original da Mata
Atlântica.
O artigo publicado na Science relata apenas as primeiras conclusões da equipe. No momento,
eles já começaram o levantamento bacteriológico em um número maior de espécies de plantas
em outras áreas da Mata Atlântica. “Um dos objetivos futuros do trabalho é explorar essas
comunidades bacterianas. Cultivá-las, investigar se elas produzem alguma substância de
interesse farmacêutico ou agrícola e determinar seu papel ecológico”, diz Lambais. “As
possibilidades são tantas que, quanto mais dados obtemos, mais se abre o leque de
aproveitamento desses microrganismos”.

       (VERJOVSKY. Marina. “Diversidade insuspeita: árvores da Mata Atlântica podem abrigar
         milhões de espécies de bactérias desconhecidas”. Ciência Hoje on line, 29 jun. 2006 –
                                                                                   Adaptado.)

Com base nas informações do texto e em seus conhecimentos sobre biologia, assinale a
alternativa correta.
a) O número expressivo de espécies de bactérias obtido com apenas 8% da cobertura vegetal
   restante indica que o número de espécies deveria ser muito superior ao estimado de 13
   milhões caso a floresta estivesse mais conservada.
b) Além da Mata Atlântica ser conhecida pela grande biodiversidade de vegetais e animais, o
   estudo destaca a riqueza de espécies do reino protista presente nas folhas das árvores.
c) O texto indica que toda a rica biodiversidade de bactérias, além de ser espantosa pelo
   número, possui imenso potencial de aplicação imediata já identificado na pesquisa.
d) O interesse da pesquisa sobre as bactérias da Mata Atlântica é determinar o papel ecológico
   que as substâncias que produzem executam no ecossistema, para que essas bactérias
   possam ser combatidas.
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel
e) Para um número tão grande de espécies a serem descritas, o sistema binomial de
   classificação de Lineu não é suficiente e deve ser substituído por outro sistema de
   classificação molecular.

25. O uso prolongado de lentes de contato, sobretudo durante a noite, aliado a condições
precárias de higiene representam fatores de risco para o aparecimento de uma infecção
denominada ceratite microbiana, que causa ulceração inflamatória da córnea. Para interromper
o processo da doença, é necessário tratamento antibiótico.
De modo geral, os fatores de risco provocam a diminuição da oxigenação corneana e
determinam mudanças no seu metabolismo, de um estado aeróbico para anaeróbico.
Como decorrência, observa-se a diminuição no número e na velocidade de mitoses do epitélio,
o que predispõe ao aparecimento de defeitos epiteliais e à invasão bacteriana.

  CRESTA. F. Lente de contato e infecção ocular. Revista Sinopse de Oftalmologia. São Paulo:
                                                    Moreira Jr., v, n.04, 04. 2002 (adaptado).

A instalação das bactérias e o avanço do processo infeccioso na córnea estão relacionados a
algumas características gerais desses microrganismos, tais como:
a) A grande capacidade de adaptação, considerando as constantes mudanças no ambiente em
   que se reproduzem e o processo aeróbico como a melhor opção desses microrganismos
   para a obtenção de energia.
b) A grande capacidade de sofrer mutações, aumentando a probabilidade do aparecimento de
   formas resistentes e o processo anaeróbico da fermentação como a principal via de
   obtenção de energia.
c) A diversidade morfológica entre as bactérias, aumentando a variedade de tipos de agentes
   infecciosos e a nutrição heterotrófica, como forma de esses microrganismos obterem
   matéria-prima e energia.
d) O alto poder de reprodução, aumentando a variabilidade genética dos milhares de indivíduos
   e a nutrição heterotrófica, como única forma de obtenção de matéria-prima e energia desses
   microrganismos.
e) O alto poder de reprodução, originando milhares de descendentes geneticamente idênticos
   entre si e a diversidade metabólica, considerando processos aeróbicos e anaeróbicos para a
   obtenção de energia.

26. Assinale a alternativa incorreta referente às bactérias.
a) A conjugação é a maneira pela qual as bactérias podem trocar material genético.
b) O cromossomo bacteriano é circular e contém todos os gens essenciais à bactéria.
c) Algumas bactérias transformam o nitrogênio atmosférico em compostos químicos
   assimiláveis pelos demais seres vivos.
d) No grupo das arqueobactérias estão as bactérias halófilas, as metanogênicas e as
   termoacidófilas.
e) As bactérias Staphylococcus apresentam um arranjo linear em forma de colar.

27. Leia e analise as afirmativas a seguir:
I. As bactérias possuem apenas um material genético, DNA ou RNA.
II. O cromossomo bacteriano está enovelado em torno de uma proteína histona.
III. As bactérias possuem apenas um cromossomo, que é circular, e algumas apresentam um
     material genético denominado plasmídeo, que está disperso no citoplasma.
IV. Pelo processo de transdução, muitas bactérias trocam material genético com outras
    bactérias.

Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.
b) Somente a afirmativa III é verdadeira.
c) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.
d) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.
e) Todas as afirmativas são verdadeiras.
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel
28. As bactérias não apresentam reprodução sexuada típica, mas, em certas espécies, há a
incorporação de genes de outro indivíduo, processo denominado recombinação genética, que
leva à formação de bactérias com características genéticas diferentes. Nos quadros A, B e C, a
seguir, estão esquematizados três processos através dos quais uma bactéria pode incorporar
genes de outras.




       Figuras adaptadas de AMABIS, J. M.; MARTHO, G. R. "Biologia dos organismos". 2.
ed. São Paulo: Moderna, 2004.

Os fenômenos descritos nos quadros A, B e C correspondem, respectivamente, aos seguintes
processos de recombinação genética:
a) Transformação, conjugação e transdução
b) Conjugação, transdução e transformação
c) Transdução, conjugação e transformação
d) Transformação, transdução e conjugação
e) Transdução, transformação e conjugação

29. Hoje a classificação dos seres vivos admite 3 domínios: Archaea, Bacteria e Eucaria que
englobam, respectivamente, os seguintes representantes:
a) metanogênicos, animais e protozoários.
b) protozoários, microrganismos e vegetais.
c) cianobactérias, protozoários e vegetais.
d) vegetais, fungos e animais.
e) hipertermofílicos, pneumococos e fungos.

30. A seguir, estão listadas características de três diferentes grupos de arqueobactérias ou
arqueas: termófilas extremas (ou termoacidófilas), halófitas extremas e metanogênicas.

I. São anaeróbicas estritas e importantes decompositoras de matéria orgânica, sendo comuns
em áreas pantanosas desprovidas de oxigênio.
II. São encontradas em estações de tratamento de lixo e no aparelho digestório de cupins e
herbívoros.
III. Ocorrem em lagoas rasas de evaporação, formadas por água do mar, nas quais se obtém o
sal de cozinha.
IV. Obtêm energia da oxidação do enxofre, sendo quimiossintetizantes e ocorrem em fontes
termais ou fendas vulcânicas, localizadas nas profundezas oceânicas.
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                         Prof. Emanuel

A correspondência entre as características descritas e os três grupos de arqueobactérias está
corretamente apresentada em:
a) Termófilas extremas - IV; Halófitas extremas - II; Metanogênicas - I e III
b) Termófilas extremas - I e II; Halófitas extremas - III; Metanogênicas - IV
c) Termófilas extremas - IV; Halófitas extremas - III; Metanogênicas - I e II
d) Termófilas extremas - IV; Halófitas extremas - II e III; Metanogênicas - I
e) Termófilas extremas - II e III; Halófitas extremas - IV; Metanogênicas - I
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                           Prof. Emanuel
Gabarito:

Resposta da questão 1:
    a) Consistem em uma ou mais células; contêm informação genética: usam a informação
    genética para se reproduzir; são geneticamente relacionados e evoluem; podem converter
    moléculas obtidas a partir do seu ambiente em novas moléculas orgânicas; podem extrair
    energia do ambiente e usá-la para o trabalho biológico; podem regular seu ambiente interno.
b) Não são formados por células. São formados por cápsulas de proteína ou outras
substâncias (ex.: lipídios e glicídios) que contém material genético. Não realizam funções
fisiológicas por si só, mas parasitam para que o maquinário das células hospedeiras faça essas
funções por eles, incluindo reprodução.

Resposta da questão 2:
[B]

Os representantes dos domínios arquebactérias e eubactérias podem realizar, isoladamente,
todos os tipos de metabolismos energéticos conhecidos.

Resposta da questão 3:
[D]

As cianobactérias podem sofrer intensa proliferação em ambientes enriquecidos com nutrientes
(eutrofizados) e liberar toxinas que podem contaminar outros organismos aquáticos, tais como
peixes, anfíbios e diversos tipos de invertebrados, podendo, inclusive, causar sua morte.

Resposta da questão 4:
[C]

A bactéria Clostridium botulinum é um micro-organismo anaeróbico obrigatório e,
consequentemente, somente pode sobreviver e proliferar em ambientes onde não há oxigênio
livre (O2).

Resposta da questão 5:
[E]

As bactérias citadas são bacilos pertencentes a gêneros e espécies diferentes.

Resposta da questão 6:
[C]

Existem diversos tipos de fungos capazes de produzir antibióticos utilizados no tratamento de
infecções por micro-organismos. As bactérias, denominadas “lactobacilos”, são largamente
utilizadas na produção de laticínios, tais quais os iogurtes, queijos, coalhadas, etc.

Resposta da questão 7:
[C]

Os vírus são micro-organismos acelulares que apresentam apenas um tipo de ácido nucleico
como material genético, o DNA ou o RNA.

