SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],índice índice
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],início
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],início
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],início
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Senso  comum  Ciência   início
[object Object],[object Object],[object Object],início é crença  não justificada 1 aceita uma explicação sem a questionar 2 apoia-se na tradição  e na experiência colectiva  da comunidade  e não na investigação  3 nasce da actividade sensível e da experiência pessoal acumulada 4
[object Object],[object Object],[object Object],início é o modo mais elementar de conhecer o mundo 1 permite criar representações do mundo ligadas a um significado  subjectivo 2 é acrítico, pois, não sendo justificado, identifica as representações  com a realidade 3
[object Object],[object Object],[object Object],início é um conhecimento racional  (crença justificada)  1 duvida e procura justificar as crenças  (atitude crítica) 2 usa metodologias rigorosas  e formula hipóteses testáveis 3 sujeita  as hipóteses  a observação,  sob condições controladas 4 aperfeiçoa  os métodos  e corrige  as próprias teorias  5
[object Object],[object Object],[object Object],manual, p. 192 início
[object Object],[object Object],[object Object],manual, p. 192 início
Conhecimento espontâneo, baseado em dados sensoriais, na transmissão social dos princípios, crenças e preconceitos que expressam  a experiência de uma comunidade Serve para resolver os problemas práticos  do dia a dia, para integrar os indivíduos  nos comportamentos e valores estabelecidos  pela sociedade e para orientarmos a nossa vida Não fornece a explicação nem permite  a compreensão da verdadeira natureza  da realidade início
Ciência Conhecimento, sistematizado e metódico,  que utiliza raciocínios, provas e demonstrações para obter conclusões rigorosas acerca  do funcionamento da Natureza Usa processos metodológicos próprios para explicar os fenómenos (naturais ou sociais) Pretende formular leis e teorias explicativas  que permitam conhecer e controlar a Natureza  É uma construção racional com base na análise metódica e objectiva dos fenómenos Faz uma aproximação sucessiva. Explica precisa, rigorosa e operativamente os fenómenos início
■  Influenciado pela tradição e pela experiência quotidiana ■  Espontâneo e assistemático ■  Acrítico ■  Adaptação ao meio Conhecimento sensorial,  de senso comum,  ou opinião ■  Procura justificar as crenças ■  Usa procedimentos metodológicos rigorosos ■  Confronto das hipóteses com os factos ■  Formula e corrige as próprias teorias (revisibilidade) Conhecimento científico manual, p. 211 Exercícios 1 e 2 início
É crença não justificada Identifique as características pertencentes à Ciência e ao senso comum. É uma interpretação lógico-racional dos dados Aceita uma explicação sem a questionar Apoia-se na tradição e na experiência colectiva da comunidade e não na investigação  Senso comum Ciência É uma interpretação lógico-racional dos dados Aceita uma explicação sem a questionar Apoia-se na tradição e na experiência colectiva da comunidade e não na investigação  É crença não justificada início Exercício 2
Nasce da actividade sensível e da experiência pessoal acumulada Identifique as características pertencentes à Ciência e ao senso comum. Combina invenção, lógica e experimentação É um conjunto de procedimentos lógico-matemáticos e experimentais repetíveis É uma construção racional com base na análise metódica e objectiva dos fenómenos Senso comum Ciência Combina invenção, lógica e experimentação Nasce da actividade sensível e da experiência pessoal acumulada É uma construção racional com base na análise metódica e objectiva dos fenómenos É um conjunto de procedimentos lógico- -matemáticos e experimentais repetíveis início
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],início
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],início
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],início

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conhecimento científico
Conhecimento científicoConhecimento científico
Conhecimento científicommartinatti
 
Conhecimento vulgar e conhecimento cientifico
Conhecimento vulgar e conhecimento cientificoConhecimento vulgar e conhecimento cientifico
Conhecimento vulgar e conhecimento cientificoanabelamatosanjos
 
Cleide a construção do conhecimento científico na pesquisa
Cleide   a construção do conhecimento científico na pesquisaCleide   a construção do conhecimento científico na pesquisa
Cleide a construção do conhecimento científico na pesquisa17Cleide
 
Senso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoSenso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoHelena Serrão
 
Conhecimento cientifico
Conhecimento cientifico    Conhecimento cientifico
Conhecimento cientifico Jarimbaa
 
Conhecimento Empirico X Conhecimento Cientifico
Conhecimento Empirico X Conhecimento CientificoConhecimento Empirico X Conhecimento Cientifico
Conhecimento Empirico X Conhecimento CientificoJulio Siqueira
 
