1
Construindo organizações
para o Século 21
JOSÉ DAVI FURLAN
2
2
1914 x 2000
3
3
2014 x 2100
Colônia em marte?
Exploração Hélio-3 na lua?
Turismo espacial?
São especulações
estelares, mas o fato é
qu...
4
Ainda trabalhamos no século 20
Então, nossos meios de transporte não nos
transportam somente no espaço, mas também no
te...
5
Capital Humano
6
Nas organizações,
pessoas têm sido tratadas
como RECURSOS,
não como GENTE
(RECURSOS HUMANOS)
7
Economia
Sociedade
Ambiente
Ambiente
Sociedade
Economia
Modelo mental
Século 20
Modelo mental
Século 21
Deslocamento de ...
8
Mas trata-se pouco
o Capital Humano
8
Em BPM, processos e tecnologia
são extensivamente discutidos
Pessoas
9
COMPETÊNCIAS
Dimensão
funcional
(eficiência)
CAPACIDADES
Dimensão de
processos
(eficácia)
Ecossistemadenegócio
Ecossiste...
10
Foxconn
Terry Gou, presidente, 20/01/2012:
"A Hon Hai (Foxconn) tem uma mão de obra de
mais de um milhão no mundo e com...
11
"Amazon: The Truth Behind the Click"
BBC Panorama, 2013
Repórter Richard Bilton com ajuda de Adam Littler
Busca e seleç...
12
Muitos odeiam o que fazem
Oh não, amanhã é segunda-feira
Trabalho – Tripalium
Negação do ócio = negócio (Nec-Otium)
Tra...
13
Infelicidade no trabalho
14
Modelo mental século 20
Classes privilegiadas
Segredo
Comando e controle
Autopreservação e individualismo
Importante é ...
15
Ambiente de trabalho atual é um misto de épocas
Sucesso = Estabilidade Sucesso = Jovem e Rico
Sucesso = Prazer , soluci...
16
Colaboradores como capital
Vineet Nayar na HCL Technologies
Cultura de confiança
Comunicação transparente
Compartilhame...
17
Arbejdsglaede
Jessica concluiu que os mais felizes são:
47% mais produtivos
75% menos ausentes por doenças
180% mais di...
18
Construindo um capital humano no século 21
Fazer o que gosta dentro da
vocação e talento
Poder crescer e ser cada vez m...
19
10 Mandamentos da Promade
1. Encantar o cliente, pois é ele que nos garante o emprego
2. Ser entusiasmado também em épo...
20
Ambiente centrado em pessoas
Achatamento da estrutura
Cultura participativa
Informação aberta
Remuneração por resultado...
21
Estrutura tradicional x Estrutura orientada a cliente
Invertendo a pirâmide organizacional
Regras da Nordstrom
#1 Use s...
22
Controles
Mover o foco da hierarquia
para equipes e
colaboradores de modo que
se auto-organizem sem a
necessidade de co...
23
Equipes gerenciam, gestores lideram
Poder de decisão e autoridade para agir está onde o
trabalho é realizado
Lideranças...
24
Ambiente que realize o potencial das pessoas
Cooperação em vez de competição
Sem agendas ocultas
Autenticidade
Desenvol...
25
Habilitando cooperação em vez de competição
26
Trabalhando por um propósito
“A diferença entre cansaço e estresse é
que o primeiro resulta de um esforço
intenso que p...
27
Reconhecendo e valorizando o trabalho
Elogio
Elevação para um estado mais potente do próprio ser
Repreensão
Admirador d...
28
Menos regras e mais autonomia
Disney
Faça algo especial aos convidados
Ritz-Carlton
Crie uma experiência memorável
Fato...
29
Acompanhe os posts de José Davi Furlan no
LinkedIn sobre a Construção das Organizações
para o Século 21
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

[BPM Global Trends 2014] José Davi Furlan – Construindo Organizações para o Século 21

101 visualizações

Publicada em

[BPM Global Trends 2014] José Davi Furlan – Construindo Organizações para o Século 21

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
101
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[BPM Global Trends 2014] José Davi Furlan – Construindo Organizações para o Século 21

