Simulado ENEM - Humanas e naturais (26.04.14)

5.012 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.012
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
141
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simulado ENEM - Humanas e naturais (26.04.14)

  1. 1. SARTRE COC — Simulado ENEM 1 INSTRUÇÃO: Para responder às questões, identifique APENAS UMA alternativa correta e marque a letra correspondente na Folha de Respostas. CIÊNCIAS NATURAIS E SUAS TECNOLOGIAS 01.A sociedade atual é marcada pelo elevado grau de desenvolvimento tecnológico, que acarretou melhoria da qualidade e aumento da expectativa de vida da população. Ao mesmo tempo, esse desenvolvimento vem gerando graves problemas ambientais que representam ameaças à vida do planeta. Nesse contexto, o setor industrial tem um papel preponderante, do ponto de vista econômico, pela geração de bens e produtos; do ponto de vista social, pela geração de emprego e renda; mas também do ponto de vista ambiental, pela geração de resíduos. Considerando os aspectos positivos e os indicadores do atual desenvolvimento econômico do Brasil, destacam-se: a indústria química, de modo especial a petroquímica, graças aos altos investimentos em pesquisa, e a indústria da construção civil, cujo aquecimento deve-se, em grande parte, aos investimentos públicos em infraestrutura e habitação. Na indústria petroquímica, a produção de polímeros sintéticos representa uma importante fonte de receita. Na construção civil, por exemplo, o produto mais importante é, sem dúvida, o cimento, devido à sua larga utilização em diversas fases da construção. Na composição química média do cimento portland, a proporção em massa do óxido de cálcio (CaO) é 64%. Considerando um saco de cimento de 50 kg, é correto afirmar que a quantidade de: Dado: Ca (40 g/mol); O (16 g/mol) A) Ca é menor que 20 kg. B) Ca é maior que 20 kg. C) Ca é menor que 400 mol. D) CaO é menor que 320 mol. E) CaO é maior que 640 mol. 02. Na indústria de alimentos é muito comum a utilização de flavorizantes – essências que dão sabor e cheiro aos produtos. A essência da maçã tem a seguinte composição: A função química da essência de maçã e a reação através da qual podemos obtê-las são, respectivamente: A) Éter; ácido metanoico + etanol. B) Éster; ácido etanoico + etanol. C) Cetona; ácido etanoico + metanol. D) Aldeído; metano + propanona. E) Ácido carboxílico; anidrido etanoico + água. 03. Chegou a era do gás natural. “(...) sua grande qualidade, a redução dos poluentes dos veículos, sobressai nestes dados do Departamento de Energia dos Estados Unidos: um carro a gás metano emite 84% menos hidrocarbonetos, 79% menos monóxido de carbono e 65% menos óxidos de nitrogênio que um carro a gasolina. (...) O gás natural tem ainda a vantagem de não se derramar pelo solo e ser até mais leve que o ar. Em caso de vazamento, sobe para a atmosfera(...).” O metano, CH4, principal componente do gás natural: A) é o alcano de maior solubilidade em H2O. B) forma com o etano, nas condições ambientais, um sistema heterogêneo. C) ocupa volume de 22,4 L numa temperatura de 25°C, ao nível do mar. D) é um gás que apresenta baixa reatividade. E) apresenta uma geométria tetraédrica.
  2. 2. SARTRE COC — Simulado ENEM 2 04.As matas secas são florestas situadas sobre solos ricos em nutrientes e caracterizadas pela perda de mais de 50% das folhas no período seco, que dura em média seis meses (...). Existem matas secas nos domínios do cerrado e da caatinga. Adota-se o termo ‘floresta seca calcária’ para designar as que ocorrem em solos calcários no cerrado, e ‘caatinga arbórea’ para aquelas de influência direta da caatinga. O alto grau de ameaça e perda de habitat nesse ecossistema e o elevado número de espécies de plantas que só existem ali evidenciam a necessidade prioritária de sua conservação. (Ciência Hoje – março de 2014.) A análise dos organismos desse ecossistema revela: A) o excesso de nutrientes por causa da escassez no meio em que vivem. B) a presença de produtores adaptados às condições climáticas. C) a ausência de consumidores por conta da falta de nutrientes. D) a ausência de bactérias responsáveis pela reciclagem da energia. E) a presença de consumidores em todos os níveis tróficos. 05.A partir do mês de março deste ano, o Sistema único de Saúde (SUS) passa a oferecer uma vacina contra o papilomavírus humano (HPV), agente causador do câncer do colo do útero e responsável por outras doenças sexualmente transmissíveis, como verrugas genitais e canceres de anus, garganta e pênis. (Ciência Hoje – março de 2014.) A imunização proporcionada pelo SUS: A) será caracterizada com passiva. B) ocorrerá por inoculação de anticorpos. C) ocorrerá devido a inoculação do patógeno. D) será caracterizada como ativa. E) ocorrerá por ação de antígenos metabolicamente ativos. 06.O sucesso metabólico de um organismo está diretamente relacionado com a ação de suas enzimas. Essas moléculas atuam sob condições específicas e com isso viabilizam a funcionalidade da célula. (Fonte: Adaptado de AMBIS, J. M.; MARTHO, G. R. Fundamentos da Biologia Moderna. 4. Ed. São Paulo, 2006. p.130.) Observando os gráficos acima é possível compreender que o polipetídeo enzimático A em relação àquele identificado como B: A) se desnatura sob as mesmas condições de temperatura. B) tem a sua estrutura modificada em regiões como o intestino. C) apresenta invariavelmente o mesmo substrato. D) tem uma velocidade intensa em um meio com concentração baixa de H + . E) atua independentemente da concentração do substrato.
  3. 3. SARTRE COC — Simulado ENEM 3 07.A Pangeia era um supercontinente que reunia todos os continentes atuais e que, devido a processos geológicos, foi-se fragmentando. Supõe-se que há 120 milhões de anos, a África e a América do Sul, que faziam parte da Pangeia, começaram a se separar e que os locais onde hoje estão as cidades de Buenos Aires e Cidade do Cabo coincidissem. A distância atual entre as duas cidades é de aproximadamente 6.000 km. Desta forma, a suposta velocidade média de afastamento entre a África e a América do Sul, em centímetros por ano, é igual a: A) 8 B) 7 C) 6 D) 5 E) 4 08.Numa investigação sigilosa, uma viatura da Polícia Federal segue, a certa distância, um veículo em que se encontram alguns suspeitos, ao longo de uma extensa e retilínea via expressa. Um policial infiltrado no grupo investigado aciona de dentro do veículo perseguido um dispositivo que carrega consigo, mas que só poderá enviar sinais enquanto a distância não ultrapassar 10 km. Exatamente em frente a um posto de combustíveis, um caminhão colide com a traseira da viatura, que estava a 400 m do carro suspeito, interrompendo a ação policial. Sabendo que o sinal foi perdido após 9 minutos decorrentes desde a batida, a velocidade média com que o veículo suspeito se deslocou desde o instante da batida até o momento da perda do sinal foi, em km/h, igual a: A) 80 B) 64 C) 50 D) 42 E) 34 09.Para alcançar um sinal prestes a fechar, um motorista imprudente, que vinha a 50 km/h, acelerou bruscamente e de forma irregular, conforme o diagrama a seguir. A velocidade atingida pelo veículo no instante t = 6s vale, em km/h: A) 104 B) 98 C) 92 D) 87 E) 84
  4. 4. SARTRE COC — Simulado ENEM 4 10.A palavra adrenalina foi criada pelo cientista que conseguiu isolar este hormônio pela primeira vez, o bioquímico japonês Jokichi Takamine, que formou o nome em questão tomando o nome dos rins, sobre o qual se situam as glândulas secretoras, como já mencionado. Utilizou então ad– (prefixo que indica proximidade), renais (relativo aos rins) e o sufixo –ina, que se aplica a algumas substâncias químicas. De acordo com a fórmula estrutural abaixo, a adrenalina apresenta: A) um núcleo aromático e três grupamentos alcoólicos. B) as funções oxigenadas álcool e fenol. C) insaturações, − característica também da função ciclano. D) um grupo da função amida. E) sete átomos de carbono secundários e dois terciários. 11.Para que a “cola de sapateiro” não seja utilizada como droga e também devido à presença de uma substância cancerígena, o tolueno, uma das propostas sugeridas foi a adição de pequena quantidade de formol, que, em virtude de seu cheiro forte e irritante, desestimularia a inalação do produto. O tolueno: A) é um hidrocarboneto de cadeia alifática, normal e insaturada. B) assim como o formol, o etanol e o metanol pertencem à mesma função química. C) apresenta somente ligações sigma em sua cadeia carbônica. D) é um hidrocarboneto aromático insolúvel em água. E) e o formol, na “cola de sapateiro”, têm pontos de fusão e ebulição constantes. 12.Em uma brincadeira chamada "Stop – baleado", o jogador deve gritar o nome de alguma pessoa que esteja participando e, em seguida, lançar a bola verticalmente para cima. Quando a bola retornar ao chão, o jogador chamado deve segurar a bola e gritar: "Stop", e todos os outros devem parar de correr imediatamente. Assim, a pessoa chamada, após pegar a bola que bateu no chão, deve escolher uma das pessoas paradas e atirar-lhe a bola, na tentativa de atingir alguma delas, eliminando-a do jogo. Em caso negativo, ou vindo a pessoa a segurar a bola atirada, o arremessador estará fora da brincadeira e o jogador anterior retoma seu papel. Quando Emanuel grita emocionadamente o nome “Bartilloti” e lança a bola para cima, esta retorna ao nível do lançamento após 5 segundos. A velocidade inicial do arremesso e a altura máxima atingida pela bola, desde o ponto inicial de lançamento, valem, respectivamente (Considere desprezível a resistência do ar e adote g = 10 m/s 2 ): A) 10 m/s e 15,42 m B) 10 m/s e 23,72 m C) 10 m/s e 24,52 m D) 25 m/s e 26,82 m E) 25 m/s e 31,25 m
  5. 5. SARTRE COC — Simulado ENEM 5 13.Durante um treino militar, duas granadas são lançadas, sucessivamente, na horizontal, de uma plataforma de altura h, com velocidades vA e vB, atingindo o solo nos pontos A e B, como indica a figura. Os tempos decorridos desde que cada granada abandona a plataforma até atingir o solo são tA e tB. Desta forma: A) tB = tA e vA = vB B) tA = tB e vA = 2 vB C) tB = tA e vB = 2 vA D) tA = 2 tB e vA = vB E) tB = 2 tA e vA = 2 vB 14.No esquema abaixo, está representado um circuito padrão de distribuição de energia em lâmpadas automotivas convencionais. No segundo esquema, uma determinada montadora utiliza uma distribuição distinta, em relação às lâmpadas do modelo padrão. Analisando a estrutura dos circuitos apresentados e considerando que as baterias possuem os mesmos rendimentos, então: A) no circuito de modelo padrão, o fusível controla a passagem de corrente elétrica. B) no circuito de modelo padrão, a chave impede que a seta traseira entre em curto circuito. C) no circuito de modelo alternativo, L1 e L3 estão associadas em paralelo. D) no circuito de modelo alternativo, a resistência equivalente corresponde a 10Ω. E) no circuito de modelo alternativo, a lâmpada L2 apresenta brilho maior que a lâmpada L1.