Metodologia científica FACULDADES ESPIRITA
Metodologia científica   FACULDADES ESPIRITAMetodologia científica   FACULDADES ESPIRITA
Metodologia científica FACULDADES ESPIRITAFACULDADE ESPÍRITA
 
Senso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoSenso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoHelena Serrão
 
Texto14 P7
Texto14 P7Texto14 P7
Texto14 P7renatotf
 
Conhecimento Científico x Projetos de Pesquisa
Conhecimento  Científico  x Projetos de PesquisaConhecimento  Científico  x Projetos de Pesquisa
Conhecimento Científico x Projetos de PesquisaHumberto Serra
 
Conh. cientifico
Conh. cientificoConh. cientifico
Conh. cientificopyteroliva
 
01 o conhecimento
01 o conhecimento01 o conhecimento
01 o conhecimentoJoao Balbi
 
Slide de Iniciação Científica - 2º e 3º do ensino médio da EEJNSC
Slide de Iniciação Científica - 2º e 3º do ensino médio da EEJNSCSlide de Iniciação Científica - 2º e 3º do ensino médio da EEJNSC
Slide de Iniciação Científica - 2º e 3º do ensino médio da EEJNSCCândido Silva
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperJorge Barbosa
 
Metodologia do trabalho inicio
Metodologia do trabalho  inicioMetodologia do trabalho  inicio
Metodologia do trabalho inicioWaleskaSampaio
 

Mais procurados (20)

Conhecimento científico
Conhecimento científicoConhecimento científico
Conhecimento científico
 
Conhecimento vulgar e conhecimento cientifico
Conhecimento vulgar e conhecimento cientificoConhecimento vulgar e conhecimento cientifico
Conhecimento vulgar e conhecimento cientifico
 
Senso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científicoSenso comum x conhecimento científico
Senso comum x conhecimento científico
 
Cleide a construção do conhecimento científico na pesquisa
Cleide   a construção do conhecimento científico na pesquisaCleide   a construção do conhecimento científico na pesquisa
Cleide a construção do conhecimento científico na pesquisa
 
Senso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoSenso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científico
 
Conhecimento cientifico
Conhecimento cientifico    Conhecimento cientifico
Conhecimento cientifico
 
Ciencia e conhecimento2
Ciencia e conhecimento2Ciencia e conhecimento2
Ciencia e conhecimento2
 
Conhecimento Empirico X Conhecimento Cientifico
Conhecimento Empirico X Conhecimento CientificoConhecimento Empirico X Conhecimento Cientifico
Conhecimento Empirico X Conhecimento Cientifico
 
AI subtema 8.2
AI subtema 8.2AI subtema 8.2
AI subtema 8.2
 
Ciências e valores
Ciências e valoresCiências e valores
Ciências e valores
 
Metodologia científica
Metodologia científicaMetodologia científica
Metodologia científica
 
Metodologia científica FACULDADES ESPIRITA
Metodologia científica   FACULDADES ESPIRITAMetodologia científica   FACULDADES ESPIRITA
Metodologia científica FACULDADES ESPIRITA
 
Senso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científicoSenso comum e conhecimento científico
Senso comum e conhecimento científico
 
Texto14 P7
Texto14 P7Texto14 P7
Texto14 P7
 
Conhecimento Científico x Projetos de Pesquisa
Conhecimento  Científico  x Projetos de PesquisaConhecimento  Científico  x Projetos de Pesquisa
Conhecimento Científico x Projetos de Pesquisa
 
Conh. cientifico
Conh. cientificoConh. cientifico
Conh. cientifico
 
01 o conhecimento
01 o conhecimento01 o conhecimento
01 o conhecimento
 
Slide de Iniciação Científica - 2º e 3º do ensino médio da EEJNSC
Slide de Iniciação Científica - 2º e 3º do ensino médio da EEJNSCSlide de Iniciação Científica - 2º e 3º do ensino médio da EEJNSC
Slide de Iniciação Científica - 2º e 3º do ensino médio da EEJNSC
 
Conhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - PopperConhecimento Científico - Popper
Conhecimento Científico - Popper
 
Metodologia do trabalho inicio
Metodologia do trabalho  inicioMetodologia do trabalho  inicio
Metodologia do trabalho inicio
 

