Escola Bahiana de medicinaProf. EmanuelRevisão .Vestibular - Biologia
Questão 01 Prof. EmanuelAnalisando aspectos genéticos associados a doenças que ainda nãotêm cura, assinale com V as afirma...
A relação códons X aminoácidos é conhecidacomo código genético:• É universal• É redundante (degenerado)Código genéticoCÓDO...
Código genético Prof. Emanuel
Código genético UNIVERSALAncestralidade comumProf. Emanuel
Código genético UNIVERSALProf. EmanuelTransgenia(Enzimas de restrição e Ligases)
Código genético REDUNDANTECódons diferentes Mesmo aminoácidoProf. Emanuel
Código genéticoUm códon Vários aminoácidosO Código genético não éambíguoProf. Emanuel
Questão 02 Prof. EmanuelUma abordagem biológica associada ao desenvolvimento do câncerpermite afirmar:01)A administração d...
Célula não sedivideDuplicação do DNAG0TranscriçãoTraduçãoAumento devolumeG1SG2Ciclo celular Prof. EmanuelTranscriçãoTraduç...
1Ponto de checagem G123A célula aumentou de volume?O meio é apropriado?DNA danificado?1Ponto de checagem G22O DNA foi dani...
1. Produzida em grandes quantidades quando existemdanos no DNA2. Interrompe o ciclo e ativa a apoptose3. Mutações no gene ...
• Alteração no ciclo celular• Não respeita os sinaisinibitórios• Ausência de mecanismosautodestrutivos (apoptose)• Imortal...
• Células totipotentes (CTE)• Células neoplásicasAlto poder mitóticoAlterações do cicloProf. Emanuel
Questão 03 Prof. EmanuelA importância da utilização de equipamentos capazes da detecçãode segmentos de DNA em amostras de ...
Questão 04 Prof. EmanuelO aumento crescente da expectativa de vida no mundo vai repercutir no predomíniode idosos na popul...
Regulação da calcemiaProf. EmanuelCalcitoniaParatormônioCa++ no sangue Ca++ no ossoHipocalcemianteHipercalcemiante
Tecido ósseoOsteoblasto(osteócito)formador dematriz ósseaOsteoclastoremodeladorde matrizósseaProf. Emanuel
Tecido ósseo Prof. EmanuelProdução de novamatriz ósseaOsteoblastoOsteoclastoOsteócitos
Tecido ósseo Prof. EmanuelMatriz óssea normal Matriz com osteoporose
Questões 05 Prof. EmanuelSensações de ansiedade fazem parte da experiência humana, mas aansiedade excessiva, frequente ou ...
Prof. EmanuelA ativação do sistema nervoso autônomo relacionada com assensações de ansiedade repercute na qualidade de vid...
Reação de alarme Prof. Emanuel1ª fase do estresseTaquicardia etaquipneiaBroncodilataçãoVasoconstricçãoHiperglicemiaMaior a...
Reação de alarme Prof. EmanuelSTRESSPERFORMANCEBaixo Médio AltoAlarme Resistência Esgotamento
Prof. EmanuelRespostas orgânicas revelam a ação integradora do sistema nervoso,construída a partir da percepção de estímul...
A GLIA e suas funçõesProf. Emanuel1 – Oligodendrócito2 – Axônio3 – Corpo celular4 – Milelina5 - Micróglia6 – Astrócito7 – ...
Neurônio Prof. EmanuelAxônioPericárioDendritoImpulso nervoso unidirecional
Bainha de mielina Prof. EmanuelNódulo deRanvier
Sinapse QuímicaComneurotransmissorSinapse ElétricaSinapses Prof. EmanuelSemneurotransmissor
Potencial de repousoPolarizaçãoPotencial de açãoDespolarizaçãoDifusão facilitadaPotencial de repousoRepolarizaçãoBomba de ...
Encéfalo
Arco reflexo Prof. Emanuel
Prof. EmanuelSabendo-se que, no corpo humano, a pressão sanguínea tem a contribuição dapressão estática, da pressão dinâmi...
Prof. EmanuelSob a perspectiva darwiniana, a adaptação de organismosa condições difíceis contextualizada na relação presa-...
Prof. EmanuelA Ambiente físico, social, profissional e de relaçõesinterpessoais que deve estar relacionado a um projeto de...
