Simulado Bahiana de medicina - SartreCOC

5.909 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.909
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
293
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simulado Bahiana de medicina - SartreCOC

  1. 1. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 1 CONHECIMENTOS GERAIS CONTEMPORÂNEOS Questões objetivas de 01 a 50. Texto para as questões de 01 a 04. DR. GOOGLE E SEUS BILHÕES DE PACIENTES Uma análise mais cuidadosa da relação de doentes com a Internet leva a crer que médicos e cientistas precisam aprender a lidar com a nova geração de enfermos. Por: Thiago Camelo (“Ciência Hoje online”) 5 10 15 20 25 30 35 Regina Elizabeth Bisaglia, em mais uma consulta de rotina, indicava ao paciente a melhor maneira de cuidar da pressão. Ao mesmo tempo, observava a expressão introspectiva do homem a sua frente. A cardiologista não entendia ao certo a desconfiança em seu olhar, mas começava a presumir o motivo. Logo, entenderia o porquê. Depois de uma explicação um pouco mais técnica, o senhor abriu um sorriso e o olhar tornou-se mais afável. A médica acabara de falar o que o paciente queria ouvir e, por isso, passava a ser merecedora de sua confiança. "Entendi. O senhor andou consultando o doutor Google, certo?", disse, de modo espirituoso, Bisaglia. A médica atesta: muitas vezes os pacientes chegam ao consultório com o diagnóstico já pronto e buscam apenas uma confirmação. Ou mais: vão ao médico dispostos a testar e aprovar (ou não) o especialista. "Não adianta os médicos reclamarem. Os pacientes vão à Internet pesquisar e isso é um caminho sem volta. Informação errada existe em todos os meios, mas eu diria que muitas vezes é interessante que a pessoa procure se informar melhor", diz a cardiologista, com mais de 30 anos de profissão. "Há momentos em que o paciente não confia no que o médico diz ou se faz de desentendido. Nessas horas, é muito importante que ele perceba que existem mais pessoas falando a mesma coisa e passando pelo mesmo problema e que, portanto, é fundamental se cuidar. Nada melhor do que a conversa na rede para isso", completa a médica. Discussão antiga Não é de hoje que a questão do 'doutor Google' e do 'paciente expert' é debatida. Mas se antes a maioria dos argumentos pendia a favor dos médicos e contra a pesquisa dos leigos na área – sob o medo compreensível da automedicação ou má informação –, agora o viés da conversa caminha para um olhar mais relativista. Estudos sobre o assunto já propõem, inclusive, que os médicos tenham na sua formação uma espécie de aula especial para lidar com os pacientes internautas. "Médicos e pesquisadores precisam estar cientes de que a informação está lá fora e que os pacientes estão tentando se educar da melhor forma possível", diz, em conversa por e-mail, a neurocientista norte-americana Katie Moisse. A cientista também é repórter da Scientific American e escreveu (...) um artigo que fala justamente sobre a tríade médico-paciente-Internet. No texto, Moisse conta a história do cirurgião vascular Paulo Zamboni, que no final de 2009 relatou um experimento que prometia ajudar os portadores de esclerose múltipla. A questão: Zamboni estava no início da pesquisa e não tinha, até o momento, feito testes rigorosos o suficiente para colocar sua técnica em prática. Em outros tempos, diz Moisse, poucas pessoas teriam acesso ao estudo. Não foi, naturalmente, o que aconteceu com o cirurgião, que se viu pressionado por grupos de pacientes e seus familiares para disponibilizar, o quanto antes, o procedimento desenvolvido por ele. Esse fenômeno também não é recente. O primeiro 'motim' de um grupo de doentes para que resultados de pesquisas fossem liberados e aplicados rapidamente é amplamente conhecido na literatura médica: na década de 1980, os infectados pelo vírus da AIDS não se conformavam com a ideia de que, enquanto pacientes morriam aos milhares, poucos tinham acesso aos primeiros medicamentos (à altura, ainda em fase de teste). Um verdadeiro grupo de ativistas, alguns com e outros sem a doença, formou-se e, se a relação entre médico e paciente mudou desde então, muito se deve a esses manifestantes.
  2. 2. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 2 40 45 50 Novo fenômeno Hoje, a Internet propicia a formação de grupos sobre não apenas uma, mas várias doenças: salas de discussão, fóruns e páginas sobre as mais diversas patologias. Um dos sites mais conhecidos é o Patients like me (Pacientes como eu, em português), uma rede social com quase 50 mil pessoas que reúne pacientes com os mais diversos problemas. O objetivo, como a maioria dos grupos, é o de trocar informação sobre doenças e, também, encontrar alento e apoio naqueles que partilham o mesmo sofrimento. "A Internet certamente faz do mundo um lugar menor. É uma oportunidade maravilhosa para as pessoas compartilharem ideias. Algumas redes de pacientes usam a Internet para coletar dados e, até mesmo, publicá-los em periódicos revisados por pares", conta Moisse. Em alguns casos, os portais sobre doenças – sejam elas nada letais como a psoríase ou extremamente perigosas como a hepatite C – podem ajudar o paciente a se inteirar mais sobre a doença que, anteriormente, desconhecia. "A informação disponível na Internet pode trabalhar a favor da saúde, como o caso de uma pessoa que descobre que a sua timidez excessiva pode ser na verdade um quadro de transtorno de ansiedade, um transtorno psiquiátrico que tem tratamentos de eficácia comprovada", diz o psiquiatra Rafael Freire. É a mesma linha defendida pelo biólogo e neurocientista Daniel Cadilhe, responsável pela mediação entre o leitor- paciente e o portal do Laboratório Nacional de Células-tronco Embrionárias. A grande maioria dos especialistas, como era de se esperar, dá o mesmo conselho para o paciente na hora de pesquisar e se juntar a grupos na Internet: seja responsável, busque as melhores referências e procure saber quem está dando a informação. E ainda: lembre-se de que nem sempre o que se deseja ler/ouvir é o diagnóstico correto. 01.Como diz, com certo humor, a cardiologista Regina Elizabeth Bisaglia, a primeira busca na Internet pode ser a mais simplória: "A pesquisa mais importante na rede é o nome de um bom médico para se consultar". Considerando-se as informações presentes no texto, pode-se inferir que: a) os pacientes que usam a Internet para especular a respeito de seu quadro clínico exigem que os médicos confirmem os resultados de suas pesquisas, demonstrando insatisfação quando a posição do especialista é contrária às leituras previamente realizadas. b) a conversa virtual entre pacientes é um desafio para os profissionais de medicina no século XXI, pois os obriga a acessar, mesmo sem habilidade, as novas tecnologias da informação no acompanhamento de seus pacientes. c) a pesquisa no “doutor Google” deve ser encarada como um empecilho ao bom andamento do tratamento do paciente, já que este, quando consulta fontes não confiáveis, pode assumir comportamentos arriscados. d) a troca de informação entre pacientes é uma das vantagens das conexões virtuais contemporâneas. A Internet oferece a possibilidade de partilha de experiências e até de sofrimentos. e) a irrestrita confiança nas informações publicadas na internet faz com que o leitor-paciente assuma uma postura de arrogância que enfraquece os vínculos entre o médico e o assistido. 02.Sobre aspectos linguísticos que estruturam o texto, está correto o que se afirma em: a) as formas verbais “acabara” (l. 5) e “passava” (l. 5) expressam ações verbais concomitantes na dinâmica temporal do texto. b) o termo “no”, resultado da contração da preposição “em” como o demonstrativo “o”, em “no que o médico diz” (l. 12), antecipa cataforicamente o expressão nominal “a mesma coisa” (l. 13). c) o termo “Não é de hoje” (l. 16) é uma marca de oralidade linguística, que evidencia o coloquialismo do texto, com o objetivo de reproduzir a linguagem utilizada pelos pacientes que consultam o “doutor Google”. d) o termo “que” em “um artigo que fala justamente sobre a tríade médico-paciente-Internet. No texto, Moisse conta a história do cirurgião vascular Paulo Zamboni, que no final de 2009 relatou um experimento que prometia ajudar os portadores de esclerose múltipla” apresenta três funções morfossintáticas equivalentes, embora resgatem referentes distintos. e) o articulador “pelo” (34) introduz, na expressão “pelo vírus da AIDS”, a ideia de meio.
  3. 3. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 3 03.Os efeitos de sentido gerados pelos aspectos linguísticos que estruturam o texto estão devidamente analisados na alternativa. a) A marca linguística “certamente” (l. 42) é um traço da subjetividade enunciativa do texto. b) Os termos “pares” (l. 44) e “los” (l. 43) resgatam o mesmo referente textual, estabelecendo, respectivamente, relações de sinonímia e de referenciação pronominal. c) O conectivo “como” (l. 47) opera uma lógica de conformidade cujo propósito é reforçar a validade da declaração “A informação disponível na Internet pode trabalhar a favor da saúde”. d) O operador “que”, em “como é o caso de uma pessoa que descobre que sua timidez excessiva pode ser na verdade um quadro de transtorno de ansiedade, um transtorno psiquiátrico que tem tratamentos de eficácia comprovada” (l. 47-49) pode, na segunda ocorrência, ser substituído pelo relativo “o qual”, sem que haja qualquer alteração estrutural no contexto da enunciação. e) O uso predominante do imperativo na passagem “seja responsável, busque as melhores referências e procure saber quem está dando a informação. E ainda lembra-se de que nem sempre o que se deseja ler/ouvir é o diagnóstico correto.” (l. 53/54) retoma exoforicamente o próprio interlocutor do texto. 04.Tomando a estrutura sintática do texto como ponto de partida, está correto o que se afirma em: a) o termo “a sua frente” (l. 2) refere-se à forma verbal “observava”, completando o seu sentido e conferindo-lhe uma ideia de lugar e posse. b) o termo “o porquê” (l. 3) será modificado para “por que”, caso seja retirado o artigo “o” e seja colocado o pronome demonstrativo “esse”, pois modificaria a classificação dele. c) o fragmento “a testar e aprovar (ou não) o especialista” (l. 8) modifica o sentido do substantivo abstrato “dispostos”; funciona, portanto, como adjuntos adnominais em forma de oração. d) o termo “isso” (l. 9) faz referência ao fato de as pessoas irem à Internet pesquisar; funciona como elemento de coesão e exerce função sintática de sujeito da sentença que introduz. e) no fragmento “é fundamental se cuidar” (l. 14), há apenas uma oração cujo sujeito é indeterminado, pois a partícula “se” é partícula apassivadora. 05.Os fenômenos elétricos e as ondas deles decorrentes vêm sendo cada vez mais usados na medicina. Sua aplicação está intimamente ligada à frequência da onda/corrente em questão. Quando a frequência é baixa, provoca convulsão muscular que é utilizada, por exemplo, no desfibrilador elétrico. Já nas frequências mais altas, induz corrente que provoca aquecimento nos tecidos que entram em contato com o eletrodo e é usada, por exemplo, no bisturi elétrico. Nas altas frequências, causa polarização e oscilação das moléculas de água que transforma a energia eletromagnética em calor e é utilizada com a finalidade de aquecer e remover dores musculares, sinusites, etc. As ondas mecânicas também têm as suas aplicações na medicina, como exemplo pode-se citar a utilização do ultrassom no acompanhamento da evolução do bebê durante a gestação. A respeito da utilização das ondas eletromagnéticas no tratamento e diagnóstico de doenças, é correto afirmar que: a) raios catódicos acelerados, ao incidirem sobre um metal, arrancam elétrons deste. A lacuna deixada por este elétron será preenchida por um elétron mais externo que, neste processo, emite sua energia na forma de raios X. b) as ondas de raio X são radiações de baixa energia e, por isso, não geram nenhuma espécie de dano ao corpo humano durante sua aplicação. c) as ondas eletromagnéticas são constituídas por campos elétricos e magnéticos paralelos entre si e que oscilam em concordância de fase. d) o raio laser utilizado nos processos estéticos de depilação definitiva são constituídos de ondas eletromagnéticas longitudinais, já que a direção de vibração dos campos é paralela à direção de propagação. e) o aparelho de ultrassom tem o seu funcionamento baseado nos fenômenos da polarização e da interferência combinados.
