Elog portugues

653 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
653
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • A Elog realiza a gestão integrada da cadeia logística, com foco na eficácia dos processos operacionais e em parcerias sólidas.  Soluções abrangem o processamento de produtos importados e/ou nacionais para abastecimento de indústrias e distribuidores de produtos acabados no país. Essa estrutura vai desde gestão de processos e estoques, até a entrega efetiva aos clientes finais e seu retorno.  O conhecimento em setores industriais específicos permite o desenho e a implantação de projetos feitos sob medida, dentro das características e flexibilidades necessárias para uma operação adequada. A equipe de relacionamento e atendimento é especializada em entender e realizar a gestão para cada cliente. Desta forma, garantimos melhoria nos processos e a continuidade da parceria, pois controlamos os níveis de serviços, indicadores de performance e prazos acordados em cada operação logística.
  • Qualquer empresa que possui em sua cadeia de valor fluxos de importação e exportação pode ser atendida na plataforma logística.  Atualmente: é a maior retro área instalada no Porto de Santos e oferece os serviços de pátio regulador, operação de containers vazios para os principais armadores, operações de containers para exportação (redex) além de toda a base de transporte rodoviário da baixada santista que está instalada lá.  Localização é equidistante das margens direita e esquerda do Porto de Santos. Possui desvio ferroviário com bitola mista.
  • Cliente do setor químico (Lanxess)Início da operação: Julho/2004Unidade(s) utilizada(s): Porto Seco Barueri e CD Alphaville (Químico)Tipo de produto operado: Polímeros Desafio: Encontrar um operador logístico que atendesse com qualidade todas as necessidades no processo logístico de seus produtos químicos. Além das adaptações necessárias à cultura do cliente Descritivo: Operação de polímeros realizada no complexo logístico localizado em Barueri, em área específica e adequada para produtos químicos, com rigoroso gerenciamento de riscos. Os produtos são importados e armazenados no Porto Seco Barueri, sob regime de entreposto aduaneiro. A nacionalização é realizada tanto para venda direta aos clientes, como para transferência para o centro de distribuição, onde os produtos são recebidos, conferidos e armazenados. Todo o gerenciamento do estoque, endereçamento e movimentação é realizado através do sistema WMS Alcis. Serviços de valor agregado, como etiquetagem e controle de lotes são realizados também neste site. A operação contempla ainda a distribuição dos produtos para toda a grande São Paulo.  Resultados:- Redução nos custos de frete de distribuição- Diminuição de 2 dias no prazo de entrega- Redução de 3 dias no lead-time do processo entre a chegada na área alfandegada e transferência para o centro de distribuição
  • Cliente do setor químico (Lanxess)Início da operação: Julho/2004Unidade(s) utilizada(s): Porto Seco Barueri e CD Alphaville (Químico)Tipo de produto operado: Polímeros Desafio: Encontrar um operador logístico que atendesse com qualidade todas as necessidades no processo logístico de seus produtos químicos. Além das adaptações necessárias à cultura do cliente Descritivo: Operação de polímeros realizada no complexo logístico localizado em Barueri, em área específica e adequada para produtos químicos, com rigoroso gerenciamento de riscos. Os produtos são importados e armazenados no Porto Seco Barueri, sob regime de entreposto aduaneiro. A nacionalização é realizada tanto para venda direta aos clientes, como para transferência para o centro de distribuição, onde os produtos são recebidos, conferidos e armazenados. Todo o gerenciamento do estoque, endereçamento e movimentação é realizado através do sistema WMS Alcis. Serviços de valor agregado, como etiquetagem e controle de lotes são realizados também neste site. A operação contempla ainda a distribuição dos produtos para toda a grande São Paulo.  Resultados:- Redução nos custos de frete de distribuição- Diminuição de 2 dias no prazo de entrega- Redução de 3 dias no lead-time do processo entre a chegada na área alfandegada e transferência para o centro de distribuição
  • Cliente do setor de máquinas e equipamentos (Husqvarna)Início da operação: Junho/2007Unidade(s) utilizada(s): CD Alphaville, Transporte de Distribuição Alphaville (apenas para um cliente como frete exclusivo) e Transporte de Transferência de Guarulhos e ViracoposTipo de produto operado: Motoserras, roçadeiras, cortadores de grama, partes e peças de reposição. Escopo da operação: Recebimento, conferência, armazenagem, separação e expedição. Transporte de distribuição para um grande varejista. Diferenciais da operação: área de armazenagem (estruturas porta pallet e Bin´s), Picking, PDV, EDI Indicadores macro: Recebimento, Expedição, Devolução e Armazenagem. Todos estão no anexo.