  6. 6. SARTRE COC — Simulado ENEM 6 15.Analise a charge a seguir. Os Pescoçudos – Caco Galhado A preocupação do médico quanto à atividade física do paciente, é devido ao sedentarismo e ao excesso de peso apresentado. O médico sugeriu exercícios físicos e controle alimentar, reduzindo os alimentos à base de: A) vitaminas e carboidratos. B) proteínas e vitaminas. C) enzimas e sais minerais. D) lipídios e carboidratos. E) fibras e proteínas. 16.Um antibiograma é um ensaio que mede a susceptibilidade ou resistência de uma bactéria aos antibióticos através do espectro de sensibilidade identificados na placa de cultura. O teste é feito utilizando pequenos discos de difusão contendo diferentes antibióticos. Os discos são colocados em diferentes zonas em uma placa contendo meio de cultura, que é um meio rico em nutrientes no qual as bactérias podem se multiplicar. O antibiótico se difunde na área ao redor de cada disco e um halo de inibição do crescimento bacteriano se torna visível. (http://www.portaleducacao.com.br/biologia/artigos/23026/antibiograma#ixzz2z3R3CO9f) A figura mostra uma placa para cultura, semeada com uma única e determinada espécie de bactéria em que os discos com letras representam os diferentes antibióticos (tabela) e a zona escura, a área de crescimento das bactérias. Analisando essa placa, os antibióticos a serem receitados para debelar esta espécie de bactéria seriam apenas: A) Penicilina B) Amoxicilina C) Cefalosporina e estreptomicina D) Azitromicina e penicilina E) Estreptomicina e amoxilina DISCO ANTIBIÓTICO A Cefalosporina B Amoxicilina C Azitromicina D Estreptomicina E Penicilina
  7. 7. SARTRE COC — Simulado ENEM 7 17.Endemia é uma doença localizada em um espaço limitado denominado “faixa endêmica”. Isso quer dizer que, endemia é uma doença que se manifesta apenas numa determinada região, de causa local. No Brasil, existem áreas endêmicas. A título de exemplo, pode ser citada a malária comum Amazônia. Entre os agentes etiológicos de endemias brasileiras encontram-se os parasitas: Trypanossoma cruzi, Plasmodium falciparum e Entamoeba hystolitica. (http://portalamazonia.globo.com. Adaptado.) Os três parasitas citados no texto têm em comum o fato de: A) causarem os mesmos sintomas nas pessoas afetadas. B) pertencerem à mesma classe, porém a gêneros diferentes. C) serem unicelulares, eucariontes e heterotróficos. D) produzirem ovos que, ingeridos, provocam a contaminação. E) serem transmitidos por água e alimentos contaminados. 18.Na Região Amazônica, diversas espécies de aves se alimentam da ucuúba (Virola sebifera), uma árvore que produz frutos com polpa carnosa, vermelha e nutritiva. Em locais onde essas árvores são abundantes, as aves se alternam no consumo dos frutos maduros, ao passo que em locais onde elas são escassas, tucanos-de- papo-branco (Ramphastus tucanos cuvieri) permanecem forrageando nas árvores por mais tempo. Por serem de grande porte, os tucanos-de-papo-branco não permitem a aproximação de aves menores, nem mesmo de outras espécies de tucanos. Entretanto, um tucano de porte menor (Ramphastus vitellinus Ariel), ao longo de milhares de anos, apresentou modificação da cor do seu papo, do amarelo para o branco, de maneira que se tornou semelhante ao seu parente maior. Isso permite que o tucano menor compartilhe as ucuúbas com a espécie maior sem ser expulso por ela ou sofrer as agressões normalmente observadas nas áreas onde a espécie apresenta o papo amarelo. O fenômeno que envolve as duas espécies de tucano é uma estratégia de sobrevivência conhecida como: A) camuflagem homocrômica, pois uma espécie imita a cor da outra. B) camuflagem homotípica, pois a espécie menor confunde-se com a ucuúba. C) competição intraespecífica, pois os tucanos são do mesmo gênero. D) coloração aposemática, pois o papo branco espanta outros tucanos. E) mimetismo, pois uma espécie está fazendo uso de uma semelhança física em benefício próprio.
  8. 8. SARTRE COC — Simulado ENEM 8 19.A experiência nos diz que um conteúdo transmitido por uma imagem gráfica é mais facilmente relembrado do que o conteúdo transmitido por um texto. Pensando nisso, observe as imagens a seguir: O conteúdo que cada imagem, respectivamente, quer transmitir a respeito de uma determinada substância é que ela é: A) inflamável, corrosiva, venenosa e radioativa. B) tóxica, líquida, mortal e radioativa. C) quente, corrosiva, radioativa e venenosa. D) venenosa, reciclável, ambientalmente perigosa e gasosa. E) radioativa, inflamável, corrosiva e venenosa. 20.Um dos grandes problemas das cidades é o que fazer com o lixo gerado pela sua população. Uma proposta existente é o programa dos 3 erres, que consiste em: Campanhas governamentais deveriam orientar a população para a aplicação desse programa, pois ele: A) evita a produção de chorume, um líquido com alto teor de matéria orgânica, que pode apresentar metais pesados provenientes principalmente de pilhas e baterias. B) introduz a coleta seletiva de lixo, em todas as cidades, o que facilitaria, nos lixões, o processo de reciclagem e o descarte do lixo de forma adequada. C) facilita a construção de aterros sanitários, e assim teríamos a eliminação de lixo inorgânico, como plásticos, folhas de árvores, vidros e outros. D) reduz materiais confeccionados com metais, com plásticos ou com vidros, que devem ser reutilizados porque não podem ser reciclados. E) minimiza a geração de lixo, por estimular a utilização de embalagens retornáveis em detrimento das descartáveis. REDUZIR REUTILIZAR RECICLAR
  9. 9. SARTRE COC — Simulado ENEM 9 21.Os meios de comunicação muitas vezes nos recordam do perigo de se dirigir alcoolizados. Veja a charge abaixo. (http://www.luizberto.com/correspondencia-recebida/cardeal-jorge-macedo-recife-pe-7. Acessado em 03/04/14.) O álcool (etanol), encontrado nas bebidas alcoólicas, é produzido pela fermentação de açúcares (como glicose e frutose) e pode ser representada pela equação: C6H12O6 → 2 C2H5OH + 2 CO2 A fermentação do açúcar para produção do etanol: A) trata-se de um processo químico, pois conserva a estrutura das substâncias. B) trata-se de um processo físico, pois altera a estrutura da substâncias. C) forma um composto que destrói a camada de ozônio. D) forma duas substâncias compostas. E) forma novos elementos químicos. 22.Considere que a produção brasileira de alumínio, em determinado ano, foi da ordem de 550 000 toneladas, tendo sido consumidos cerca de 20 kWh de energia elétrica por quilograma do metal. Suponha que uma residência tenha objetos de alumínio em uso cuja massa total seja de 10 kg (panelas, janelas, latas etc.). O consumo de energia elétrica mensal dessa residência é de 100 kWh. Sendo assim, na produção desses objetos, utilizou-se uma quantidade de energia elétrica que poderia abastecer essa residência por um período de: A) 1 mês. B) 2 meses. C) 3 meses. D) 4 meses. E) 5 meses. 23.Em uma residência, o circuito apresentado abaixo mostra o uso padronizado de distribuição de energia, nos quais as especificações apresentadas são: • Uma lâmpada incandescente, L (110V − 100W); • Chuveiro elétrico, C (220V − 2800W/4400W); • A e B são componentes associados às fontes de tensão. Diante disso, essa residência, potencialmente, determina que: A) a lâmpada e o chuveiro estão associados em série. B) o dispositivo A seja um interruptor e B seja um fusível. C) o dispositivo A seja um disjuntor e B uma tomada. D) o chuveiro em funcionamento na posição "inverno" é percorrido por uma corrente elétrica de intensidade 20 A E) o chuveiro em funcionamento, por 10 minutos, na posição "verão", transforma 280 J de energia elétrica em energia térmica.
  10. 10. SARTRE COC — Simulado ENEM 10 24.Ao construir a primeira bateria, no fim de 1799, quando não era conhecida a existência de átomos, íons ou elétrons, Alexandre Volta tentava replicar os órgãos que produzem energia no peixe-elétrico ou na raia-elétrica, segundo observa Giuliano Pancaldi, historiador de ciência da Universidade de Bolonha, na Itália. A tendência de a carga elétrica migrar entre diferentes substâncias era conhecida por Volta, entretanto, não sabia ele que em sua bateria, as cargas positivas se moviam no sentido oposto ao do “fluido elétrico” do lado externo. Somente um século depois dessa descoberta, os especialistas chegaram a um consenso sobre o funcionamento de baterias, que hoje têm a mesma estrutura básica de 1799. Durante o funcionamento de uma bateria, os átomos do ânodo liberam elétrons que alcançam um cátodo ávido por essas partículas. Os átomos do ânodo, despojados de elétrons, tornam-se íons positivos e são atraídos na direção dos elétrons que se acumulam no cátodo. Para recarregar uma bateria, o procedimento é inverso. (CASTELVECCHI, 2009, p. 59.) O texto explicita a origem, o funcionamento e ou uso de baterias mostrando que: A) o “fluido elétrico” da bateria de Volta é constituído por partículas que têm diferente carga das partículas que formam os raios catódicos em lâmpadas fluorescentes. B) uma bateria de telefone celular, com carga de 1,1Ah e tempo de duração de 150,0min, fornece corrente elétrica de intensidade média igual a 440,0 mA. C) as baterias são capazes de gerar corrente elétrica contínua e alternada. D) a corrente elétrica gerada por qualquer bateria tem natureza eletrônica. E) o número de prótons que atravessam a secção transversal do filamento de uma lâmpada em 1s é, aproximadamente, igual a 3,0 x 10 18 , considerando que a carga elementar, em módulo, igual a 1,6 x 10 -19 C. 25.A resistência elétrica é uma propriedade que os materiais em geral possuem, de dificultar o movimento dos elétrons. Sendo assim, a corrente elétrica tem sua intensidade reduzida naqueles materiais cuja resistividade é maior. Diante disso, uma análise precisa desses processos revela que: A) a relação R1/R2 entre as resistências elétricas de dois filamentos de tungstênio de mesmo comprimento e com raio da secção transversal do primeiro filamento igual ao triplo do raio do segundo é 1/9. B) nos chuveiros elétricos, o uso de supercondutores traria maior intensidade ao efeito joule. C) o tungstênio é utilizado como filamento de lâmpadas incandescentes, porque possui reduzida ductilidade e ponto de fusão dos mais baixos entre os metais. D) o tempo necessário para um chuveiro de 2kW aquecer integralmente 50 g de água de calor específico igual a 4J/g°C, variando sua temperatura de 30°C é igual a 50s. E) três lâmpadas de 60W consomem individualmente R$ 2,50 por mês em uma residência que possui uma conta de luz mensal de 3 kWh, custando R$465,00. 26.Uma dieta muito popular para perder peso consiste em ingerir alimentação rica em gordura e proteína, mas sem carboidratos. O gráfico a seguir mostra o efeito dessa dieta na recomposição do glicogênio muscular (glicogenogênese), após duas horas de exercício, e a compara com uma dieta rica em carboidratos. (http://biologia-no-vestibular.blogspot.com.br/2012/07/ufrj-2011-carboidratos-lipidios-e.html.)
  11. 11. SARTRE COC — Simulado ENEM 11 Com base no gráfico, por que a dieta rica em gordura e proteína, mas sem carboidratos, não é recomendada para atletas? A) Porque o excesso de proteína promove um aumento dos níveis de LDL e triglicerídeos do atleta. B) Porque a ausência de carboidratos leva a um aumento das vias lipolíticas promovendo perda de massa gorda do atleta. C) Porque na dieta rica em gordura e proteína a recomposição do glicogênio muscular do atleta é muito lenta. D) Porque a privação de carboidrato leva a um quadro rápido de hipoglicemia e a proteinólise muscular. E) Porque o excesso de lipídios promove um aumento nos níveis de excretas nitrogenadas e uma sobrecarga renal no atleta. 27.As pessoas com gordura excessiva no tronco em comparação com a parte inferior do corpo têm alto risco de vir a desenvolver doença cardíaca coronariana (DCC). Um dos grandes fatores causadores de riscos coronarianos é a obesidade, por isso é importante a avaliação antropométrica e a identificação do excesso de peso como prevenção, para minimizar a ocorrência dessas patologias. CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS PARA MULHERES IDADE BAIXO MODERADO ALTO MUITO ALTO 20 A 29 < 0,71 0,71 A 0,77 0,78 A 0,82 > 0,82 30 A 39 < 0,72 0,72 A 0,78 0,79 A 0,84 > 0,84 40 A 49 < 0,73 0,73 A 0,79 0,80 A 0,87 > 0,87 50 A 59 < 0,74 0,74 A 0,81 0,82 A 0,88 > 0,88 60 A 69 < 0,76 0,76 A 0,83 0,84 A 0,90 > 0,90 CLASSIFICAÇÃO DE RISCOS PARA HOMENS IDADE BAIXO MODERADO ALTO MUITO ALTO 20 A 29 < 0,83 0,83 A 0,88 0,89 A 0,94 > 0,94 30 A 39 < 0,84 0,84 A 0,91 0,92 A 0,96 > 0,96 40 A 49 < 0,88 0,88 A 0,95 0,96 A 1,00 > 1,00 50 A 59 < 0,90 0,90 A 0,96 0,97 A 1,02 > 1,02 60 A 69 < 0,91 0,91 A 0,98 0,99 A 1,03 > 1,03 As tabelas acima revelam a relação entre as medidas da cintura e quadril, tais medidas têm sido eficientes na profilaxia de doenças coronarianas, pois: A) são ligadas apenas a fatores genéticos sem que haja qualquer participação ambiental. B) o grupo de pessoas apresentadas entre 60 a 69 anos que possui medidas entre 0,84 a 0,90 apresentam sempre risco alto. C) a ingestão de gorduras na dieta auxilia na absorção de vitaminas lipossolúveis como as vitaminas C e A. D) um dos fatores que levam um indivíduo a desenvolver doenças cardiovasculares é a obesidade que está relacionada tanto a hereditariedade quanto a aspectos socioculturais. E) resultados superiores ou iguais a 0,7 para mulheres e 0,8 para homens, indica alto risco para doenças cardiovasculares, sendo que o risco é maior quanto maior for o valor. Como medir: Meça a sua cintura na altura do umbigo. Depois, meça o seu quadril, na altura das nádegas. Então, divida o valor obtido na cintura (cm) pelo valor obtido no quadril (cm).