  4. 4. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 4 06.Doença autoimune é uma condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano. As células do sistema imunológico agem como um exército alinhado para o combate de agentes estranhos ao nosso corpo. Sobre as diferentes células que compõem o nosso sistema imunológico, pode-se inferir que os: a) macrófagos são células fagocíticas que agem na primeira linha de defesa impedindo que patógenos invadam o corpo humano. b) linfócitos T auxiliadores, desempenham papel central na resposta imunitária estimulando, através de interleucinas, outras células de defesa a combater os invasores. c) linfócitos T citotóxicos, produzem de forma específica anticorpos, glicoproteínas que neutralizam antígenos. d) linfócitos B maduros fazem parte da imunidade celular, pois produzem sustâncias químicas específicas conhecidas como perfurinas. e) neutrófilos, são leucócitos agranulócitos, responsáveis por desencadear diretamente uma reação inflamatória mediada por histamina. 07. O Brasil no dia 10 de março de 2014, iniciou uma campanha de vacinação contra o HPV no SUS. O vírus do papiloma humano (HPV, na sigla em inglês) causa o aparecimento de verrugas e infecção persistente, sendo o principal fator ambiental do câncer de colo de útero nas mulheres. O vírus pode entrar pela pele ou por mucosas do corpo, o qual desenvolve anticorpos contra a ameaça, embora em alguns casos a defesa natural do organismos não seja suficiente. Foi desenvolvida uma vacina contra o HPV, que reduz em até 90% as verrugas e 85,6% dos casos de infecção persistente em comparação com pessoas não vacinadas. (Disponível em: http://g1.globo.com. Acesso em: 14 de março de 2014. ) Apesar de uma vasta informação sobre os benefícios da vacina contra o HPV, pessoas ainda possuem muitas dúvidas e fazem consultas constantes ao Dr. Google para esclarecê-las. Um dos benefícios da utilização dessa vacina é que pessoas vacinadas, em comparação com as não vacinadas, apresentam diferentes respostas ao vírus HPV em decorrência da: a) alta concentração de macrófagos. b) elevada taxa de anticorpos específicos anti-HPV circulantes. c) aumento na produção de hemácias após a infecção por vírus HPV. d) rapidez na produção de altas concentrações de linfócitos matadores. e) presença de células de memória que atuam na resposta secundária. 08.A liberdade de acesso à informação nem sempre foi uma realidade na História brasileira, diferente do que ocorre hoje, onde o cidadão tem o direito e a facilidade de acessá-las, tal situação não existia em alguns períodos históricos relacionados com: a) a atuação do Serviço Nacional de Informações (SNI) criado no governo de Jânio Quadros com o objetivo de supervisionar e coordenar as atividades de informações e contra-informações no Brasil e exterior. b) a criação da ABIN no período de governo de FHC que tinha como função limitar o acesso da população à algumas páginas da Internet. c) o DIP, na Era Vargas, que realizava a censura prévia de programas radiofônicos, de letras a serem musicadas, além de fazer a censura do teatro, do cinema, das funções recreativas e esportivas, da radiodifusão, da literatura social e política e da imprensa. d) algumas atividades do SNI que realizava grampos telefônicos, censurava postais e atuava na Operação Condor durante o governo de Eurico Gaspar Dutra. e) as intervenções do DOI-CODI no governo de João Goulart que censura a impressa e torturava os adversários políticos do governo. 09.
  5. 5. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 5 Com a expansão da Internet, as propagandas para esse tipo de mídia se tornaram o foco principal das agências de propaganda. Em 2001, a agência regulamentada da publicidade do Reino Unido, que controla a veracidade das propagandas, emitiu um parecer exigindo a retirada da propaganda de um tipo de margarina que afirmava reduzir os níveis de colesterol no sangue numa média de 14%. O anúncio não mencionava que, para ter essa redução, exigia que a pessoa comesse 32 g por dia e ter entre 50 e 59 anos. Estudos indicam que a concentração ideal do colesterol é entre 140 e 200 mg/dL de sangue. Considerando-se as informações do texto e as propriedades das soluções e das substâncias químicas, é correto afirmar que: a) a cadeia carbônica do colesterol é acíclica e saturada. b) a presença da oxidrila na molécula do colesterol caracteriza a função fenol. c) a massa de 10 g de colesterol num adulto com 7,0 litros de sangue está dentro da concentração ideal. d) a concentração de íons H + (aq) em uma solução aquosa da adrenalina é menor do que a de íons OH - (aq). e) apenas dois carbonos na estrutura do colesterol apresentam hibridização do tipo sp 3 . 10. No que se refere aos elementos verbais e não verbais da charge, pode-se afirmar que: a) os homens possuem uma tendência maior a mentir na Internet do que as mulheres. b) por causa de informações falsas na vida cotidiana, as pessoas recorrem às redes sociais. c) os contatos virtuais produzem a possibilidade de as pessoas idealizarem suas próprias características. d) o uso intenso dos ambientes virtuais produz seres humanos que se distanciam de suas vidas reais. e) os valores morais estão intensamente comprometidos quando o assunto é relacionamento à distância. 11.Diferente dos dias atuais, nos quais as pessoas têm uma facilidade para acessar informações sobre doenças e métodos de prevenção, em alguns momentos da História do Brasil foi justamente a falta de informações que contribuiu para a eclosão de uma revolta no início do século XX que: a) ocorreu na cidade do Rio de Janeiro, capital do Brasil, e cresceu desordenadamente, chegando aos portos de outras cidades e ficando conhecida como Revolta da Chibata. b) se iniciou após a demolição do prédio do Ministério da Saúde, que havia criado as Brigadas Mata-ratos, formadas por grupos de funcionários do serviço sanitário que pagavam por ratos entregues pela população. c) mostrou a falta de consciência da população pobre sobre a necessidade de vacinação para a erradicação das epidemias em Salvador, gerando um movimento que ficou conhecido como: “Quebra- bondes”. d) levou a população de São Paulo a fazer ataques à cidade, destruindo bondes, prédios, trens, lojas, bases policiais, no que ficou conhecido na história brasileira como a Revolta da Vacina Obrigatória. e) foi o resultado, entre outros fatores, de uma campanha de vacinação obrigatória contra a varíola, comandada pelo médico sanitarista Oswaldo Cruz, na qual a maioria da população, que não conhecia o funcionamento de uma vacina e seus efeitos positivos, não queria tomar a vacina, iniciando um movimento que ficou conhecido como Revolta da Vacina.
  6. 6. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 6 12.Dos 20 médicos presentes em uma reunião, 25% são cardiologistas, e os demais são clínicos. Uma comissão vai ser constituída por um presidente e um tesoureiro, escolhidos dentre os cardiologistas, e por outros 4 membros, escolhidos dentre os médicos clínicos. Considerando-se n o número máximo possível de comissões distintas descritas, pode-se afirmar que o valor de n é: a) 13 650 b) 20 050 c) 27 300 d) 610 000 e) 655 200 13.Circula na Internet um texto narrado pelo apresentador Pedro Bial com o título Filtro Solar. Além de outras sugestões de como viver a vida ele cita, logo no início: "Nunca deixem de usar o filtro solar
Se eu pudesse dar só uma dica sobre o futuro seria esta: 
Usem o filtro solar! 