  1. 1. 1 Construindo organizações para o Século 21 JOSÉ DAVI FURLAN
  2. 2. 2 2 1914 x 2000
  3. 3. 3 3 2014 x 2100 Colônia em marte? Exploração Hélio-3 na lua? Turismo espacial? São especulações estelares, mas o fato é que em terra grandes transformações irão ocorrer
  4. 4. 4 Ainda trabalhamos no século 20 Então, nossos meios de transporte não nos transportam somente no espaço, mas também no tempo Para ir trabalhar, passamos pelo TÚNEL DO TEMPO 4 Todos os dias despertamos pela manhã no século 21 Mas a maioria de nós ainda trabalha no século 20
  5. 5. 5 Capital Humano
  6. 6. 6 Nas organizações, pessoas têm sido tratadas como RECURSOS, não como GENTE (RECURSOS HUMANOS)
  7. 7. 7 Economia Sociedade Ambiente Ambiente Sociedade Economia Modelo mental Século 20 Modelo mental Século 21 Deslocamento de modelo mental
  8. 8. 8 Mas trata-se pouco o Capital Humano 8 Em BPM, processos e tecnologia são extensivamente discutidos Pessoas
  9. 9. 9 COMPETÊNCIAS Dimensão funcional (eficiência) CAPACIDADES Dimensão de processos (eficácia) Ecossistemadenegócio Ecossistemadenegócio Organização B Organização C Organização N ...
  10. 10. 10 Foxconn Terry Gou, presidente, 20/01/2012: "A Hon Hai (Foxconn) tem uma mão de obra de mais de um milhão no mundo e como seres humanos também são animais, gerenciar um milhão de animais me dá dor de cabeça"
  11. 11. 11 "Amazon: The Truth Behind the Click" BBC Panorama, 2013 Repórter Richard Bilton com ajuda de Adam Littler Busca e seleção de 110 mercadorias por hora (uma a cada 32,7 s) Andando em média 18 km por dia no armazém (podendo chegar a 40 km)
  12. 12. 12 Muitos odeiam o que fazem Oh não, amanhã é segunda-feira Trabalho – Tripalium Negação do ócio = negócio (Nec-Otium) Trabalhar Dormir Ficar em frente a algum dispositivo
  13. 13. 13 Infelicidade no trabalho
  14. 14. 14 Modelo mental século 20 Classes privilegiadas Segredo Comando e controle Autopreservação e individualismo Importante é agradar gestores Interesses particulares Gestores são o cliente Busca por segurança Gestores decidem Manutenção do emprego Proteção e perseguição Contratação pela competência “Eles”
  15. 15. 15 Ambiente de trabalho atual é um misto de épocas Sucesso = Estabilidade Sucesso = Jovem e Rico Sucesso = Prazer , solucionar injustiças e problemas do mundo
  16. 16. 16 Colaboradores como capital Vineet Nayar na HCL Technologies Cultura de confiança Comunicação transparente Compartilhamento de informação Inversão da hierarquia Pessoas como capital e não despesa Richard Branson na Virgin Propiciar ambiente recompensador para que as pessoas possam se realizar e desfrutar a vida no trabalho
  17. 17. 17 Arbejdsglaede Jessica concluiu que os mais felizes são: 47% mais produtivos 75% menos ausentes por doenças 180% mais dispostos 108% mais engajados 82% mais satisfeitos com o trabalho 28% mais respeitosos com colegas Alexander Kjerulf Arbejdsglaede (Arbejds = trabalho, glaede = felicidade) em dinamarquês
  18. 18. 18 Construindo um capital humano no século 21 Fazer o que gosta dentro da vocação e talento Poder crescer e ser cada vez melhor Ter um líder que inspire respeito e admiração Ser tratado com respeito e consideração Ser ouvido e ter suas opiniões consideradas Ter oportunidades de progredir
  19. 19. 19 10 Mandamentos da Promade 1. Encantar o cliente, pois é ele que nos garante o emprego 2. Ser entusiasmado também em épocas difíceis 3. Desobedecer para fazer o melhor 4. Inovar é errar, sem perder as esperanças 5. Erros são tesouros, quando bem evidenciados, mostrados e discutidos 6. Pequenos detalhes no piso da fábrica é o que dá grandes resultados no toda da empresa 7. Amar as mudanças, assim como as odiávamos no passado 8. As realizações de sua equipe são ferramentas de seu sucesso 9. Qualidade não se controla, se produz 10. Os colaboradores da Pormade têm poder de agir
  20. 20. 20 Ambiente centrado em pessoas Achatamento da estrutura Cultura participativa Informação aberta Remuneração por resultado Eliminação de privilégios Definição do que importa a clientes
  21. 21. 21 Estrutura tradicional x Estrutura orientada a cliente Invertendo a pirâmide organizacional Regras da Nordstrom #1 Use seu melhor julgamento em todas as situações #2 Não existem regras adicionais Nordstrom Conselho de administração está na base
  22. 22. 22 Controles Mover o foco da hierarquia para equipes e colaboradores de modo que se auto-organizem sem a necessidade de controles externos
  23. 23. 23 Equipes gerenciam, gestores lideram Poder de decisão e autoridade para agir está onde o trabalho é realizado Lideranças mostram o caminho, mas o gerenciamento é realizado por todos Equipes compartilham decisões com os gestores, gestores dão suporte e aprimoram as decisões Não existem privilégios classistas Controle é realizado pela própria equipe de forma transparente Conformidade somente para as questões em que a lei, regulamentações ou demandas externas exigem
  24. 24. 24 Ambiente que realize o potencial das pessoas Cooperação em vez de competição Sem agendas ocultas Autenticidade Desenvolvimento pessoal Propriedade e prestação de contas Trabalho em equipe
  25. 25. 25 Habilitando cooperação em vez de competição
  26. 26. 26 Trabalhando por um propósito “A diferença entre cansaço e estresse é que o primeiro resulta de um esforço intenso que pode ser curado com o descanso, enquanto o segundo resulta de um esforço sem sentido que só pode ser curado com a mudança de propósito” Mário Sérgio Cortella
  27. 27. 27 Reconhecendo e valorizando o trabalho Elogio Elevação para um estado mais potente do próprio ser Repreensão Admirador deixando de admirar Criação de capital psicológico Experiências compartilhadas e recompensas emocionais Ritual de celebração Heather Wandell (Monkey Business) – Diferença enorme Celebrações genuínas “Festa da pizza” de Kevin Wilhelm Roche Farma
  28. 28. 28 Menos regras e mais autonomia Disney Faça algo especial aos convidados Ritz-Carlton Crie uma experiência memorável Fatores motivadores (Daniel Pink) Autonomia, mestria e propósito Bronnie Ware 5 arrependimentos Ana Claudia Arantes Geriatra •Não ter vivido a vida que quis •Ter trabalhado menos •Ter tido coragem para expressar sentimentos •Ter estado mais perto de amigos •Ter sido mais feliz
  29. 29. 29 Acompanhe os posts de José Davi Furlan no LinkedIn sobre a Construção das Organizações para o Século 21

×