  12. 12. SARTRE COC — Simulado ENEM 12 28.A malária é uma das doenças parasitárias que mais mata pessoas. O diagrama abaixo apresenta alguns conhecimentos sobre a doença (http://imgsapp.em.com.br/app/noticia_127983242361/2011/07/08/238531/20110708140825519863o.jpg.) Os conhecimentos apresentados pelo infográfico, sobre a malária, incluem: A) a identificação da doença como uma endemia de áreas tropicais, devido à preferência do Plasmodium sp por áreas mais quentes. B) o conhecimento que o ciclo do mal possui uma fase hepática e outra eritrócitica, dentro do hospedeiro intermediário. C) a ivermectina atua sobre o hospedeiro invertebrado, esterelizando as fêmeas do anophelino. D) o mosquito é o agente etiológico da doença, uma vez que é a picada da fêmea infectada que contamina o hospedeiro humano. E) o Plasmodium e o anophelino são espécies de gêneros diferentes, mas compartilham o mesmo Reino. 29.A matriz energética brasileira tem se diversificado bastante nos últimos anos, em razão do aumento da demanda de energia, da grande extensão do território brasileiro e das exigências ambientais. Diante das diferentes fontes para obtenção de energia, entende-se que é vantajoso utilizar: A) resíduos orgânicos, pois o processo aproveita matéria disponível e sem destino apropriado. B) carvão mineral, pois é um recurso natural e renovável. C) energia hidrelétrica, pois é uma energia limpa e sua geração não causa dano ambiental. D) energia nuclear, pois ela usa uma fonte renovável e não gera resíduo químico. E) energia da combustão do hidrogênio, substância de fácil obtenção e armazenamento.
  13. 13. SARTRE COC — Simulado ENEM 13 30.O documentário “Lixo Extraordinário”, baseado nos trabalhos do artista plástico Vik Muniz, relata a trajetória do lixo dispensado em um aterro, bem como a relação entre lixo e arte aproximando o universo intelectual à tão diferente realidade das pessoas que colhem o lixo. (http://www.escolaarteideal.com.br/wp-content/uploads/2012/01/Vik-Muniz-Lixo-Extraordinario.jpg. Acessado em 03/04/14.) O lixo, retratado pelo artista plástico Vik Muniz: A) se enterrado e isolado da atmosfera por uma camada de terra nos aterros sanitários, ficará protegido da decomposição de micro-organismos. B) é um dos males do consumismo humano, gerando, entre outros problemas, a contaminação do solo a partir do descarte incorreto de pilhas ou baterias. C) tem quantidade aumentada por meio da reciclagem, uma vez que será devolvido para a natureza imediatamente. D) recolhido pelas pessoas por catação, possui grandes quantidades de sacolas plásticas de fácil decomposição pelo meio natural. E) não é motivo de preocupação para a sociedade já que há um exagero artístico com o intuito de conscientizar. 31.A braquiterapia tem sido a principal terapêutica utilizada em muitos centros oncológicos no tratamento de melanomas médios e selecionados melanomas grandes. Representa um tipo de tratamento com radiação ionizante onde a fonte radioativa está em contato direto com o órgão a ser tratado. Vários isótopos podem ser utilizados, dentre eles o cobalto 60. Quando o cobalto é bombardeado por nêutrons obtêm-se o isótopo cobalto-60. O Co-60 obtido é radioativo e é capaz de emitir raio beta, que possui um período de semidesintegração de 5,3 anos. Tendo-se uma amostra inicial de cobalto-60 igual a 3,2 kg, que quantidade se desintegrará após 21,2 anos? A) 200 g B) 3000 g C) 400g D) 2800 g E) 1600 g 60 27
  14. 14. SARTRE COC — Simulado ENEM 14 32.Prevenção primária é o conjunto de ações que visam evitar a doença na população, removendo os fatores causais, ou seja, visam a diminuição da incidência da doença. Tem por objetivo a promoção de saúde e proteção específica. Observe as figuras abaixo, que representam algumas medidas de prevenção contra doenças frequentes na população humana. a b c d As figuras a, b, c e d indicam, respectivamente, medidas preventivas contra: A) giardíase, leishmaniose, amebíase e esquistossomose. B) amebíase, gripe H1N1, gonorreia e ancilostomose. C) gripe H1N1, malária, AIDS e ancilostomose. D) tricomoníase, dengue, giardíase e esquistossomose. E) AIDS, febre amarela, sífilis e ascaridíase. 33. Teste do Pezinho: para todos os bebês! O exame laboratorial, chamado também de triagem neonatal, detecta precocemente doenças metabólicas, genéticas e infecciosas. O teste do pezinho permite diagnosticar precocemente a fenilcetonúria, uma doença genética que pode causar atraso mental. O diagnóstico é feito pela medida da concentração de fenilalanina no sangue. (Disponível em: http://guiadobebe.uol.com.br/teste-do-pezinho/ Acesso em 23/03/2014.) Baseando-se na análise da molécula e sua importante função para o metabolismo corporal, conclui-se que: A) pode unir-se a outro aminoácido, através de uma ligação peptídica, que é formada por meio de uma reação química de condensação. B) o ser humano, pela sua evolução, é um dos animais capazes de sintetizar todos os tipos de aminoácidos existentes. C) o átomo de carbono central, ligado ao radical R, é denominado carbono alfa, sendo o responsável pela ligação entre aminoácidos. D) apresenta, exclusivamente, caráter ácido. E) a fenilalanina pode ser metabolizada com facilidade mesmo na ausência de sistemas enzimáticos específicos.
  15. 15. SARTRE COC — Simulado ENEM 15 34.O número de casos de dengue, na Brasil, cresceu nos últimos anos justificando a intensificação das campanhas de combate a doença, para tanto a população deve ser informada sobre o mecanismo de transmissão, agente causador, sintomas e profilaxia. O cartaz traz informações sobre aspectos associados ao modo de transmissão da dengue. Com base nessas informações e nos conhecimentos sobre o patógeno causador, conclui-se que o cartaz A) informa corretamente a população sobre a natureza do agente etiológico da dengue. B) apresenta uma informação errada ao destacar que o Aedes aegypti é procurado por causar milhões de casos de dengue e febre hemorrágica. C) destaca que o patógeno da dengue só possui metabolismo no organismo das fêmeas do Aedes aegypti. D) informa que os insetos adquirem o patógeno da dengue nos reservatórios onde nascem. E) afirma que um indivíduo ao ser picado pelo Aedes aegypti fatalmente contrairá a doença.
  16. 16. SARTRE COC — Simulado ENEM 16 35.Os espelhos convexos são muito utilizados nos retrovisores das motocicletas por produzirem um campo visual muito maior que o gerado por um espelho plano do mesmo tamanho. Na tirinha abaixo, o motociclista facilmente percebeu que seu espelho convexo foi trocado por um côncavo. O motivo pelo qual o espelho apresentado na tirinha não pode ser convexo está relacionado ao fato de: A) o espelho convexo não produzir imagens direitas. B) o espelho convexo não produzir imagens ampliadas. C) o espelho convexo não produzir imagens virtuais. D) o espelho convexo possuir foco real. E) o espelho convexo produzir imagens cada vez maiores à medida que o objeto se afasta. 36. O Desertec nasceu de um desafio global de produzir energia limpa e atender às crescentes demandas energéticas no mundo. A tecnologia será baseada na produção de energia solar por meio de grandes placas refletoras. Milhares de espelhos enfileirados refletem os raios de sol para canos que contêm um fluido. Esse líquido é aquecido a altas temperaturas e leva o calor até um reservatório com água. O contato do óleo quente com a água fria libera vapor, que é conduzido para as turbinas movendo-as e produzindo energia elétrica. O esquema acima mostra o funcionamento da usina bem como o movimento que os espelhos fazem no decorrer do dia. (Fonte: http://veja.abril.com.br/220709/megausina-solar-saara-p-094.shtml)
  17. 17. SARTRE COC — Simulado ENEM 17 O movimento dos espelhos se dá com o intuito de: A) assegurar que os raios provenientes do sol incidam sobre o centro de curvatura do espelho ponto que garante a maior quantidade de captação de energia. B) impedir que os raios de luz dissipassem calor durante a transmissão do fluido nos tubos. C) assegurar que os raios provenientes do sol estejam sempre paralelos ao eixo principal refletindo-se no foco do espelho, ponto onde se encontra a tubulação que contém o óleo. D) permitir que os raios de luz que incidem no vértice possam retornar simétricos ao eixo principal gerando assim um foco virtual e que gera o aquecimento do óleo. E) promover a movimentação do fluido garantido uma distribuição homogênea do calor ao longo da tubulação. 37.Dois problemas importantes da higiene dental são o controle da placa e do tártaro. Durante a retirada do tártaro, o dentista faz uso de um espelho para que possa visualizar de maneira indireta certas regiões do dente que não seriam possíveis sem o auxílio deste instrumento. Sabe-se que a imagem gerada por este espelho é direita e maior que o dente que a origina facilitando assim o trabalho do dentista. A natureza do espelho e a posição do dente em relação a este são respectivamente: A) côncavo e o dente está no foco do espelho. B) côncavo e o dente está entre o foco e o vértice do espelho. C) convexo e o dente está no foco do espelho. D) plano e o dente pode estar localizado a qualquer distância do espelho. E) convexo e o dente pode estar a qualquer distância do espelho. 38.Muitas pessoas pensam que a densidade é apenas o resultado de uma operação aritmética de divisão entre a massa e o volume de uma substância, mas esse conceito é muito mais amplo e está relacionado a outros. Observando as densidades das duas formas alotrópicas mais importantes do carbono nota-se que o diamante é mais denso do que o grafite, e isto pode ser explicado porque: 3,5g/mL 1,9g/mL A) os átomos que constituem o grafite são menos densos que os átomos encontrados no diamante. B) as ligações que unem os átomos no diamante são diferentes daquelas que unem os átomos no grafite. C) o empacotamento dos átomos no diamante é mais compacto do que no grafite. D) o diamante resiste menos à compressão do que o grafite. E) nas condições ambiente, a pressão que atua no diamante é superior aquela que atua no grafite. 39.Nas indústrias de alimentos e bebidas, a filtração aparece na produção de suco de frutas, óleos vegetais, vinho, cerveja e em muitos outros. Nestes setores, durante as etapas de filtração, normalmente o líquido é a fração que mais interessa, com valor comercial, enquanto que o sólido é o de menor importância, ou muitas vezes é até indesejável. Sabendo que a filtração é um método de separação de misturas, que se baseia na passagem da mistura por um filtro, qual dos processos descritos a seguir não pode ser realizado por esse método? A) Retirada do pó em suspensão presente no ar de uma fábrica. B) Redução da quantidade de partículas sólidas presentes no ar atmosférico. C) Remoção da areia presente na água proveniente de um lago no processo que visa obter água potável. D) Retenção do sólido no preparo do café. E) A remoção do odor desagradável, decorrente de decomposição orgânica, de uma amostra de água.