Os benefícios a longo prazo
do uso de filtro solar estão provados
e comprovados pela ciência." A exposição ao Sol de forma prolongada pode levar ao câncer de pele e devemos usar o filtro solar para evitarmos essa patologia. Um bom filtro solar deveria incluir dióxido de titânio, TiO2, ou óxido de zinco, ZnO, para proteger contra os raios UV-A. Considerando as informações do texto e os conhecimentos de Química, é correto afirmar que: a) os átomos de titânio e os de zinco apresentam diferentes níveis de energia e o mesmo número de elétrons no nível de valência. b) a configuração eletrônica do íon zinco, em seu estado fundamental, é representada por [Ar] 4s 2 3d 8 . c) os átomos dos elementos químicos que vão do Escândio, Sc, ao Zinco, Zn, possuem o subnível 4s completo. d) na série periódica que os elementos titânio e zinco fazem parte, a energia de ionização aumenta na mesma proporção que o número de prótons. e) o estado de oxidação do titânico no óxido de titânio é igual ao do zinco no óxido de zinco. Questões 14 e 15. Amendoim Muita gente acha que por ser calórico ele engorda, mas o amendoim provou ser eficaz em dietas de emagrecimento, além de uma importante fonte de proteínas e fortalecedor do sistema imunológico. A bola da vez, dizem os especialistas, é o óleo de amendoim — um alimento de alto valor nutritivo, muito apreciado na Europa. As principais fontes nutritivas do óleo de amendoim são os ácidos graxos mono e poli-insaturados, as famosas gorduras do bem. De origem vegetal, elas ajudam a diminuir os níveis de LDL — o colesterol ruim —, principal inimigo do coração. 14.Considerando-se que 1 g de amendoim torrado com sal libera 6 kcal e sabendo-se que o corpo humano aproveita cerca de 30% da energia dos alimentos ingeridos, quantos metros um homem de 67,5 kg conseguiria subir em uma torre utilizando a energia de 3 g de amendoim? Dados: g = 10 m/s 2 e 1 cal = 4 J. a) 50 b) 44 c) 38 d) 32 e) 19 15.Suponha que o sistema esquematizado na figura seja utilizado para prensar amendoins.
  7. 7. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 7 As áreas das faces dos êmbolos E1 e E2 são, respectivamente, 10 cm 2 e 200 cm 2 . O deslocamento sofrido pelo êmbolo E2 é d1 = 100 cm, e o módulo de F1 é 500 N. Desprezando os atritos, o módulo de F2 em N e o deslocamento d2 do êmbolo E2, em cm, valem: a) 10000 e 10 b) 10000 e 5 c) 20000 e 10 d) 20000 e 5 e) 5000 e 10 Texto para as questões 16 a 19. O médico do Brasil Como Drauzio Varella virou o oráculo do diagnóstico nacional ao assumir uma tarefa de informar que caberia ao Estado por Redação Carta Capital — publicado 20/02/2012 10:05, última modificação 20/02/2012 10:05. 5 10 15 20 25 30 35 40 45 Há três meses, o humorista Danilo Gentili lançou em seu programa uma pseudocampanha chamada “Brasil Sem Drauzio Varella”. Era uma alusão irônica ao quadro “Brasil Sem Cigarro”, do programa Fantástico, da TV Globo, no qual o médico fazia uma campanha contra o tabagismo. “Essa mania de ficar enchendo o saco dos outros, dizendo o que as pessoas devem ou não fazer. É isso que me deixa doente”, vociferou. A blogosfera, atenta a polêmicas, dividiu-se. Parte saiu em defesa do doutor, como um rapaz que deixara de fumar havia um mês por causa dele ou uma menina que emagrecera, graças a ele. Outros como Gentili, diziam que o doutor passara dos limites ao ditar regras de saúde na tevê. Mas em um ponto o consenso era total: Drauzio assumira o papel de médico geral da nação, à frente de uma quixotesca batalha pela saúde nacional – como se o País fosse um indivíduo doente sem informação. Por que justamente ele personificara esse pai-de-todos, ao colocar sobre as próprias costas questões de saúde que deveriam ser enfrentadas por meio de políticas do poder público? “O governo se acomoda. E milhares de meninas morrem por ano por não ter informação sobre aborto”, diz o homem de 1,85 metro de altura, 68 anos e 80 quilos que parecem menos na camisa simples como seus gestos, enquanto se ajeita no sofá em busca de uma posição menos incômoda. “Metade da população está acima do peso e não se fala disso. Os negros morrem mais de diabetes e não se alerta para isso.” As mãos discursam no ar, professor que já foi, a explicar o óbvio para uma plateia sedenta. A solução brilha nos olhos. “O Estado precisa esclarecer a população. Hoje falta mais informação que remédio. Honestamente, é como se o Sistema Único de Saúde (SUS) nunca tivesse sido implantado no Brasil.” Do alto da autoridade de quem cansou de encontrar senhores idosos que nunca viram um especialista na vida, analfabetos quase cegos de catarata sem conhecer nem o nome da doença facilmente curável e mulheres com mais de cinco filhos ignorantes da chance de uma laqueadura gratuita pelo SUS, Drauzio, qual um porta-voz das carências médicas do País, diz que o peso de não aproveitar o acesso aos meios de comunicação conquistado por ele é grande demais. “Televisão é uma armadilha. Você entra, faz a sua parte, e todos acham que é importante demais para parar. Racionalmente, eu devia parar. Mas não posso. Virou um compromisso com a nação.” Um compromisso assumido da forma mais heterodoxa possível. (...) Drauzio não queria dar rosto à voz. Desde 1997 como colaborador de Carta Capital, onde discorria sobre temas caros à saúde nacional, o doutor seguiu a atender os detentos do Carandiru, maior e mais polêmica cadeia do Brasil, bem longe das telas. Em 1999, tudo mudou. O relato da experiência rendeu o best seller Estação Carandiru, que vendeu mais de 450 mil cópias, foi transformado em filme e o impulsionou a mais um degrau na fama: o de bom escritor, vencedor, inclusive, do Prêmio Jabuti. Provam-no outros nove livros seus, como Por um Fio, no qual trata de forma delicada sobre o enfrentamento de doenças terminais – e que vendeu outras 200 mil cópias. Mas foi depois do Carandiru que o rosto magro e calvo acabou por ganhar o Brasil. Ciente da imagem de bom moço advinda da publicidade do livro, a Globo o convidou para apresentar uma série sobre o corpo humano comprada da BBC e o encarregara de apresentá-la. O sucesso foi instantâneo. Drauzio começou a ser parado na rua para consultas relâmpagos por um exército de carentes de informação em saúde. E a Globo quis mais. “Eu não queria perder a privacidade, virar uma figura pública”, lembra. Até que passou a assinar uma coluna na Folha de S. Paulo com dicas sobre higiene e saúde e receber da Globo outra proposta. “É importante para a população”, teriam dito. “Eles ficaram loucos com a audiência”, complementa Drauzio. E lá foi ele fazer uma série sobre primeiros socorros, a primeira de mais de 30. Hoje ele grava até três delas por ano, com a qual tem contrato de exclusividade e onde recebe (“bem”) pelo que faz. (...) O Ministério da Saúde oferece informações, até nos seus sites. Mas há problemas de linguagem. “Conheço gente que ouve que deve tomar uma colher de chá de remédio após o almoço e não toma por não ter colher de chá ou não ter almoçado.” Um paciente, explica Aguiar, deixa o consultório lembrando, em média, 60% das orientações do médico. Uma semana depois, a taxa cai para 15%. Certa vez, conta, ele viu num ambulatório um cartaz alertando para a doença celíaca, rara no País, e incentivando quem lesse a procurar um médico. Ao questionar o governo sobre a demanda desnecessária que recairia sobre o SUS, ouviu a seguinte resposta: fora pressão do lobby da associação dos celíacos. “Comunicação é um problema do SUS. Ele não é eficiente em informar as pessoas. O que o governo
  8. 8. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 8 50 55 precisa fazer é ouvir a população sobre suas demandas reais e estabelecer uma política que promova essas informações.” (...) Sobre os limites de sua atuação quase oracular, de sua assertividade clínica que beira, para alguns, a intromissão nas liberdades individuais, Drauzio não titubeia. “O Estado precisa fazer muito mais para proteger o cidadão do mal de terceiros.” Defrontado com a opinião de filósofos de direita como Denis Rosenfield, para quem o Estado, “ao tentar disciplinar a vida dos cidadãos”, acaba por “impor a sua noção de bem”, ele leva a mão à cabeça. Prepara-se para responder. O telefone toca. Ele atende, muda o horário de um compromisso, dá instruções sobre outro. E retorna exatamente ao ponto do raciocínio que parou. “É burrice dizer que o Estado vai interferir na liberdade individual ao fornecer informações sobre saúde. O livre-arbítrio é um direito, assim como é um direito saber os males que o cigarro ou a obesidade fazem.” 16.Contextualizado os fatos, o que se afirma do fragmento destacado está correto em: a) o termo “pseudocampanha” (l. 1) reforça o caráter objetivo do texto, marcado pelo distanciamento do enunciador com relação àquilo que comunica. b) os termos “médico geral da nação” (l. 7) e “ como se o País fosse um doente sem informação” (l. 8) anunciam a imagem que o texto construirá do Doutor Drauzio Varella. c) a expressão “quixotesca batalha” (l. 8) remete o leitor a um conhecimento exterior e prévio ao texto, que, se desconhecido, impossibilita a percepção do sentido contextual da expressão “pai-de-todos”. d) o termo “Honestamente” (l. 16) informa a respeito do modo como aconteceu o processo de implantação do Sistema Ùnico de Saúde do Brasil. e) a expressão “oracular” (l. 49), que qualifica o substantivo “atuação”, reforça a tese de que a prática do Doutor Drauzio é estritamente científica e técnica. 17.Sobre aspectos linguísticos que estruturam o texto, está correto o que se afirma em: a) A omissão do termo “blogosfera”, em “Parte saiu em defesa do doutor” (l. 5), evidencia uma falha estrutural no processo de coesão do texto. b) Os termos “que” (l. 18) e “qual” (l. 20) desempenham o mesmo papel morfossintático nos contextos linguísticos de que fazem parte. c) Os termos “não queria dar rosto à voz” (l. 25) e “bem longe das telas” (l. 26/27) são semanticamente afins. d) A contração “no” (l. 29) recupera anaforicamente o termo “Prêmio Jabuti”. e) O conectivo “assim” (l. 55) é um operador de conclusão. 18. Considerando o texto, o que se afirma no fragmento destacado está correto em: a) “Há três meses, o humorista Danilo Gentil lançou em seu programa uma pseudocampanha chamada ‘Brasil sem Drauzio Varella’.” (l. 1/ 2) contém uma constatação indiscutível de que Drauzio é prejudicial à sociedade brasileira. b) “Essa mania de ficar enchendo o saco dos outros, dizendo o que as pessoas devem ou não fazer. É isso que me deixa doente.” (l. 3/ 4) não poder ser considerado uma opinião, pois é algo provado ao longo do texto. c) O 2 o parágrafo é constituído por argumentos sólidos e impessoais, apontando, no final, propostas de intervenção coerentes e que, sem dúvida, funcionarão porque são fundamentadas em dados estatísticos coesos. d) “Racionalmente, eu devia parar. Mas não posso. Virou um compromisso com a nação” (l. 23) evidencia uma visão pessoal por parte do enunciador do referido discurso, justificando, inclusive, sua atitude. e) O último parágrafo está incoerente, pois se distancia totalmente do assunto abordado pelo restante do texto. A afirmação “é burrice dizer que o Estado vai interferir na liberdade individual ao fornecer informações sobre saúde” está incompatível com a discussão feita. 19.Considerando as estruturas morfossintáticas, marque a alternativa correta. a) Na expressão “... o Sistema Único de Saúde (SUS) nunca tivesse sido implantado no Brasil.”, a forma verbal “tivesse sido implantado”, na voz passiva, pode ser substituída por “se implantasse”, mantendo a mesma ideia. b) No período “O que o governo precisa fazer é ouvir a população sobre suas demandas reais...” (l. 46/47) há um predicativo em forma de oração reduzida. c) No período “o Estado precisa fazer muito mais para proteger o cidadão do mal de terceiros.” (l. 50/51) há uma oração com função adverbial, indicando tempo e causa ao mesmo tempo. d) A oração “... ao fornecer informações sobre saúde” (l. 54/55) indica causa em relação à oração “É burrice dizer...” (l. 54). e) Nas sentenças “Ele não é eficiente em informar as pessoas.” (l. 46) e “O livre-arbítrio é um direito...” (l. 55) há estruturas sintáticas semelhantes, mas na 1 a há um objeto indireto e, na 2 a , há um objeto direto.