Semelhante a Conhecimentovulgarconhecimentocientifico

Aula1 metodologia de pesquisa aplicada
Aula1  metodologia de pesquisa aplicadaAula1  metodologia de pesquisa aplicada
Aula1 metodologia de pesquisa aplicadaMarcos Sérgio
 
Ateliê de pesquisa i slides
Ateliê de pesquisa i slidesAteliê de pesquisa i slides
Ateliê de pesquisa i slidesgadelhabrito
 
slides-aula2-CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CIÊNCIA (1).pptx
slides-aula2-CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CIÊNCIA (1).pptxslides-aula2-CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CIÊNCIA (1).pptx
slides-aula2-CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CIÊNCIA (1).pptxRosaCarvalho50
 
Apresentação e Aula Introdutória.pptx
Apresentação e Aula Introdutória.pptxApresentação e Aula Introdutória.pptx
Apresentação e Aula Introdutória.pptxLuiz Eduardo
 
[22985 109171]filosofiaeconhecimento
[22985 109171]filosofiaeconhecimento[22985 109171]filosofiaeconhecimento
[22985 109171]filosofiaeconhecimentoSuelen Piccinin
 
Senso comum e conhecimento científico.pptx
Senso comum e conhecimento científico.pptxSenso comum e conhecimento científico.pptx
Senso comum e conhecimento científico.pptxrogerioxavier22
 
Metodologia Científica - Resumo Pós.pptx
Metodologia Científica - Resumo Pós.pptxMetodologia Científica - Resumo Pós.pptx
Metodologia Científica - Resumo Pós.pptxMarceloBernardo33
 
Aula 01 - Conhecimento Científico
Aula 01 - Conhecimento CientíficoAula 01 - Conhecimento Científico
Aula 01 - Conhecimento CientíficoGhiordanno Bruno
 
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdfDIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdfAteliAryPersonalizad
 
Apresentacao de MEP.pptx
Apresentacao de MEP.pptxApresentacao de MEP.pptx
Apresentacao de MEP.pptxssuserbdf8ee
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científicaLudmila Moura
 
Aula 1.introdução a conceitos
Aula 1.introdução a conceitosAula 1.introdução a conceitos
Aula 1.introdução a conceitosBianca Chersoni
 
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdfAula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdfGiseleDias67
 

Semelhante a Conhecimentovulgarconhecimentocientifico (20)

Aula1 metodologia de pesquisa aplicada
Aula1  metodologia de pesquisa aplicadaAula1  metodologia de pesquisa aplicada
Aula1 metodologia de pesquisa aplicada
 
Ateliê de pesquisa i slides
Ateliê de pesquisa i slidesAteliê de pesquisa i slides
Ateliê de pesquisa i slides
 
slides-aula2-CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CIÊNCIA (1).pptx
slides-aula2-CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CIÊNCIA (1).pptxslides-aula2-CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CIÊNCIA (1).pptx
slides-aula2-CONHECIMENTO CIENTÍFICO E CIÊNCIA (1).pptx
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
Apresentação e Aula Introdutória.pptx
Apresentação e Aula Introdutória.pptxApresentação e Aula Introdutória.pptx
Apresentação e Aula Introdutória.pptx
 
[22985 109171]filosofiaeconhecimento
[22985 109171]filosofiaeconhecimento[22985 109171]filosofiaeconhecimento
[22985 109171]filosofiaeconhecimento
 
00
0000
00
 
Senso comum e conhecimento científico.pptx
Senso comum e conhecimento científico.pptxSenso comum e conhecimento científico.pptx
Senso comum e conhecimento científico.pptx
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Metodologia Científica - Resumo Pós.pptx
Metodologia Científica - Resumo Pós.pptxMetodologia Científica - Resumo Pós.pptx
Metodologia Científica - Resumo Pós.pptx
 
Aula 01 - Conhecimento Científico
Aula 01 - Conhecimento CientíficoAula 01 - Conhecimento Científico
Aula 01 - Conhecimento Científico
 
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdfDIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
DIFERENTES FORMAS CONHECIMENTO CIENTIFICO.pdf
 
Apresentacao de MEP.pptx
Apresentacao de MEP.pptxApresentacao de MEP.pptx
Apresentacao de MEP.pptx
 
Aula 1 metodologia científica
Aula 1   metodologia científicaAula 1   metodologia científica
Aula 1 metodologia científica
 
Filosofia, filosofias
Filosofia, filosofias Filosofia, filosofias
Filosofia, filosofias
 