Resposta da questão 8:
[D]

A parede celular de bactérias é constituída por peptideoglicanos e atua na determinação da
forma desses micro-organismos, além de ser também um elemento ligado à proteção da célula
procariótica.

Resposta da questão 9:
[C]
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel
As cianobactérias são organismos unicelulares isolados ou coloniais e procarióticos por serem
formadas por células sem núcleo organizado e desprovidas de organelas membranosas.

Resposta da questão 10:
[C]

No primeiro ano da infecção por HIV, o sistema imune produz anticorpos contra os
componentes do vírus causador da AIDS. Segundo o gráfico, após o nono ano da infecção, o
nível das células T é baixo e inadequado para desenvolver resposta imune eficiente contra
microrganismos patogênicos causadores de infecções oportunistas e contra o desenvolvimento
de células tumorais como as formadoras do sarcoma de Kaposi, um tipo de câncer de pele.

Resposta da questão 11:
[C]

A poliomielite (paralisia infantil) é uma doença infectocontagiosa causada por um vírus. A
transmissão do vírus é direta e ocorre, principalmente, por meio de secreções do aparelho
respiratório humano.

Resposta da questão 12:
[A]

Viroides são segmentos curtos de RNA de fita simples desprovidos de cápsula e capazes de
causar infecções em vegetais. O bacteriófago é um vírus portador de DNA. A coqueluche e a
cólera são doenças infecciosas causadas por bactérias.

Resposta da questão 13:
[D]

Durante a fase exponencial há uma farta disponibilidade de alimentos o que permite um tempo
de geração menor e um rápido crescimento da colônia. Na fase estacionária de crescimento, a
disponibilidade de alimentos já se tornou escassa, obrigando a taxa de crescimento diminuir.
Nessa fase, o tempo de geração se torna maior. Dessa forma, o gráfico IV é o que melhor
representa os resultados desse experimento.

Resposta da questão 14:
[C]

A água líquida apenas não garante a sobrevivência e multiplicação de microrganismos. As
substâncias conservantes acrescentadas ao alimento industrializado dificultam a adaptação e
proliferação de microrganismos decompositores e (ou) patogênicos.

Resposta da questão 15:
[D]

Em células procarióticas a transcrição e a tradução ocorrem simultaneamente no citosol. O
RNA mensageiro transcrito é traduzido em um determinado número de proteínas distintas. O
RNA mensageiro maduro de eucariotos é traduzido em apenas um tipo de proteína.

Resposta da questão 16:
[E]

Os vírus não possuem células (são acelulares). São constituídos por uma ou algumas
moléculas de DNA ou RNA (nunca os dois juntos) envolvidas por uma cápsula proteica. Os
vírus são parasitas intracelulares obrigatórios, pois não possuem metabolismo próprio e
somente conseguem se reproduzir no interior da célula hospedeira.

Resposta da questão 17:
[E]
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                          Prof. Emanuel
Os vírus, por serem acelulares, não são classificados em nenhum dos cinco Reinos. As
hemácias têm a função de transportar o gás oxigênio para as células e tecidos, não possuem
função de defesa. O RNA é formado por uma cadeia simples de nucleotídeos.

Resposta da questão 18:
[D]

A afirmativa 1 é falsa, pois retrovírus endógenos surgem de mutações em retrovírus
preexistentes, não de genes mutantes do próprio organismo. A afirmativa 3 é falsa porque o
material genético de um retrovírus endógeno pode ser encontrado no núcleo das células
infectadas. As afirmativas 2 e 4 são verdadeiras.

Resposta da questão 19:
[D]

Retrovírus, como o HIV, são vírus de RNA e apresentam a enzima transcriptase reversa que
catalisa a síntese de DNA a partir do RNA viral.

Resposta da questão 20:
[A]

A alternativa “A” é a correta. Todos os vírus são endoparasitas celulares obrigatórios, pois
necessitam utilizar os recursos bioquímicos de uma célula para sua reprodução. Os vírus
possuem DNA ou RNA como material genético, nunca os dois juntos.

Resposta da questão 21:
[C]

O vírus de DNA apresenta apenas os genes para transcrever o RNA mensageiro que será
usado na sua replicação. Para se replicar deverá utilizar todos os outros elementos presentes
na célula hospedeira, como enzimas, ribossomos, aminoácidos e nucleotídeos.

Resposta da questão 22:
[C]

Se o fósforo for responsável pelo aumento da população de cianobactérias, deve-se esperar
que ocorra a eutrofização nos lagos do grupo 2 e uma consequente mortalidade alta de peixes
nesses lagos.

Resposta da questão 23:
[D]

A bactéria Zi, em presença do antibiótico A, teve dificuldade em sintetizar moléculas de RNA,
interferindo na síntese proteica. Por outro lado, a constituição genética da bactéria Wu permite
a sobrevivência dela no meio contendo o antibiótico A. Ocorreu, então, uma conjugação entre
as bactérias Wu e Zi, que consistiu na transferência de DNA da bactéria Wu para a bactéria Zi,
tornando-a resistente ao antibiótico A

Resposta da questão 24:
[A]

As bactérias são micro-organismos unicelulares e procariontes pertencentes ao reino Monero.
Nem todas são prejudiciais e podem ser classificadas e denominadas de acordo com o sistema
taxionômico proposto por Lineu.

Resposta da questão 25:
[E]

Bactérias reproduzem-se assexuadamente por bipartição (cissiparidade) e podem realizar tanto
a respiração aeróbia, quanto a anaeróbia.
Treinamento vírus e Monera – Super Super Med
                         Prof. Emanuel

Resposta da questão 26:
[E]

Os Staphylococcus apresentam colônias com aspecto de cachos de uva. Os estreptococos
apresentam um arranjo linear em forma de colar.

Resposta da questão 27:
[B]
Bactérias possuem DNA e RNA e não possuem histonas.

Resposta da questão 28:
[E]

Resposta da questão 29:
[E]

Resposta da questão 30:
[C]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º anoExercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Rosana Gouveia
 
avaliação 9 ano química
avaliação 9 ano químicaavaliação 9 ano química
avaliação 9 ano química
daianafrs
 
Exercícios vacinas e soros
Exercícios vacinas e sorosExercícios vacinas e soros
Exercícios vacinas e soros
diegodduarte
 
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
cristiana Leal
 
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Carlos Priante
 
Exercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônicaExercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônica
Valquiria R. Nascimento
 
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufaAtividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades Diversas Cláudia
 
Avaliação bimestral de biologia 1º ano
Avaliação bimestral de biologia 1º anoAvaliação bimestral de biologia 1º ano
Avaliação bimestral de biologia 1º ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
cienciasdinamica
 
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃOAVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Mapa mental - Origem da vida
Mapa mental - Origem da vidaMapa mental - Origem da vida
Mapa mental - Origem da vida
Vinícia Becalli
 
Avaliação diagnóstica 7º ano
Avaliação diagnóstica   7º anoAvaliação diagnóstica   7º ano
Avaliação diagnóstica 7º ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Classificação dos reinos
Classificação dos reinosClassificação dos reinos
Classificação dos reinos
emanuel
 
Exercícios taxonomia
Exercícios taxonomiaExercícios taxonomia
Exercícios taxonomia
Sheila Vieira
 
Lista de exerc - Acidos Nucleicos - 1ano
Lista de exerc - Acidos Nucleicos - 1anoLista de exerc - Acidos Nucleicos - 1ano
Lista de exerc - Acidos Nucleicos - 1ano
ADÃO Graciano
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
Pedro Monteiro
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
Carlos Magno Braga
 
Introdução a quimica organica
Introdução a quimica organicaIntrodução a quimica organica
Introdução a quimica organica
Carmem Beline
 
Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2
Fidel Fernandes Teixeira
 
Exercícios vírus e bactérias
Exercícios vírus e bactériasExercícios vírus e bactérias
Exercícios vírus e bactérias
Sheila Vieira
 

Mais procurados (20)

Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º anoExercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
Exercicios de Revisão - Vírus e Bactérias - 2º ano
 
avaliação 9 ano química
avaliação 9 ano químicaavaliação 9 ano química
avaliação 9 ano química
 
Exercícios vacinas e soros
Exercícios vacinas e sorosExercícios vacinas e soros
Exercícios vacinas e soros
 
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
96513559 7-ano-bacterias-protistas-fungos-virus-com-gabarito cópia
 
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos AtômicosLista de exercícios I Modelos Atômicos
Lista de exercícios I Modelos Atômicos
 
Exercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônicaExercícios de distribuição eletrônica
Exercícios de distribuição eletrônica
 
Atividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufaAtividades aquecimento global e efeito estufa
Atividades aquecimento global e efeito estufa
 
Avaliação bimestral de biologia 1º ano
Avaliação bimestral de biologia 1º anoAvaliação bimestral de biologia 1º ano
Avaliação bimestral de biologia 1º ano
 
Aula sobre células
Aula sobre célulasAula sobre células
Aula sobre células
 
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃOAVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
 
Mapa mental - Origem da vida
Mapa mental - Origem da vidaMapa mental - Origem da vida
Mapa mental - Origem da vida
 
Avaliação diagnóstica 7º ano
Avaliação diagnóstica   7º anoAvaliação diagnóstica   7º ano
Avaliação diagnóstica 7º ano
 
Classificação dos reinos
Classificação dos reinosClassificação dos reinos
Classificação dos reinos
 
