12 lição zacarias

2.003 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.003
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
82
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

12 lição zacarias

  1. 1. Período Histórico do Livro Zacarias Recebeu o oráculo divino em 520 a.C no segundo ano do reinado de Dario (Rei Persa). Era contemporâneo de Ageu. Foi o terceiro Profeta pós-exílio juntamente com Ageu e Malaquias. O Senhor estava desgostoso com aquela geração (Zc 1.2,3)
  2. 2. Vida PessoalZacarias significa “o Senhor Lembra”.Zacarias era de uma família de Sacerdotes assim como Ezequiel e Jeremias.Seu avô Ido era sacerdote (Zc 1.1).Deus lhe atribuiu mais uma função como Profeta, o que pelo contexto , era um ofício ainda mais difícil haja vista ele levar as mensagens de Deus para os homens.Esdras chama Zacarias de filho de Ido (Ed 5.1) ( uma referência ao seu avô e não ao seu pai)
  3. 3. Sobre o livroO livro tem como assunto o “ Messias de Israel;É um livro apocalíptico;Jerusalém ocupa um espaço significante na profecia;
  4. 4. Estrutura do Livro Segundo o teólogo judeu pentecostal Myer Pearlman o livro está divido em três seções.1. Seção Simbólica: visões de esperança (cap. 1 a 6);2. Seção Prática: exortações à obediência e a à piedade (cap. 7 e 8);3. Seção Profética: Promessas de glória por meio da tribulação(cap. 9 a 14).A primeira seção trata das visões proféticas noturnas referentes ao período de reconstrução do Templo, a segunda seção compreende exortações divinas sobre a necessidade de uma vida de santidade e comunhão com Deus. Já a terceira seção apresenta profecias relativas ao Messias e ao futuro de Israel.
  5. 5. Visões de Esperança (cap. 1 a 6)Ao todo Zacarias teve oito visões noturnas;1. O Cavaleiro e seus cavalos (cap. 1. 7-17);2. A Visão dos Quatro Chifres e Quatro Ferreiros (cap. 1.18-21;3. O Homem que Carregava o cordel de medir: (cap. 2.1-13);4. A visão da defesa divina às acusações de Satanás contra o sumo sacerdote Josué e da justificação deste por Deus;5. O Castiçal de Ouro e as 7 Lâmpadas;6. Visão do rolo voante (exortação) cap. 5. 1-4;7. Visão da mulher e do efa: a mulher representa provavelmente o pecado da idolatria, e o efa, representa claramente todo tipo de impiedade( cap.5.8)8. Visão dos quatro carros: Simboliza o tamanho e a rapidez do julgamento divino sobre os antigos opressores de Israel.
  6. 6. Exortação à Obediência e à Piedade (cap. 7 e 8)  As exortações contidas nos capítulos 7 e 8 respondem a um questionamento registrado nos primeiro três versículos do cap. 7.  Uma delegação formada por representantes do povo queria saber se os judeus deveriam continuar ou parar o jejum anual que realizavam em memória à queda de Jerusalém  A resposta?  Deus queria mesmo era a obediência do seu povo, o compromisso com a justiça, a observância da sua vontade (Zc. 7.8-14) Isso foi necessário haja vista a geração de Zacarias estar vivendo de maneiradescompromissada, o jejum já não passava de uma hábito sem significado algum. (Zc.7.5)
  7. 7. Promessas de Glória por meio da Tribulação (cap. 9 a 14) As profecias dos capítulos 9 a 14 foram escritas por Zacarias muito tempo depois das primeira profecias registradas no início do seu livro. Se os primeiros oito capítulos foram escritos no período de 520 a.C a 518 a.C, essa última parte foi escrita por volta dos anos 480 a.C 470 a.C. portanto Zacarias já era um ancião Nos capítulos 9 a 10, Zacarias profetiza sobre como Israel sobreviverá durante o Império Greco-Macedônico; e no capítulo 11, o tema é Israel em um contexto mais messiânico. Os cap. 12 a 14 são voltados para o Reino Messiânico. No cap. 11 o Messias é apresentado como o Pastor de Israel; nos versículos 9 a 14, Ele é rejeitado pelo seu rebanho e trocado por 30 moedas de prata, em uma referência à traição de Judas Iscariotes.
  8. 8. Promessa de RestauraçãoSião: “A palavra “Sião” é mencionada pela primeira vez na Bíblia em2Samuel 5:7: "Porém Davi tomou a fortaleza de Sião; esta é a Cidade deDavi". Portanto, Sião era originalmente o nome da fortaleza jebusita nacidade de Jerusalém. Sião passou a significar não só a fortaleza, mastambém a cidade onde a fortaleza se encontrava. Depois que Davicapturou "a fortaleza de Sião", Sião passou a ser chamada de "a Cidade deDavi" (1Reis 8:1; 1Cr 11:5; 2Cr 5:2).Após a morte do rei Davi, o termo Siãopassou a se referir ao monte em Jerusalém, o Monte Sião, onde seencontrava o Templo de Salomão. Mais tarde, Sião passou a se referir aopróprio Templo e aos terrenos do Templo. Depois disso, Sião foi usadopara simbolizar Jerusalém e a terra prometida. Quando Salomãoconstruiu o Templo de Jerusalém, a palavra Sião expandiu o seusignificado para incluir também o Templo e a área ao seu redor (Salmo2:6;48:2,11-12;132:13). Sião foi eventualmente usado como um nome para acidade de Jerusalém, a terra de Judá e o povo de Israel como um todo (Is40:9; Jr 31:12; Zc 8:2,3, 9:13)” Profº Luciano de Paulo Lourenço
  9. 9. Restauração de Jerusalém Nos capítulos 12 a 14 falam da destruição definitiva dos inimigos de Israel e do arrependimento e da purificação do povo judeu. No capítulo 12, Israel é cercado pelo Anticristo, mas salvo pelo Messias; No capítulo 13, Israel é purificado; No capítulo 14, exaltado pelo seu Rei, aquEle a quem transpassaram (Zc. 12.10), o Pastor que foi ferido (morto – Zc. 13.7)mas ressuscitou e voltará em glória, descendo “sobre o Monte das Oliveiras” (Zc. 14.4) para lutar contra os inimigos de Israel, julgar as nações e estabelecer o seu reino milenar na Terra (Zc. 14.1-21).

×