  9. 9. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 9 20.O Programa Mais Médicos faz parte de um projeto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que busca um maior deslocamento de médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais. Uma das ações que o governo vem praticando consiste na formação de verdadeiros mutirões que visam a realização de um grande volume de cirurgias corretivas de catarata, miopia e hipermetropia, restabelecendo a visão normal das pessoas que desenvolveram estas doenças ao longo da vida. A cirurgia refrativa realizada para a correção da hipermetropia induz um aumento da curvatura da córnea na sua porção central, aumentando seu poder de convergência e assim possibilitando o foco das imagens na retina. Na miopia ocorre o processo inverso. Na correção da catarata, substitui-se o cristalino opaco por outro artificial que permita a entrada da luz no globo ocular. A respeito dos defeitos de visão destacados no texto e dos conhecimentos ópticos sobre o processo de acomodação visual gerado pelo cristalino, pode-se afirmar que: a) o cristalino, lente convergente situada no globo ocular, aumenta sua distância focal para visualizar objetos mais próximos e a reduz para visualizar objetos distantes. b) a catarata consiste na redução da capacidade de acomodação visual por parte do cristalino. c) o míope, ao trazer o objeto para próximo de seu olho, tenta acomodar a imagem que estava formada depois da retina para que fique exatamente sobre esta. d) na hipermetropia, a imagem que naturalmente se formava depois da retina devido ao encurtamento do globo ocular, acomoda-se exatamente sobre esta, caso seja feito o uso de lentes convergentes de vergência adequada. e) a vergência de uma lente independe da cor da luz que a atravessa. 21. Mulher tenta tratar vício em Internet após perder marido, emprego e peso Quando Lucélia Cristina Paes, de 26 anos, começou a usar Internet, há cerca de seis anos, não imaginava as proporções que a nova ferramenta tomaria em sua vida. Inicialmente, ela se conectava à rede somente no período da manhã, mas o tempo de conexão aumentou cada vez mais e o hábito virou doença. Hoje, a jovem está numa clínica de reabilitação para tratar o vício. A doença fez a mulher perder o emprego, o marido e a saúde: Lucélia conta que foi internada com 33 quilos a menos do que tinha antes de se viciar na Internet. (Fonte: Portal G1 - acessado em 12 março de 2014.) Os avanços nos meios de comunicações foram fundamentais para a consolidação do processo de Globalização, no entanto nem sempre podemos atribuir aspectos positivos ao desenvolvimento de ferramentas como a Internet. Sobre os meios de comunicação, pode-se afirmar que: a) a Internet conseguiu alcançar grande parte dos países do mundo e com isso vem reduzindo as diferenças regionais do planeta. b) com a Internet percebemos a consolidação de uma verdadeira “Aldeia Global”, onde tecnologias e capitais buscam criar um mundo mais homogêneo. c) os avanços de ferramentas como a Internet tendem a ampliar as desigualdades, pois muitos habitantes dos países pobres são excluídos digitais. d) a Internet possibilitou o aniquilamento da relação espaço-tempo e com isso promoveu uma maior igualdade entre as economias dos países centrais e periféricos. e) o uso de ferramentas avançadas de comunicação como a Internet, está restrito aos países do Norte, fato que exclui as nações subdesenvolvidas do processo de Globalização.
  10. 10. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 10 22. (Adapted from http://4.bp.blogspot.com/.) Based on the cartoon: a) the President of the United States, Barack Obama, dedicated a hotline so that soldiers in combat could have access to him in case of a possible necessity. b) the fact that President Barack Obama had visited a country as neutral as Denmark may indicate he is looking for more support for projects of United States to the foreign community. c) Barack Obama's visit to Denmark was performed with the order to get reinforcements to the war in Afghanistan. d) soldiers wait direct instructions from the White House to know what procedures should be performed in combat. e) despite being unavailable at the time of connection, President Obama is used to communicating directly. 23.Ao se buscar no Google informações sobre o nanismo acondroplásico, a primeira página que aparece é http://www.infoescola.com/doencas/acondroplasia/ com a seguinte definição: Acondroplasia (palavra derivada do grego a = privação, chóndros = cartilagem e plásis = formação), também chamada de nanismo acondroplásico, é uma das formas mais comuns de baixa estatura desproporcional, que ocorrer devido ao impedimento do correto desenvolvimento dos ossos em comprimento. Popularmente, os indivíduos portadores dessa condição são conhecidos como anões. O nanismo acondroplásico é uma anomalia genética onde o gene localiza-se no cromossomo 4. O heredograma abaixo relata o nanismo em uma família. Sobre a base genética dessa doença, pode-se afirmar que: a) a uniformidade na expressão do nanismo acondroplásico é compatível com um padrão de herança poligênico. b) a presença do nanismo em quatro gerações sucessivas evidencia a necessidade de endogamia para aumentar a expressão do caráter. c) o maior número de homens afetados, está de acordo com o esperado para herança recessiva ligada ao sexo. d) a manifestação do nanismo em apenas um dos indivíduos da geração I pode ser atribuída a uma mutação nova. e) os indivíduos afetados pelo nanismo são homozigotos, pois a doença é condicionada por um gene autossômico e recessivo.
  11. 11. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 11 24. O Amianto pertence a uma família de minerais fibrosos que são encontrados em depósitos subterrâneos, essa fibra mineral é usada no isolamento das casas, na proteção ao fogo (em roupas de segurança), caixas d’água, pisos, telhas, componentes de freios de automóveis, revestimentos de máquinas e alguns tipos de material plástico. A inalação do amianto é considerada extremamente nociva à saúde, causando diversos tipos de doenças pulmonares. Acredita-se que as fibras de amianto são responsáveis pelo aumento do risco de câncer de pulmão em trabalhadores que são expostos diariamente a essa substância, como: mineiros, trabalhadores da construção civil, profissionais que precisam manipular o amianto e mecânicos que trabalham com freios. O pior é que o câncer só ocorre após longos períodos de exposição, ou seja, os sintomas podem levar até 50 anos para aparecer. Por causa dos problemas de saúde causados pelo amianto, as fábricas estão desenvolvendo as chamadas ecotelhas – telhas onduladas produzidas a partir de reciclagem de materiais plásticos, como por exemplo, aparas de tubos de creme dental. Se a secção transversal de uma ecotelha é uma curva definida pela função real ÷ ø ö ç è æ p --= 2 7 3 x2 sen43)x(f é correto afirmar que o conjunto imagem e o período de f(x) são respectivamente: a) [ -1 , 7 ] e 3π b) [ - 7 , 1 ] e 3π c) [ - 7 , ‒1 ] e 3π d) [ - 1 , 7 ] e 6π e) [ - 7 , 1 ] e 5π 25.Cuba possui a melhor relação médico/habitante da América Latina, são 13 médicos para cada 100 mil hab. O país forma anualmente 200 médicos que não têm onde trabalhar e por isso vem “exportando” esses profissionais para “governos amigos” como Venezuela, Peru e Bolívia. Mas quem pensa que basta ser médico e jovem para ir trabalhar fora de Cuba está enganado, a ditadura cubana autoriza a saída do país apenas dos profissionais alinhados ideologicamente com o regime. (Fonte: O Blog Olhar Regional, de Fernando Allende, comentarista do G1. Acessado em 15.03.14. http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/blog-do- allende/platb/2013/07/03/a-verdade-sobre-os-medicos-cubanos/) Cuba é desde o início dos anos 1960 uma verdadeira exceção na América Latina. Sobre esse país, é correto afirmar que: a) mesmo com a adoção do regime comunista desde a Revolução de 1959, Cuba mantém boas relações diplomáticas com todos os países do Continente Americano. b) Cuba foi um dos grandes protagonistas do período da Guerra Fria, com destaque para o episódio da Crise dos Mísseis envolvendo os EUA no início dos anos 1960. c) o governo cubano vem, graças a um acordo com o Mercosul, direcionando profissionais de saúde para vários países da América do Sul como Brasil e Argentina. d) a vinda de médicos cubanos para a América do Sul é ainda resquício da Guerra Fria, já que essa medida visa a prejudicar os EUA que também queriam enviar médicos para a região. e) Cuba ao enviar médicos para a América do Sul e outras regiões pobres do mundo, pretende fazer com que outras regiões pobres alcancem seus excelentes indicadores sociais. 26.A violação ao direito de liberdade à informação e expressão está presente em alguns acontecimentos do século XX, especialmente na atuação de grupos e regimes políticos que relacionam-se com: a) a queima de milhares de livros, por toda a Alemanha, realizada pelos nazistas que invadiram bibliotecas e livrarias e levaram para as ruas os livros censurados, eles marcharam com tochas acesas, em passeata noturna, cantando hinos nazistas e queimando as obras em imensas fogueiras. b) a atuação dos prefeitos das cidades italianas que passaram a ser nomeados por Mussolini e aplicavam a censura: a educação, as artes, os esportes, as rádios, o cinema e, até mesmo, no lazer da população, dentro das orientações ideológicas comunistas do governo fascista italiano. c) o controle do rádio e cinema, realizado pelo governo fascista, conhecido como "fábrica do consenso", que organizava a programação a partir de principíos liberais e com a participação dos partidos políticos que compunham o governo de Mussolini. d) as reuniões da Juventude Hitlerista e da Liga das Moças Alemãs que atuavam no sentido de sensibilizarem o governo nazista a liberar filmes e músicas estadunidenses que eram muito apreciados por essa juventude. e) a utilização de livros, escritos por autores nazistas, que foram introduzidos para ensinar os estudantes a obedecerem incondicionalmente o Partido, cultivarem a valorização do semitismo, do comunismo e amarem a Hitler.