  • Cliente do setor de máquinas e equipamentos (Husqvarna)Início da operação: Junho/2007Unidade(s) utilizada(s): CD Alphaville, Transporte de Distribuição Alphaville (apenas para um cliente como frete exclusivo) e Transporte de Transferência de Guarulhos e ViracoposTipo de produto operado: Motoserras, roçadeiras, cortadores de grama, partes e peças de reposição. Escopo da operação: Recebimento, conferência, armazenagem, separação e expedição. Transporte de distribuição para um grande varejista. Diferenciais da operação: área de armazenagem (estruturas porta pallet e Bin´s), Picking, PDV, EDI Indicadores macro: Recebimento, Expedição, Devolução e Armazenagem. Todos estão no anexo.
  • Cliente do setor de eletro-eletrônicos (Sharp)Início da operação: Fevereiro/2010Unidade(s) utilizada(s): Porto Seco Barueri, Transporte de Transferência do Porto Seco para o CD, CD Alphaville e Transporte de DistribuiçãoTipo de produto operado: Impressoras, suprimentos, partes e peças de reposição. Escopo da operação: Armazenagem alfandegada e nacionalização. Transporte de transferência para o Centro de Distribuição Alphaville. Recebimento, conferência, armazenagem e expedição. armazenados e expedidos. Transporte de distribuição para o Brasil.Diferenciais da operação: Batimento de EstoqueIndicadores macro: recebimento, expedição, devolução e armazenagem conforme anexo.
  • Cliente do setor de eletro-eletrônicos (Sharp)Início da operação: Fevereiro/2010Unidade(s) utilizada(s): Porto Seco Barueri, Transporte de Transferência do Porto Seco para o CD, CD Alphaville e Transporte de DistribuiçãoTipo de produto operado: Impressoras, suprimentos, partes e peças de reposição. Escopo da operação: Armazenagem alfandegada e nacionalização. Transporte de transferência para o Centro de Distribuição Alphaville. Recebimento, conferência, armazenagem e expedição. armazenados e expedidos. Transporte de distribuição para o Brasil.Diferenciais da operação: Batimento de EstoqueIndicadores macro: recebimento, expedição, devolução e armazenagem conforme anexo.
  • Cliente do setor de máquinas e equipamentos (CAF)Início da operação: 10/2009Unidade(s) utilizada(s): PS CampinasTipo de produto operado: TRENS e equipamentos ferroviáriosEscopo da operação: Importação e exportação em área alfandegada, operação realizada com o regime especial DAC. Diferenciais da operação: nessa operação o equipamento não passa pelo porto seco devido a sua complexidade, então a Receita Federal credencia um espaço alfandegado dentro da empresa do cliente para controlar a operação. 
  • Cliente do setor de máquinas e equipamentos (CAF)Início da operação: 10/2009Unidade(s) utilizada(s): PS CampinasTipo de produto operado: TRENS e equipamentos ferroviáriosEscopo da operação: Importação e exportação em área alfandegada, operação realizada com o regime especial DAC. Diferenciais da operação: nessa operação o equipamento não passa pelo porto seco devido a sua complexidade, então a Receita Federal credencia um espaço alfandegado dentro da empresa do cliente para controlar a operação. 