Exercícios taxonomia
Exercícios taxonomiaExercícios taxonomia
Exercícios taxonomia
 
Lista de exerc - Acidos Nucleicos - 1ano
Lista de exerc - Acidos Nucleicos - 1anoLista de exerc - Acidos Nucleicos - 1ano
Lista de exerc - Acidos Nucleicos - 1ano
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
 
Tabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º anoTabela periódica 9º ano
Tabela periódica 9º ano
 
Introdução a quimica organica
Introdução a quimica organicaIntrodução a quimica organica
Introdução a quimica organica
 
Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2Modelo atómico exerccios 2
Modelo atómico exerccios 2
 
Exercícios vírus e bactérias
Exercícios vírus e bactériasExercícios vírus e bactérias
Exercícios vírus e bactérias
 

Destaque

1° simulado 2014 / Curso Popular / UEPA Salvaterra
1° simulado 2014 / Curso Popular  / UEPA Salvaterra1° simulado 2014 / Curso Popular  / UEPA Salvaterra
1° simulado 2014 / Curso Popular / UEPA Salvaterra
Wender Gomes
 
Revisão bahiana 2ª etapa
Revisão bahiana 2ª etapaRevisão bahiana 2ª etapa
Revisão bahiana 2ª etapa
emanuel
 
Exercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaExercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetria
O mundo da FÍSICA
 
Treinamento sistema excretor
Treinamento sistema excretorTreinamento sistema excretor
Treinamento sistema excretor
emanuel
 
Questao biotecnologia
Questao biotecnologiaQuestao biotecnologia
Questao biotecnologia
Jeswallyson Oliveira
 
Treinamento Sangue
Treinamento SangueTreinamento Sangue
Treinamento Sangue
emanuel
 
Treinamento proteína e vitaminas
Treinamento proteína e vitaminasTreinamento proteína e vitaminas
Treinamento proteína e vitaminas
emanuel
 
Treinamento cariologia
Treinamento cariologiaTreinamento cariologia
Treinamento cariologia
emanuel
 
Treinamento citoplasma
Treinamento citoplasmaTreinamento citoplasma
Treinamento citoplasma
emanuel
 
Treinamento digestório e respiratório
Treinamento digestório e respiratórioTreinamento digestório e respiratório
Treinamento digestório e respiratório
emanuel
 
Treinamento gametogênese
Treinamento gametogêneseTreinamento gametogênese
Treinamento gametogênese
emanuel
 
Treinamento de membrana plasmática
Treinamento de membrana plasmáticaTreinamento de membrana plasmática
Treinamento de membrana plasmática
emanuel
 
Treinamento sistema circulatório humano
Treinamento sistema circulatório humanoTreinamento sistema circulatório humano
Treinamento sistema circulatório humano
emanuel
 
Noções de Histologia
Noções de HistologiaNoções de Histologia
Noções de Histologia
emanuel
 
Treinamento origem da vida
Treinamento origem da vidaTreinamento origem da vida
Treinamento origem da vida
emanuel
 
Treinamento carboidrato e lipídio
Treinamento carboidrato e lipídioTreinamento carboidrato e lipídio
Treinamento carboidrato e lipídio
emanuel
 
Treinamento de evolução
Treinamento de evoluçãoTreinamento de evolução
Treinamento de evolução
emanuel
 
Lista de Histologia Animal
Lista de Histologia AnimalLista de Histologia Animal
Lista de Histologia Animal
emanuel
 
3° simulado ENEM - matematica e linguagens
3° simulado ENEM -  matematica e linguagens3° simulado ENEM -  matematica e linguagens
3° simulado ENEM - matematica e linguagens
emanuel
 
B16 QuimiossíNtese
B16   QuimiossíNteseB16   QuimiossíNtese
B16 QuimiossíNtese
Nuno Correia
 

Destaque (20)

1° simulado 2014 / Curso Popular / UEPA Salvaterra
1° simulado 2014 / Curso Popular  / UEPA Salvaterra1° simulado 2014 / Curso Popular  / UEPA Salvaterra
1° simulado 2014 / Curso Popular / UEPA Salvaterra
 
Revisão bahiana 2ª etapa
Revisão bahiana 2ª etapaRevisão bahiana 2ª etapa
Revisão bahiana 2ª etapa
 
Exercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetriaExercícios extras_calorimetria
Exercícios extras_calorimetria
 
Treinamento sistema excretor
Treinamento sistema excretorTreinamento sistema excretor
Treinamento sistema excretor
 
Questao biotecnologia
Questao biotecnologiaQuestao biotecnologia
Questao biotecnologia
 
Treinamento Sangue
Treinamento SangueTreinamento Sangue
Treinamento Sangue
 
Treinamento proteína e vitaminas
Treinamento proteína e vitaminasTreinamento proteína e vitaminas
Treinamento proteína e vitaminas
 
Treinamento cariologia
Treinamento cariologiaTreinamento cariologia
Treinamento cariologia
 
Treinamento citoplasma
Treinamento citoplasmaTreinamento citoplasma
Treinamento citoplasma
 
Treinamento digestório e respiratório
Treinamento digestório e respiratórioTreinamento digestório e respiratório
Treinamento digestório e respiratório
 
Treinamento gametogênese
Treinamento gametogêneseTreinamento gametogênese
Treinamento gametogênese
 
Treinamento de membrana plasmática
Treinamento de membrana plasmáticaTreinamento de membrana plasmática
Treinamento de membrana plasmática
 
Treinamento sistema circulatório humano
Treinamento sistema circulatório humanoTreinamento sistema circulatório humano
Treinamento sistema circulatório humano
 
Noções de Histologia
Noções de HistologiaNoções de Histologia
Noções de Histologia
 
Treinamento origem da vida
Treinamento origem da vidaTreinamento origem da vida
Treinamento origem da vida
 
Treinamento carboidrato e lipídio
Treinamento carboidrato e lipídioTreinamento carboidrato e lipídio
Treinamento carboidrato e lipídio
 
Treinamento de evolução
Treinamento de evoluçãoTreinamento de evolução
Treinamento de evolução
 
Lista de Histologia Animal
Lista de Histologia AnimalLista de Histologia Animal
Lista de Histologia Animal
 
3° simulado ENEM - matematica e linguagens
3° simulado ENEM -  matematica e linguagens3° simulado ENEM -  matematica e linguagens
3° simulado ENEM - matematica e linguagens
 
B16 QuimiossíNtese
B16   QuimiossíNteseB16   QuimiossíNtese
B16 QuimiossíNtese
 

Semelhante a Treinamento - Monera e vírus super super med

Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungiLista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Carlos Priante
 
ESTUDO DIRIGIDO classificação, virus, fungos,protoctistas
ESTUDO DIRIGIDO classificação, virus, fungos,protoctistasESTUDO DIRIGIDO classificação, virus, fungos,protoctistas
ESTUDO DIRIGIDO classificação, virus, fungos,protoctistas
Ronaldo Santana
 
Treinamento para a AV1 - II bimestre
Treinamento para a AV1 - II  bimestreTreinamento para a AV1 - II  bimestre
Treinamento para a AV1 - II bimestre
emanuel
 
Bac, virus , fungi e protista
Bac, virus , fungi e protistaBac, virus , fungi e protista
Bac, virus , fungi e protista
Edilena Rodrigues
 
Material revisional-i mpressao
Material revisional-i mpressaoMaterial revisional-i mpressao
Material revisional-i mpressao
Prefeitura de Ipixuna do Pará
 
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
Regina Silva
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elas
Evandro Batista
 
reino.monera.exercicio.pdf
reino.monera.exercicio.pdfreino.monera.exercicio.pdf
reino.monera.exercicio.pdf
PATRICIAPAZ46
 
Reino monera
Reino moneraReino monera
Reino monera
Jamille Nunez
 
Reinomonera 130821171628-phpapp01
Reinomonera 130821171628-phpapp01Reinomonera 130821171628-phpapp01
Reinomonera 130821171628-phpapp01
elenice soares
 
AV1 - ciências humanas e naturais- II bimestre
AV1  - ciências humanas e naturais- II bimestreAV1  - ciências humanas e naturais- II bimestre
AV1 - ciências humanas e naturais- II bimestre
emanuel
 
monerasprotistasfungos______________.pdf
monerasprotistasfungos______________.pdfmonerasprotistasfungos______________.pdf
monerasprotistasfungos______________.pdf
MayaraLaun1
 
Vírus e reino monera[1]
Vírus e reino monera[1]Vírus e reino monera[1]
Vírus e reino monera[1]
Roberto Bagatini
 
Biologia reino monera_exercicios
Biologia reino monera_exerciciosBiologia reino monera_exercicios
Biologia reino monera_exercicios
Miguel Aquino
 
Nono plano de sheila coelho
Nono plano de sheila coelhoNono plano de sheila coelho
Nono plano de sheila coelho
Sheila Lorena Araujo Coelho
 
reino.monera.exercicio (1).docx
reino.monera.exercicio (1).docxreino.monera.exercicio (1).docx
reino.monera.exercicio (1).docx
PATRICIAPAZ46
 
exercicios sobre os reinos
 exercicios sobre os reinos  exercicios sobre os reinos
exercicios sobre os reinos
Vivi Alves
 
Respostas da galera virus e reinos
Respostas da galera virus e reinosRespostas da galera virus e reinos
Respostas da galera virus e reinos
Vivi Alves
 
Nono plano de sheila coelho
Nono plano de sheila coelhoNono plano de sheila coelho
Nono plano de sheila coelho
Sheila Lorena Araujo Coelho
 