  12. 12. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 12 27.Boa parte dos aquecedores de imersão é desenvolvida para aplicações em tanques com volumes de fluidos de viscosidade controlada e que requerem equipamentos eficazes para elevação e manutenção da temperatura, proporcionando maior fluidez para a alimentação de tubulações, tanques, vasos e equipamentos. Considere um aquecedor de imersão, ligado a uma fonte de tensão de 1,00·10 2 V, que aquece 1,0 kg de água de 15ºC a 85ºC, em 836 s. A resistência elétrica do aquecedor, supondo que 70% da potência elétrica dissipada no resistor seja aproveitada para o aquecimento da água, é igual a: (Calor específico da água: C= 4,18·10 3 J/kg·K). a) 20Ω. b) 25Ω. c) 30Ω. d) 35Ω. e) 40Ω. 28.Em pleno século XXI e, em um país considerado uma potência econômica mundial, é lamentável deparar-se com pessoas jogadas pelos corredores de hospitais e filas imensas de atendimento médico. Nesse contexto, segundo o Ministério da Saúde, o Brasil gasta um total inferior a 4% do seu PIB em saúde pública; entretanto, em países desenvolvidos, esse valor ultrapassa mais de duas vezes esse valor. Nota-se, portanto, um paradoxo envolvendo saúde e economia: tem-se muito dinheiro mas, pouco recurso é investido. (Extraído de http://capaciteredacao.forum-livre.com/. Acesso: 19 de março de 2014.) Considere que uma sala que hospeda a emergência de um hospital público da cidade de Salvador tenha o formato de um trapézio isósceles PQRS, com PS = QR = 13 m, RS = 10 m e altura 5 m. Assim, a área ocupada por essa sala, em m², é igual a: a) 120 b) 115 c) 110 d) 125 e) 105 29.Dar um “Google" já se tornou sinônimo de pesquisar. Isso vale, inclusive, para temas relacionados à saúde. Mas cuidado, nem sempre as informações disponíveis na rede são endossadas por médicos. Com o advento da Internet, o mundo tem se transformado em uma velocidade jamais imaginada. Uma relação que nunca mais foi a mesma foi a de médico-paciente. Hoje em dia os pacientes chegam aos consultórios médicos munidos de informações, pesquisas e questionários. Nem sempre os médicos estão preparados para o bombardeio de perguntas. (Extraído de http://www.salvesaude.com.br/. Acesso: 19 de março de 2014.) Suponha que para chegar ao consultório de um cardiologista, um paciente tenha se deslocado, sempre em linha reta, saindo do ponto A e chegando no ponto C, passando por B e P, conforme a figura abaixo. Caso optasse em ir direto do ponto A ao ponto P, depois chegando finalmente a C, teria percorrido: a) 11 km b) 15 km c) 13 km d) 14 km e) 12 km
  13. 13. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 13 30. (Campanha da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia 2013.) A campanha explicitada tem o objetivo de induzir o público-alvo a uma atitude ativa com relação à proliferação do mosquito da dengue. Para tanto utiliza: a) o mecanismo eficaz da ordem, obrigando o interlocutor a matar o mosquito da dengue. b) a força do argumento, demonstrando o poder de dados que comprovam os malefícios da dengue. c) a relação entre a mensagem verbal e a imagem, provando a participação efetiva do interlocutor na proliferação/extermínio do mosquito. d) o artifício o medo, evidenciando que a atuação das pessoas produz o aumento dos casos da dengue e não diminui a proliferação do mosquito. e) o recurso exclusivo da imagem, que deixa óbvia a intensa participação da comunidade na epidemia da dengue que o mosquito provoca. 31.“Eu amava Capitu! Capitu amava-me! E as minhas pernas andavam, desandavam, estacavam trêmulas e crentes de abarcar o mundo. Esse primeiro palpitar da seiva, essa revelação da consciência a si própria, nunca mais me esqueceu, nem achei que lhe fosse comparável qualquer outra sensação da mesma espécie.” (ASSIS, Joaquim Maria Machado de. Dom Casmurro. São Paulo: Mérito, 1962. p. 41.) Ao descrever: “E as minhas pernas andavam, desandavam, estacavam trêmulas e crentes de abarcar o mundo”, Machado de Assis relatava a sensação de Bentinho ao pensar em Capitu. Com base nos conhecimentos sobre endocrinologia, é correto afirmar que o comportamento descrito é devido à liberação de: a) adrenalina pela região medular da adrenal, que promove aceleração no ritmo cardíaco e lividez na pele. b) aldosterona pela medular da adrenal, que promove a formação de urina hipertônica e aumenta a pressão arterial. c) acetilcolina pela placa motora, que promove contração muscular e aumento da irrigação da derme. d) tiroxina pela tireoide, que reduz a atividade respiratória das células e diminui a sudorese. e) testosterona pelas células de Leydig do testículo, que aumenta a massa muscular e redução da frequência respiratória.
  14. 14. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 14 Texto para as questões 32 e 33. A palavra “bula” vem do latim e quer dizer selo, oval ou circular, com o nome ou imagem de seu dono, usado em documentos oficiais. Com o tempo bula passou a significar o próprio documento em que era posto o selo. A bula de um medicamento é um documento com informações diversas sobre este medicamento. É composta de vários tópicos. A ANVISA disponibiliza um bulário na Internet (www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/index.asp) onde todos podem obter, de forma rápida, as informações sobre certo medicamento. A bula, dentre outras informações, apresenta a forma farmacêutica, que é a forma que o medicamento apresenta, por exemplo: cápsula, drágea, xarope, suspensão etc. Fórmula farmacêutica, também chamada de composição, diz o que contém cada medicamento, ou seja, cada um dos componentes e em que quantidade. Sobre o diclofenaco potássico, cuja estrutura é mostrada a seguir, constam as seguintes informações: Drágeas de 50 mg (drágea contém 50 mg de princípio ativo ) - embalagem com 10 unidades. Gotas - 15 mg/mL 32. Considerando estrutura do diclofenaco de potássio, é correto afirmar que: a) todos os átomos presentes na estrutura do diclofenaco potássico adquiriram eletrosfera idêntica à eletrosfera de um gás nobre por compartilhamento de elétrons. b) a ligação - O - K + evidencia que a energia de ionização do potássio é maior do que a do oxigênio. c) o par eletrônico compartilhado entre o N e o H encontra-se mais atraído pelo átomo de nitrogênio devido a sua maior eletronegatividade. d) a cadeia carbônica do diclofenaco de potássio é homogênea e aromática. e) os átomos de carbono presentes na estrutura podem ser divididos em duas regiões, uma central, muito densa, de carga negativa, e uma periférica onde se encontram partículas positivas que geram as ligações interatômicas. 33.Considerando as informações contidas na bula do diclofenaco de potássio, sabendo que a sua massa molar é igual a 334,20 g/mol e adotando para a constante de Avogadro o valor 6x10 23 , é correto afirmar que: a) a quantidade de matéria contida em duas drágeas do diclofenaco potássico é de 0,3342 mol. b) em 0,02 mol de diclofenaco potássico existem ao todo 1,68x10 23 átomos de carbono. c) a densidade do diclofenaco potássico vendido em forma de líquido é 15 mg/mL. d) a concentração do diclofenaco potássico em uma gota é de 15% (m/v). e) a massa de cloro em uma drágea de diclofenaco é de aproximadamente 10,62 g.
  15. 15. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 15 34.Conseguir que indivíduos com paralisia das mãos, braços ou pernas recuperem os movimentos ainda soa mais como um milagre do que algo real. Pois é hora de rever esse conceito. A humanidade nunca esteve tão perto de alcançar esta conquista e permitir que milhões de portadores de deficiências tenham chances concretas de reaver a mobilidade. O avanço sem precedentes se deve a uma das mentes mais brilhantes da atualidade, o cientista brasileiro Miguel Nicolelis, 47 anos, diretor do Centro de Neuroengenharia da Universidade Duke, nos Estados Unidos. Sua meta é entender o que o cérebro faz e avançar na compreensão das interfaces entre o órgão e as máquinas. De fato, as descobertas do brasileiro a respeito do cérebro humano são impressionantes. Os achados estão permitindo o desenvolvimento, por ele e sua equipe, de um sofisticado sistema que permite o envio de comandos cerebrais para que o corpo faça movimentos mesmo em pessoas com lesões que impedem esse processo. O sistema foi batizado de neuroprótese e a previsão é que ele passe por sua primeira prova de fogo em seres humanos já no ano que vem. Sobre as questões relativas à “interface órgãos X máquinas” e a respeito das questões metodológicas e científicas que norteiam experimentos como o da neuroprótese, pode-se afirmar que: a) a filtração e a amplificação dos estímulos produzidos pelos neurônios decorrem de processos exclusivamente elétricos. b) o axônio tem sua parte externa coberta com material gorduroso, constituindo um condutor elétrico de baixa resistividade. c) os sinais elétricos dos neurônios de Idoya, nos EUA que fizeram com que o robô se movimentasse no Japão, foram transmitidos por Internet por ondas mecânicas de altíssima frequência. d) a membrana de uma célula nervosa com espessura de 7 nm e submetida a uma ddp de 70 mv é permeável a íons de potássio K + de carga elementar e = 1,6.10 -19 C. Se um único íon submeter-se ao campo elétrico interior dessa membrana, considerado uniforme, ficará sujeito a uma força elétrica igual a 1,6.10 -12 N. e) o sofisticado sistema que permite o envio de comandos cerebrais para que o corpo faça movimentos mesmo em pessoas com lesões, é particularmente adequado para sistemas sem variação no fluxo magnético, pois assim não haveria ocorrência de curto-circuito.