  • Elog portugues

    1. 1. Sub-holding de Logística do Grupo EcoRodoviasESTRUTURA SOCIETÁRIAFree FloatPrimav Construções eComércio S.A36%64%100% 80%Serviços ConcessõesRodoviárias12%BRZInvestimentos20%100%Logística
    2. 2. UNIDADES EM LOCALIZAÇÕES ESPECÍFICASUruguaianaNOSSASUNIDADESCampinasCajamarAlphavilleSantosFoz doIguaçuCuritibaSantana doLivramentoJaguarãoSão PauloCubatãoBarueriImigrantesPlataformaLogísticaÁreaalfandegadaCentro deDistribuiçãoFronteira
    3. 3. R$ 286 MMR$ 358 MM2010 2012DIMENSÃO NO MERCADOEvolução faturamento2011R$ 394 MMNúmero decolaboradores:1.800
    4. 4. CAPITAL HUMANOA Elog segue as tendências de valorização depessoas, investindo cada vez mais emtreinamento e desenvolvimento de seusprofissionaisNossos colaboradores trabalham com paixão,brilho nos olhos, profissionalismo ecomprometimento
    5. 5. Foco em tecnologiae inovaçãoIntegraçãoLogísticaInfraestruturasextraordinárias
    6. 6. LOGÍSTICA DERESULTADO
    7. 7. SERVIÇOSPLATAFORMASLOGÍSTICASCASES
    8. 8. SERVIÇOSPLATAFORMASLOGÍSTICASCASES
    9. 9. Gestão daLogísticaIntegradaGestão deArmazenagemGestão deComercioExteriorGestão deTransporteGestão daInformação
    10. 10. Gestão daLogísticaIntegradaGestão deArmazenagemGestão deComercioExteriorGestão deTransporteGestão daInformação
    11. 11. PlataformaslogísticasintermodaisGESTÃO DA LOGÍSTICA INTEGRADAGestão da InformaçãoGestão do transporteArmazémalfandegadoCentro deDistribuiçãoDistribuidor |fábricaConsumo |LojaPorto | AeroportoFronteiraRedução de prazose otimização dofluxo logísticoCustomizaçãopara cada setorEquipe derelacionamentoespecializada
    12. 12. GERENCIAMENTO DE RISCOSNOSSO TIME DE GERENCIAMENTO DE RISCOS ESTAFUNDAMENTADO NAS SEGUINTES PREMISSAS:Desenvolver projetos de segurança utilizando conceitosestratégicos e modernosGerenciar atividades de combate a Fraudes, GRis deTransportes, Security e SafetyPadronizar ações através da criação e implantação de PGR eemprego de metodologia de análise de riscosAsessorar a gestão dos estoques – foco naprevenção de perdasAdministrar as Apólices de Seguros, desenvolvendo açõespreventivas e corretivas para redução/eliminação de perdas
    13. 13. Gestão deArmazenagemGestão daLogísticaIntegradaGestão deComercioExteriorGestão deTransporteGestão daInformação
    14. 14. SERVIÇOSArmazenagem especializadaServiços de valor agregadoVMI – Gestão de estoquesPraticidade em todosos processos de logísticaSegurança garantidados produtosFacilidade noacompanhamentodos processos
    15. 15. ARMAZENAGEMESPECIALIZADARecebimentoArmazenagemMovimentaçãoPicking & packingExpediçãoGestão de estoques
    16. 16. Montagem de kitsEtiquetagemEmbalagemColocação de dispositivosde segurançaReparosFracionamentoColeta de amostrasSERVIÇOS DE VALORAGREGADO (SVA)
    17. 17. GERENCIAMENTO DEESTOQUES (VMI)A Elog oferece um serviço completo etotalmente automatizado na gestão deestoques para todos os clientesO VMI da Elog garante:Maior visibilidade e controle do processode Supply Chain e níveis de estoque paragarantir uma produção adequada a demandaRedução de custos, pois todo o processo éautomatizado e realizado com troca eletrônicade informações entre os elos da cadeiaMelhor controle de inventário edisponibilidade de produtos para reposiçãoe/ou fabricação, através do planejamentoconjunto e troca de informações
    18. 18. Gestão deComercioExteriorGestão daLogísticaIntegradaGestão deArmazenagemGestão deTransporteGestão daInformação