Prof. EmanuelA percepção do ambiente, universal no mundo vivo e aperfeiçoada nocurso da evolução, envolve:01)respostas ref...
CrâniosacralToracolombar
Prof. EmanuelA No século XIX, um médico observou que 15% das parturientes damaternidade em que ele atuava morriam de uma d...
Prof. EmanuelA importância da higienização das mãos na prevenção da transmissão dasinfecções hospitalares (reconhecida pel...
Reino Moneraunicelulares,procariontes,auto ou heterotróficosReino MoneraSeres estruturalmente simples ecom alta diversidad...
 Reino Protista - uni oupluricelulares, eucariontes,auto ou heterotroficosReinoProtistaReinos de WhittakerProf. Emanuel
 Reino Fungi - uni oupluricelulares, eucariontes,heterotróficos por absorçãoReinoFungiReinos de WhittakerProf. Emanuel
 Reino Animaliapluricelulares, eucariontes,heterotróficos por ingestãoReino AnimaliaReinos de WhittakerProf. Emanuel
 Reino Plantaepluricelulares, eucariontes,fotoautotróficosReino PlantaeReinos de WhittakerProf. Emanuel
Prof. EmanuelO Sistema Único de Saúde SUS passará a oferecer emtodo o país a identificação de anemia falciforme no testedo...
Prof. EmanuelAnalisando aspectos do desenvolvimento – da célula-ovo ao recém-nascido –sob condições normais, é uma conside...
DNA lixo Prof. Emanuel
Só porque não nos entendemnão podem nos chamar de lixoDNA lixo (DNA junk)Prof. Emanuel
Projeto Encode2% - 5% dogenoma funcional80% do genomafuncionalAntesDepois
DNA lixo Prof. Emanuel
São modificações que ocorrem noDNA, mas que não alteram asequência de bases. Por exemplo, osilenciamento e a ativação de g...
Imprinting genômicoÉ um fenômeno genético no qual certos genes sãoexpressos apenas por um alelo, enquanto o outro émetilad...
Prof. EmanuelA Considerando a natureza hereditária da anemia falciforme, écorreto afirmar:01)Uma criança com diagnóstico l...
Prof. EmanuelA alteração genética característica da anemia falciforme pode serdescrita como uma:01)falha no processamento ...
Prof. EmanuelA Manifestações sistêmicas da anemia falciforme, decorrentes daperda de eficiência de oxigenação, podem se tr...
Prof. EmanuelQuestões 15
Prof. EmanuelA Considerando-se aspectos associados à doença em destaque na ilustração,é correto afirmar:01)O maior risco d...
a) Aedes – Dengue e febre amarelab) Culex – Elefantíasec) Anopheles – Maláriad) Flebotomídeos – LeishmanioseOBS. Barbeiro ...
Revisão Bahiana - parte I
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revisão Bahiana - parte I

2.706 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
2 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.706
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revisão Bahiana - parte I

  1. 1. Escola Bahiana de medicinaProf. EmanuelRevisão .Vestibular - Biologia
  2. 2. Questão 01 Prof. EmanuelAnalisando aspectos genéticos associados a doenças que ainda nãotêm cura, assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F, asfalsas.( )Sendo a hemofilia A uma condição genética, recessiva e ligadaao sexo, a frequência de indivíduos afetados é mais alta entreas mulheres.( )Sabendo-se que a fenilcetonúria está associada a um padrão deherança autossômica recessiva, a probabilidade de um casalheterozigoto ter filhos afetados é de 25%.( )A fibrosa cística, decorrente da homozigose de genes cujasequência nucleotídica está alterada, exemplifica a ocorrênciade mutações que repercutem na cadeia polipeptídica codificadapelo gene.( )A manipulação do genoma da espécie humana criando novasrelações códon-aminoácidos, aponta para a possibilidade de curade doenças hereditárias.
