ÁcidosnucléicosProf. Emanuel
Genética clássica e molecular Prof. EmanuelGenética clássica (1865) – MendelFator – Unidade fundamental de herança
Genética clássica e molecular Prof. EmanuelGenética molecular (1953) – Watson e CrickGene – Segmento da molécula de DNA
Histórico Prof. Emanuel
Definição Prof. EmanuelSão os compostos informacionais da vida
• São biopolímeros formados da associaçãode nucleotídeos.DefiniçãoMonômeros PolímerosMonossacarídeos PolissacarídeosAminoá...
Nucleotídeo - monômeroNucleotídeoFosfatoAçúcar (pentose)Base nitrogenadaPirimídicas PúricasProf. Emanuel
Nucleotídeo - monômeroProf. EmanuelBase nitrogenadaPentoseNucleosídeo FosfatoNucleotídeoÁcidonucléico
a) Monômero dos ácidos nucléicosb) Fonte de energia no metabolismo -> ATPc) Mensageiro de funções celulares -> AMPcd) Comp...
Nucleotídeo - monômeroProf. Emanuel1’2’3’4’5’Extremidade 3’ = Hidroxila livreExtremidade 5’ – Fosfato livre5’3’
5’3’Polimerização dos nucleotídeosligaçãofosfodiéster5`3`Prof. Emanuel
Polimerização dos nucleotídeos Prof. Emanuel5’3’ligaçãofosfodiéster
Características DNA RNAEstrutura Fita dupla Fita simplesPentose Desoxirribose RiboseBases A,T,C,G A,U,C,GDistribuição Conc...
DNA mtDNAgenômicoDNA mitocondrial (DNA mt) Prof. Emanuel Diferente do DNAgenômico Herdado exclusivamentede origem materna
DNA mitocondrial (DNA mt) Prof. Emanuel Utilizado como marcadorda matrilinhagem
Estrutura do DNA• Segundo Watson e Crick (1953) o DNA é uma fitadupla helicoidal e antiparalelaProf. Emanuel
Estrutura do DNA
Estrutura do DNA Prof. EmanuelRosalind franklinA dama sombria do DNA
Entre as bases nitrogenadas dasfitas antiparalelas existem pontesde hidrogênio (estabilidade)Estrutura do DNAPAREAMENTO DA...
Estrutura do DNAProf. Emanuel
 Eucariontes Nível Primário – Ligação fosfo-diéster dosnucleotídeos formando o esqueleto fosfato-açúcarOrganização do ma...
 Nível Secundário – União das fitasantiparalelas através das pontes de hidrogênioOrganização do material genéticoProf. Em...
 Nível Terciário – Associação com histonasformando a cromatinaOrganização do material genético Nível Quaternário – Compa...
Replicação semiconservativa do DNAProf. Emanuel
Replicação semiconservativa do DNA• Período de ocorrência: Intervalo S da interfase• Local de ocorrência:• Procariontes – ...
1. Girase – Desespiraliza o DNA,reduzindo atensão de espiralização2. Helicase – Atua desestabilizando a estruturasecundári...
Principais enzimas da replicaçãoEstabilizadoresDe fita simplesGiraseHelicase5`3`Prof. Emanuel
Principais enzimas da replicaçãoProf. Emanuel4.DNA polimerase III - sintetiza a nova fita doDNA de 5´→ 3´. Em um filamento...
Principais enzimas da replicaçãoProf. Emanuel
Principais enzimas da replicaçãoProf. Emanuel
5. A DNA polimerase I pode atuar como umaenzima de reparo (Ação exonucleásica)Principais enzimas da replicaçãoProf. Emanue...
Replicação semiconservativa do DNAProf. EmanuelReplicação: 5’ -> 3’Divisão celularReproduçãoCrescimentoRegeneração
Principais enzimas da replicaçãoProf. EmanuelPCR – Reação em cadeia da polimerase Duplicação do DNA in vitro Medicina fo...
Transcrição do DNAProcesso através do qual o DNA origina o RNADNAATCGRNAUAGCA RNA polimeraseutiliza apenas umadas fitas do...
Transcrição do DNA• Local de ocorrência:Procariontes - CitoplasmaEucariontes - Núcleo• Período de ocorrência:Intervalos G1...
Transcrição do DNAProf. EmanuelReação com oreceptorEntrada no núcleoSítio de ativaçãoTranscriçãoTraduçãoReceptorhormonal
a) Início – Reconhecimento do promotor eligação da RNA pol.b) Alongamento – adição de nucleotídeos aoRNAm crescentec) Térm...