  18. 18. SARTRE COC — Simulado ENEM 18 40.Quando uma substância radioativa se desintegra, ela em geral se transforma numa outra substância que também é radioativa e se chama filha da primeira. Esta filha por sua vez também se desintegra, e se transforma em outra filha, que também é radioativa. Assim, sucessivamente, até haver uma última transformação, numa substância que não é mais radioativa, isto é, uma substância estável. O conjunto de todas as substâncias radioativas que vão se desintegrando sucessivamente umas nas outras é chamado família radioativa, como essa que é mostrada a seguir: Dados: Urânio (Z = 92); Chumbo (Z = 82) A interpretação da família radioativa mostrada acima permite verificar que: A) os isótopos de chumbo são sempre estáveis. B) a transmutação do bismuto-214 em polônio-214 ocorre com uma drástica redução no número de partículas presentes no núcleo atômico. C) a transmutação do polônio-210 em chumbo ocorre exclusivamente por emissão de radiação constituída por ondas eletromagnéticas. D) o radônio-222 transforma-se no polônio-218 quando o seu núcleo emite uma partícula com praticamente a mesma massa de um átomo de hélio. E) a transmutação é um processo que modifica apenas a eletrosfera dos átomos. 41.O urânio usado em usinas nucleares não é o natural, sendo obtido a partir dele pelo processo de enriquecimento. Na natureza existem vários "tipos" de urânio, chamados isótopos, que diferem apenas pelo número de nêutrons existentes no núcleo. Os vários isótopos usualmente são identificados pela soma do número de prótons e de nêutrons existentes em seu núcleo. Assim, o urânio mais comum na Natureza é o urânio-238. Sabendo que o elemento lítio apresenta dois isótopos naturais, o 7 Li e o 6 Li, e que a sua massa atômica é calculada através de uma média ponderada onde a abundância natural de cada um funciona como pesos dessa média, vale aproximadamente 6,926, qual a abundância natural do isótopo mais abundante do lítio? A) 94,76% B) 92,6% C) 87,65% D) 90,12% E) 81,94%
  19. 19. SARTRE COC — Simulado ENEM 19 42.O esquema abaixo ilustra um raio de luz vermelha que passa do ar para um meio desconhecido x. Sabe-se que o raio de luz incide com um ângulo de 30º e, após passar para o meio x, refrata com um ângulo de 19º com a reta normal. (Dado: Seno de 19º = 1/3) Tabela 1. Valores de índices de refração de alguns meios materiais Meio material Índices de refração (n) Ar 1,00 Água 1,33 Vidro 1,50 Glicerina 1,90 Álcool Etílico 1,36 Diamante 2,42 Acrílico 1,49 (Fonte: LIDE., D. R. (Ed). CRC Handbook of Chemistry and Physics, 87. Ed. Boca Raton: CRC Press, 2006-2007.) A substância X que promoveu o desvio do raio luminoso é: A) a glicerina B) o álcool etílico C) o vidro D) o diamante E) o acrílico Texto para as questões 43 e 44. Em pastagens, beiras de estrada e terrenos baldios de algumas regiões do Brasil, a paisagem muitas vezes apresenta, no meio da vegetação rasteira, grande número de pequenos montes chamados popularmente de “murundus”. Tais montes são construídos por cupins conhecidos como “cupins de montículo” ou “cupins de pasto”. Vários gêneros desses insetos constroem essas estruturas em forma de monte, para proteção. Nos cupinzeiros de Cornitermes cumulans geralmente há um espaço entre toda a borda externa e o solo para circulação de ar. Já foram encontrados, nesse espaço, seres que não prejudicam os cupins como roedores, cobras, escorpiões e aranhas... A parte superior do cupinzeiro também pode ser usada para a instalação de ninhos por algumas aves que esporadicamente incluem cupins em sua alimentação. A população do cupinzeiro — além do casal real — é composta por operários, soldados e jovens. Os operários coletam alimento e cuidam das atividades diárias do cupinzeiro, como armazenamento do alimento, construção de paredes e galerias, limpeza e cuidados com os jovens. Um casal, após o encontro e a dança nupcial, cava um buraco no solo e inicia um novo cupinzeiro. A alteração de ambientes naturais para implantação de pastagens e a grande disponibilidade de folhas de raízes secas fornecidas pelas gramíneas de pasto são alguns dos fatores responsáveis pela alta densidade dos cupins de montículos nesses locais. As folhas e raízes secas são os alimentos preferidos desses insetos. A eliminação da vegetação nativa torna o ambiente inóspito para outras espécies de cupins, principalmente as que se alimentam de madeira e húmus, trazendo vantagens para as que consomem gramíneas, como os cupins de montículo. Além disso, o desmatamento também elimina ou afasta inimigos naturais dos cupins de montículo, como aves, formigas, tatus e tamanduás. (LEONARDO, 2005, p. 62.)
  20. 20. SARTRE COC — Simulado ENEM 20 43.Do ponto de vista ecológico, a organização do cupinzeiro de C. cumulans evidencia: A) uma associação anatômica dos indivíduos em que a morte de um é uma ameaça à sobrevivência do cupinzeiro. B) a existência entre os insetos do murundu de relações interespecíficas que incluem uma complexa divisão de trabalho. C) a natureza social dos cupins em que existe um sistema de castas. D) o caráter esporádico do montículo, com a dispersão dos integrantes após o vôo nupcial. E) a ocorrência de protocooperação com soldados e jovens se beneficiando mutuamente. 44.Uma análise das interações entre os cupins e demais componentes da comunidade revela: A) a ocorrência de acirrada competição pelo alimento entre casal real, operários, soldados e jovens. B) a existência de predatismo representado por roedores, cobras e aranhas, que se abrigam na área de circulação de ar do cupinzeiro. C) o pioneirismo dos cupins no processo de sucessão ecológica, que culmina com uma comunidade clímax. D) em certos casos uma dieta detritívora dos cupins a partir de produtos derivados de seres do primeiro nível trófico. E) a predominância numérica dos cupins pelo fato de serem decompositores. 45.A pistola de água é um brinquedo inofensivo para as crianças, mas, aparentemente, pode ser uma arma letal também. Uma espécie particular de peixe faz uso de jatos de água e das leis da física para visar e atordoar a presa, já que ele vê os insetos em uma posição distinta da que realmente se encontra. O peixe-arqueiro pode derrubar insetos que estejam a até três metros acima da superfície da água cujo índice de refração vale 4/3. Considerando-se a hipótese em que o inseto está o mais afastado possível, a imagem que o peixe arqueiro vê fora da água é: A) real e situada a uma altura aparente de 4 m. B) virtual e situada a uma altura aparente de 4 m. C) imprópria e localizada no infinito. D) real e situada a uma altura aparente de 5 m. E) virtual, invertida e maior que o inseto. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS 46.Preparando seu livro sobre o imperador Adriano, Marguerite Yourcenar encontrou numa carta de Flaubert esta frase: "Quando os deuses tinham deixado de existir e o Cristo ainda não viera, houve um momento único na história, entre Cícero e Marco Aurélio, em que o homem ficou sozinho". Os deuses pagãos nunca deixaram de existir, mesmo com o triunfo cristão, e Roma não era o mundo, mas no breve momento de solidão flagrado por Flaubert o homem ocidental se viu livre da metafísica e não gostou, claro. Quem quer ficar sozinho num mundo que não domina e mal compreende, sem o apoio e o consolo de uma teologia, qualquer teologia? (Luiz Fernando Veríssimo. Banquete com os deuses.) A compreensão do mundo por meio da religião é uma disposição que traduz o pensamento medieval, a partir de pressupostos percebidos: A) na valorização e crença do caráter divino da natureza humana, a partir da sua fé. B) na escolástica, com a busca da salvação através do conhecimento da filosofia clássica e da assimilação do paganismo. C) através da defesa da convivência harmônica de fé e razão, uma vez que o Universo, infinito, é parte da substância divina, onde conhecê-lo pela razão é a principal condição. D) no pensamento renascentista, defensor da submissão do homem aos dogmas instituídos pela Igreja e pelo questionamento das leis divinas. E) a partir da concepção predominante na mentalidade e comportamento medieval, que considerava Deus o centro do Universo.
  21. 21. SARTRE COC — Simulado ENEM 21 47.“Uns dedicam-se particularmente ao serviço de Deus; outros garantem pelas armas a defesa do Estado; outros ainda a alimentá-lo e a mantê-lo pelos exercícios da paz. São estas as três ordens ou estados gerais da França: o Clero, a Nobreza e o Terceiro Estado”. Esta é uma das afirmações com que abre o Tratado das Ordens e Simples Dignidades que Charles Loyseau, parisiense, publicou em 1610 e que, ao ser conhecido, logo foi considerado muito útil, sendo sucessivamente editado durante o século XVII. Por estas palavras se definia a ordem social – quer dizer a ordem política –, o mesmo é dizer a ordem simplesmente. Três “estados”, três categorias estabelecidas, estáveis, três divisões hierarquizadas. (DUBY, Georges. As Três Ordens ou o Imaginário do Feudalismo. 2a edição, Editorial Estampa. 1994.) O Sistema Feudal, em sua complexidade, revelou costumes próprios, que contrapunham grupos sociais: A) dentro da sociedade feudal, que era estática e não permitia a mobilidade social, estruturando-se em castas – da qual faziam parte cinco ordens hierarquizadas: os nobres, o clero, os servos, os assalariados e os escravos. B) constituídos por um sistema de relações onde os vassalos doavam terras aos seus suseranos, que ficavam obrigados a pagar impostos nas formas de produtos e serviços. C) por um sistema, condenado pela Igreja Católica, que não concordava com as exigências senhoriais que sobrecarregavam os camponeses. D) através do domínio político, exercido por meio da violência e da obediência aos costumes, em parte ditados pela Igreja, o servo era obrigado a prestar trabalhos e serviços ao senhor feudal. E) em disputa pela principal fonte de lucro, que era o excedente de produção, oriundo do trabalho servil e livremente comercializado pelos senhores feudais e servos. 48."A natureza, ao dar-vos um filho, vos presenteia com uma criatura rude sem forma a qual deveis moldar para que se converta em um homem de verdade. Se esse ser moldado se descuidar, continuareis tendo um animal; se, ao contrário, ele se realizar com sabedoria, eu poderia quase dizer que resultaria em um ser semelhante a Deus.” (Erasmo de Roterdã- http://educador.brasilescola.com/estrategias-ensino/fe-razao-movimento-renascentista.htm.) No trecho acima, datado de 1529, do filólogo e pensador da cidade holandesa de Roterdã, encontra-se manifestada a presença de um pensamento, no qual ocorre: A) priorização da ideia do sobrenatural e da ligação do Homem com o divino, ignorando à vontade humana. B) uma visão experimentalista, em que todo e qualquer conhecimento humano se daria por meio da investigação científica. C) a presença da visão escolasticista, doutrina que admitia a fé como a única fonte verdadeira de conhecimento. D) uma valorização do Homem e suas obras como base para uma visão mais racional do mundo, sem com isso desprezar a existência de Deus. E) a perspectiva epicurista, apontando para uma postura ideológica teocêntrica que configurou a transição para a Idade Moderna. 49.O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), ligado ao Ministério da Justiça, publicou nesta quinta-feira (20.03.14) a abertura de um processo administrativo para apurar denúncias em licitações de trens e metrôs no DF e em quatro estados: SP, RJ, MG e RS. Serão analisadas licitações entre 1998 e 2013. Ao todo, 18 empresas (Siemens LTDA, Bombardier Transportation Brasil Ltda;Caterpillar Brasil Ltda;Hyundai-Rotem Co...) e 109 funcionários dessas companhias são acusados de combinar preços ao participar de licitações públicas no setor de transportes. (Adaptado da Folha de São Paulo, 01/04/2014.) Desde o final do século XIX, tornou-se um aspecto marcante do modo de produção capitalista a formação de diferentes tipos de oligopólios capazes de controlar a maior parte ou mesmo todo o mercado de um ou mais produtos. A notícia acima expressa a seguinte prática presente nessa realidade centenária, associada à seguinte característica do atual momento econômico: A) holding – fusão de companhias do mesmo setor. B) cartel – fusão de empresas com o intuito de dominar mercado em escala planetária. C) conglomerado – padronização mundial das leis de concorrência. D) dumping – protecionismo para produtos de países emergentes. E) cartel – prática de combinação de preços entre empresas de um mesmo setor.