  3. 3. A relação códons X aminoácidos é conhecidacomo código genético:• É universal• É redundante (degenerado)Código genéticoCÓDON  Equivale a um AminoácidoProf. Emanuel
  4. 4. Código genético Prof. Emanuel
  5. 5. Código genético UNIVERSALAncestralidade comumProf. Emanuel
  6. 6. Código genético UNIVERSALProf. EmanuelTransgenia(Enzimas de restrição e Ligases)
  7. 7. Código genético REDUNDANTECódons diferentes Mesmo aminoácidoProf. Emanuel
  8. 8. Código genéticoUm códon Vários aminoácidosO Código genético não éambíguoProf. Emanuel
  9. 9. Questão 02 Prof. EmanuelUma abordagem biológica associada ao desenvolvimento do câncerpermite afirmar:01)A administração de medicamentos que promovem a intensificaçãoda angiogênese é uma terapêutica de combate eficiente ao câncer.02)Mutações que alteram proteínas essenciais ao controle do ciclocelular estão associadas à origem do câncer.03)A citocinese é a fase da multiplicação celular mais propícia àsmudanças genéticas que deflagram o processo de oncogênese.04)O bloqueio da formação do fuso mitótico na prófase desencadeiadivisões celulares continuas, favorecendo o desenvolvimento demetástases.05)A ocorrência repetida de apoptose é um dos mecanismoscelulares desencadeantes de neoplasias malignas.
  10. 10. Célula não sedivideDuplicação do DNAG0TranscriçãoTraduçãoAumento devolumeG1SG2Ciclo celular Prof. EmanuelTranscriçãoTraduçãoApta paradivisão
  11. 11. 1Ponto de checagem G123A célula aumentou de volume?O meio é apropriado?DNA danificado?1Ponto de checagem G22O DNA foi danificado?A célula aumentou de volume?O meio é apropriado?Ponto de checagem M3A formação e adesão do fusomitótico normais ?Controle do ciclo celularProf. Emanuel
  12. 12. 1. Produzida em grandes quantidades quando existemdanos no DNA2. Interrompe o ciclo e ativa a apoptose3. Mutações no gene p53 X câncerApoptosep53 – reguladora do ciclo
  13. 13. • Alteração no ciclo celular• Não respeita os sinaisinibitórios• Ausência de mecanismosautodestrutivos (apoptose)• Imortalidade efetiva• Angiogênese• MetástaseCâncer Prof. Emanuel
  14. 14. • Células totipotentes (CTE)• Células neoplásicasAlto poder mitóticoAlterações do cicloProf. Emanuel
  15. 15. Questão 03 Prof. EmanuelA importância da utilização de equipamentos capazes da detecçãode segmentos de DNA em amostras de água, alimentos e sanguedeve ser entendida como:01)possibilidade de compará-los com dados disponíveis em bancosde DNA, visando à identificação de sequências nucleotídicasassociadas a doenças.02)estratégia para estudos moleculares que permitam decifrar ocódigo genético de patógenos que comprometem a qualidade de vidade idosos.03)procedimento para realizar o sequenciamento do genoma humanocom vistas à identificação de novas variantes gênicas associadas àlongevidade.04)método de estudo da replicação do DNA de bactérias e vírus ínvitro, para a compreensão dos mecanismos de regulação gênicaimplicados na sua capacidade infectante.05)oportunidade para analisar a organização estrutural da moléculade DNA de microorganismos e vírus.
  16. 16. Questão 04 Prof. EmanuelO aumento crescente da expectativa de vida no mundo vai repercutir no predomíniode idosos na população, o que, segundo a ONU, triplicará o número de pessoas commais de 65 anos, até 2050.Um dos problemas que afeta a qualidade de vida dos idosos é a maiorsuscetibilidade a sofrer fraturas associadas à osteoporose, doença consideradacomo um grave problema de saúde pública. (ALMEIDA..., 2011).Com base no texto e no conhecimento sobre a dinâmica do tecido ósseo,assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas.( )A osteoporose implica diminuição progressiva da densidade óssea, quepode ser detectada por meio de exames de imagem, como a densiometriaóssea.( )A porosidade dos ossos em pessoas acometidas por osteoporosedecorre do excessivo número de lisossomos, impedindo a absorção decálcio.( )Exercícios físicos que desenvolvem o senso de equilíbrio e ofortalecimento do osso constituem uma prática para minimizar os efeitosda osteoporose.( )A maior frequência de osteoporose em idosos reflete, entre outrosfatores, a queda na produção de paratormônio e a maior atividade dasosteoblastos nessa fase da vida.
