A lei dos cookies o que muda

852 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
852
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A lei dos cookies o que muda

  1. 1. A “Lei dos Cookies”, o que muda? e-goi Plataforma de Marketing Multicanal
  2. 2. Plataforma de Marketing MulticanalO que é a "lei dos cookies"?É o nome dado às últimas mudanças na Directiva e-Privacy europeia. Foramadaptadas em Portugal na Lei 46/2012, que está em vigor desde 30 de Agostoe pode ser consultada no site do Diário da República (é o artigo 5.º).O que muda com essa lei?Todos os cookies de um site que não sejam estritamente necessários para aprestação de um serviço pedido pelo visitante só podem ser guardados nocomputador do visitante com autorização prévia e explícita desse visitante.Antes, a autorização era implícita.Isso afecta-me?Se trabalha em Portugal e tem um site, sim. Praticamente todos os sitesguardam cookies (ficheirinhos de texto) nos computadores dos visitantes.Servem para muita coisa, desde saber qual é o produto que um visitanteadicionou ao carrinho de compras até mostrar-lhe publicidade personalizadacom base nos sites por onde vai navegando.Antes, nenhum destes cookies precisava de autorização do visitante. Mas comesta nova lei, os cookies que não sejam fundamentais para o serviço prestadopelo seu site precisam de autorização.A lei dá-me uma lista dos cookies que precisam de autorização?Não. A lei nem sequer fala em cookies, mas sim em "armazenamento deinformações" no "equipamento terminal do utilizador".Portanto, a pergunta a fazer é esta: "Se o meu site não usar o cookie X,consegue providenciar o serviço que o visitante pede?". Se a resposta for"não", esse cookie é fundamental e não requer autorização. Todos os outrosprecisam de consentimento do visitante.Que complicação! Como peço ao visitante para autorizar os outroscookies?Aqui é que a porca torce o rabo. Para seguir a lei à risca, o seu site teria demostrar um alerta a todos os visitantes e pedir-lhes para autorizar o uso decookies. Se um visitante não autorizasse, o site teria de desactivar cookiespara esse visitante ou simplesmente impedi-lo de navegar. 2
  3. 3. Plataforma de Marketing MulticanalEsta medida parece-nos excessiva. Não o ajuda a si (é uma dor de cabeçatecnológica) nem ao visitante (é uma barreira à navegação). Se a lei tem comoobjectivo proteger os dados pessoais do visitante, sensibilizando-o para aforma como os sites usam esses dados, sugerimos que siga este métodoalternativo:- Faça uma lista dos cookies do seu site. Pode usar esta extensão para oChrome ou esta para o Firefox.- Na política de privacidade do seu site, coloque a lista dos cookies querecolheu e diga o que cada um faz e para que serve (se não souber, pergunteao seu webmaster). Um bom exemplo é esta política de privacidade doInformation Commissioners Office.- Insira uma notificação no seu site que diz a todos os visitantes que o site usacookies (com um link para a política de privacidade) e que ao navegarem nosite concordam com o uso desses cookies.Como faço essa notificação?Há várias maneiras. Por exemplo, a BBC põe um aviso no cimo do site.Já o The Times mete um avisozinho no fundo.A solução mais interessante que encontrámos é o Cookie Control, que usamosno nosso próprio site (está ali ao fundo, no canto inferior esquerdo). É gratuito,dá para personalizar o aspecto, posição e funcionalidade e põe-se a funcionarnuma questão de minutos. 3
  4. 4. Plataforma de Marketing MulticanalO meu site é um blogue. A lei também se aplica?Sim, aplica-se a todas as comunicações electrónicas.E no email marketing?Também, embora de forma diferente. Como as aberturas são contabilizadasquando as pessoas fazem download das imagens dos emails (o que na práticagrava dados de tracking no computador da pessoa), também é precisoautorização!A forma mais simples de a obter é inserir no formulário de inscrição da suanewsletter ou no registo do seu site um link para a política de privacidade, ondedeve constar uma explicação sobre o funcionamento do tracking dos seusemails.Se quiser ser mais explícito, pode colocar no próprio formulário ou na páginade registo uma frase "Autorizo-vos a monitorar os emails que me enviam, parairem ao encontro das minhas preferências" com um link "Mais informações"logo ao lado para a política de privacidade.A Direct Marketing Association britânica tem um excelente guia sobre esteassunto.Esta lei é boa ou má?Gostamos da intenção, mas abominamos a execução! A lei foi feita para abaterdois alvos: o uso abusivo de dados pessoais e os anúncios personalizados queadvêm desse abuso.Seria lógico então que a lei se debruçasse sobre a fiscalização das empresaspassíveis de praticar esse abuso. Pelo contrário, obriga TODOS os sites evisitantes a confirmar o armazenamento de dados. É como se, em vez de haveroperações stop, todos os fabricantes de automóveis tivessem de equipar osseus carros de um dia para o outro com um "validómetro" que só liga o carro seo condutor validar a carta, o livrete e o hálito :)No entanto, dura lex, sed lex. A lei já entrou em vigor em vários países e embreve vigorará em toda a UE. Mesmo assim, consideramos que é tão restritivaque acabará por ser ajustada, motivo pelo qual optámos por uma alternativaque preserva o direito à privacidade dos visitantes sem exigir alterações defundo nos sites e na captação de clientes. 4
  5. 5. Plataforma de Marketing Multicanal Morada Av. D. Afonso Henriques 1122 Sala L, 4450-011 Matosinhos Portugalplataforma de marketing Telefone/Telémovelmulticanal +351 229 363 772 +351 960 082 516 Fax +351 22 9363 774 Email info@e-goi.com 5

×