  22. 22. SARTRE COC — Simulado ENEM 22 50.A globalização se consolidou com a abertura comercial e a livre circulação de capitais e serviços mundiais. As disputas no âmbito do mercado global favoreceram a formação de blocos econômicos. Sobre blocos econômicos, entende-se que: A) o poder econômico mundial se encontra dividido em vários polos. Os principais são Estados Unidos, Japão e Venezuela. B) o Mercosul (Mercado Comum do Sul) foi oficialmente estabelecido em março de 1991. É formado pelos países: Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina. Futuramente, estuda-se a entrada de novos membros, como Chile, Bolívia e Nova Guiné. C) o objetivo principal do Mercosul é eliminar as barreiras comerciais entre os países, aumentando o comércio. Outro objetivo já alcançado é a adoção da TEC, ocorrido no início dos anos 1990. D) a APEC possui políticas trabalhistas, de defesa, de combate ao crime e de migração em comum. A moeda comum é o euro. Nasceu em 2002 o NAFTA – North American Free Trade Agreement reunindo EUA, Canadá e México para consolidar um comércio regional que era altamente instável. E) um dos objetivos do NAFTA é eliminar as barreiras comerciais entre os países, aumentando o comércio, além de adotar uma TEC entre os países do bloco, fato ocorrido em 2001 quando o NAFTA se transformou numa União Aduaneira. 51.A partir da Revolução Industrial, cada vez mais o processo de acumulação de capital se internacionaliza. Esse processo, atualmente, tem se caracterizado por: A) alianças econômicas comerciais bem-sucedidas entre países ricos e pobres, a exemplo da formação da União Europeia em 1957. B) programa internacional para o desenvolvimento e a industrialização dos países pobres que vem sendo financiado pelo FMI do BRICS. C) intervenção da Organização Mundial do Comércio (OMC) no sentido de democratizar as relações comerciais entre os países, privilegiando os países do Sul. D) velocidade do desenvolvimento e redução das desigualdades sociais, no cenário internacional, dos países periféricos na produção e no consumo, mesmo em nações africanas. E) aprofundamento da divisão do trabalho entre países e crescimento da industrialização associada ao endividamento dos países pobres. 52.Leia o verbete a seguir. Vândalo (do latim vandalus). S. m. 1. Membro de um povo germânico de bárbaros que, na Antiguidade, devastaram o Sul da Europa e o Norte da África. 2. Fig. Aquele que destrói monumentos ou objetos respeitáveis. 3. Fam. Indivíduo que tudo destrói, quebra, rebenta. (FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo Aurélio Século XXI: dicionário da língua portuguesa. 3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999. (Adaptado).) O verbete “vândalo” indica que o mesmo termo adquire diferentes significados. O sentido predominante no dicionário citado, e amplamente empregado na cobertura midiática das recentes manifestações no Brasil, decorre da prevalência, na cultura ocidental, de uma: A) visão de mundo dos romanos, que, negando a cultura dos povos germânicos, consolidou a dicotomia entre civilização e barbárie. B) mentalidade medieval, que, após a queda do Império Romano, se apropriou da herança cultural dos povos germânicos conquistadores, valorizando-a. C) concepção renascentista, que resgatou os valores cristãos da sociedade romana, reprimidos desde as invasões dos povos bárbaros. D) imagem construída por povos dominados pelo Império, que identificaram os vândalos como símbolo de resistência à expansão romana. E) percepção resultante dos conflitos internos entre os povos germânicos que disseminou uma imagem negativa em relação aos vândalos.
  23. 23. SARTRE COC — Simulado ENEM 23 53. Algumas das obras da escultura clássica que desfrutaram de maior fama em épocas posteriores foram criadas durante o período helenístico, como o Laocoonte e seus filhos. A obra representa a terrível cena em que o sacerdote troiano Laocoonte e seus dois infelizes filhos são envolvidos por duas gigantescas serpentes, em seus anéis, que os estrangulam. (E. H. Gombrich. A História da Arte.) Sobre a cultura helenística mencionada: A) foi uma cultura exclusivamente grega e, portanto, nacionalista, exprimindo o orgulho do povo por sua cidade. B) foi uma cultura exclusivamente oriental, desprezando o humanismo. C) a cultura helenística fundiu aspectos da cultura grega com outras culturas, tornando-se mais realista e exprimindo a violência e a dor. D) foi uma cultura influenciada pelo cristianismo e serviu para expressar o poder e a influência da Igreja Católica. E) foi uma cultura influenciada pelo islamismo e limitada pelas especificações religiosas. 54. (http:parahistorico.blogspot.com/2009/2adesao-independeciarebeliões.httm) A imagem acima nos remete à luta entre gladiadores. Um jogo importante na composição da política do “pão-e- circo” instituída no Império Romano. Na arena, escravos se enfrentavam até a morte para o deleite dos espectadores. Neste contexto, a violência se transforma em espetáculo público, e nele se observa: A) a capacidade de articulação dos gladiadores para as revoltas contra a ordem estabelecida, da qual a luta dos gladiadores era a principal representação pública. B) o vínculo entre a morte de um gladiador na arena e a ascensão dos mártires cristãos ao Panteão Romano, como ato de regeneração social. C) o sentimento de remissão dos gladiadores pelas culpas das mortes causadas em suas lutas nos espaços públicos e privados. D) a inserção dos escravos nas esferas públicas após a conquista de vitórias consecutivas nas arenas. E) a diversão das camadas sociais mais afetadas pela política expansionista de Roma e pelo crescimento do número de escravos nas cidades.
  24. 24. SARTRE COC — Simulado ENEM 24 55. “Os judeus são o povo mais tenaz da história. Aí está o Hebron para prová-lo. Ali, na caverna de Macpela, estão os túmulos dos patriarcas. Segundo velha tradição, um sepulcro, ele próprio de grande antiguidade, contém os restos mortais de Abraão, fundador da religião judaica e primeiro judeu.” (JOHNSON, Paul. História dos Judeus. São Paulo: Imago, 1995.) O trecho, ao considerar o povo judeu “o mais tenaz da história”, leva em conta: A) uma opinião pessoal do autor, refletindo preferências pessoais e não necessariamente, uma realidade com respaldo histórico. B) a grande antiguidade deste povo que se tornou um dos povos mais influentes da história antiga, em virtude do imenso império que formou. C) as lutas constantes entre este povo e os cristãos, na atualidade, pelo domínio da Palestina, considerada uma Terra Santa para ambas as crenças. D) o fato de este povo ter resistido a várias invasões, dominações, deportações e à expulsão de seu território e ainda conservar uma surpreendente unidade cultural e religiosa. E) que este povo terminou convertendo, ao longo de séculos, várias civilizações à sua crença, em decorrência do caráter expansionista de sua fé. 56. A imagem acima está retratando Luís XIV, denominado o Rei Sol, símbolo máximo do Absolutismo Real que surgiu na Europa em meio à transição da sociedade feudal para a ordem capitalista. O luxo e a ostentação são uma das características dessa forma de governo como se demonstra: A) no enfraquecimento da autoridade da Igreja com a afirmação do poder real, tal como se verifica na ostentação do rei na imagem, onde se promoveu uma rígida separação entre Igreja e Estado. B) na representação do luxo e opulência percebida na imagem, que confirma o grande poder do rei Luís XIV, no auge do absolutismo na Europa. C) no estabelecimento de impostos regulares para a nobreza e clero, para financiar o exército e a administração reais, colaborando para a efetivação deste absolutismo. D) na perda completa do poder da nobreza, agora destituída dos privilégios que detinha, diante de outros grupos. E) no luxo representado na imagem derivado da burguesia ter se tornando a classe politicamente dirigente, instituindo-se, desta forma, uma ordem econômica baseada no livre mercado. (http://www.infoescola.com/biografias/luis-xiv/. acessado em 04/04/2014.)
  25. 25. SARTRE COC — Simulado ENEM 25 57.No seu conjunto, e vista no plano mundial e internacional, a colonização dos trópicos toma o aspecto de uma vasta empresa comercial, mais completa que a antiga feitoria, mas sempre com o mesmo caráter que ela, destinada a explorar os recursos naturais de um território virgem em proveito do comércio europeu. É este o verdadeiro sentido da colonização tropical, de que o Brasil é uma das resultantes. (Caio Prado Júnior, Formação do Brasil Contemporâneo.) Este sentido da colonização tropical permite explicar elementos fundamentais da evolução econômica, política e social do Brasil colônia, percebidos: A) no predomínio do povoamento no interior em detrimento do litoral, determinado por atividades de preação de índios e procura de metais preciosos. B) na preponderância das necessidades do mercado internacional na determinação dos gêneros agrícolas cultivados e atividades econômicas desenvolvidas. C) na incorporação de grupos nativos como mão de obra cativa predominante nas lavouras e minas, durante o período da mineração. D) na tolerância religiosa irrestrita como prática fundamental do Estado para o incremento das relações comerciais com países estrangeiros. E) na descentralização da administração metropolitana, marcada pela intensa preocupação quanto ao desenvolvimento colonial. 58. “Atualmente, com a globalização da economia, a situação dos trabalhadores assalariados está se deteriorando cada vez mais. Intensifica-se a abertura ou a transferência de filiais de empresas para países onde os salários são mais baixos e a legislação trabalhista é mais flexível, em detrimento dos trabalhadores.” (MOREIRA, João Carlos. Geografia. São Paulo: Scipione, 2005. p. 444.) Pode-se entender que sobre a atual situação dos trabalhadores e do mercado de trabalho no mundo globalizado: A) a participação da população economicamente ativa no mercado de trabalho envolve, cada vez mais, a necessidade de investimentos em escolas profissionalizantes e universidades, com grande grau de qualificação profissional, com exceção dos empregos no setor terciário. B) há sobra e falta de emprego ao mesmo tempo, dependendo da qualificação da mão de obra e do acesso às escolas pela maioria da população economicamente ativa. Muitas vagas não são preenchidas por falta de qualificação exigida para o cargo. C) os assalariados dos países pobres têm uma participação mais favorável na renda nacional auferida, pois podem ser despedidos sem encargos muito grandes para as empresas e substituídos rapidamente por outros. D) o investimento em robotização e informática nas grandes empresas leva ao desemprego estrutural, fortalecendo a ação dos sindicatos e a força dos empregados menos qualificados em negociações trabalhistas. E) o desemprego não é um dos maiores problemas do mundo atual. Entre os países desenvolvidos, o que tem provocado discussões em encontros do G-8, no Fórum Econômico Mundial, é a procura de trabalhadores imigrantes para seus postos de trabalho. 59.“Nenhum país do mundo é autossuficiente do ponto de vista econômico. Nenhum país tem todos os recursos naturais de que necessita ou tecnologia suficiente para promover seu desenvolvimento e suprir todas as necessidades de sua população.” (LUCCI, Elian Alabi. Geografia geral e do Brasil. 2. ed. São Paulo: Saraiva, 2005. p. 44.) No que diz respeito aos aspectos relativos ao espaço comercial e financeiro global: A) no comércio internacional, as operações de compra (importação) e venda (exportação) dependem da autorização e controle de cada estado. Os exportadores e importadores pagam taxas (impostos) no momento em que as mercadorias saem e entram nos países. São as taxas alfandegárias ou aduaneiras. B) existem normas rígidas que organizam o comércio mundial de mercadorias e serviços. Elas são definidas e controladas pelo G-8 e pelos BRICS, que tem poder de decisão no comércio mundial. C) competir numa economia globalizada é sempre uma disputa muito difícil, em que o objetivo é eliminar o concorrente ou neutralizá-lo. Com a globalização, essas disputas ficaram menos acirradas, por isso a OMC tem se tornado cada vez mais frágil. D) Dumping é um documento que atesta o direito de uma pessoa ou empresa a um invento (fórmula de um medicamento, criação de um produto, por exemplo). Ao registrar esse invento, a pessoa ou empresa tem assegurados direitos exclusivos para fabricar o produto ou gerar o serviço durante um determinado tempo. E) desde a criação do GATT (em substituição a OMC), em 1995, vêm ocorrendo reuniões (rodadas, como a de Doha) nas quais os países discutem a redução das barreiras tarifárias, a eliminação do protecionismo e as questões que envolvem as barreiras não-tarifárias.