Prof. Adão Marcos bactérias.
Prof. Adão Marcos bactérias.Prof. Adão Marcos bactérias.
Prof. Adão Marcos bactérias.
ADÃO Graciano
 

Semelhante a Treinamento - Monera e vírus super super med (20)

Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungiLista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
Lista de exercícios vii reinos monera, protista e fungi
 
ESTUDO DIRIGIDO classificação, virus, fungos,protoctistas
ESTUDO DIRIGIDO classificação, virus, fungos,protoctistasESTUDO DIRIGIDO classificação, virus, fungos,protoctistas
ESTUDO DIRIGIDO classificação, virus, fungos,protoctistas
 
Treinamento para a AV1 - II bimestre
Treinamento para a AV1 - II  bimestreTreinamento para a AV1 - II  bimestre
Treinamento para a AV1 - II bimestre
 
Bac, virus , fungi e protista
Bac, virus , fungi e protistaBac, virus , fungi e protista
Bac, virus , fungi e protista
 
Material revisional-i mpressao
Material revisional-i mpressaoMaterial revisional-i mpressao
Material revisional-i mpressao
 
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
 
Bacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elasBacterias e as doenças causadas por elas
Bacterias e as doenças causadas por elas
 
reino.monera.exercicio.pdf
reino.monera.exercicio.pdfreino.monera.exercicio.pdf
reino.monera.exercicio.pdf
 
Reino monera
Reino moneraReino monera
Reino monera
 
Reinomonera 130821171628-phpapp01
Reinomonera 130821171628-phpapp01Reinomonera 130821171628-phpapp01
Reinomonera 130821171628-phpapp01
 
AV1 - ciências humanas e naturais- II bimestre
AV1  - ciências humanas e naturais- II bimestreAV1  - ciências humanas e naturais- II bimestre
AV1 - ciências humanas e naturais- II bimestre
 
monerasprotistasfungos______________.pdf
monerasprotistasfungos______________.pdfmonerasprotistasfungos______________.pdf
monerasprotistasfungos______________.pdf
 
Vírus e reino monera[1]
Vírus e reino monera[1]Vírus e reino monera[1]
Vírus e reino monera[1]
 
Biologia reino monera_exercicios
Biologia reino monera_exerciciosBiologia reino monera_exercicios
Biologia reino monera_exercicios
 
Nono plano de sheila coelho
Nono plano de sheila coelhoNono plano de sheila coelho
Nono plano de sheila coelho
 
reino.monera.exercicio (1).docx
reino.monera.exercicio (1).docxreino.monera.exercicio (1).docx
reino.monera.exercicio (1).docx
 
exercicios sobre os reinos
 exercicios sobre os reinos  exercicios sobre os reinos
exercicios sobre os reinos
 
Respostas da galera virus e reinos
Respostas da galera virus e reinosRespostas da galera virus e reinos
Respostas da galera virus e reinos
 
Nono plano de sheila coelho
Nono plano de sheila coelhoNono plano de sheila coelho
Nono plano de sheila coelho
 
Prof. Adão Marcos bactérias.
Prof. Adão Marcos bactérias.Prof. Adão Marcos bactérias.
Prof. Adão Marcos bactérias.
 

Mais de emanuel

Revisão ENEM EVOLUÇÃO
Revisão ENEM EVOLUÇÃORevisão ENEM EVOLUÇÃO
Revisão ENEM EVOLUÇÃO
emanuel
 
Revisão de Ecologia
Revisão de Ecologia   Revisão de Ecologia
Revisão de Ecologia
emanuel
 
3º simulado enem - ciencias humanas e naturais
3º simulado enem -  ciencias humanas e naturais3º simulado enem -  ciencias humanas e naturais
3º simulado enem - ciencias humanas e naturais
emanuel
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
emanuel
 
Noções de Cladistica
Noções de CladisticaNoções de Cladistica
Noções de Cladistica
emanuel
 
Sistema digestório e circulatório
Sistema digestório e circulatórioSistema digestório e circulatório
Sistema digestório e circulatório
emanuel
 
2º simulado Enem - Matematica e Linguagens
2º simulado Enem - Matematica e Linguagens2º simulado Enem - Matematica e Linguagens
2º simulado Enem - Matematica e Linguagens
emanuel
 
2º simulado Enem- Ciências Humanas e Naturais
2º simulado Enem- Ciências Humanas e Naturais2º simulado Enem- Ciências Humanas e Naturais
2º simulado Enem- Ciências Humanas e Naturais
emanuel
 
1º simulado Enem Compacto
1º simulado   Enem Compacto 1º simulado   Enem Compacto
1º simulado Enem Compacto
emanuel
 
Simulado Bahiana 2015.1
Simulado Bahiana 2015.1Simulado Bahiana 2015.1
Simulado Bahiana 2015.1
emanuel
 
1º simulado ENEM - Matematica e Linguagens
1º simulado ENEM - Matematica e Linguagens1º simulado ENEM - Matematica e Linguagens
1º simulado ENEM - Matematica e Linguagens
emanuel
 
1º simulado ENEM - Humanas e Naturais
1º simulado ENEM - Humanas e Naturais1º simulado ENEM - Humanas e Naturais
1º simulado ENEM - Humanas e Naturais
emanuel
 
Ecologia - Níveis de organização
Ecologia - Níveis de organizaçãoEcologia - Níveis de organização
Ecologia - Níveis de organização
emanuel
 
Câncer ( arquivo atualizado)
Câncer ( arquivo atualizado)Câncer ( arquivo atualizado)
Câncer ( arquivo atualizado)
emanuel
 
Reino Monera 2015
Reino Monera 2015Reino Monera 2015
Reino Monera 2015
emanuel
 
Aula dica 2014
Aula dica 2014Aula dica 2014
Aula dica 2014
emanuel
 
Aula Dica 2014 - Lâminas
Aula Dica 2014 - Lâminas Aula Dica 2014 - Lâminas
Aula Dica 2014 - Lâminas
emanuel
 
Gabarito s4 sim_teste_2014
Gabarito s4 sim_teste_2014Gabarito s4 sim_teste_2014
Gabarito s4 sim_teste_2014emanuel
 
Av1 matemática e linguagens - 17-05
Av1   matemática e linguagens - 17-05Av1   matemática e linguagens - 17-05
Av1 matemática e linguagens - 17-05
emanuel
 
Bioquímica - Enem compacto
Bioquímica - Enem compactoBioquímica - Enem compacto
Bioquímica - Enem compacto
emanuel
 

Mais de emanuel (20)

Revisão ENEM EVOLUÇÃO
Revisão ENEM EVOLUÇÃORevisão ENEM EVOLUÇÃO
Revisão ENEM EVOLUÇÃO
 
Revisão de Ecologia
Revisão de Ecologia   Revisão de Ecologia
Revisão de Ecologia
 
3º simulado enem - ciencias humanas e naturais
3º simulado enem -  ciencias humanas e naturais3º simulado enem -  ciencias humanas e naturais
3º simulado enem - ciencias humanas e naturais
 
Noções de Biotecnologia
Noções de BiotecnologiaNoções de Biotecnologia
Noções de Biotecnologia
 
Noções de Cladistica
Noções de CladisticaNoções de Cladistica
Noções de Cladistica
 
Sistema digestório e circulatório
Sistema digestório e circulatórioSistema digestório e circulatório
Sistema digestório e circulatório
 
2º simulado Enem - Matematica e Linguagens
2º simulado Enem - Matematica e Linguagens2º simulado Enem - Matematica e Linguagens
2º simulado Enem - Matematica e Linguagens
 
2º simulado Enem- Ciências Humanas e Naturais
2º simulado Enem- Ciências Humanas e Naturais2º simulado Enem- Ciências Humanas e Naturais
2º simulado Enem- Ciências Humanas e Naturais
 
1º simulado Enem Compacto
1º simulado   Enem Compacto 1º simulado   Enem Compacto
1º simulado Enem Compacto
 
Simulado Bahiana 2015.1
Simulado Bahiana 2015.1Simulado Bahiana 2015.1
Simulado Bahiana 2015.1
 
1º simulado ENEM - Matematica e Linguagens
1º simulado ENEM - Matematica e Linguagens1º simulado ENEM - Matematica e Linguagens
1º simulado ENEM - Matematica e Linguagens
 
1º simulado ENEM - Humanas e Naturais
1º simulado ENEM - Humanas e Naturais1º simulado ENEM - Humanas e Naturais
1º simulado ENEM - Humanas e Naturais
 
Ecologia - Níveis de organização
Ecologia - Níveis de organizaçãoEcologia - Níveis de organização
Ecologia - Níveis de organização
 
Câncer ( arquivo atualizado)
Câncer ( arquivo atualizado)Câncer ( arquivo atualizado)
Câncer ( arquivo atualizado)
 
Reino Monera 2015
Reino Monera 2015Reino Monera 2015
Reino Monera 2015
 
Aula dica 2014
Aula dica 2014Aula dica 2014
Aula dica 2014
 
Aula Dica 2014 - Lâminas
Aula Dica 2014 - Lâminas Aula Dica 2014 - Lâminas
Aula Dica 2014 - Lâminas
 
Gabarito s4 sim_teste_2014
Gabarito s4 sim_teste_2014Gabarito s4 sim_teste_2014
Gabarito s4 sim_teste_2014
 
Av1 matemática e linguagens - 17-05
Av1   matemática e linguagens - 17-05Av1   matemática e linguagens - 17-05
Av1 matemática e linguagens - 17-05
 