  16. 16. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 16 35.A esclerose múltipla é uma doença inflamatória crônica, provavelmente autoimune. Por motivos genéticos ou ambientais, o sistema imunológico começa a agredir a bainha de mielina que recobre os neurônios e isso compromete a função do sistema nervoso. A degradação da bainha de mielina promove: a) maior rapidez na propagação do impulso nervoso, gerado por um mecanismo ativo conhecido como bomba de sódio e potássio. b) lentidão na propagação do impulso nervoso, já que as bainhas de mielinas intactas são isolantes elétricos que aceleram a propagação do impulso nervoso. c) liberação imediata do neurotransmissor, acetilcolina, responsável pela interação de proteínas contrateis dos músculos estriados esqueléticos. d) diminuição direta do metabolismo energético a nível mitocondrial responsável pelo fornecimento de energia para propagação do impulso nervoso. e) ativação da bomba de sódio e potássio, transporte ativo que promove a despolarização da membrana após a propagação do impulso nervoso. 36.A utilização destas técnicas, principalmente a REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR - Polymerase Chain Reaction), tem permitido grande evolução nas análises de rotina de laboratórios clínicos e industriais. Organismos não adaptados ao cultivo tornaram‐se passíveis de serem analisados. Novos patógenos estão sendo descobertos e os mecanismos de associação com doenças elucidadas. Em poucos anos, o diagnóstico molecular evoluiu de uma mera curiosidade tecnológica para um campo vasto e complexo, com o potencial para revolucionar a ciência e a prática da medicina e áreas correlatas. A PCR consiste na síntese enzimática in vitro de cópias de DNA a partir de uma sequência alvo. A especificidade do teste, conforme descrito anteriormente, é obtida a partir da utilização de sequências complementares à específica do patógeno. Num ensaio de PCR, caso haja complementaridade entre os iniciadores e o DNA da amostra analisada, haverá a ligação de ambos, seguida pela reação de síntese de DNA in vitro. A repetição desta reação por 30 a 40 vezes (ciclos onde a temperatura é elevada e resfriada repetidas vezes) dá origem a bilhões de cópias do alvo num processo de amplificação (a quantidade dobra a cada ciclo), conferindo extraordinária sensibilidade. Na técnica PCR, atualmente utiliza‐se a enzima amplificadora a TAC polimerase – DNA polimerase de bactéria termoacidófila para a amplificação do DNA. Qual seria a desvantagem de utilizar a DNA polimerase de outra célula qualquer? a) Não reconhecimento da sequência‐alvo. b) Ocorrência de splicing. c) Necessidade de reinserção da polimerase a cada ciclo. d) Menor velocidade de transcrição. e) Não ligação em vários pontos do DNA. 37.Pesquisando na Internet sobre medicamentos, um internauta observa que a caixa da maioria dos medicamentos tem o formato de um paralelepípedo retângulo. Sendo x um número real positivo, o volume de uma dessas caixas em forma de paralelepípedo retângulo é dado, em função de x, pelo polinômio x³ + 7x² + 14x + 8. Se uma aresta desse paralelepípedo retângulo mede x + 1, a área da face perpendicular a essa aresta pode ser expressa por: a) x² – 6x + 8 b) x² + 7x + 8 c) x² + 6x + 8 d) x² + 14x + 8 e) x² – 7x + 8
  17. 17. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 17 Texto para as questões 38 e 39. Language 5 10 15 20 Around three-quarters of the world’s 6,000 languages are spoken by indigenous people. Each of those languages embodies their perceptions, beliefs and knowledge. Language is inseparable from the identity and well-being of any group, and is the means for carrying traditions through generations. The diversity of indigenous languages across continents is enormous - and evidence of the vast spans of time during which these societies have existed. In pre- settled California alone, linguists estimate that the original populations spoke about 80 different languages, most now extinct. These languages are generally without a written tradition; almost all forms of history, spirituality and practical knowledge depend on the spoken word, and are lost once a language has died. Language is what gives an individual their identity and confirms their links with their family and community. More fundamentally for tribal people in animist cultures (that is, who believe that plants and objects in the world around them have souls), there is a magical connection between a word and the object or person it names. The act of naming penetrates to the inner heart of creation. To lose their language is to forfeit not only their connection with the world, but also their power over it. Tribal languages are dying out every day. Some linguists estimate that around 5,000 languages or dialects have disappeared in the last 100 years. The pace of this loss continues to accelerate as the market economy reaches even remote corners of the world and indigenous peoples learn outside languages in order to become part of it. Because language can link people so closely to their beliefs and the land around them, the intentional elimination of languages has been very important in efforts to oppress, or marginalise, or exploit their identity. To lose a language is to lose an entire way of life. For instance, when Europe began colonising the New World, there was a concerted effort to wipe out indigenous languages and replace them with European ones. Today, the spread of today’s global monoculture is a similar process. In fact, the reach of satellite-based media empires is far greater - and potentially just as damaging - as the colonial empires of the past. This combined with education often being in the language of the dominant culture is vastly contributing to the accelerating extinction of indigenous languages. (http://www.bbc.co.uk/tribe/topics/language.shtml (July 2006).) 38.Fill in the parentheses with T (true) and F (false). It´s stated in the text: ( )All through the text, the major argument of the author is the fact that once a language is lost, a culture and tradition are lost as well. ( )It is by means of language and culture that individuals perpetuate their identities and traditions. ( )The well-known British linguist David Crystal, in his book “English as a global language” (1997), states that: “Language has no independent existence, living in some sort of mystical space apart from the people who speak it. Language exists only in the brains and mouths and ears and hands and eyes of its users”. ( )“[....] almost all forms of history, spirituality and practical knowledge depend on the spoken word, and are lost once a language has died”. (lines 6/ 7) ( )Nowadays, the disseminaton of global monoculture is a very alike procedure. a) F T F T b) F F T T c) T T T T d) T T F F e) T F T F 39.Check the answer that correctly represents what is grammatically presented in the text: a) To lose their language is to forfeit their connection with the world and (also) their power over it. (ALSO means equality) b) To lose their language is to forfeit their connection with the world as well as their power over it. (AS WELL AS means contradiction) c) To lose their language is to forfeit both their connection with the world and their power over it. (AND means exclusion) d) To lose their language is to forfeit both their connection with the world as well as their power over it. (BOTH means only one option) e) To lose their language is to forfeit both their connection with the world and their power over it as well. (WITH and OVER are verbs)
  18. 18. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 18 40. Uma das músicas mais baixadas nos Estados Unidos em 2007, segundo o Itunes, foi Lithium da banda americana Evanescence. Essa música fala sobre o uso do carbonato de lítio, Li2CO3, como forma de minimizar o transtorno bipolar, um transtorno psiquiátrico. Assim percebe-se que o mais leve de todos os metais pode ter um profundo efeito sobre o cérebro, a ponto de permitir que as pessoas que sofrem do mais incapacitante tipo de depressão levem uma vida normal. Considerando-se as informações do texto, as propriedades dos elementos e os conhecimentos de química, pode-se afirmar que: a) as interações que ocorrem entre os átomos no carbonato de lítio ocorrem apenas por transferência eletrônica. b) uma solução aquosa do carbonato de lítio terá uma concentração de íons OH - (aq) inferior a de íons H + (aq). c) o lítio é um metal alcalino pouco reativo porque apresenta apenas dois níveis eletrônicos e um elétron na sua camada de valência. d) o lítio metálico em contato com a água reage rapidamente e forma o hidrogênio, um gás inflamável. e) a densidade do lítio, 0,54 g/cm 3 , indica que 2,70 g do metal ocupa um volume aproximado de 1,50 cm 3 . 41.O índice de brasileiros acima de 18 anos que são fumantes caiu 205 entre 2006 e 2012, de acordo com pesquisa VIGETEL, feita pelo Ministério da Saúde. A pesquisa aponta que Porto Alegre, com 18%, ainda é a capital com maior incidência de fumantes acima de 18 anos, enquanto Salvador tem o menor índice de fumantes acima de 18 anos, com 6%. A população de fumantes em Porto Alegre acima de 18 anos está estimada em 400 mil pessoas e a de Salvador 250 mil pessoas. Supondo que a cada ano o número de fumantes acima de 18 anos em Porto Alegre venha caindo a uma taxa de 10% ao ano e Salvador mantenha-se constante, o tempo aproximado para que o número de fumantes acima de 18 anos entre as capitais sejam iguais é de: (Use log2 = 0,30 e log3 = 0,47) a) 6,3 anos b) 5,9 anos c) 4,6 anos d) 3,9 anos e) 3,3 anos
  19. 19. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 19 42.Basta uma gota de sangue para que um chip, criado por cientistas brasileiros do Instituto de Física da USP de São Carlos, consigam detectar, em poucos segundos e com baixo custo, se alguém está infectado com malária, leishmaniose e Chagas. (www1.folha.uol.om.br/ciência/1123618-chip-da-usp-flagr-malaria-e-mal-de-chagas.shtml. Acesso em: 17.09.2012.) A Geografia colabora com a medicina, mapeando informações geográficas das doenças e da assistência médica oferecida. Sobre as doenças citadas na matéria, é correto afirmar que: a) são comuns na Região Centro-Oeste e no Nordeste Brasileiro, devido ao elevado índice de umidade dessas regiões. b) são transmitidas por insetos, que encontram nos países de clima temperado um habitat ideal para seu desenvolvimento. c) estão associadas às “casas de pau-a-pique”, construções comuns em regiões que passaram pelo processo de conurbação e de macrocefalia urbana. d) estão correlacionadas com fatores socioeconômicos, pois se manifestam principalmente nos países com Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) elevado. e) estão entre as enfermidades rotuladas como doenças tropicais e são um grave problema, considerando o alto índice de mortalidade associado a elas.