Transcrição do DNAProf. EmanuelFita molde (promotor)Fita inativaFita de RNARNA polimerase
5´ 3´Transcrição do DNAProf. EmanuelBolha da transcriçãoFita inativa RNApolimeraseFita ativaDireção da transcriçãoPromotor...
Propriedades da RNA polimerase: Desespiralizar o DNA Manter as fitas separadas Identificar os nucleotídeos da fita ativ...
Transcrição do DNAProf. EmanuelConceito de geneTranscrição TranscriçãoTraduçãoToda seqüência de nucleotídeos necessária pa...
Dogma central da biologia molecularA proteína é o produto da expressão gênicaTRANSCRIÇÃOREPLICAÇÃOTRADUÇÃOTranscriçãorever...
ReplicaçãoTranscriçãoTraduçãoProteínaTranscrição ReversaRetrovírusReplicação de RNARibovírusDogma central da biologia mole...
Expressão gênica nos procariontes Não existe separação espacial nemtemporal entre a transcrição e a traduçãoProf. Emanuel
 Existe separação espacial e temporal entretranscrição e traduçãoSequência de eventos:1. Transcrição2. Splicing3. Exporta...
É a excisão dos íntrons e na união dos éxons• Íntrons ( I ) - São seqüências de bases do pré-RNAmgeneticamente inativas• É...
Splicing Prof. Emanuel
Gene AE1Splicing alternativo Prof. EmanuelDNAE2 E3 E4Transcrito primárioE1 E2 E3 E4RNAm1 – Proteína A1E3 E1 E4 E2E4 E2 E3 ...
DNACromossomoGenePromotor IntronExonNúcleoSplicingProf. Emanuel
Estudo do RNA Prof. Emanuel1. Fita simples comribonucleotídeos2. Pode dobrar ao redordo próprio eixo3. Intermediário no fl...
 RNAr• É o mais abundante tipo de RNA da célula• Associa-se com Proteínas dando origem aosribossomosTipos de RNA Prof. Em...
 RNAm• É responsável por conduzir a informaçãogenética do DNA para os ribossomos• As bases do RNAm organizam-se em trinca...
• A seqüência de aminoácidos de umaproteína é definida pela sequência de códonsdo RNAmA relação códons X aminoácidos éconh...
Tipos de RNAProf. Emanuel
• O código genético é universalUm códon equivale ao mesmo aminoácido emqualquer ser vivoEquivale a fenilalanina em qualque...
• Transgênico - OGM através da introdução deDNA de seres de outra espécieTipos de RNAProf. Emanuel
Gene daluciferaseluciferinaVaga-lumeTipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelTabaco luminescente
Tipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelGlifosatoErvadaninhaSojaMortedas plantasGene deresistênciadaninhasSoja RR
Tipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelAnimais Transgênicos
Tipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelAnimais Transgênicos
Tipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelAnimais Transgênicos
O código genético é redundanteCódons diferentes podem corresponder a ummesmo aminoácidoExistem 64 códons diferentes• Nº de...
1 códon 1 aminoácido61 20UUUUUCGGGGGCPheGlyTipos de RNAProf. Emanuel
 RNAtTipos de RNA• Para cada códon doRNAm existe um anticódoncomplementar no RNAtProf. Emanuel• É o menor tipo de RNA da ...
- Estruturasecundária comgrampos e alçasformando um trevo- Alto número debases modificadasdepois da suatranscriçãoTipos de...
PROCESSAMENTO DO PRECURSOR DOtRNAtRNA maduroModificaçãodas bases ProcessamentoTipos de RNA Prof. Emanuel
• Local: Citoplasma - Ribossomos• Polissomos• RER• Para que ocorra a tradução são necessários:a) Ribossomosb) RNAmc) RNAtd...
Os aminoácidos associam-se através deligações peptídicas formando os polipeptídeos(proteínas)RibossomoPolipeptídeoEstrutur...
Síntese protéica Prof. EmanuelEtapas da tradução:a)Iniciação: Chegada da subunidade menor e doRNAt, identificação do códon...
