A INFLUÊNCIA DA MÍDIA ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS E OS JOGOS
DIDÁTICOS COMO RECURSOS FACILITADORES DA APRENDIZAGEM
Vivemos hoje uma verdadeira “revolução
microeletrônica”, chamada também de “a terceira onda
tecnológica”,
O século XXI tam...
A Internet figura como um dos principais
destaques das TICs, por possibilitar a cada
usuário, entre outras funções, seleci...
Um outro fenômeno observado desde os
seus primórdios é a incrível penetração que a
informática tem no imaginário infantil,...
Os jogos, sob a ótica de crianças e adolescentes,
se constituem a maneira mais divertida de
aprender.
Proporcionam a melho...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mídia e aprendizagem

295 visualizações

Publicada em

Mídia e aprendizagem

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mídia e aprendizagem

  1. 1. A INFLUÊNCIA DA MÍDIA ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS E OS JOGOS DIDÁTICOS COMO RECURSOS FACILITADORES DA APRENDIZAGEM
  2. 2. Vivemos hoje uma verdadeira “revolução microeletrônica”, chamada também de “a terceira onda tecnológica”, O século XXI também será o século do individualismo brutal, da competitividade gananciosa e consumismo desenfreado, dos relacionamentos transitórios e virtuais; o século do descartável, da solidão, da angústia e do vazio existencial. A insatisfação dos jovens brasileiros com o próprio corpo e com a sua condição social é imensurável e demonstra ser um sentimento crescente. A busca por uma posição de destaque, de superioridade ou de onipotência é uma marca deste século, processo evolutivo se contrastarmos com a inoperância e conformismo dos jovens frente aos problemas sociais da atualidade. A televisão é o meio de comunicação mais utilizado para o entretenimento e a educação, representando uma grande fonte de informações sobre o mundo e transmitindo aos mais diversos lugares dados sobre como as pessoas se comportam, se vestem, o que pensam, como aparentam ser e como se alimentam. Atualmente, as crianças permanecem mais tempo em frente à televisão.
  3. 3. A Internet figura como um dos principais destaques das TICs, por possibilitar a cada usuário, entre outras funções, selecionar, receber, tratar e enviar qualquer tipo de informação, através de ambientes propícios e extremamente favoráveis à circulação dessas em uma dimensão inédita, constituindo a “espinha dorsal da comunicação global mediada por computadores”. A informática vem adquirindo cada vez mais relevância no cenário educacional. Sua utilização como instrumento de aprendizagem e sua ação no meio social vem aumentando de forma rápida entre nós. Nesse sentido, a educação vem passando por mudanças estruturais e funcionais frente a essa nova tecnologia. As instituições de ensino estão optando por cursos menores, menos padronizados, mais flexíveis e adaptáveis, enquanto professores estão abrindo cursos independentes, aproveitando as ferramentas da internet e ambientes virtuais de aprendizagem gratuitos. Engana-se quem pensa que as mudanças na Web e na educação à distância param por aí. Atentos à evolução dos jogos online e dos mundos virtuais tridimensionais, alguns educadores têm realizado pesquisas nessa área em busca de novos desenhos pedagógicos para a EAD.
  4. 4. Um outro fenômeno observado desde os seus primórdios é a incrível penetração que a informática tem no imaginário infantil, neste contexto consideramos os vídeo games como elementos também pertencentes à revolução da informática. Criando um mundo alternativo, muitas vezes fantástico e distante da realidade, os games exercem um fascínio sobre crianças e adolescentes. Entender esse fenômeno e saber utilizá-lo em prol da educação é um dos desafios impostos aos educadores modernos. Softwares educativos (jogos e animações) podem ser utilizados na educação de maneira geral, pois é um material que consegue inserir o aluno em situações que os façam refletir, interagir, fazer parte da alguma simulação do real, induzindo-os a buscar soluções ou hipóteses a serem testadas. Os jogos podem ser considerados educativos se desenvolverem habilidades cognitivas importantes para o processo de aprendizagem - resolução de problemas, percepção, criatividade, raciocínio rápido, dentre outras habilidades. A utilização de jogos computadorizados na educação proporciona ao aluno motivação, desenvolvendo também hábitos de persistência no desenvolvimento de desafios e tarefas.
  5. 5. Os jogos, sob a ótica de crianças e adolescentes, se constituem a maneira mais divertida de aprender. Proporcionam a melhora da flexibilidade cognitiva, pois funcionam como uma ginástica mental, aumentando a rede de conexões neurais e alterando o fluxo sanguíneo no cérebro quando em estado de concentração. Com relação aos jogos didáticos o professor deve assumir uma proposta de trabalho com os jogos, significa que deverá estudá-los como uma opção, apoiada em uma reflexão com pressupostos metodológicos, prevista em seu plano de ensino. https://docs.google.com/document/d/1S-ajfarrLLz1DvLrOitoSSVH_Ijb1HzH1aHPrzGrio8/edit?hl=pt_BR

×