  17. 17. Regulação da calcemiaProf. EmanuelCalcitoniaParatormônioCa++ no sangue Ca++ no ossoHipocalcemianteHipercalcemiante
  18. 18. Tecido ósseoOsteoblasto(osteócito)formador dematriz ósseaOsteoclastoremodeladorde matrizósseaProf. Emanuel
  19. 19. Tecido ósseo Prof. EmanuelProdução de novamatriz ósseaOsteoblastoOsteoclastoOsteócitos
  20. 20. Tecido ósseo Prof. EmanuelMatriz óssea normal Matriz com osteoporose
  21. 21. Questões 05 Prof. EmanuelSensações de ansiedade fazem parte da experiência humana, mas aansiedade excessiva, frequente ou inapropriada pode levar a doenças.Esse estado mental é acompanhado por respostas comportamentais efisiológicas que incluem evitar situações temidas, manter-se emalerta e apresentar ativação do sistema nervoso autônomo,responsável por funções automáticas, como respiração, circulaçãosanguínea e outras.Tais respostas visam a proteger o indivíduo do perigo. As respostasrelacionadas à ansiedade têm sido descritas em humanos, em animaise fazem parte de um mecanismo universal de adaptação dosorganismos a condições difíceis.É fácil imaginar como se reduziriam as chances de sobrevivência deuma presa que não tivesse medo de seu predador – um suricato nãoter medo de uma águia aumentaria muito as chances ele virar ojantar da águia. Ter ansiedade, portanto, é necessário e importante,mas até certo ponto. (SILVEIRA, et al..., 2011)
  22. 22. Prof. EmanuelA ativação do sistema nervoso autônomo relacionada com assensações de ansiedade repercute na qualidade de vida, envolvendorespostas fisiológicas associadas à respiração e à circulaçãosanguínea expressas em:01)movimentos respiratórios lentos, que reduzem as trocas gasosasinerentes à hematose.02)bloqueio da biossíntese de hemoglobina, mobilizando aminoácidospara imediata obtenção de energia.03)aceleração dos batimentos cardíacos e aumento da concentraçãode glicose no sangue.04)queda brusca da pressão arterial e redução do metabolismogeral do organismo.05)ações voluntárias dependentes de nervos sensitivos, quedeflagram respostas conscientes e rápidas.Questões 05
  23. 23. Reação de alarme Prof. Emanuel1ª fase do estresseTaquicardia etaquipneiaBroncodilataçãoVasoconstricçãoHiperglicemiaMaior atividadecerebral
  24. 24. Reação de alarme Prof. EmanuelSTRESSPERFORMANCEBaixo Médio AltoAlarme Resistência Esgotamento
  25. 25. Prof. EmanuelRespostas orgânicas revelam a ação integradora do sistema nervoso,construída a partir da percepção de estímulos, envolvendo:01)percepção do ambiente diretamente por meio de células sensoriaiscapazes de interpretar a informação captada ao meio.02)liberação de neurotransmissores ao nível das sinapses elétricas,durante a propagação do impulso nervoso.03)revestimento mielínico ininterrupto ao longo do axônio como umaestratégia para relatar as ações reflexas.04)mudanças de potencial elétrico da membrana plasmática dosneurônio, decorrentes de transporte iônico.05)continuidade entre o citoplasma das terminações axônicas edendríticas de neurônios sensitivos e motores adjacentesQuestões 06
  26. 26. A GLIA e suas funçõesProf. Emanuel1 – Oligodendrócito2 – Axônio3 – Corpo celular4 – Milelina5 - Micróglia6 – Astrócito7 – Fenda sináptica8 - Vaso
  27. 27. Neurônio Prof. EmanuelAxônioPericárioDendritoImpulso nervoso unidirecional
  28. 28. Bainha de mielina Prof. EmanuelNódulo deRanvier
  29. 29. Sinapse QuímicaComneurotransmissorSinapse ElétricaSinapses Prof. EmanuelSemneurotransmissor
  30. 30. Potencial de repousoPolarizaçãoPotencial de açãoDespolarizaçãoDifusão facilitadaPotencial de repousoRepolarizaçãoBomba de íons
  31. 31. Encéfalo
  32. 32. Arco reflexo Prof. Emanuel