Aula 1.introdução a conceitos
Aula 1.introdução a conceitosAula 1.introdução a conceitos
Aula 1.introdução a conceitos
 
Aula de conhecimento 2010.2
Aula de conhecimento 2010.2Aula de conhecimento 2010.2
Aula de conhecimento 2010.2
 
Epistemologia
EpistemologiaEpistemologia
Epistemologia
 
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdfAula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
Aula_I_-_Seminário_de_Pesquisa_I_-_Especialização.pdf
 
Pesquisa
PesquisaPesquisa
Pesquisa
 

Mais de elvira.sequeira

Fixismo e Evolucionismo
 Fixismo e Evolucionismo Fixismo e Evolucionismo
Fixismo e Evolucionismoelvira.sequeira
 
ApresentaçãO1 Filosofia Hiperactividade
ApresentaçãO1  Filosofia HiperactividadeApresentaçãO1  Filosofia Hiperactividade
ApresentaçãO1 Filosofia Hiperactividadeelvira.sequeira
 
PoluiçãO Diogo & Pinto
PoluiçãO   Diogo & PintoPoluiçãO   Diogo & Pinto
PoluiçãO Diogo & Pintoelvira.sequeira
 
Pp Sobre AnúNcios PublicitáRios
Pp Sobre AnúNcios PublicitáRiosPp Sobre AnúNcios PublicitáRios
Pp Sobre AnúNcios PublicitáRioselvira.sequeira
 
SuperstiçõEs Na VivêNcia Quotidiana (ApresentaçãO) Ana LuíSa
SuperstiçõEs Na VivêNcia Quotidiana (ApresentaçãO) Ana LuíSaSuperstiçõEs Na VivêNcia Quotidiana (ApresentaçãO) Ana LuíSa
SuperstiçõEs Na VivêNcia Quotidiana (ApresentaçãO) Ana LuíSaelvira.sequeira
 
HinduíSmo Madalena E Rute
HinduíSmo  Madalena E  RuteHinduíSmo  Madalena E  Rute
HinduíSmo Madalena E Ruteelvira.sequeira
 
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina
Os Direitos Humanos E A Globalizacao  SarinaOs Direitos Humanos E A Globalizacao  Sarina
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarinaelvira.sequeira
 
ApresentaçAo De Filosofia Joao(1)
ApresentaçAo De Filosofia  Joao(1)ApresentaçAo De Filosofia  Joao(1)
ApresentaçAo De Filosofia Joao(1)elvira.sequeira
 
O Desejo Daniela Mariana
O  Desejo  Daniela  MarianaO  Desejo  Daniela  Mariana
O Desejo Daniela Marianaelvira.sequeira
 
Morte Filos ApresentaçãO
Morte Filos ApresentaçãOMorte Filos ApresentaçãO
Morte Filos ApresentaçãOelvira.sequeira
 

Mais de elvira.sequeira (20)

Fixismo e Evolucionismo
 Fixismo e Evolucionismo Fixismo e Evolucionismo
Fixismo e Evolucionismo
 
A Europa
A EuropaA Europa
A Europa
 
A Engenharia GenéTica
A Engenharia GenéTicaA Engenharia GenéTica
A Engenharia GenéTica
 
ApresentaçãO1 Filosofia Hiperactividade
ApresentaçãO1  Filosofia HiperactividadeApresentaçãO1  Filosofia Hiperactividade
ApresentaçãO1 Filosofia Hiperactividade
 
PoluiçãO Diogo & Pinto
PoluiçãO   Diogo & PintoPoluiçãO   Diogo & Pinto
PoluiçãO Diogo & Pinto
 
Powerpoint Telm
Powerpoint   TelmPowerpoint   Telm
Powerpoint Telm
 
Bomba AtóMica
Bomba AtóMicaBomba AtóMica
Bomba AtóMica
 
Pp Sobre AnúNcios PublicitáRios
Pp Sobre AnúNcios PublicitáRiosPp Sobre AnúNcios PublicitáRios
Pp Sobre AnúNcios PublicitáRios
 
SuperstiçõEs Na VivêNcia Quotidiana (ApresentaçãO) Ana LuíSa
SuperstiçõEs Na VivêNcia Quotidiana (ApresentaçãO) Ana LuíSaSuperstiçõEs Na VivêNcia Quotidiana (ApresentaçãO) Ana LuíSa
SuperstiçõEs Na VivêNcia Quotidiana (ApresentaçãO) Ana LuíSa
 
