Mutirão de comunicação profa. cecília vaz

535 visualizações

Publicada em

PASCOM DE NOVA IGUAÇU

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
535
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mutirão de comunicação profa. cecília vaz

  1. 1. COMUNICAÇÃO INTERPESSOAL E GRUPAL: DESAFIOS E NOVOS CAMINHOS
  2. 2. Para entender a Comunicação – Contatos antecipados com a Nova Teoria. Ciro Marcondes Filho . Ed. Paulus – São Paulo, 2008 Comunicação é exatamente isso: o fato de eu receber o outro, a fala do outro, a presença do outro, o produto do outro e isso me transformar internamente. Todos querem emitir, falar, publicar, comunicar, seduzir, convencer, manipular, o mundo está repleto de divulgadores de todos os tipos. Mas o outro não se mistura comigo, permanece estranho, insondável em sua natureza última.
  3. 3. “ ... mas esta comunicação, muitas vezes, não ultrapassa a membrana que isola cada um de nós do mundo circundante.”
  4. 4. Somos caixinhas fechadas, universos ocultos...
  5. 5. ?
  6. 6. “ Vivemos muitas vezes numa espécie de sonambulismo, sem prestar muita atenção no que fazemos, sem ter consciência do que nos rodeia, sem conhecer nossas motivações profundas. Vivemos na superfície.”
  7. 8. Pressupostos para bem viver e comunicar-se bem NEUROLINGUÍSTICA
  8. 9. AUTOCONHECIMENTO
  9. 10. COMO ME CONHECER?
  10. 11. CORPO LINGUAGEM PENSAMENTOS - FOCO CRENÇAS OBSERVAR : COMPORTAMENTO
  11. 12. Visão Audição Olfato Tato Gosto Crenças Valores Decisões Memórias Visão interna Comportamento
  12. 13. Prestar atenção em si mesmo. Ficar “em casa” PRESENÇA
  13. 14. PRESENTE FUTURO OUTRO EU PASSADO Confiança Desapego Compaixão Humildade Perdão
  14. 15. DIZER A SI MESMO O QUE SENTE
  15. 16. 1. A REALIDADE NÃO É CONHECIDA E SIM PERCEBIDA
  16. 18. A realidade não é conhecida e sim percebida através dos sentidos e representada internamente através de imagens, sons, cores sensações e palavras. Cada pessoa cria modelos (mapas) do mundo a partir de informações sensoriais do ambiente, recordações do passado e interpretação do que seja a realidade. As pessoas interagem com este mapa do mundo e não diretamente com a realidade. Conhecer o seu mapa e o mapa do outro possibilita melhorar a comunicação e os relacionamentos.
  17. 19. 2. TODO COMPORTAMENTO TEM UMA INTENÇÃO POSITIVA
  18. 20. As pessoas fazem as melhores escolhas possíveis, de acordo com os recursos disponíveis. Quando o cérebro tem acesso a uma escolha melhor, naturalmente opta por ela. Comportamentos “problemáticos” muitas vezes decorrem de decisões feitas no passado e, tendo ficado “congelados” no tempo, são agora inadequados e desatualizados.
  19. 21. 3. FLEXIBILIDADE
  20. 22. A pessoa com maior flexibilidade ganha. A mesma ação nem sempre gera o mesmo resultado em um sistema complexo. Se uma ação não obtém os resultados desejados, a pessoa flexível varia o seu comportamento até conseguir o que quer. conseguir o que quer.
  21. 23. 4. MUDANÇA
  22. 24. A natureza do Universo é mudança. A melhor maneira de mudar o outro é mudar a si mesmo.
  23. 25. 5. COMUNICAÇÃO
  24. 26. A comunicação verbal tem uma estrutura superficial que cada um decodifica a partir da própria experiência, de acordo com as imagens, sons e sensações de seu mapa individual. Não se pode não comunicar: não obter resposta já é uma resposta. Em uma comunicação harmoniosa respeita-se o modelo de mundo do outro. A resistência significa falta de flexibilidade do comunicador.
  25. 28. Situação - Problema Ponto de vista do outro Contexto Intenção positiva do outro Resultado Exercício para enfrentar situações -problema
  26. 29. PARA UMA MELHOR COMUNICAÇÃO <ul><li>Investir na qualidade de sua PRESENÇA </li></ul><ul><li>Fortalecer o diálogo interno. Ficar mais “ dentro de casa”. </li></ul><ul><li>Treinar a flexibilidade de percepção: isto amplia a visão do </li></ul><ul><li>outro e constrói a sabedoria. </li></ul>
  27. 30. “ Sabemos da VIDA o que a ostra sabe do mar e do rochedo.” Guimarães Rosa

×