  26. 26. SARTRE COC — Simulado ENEM 26 60.A OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) é uma organização internacional formada por países que são grandes produtores de petróleo. A OPEP foi fundada em 14 de setembro de 1960 e possui sua sede na cidade de Viena (Áustria). Objetivos da OPEP: – Estabelecer uma política petrolífera comum a todos os grandes produtores de petróleo do mundo (países membros); – Definir estratégias de produção; – Controlar preços de venda de petróleo no mercado mundial; – Analisar e gerar conhecimentos para os países membros sobre o mercado de petróleo mundial; – Controlar volume de produção de petróleo da organização. A Forma de concentração econômica em que a OPEP se enquadra é: A) Truste B) Cartel C) Conglomerado D) Dumping E) Holding 61.O cristianismo católico tornou-se religião oficial do Império Romano no ano de 380 d.C., data da edição do famoso Édito de Tessalônica, outorgado pelo Imperador Teodósio. Desde a sua criação até este momento, a caminhada foi dura e difícil para os seguidores de Cristo. Exemplo disso foram as perseguições movidas por alguns imperadores romanos, eternizadas pelos relatos fantásticos e emotivos de vários escritores e historiadores cristãos. Podemos apontar como principais causas dessas perseguições: A) o ódio e a intolerância tanto das autoridades como da população pagã do mundo romano, que viam na figura de Cristo e na comunidade cristã uma ameaça ao poder do Imperador. B) a constante penetração de elementos cristãos tanto nas filas do exército imperial romano como em cargos administrativos de elevada importância, que poderiam servir de “mau exemplo” tanto em termos políticos como ideológicos. C) aspectos de índole moral, na medida em que os cristãos eram acusados pelos pagãos de realizarem orgias e assassinatos de crianças em seus rituais. D) a associação entre os cristãos e os inimigos bárbaros que punha em risco a estabilidade política e religiosa interna do mundo imperial romano. E) a necessidade de oferecer à população de Roma “pão e circo”, com os cristãos sendo sacrificados na arena do Coliseu para minimizar a ameaça de revoltas populares contra as autoridades imperiais. 62.Observe a charge e leia o texto a seguir. “Animal Político Não alimente” (Fonte: LAERTE. Classificados. São Paulo: Devir, 2001. p. 25.) “É evidente, pois, que a cidade faz parte das coisas da natureza, que o homem é naturalmente um animal político, destinado a viver em sociedade, e que aquele que, por instinto, e não porque qualquer circunstância o inibe, deixa de fazer parte de uma cidade, é um ser vil ou superior ao homem [...].” (ARISTÓTELES. A política. Trad. de Nestor Silveira Chaves. Rio de Janeiro: Ediouro, 1997. p. 13.)
  27. 27. SARTRE COC — Simulado ENEM 27 Com base no texto de Aristóteles e na charge, é correto afirmar que: A) o texto de Aristóteles confirma a ideia exposta pela charge de que a condição humana de ser político é artificial e um obstáculo à liberdade individual. B) a charge apresenta uma interpretação correta do texto de Aristóteles segundo a qual a política é uma atividade nociva à coletividade devendo seus representantes serem afastados do convívio social. C) a charge aborda o ponto de vista aristotélico de que a dimensão política do homem independe da convivência com seus semelhantes, uma vez que o homem basta-se a si próprio. D) a charge, fazendo alusão à afirmação aristotélica de que o homem é um animal político por natureza, sugere uma crítica a um tipo de político que ignora a coletividade privilegiando interesses particulares e que, por isso, deve ser evitado. E) tanto a charge quanto o texto de Aristóteles apresentam a ideia de que a vida em sociedade degenera o homem, tornando-o um animal. 63. Brasília − O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e o CADE inicia investigação para averiguar a existência de prática de venda por preços inferiores aos de mercado nas exportações da China para o Brasil de objetos de louça de mesa. De acordo com circular publicada hoje (26.04.12) no Diário Oficial da União, a China estaria vendendo esses objetos a preços muito inferiores ao custo de produção e aos das empresas nacionais. (Fonte: Adaptado da Agência Brasil de notícias em 26.04.12.) Quando o preço de venda da mercadoria está abaixo do custo de produção, podemos dizer que: A) ocorre a formação de um cartel. B) está se formando um monopólio. C) se criou um tipo de truste. D) a empresa ou país estão praticando ou fazendo dumping. E) se trata apenas de uma promoção. 64.Analise a figura a seguir. Na figura, um relógio de sol vertical está localizado em Goiânia (latitude 16° 30' Sul). O marcador do relógio está representado pela barra vertical. Quando iluminado pelo Sol, ao longo do ano, o relógio projeta sombras ao meio-dia (representadas na figura). Visto a partir das localidades intertropicais, o Sol passa (movimento aparente) duas vezes pelo zênite, o ponto mais alto do céu (Z). Considerando-se a figura e que, em uma situação ideal, o deslocamento do Sol seja uniforme, conclui-se que os meses, aproximadamente, nos quais o Sol passará duas vezes pelo zênite de Goiânia, serão: A) dezembro e fevereiro. B) novembro e janeiro. C) dezembro e março. D) novembro e março. E) janeiro e fevereiro.
  28. 28. SARTRE COC — Simulado ENEM 28 65.Nos últimos decênios, o território conhece grandes mudanças em função de acréscimos técnicos que renovam a sua materialidade, como resultado e condição, ao mesmo tempo, dos processos econômicos e sociais em curso. (SANTOS, M.; SILVEIRA; M. L. O Brasil: território e sociedade do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2004 (adaptado).) A partir da última década, verifica-se a ocorrência no Brasil de alterações significativas no território, ocasionando impactos sociais, culturais e econômicos sobre comunidades locais, e com maior intensidade, na Amazônia Legal, com a: A) reforma e ampliação de aeroportos nas capitais dos estados. B) ampliação de estádios de futebol para a realização de eventos esportivos. C) construção de usinas hidrelétricas sobre os rios Tocantins, Xingu e Madeira. D) instalação de cabos para a formação de uma rede informatizada de comunicação. E) formação de uma infraestrutura de torres que permitem a comunicação móvel na região. 66.As plataformas ou crátons correspondem aos terrenos mais antigos e arrasados por muitas fases de erosão. Apresentam uma grande complexidade litológica, prevalecendo as rochas metamórficas muito antigas (Pré- Cambriano Médio e Inferior). Também ocorrem rochas intrusivas antigas e resíduos de rochas sedimentares. São três as áreas de plataforma de crátons no Brasil: a das Guianas, a Sul-Amazônica e a do São Francisco. (ROSS, J. L. S. Geografia do Brasil. São Paulo: Edusp, 1998.) As regiões cratônicas das Guianas e a Sul-Amazônica têm como arcabouço geológico vastas extensões de escudos cristalinos, ricos em minérios, que atraíram a ação de empresas nacionais e estrangeiras do setor de mineração e destacam-se pela sua história geológica por: A) apresentarem áreas de intrusões graníticas, ricas em jazidas minerais (ferro, manganês). B) corresponderem ao principal evento geológico do Cenozoico no território brasileiro. C) apresentarem áreas arrasadas pela erosão, que originaram a maior planície do país. D) possuírem em sua extensão terrenos cristalinos ricos em reservas de petróleo e gás natural. E) serem esculpidas pela ação do intemperismo físico, decorrente da variação de temperatura. 67. (http://2.bp.blogspot.com/_dKdqOo62Fsc/SfEz7u3YNOI/AAAAAAAAAFg/YW6QvBPzwXk/s400/untitled+6.bmp) (http://www.lepanto.com.br/Imagens1/levCruzw.jpg)
  29. 29. SARTRE COC — Simulado ENEM 29 As imagens representam distintas visões dos primeiros contatos entre índios e portugueses no Brasil do início do século XVI, nas quais se pode inferir das duas imagens que: A) a primeira representa uma aceitação aos valores culturais lusitanos, enquanto a segunda espelha a imediata adesão dos indígenas à fé católica. B) ambas contêm crítica à visão de superioridade dos portugueses, já que estes se viam como uma raça superior e portadores da verdadeira cultura e religião. C) os portugueses procuraram respeitar os valores culturais dos povos que encontraram, não buscando submetê-los a seus padrões culturais e religiosos. D) na primeira figura, fica claro o contraste entre o esforço português de se relacionar de forma amigável e a violência do indígena, enquanto na segunda é patente a intenção exclusivamente religiosa do processo da Expansão marítima. E) a charge traz uma visão caricaturada do choque de culturas entre os dois povos que se encontravam e a tela representa uma visão expansionista do cristianismo. 68.Entre 1500 e 1530, os interesses da Coroa Portuguesa, no Brasil, focavam o pau-brasil, madeira abundante na Mata Atlântica e existente em quase todo o litoral brasileiro, do Rio Grande do Norte ao Rio de Janeiro. A extração era feita de maneira predatória e assistemática, com o objetivo de abastecer o mercado europeu, especialmente as manufaturas de tecido, pois a tinta avermelhada da seiva dessa madeira era utilizada para tingir tecidos, sendo que para aquisição dessa matéria-prima brasileira percebesse em relação à mão de obra: A) a exploração escravocrata dos europeus em relação aos índios brasileiros. B) a criação de núcleos povoadores, com utilização de trabalho servil. C) a utilização de escravos africanos, que trabalhavam nas feitorias. D) a exploração da mão de obra livre dos imigrantes portugueses, franceses e holandeses. E) a exploração do trabalho indígena, no estabelecimento de uma relação de troca, o conhecido escambo. 69.“Esta terra, Senhor, é muito chã e muito formosa. Nela não podemos saber se haja ouro, nem prata, nem coisa alguma de metal; porém, a terra em si é de muitos bons ares [...] querendo aproveitar dar-se-á nela tudo [ ]”. (CAMINHA, P. V. Carta. RIBEIRO, D. et al. Viagem pela história do Brasil: documentos. São Paulo: Companhia das Letras, 1997 (adaptado).) Esse texto é parte da carta que Pêro Vaz de Caminha escreveu em 1500, ao rei de Portugal, com informação sobre o Brasil, esse trecho da carta revela a(o): A) intenção de colonizar imediatamente a terra, retirando os bens exportáveis para atender o mercado internacional. B) processo de ocupação da terra, circunscrito aos limites do mercantilismo industrial e colonial. C) intenção, desde o princípio, que os portugueses tinham de escravizar os povos indígenas a fim de encontrarem os metais preciosos. D) evidente o interesse em explorar a terra nos moldes do mercantilismo europeu. E) intenção de estabelecer uma agricultura de policultura, baseada no trabalho escravo e familiar. 70.“A armada de Martim Afonso de Sousa, que viria deixar Lisboa a 03 de dezembro de 1530, vinha 'com poderes extensíssimos, se comparados aos das expedições anteriores, mas tinha como finalidade principal desenvolver a exploração e limpeza da costa, infestada, ainda e cada vez mais, pela atividade dos comerciantes intrusos." (HOLANDA, Sérgio Buarque de. As primeiras expedições. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de (org.). História geral da civilização brasileira. Tomo I, vol. 1. São Paulo: Difel, 1960.) O autor sugere no texto que a expedição de Martim Afonso teve maiores poderes se comparados com os das primeiras expedições portuguesas às novas terras descobertas na América, que possuiam objetivos mais limitados, relacionados: A) a expulsão dos contrabandistas de pau-brasil e o combate aos holandeses instalados em Pernambuco. B) com ações para tentar garantir às terras brasileiras para Portugal, nos termos do Tratado de Tordesilhas, expulsando os invasores estrangeiros. C) à instalação de núcleos de colonização estáveis, baseados na pequena propriedade familiar, e escravização dos indígenas. D) ao estabelecimento de contatos com as civilizações indígenas locais e combater os invasores franceses na Bahia, na chamada; “França Antártica”. E) à instalação de um processo de colonização a partir da atividade mineradora e exploração das especiarias.