Bioquímica - Enem compacto
Bioquímica - Enem compactoBioquímica - Enem compacto
Bioquímica - Enem compacto
 

Treinamento - Monera e vírus super super med

  • 1. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel 1. Os seres vivos são descendentes de um ancestral unicelular que surgiu há, aproximadamente, 4 bilhões de anos. Devido a sua ancestralidade comum, os organismos, com exceção dos vírus, compartilham algumas características não encontradas no mundo inanimado. a) Descreva as características compartilhadas pelos organismos. b) Quais são as exceções que levam os cientistas a terem dúvidas se os vírus podem ser classificados como seres vivos? 2. As mudanças ocorridas na atmosfera, desde o surgimento da vida na terra até os dias atuais, levaram a uma evolução na forma pela qual os organismos obtêm sua energia. Considerando as quatro amplas categorias nutricionais: fotoautotróficos, fotoheterotróficos, quimioautotróficos e quimioheterotróficos, é correto afirmar: a) Os fotoautotróficos apresentam como fonte de energia compostos orgânicos. b) As bactérias são capazes de obter energia por essas quatro categorias. c) Os quimioautotróficos obtêm carbono a partir de substâncias inorgânicas. d) Os quimioheterotróficos obtêm energia a partir da luz. e) Os fotoheterotróficos obtêm energia a partir da luz e, o carbono a partir de compostos inorgânicos. 3. As cianobactérias são organismos frequentemente encontrados no ambiente aquático. Esses organismos: a) são procariontes com material genético diploide e pertencentes ao Reino Protista. b) são uni ou multicelulares com parede celular rígida e flagelos locomotores. c) possuem pigmentos fotossintéticos, mas realizam quimiossíntese como metabolismo energético. d) podem, em ambientes eutrofizados, proliferar e produzir toxinas que contaminam peixes. e) participam, igual a outras bactérias, das cadeias alimentares como produtores e decompositores. 4. Os alimentos mal preparados ou conservados de forma inadequada podem estar contaminados pela bactéria anaeróbia obrigatória denominada Clostridium botulinum. Essa bactéria é produtora da neurotoxina botulínica, que pode acumular-se nos alimentos mal conservados e causar a doença botulismo. Essa doença é grave, não muito frequente e provoca paralisia flácida (fraqueza dos músculos), dificuldade de engolir, vômito, fala ininteligível, retenção de urina, podendo evoluir para paralisia respiratória, se não for tratada rapidamente. Com relação a essa doença, assinale a alternativa correta. a) O botulismo é uma doença contagiosa. b) As bactérias causadoras do botulismo são autótrofas. c) As bactérias Clostridium botulinum somente se desenvolvem na ausência de oxigênio. d) As latas que possuem alimentos contaminados pela bactéria Clostridium botulinum podem ficar estufadas devido ao acúmulo de nitrogênio. e) As bactérias causadoras do botulismo obtêm a energia necessária ao seu metabolismo, a partir da quebra de compostos orgânicos na presença de oxigênio. 5. Artefato bélico desenvolvido para espalhar agentes vivos, capazes de infectar um grande número de pessoas, é chamado de arma biológica, contendo vírus e bactérias modificados geneticamente em laboratórios, para se tornarem resistentes, matando ou incapacitando humanos, animais e plantas de uma nação adversária. Potencialmente, para este fim, destacam-se os bacilos Bacillus anthracis e Clostridium botulinum, os vírus da varíola e o ebola. A respeito dos microorganismos destacados, afirma-se que: a) pertencem ao mesmo reino por não apresentar material genético envolvido pela carioteca. b) as bactérias pertencem ao mesmo gênero porque possuem forma esférica. c) são autótrofos e só se reproduzem no interior de outras células. d) formam esporos que são as estruturas de resistência no ambiente externo. e) as bactérias possuem mesma forma e pertencem a gêneros e espécies diferentes.
  • 2. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel 6. A professora de Ciências solicitou aos alunos que fizessem um trabalho sobre alguns microrganismos e diante dessa proposta, o aluno Thales afirmou para sua amiga Mariana que as bactérias e fungos só causam problemas e deveriam ser eliminados do mundo não havendo muito que se estudar sobre eles. Em resposta, Mariana disse que isso seria impossível e que eles são importantes também para os seres humanos defendendo seu ponto de vista. Um argumento correto que ela poderia usar seria: a) eles realizam a fotossíntese, mantendo constante a concentração de gás oxigênio na natureza e poderiam até substituir os vegetais. b) todos são bons e nunca seriam eliminados porque não existem substâncias sintéticas que os eliminem. c) alguns fungos podem produzir a penicilina e certas bactérias atuam na produção de alguns alimentos. d) eles realizam a fermentação, utilizando a energia solar e isso faz deles os grandes produtores de todos os ambientes. e) certas bactérias auxiliam na produção de alguns medicamentos e os fungos liberam gás oxigênio para o ar. 7. Assinale a alternativa incorreta a respeito das características gerais dos vírus. a) Muitos vírus são específicos em relação ao hospedeiro; atacam apenas um tipo de célula ou poucos tipos. b) Os vírus são considerados parasitos intracelulares obrigatórios, pois são capazes de se multiplicar apenas no interior de células hospedeiras. c) Um vírus é um organismo acelular, constituído basicamente por um capsídio proteico e por moléculas de DNA e RNA. d) Infecção viral consiste na penetração do vírus no interior da célula hospedeira. e) Após a adesão do vírus à membrana plasmática da célula hospedeira, pode haver a entrada de todo o vírus no interior celular ou apenas do seu material genético. 8. As células da maioria das bactérias possuem uma camada mais externa, responsável pela sua forma e proteção, conforme ilustrado na figura. Sobre a estrutura 3, afirma-se: I. Altera as informações genéticas da bactéria. II. Responsabiliza-se pela síntese proteica bacteriana. III. Compõe-se principalmente de peptidioglicanos. IV. Liga-se a manutenção da forma do micro-organismo. São corretos apenas os itens a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) III e IV.
  • 3. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel 9. Uma das características dos seres vivos é a presença de célula. As células hoje conhecidas são consideradas a menor unidade funcional dos seres vivos. Sobre esse assunto, assinale a alternativa correta. a) A membrana plasmática de células animais é constituída de lipídeos, proteínas e ácidos nucleicos.. b) Apenas as células vegetais possuem a parede celular, estrutura impermeável que garante proteção à célula. c) As células das cianobactérias são consideradas procariontes, uma vez que não possuem organização interna (organelas membranosas). d) Células eucariontes conseguem a produção de energia em organelas denominadas de complexo de Golgi. e) A síntese de proteínas ocorre no interior dos lisossomos das células procariontes. 10. Uma infecção por HIV pode estar presente por vários anos antes da manifestação dos primeiros sintomas, sem que o portador suspeite disso. Esse longo período de “latência” frequentemente ocasiona a transmissão viral. Com base na figura e nos conhecimentos sobre AIDS (síndrome da imunodeficiência adquirida), considere as afirmativas a seguir. I. No primeiro ano da infecção por HIV, o sistema imune produz anticorpos contra diversos componentes celulares, incluindo DNA e proteínas nucleares. II. Após o segundo ano, a concentração de células T diminui gradativamente, a concentração de HIV aumenta e a pessoa infectada pode apresentar sintomas como inflamação dos linfonodos e febre. III. A partir do terceiro ano, as células T diminuem e a concentração de HIV aumenta, indicando que o indivíduo se torna mais suscetível a outras infecções que as células T normalmente eliminariam. IV. Após o nono ano, a concentração de HIV se estabiliza e um nível adequado de células T possibilita o desenvolvimento de respostas imunes. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e III são corretas. b) Somente as afirmativas I e IV são corretas. c) Somente as afirmativas II e III são corretas. d) Somente as afirmativas I, II e IV são corretas. e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas. 11. Vacinação contra Pólio encerra dia 31 de agosto
  • 4. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel Entre os dias 09 e 14 de agosto mais de 19.500 crianças de zero a cinco anos foram imunizadas contra o vírus da poliomielite na capital (Florianópolis). Esse número equivale a uma cobertura de 77,27% da meta prevista para toda essa fase da campanha. Em todo país, no mesmo período, o índice é de 56,37 % e em Santa Catarina de 75,94%. Os pais ou responsáveis têm até sexta-feira (27) para levar seus filhos a um Centro de Saúde para tomar as gotinhas. FONTE: Adaptado de http://portal.pmf.sc.gov.br/entidades/saude/?pagina=notpagina&menu=3&noti=2300. Acesso em: 29 ago. 2010. Sobre a poliomelite, é correto afirmar que é... a) causada por protozoários e pode ser transmitida através de secreções do sistema respiratório. b) causada por bactérias e pode ser transmitida através de secreções do sistema respiratório. c) causada por vírus e pode ser transmitida através de secreções do sistema respiratório. d) causada por bactérias e pode ser transmitida por relações sexuais. e) causada por vírus e pode ser transmitida através de transfusões sanguíneas. 12. Os vírus são parasitas submicroscópicos e possuem genomas que se replicam dentro de um hospedeiro vivo, direcionando o mecanismo genético da célula para a síntese de ácidos nucleicos e proteínas virais. Estas características os fazem responsáveis por gerar doenças em grande parte da diversidade biológica. HAVEN, P.H.; EVERT, R. F.; EICHHORN, S. E. Biologia vegetal. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007. Sobre os vírus, é correto afirmar: a) possuem RNA ou DNA em fita simples ou dupla, respectivamente, envolto por uma capa proteica denominada capsídeo, com subunidades que são os capsômeros. b) são conhecidos também como viroides por serem agentes infecciosos e por interferirem na regulação gênica da célula hospedeira. c) o bacteriófago é um vírus que possui estrutura genômica de retrovírus e libera príons quando está no interior da célula hospedeira. d) causam doenças tais como febre amarela, coqueluche, rubéola, cólera e caxumba. 13. A influência de fatores ambientais, como a disponibilidade de alimentos, sobre o crescimento dos seres vivos pode ser avaliada experimentalmente. Considere, por exemplo, um inóculo da bactéria E. coli que foi introduzido em um meio nutritivo adequado. O tempo de geração, ou seja, o intervalo de tempo necessário para que uma célula se duplique, foi medido durante a fase de crescimento exponencial e durante a fase estacionária. Observe os gráficos abaixo:
  • 5. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel O resultado desse experimento, em relação à influência de fatores ambientais no crescimento bacteriano, está representado pelo gráfico de número: a) I b) II c) III d) IV 14. Analise as afirmativas sobre fatores que são levados em conta nos processos utilizados para conservar alimentos. I - Os microrganismos dependem da água líquida para suas obrevivência. II - Os microrganismos necessitam de temperaturas adequadas para crescerem e se multiplicarem. A multiplicação de microrganismos, em geral, é mais rápida entre 25°C e 45°C, aproximadamente. III- As transformações químicas têm maior rapidez quanto maior for a temperatura. IV - Há substâncias que acrescentadas ao alimento dificultam a sobrevivência ou a multiplicação de microrganismos. V - No ar há microrganismos que, encontrando alimento, água líquida e temperaturas adequadas, crescem e se multiplicam. Sobre esse assunto, lê-se em uma embalagem de leite "longa-vida": "Após aberto é preciso guardá-lo em geladeira". Assinale a opção correta sobre os fatores, dentre os apresentados, que atuam na deterioração rápida do leite, caso uma pessoa não siga tal instrução, principalmente no verão tropical. a) Apenas a afirmativa I é verdadeira. b) Apenas a afirmativa II é verdadeira. c) Apenas as afirmativas II, III e V são verdadeiras. d) Apenas as afirmativas I, II e III são verdadeiras. e) Apenas as afirmativas I, III, IV e V são verdadeiras. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO: Os fósseis mais antigos da vida, assim como seus mais velhos vestígios químicos, aparecem no registro rochoso quase imediatamente depois de a Terra haver formado uma crosta sólida, há cerca de 3,85 bilhões de anos. Esses remanescentes das mais antigas formas de vida são procarióticos. Neles, o sexo difere fundamentalmente do sexo reprodutor dos animais e das plantas. Sendo verdadeiramente transgênico, o sexo procariótico sempre implica a movimentação de genes de uma fonte doadora para uma bactéria receptora viva. Essa movimentação genética, presente no alvorecer da vida, proporcionou um importante meio de sobrevivência a todas as formas biológicas posteriores. MARGULIS, Lynn; SAGAN, Dorion. O que é o sexo? Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002. 15. Considerando-se os padrões de organização existentes entre os seres vivos, pode-se afirmar como uma característica exclusiva do padrão procariótico a presença de
  • 6. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel a) uma membrana lipoproteica que delimita o material genético no interior do núcleo. b) ribossomos aderidos ao RNA mensageiro na produção de cadeias polipeptídicas para uso da própria célula. c) respiração celular em ambiente citoplasmático específico a partir da oxidação completa de compostos orgânicos. d) transcrição do material genético simultaneamente com a tradução em proteínas específicas, da mesma molécula de RNA transcrita. e) redução química de moléculas de gás carbônico em moléculas orgânicas a partir de uma fonte energética externa. 16. O vírus Influenza A (H1N1) provoca uma doença respiratória transmitida de pessoa a pessoa, principalmente por meio de tosse, espirro ou de secreções respiratórias de pessoas infectadas. Dentre os sinais e sintomas provocados pela doença, estão: febre repentina, tosse, dor De cabeça, dores musculares, dores nas articulações e coriza. Disponível em: http://portal.saude.gov.br/saude. Acesso em: 09 set. 2009 Assinale a alternativa correta. a) O material genético presente na cápsula viral encontra-se estável, sendo incapaz de sofrer processos de mutação. b) Os vírus são formados por células muito simples, constituídas apenas por uma membrana plasmática e pelo material genético disperso no citosol. c) O vírus H1N1, assim como algumas bactérias, tem uma grande capacidade de replicação, ou seja, suas células dividem-se rapidamente pelo processo conhecido como mitose. d) De forma geral, os vírus apresentam o material genético DNA, RNA ou ambos, inseridos no núcleo de suas células. e) Os vírus são considerados por vários pesquisadores como parasitas intracelulares obrigatórios, uma vez que utilizam obrigatoriamente células procariontes ou eucariontes para promover a sua replicação. 17. A influenza A (H1N1), mais conhecida como Gripe A, marcou o mundo em 2009 – constituindo-se em uma doença respiratória viral. Os vírus influenza são compostos de RNA, e subdividem-se em três tipos: A, B e C. Os tipos A e B causam maior morbidade (doença) e mortalidade (mortes) que o tipo C. Geralmente as epidemias e pandemias (epidemia em vários países) estão associadas ao vírus influenza A. Uma pessoa pode ter influenza mais de uma vez, mas não pelo subtipo de vírus com o qual tenha sido infectada. Isso porque a pessoa fica imunizada pelo subtipo de vírus depois de ter a doença. O vírus é transmitido de pessoa a pessoa, principalmente por meio da tosse, espirro ou de secreções respiratórias de pessoas infectadas. Entre os principais medicamentos utilizados no tratamento da Gripe A encontra-se o Tamiflu, cujo princípio ativo interfere na entrada do vírus em células não infectadas e também na liberação de partículas virais formadas recentemente a partir de células infectadas. Disponível em: www.saude.gov.br. Acesso em: 06 set. 2009. Texto adaptado de: www3.pucrs.br/notícias. Acesso em: 06 set. 2009. Leia as proposições abaixo: I – Os seres vivos podem ser classificados em cinco reinos: Monera, Protista, Plantae, Fungi e Animalia. Por serem unicelulares procariontes, os vírus estão enquadrados no Reino Monera. II – Por serem partículas infecciosas acelulares, os vírus são obrigatoriamente parasitas celulares, necessitando de outros seres vivos para a formação de novas partículas virais. III – A imunização de uma pessoa a uma doença virótica após o contágio ou através de vacina se deve ao sistema imunológico humano, composto basicamente pelas hemácias ou glóbulos vermelhos.
  • 7. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel IV– Os vírus são formados basicamente por ácido nucleico envolvido por uma capa proteica denominada capsídeo. Os vírus da Influenza A apresentam RNA como ácido nucleico. O RNA é uma molécula formada por duas cadeias de nucleotídeos em antiparalelo, com estrutura helicoidal de acordo com o modelo da dupla hélice proposto por Watson e Crick em 1953. Com base nos seus conhecimentos e no texto acima sobre vírus, classificação, morfologia e fisiologia dos seres vivos, assinale a alternativa correta. a) Apenas a proposição III é verdadeira. b) Apenas as proposições I e II são verdadeiras. c) Apenas as proposições III e IV são verdadeiras. d) Apenas as proposições I e IV são verdadeiras. e) Apenas a proposição II é verdadeira. 18. Na década de 1990 foram descobertas, no genoma de aves e mamíferos, inúmeras sequências de DNA que tinham grande similaridade com os retrovírus infecciosos e por isso foram denominadas retrovírus endógenos (RVEs). Sabemos hoje que esses estranhos elementos constituem 8% do genoma humano. (Fonte: Instituto Ciência Hoje – coluna Deriva Genética.) Sobre os retrovírus endógenos, considere as seguintes afirmativas: 1. Retrovírus endógenos surgem a partir da evolução de genes mutantes do próprio organismo. 2. Para que esses elementos surjam, é necessária a presença, em algum momento do processo, da enzima transcriptase reversa. 3. Os retrovírus endógenos são encontrados no citoplasma das células infectadas. 4. A origem de retrovírus endógeno pode se dar a partir da infecção de organismos por vírus que possuem RNA como material genético. Assinale a alternativa correta. a) Somente a afirmativa 2 é verdadeira. b) Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras. c) Somente as afirmativas 2, 3 e 4 são verdadeiras. d) Somente as afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. e) Somente as afirmativas 1 e 4 são verdadeiras. 19. Assinale a alternativa correta, a respeito dos retrovírus. a) São vírus que possuem DNA e RNA, isso explica sua maior virulência; são os causadores da Gripe A. b) São vírus de RNA. Apresentam a enzima transcriptase reversa que catalisa a produção de moléculas de DNA a partir do RNA da célula parasitada. c) São vírus de DNA. Apresentam a enzima transcriptase reversa que catalisa a produção de moléculas de RNA a partir do DNA viral. d) São vírus de RNA. Apresentam a enzima transcriptase reversa que catalisa a produção de moléculas de DNA a partir do RNA viral. e) São vírus de DNA. Apresentam a enzima transferase inversa que catalisa a produção de cadeias de DNA a partir do RNA da célula parasitada. 20. O ser humano tem travado batalhas constantes contra os vírus. A mais recente é contra o vírus H1N1, que causa a “gripe suína”. A respeito dos vírus, assinale a alternativa correta. a) São todos endoparasitas celulares. b) Os antibióticos só são eficazes contra alguns tipos. c) Todos eles possuem o DNA e o RNA como material genético. d) Atualmente existem vacinas contra todos os tipos. e) Alguns deles possuem reprodução sexuada. 21. Observe a tirinha, que alude à gripe Influenza A (H1N1).