  33. 33. Prof. EmanuelSabendo-se que, no corpo humano, a pressão sanguínea tem a contribuição dapressão estática, da pressão dinâmica e da pressão mecânica, considerando-se o fluxo do sangue como sendo escoamento estacionário e desprezando-se oefeito da viscosidade, pode-se afirmar:01)A pressão estática independe da altura da coluna de sanguemedida em relação ao pé.02)O sangue circula pelas artérias e capilares com a velocidade demódulo constante.03)A energia cinética da célula de uma hemácia aumenta quando osangue flui de uma artéria de diâmetro maior para uma de diâmetromenor, ambas situadas na mesma altura.04)A pressão do sangue arterial rico em oxigênio, é menor do que apressão do sangue venoso, rico em gás carbônico.05)A pressão hidrodinâmica do sangue aumenta quando o sangue fluina região de uma artéria obstruída parcialmente pelo acúmulo decolesterol.Questões 07
  34. 34. Prof. EmanuelSob a perspectiva darwiniana, a adaptação de organismosa condições difíceis contextualizada na relação presa-predador remete a uma interação ecológica que:01)revela acirrada competição entre as espéciesparticipantes.02)privilegia os indivíduos mais fortes na disputa peloespaço no ambiente em que habitam.03)causa mudanças nas posições tróficas estabelecidas emuma teia alimentar.04)expressa falha nas estratégias de sobrevivência dasespécies na comunidade.05)regula a densidade das diferentes populaçõesenvolvidas.Questões 08
  35. 35. Prof. EmanuelA Ambiente físico, social, profissional e de relaçõesinterpessoais que deve estar relacionado a um projeto desaúde voltado para a atenção acolhedora, resolutiva ehumana. Nos serviços de saúde, a ambiência é marcadatanto pelas tecnologias médicas ali presentes quanto poroutros componentes estéticos ou sensíveis apreendidospelo olhar, olfato, audição, por exemplo, a luminosidade eos ruídos do ambiente, à temperatura etc. Além disso, éimportante na ambiência o componente afetivo expressona forma do acolhimento, da atenção dispensada aousuário, da interação entre os trabalhadores e gestores.Deve-se destacar os componentes culturais e regionaisque determinam os valores do ambiente.(HUMANIZASUS,2010).Questões 09
  36. 36. Prof. EmanuelA percepção do ambiente, universal no mundo vivo e aperfeiçoada nocurso da evolução, envolve:01)respostas reflexas medulares decorrentes da participaçãoconjunta de apenas um neurônio sensitivo e um neurônio motor.02) especialização de células – quimiorreceptores – capazes deperceber moléculas dispersas no ar, gerando impulsos processados aonível do córtex cerebral.03)o desenvolvimento do globo ocular, estrutura capaz de perceberluminosidade e de formar imagens de modo autônomo, sem integraçãocom células nervosas.04)a diferenciação de células que constituem o tímpano, membranalocalizada no pavilhão auditivo e especializada na identificação desons e na manutenção do equilíbrio do corpo.05)a ação do sistema nervoso autônomo simpático (SNP) efetivadadiretamente por nervos que partem das regiões torácica e lombar damedula espinal.Questões 09
  37. 37. CrâniosacralToracolombar
  38. 38. Prof. EmanuelA No século XIX, um médico observou que 15% das parturientes damaternidade em que ele atuava morriam de uma doença chamadafebre puerperal e ele não sabia como combater a enfermidade.Enquanto pensava em solucionar o problema, um patologista forensemorreu, aparentemente da mesma doença, apenas alguns dias após seferir acidentalmente com o bisturi usado por um aluno na dissecaçãode cadáveres. A notícia levou o médico a constatar que os estudantesde medicina de seu hospital, indo direto do necrotério para a ala damaternidade – sem nunca lavar as mãos –, estariam levando algumainfecção para as mães. A partir dessa constatação, ele obrigou osestudantes a lavar as mãos com uma mistura de água e cloro.Logo a febre na maternidade caiu em 10% e a lavagem das mãostornou-se um procedimento padrão no hospital, (MAY, 2010).Questões 10