Síntese protéica Prof. Emanuel
Síntese protéica Prof. Emanuel
ÁcidosnucléicosProf. Emanuel
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Acidos Nucléicos

2.302 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Espiritual
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.302
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acidos Nucléicos

  1. 1. ÁcidosnucléicosProf. Emanuel
  2. 2. Genética clássica e molecular Prof. EmanuelGenética clássica (1865) – MendelFator – Unidade fundamental de herança
  3. 3. Genética clássica e molecular Prof. EmanuelGenética molecular (1953) – Watson e CrickGene – Segmento da molécula de DNA
  4. 4. Histórico Prof. Emanuel
  5. 5. Definição Prof. EmanuelSão os compostos informacionais da vida
  6. 6. • São biopolímeros formados da associaçãode nucleotídeos.DefiniçãoMonômeros PolímerosMonossacarídeos PolissacarídeosAminoácidos ProteínasNucleotídeos Ácidos nucléicosPrincipais BiopolímerosProf. Emanuel
  7. 7. Nucleotídeo - monômeroNucleotídeoFosfatoAçúcar (pentose)Base nitrogenadaPirimídicas PúricasProf. Emanuel
  8. 8. Nucleotídeo - monômeroProf. EmanuelBase nitrogenadaPentoseNucleosídeo FosfatoNucleotídeoÁcidonucléico
  9. 9. a) Monômero dos ácidos nucléicosb) Fonte de energia no metabolismo -> ATPc) Mensageiro de funções celulares -> AMPcd) Componente de coenzimas -> NAD, FADNucleotídeo - FunçõesProf. Emanuel
  10. 10. Nucleotídeo - monômeroProf. Emanuel1’2’3’4’5’Extremidade 3’ = Hidroxila livreExtremidade 5’ – Fosfato livre5’3’
  11. 11. 5’3’Polimerização dos nucleotídeosligaçãofosfodiéster5`3`Prof. Emanuel
  12. 12. Polimerização dos nucleotídeos Prof. Emanuel5’3’ligaçãofosfodiéster
  13. 13. Características DNA RNAEstrutura Fita dupla Fita simplesPentose Desoxirribose RiboseBases A,T,C,G A,U,C,GDistribuição Concentrado nonúcleoConcentrado nocitoplasmaPapel biológico Hereditariedade Síntese protéicaComparação entre DNA e RNA Prof. Emanuel
  14. 14. DNA mtDNAgenômicoDNA mitocondrial (DNA mt) Prof. Emanuel Diferente do DNAgenômico Herdado exclusivamentede origem materna
  15. 15. DNA mitocondrial (DNA mt) Prof. Emanuel Utilizado como marcadorda matrilinhagem
  16. 16. Estrutura do DNA• Segundo Watson e Crick (1953) o DNA é uma fitadupla helicoidal e antiparalelaProf. Emanuel
  17. 17. Estrutura do DNA
  18. 18. Estrutura do DNA Prof. EmanuelRosalind franklinA dama sombria do DNA
  19. 19. Entre as bases nitrogenadas dasfitas antiparalelas existem pontesde hidrogênio (estabilidade)Estrutura do DNAPAREAMENTO DAS BASESPúrica  PirimídicaRelação de CHARGAFF1. A  +  T  +  C  +  G  = 100%2. [ A ] = [ T ] e [ G ] = [ C ]Prof. Emanuel
  20. 20. Estrutura do DNAProf. Emanuel
  21. 21.  Eucariontes Nível Primário – Ligação fosfo-diéster dosnucleotídeos formando o esqueleto fosfato-açúcarOrganização do material genéticoProf. Emanuel
  22. 22.  Nível Secundário – União das fitasantiparalelas através das pontes de hidrogênioOrganização do material genéticoProf. Emanuel
  23. 23.  Nível Terciário – Associação com histonasformando a cromatinaOrganização do material genético Nível Quaternário – Compactação da cromatinaformando o cromossomoProf. Emanuel
  24. 24. Replicação semiconservativa do DNAProf. Emanuel
  25. 25. Replicação semiconservativa do DNA• Período de ocorrência: Intervalo S da interfase• Local de ocorrência:• Procariontes – Citoplasma• Eucariontes – Núcleo• Objetivo: Possibilitar a manutenção do padrão genéticoao longo da divisão celularProf. EmanuelDNA parental NucleotídeosFita moldeFita nova
  26. 26. 1. Girase – Desespiraliza o DNA,reduzindo atensão de espiralização2. Helicase – Atua desestabilizando a estruturasecundária do DNA quebrando as pontes dehidrogênio3. Proteínas estabilizadoras de fita simples –manutenção da forquilha de replicaçãoPrincipais enzimas da replicaçãoProf. Emanuel