  • 8. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel Na tirinha, o personagem afirma que os vírus podem ser de DNA ou RNA e que estes não têm vida própria fora das células. Esta última afirmação se justifica, pois os vírus de a) DNA não apresentam genes para RNA mensageiro, ribossômico ou transportador, utilizando-se de todos esses componentes da célula hospedeira. b) DNA apresentam todos os genes que necessitam para sua replicação, utilizando-se apenas da energia e nutrientes da célula hospedeira. c) DNA apresentam apenas os genes para RNA mensageiro, e para sua replicação utilizam-se dos demais elementos presentes na célula hospedeira. d) RNA não apresentam nenhum gene, e por isso são incapazes de replicar seu material genético, mesmo quando em uma célula hospedeira, utilizando-se desta apenas para obtenção de energia. e) RNA são os únicos que apresentam seus próprios ribossomos, nos quais ocorre sua síntese proteica. Utilizam-se da célula hospedeira apenas como fonte de nutrientes. 22. Um pesquisador interessado em descobrir se o fósforo representava o elemento químico responsável pelo aumento da população de cianobactérias (bactérias aeróbicas) causadoras do processo de eutrofização realizou o seguinte experimento: separou dois conjuntos de lagos e, em metade deles (grupo 1), adicionou grandes quantidades de nitrogênio e carbono. Nos lagos correspondentes à outra metade (grupo 2), ele adicionou grandes quantidades de nitrogênio, carbono e fósforo. Se o fósforo realmente for o elemento responsável pelo aumento da população de cianobactérias, qual deveria ser o resultado esperado depois de algumas semanas após o início deste experimento? a) Os lagos do grupo 2 deveriam apresentar maior abundância de peixes vivos que os lagos do grupo 1. b) Os lagos de ambos os grupos deveriam se tornar turvos e apresentar menor disponibilidade de oxigênio. c) Nos lagos do grupo 2, diferentemente dos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade de peixes. d) Nos lagos do grupo 1, deveria haver alta mortalidade de peixes, e os lagos do grupo 2 deveriam permanecer inalterados. e) Os peixes e os invertebrados deveriam morrer mais rapidamente nos lagos do grupo 1 se comparados aos dos lagos do grupo 2.
  • 9. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel 23. Leia com atenção o trecho a seguir: HISTORIA DE DUAS BACTERIAS A bactéria Zi e a bactéria Wu encontram-se em um meio de cultura contendo um antibiótico A. Zi comenta com Wu: — “Esse antibiótico me deixa muito mal. Estou com dificuldade de sintetizar moléculas de RNA”. Responde Wu: — “Puxa, eu continuo produzindo normalmente proteínas e sinto-me muito bem. Zi, farei imediatamente uma ponte citoplasmática com você e vou lhe transferir um plasmidio especial”. Um pouco depois, Zi comenta: — “Wu, muito obrigada, meu processo de síntese de proteínas se normalizou. Sou uma nova bactéria!” Com relação ao trecho descrito, e INCORRETO afirmar que a) a bactéria Zi, inicialmente, teve dificuldade de sintetizar moléculas de RNA e isso interferiu na síntese de proteínas. b) a bactéria Wu tem constituição genética que permite sobreviver em meio contendo o antibiótico A. c) ocorreu conjugação entre as bactérias Wu e Zi. d) a bactéria Zi recebeu molécula de RNA mensageiro presente no plasmidio, o que lhe garantiu resistência ao antibiótico A. e) a bactéria Wu transferiu DNA para a bactéria Zi. 24. Leia atentamente o artigo. Resultados preliminares de um estudo feito por quatro pesquisadores brasileiros e um norte- americano indicam que 97% das espécies de bactérias identificadas nas folhas das árvores da Mata Atlântica são desconhecidas pela ciência. A identificação das bactérias foi por um método de reconhecimento de trechos específicos de DNA. Os dados sugerem que, apenas nesse bioma, pode haver até 13 milhões de espécies de bactérias, ou quase três mil vezes mais do que o total conhecido hoje – e isso porque só restam 8% da superfície original da Mata Atlântica. O artigo publicado na Science relata apenas as primeiras conclusões da equipe. No momento, eles já começaram o levantamento bacteriológico em um número maior de espécies de plantas em outras áreas da Mata Atlântica. “Um dos objetivos futuros do trabalho é explorar essas comunidades bacterianas. Cultivá-las, investigar se elas produzem alguma substância de interesse farmacêutico ou agrícola e determinar seu papel ecológico”, diz Lambais. “As possibilidades são tantas que, quanto mais dados obtemos, mais se abre o leque de aproveitamento desses microrganismos”. (VERJOVSKY. Marina. “Diversidade insuspeita: árvores da Mata Atlântica podem abrigar milhões de espécies de bactérias desconhecidas”. Ciência Hoje on line, 29 jun. 2006 – Adaptado.) Com base nas informações do texto e em seus conhecimentos sobre biologia, assinale a alternativa correta. a) O número expressivo de espécies de bactérias obtido com apenas 8% da cobertura vegetal restante indica que o número de espécies deveria ser muito superior ao estimado de 13 milhões caso a floresta estivesse mais conservada. b) Além da Mata Atlântica ser conhecida pela grande biodiversidade de vegetais e animais, o estudo destaca a riqueza de espécies do reino protista presente nas folhas das árvores. c) O texto indica que toda a rica biodiversidade de bactérias, além de ser espantosa pelo número, possui imenso potencial de aplicação imediata já identificado na pesquisa. d) O interesse da pesquisa sobre as bactérias da Mata Atlântica é determinar o papel ecológico que as substâncias que produzem executam no ecossistema, para que essas bactérias possam ser combatidas.
  • 10. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel e) Para um número tão grande de espécies a serem descritas, o sistema binomial de classificação de Lineu não é suficiente e deve ser substituído por outro sistema de classificação molecular. 25. O uso prolongado de lentes de contato, sobretudo durante a noite, aliado a condições precárias de higiene representam fatores de risco para o aparecimento de uma infecção denominada ceratite microbiana, que causa ulceração inflamatória da córnea. Para interromper o processo da doença, é necessário tratamento antibiótico. De modo geral, os fatores de risco provocam a diminuição da oxigenação corneana e determinam mudanças no seu metabolismo, de um estado aeróbico para anaeróbico. Como decorrência, observa-se a diminuição no número e na velocidade de mitoses do epitélio, o que predispõe ao aparecimento de defeitos epiteliais e à invasão bacteriana. CRESTA. F. Lente de contato e infecção ocular. Revista Sinopse de Oftalmologia. São Paulo: Moreira Jr., v, n.04, 04. 2002 (adaptado). A instalação das bactérias e o avanço do processo infeccioso na córnea estão relacionados a algumas características gerais desses microrganismos, tais como: a) A grande capacidade de adaptação, considerando as constantes mudanças no ambiente em que se reproduzem e o processo aeróbico como a melhor opção desses microrganismos para a obtenção de energia. b) A grande capacidade de sofrer mutações, aumentando a probabilidade do aparecimento de formas resistentes e o processo anaeróbico da fermentação como a principal via de obtenção de energia. c) A diversidade morfológica entre as bactérias, aumentando a variedade de tipos de agentes infecciosos e a nutrição heterotrófica, como forma de esses microrganismos obterem matéria-prima e energia. d) O alto poder de reprodução, aumentando a variabilidade genética dos milhares de indivíduos e a nutrição heterotrófica, como única forma de obtenção de matéria-prima e energia desses microrganismos. e) O alto poder de reprodução, originando milhares de descendentes geneticamente idênticos entre si e a diversidade metabólica, considerando processos aeróbicos e anaeróbicos para a obtenção de energia. 26. Assinale a alternativa incorreta referente às bactérias. a) A conjugação é a maneira pela qual as bactérias podem trocar material genético. b) O cromossomo bacteriano é circular e contém todos os gens essenciais à bactéria. c) Algumas bactérias transformam o nitrogênio atmosférico em compostos químicos assimiláveis pelos demais seres vivos. d) No grupo das arqueobactérias estão as bactérias halófilas, as metanogênicas e as termoacidófilas. e) As bactérias Staphylococcus apresentam um arranjo linear em forma de colar. 27. Leia e analise as afirmativas a seguir: I. As bactérias possuem apenas um material genético, DNA ou RNA. II. O cromossomo bacteriano está enovelado em torno de uma proteína histona. III. As bactérias possuem apenas um cromossomo, que é circular, e algumas apresentam um material genético denominado plasmídeo, que está disperso no citoplasma. IV. Pelo processo de transdução, muitas bactérias trocam material genético com outras bactérias. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras. b) Somente a afirmativa III é verdadeira. c) Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras. d) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras. e) Todas as afirmativas são verdadeiras.