  39. 39. Prof. EmanuelA importância da higienização das mãos na prevenção da transmissão dasinfecções hospitalares (reconhecida pelo Ministério da Saúde, no anexo IV daPortaria 2616/98), baseia-se na capacidade de a pele abrigar micro-organismos, como bactérias, organismos que:01)integram o reino protista no sistema de cinco reinos elaborado porWhittaker, em 1979, por serem unicelulares, heterotróficos e suportaremcondições extremas de desidratação.02)possuem material genético, fragmentado em nucleotídeos dispersos nocitoplasma, configurando um nucleoide desorganizado.03)exibem uma membrana de derivados da celulose, em substituição àbicamada de fosfolipídios característica da membrana plasmática doseucariontes.04)apresentam a capacidade de crescimento exponencial por divisão binária,originando clones passíveis de diversificação por processos de mutação erecombinação.05)atuam como parasitas celulares obrigatórios, uma vez que não possuemmetabolismo energético devido à ausência de organelas citoplasmáticas bemdefinidas.Questões 10
  40. 40. Reino Moneraunicelulares,procariontes,auto ou heterotróficosReino MoneraSeres estruturalmente simples ecom alta diversidade metabólicaReinos de WhittakerProf. Emanuel
  41. 41.  Reino Protista - uni oupluricelulares, eucariontes,auto ou heterotroficosReinoProtistaReinos de WhittakerProf. Emanuel
  42. 42.  Reino Fungi - uni oupluricelulares, eucariontes,heterotróficos por absorçãoReinoFungiReinos de WhittakerProf. Emanuel
  43. 43.  Reino Animaliapluricelulares, eucariontes,heterotróficos por ingestãoReino AnimaliaReinos de WhittakerProf. Emanuel
  44. 44.  Reino Plantaepluricelulares, eucariontes,fotoautotróficosReino PlantaeReinos de WhittakerProf. Emanuel
  45. 45. Prof. EmanuelO Sistema Único de Saúde SUS passará a oferecer emtodo o país a identificação de anemia falciforme no testedo pezinho. Esse tipo de anemia é uma das doençashereditárias mais comuns no Brasil, predominante entrenegros. A anemia falciforme geralmente gera sintomas norecém-nascido. É uma alteração genética que muda aconformação das hemácias, que adquirem a forma defoice e perdem a eficiência de oxigenação, causa dores eoclusão de vasos sanguíneos.A Bahia é o Estado com maior incidência, por sua grandepopulação afrodescendente. De cada 650 crianças, umanasce com a anemia. Mas a Bahia também é um doslugares onde se oferece o teste, desde 2001.(FERNANDES, 2009).Questões 11
  46. 46. Prof. EmanuelAnalisando aspectos do desenvolvimento – da célula-ovo ao recém-nascido –sob condições normais, é uma consideração pertinente:01)A divisão de uma mórula em dois blastocistos distintos e posteriorimplantação em regiões relativamente afastadas do útero, dá origem agêmeos dizigóticos ou fraternos.02)A vida embrionária se expressa na dependência de interações com omeio, configurando o desenvolvimento intrauterino como um processoepigenético.03)O nascimento de um bebê é provocado por alterações fisiológicas noorganismo materno decorrentes da elevação brusca dos níveis sanguíneos dohormônio folículo-estimulante (FSH).04)O metabolismo de um organismo, da fase embrionária à fase fetal, geraresíduos nitrogenados que ficam armazenados no alantoide, anexo bemdesenvolvido em humanos, eliminado juntamente com a placenta no parto.05)A célula-ovo, pela riqueza em vitelo, garante a nutrição do embrião atéa fase em que se completa a organogênese, quando o feto passa a sercapaz de sintetizar suas proteínas.Questões 11
  47. 47. DNA lixo Prof. Emanuel
  48. 48. Só porque não nos entendemnão podem nos chamar de lixoDNA lixo (DNA junk)Prof. Emanuel
  49. 49. Projeto Encode2% - 5% dogenoma funcional80% do genomafuncionalAntesDepois
  50. 50. DNA lixo Prof. Emanuel
  51. 51. São modificações que ocorrem noDNA, mas que não alteram asequência de bases. Por exemplo, osilenciamento e a ativação de genesé uma alteração epigenética –controlada por um mecanismodenominado metilação – que é muitoimportante na diferenciação dostecidosEpigenética Prof. Emanuel
  52. 52. Imprinting genômicoÉ um fenômeno genético no qual certos genes sãoexpressos apenas por um alelo, enquanto o outro émetilado (inativado). É um processo de regulação daexpressão gênicaProf. Emanuel