  27. 27. Principais enzimas da replicaçãoEstabilizadoresDe fita simplesGiraseHelicase5`3`Prof. Emanuel
  28. 28. Principais enzimas da replicaçãoProf. Emanuel4.DNA polimerase III - sintetiza a nova fita doDNA de 5´→ 3´. Em um filamento a enzimatrabalha de forma contínua, no outro filamento aenzima trabalha de forma descontínuaFilamento contínuoDNA polimerase III5’ 3’DNA polimerase III5’ 3’Filamento descontínuo(Fragmentos de Okasaki)Sofre ação daDNA-ligase
  29. 29. Principais enzimas da replicaçãoProf. Emanuel
  30. 30. Principais enzimas da replicaçãoProf. Emanuel
  31. 31. 5. A DNA polimerase I pode atuar como umaenzima de reparo (Ação exonucleásica)Principais enzimas da replicaçãoProf. EmanuelPareamento de basesalteradoAçãoexonucleásicaO Sistema de reparonão é 100% eficiente
  32. 32. Replicação semiconservativa do DNAProf. EmanuelReplicação: 5’ -> 3’Divisão celularReproduçãoCrescimentoRegeneração
  33. 33. Principais enzimas da replicaçãoProf. EmanuelPCR – Reação em cadeia da polimerase Duplicação do DNA in vitro Medicina forense Biotecnologia Paleontologia Identificação de patógenos
  34. 34. Transcrição do DNAProcesso através do qual o DNA origina o RNADNAATCGRNAUAGCA RNA polimeraseutiliza apenas umadas fitas do DNAcomo molde para aprodução de uma fitasimples de RNAProf. Emanuel
  35. 35. Transcrição do DNA• Local de ocorrência:Procariontes - CitoplasmaEucariontes - Núcleo• Período de ocorrência:Intervalos G1 e G2 (Interfase)• Objetivo: Produzir RNA paraque ocorra síntese protéicaProf. Emanuel
  36. 36. Transcrição do DNAProf. EmanuelReação com oreceptorEntrada no núcleoSítio de ativaçãoTranscriçãoTraduçãoReceptorhormonal
  37. 37. a) Início – Reconhecimento do promotor eligação da RNA pol.b) Alongamento – adição de nucleotídeos aoRNAm crescentec) Término – Identificação da sequência detérmino,liberação do RNAm e da RNA pol.Transcrição do DNA Prof. Emanuel
  38. 38. Transcrição do DNAProf. EmanuelFita molde (promotor)Fita inativaFita de RNARNA polimerase
  39. 39. 5´ 3´Transcrição do DNAProf. EmanuelBolha da transcriçãoFita inativa RNApolimeraseFita ativaDireção da transcriçãoPromotorFinalizador
  40. 40. Propriedades da RNA polimerase: Desespiralizar o DNA Manter as fitas separadas Identificar os nucleotídeos da fita ativa Catalisar a adição de ribonucleotídeos à cadeia de RNAnascenteTranscrição do DNAProf. Emanuel
  41. 41. Transcrição do DNAProf. EmanuelConceito de geneTranscrição TranscriçãoTraduçãoToda seqüência de nucleotídeos necessária para a síntesede RNA funcionais e de uma cadeia polipeptídicaRNA RNAPROTEÍNAGene A Gene B
  42. 42. Dogma central da biologia molecularA proteína é o produto da expressão gênicaTRANSCRIÇÃOREPLICAÇÃOTRADUÇÃOTranscriçãoreversaProf. EmanuelProteína
  43. 43. ReplicaçãoTranscriçãoTraduçãoProteínaTranscrição ReversaRetrovírusReplicação de RNARibovírusDogma central da biologia molecularProf. Emanuel
  44. 44. Expressão gênica nos procariontes Não existe separação espacial nemtemporal entre a transcrição e a traduçãoProf. Emanuel
  45. 45.  Existe separação espacial e temporal entretranscrição e traduçãoSequência de eventos:1. Transcrição2. Splicing3. Exportação do RNA4. TraduçãoExpressão gênica nos eucariontesProf. Emanuel
  46. 46. É a excisão dos íntrons e na união dos éxons• Íntrons ( I ) - São seqüências de bases do pré-RNAmgeneticamente inativas• Éxons ( E ) - São seqüências de bases do pré-RNAmgeneticamente ativasPré-RNAmSplicingRNAmSplicing Prof. Emanuel
  47. 47. Splicing Prof. Emanuel