  • 11. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel 28. As bactérias não apresentam reprodução sexuada típica, mas, em certas espécies, há a incorporação de genes de outro indivíduo, processo denominado recombinação genética, que leva à formação de bactérias com características genéticas diferentes. Nos quadros A, B e C, a seguir, estão esquematizados três processos através dos quais uma bactéria pode incorporar genes de outras. Figuras adaptadas de AMABIS, J. M.; MARTHO, G. R. "Biologia dos organismos". 2. ed. São Paulo: Moderna, 2004. Os fenômenos descritos nos quadros A, B e C correspondem, respectivamente, aos seguintes processos de recombinação genética: a) Transformação, conjugação e transdução b) Conjugação, transdução e transformação c) Transdução, conjugação e transformação d) Transformação, transdução e conjugação e) Transdução, transformação e conjugação 29. Hoje a classificação dos seres vivos admite 3 domínios: Archaea, Bacteria e Eucaria que englobam, respectivamente, os seguintes representantes: a) metanogênicos, animais e protozoários. b) protozoários, microrganismos e vegetais. c) cianobactérias, protozoários e vegetais. d) vegetais, fungos e animais. e) hipertermofílicos, pneumococos e fungos. 30. A seguir, estão listadas características de três diferentes grupos de arqueobactérias ou arqueas: termófilas extremas (ou termoacidófilas), halófitas extremas e metanogênicas. I. São anaeróbicas estritas e importantes decompositoras de matéria orgânica, sendo comuns em áreas pantanosas desprovidas de oxigênio. II. São encontradas em estações de tratamento de lixo e no aparelho digestório de cupins e herbívoros. III. Ocorrem em lagoas rasas de evaporação, formadas por água do mar, nas quais se obtém o sal de cozinha. IV. Obtêm energia da oxidação do enxofre, sendo quimiossintetizantes e ocorrem em fontes termais ou fendas vulcânicas, localizadas nas profundezas oceânicas.
  • 12. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel A correspondência entre as características descritas e os três grupos de arqueobactérias está corretamente apresentada em: a) Termófilas extremas - IV; Halófitas extremas - II; Metanogênicas - I e III b) Termófilas extremas - I e II; Halófitas extremas - III; Metanogênicas - IV c) Termófilas extremas - IV; Halófitas extremas - III; Metanogênicas - I e II d) Termófilas extremas - IV; Halófitas extremas - II e III; Metanogênicas - I e) Termófilas extremas - II e III; Halófitas extremas - IV; Metanogênicas - I
  • 13. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel Gabarito: Resposta da questão 1: a) Consistem em uma ou mais células; contêm informação genética: usam a informação genética para se reproduzir; são geneticamente relacionados e evoluem; podem converter moléculas obtidas a partir do seu ambiente em novas moléculas orgânicas; podem extrair energia do ambiente e usá-la para o trabalho biológico; podem regular seu ambiente interno. b) Não são formados por células. São formados por cápsulas de proteína ou outras substâncias (ex.: lipídios e glicídios) que contém material genético. Não realizam funções fisiológicas por si só, mas parasitam para que o maquinário das células hospedeiras faça essas funções por eles, incluindo reprodução. Resposta da questão 2: [B] Os representantes dos domínios arquebactérias e eubactérias podem realizar, isoladamente, todos os tipos de metabolismos energéticos conhecidos. Resposta da questão 3: [D] As cianobactérias podem sofrer intensa proliferação em ambientes enriquecidos com nutrientes (eutrofizados) e liberar toxinas que podem contaminar outros organismos aquáticos, tais como peixes, anfíbios e diversos tipos de invertebrados, podendo, inclusive, causar sua morte. Resposta da questão 4: [C] A bactéria Clostridium botulinum é um micro-organismo anaeróbico obrigatório e, consequentemente, somente pode sobreviver e proliferar em ambientes onde não há oxigênio livre (O2). Resposta da questão 5: [E] As bactérias citadas são bacilos pertencentes a gêneros e espécies diferentes. Resposta da questão 6: [C] Existem diversos tipos de fungos capazes de produzir antibióticos utilizados no tratamento de infecções por micro-organismos. As bactérias, denominadas “lactobacilos”, são largamente utilizadas na produção de laticínios, tais quais os iogurtes, queijos, coalhadas, etc. Resposta da questão 7: [C] Os vírus são micro-organismos acelulares que apresentam apenas um tipo de ácido nucleico como material genético, o DNA ou o RNA. Resposta da questão 8: [D] A parede celular de bactérias é constituída por peptideoglicanos e atua na determinação da forma desses micro-organismos, além de ser também um elemento ligado à proteção da célula procariótica. Resposta da questão 9: [C]
  • 14. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel As cianobactérias são organismos unicelulares isolados ou coloniais e procarióticos por serem formadas por células sem núcleo organizado e desprovidas de organelas membranosas. Resposta da questão 10: [C] No primeiro ano da infecção por HIV, o sistema imune produz anticorpos contra os componentes do vírus causador da AIDS. Segundo o gráfico, após o nono ano da infecção, o nível das células T é baixo e inadequado para desenvolver resposta imune eficiente contra microrganismos patogênicos causadores de infecções oportunistas e contra o desenvolvimento de células tumorais como as formadoras do sarcoma de Kaposi, um tipo de câncer de pele. Resposta da questão 11: [C] A poliomielite (paralisia infantil) é uma doença infectocontagiosa causada por um vírus. A transmissão do vírus é direta e ocorre, principalmente, por meio de secreções do aparelho respiratório humano. Resposta da questão 12: [A] Viroides são segmentos curtos de RNA de fita simples desprovidos de cápsula e capazes de causar infecções em vegetais. O bacteriófago é um vírus portador de DNA. A coqueluche e a cólera são doenças infecciosas causadas por bactérias. Resposta da questão 13: [D] Durante a fase exponencial há uma farta disponibilidade de alimentos o que permite um tempo de geração menor e um rápido crescimento da colônia. Na fase estacionária de crescimento, a disponibilidade de alimentos já se tornou escassa, obrigando a taxa de crescimento diminuir. Nessa fase, o tempo de geração se torna maior. Dessa forma, o gráfico IV é o que melhor representa os resultados desse experimento. Resposta da questão 14: [C] A água líquida apenas não garante a sobrevivência e multiplicação de microrganismos. As substâncias conservantes acrescentadas ao alimento industrializado dificultam a adaptação e proliferação de microrganismos decompositores e (ou) patogênicos. Resposta da questão 15: [D] Em células procarióticas a transcrição e a tradução ocorrem simultaneamente no citosol. O RNA mensageiro transcrito é traduzido em um determinado número de proteínas distintas. O RNA mensageiro maduro de eucariotos é traduzido em apenas um tipo de proteína. Resposta da questão 16: [E] Os vírus não possuem células (são acelulares). São constituídos por uma ou algumas moléculas de DNA ou RNA (nunca os dois juntos) envolvidas por uma cápsula proteica. Os vírus são parasitas intracelulares obrigatórios, pois não possuem metabolismo próprio e somente conseguem se reproduzir no interior da célula hospedeira. Resposta da questão 17: [E]
  • 15. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel Os vírus, por serem acelulares, não são classificados em nenhum dos cinco Reinos. As hemácias têm a função de transportar o gás oxigênio para as células e tecidos, não possuem função de defesa. O RNA é formado por uma cadeia simples de nucleotídeos. Resposta da questão 18: [D] A afirmativa 1 é falsa, pois retrovírus endógenos surgem de mutações em retrovírus preexistentes, não de genes mutantes do próprio organismo. A afirmativa 3 é falsa porque o material genético de um retrovírus endógeno pode ser encontrado no núcleo das células infectadas. As afirmativas 2 e 4 são verdadeiras. Resposta da questão 19: [D] Retrovírus, como o HIV, são vírus de RNA e apresentam a enzima transcriptase reversa que catalisa a síntese de DNA a partir do RNA viral. Resposta da questão 20: [A] A alternativa “A” é a correta. Todos os vírus são endoparasitas celulares obrigatórios, pois necessitam utilizar os recursos bioquímicos de uma célula para sua reprodução. Os vírus possuem DNA ou RNA como material genético, nunca os dois juntos. Resposta da questão 21: [C] O vírus de DNA apresenta apenas os genes para transcrever o RNA mensageiro que será usado na sua replicação. Para se replicar deverá utilizar todos os outros elementos presentes na célula hospedeira, como enzimas, ribossomos, aminoácidos e nucleotídeos. Resposta da questão 22: [C] Se o fósforo for responsável pelo aumento da população de cianobactérias, deve-se esperar que ocorra a eutrofização nos lagos do grupo 2 e uma consequente mortalidade alta de peixes nesses lagos. Resposta da questão 23: [D] A bactéria Zi, em presença do antibiótico A, teve dificuldade em sintetizar moléculas de RNA, interferindo na síntese proteica. Por outro lado, a constituição genética da bactéria Wu permite a sobrevivência dela no meio contendo o antibiótico A. Ocorreu, então, uma conjugação entre as bactérias Wu e Zi, que consistiu na transferência de DNA da bactéria Wu para a bactéria Zi, tornando-a resistente ao antibiótico A Resposta da questão 24: [A] As bactérias são micro-organismos unicelulares e procariontes pertencentes ao reino Monero. Nem todas são prejudiciais e podem ser classificadas e denominadas de acordo com o sistema taxionômico proposto por Lineu. Resposta da questão 25: [E] Bactérias reproduzem-se assexuadamente por bipartição (cissiparidade) e podem realizar tanto a respiração aeróbia, quanto a anaeróbia.
  • 16. Treinamento vírus e Monera – Super Super Med Prof. Emanuel Resposta da questão 26: [E] Os Staphylococcus apresentam colônias com aspecto de cachos de uva. Os estreptococos apresentam um arranjo linear em forma de colar. Resposta da questão 27: [B] Bactérias possuem DNA e RNA e não possuem histonas. Resposta da questão 28: [E] Resposta da questão 29: [E] Resposta da questão 30: [C]