  30. 30. SARTRE COC — Simulado ENEM 30 71."Em verdade é maravilhoso refletir sobre a grandeza que Atenas alcançou no espaço de cem anos depois de se livrar da tirania... Mas acima de tudo é ainda mais maravilhoso observar a grandeza a que Roma chegou depois de se livrar de seus reis." (Maquiavel, "Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio".) Nessa afirmação, o autor: A) critica a liberdade política e a participação dos cidadãos no governo. B) celebra a democracia ateniense e a República romana. C) condena as aristocracias ateniense e romana. D) expressa uma concepção populista sobre a antiguidade clássica. E) defende a pólis grega e o Império romano. 72.Texto I Anaxímenes de Mileto disse que o ar é o elemento originário de tudo o que existe, existiu e existirá, e que outras coisas provêm de sua descendência. Quando o ar se dilata, transforma-se em fogo, ao passo que os ventos são ar condensado. As nuvens formam-se a partir do ar por feltragem e, ainda mais condensadas, transformam-se em água. A água, quando mais condensada, transforma-se em terra, e quando condensada ao máximo possível, transforma-se em pedras. (BURNET, J. A aurora da filosofia grega. Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2006 (adaptado).) Texto II Basílio Magno, filósofo medieval, escreveu: “Deus, como criador de todas as coisas, está no princípio do mundo e dos tempos. Quão parcas de conteúdo se nos apresentam, em face desta concepção, as especulações contraditórias dos filósofos, para os quais o mundo se origina, ou de algum dos quatro elementos, como ensinam os Jônios, ou dos átomos, como julga Demócrito. Na verdade, dão a impressão de quererem ancorar o mundo numa teia de aranha”. (GILSON, E.; BOEHNER, P. História da Filosofia Cristã. São Paulo: Vozes, 1991 (adaptado).) Filósofos dos diversos tempos históricos desenvolveram teses para explicar a origem do Universo, a partir de uma explicação racional. As teses de Anaxímenes, filósofo grego antigo, e de Basílio, filósofo medieval, têm em comum na sua fundamentação teorias que: A) eram baseadas nas ciências da natureza. B) refutavam as teorias de filósofos da religião. C) tinham origem nos mitos das civilizações antigas. D) postulavam um princípio originário para o mundo. E) defendiam que Deus é o princípio de todas as coisas. 73.No princípio do século XVII, era bem insignificante e quase miserável a Vila de São Paulo. João de Laet dava- lhe 200 habitantes, entre portugueses e mestiços, em 100 casas; a Câmara, em 1606, informava que eram 190 os moradores, dos quais 65 andavam homiziados*. (Nelson Werneck Sodré. Formação histórica do Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1964.) *homiziados: escondidos da justiça. Na época da invasão holandesa, Olinda era a capital e a cidade mais rica de Pernambuco. Cerca de 10% da população, calculada em aproximadamente 2.000 pessoas, dedicavam-se ao comércio, com o qual muita gente fazia fortuna. Cronistas da época afirmavam que os habitantes ricos de Olinda viviam no maior luxo. (Hildegard Féist. Pequena história do Brasil holandês. São Paulo: Moderna, 1998 (com adaptações).) Os textos apresentados retratam, respectivamente, São Paulo e Olinda no início do século XVII, no qual percebe-se aspectos econômicos, em relação a essas duas cidades, decorrentes de características como: A) a destruição do sistema produtivo de açúcar em São Paulo a partir da ocupação holandesa, que desestruturou os engenhos de São Vicente e São Paulo. B) avanço da construção naval em Pernambuco, favorecido pelo comércio dessa cidade com à Europa à época. C) maior desenvolvimento do cultivo da cana-de-açúcar no planalto de Piratininga do que na Zona da Mata Nordestina. D) atraso no desenvolvimento econômico da região de Olinda e Recife, associado à escravidão, inexistente em São Paulo. E) a prosperidade do açúcar no Nordeste, em função, entre outras coisas, da maior proximidade dessa região com o mercado europeu enquanto o litoral de São Paulo, por ser mais distante, foi ficando relativamente esquecido pelas autoridades metropolitanas nesse período.
  31. 31. SARTRE COC — Simulado ENEM 31 74.Durante todo o Período Colonial, formaram-se quilombos em muitas partes do território, como no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, no Mato Grosso, na Bahia, em Pernambuco. O mais conhecido, sem dúvida, foi o de Palmares, localizado na Serra da Barriga, no atual Estado de Alagoas. Os mocambos − grupos de casebres cobertos com folhas de palmeiras − estendiam-se por 27 mil km², e seus milhares de habitantes cultivavam principalmente o milho, além do feijão, da batata-doce, da mandioca, da banana e da cana-de-açúcar. (...) Palmares desenvolveu-se tanto que seus habitantes até iniciaram um comércio com aldeias próximas, ligadas à colonização portuguesa, sendo considerado: A) um exemplo de estrutura baseada na estrutura e ordem colonial metropolitana e escravista. B) um local de atração para os escravos da vizinhança, o que prejudicava interesses metropolitanos coloniais. C) um local de constantes rebeliões e fugas, pois estavam enquadrados no modelo de exploração mercantilista metropolitano. D) um espaço formado por senhores de escravos que se estruturavam a partir de práticas de lucro com o tráfico negreiro realizadas por grupos étnicos rivais dentro da comunidade. E) um exemplo de comunidade onde não existiam relações hierárquicas nem escravistas e que superavam as rivalidades étnicas em prol do combate às instituições metropolitanas. 75.“O papa Francisco assinou hoje 03/04/2014, o decreto de canonização do beato José de Anchieta, um dos jesuítas fundadores da cidade de São Paulo. O ‘apóstolo do Brasil’ é considerado pela Igreja um exemplo de evangelização, foi beatificado pelo papa João Paulo II em 1980 e tornou-se santo mesmo sem ter milagres comprovados. O processo de canonização foi aberto há mais de 400 anos e, segundo o arcebispo de São Paulo, dom Odilo Pedro Scherer, sua demora está ligada a uma ‘campanha de difamação’, feita contra a ordem dos jesuítas.(...) José de Anchieta nasceu em 1534, na Espanha. Ingressou na Companhia de Jesus e, quando se tornou jesuíta, seguiu para o Brasil, em 1553, como missionário. Em 1554, chegou à capitania de São Vicente, onde, junto com o provincial do Brasil, padre Manoel da Nóbrega, fundou aquela que seria a cidade de São Paulo. No local, foi instalado um colégio e seu trabalho missionário começou. Anchieta desempenhou intenso trabalho no colégio, o primeiro dos jesuítas na América, informou texto publicado pela CNBB. Ele ensinou a língua portuguesa aos filhos de índios e portugueses. O padre Anchieta também estudou a língua dos indígenas e compôs a primeira gramática da língua tupi. No mesmo idioma dos índios escreveu um catecismo, várias peças de teatro e hinos (...).” (http://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2014-04/padre-jose-de-anchieta-foi-canonizado-hoje-pelo-papa-francisco/modificado.) A canonização de José de Anchieta reforça o papel relevante dos jesuítas no processo de colonização do Brasil, que pode ser constatado: A) na catequese que, promovendo o contato dos índios com os padrões europeus, favoreceu a sua emancipação de forma autônoma, com respeito aos valores religiosos nativos. B) na educação, através das Ordens Religiosas, a Igreja monopolizou as instituições de ensino durante o período colonial e através das missões expandiu a fé cristã no Novo Mundo. C) nas Missões, que, ao reunirem os contingentes indígenas, facilitavam o fornecimento de mão de obra para a lavoura, convencendo-os sobre à obediência aos colonos. D) na defesa das fronteiras, sendo as missões a primeira defesa por onde penetraram estrangeiros no Brasil. E) na administração, ocupando o clero a maior parte dos cargos públicos que exigiam melhor nível de instrução. 76.A presença holandesa no Brasil colônia causa, até hoje, polêmicas entre historiadores. As controvérsias se localizam, sobretudo, em relação à atuação de Maurício de Nassau, que dirigiu os empreendimentos da Companhia das Índias Ocidentais no Brasil. Nassau conseguiu destacar-se, mas terminou sendo demitido, em função de algumas perspectivas nas quais: A) os holandeses procuraram restabelecer a produção do açúcar, mas fracassaram devido à falta de recursos e de adequação tecnológica do lugar as suas técnicas. B) os cuidados especiais com o Recife, onde Nassau fixou sua residência, melhoraram muito as condições do lugar, porém a Companhia Marítima das Índias Ocidentais, exigia atitudes mais duras em relação à cobrança de dívidas com os colonos, atitude que Nassau não aceitou exercer. C) o empenho de Nassau, não conseguiu aumentar os domínios territoriais dos holandeses no Nordeste e isso o levou a ser demitido. D) a reconstrução da cidade de Olinda, não foi suficiente para os holandeses conseguirem restabelecer a produção de açúcar, levando-os a demitirem Nassau e abandonarem a região. E) os holandeses não conseguiram estabelecer, em nenhum momento, boas relações com os grandes proprietários que tramavam, desde o início, sua expulsão.
  32. 32. SARTRE COC — Simulado ENEM 32 77.De repente, sente-se uma vibração que aumenta rapidamente; lustres balançam, objetos se movem sozinhos e somos invadidos pela estranha sensação de medo do imprevisto. Segundos parecem horas, poucos minutos são uma eternidade. Estamos sentindo os efeitos de um terremoto, um tipo de abalo sísmico. ASSAD, L. Os (não tão) imperceptíveis movimentos da Terra. ComCiência: Revista Eletrônica de Jornalismo Científico, no 117, abr. 2010. Disponível em: http://comciencia.br. Acesso em: 2 mar. 2012.) O fenômeno físico descrito no texto afeta intensamente as populações que ocupam espaços próximos às áreas de: A) alívio da tensão geológica. B) desgaste da erosão superficial. C) atuação do intemperismo químico. D) formação de aquíferos profundos. E) acúmulo de depósitos sedimentares. 78.Um dos principais objetivos de se dar continuidade às pesquisas em erosão dos solos é o de procurar resolver os problemas oriundos desse processo, que, em última análise, geram uma série de impactos ambientais. Além disso, para a adoção de técnicas de conservação dos solos, é preciso conhecer como a água executa seu trabalho de remoção, transporte e deposição de sedimentos. A erosão causa, quase sempre, uma série de problemas ambientais, em nível local ou até mesmo em grandes áreas. (GUERRA, A. J. T. Processos erosivos nas encostas. In: GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007 (adaptado).) A preservação do solo, principalmente em áreas de encostas, pode ser uma solução para evitar catástrofes em função da intensidade de fluxo hídrico. A prática humana que segue no caminho contrário a essa solução é: A) a aração. B) o plantio sustentável. C) o repouso do solo. D) a drenagem. E) o desmatamento. 79.O Centro-Oeste apresentou-se como extremamente receptivo aos novos fenômenos da urbanização, já que era praticamente virgem, não possuindo infraestrutura de monta, nem outros investimentos fixos vindos do passado. Pôde, assim, receber uma infraestrutura nova, totalmente a serviço de uma economia moderna. (SANTOS, M. A Urbanização Brasileira. São Paulo: EdUSP, 2005 (adaptado).) O texto trata da ocupação de uma parcela do território brasileiro. O processo econômico diretamente associado a essa ocupação foi o avanço da(o): A) industrialização voltada para o setor de base. B) economia da borracha no sul da Amazônia. C) fronteira agropecuária que degradou parte do cerrado. D) exploração mineral na Chapada dos Guimarães. E) extrativismo na região pantaneira.