  48. 48. Gene AE1Splicing alternativo Prof. EmanuelDNAE2 E3 E4Transcrito primárioE1 E2 E3 E4RNAm1 – Proteína A1E3 E1 E4 E2E4 E2 E3 E1RNAm2 – Proteína A2RNAm3 – Proteína A3Splicing alternativo
  49. 49. DNACromossomoGenePromotor IntronExonNúcleoSplicingProf. Emanuel
  50. 50. Estudo do RNA Prof. Emanuel1. Fita simples comribonucleotídeos2. Pode dobrar ao redordo próprio eixo3. Intermediário no fluxogênico4. Possui Uracila5. Pode exercer funçãocatalítica (ribozima)Características
  51. 51.  RNAr• É o mais abundante tipo de RNA da célula• Associa-se com Proteínas dando origem aosribossomosTipos de RNA Prof. Emanuel
  52. 52.  RNAm• É responsável por conduzir a informaçãogenética do DNA para os ribossomos• As bases do RNAm organizam-se em trincasou tríades denominadas códonsCÓDON  Equivale a um AminoácidoTipos de RNA Prof. Emanuel
  53. 53. • A seqüência de aminoácidos de umaproteína é definida pela sequência de códonsdo RNAmA relação códons X aminoácidos éconhecida como código genético:• É universal• É redundante (degenerado)Tipos de RNAProf. Emanuel
  54. 54. Tipos de RNAProf. Emanuel
  55. 55. • O código genético é universalUm códon equivale ao mesmo aminoácido emqualquer ser vivoEquivale a fenilalanina em qualquer ser vivoA universalidade do códigogenético possibilitou atransgêneseTipos de RNAProf. EmanuelOGM – Organismo Geneticamente modificado
  56. 56. • Transgênico - OGM através da introdução deDNA de seres de outra espécieTipos de RNAProf. Emanuel
  57. 57. Gene daluciferaseluciferinaVaga-lumeTipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelTabaco luminescente
  58. 58. Tipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelGlifosatoErvadaninhaSojaMortedas plantasGene deresistênciadaninhasSoja RR
  59. 59. Tipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelAnimais Transgênicos
  60. 60. Tipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelAnimais Transgênicos
  61. 61. Tipos de RNA - Transgenia Prof. EmanuelAnimais Transgênicos
  62. 62. O código genético é redundanteCódons diferentes podem corresponder a ummesmo aminoácidoExistem 64 códons diferentes• Nº de códons  43 = 64 combinações61 códons são equivalentes a aminoácidos3 são stopcódons (UAA,UAG,UGA)• Na natureza existem 20 aminoácidosutilizados na síntese protéicaTipos de RNA Prof. Emanuel
  63. 63. 1 códon 1 aminoácido61 20UUUUUCGGGGGCPheGlyTipos de RNAProf. Emanuel
  64. 64.  RNAtTipos de RNA• Para cada códon doRNAm existe um anticódoncomplementar no RNAtProf. Emanuel• É o menor tipo de RNA da célula• O RNAt transporta osaminoácidos até os ribossomosdurante a tradução
  65. 65. - Estruturasecundária comgrampos e alçasformando um trevo- Alto número debases modificadasdepois da suatranscriçãoTipos de RNA Prof. Emanuel
  66. 66. PROCESSAMENTO DO PRECURSOR DOtRNAtRNA maduroModificaçãodas bases ProcessamentoTipos de RNA Prof. Emanuel
  67. 67. • Local: Citoplasma - Ribossomos• Polissomos• RER• Para que ocorra a tradução são necessários:a) Ribossomosb) RNAmc) RNAtd) Aminoácidose) ATPSíntese protéica Prof. Emanuel
  68. 68. Os aminoácidos associam-se através deligações peptídicas formando os polipeptídeos(proteínas)RibossomoPolipeptídeoEstrutura do ribossomoRNAmSubunidade maiorSubunidade menorSítio P Sítio ASíntese protéica Prof. Emanuel
  69. 69. Síntese protéica Prof. EmanuelEtapas da tradução:a)Iniciação: Chegada da subunidade menor e doRNAt, identificação do códon de iniciação echegada da subunidade maiorb) Alongamento: Chegada de novos RNAt pelosítio A e formação das ligações peptídicasc) Finalização: Identificação do stopcódon,separação das subunidades ribossômicas eliberação do polipeptídeo.
  70. 70. Síntese protéica Prof. Emanuel
  71. 71. Síntese protéica Prof. Emanuel
  72. 72. ÁcidosnucléicosProf. Emanuel

×