  20. 20. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 20 43. Cerca de 300 mil litros de leite adulterados foram vendidos As substâncias encontradas no leite foram água oxigenada, soda cáustica e ureia. As amostras que apontaram a contaminação incluíram leites de rotas de produtores do silo de resfriamento e de rotas de expedição da empresa O
 Rei do Sul. A partir daí, o MP conseguiu rastrear e identificar os responsáveis por esses produtos. O responsável pelo silo de resfriamento da empresa O Rei do Sul, Odir Pedro Zamadei, de 64 anos, foi preso, ainda
no início desta manhã pelos fiscais. (http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=520760. Acessado em 17/03/2014.) Considerando-se o tema abordado no texto e os conhecimentos acerca das substâncias citadas, é correto afirmar que: a) o objetivo da soda cáustica é neutralizar a acidez do leite decorrente da formação do ácido lático pelos lactobacilos. b) na decomposição da água oxigenada, a variação do estado de oxidação do oxigênio é de - II para zero. c) a fórmula de Lewis para a ureia revela um compartilhamento de elétrons entre o oxigênio e o nitrogênio. d) a reação de neutralização completa entre a soda cáustica e um ácido forte produz, além da água oxigenada, um sal. e) a combustão completa da ureia é endotérmica e produz apenas CO2 e água. 44.Carlos muito impressionado com doenças resolve consultar “doutor Google” para pesquisar sobre uma mancha que aparece em sua perna que cresce por um período e depois vai diminuindo até desaparecer. Suspeitando ser Psoríase, verifica que um dos sintomas é a pele formar placas escamosas e muitas vezes de cor rosa avermelhada. Em muitos casos, a Psoríase aparece e desaparece repetidas vezes com o tempo. Supondo que Carlos resolvesse modelar a área da sua mancha através da função A(t) = – t² + 16 t, onde A representa a área da mancha em cm² e t o tempo medido em dia, a partir do aparecimento da mancha, a área máxima atingida pela mancha em Carlos é de: a) 8 cm² b) 16 cm² c) 32 cm² d) 64 cm² e) 128 cm² 45.Dados da Organização Mundial de Saúde indicam que crianças filhas de mães fumantes têm, ao nascer, peso médio inferior ao de crianças filhas de mães não-fumantes. Sobre esse fato, um estudante fez as seguintes afirmações: I. O cigarro provoca maior concentração de monóxido de carbono (CO) no sangue e provoca constrição dos vasos sanguíneos da fumante. II. O CO se associa à hemoglobina formando a carboxiemoglobina, um composto quimicamente estável que favorece a ligação da hemoglobina ao oxigênio. III. O oxigênio, ligado à hemoglobina, fica indisponível para as células e desse modo o sangue materno chega à placenta com taxas reduzidas de oxigênio. IV. A constrição dos vasos sanguíneos maternos diminui o aporte de sangue à placenta, e desse modo reduz-se a quantidade de oxigênio e nutrientes que chegam ao feto. V. Com menos oxigênio e menos nutrientes, o desenvolvimento do feto é mais lento, e a criança chegará ao final da gestação com peso abaixo do normal. Sabendo-se que a afirmação I está correta, então pode-se afirmar que: a) a afirmação II também está correta, mas esta não tem por consequência o contido na afirmação III. b) as afirmações II e III também estão corretas, e ambas têm por consequência o contido na afirmação V. c) a afirmação III também está correta, mas esta não tem por consequência o contido na afirmação V. d) a afirmação IV também está correta e tem por consequência o contido na afirmação V. e) as afirmações II, III e IV estão corretas, e têm por consequência o contido na afirmação V.
  21. 21. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 21 46. Os riscos dos compostos aromáticos Embora tenha grande importância industrial, o benzeno é uma substância potencialmente perigosa. A inalação contínua de seus vapores pode causar anemia e até ataques cardíacos. Por isso muitos laboratórios o substituem por tolueno quando necessitam de um bom solvente orgânico. Apesar de possuir um grau de toxidez bem menor que o benzeno, o tolueno também apresenta riscos. Para exposições de até oito horas, o limite máximo do tolueno no ar é de 100 ppm, bem mais aceitável que o do benzeno (apenas 1 ppm). Mesmo nesses limites, suspeita-se que o tolueno possa causar malformação em fetos. Os compostos aromáticos com núcleos condensados, como o naftaleno, não existem isolados no carvão, sendo formados pelo aquecimento do alcatrão. Há algum tempo já se sabia que trabalhadores de refinarias apresentavam anormal incidência de câncer de pele; no entanto, apenas muito tempo depois descobriu-se que a doença era causada por excessiva exposição a compostos aromáticos com anéis condensados. Substâncias cancerígenas dessa classe também foram descobertas na fumaça do cigarro, em gases do escapamento de carros e na queima de carvão de churrasco. O principal exemplo dessas substâncias é o benzopireno, formado na queima do fumo. (www.google.com.br.) Com base nos seus conhecimentos, é correto afirmar que: a) 2 mol de tolueno ocupam 44,8 L nas CNTP. b) o tolueno é o nome vulgar do antraceno. c) os hidrocarbonetos aromáticos são solúveis em água. d) o benzopireno é um composto aromático polinuclear. e) uma molécula de benzopireno pesa 263 gramas. 47.O clonazepam pertence a uma classe farmacológica conhecida como benzodiazepinas, que possuem como principais propriedades inibição leve das funções do sistema nervoso central permitindo assim uma ação anticonvulsivante, alguma sedação, relaxamento muscular e efeito tranquilizante. Em estudos feitos em animais, o medicamento inibiu crises convulsivas de diferentes tipos, devido a sua ação diretamente sobre o foco epiléptico e também por impedir que este interfira na função do restante do sistema nervoso. É comercializado pelo laboratório Roche com o nome de Rivotril ou Navotrax na Europa, Ásia, América Latina e Oceania e Klonopin nos Estados Unidos. Em maio de 2009, o clonazepam era o medicamento de tarja preta mais vendido do Brasil. (www.google.com.br/wikipedia.org.) Considerando-se as informações do texto, a fórmula estrutural acima do clonazepam e os conhecimentos de química, pode-se afirmar que: a) em 1 mol de clonazepam, existem apenas 3 átomos de nitrogênio. b) a sua cadeia carbônica é classificada como cíclica, insaturada, homogênea e ramificada. c) na estrutura do composto há carbono hibridizados sp 2 e sp. d) nesse composto, encontramos as funções químicas, amida e haleto. e) todos os átomos envolvidos estabelecem ligações com transferência de elétrons.
  22. 22. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 22 48.Manic depression is another psychiatric illness that mainly affects the mood. A patient suffering from this disease will alternate between periods of manic excitement and extreme depression, with or without relatively normal periods in between. The changes in mood suffered by a manic-depressive patient go far beyond the day-to- day mood changes experienced by the general population. In the period of excitement, the mood elevation can become so intense that it can result in extended insomnia, extreme irritability, and heightened aggressiveness. In the period of depression, which may last for several weeks or months, a patient experiences feelings of general fatigue, uselessness, and hopelessness and, in serious cases, may contemplate suicide. The passage implies that: a) changes from excitement to depression occur frequently and often. b) only manic-depressive patients experience aggression. c) the depressive phase of this disease can be more harmful than the manic phase. d) suicide is inevitable in cases of manic depression. e) the mood changes of manic depression are as complicated as the one in the general population. 49.Os negros desenvolvem mais hipertensão do que os brancos. Uma das hipóteses para justificar esse fato está nas condições em que eram trazidos da África para a América. Muitos morreram por causa das infecções, porque vomitavam e tinham diarreia e não conseguiam reter líquido. Quem conseguia, sobreviveu. Eram os sal-sensíveis. Desse modo, houve uma espécie de seleção natural. Provavelmente, a maior parte dos negros que suportou a viagem comia sal, retinha líquido, o que elevava a pressão, e transmitiu essas características aos seus descendentes. (Disponível em: http://drauziovarella.com.br/hipertensao/hipertensao-3. Acesso em 24 mar.2014.) A Seleção Natural é um dos principais fatores responsáveis pela evolução, juntamente com a mutação, a deriva genética e a migração genética. Para que a Seleção Natural ocorra em uma população, é imprescindível que haja: a) alteração do meio ambiente, propiciando o favorecimento de alguns indivíduos da população. b) diversidade da composição genética dos indivíduos da população. c) informações genéticas anômalas que produzam doenças quando em homozigose. d) disputa entre os indivíduos, com a morte dos menos aptos. e) mutação em taxa compatível com as exigências ambientais. 50.Após o terremoto de magnitude 8,9 que atingiu a costa do Japão, a usina nuclear Fukushima Daiichi interrompeu seu funcionamento.
  23. 23. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 23 Com base nas informações indicadas, é correto afirmar que: a) a utilização de grandes quantidades de água para evitar um superaquecimento se deve ao fato à sua grande capacidade de condutibilidade eletrônica. b) nesse tipo de usina, a energia elétrica basicamente é transformada em outras formas de energia. c) quando a energia é chegada aos transmissores, a diferença de potencial está reduzida pela ação dos transformadores. d) a corrente elétrica produzida nessas usinas possuem intensidade e sentido constante, em função da ação de transformadores, que têm por função controlar a intensidade de corrente elétrica. e) a corrente elétrica produzida nessas usinas é alternada, pois está submetida a uma força eletromotriz induzida pela variação de fluxo magnético.