  53. 53. Prof. EmanuelA Considerando a natureza hereditária da anemia falciforme, écorreto afirmar:01)Uma criança com diagnóstico laboratorial de anemia falciformepelo teste do pezinho é necessariamente filha de pais afetados peladoença.02)A condição genética da doença define uma conduta médica limitadaao diagnóstico, sem procedimentos que possam melhorar a qualidadede vida do paciente.03)A severidade da anemia falciforme decorre da expressão dogenótipo específico (HbS/HbS), sem interferência de outrascondições orgânicas do indivíduo e do ambiente, em geral.04)Um casal de indivíduos heterozigotos (HbS/HbA) tem 25% deprobabilidade de ter filhos com anemia falciforme, independente dosexo, informação essencial ao processo de aconselhamento genético.05)Uma mulher, filha de pai com anemia falciforme, transmitirá ogene HbS apenas para os filhos do sexo masculino, em função dalocalização desse gene no cromossomo X.Questões 12
  54. 54. Prof. EmanuelA alteração genética característica da anemia falciforme pode serdescrita como uma:01)falha no processamento do pré-RNAm específico que mantémalguns íntrons, criando, assim, um novo quadro de leitura natradução e, consequentemente, na proteína sintetizada.02)substituição de um nucleotídeo na sequência codificante para acadeia β da hemoglobina, alterando um códon específico.03)aneuploidia resultante da perda ou ganho de um cromossomosexual, expressa nas fórmulas cariotípicas 45,X0 ou 47,XXY.04)mudança na ordenação das bases nitrogenadas, cuja origemprimária ocorre durante a transcrição, sintetizando uma molécula deRNA defeituosa a partir de um molde de DNA normal.05)trissomia, envolvendo autossomos, o que compromete opareamento cromossômico e consequente recombinação genéticadurante a formação dos gametas.Questões 13
  55. 55. Prof. EmanuelA Manifestações sistêmicas da anemia falciforme, decorrentes daperda de eficiência de oxigenação, podem se traduzir em:01)retardo do tempo de coagulação do sangue em virtude do bloqueioda conversão do fibrinogênio em fibrina, dependente de Ca++ e O2.02)impossibilidade de o oxigênio molecular dissolver-se no plasmasanguíneo, inviabilizando as trocas gasosas pela enzima anidrasecarbônica.03)deficiência na capacidade de produção de eritroblastos pelamedula óssea vermelha, o que reduz o número de hemácias para 2 .103/mm3 de sangue, bem como a estimulação para a eritropolese.04)obstrução dos capilares sanguíneos por agregados de hemáciasdeformadas que perderam características morfofisiológicas,comprometendo a normalidade de suas funções.05)dificuldade de as células de defesa realizarem diapedese efagocitose, impedindo sua atuação ao nível dos tecidos em casos deinfecção.Questões 14
  56. 56. Prof. EmanuelQuestões 15
  57. 57. Prof. EmanuelA Considerando-se aspectos associados à doença em destaque na ilustração,é correto afirmar:01)O maior risco da transmissão da dengue deve-se ao fato de o contingentepopulacional de mosquitos machos, na vida adulta, ser superior ao dasfêmeas, ampliando, assim, a possibilidade de eles exercerem a hematofagia.02)Febre com dor de cabeça e dor no corpo são sintomas característicos deinfecção bacteriana, possibilitando o diagnóstico seguro da dengue.03)O “mosquito da dengue”, por desenvolver seu ciclo vital em ambientesdistintos – aquático e terrestre –, tem seu nicho ecológico ampliado, o quecontribui para seu sucesso como espécie vetora, no curso da evolução.04)Plantas cultivadas e animais domésticos constituem os principaisreservatórios naturais do agente etiológico da dengue, dificultando o controleeficaz da endemia.05)Os cuidados para evitar água acumulada são justificados pela importânciado meio aquoso como ambiente onde ocorre a maturação dos óvulos de Aedesaegypti.Questões 15
  58. 58. a) Aedes – Dengue e febre amarelab) Culex – Elefantíasec) Anopheles – Maláriad) Flebotomídeos – LeishmanioseOBS. Barbeiro – Não é mosquitoMosquitos vetores Prof. Emanuel

×