  33. 33. SARTRE COC — Simulado ENEM 33 80.Umidade relativa do ar é o termo usado para descrever a quantidade de vapor de água contido na atmosfera. Ela é definida pela razão entre o conteúdo real de umidade de uma parcela de ar e a quantidade de umidade que a mesma parcela de ar pode armazenar na mesma temperatura e pressão quando está saturada de vapor, isto é, com 100% de umidade relativa. O gráfico representa a relação entre a umidade relativa do ar e sua temperatura ao longo de um período de 24 horas em um determinado local. Considerando-se as informações do texto e do gráfico, conclui-se que: A) a insolação é um fator que provoca variação da umidade relativa do ar. B) o ar vai adquirindo maior quantidade de vapor de água à medida que se aquece. C) a presença de umidade relativa do ar é diretamente proporcional à temperatura do ar. D) a umidade relativa do ar indica, em termos absolutos, a quantidade de vapor de água existente na atmosfera. E) a variação da umidade do ar se verifica no verão, e não no inverno, quando as temperaturas permanecem baixas. 81.Leia o texto a seguir. Para esclarecer o que seja a imitação, na relação entre poesia e o Ser, no Livro X de A República, Platão parte da hipótese das ideias, as quais designam a unidade na pluralidade, operada pelo pensamento. Ele toma como exemplo o carpinteiro que, por sua arte, cria uma mesa, tendo presente a ideia de mesa, como modelo. Entretanto, o que ele produz é a mesa e não a sua ideia. O poeta pertence à mesma categoria: cria um mundo de mera aparência. Com base no texto e nos conhecimentos sobre a teoria das ideias de Platão, é correto afirmar que: A) Deus é o criador último da ideia, e o artífice, enquanto coparticipante da criação divina, alcança a verdadeira causa das coisas a partir do reflexo da ideia ou do simulacro que produz. B) a participação das coisas às ideias permite admitir as realidades sensíveis como as causas verdadeiras acessíveis à razão. C) os poetas são imitadores de simulacros e por intermédio da imitação não alcançam o conhecimento das ideias como verdadeiras causas de todas as coisas. D) as coisas belas se explicam por seus elementos físicos, como a cor e a figura, e na materialidade deles encontram sua verdade: a beleza em si e por si. E) a alma humana possui a mesma natureza das coisas sensíveis, razão pela qual se torna capaz de conhecê- las como tais na percepção de sua aparência. 82.A filosofia de Santo Agostinho é essencialmente uma fusão das concepções cristãs com o pensamento platônico. Subordinando a razão à fé, Agostinho de Hipona afirma existirem verdades superiores e inferiores, sendo as primeiras compreendidas a partir da ação de Deus. A filosofia patrística agostiniana modifica a reminiscência de Platão na: A) Teoria da Predestinação. B) Teoria da Providência. C) Teoria Dualista. D) Teoria da Emanação. E) Teoria da Iluminação.
  34. 34. SARTRE COC — Simulado ENEM 34 83.Texto I Porque morrer é uma ou outra destas duas coisas: ou o morto não tem absolutamente nenhuma existência, nenhuma consciência do que quer que seja, ou, como se diz, a morte é precisamente uma mudança de existência e, para a alma, uma migração deste lugar para um outro. Se, de fato, não há sensação alguma, mas é como um sono, a morte seria um maravilhoso presente. [ ] Se, ao contrário, a morte é como uma passagem deste para outro lugar, e, se é verdade o que se diz que lá se encontram todos os mortos, qual o bem que poderia existir, ó juízes, maior do que este? Porque, se chegarmos ao Hades, libertando-nos destes que se vangloriam serem juízes, havemos de encontrar os verdadeiros juízes, os quais nos diria que fazem justiça acolá: Monos e Radamante, Éaco e Triptolemo, e tantos outros deuses e semideuses que foram justos na vida; seria então essa viagem uma viagem de se fazer pouco caso? Que preço não seríeis capazes de pagar, para conversar com Orfeu, Museu, Hesíodo e Homero? (Platão. Apologia de Sócrates, 2000.) Texto II Ninguém sabe quando será seu último passeio, mas agora é possível se despedir em grande estilo. Uma 300C Touring, a versão perua do sedã de luxo da Chrysler, foi transformada no primeiro carro funerário customizado da América Latina. A mudança levou sete meses, custou R$ 160 mil e deixou o carro com oito metros de comprimento e 2 340 kg, três metros e 540 kg além da original. O Funeral Car 300C tem luzes piscantes na já imponente dianteira e enormes rodas, de aro 22, com direito a pequenos caixões estilizados nos raios. Bandeiras nas pontas do capô, como nos carros de diplomatas, dão um toque refinado. Com o chassi mais longo, o banco traseiro foi mantido para familiares acompanharem o cortejo dentro do carro. No encosto dos dianteiros, telas exibem mensagens de conforto. O carro faz parte de um pacote de cerimonial fúnebre que inclui, além do cortejo no Funeral Car 300C, serviços como violinistas e revoada de pombas brancas no enterro. (Funeral tunado. Folha de S.Paulo, 28.02.2010.) Após análise dos dois textos, pode-se afirmar que: A) o texto I é de natureza fictícia, e portanto não baseado em fatos históricos. B) Platão não apela a entidades míticas para justificar sua concepção positiva sobre a morte. C) Platão faz alusão a um fato histórico fundamental para a filosofia ocidental: as circunstâncias da morte de Sócrates. D) o texto II trata do caráter sagrado e religioso dos funerais em nossa sociedade. E) o texto I evidencia que a morte não é um tema filosófico. 84.“Nesse caso, aliás, o que se projetou, no século XVIII, foi o comércio entre a Bahia e o Rio Grande do Sul. Para lá, a Bahia mandava sal, açúcar, gêneros produzidos na Europa, doces, escravos. Para que se tenha uma noção da intensidade de tal parceria comercial, lembre-se que, entre os anos de 1798 e 1807, Lisboa enviou para cá 304 navios – o Rio Grande do Sul, 464.” (RISÉRIO, Antonio. Uma História da Cidade da Bahia. Rio de Janeiro: Versal, 2004.) O texto faz relação com um aspecto do Brasil colonial no qual: A) o forte pacto colonial, baseado na ideia do monopólio, impedia o comércio interno da colônia, para que esta se mantivesse como mercado consumidor da metrópole. B) a existência de um vigoroso comércio interno entre as províncias, refletia o momento de desenvolvimento que a colônia passava naquele momento, quando o ciclo do açúcar estava no apogeu C) o desenvolvimento das atividades manufatureiras, revela os benefícios do processo de abertura comercial proporcionado pelo ciclo do açúcar. D) um forte comércio interprovincial, baseado na troca de produtos manufaturados, contrariando a ideia de que a colônia, por estar isolada do comércio externo, não possuísse uma economia interna de certa representatividade. E) reflete a crise do sistema colonial, fruto do liberalismo burguês instalado com o sucesso da Inconfidência Mineira de 1789.
  35. 35. SARTRE COC — Simulado ENEM 35 85.“A exploração de metais preciosos teve importantes efeitos para a Metrópole e na colônia. A corrida do ouro provocou em Portugal a primeira grande corrida imigratória para o Brasil. Durante os primeiros sessenta anos do século XVIII, chegaram ao Brasil cerca de 600 mil pessoas, das mais variadas condições, de padres a prostitutas, de comerciantes a aventureiros.” (FAUSTO, Boris. História Concisa do Brasil. São Paulo: EDUSP, 2002.) A partir do texto, percebe-se que esta imigração vai criar no Brasil: A) um importante mercado consumidor, formado por esta mão de obra livre, que demandava a satisfação de suas necessidades. B) uma forte rede de comerciantes, proprietários de manufaturas e profissionais liberais, que vão impulsionar a vida urbana das cidades nordestinas, particularmente as do litoral, por onde se exportava o ouro produzido em Minas. C) uma classe média e burguesia, que vão se opor ao predomínio da aristocracia rural, exigindo e conquistando a participação no poder. D) uma sociedade onde predominará o trabalho livre e assalariado, contrastando com a sociedade do açúcar, predominantemente escravista. E) uma oposição crescente ao domínio Espanhol no Brasil, já que estes imigrantes, em virtude de sua alta preparação intelectual, eram influenciados pelas ideias liberais do enciclopedismo francês. 86. (Fonte: NIZZA da SILVA, Maria Beatriz – Nova História da Expansão Portuguesa – Lisboa, Ed. Estampa, 1986). O mapa acima está representando algumas atividades econômicas do período colonial distribuídas no território brasileiro, tal distribuição demonstra: A) que a atividade da pecuária predominou no Nordeste e no Centro Sul, e o extrativismo das Drogas do Sertão e do pau-brasil na Região Norte. B) que as importações/exportações, predominaram na Região Norte, a partir da Bacia Amazônica. C) a predominância da exploração das Drogas do Sertão, na Região Amazônica, assim como a ocupação do interior brasileiro pelas atividades de mineração e pecuária. D) o predomínio da economia açucareira nas regiões Norte e Sul, enquanto o extrativismo do pau-brasil ocorreu no litoral. E) que a exportação de pau-brasil partia principalmente do Norte enquanto a mineração a partir do Nordeste.
  36. 36. SARTRE COC — Simulado ENEM 36 87.O gráfico a seguir mostra a área desmatada da Amazônia, em km 2 , a cada ano, no período de 1988 a 2008. As informações do gráfico indicam que: A) o maior desmatamento ocorreu em 2004. B) a área desmatada foi menor em 1997 do que em 2007. C) a área desmatada a cada ano manteve-se constante entre 1998 e 2001. D) a área desmatada por ano foi maior entre 1994 e 1995 do que entre 1997 e 1998. E) o total de área desmatada em 1992, 1993 e 1994 é maior que 60.000 km 2 . 88.O Aquífero Guarani se estende por 1,2 milhão de km 2 e é um dos maiores reservatórios de águas subterrâneas do mundo. O aquífero é como uma "esponja gigante" de arenito, uma rocha porosa e absorvente, quase totalmente confinada sob centenas de metros de rochas impermeáveis. Ele recarregado nas áreas em que o arenito aflora à superfície, absorvendo água da chuva. Uma pesquisa realizada em 2002 pela Embrapa apontou cinco pontos de contaminação do aquífero por agrotóxico, conforme a figura abaixo. Considerando as consequências socioambientais e respeitando as necessidades econômicas, pode-se afirmar que, diante do problema apresentado, políticas públicas adequadas deveriam: A) proibir o uso das águas do aquífero para irrigação. B) impedir a atividade agrícola em toda a região do aquífero. C) impermeabilizar as áreas onde o arenito aflora. D) construir novos reservatórios para a captação da água na região. E) controlar a atividade agrícola e agroindustrial nas áreas de recarga.
  37. 37. SARTRE COC — Simulado ENEM 37 89.Sabe-se que uma área de quatro hectares de floresta, na região tropical, pode conter cerca de 375 espécies de plantas enquanto uma área florestal do mesmo tamanho, em região temperada, pode apresentar entre 10 e 15 espécies. O notável padrão de diversidade das florestas tropicais se deve a vários fatores, entre os quais é possível citar: A) altitudes elevadas e solos profundos. B) há ainda pequena intervenção do ser humano. C) sua transformação em áreas de preservação. D) maior insolação e umidade e menor variação climática. E) alternância de períodos de chuvas com secas prolongadas. 90. (http://lh6.ggpht.com/_DXYO1cw5EL4/SwwnUei8ECI/AAAAAAAABGQ/vkqx4_6PiQs/s1600-h/os-trs-boiadeiros-thumb%5B9%5D.jpg/ /modificada/ acesso em 04/04/2014.) (http://pecuariaeotrabalho.blogspot.com.br/2011/10/pecuaria-e-o-trabalho-livre-na-colonia.html/ acesso em 04/04/2014.) Nas imagens acima estão representadas duas atividades econômicas do período colonial brasileiro, a pecuária e a atividade açucareira, que possuíam características distintas, como se demonstra: A) no maior custo da criação do gado que exigia grandes investimentos no que diz respeito à mão de obra. B) na atividade açucareira que era uma atividade menos complexa do que a criação de gado. C) nos altos custos de transporte que exigiam a atividade da pecuária comparada com a do açúcar. D) na expansão da criação de gado que se tornou uma atividade mais cara e lucrativa durante as invasões holandesas. E) na necessidade de uma menor quantidade de mão de obra exigida na pecuária comparada com a atividade açucareira.

×