  24. 24. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 24 RESOLUÇÃO 01.D. Observemos a passagem: “Hoje, a Internet propicia a formação de grupos sobre não apenas uma, mas várias doenças: salas de discussão, fóruns e páginas sobre as mais diversas patologias. Um dos sites mais conhecidos é o Patients like me (Pacientes como eu, em português), uma rede social com quase 50 mil pessoas que reúne pacientes com os mais diversos problemas. O objetivo, como a maioria dos grupos, é o de trocar informação sobre doenças e, também, encontrar alento e apoio naqueles que partilham o mesmo sofrimento”. 02.D. Nas três ocorrências, o relativo “que” exerce a função sintática de Sujeito. Respectivamente, o termo em questão resgata os termos: um artigo, Paulo Zamboni e um experimento. 03.A. O advérbio certamente reforça o nível de confiança/certeza do enunciador do texto com relação à declaração “A Internet faz do mundo um lugar melhor”. 04.D. Observe o fragmento extraído do texto: “Os pacientes vão à Internet pesquisar e isso é um caminho sem volta.”. O termo sublinhado retoma a primeira oração e funciona somo sujeito da segunda. 05.A. Os raios X são produzidos no momento em que elétrons mais externos de um átomo ocupam a lacuna deixada por outro elétron que foi arrancado pela incidência de raios catódicos acelerados que foram freados bruscamente sobre um metal. 06.B. Os Linfócitos T auxiliadores, desempenham papel central na resposta imunitária estimulando, através de interleucinas, outras células de defesa, como por exemplo, a maturação do linfócito B, responsável pela produção de anticorpos específicos bem como Linfócitos T citotóxicos que destroem células infectadas, através de perfurinas. 07.E. Ao serem imunizadas, as pessoas vacinadas desenvolveram células de memória capazes de responder rapidamente ao vírus HPV por meio da produção de anticorpos específicos. 08.C. O Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), criado no Brasil em dezembro de 1939 e extinto em 1945, atuou durante a Era Vargas, centralizando a propaganda nacional, interna e externa, fazendo a censura no teatro, cinema, radiodifusão, da literatura, e intervindo na imprensa para evitar a divulgação de informações contrárias ao governo. 09.C. Dez gramas de colesterol em 7,0 litros equivalem a uma concentração de, aproximadamente, 142 mg/dL e esse valor está dentro da concentração ideal. 10.C. Através da leitura, percebe-se que as pessoas que se relacionam virtualmente podem mentir com relação às suas respectivas aparências. 11.E. Sem planejamento, as favelas e cortiços predominavam na paisagem do R.J. A rede de esgoto e a coleta de lixo eram muito precária, às vezes inexistente. Em decorrência disto, dezenas de doenças se proliferavam na população, como a Varíola, além de uma urbanização violenta o governo aprovou a aplicação de uma vacina obrigatória para combater essa doença, gerando o estopim para a chamada Revolta da Vacina em 1904. 12.C. Médicos cardiologistas = 520. 100 25 = Médicos clínicos = 20 – 5 = 15 A5,2 x C15;4 = 5 . 4 x 1.2.3.4 12.13.14.15 = 20 . 15 . 7 . 13 = 27.300 13.C. A distribuição eletrônica dos elementos de transição do quarto período é [Ar] 4s 2 3d x . 14.D. Energia total consumida: E = 3. (6. 10 3 cal) = 18. 10 3 cal. Energia útil: EU = 30%. 18. 10 3 cal = 5,4. 10 3 cal. Convertendo para joules: EU = (5,4. 10 3 ). 4 = 21,6. 10 3 J. Assim: EU = EP = m. g. H 21,6. 10 3 = 67,5. 10. H H = 32 m. 15.B. F1/A1 = F2/A2 500/10 = F2/200 F2 = 10000 N. E ainda: F1. d1 = F2. d2 500.100 = 10000. d2 d2 = 5 cm. P T CARDIOLOGISTAS MÉDICOS CLÍNICOS 7
  25. 25. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 25 16.B. Durante boa parte do texto reforça-se a postura paternalista e oracular do “bom moço” Drauzio Varella. 17.C. Ambos os termos reforçam a ideia de que, em certo período, o Doutor Drauzio Varella não estava voltado ou interessado em atuar na televisão. 18.D. O trecho destacado traz uma opinião de Drauzio Varella e a justificativa para tal opinião: virou um compromisso pessoal. 19.B. No período destacado, a oração “ouvir a população sobre suas demandas reais” é uma oração substantiva predicativa. 20.D. A hipermetropia é caracterizada pelo encurtamento do globo ocular. Com isso, a imagem tende a se formar depois da retina em função de uma convergência em falta do cristalino. Deste modo, a correção da miopia se dá através do uso de lentes convergentes. 21.C. Grande parte da população mundial não tem acesso à Internet, entendendo que essa ferramenta tem cada vez contribuído para inserir as pessoas no mundo globalizado, que não tem acesso a rede é na verdade um excluído do processo. 22.D. Depreendemos do cartum que os soldados norte-americanos recebem ordem da Casa Branca. A estratégia utilizada para responder essa questão é o contexto. 23.D. O nanismo é uma doença autossômica dominante. O aparecimento da condição em mais de 80% dos casos relaciona-se com novas mutações. 24.A. IMAGEM f(x) = 3 – 4 sen ÷ ø ö ç è æ 2 7 - 3 2 πx f(x) = 3 – 4 . (1) = – 3 f(x) = 3 – 4 . (- 1) = 7 IM = [– 1, 7] 25.B. No dia 14 de outubro de 1962, um avião de espionagem norte-americano sobrevoou o território cubano em busca de informações sobre o local. Nessa missão, coletou uma série de imagens do que parecia ser uma nova base militar em construção. Após um estudo detalhado das imagens, as autoridades norte-americanas descobriram que os soviéticos estavam instalando diversos mísseis capazes de carregar ogivas nucleares em Cuba, o que gerou a conhecida Crise dos Mísseis. 26.A. Durante a primavera de 1933, organizações estudantis, professores e bibliotecários nazistas elaboraram longas listas de livros que eles acreditavam serem impróprios para os alemães. Tendo isto em mãos, na noite de 10 de maio queimaram aproximadamente 25.000 obras de escritores judeus, incluindo Albert Einstein e Sigmund Freud e um grande número de livros de autoria de não judeus, incluindo americanos famosos como Jack London, Ernest Hemingway e Sinclair Lewis. Para os nazistas, aqueles escritores pensavam de forma diferente da deles, por isso não deveriam ser lidos. 27.A. De acordo com o texto, 70% da energia dissipada pela potência no efeito joule serão convertidos em calor, então: W=®=®qD=D®= 20R,então70.10.18,4836. R 10 .7,0t. R U .7,0QE.%70 3 42 28.C. Logo, PQ = 34 m. então: ( ) ( ) 2 m110 2 220 2 5.1034 2 h.bB A == + = + = PERÍODO P = P = P = 3π rad S R10 QP 13 x 10 x 513 5 13 2 = 5 2 + x 2 169 = 25 + x 2 x 2 = 144 x = 12 m
  26. 26. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 26 29.A. 30.C. A mensagem verbal e a não verbal (o texto) evidenciam que a participação da comunidade é determinante para proliferação ou extermínio do mosquito e, consequentemente, nos casos de dengue. 31.A. A adrenalina é a mediadora das reações de alarme, promovendo taquicardia e vasoconstricção periférica justificando a lividez da pele. 32.C. A eletronegatividade do N é maior do que a do H, logo, o átomo de nitrogênio tem maior capacidade de atrair elétrons. 33.B. 1 mol ---------- 6x10 23 x 14 átomos de carbono 0,02 mol ------- x x = 1,68x10 23 átomos de carbono 34.D. Na membrana, como o campo é considerado uniforme, temos: N10.6,1F10.7. 10.6,1 F 10.70d q F Ud.EU 129 19 3 -- - - =®=®=®= 35.B. A degradação da bainha de mielina compromete diretamente a propagação do impulso nervoso que passa a acontecer de forma mais lenta. 36.C. Enzimas retiradas de células quaisquer iriam sofrer desnaturação, sendo necessária a sua reintrodução a fim de cada ciclo de aquecimento e resfriamento. 37.C. Área da base a . b . (x + 1) = x 3 + 7x 2 + 14x + 8 a . b = 1x 8x14x7x 23 + +++ a . b = x 2 + 6x + 8 38.C. Todas as possibilidades estão presentes no texto e têm relação direta com seu conteúdo. 39.A. ALSO, sim, dá a ideia de similaridade/mesmo sentido. 40.D. Os metais alcalinos são bastante reativos e, ao reagirem com a água, liberam gás hidrogênio segundo a equação: 2Li + 2H2O ® 2LiOH + H2. P 3 km 25° 5 km 60° 35° A B C 7 km x Aplicando a lei dos cossenos no triângulo APB: 7 2 = x 2 + 5 2 – 2 . x . 5 . cos 60° 49 = x 2 + 25 – 10x . x 2 – 5x – 24 = 0 x1 = 8 ou x2 = – 3 (não convém) Logo, AP + PC = 8 km + 3 km = 11 km 1 7 14 8 - 1 1 6 8 0 x2 + 6x + 8
  27. 27. SIMULADO BAHIANA – 2014.1 27 41.E. 250 000 = 400 000 . (1 – 10%) t (1 – 0,1) t = 8 5 40 25 (0,9) t = 8 5 10 9 =® 8 5 logt ® log5 = log10 – log2 = 1 – 0,30 = 0,70 42.E. As doenças mencionadas são típicas de áreas tropicais, afetando considerável população que é privada de saneamento e assistência médica. 43.A. Durante o processo de fermentação, há a formação de uma considerável quantidade de ácido lático, o que justifica o uso da soda cáustica que é uma base forte. 44.D. - t 2 + 16t = 0 45.D. Crianças filhas de mães fumantes têm, ao nascer, peso médio inferior ao de crianças filhas de mães não-fumantes isso por que os componentes químicos do cigarro promove constrição dos vasos sanguíneos maternos diminuindo o aporte de sangue à placenta, e desse modo reduz-se a quantidade de oxigênio e nutrientes que chegam ao feto. Com menos oxigênio e menos nutrientes, o desenvolvimento do feto é mais lento, e a criança chegará ao final da gestação com peso abaixo do normal. 46.D. O benzopireno é um composto aromático com mais de 1 anel benzênico/polinuclear. 47.D. 48.C. Na última linha do texto é dito que no período de depressão, um paciente experimenta a sensação de fadiga geral, inutilidade e desesperança e, em casos graves, pode contemplar o suicídio. Portanto, a frase depressiva é mais prejudicial do que a fase de excitação, pois pode culminar em morte. 49.B. O princípio da seleção natural é uma adequação para indivíduos que apresentam uma característica sugestiva ao meio ambiente. A prevalência da característica torna-se favorável, à medida que, hereditariamente, são transmitidas para as gerações seguintes. 50.E. De acordo com a lei de Faraday-lenz, o funcionamento de geradores que sofrem variação de fluxo magnético em determinados intervalos de tempo produz força eletromotriz induzida, gerando uma corrente elétrica alternada em intensidade e sentido, que são suas características fundamentais. t = 0 t = 16

×