HinduíSmo Madalena E Rute
HinduíSmo  Madalena E  RuteHinduíSmo  Madalena E  Rute
HinduíSmo Madalena E Rute
 
HinduíSmo
HinduíSmoHinduíSmo
HinduíSmo
 
Arte Ricardo E Duarte
Arte Ricardo E DuarteArte Ricardo E Duarte
Arte Ricardo E Duarte
 
CrençA Rita
CrençA RitaCrençA Rita
CrençA Rita
 
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina
Os Direitos Humanos E A Globalizacao  SarinaOs Direitos Humanos E A Globalizacao  Sarina
Os Direitos Humanos E A Globalizacao Sarina
 
ApresentaçAo De Filosofia Joao(1)
ApresentaçAo De Filosofia  Joao(1)ApresentaçAo De Filosofia  Joao(1)
ApresentaçAo De Filosofia Joao(1)
 
Dor E Sofrimento
Dor E  SofrimentoDor E  Sofrimento
Dor E Sofrimento
 
O Desejo Daniela Mariana
O  Desejo  Daniela  MarianaO  Desejo  Daniela  Mariana
O Desejo Daniela Mariana
 
Power Point Pinto
Power  Point  PintoPower  Point  Pinto
Power Point Pinto
 
Power Point Andre
Power  Point  AndrePower  Point  Andre
Power Point Andre
 
Morte Filos ApresentaçãO
Morte Filos ApresentaçãOMorte Filos ApresentaçãO
Morte Filos ApresentaçãO
 

Último

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor SucroenergéticoConvergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor SucroenergéticoMarcio Venturelli
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx2m Assessoria
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfInocencioHoracio3
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx2m Assessoria
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 

Último (9)

EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor SucroenergéticoConvergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
Convergência TO e TI nas Usinas - Setor Sucroenergético
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdfAula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
Aula 01 - Introducao a Processamento de Frutos e Hortalicas.pdf
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 

Conhecimentovulgarconhecimentocientifico

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Conhecimento espontâneo, baseado em dados sensoriais, na transmissão social dos princípios, crenças e preconceitos que expressam a experiência de uma comunidade Serve para resolver os problemas práticos do dia a dia, para integrar os indivíduos nos comportamentos e valores estabelecidos pela sociedade e para orientarmos a nossa vida Não fornece a explicação nem permite a compreensão da verdadeira natureza da realidade início
  • 12. Ciência Conhecimento, sistematizado e metódico, que utiliza raciocínios, provas e demonstrações para obter conclusões rigorosas acerca do funcionamento da Natureza Usa processos metodológicos próprios para explicar os fenómenos (naturais ou sociais) Pretende formular leis e teorias explicativas que permitam conhecer e controlar a Natureza É uma construção racional com base na análise metódica e objectiva dos fenómenos Faz uma aproximação sucessiva. Explica precisa, rigorosa e operativamente os fenómenos início
  • 13. ■ Influenciado pela tradição e pela experiência quotidiana ■ Espontâneo e assistemático ■ Acrítico ■ Adaptação ao meio Conhecimento sensorial, de senso comum, ou opinião ■ Procura justificar as crenças ■ Usa procedimentos metodológicos rigorosos ■ Confronto das hipóteses com os factos ■ Formula e corrige as próprias teorias (revisibilidade) Conhecimento científico manual, p. 211 Exercícios 1 e 2 início
  • 14. É crença não justificada Identifique as características pertencentes à Ciência e ao senso comum. É uma interpretação lógico-racional dos dados Aceita uma explicação sem a questionar Apoia-se na tradição e na experiência colectiva da comunidade e não na investigação Senso comum Ciência É uma interpretação lógico-racional dos dados Aceita uma explicação sem a questionar Apoia-se na tradição e na experiência colectiva da comunidade e não na investigação É crença não justificada início Exercício 2
  • 15. Nasce da actividade sensível e da experiência pessoal acumulada Identifique as características pertencentes à Ciência e ao senso comum. Combina invenção, lógica e experimentação É um conjunto de procedimentos lógico-matemáticos e experimentais repetíveis É uma construção racional com base na análise metódica e objectiva dos fenómenos Senso comum Ciência Combina invenção, lógica e experimentação Nasce da actividade sensível e da experiência pessoal acumulada É uma construção racional com base na análise metódica e objectiva dos fenómenos É um conjunto de procedimentos lógico- -matemáticos e experimentais repetíveis início
  • 16.
  • 17.
  • 18.