    19. 19. CELERIDADE NO PROCESSOAlternativas Completasna Cadeia do Comércio ExteriorSERVIÇOS Armazenagem alfandegadaOperação de containers vaziosOperação em fronteiras
    20. 20. OPERAÇÕES ALFANDEGADASRegimes aduaneiros oferecidos:Entreposto AduaneiroAdmissão TemporáriaRegime ComumDAC (Depósito Alfandegado Certificado)DrawbackImportação / Exportação temporáriaIndustrialização (IN 241)OPERAÇÕES LOGÍSTICAS DESENVOLVIDAS EM RECINTOSALFANDEGADOS AUTORIZADOS PELA RECEITA FEDERAL
    21. 21. DEPOTArmazenagem e reparo de containers vazios, em áreadedicada com os seguintes serviços agregados:Lavagem simples e química do containerMonitoramento e controle de energia do container reeferVistoria de inspensão do containerTransporte de vazios
    22. 22. Integração com o MercosulArmazenagem alfandegadaSegurança no fluxo logísticona importação e exportaçãoAduanas integradasOperações noturnasOPERAÇÃO EM FRONTEIRAS
    23. 23. Gestão deTransporteGestão daLogísticaIntegradaGestão deArmazenagemGestão deComercioExteriorGestão daInformação
    24. 24. Atuamos no transporte para realizar a integração de nossas unidadescom as plantas e o mercado consumidor de nossos clientesOperador de transporte multimodal com frota própria e agregadaCertificação SASSMAQ
    25. 25. Gestão deTransporteGestão daLogísticaIntegradaGestão deArmazenagemGestão deComercioExteriorGestão daInformação
    26. 26. Disponibilidade de informações de todos os serviços prestadosMaior conectividade entre os sistemasOtimização de resultadosInformações precisas e onlineAutomação de processosRastreabilidade da Operação
    27. 27. PRINCIPAIS SISTEMASWMS, TMS, SAPPRINCIPAIS TECNOLOGIAS:Rádio frequencia, OCR, RFIDWMSPS TMSSAPWMSCD
    28. 28. PLATAFORMASLOGÍSTICASCASESSERVIÇOS
    29. 29. OBJETIVO : INTEGRAÇÃO DE TODOS OSSERVIÇOS LOGÍSTICOS EM UM SÓ LUGARMaximizar resultados e prazosMinimizar riscosREDEXCDDEPOTPátio ReguladorArmazenagemArmazenagemAlfandegada
    30. 30. CUBATÃO
    31. 31. EcopátioSP-150AnchietaSantosGuarujáEstuarioPorto de SantosSP-055Rod. Cònego DomenicoRangoni km263LOCALIZADO ENTRE AS MARGENS DIREITAE ESQUERDA DO PORTO DE SANTOSMAIOR RETROÁREA JÁ INSTALADA NA BAIXADASANTISTA COM DESVIO FERROVIÁRIO COM BITOLAMISTA.DEPOTREDEXArmazenagemTransportePátio regulador
    32. 32. INFRAESTRUTURAÁrea Total: 443.000 m²Área Armazéns: 136.000m²Área Pátio: 138.000 m²Área Inflamáveis: 500 m²Coletores de dadosEquipamento ScannerMonitoramento completo dacarga via web16 gatesTomadas para container Reefer
    33. 33. IMIGRANTES
    34. 34. LOCALIZADA NO KM 27,5 DARODOVIA DOS IMIGRANTESPRÓXIMO AO PORTO DE SANTOS E SÃO PAULO
    35. 35. INFRAESTRUTURAÁrea Total do terreno: 655.500 m²Área Módulos A+B: 64.500 m²Área Módulos C: 11.000 m²Área de Pátio: 65.000 m²Módulos D/E de 30.000m²Atividade complementar na cadeia deimportação e exportaçãoConjugada com a atividade de distribuição
    36. 36. PLATAFORMASLOGÍSTICASCASESSERVIÇOS
    37. 37. CLIENTE DO SETOR FARMACÊUTICOInício: Junho/2003Produtos: Preservativos e Produtos de Uso Pessoal(100% importados)Unidades utilizadas: Porto Seco Barueri, Transportede Transferência e CD Alphaville (Farmacêutico)
    38. 38. CLIENTE DO SETOR FARMACÊUTICOEscopo da operação: Recebimentoe armazenagem dos produtos porto seco,nacionalização e transferência do Porto SecoBarueri para o Centro de Distribuição Alphaville.
    39. 39. CLIENTE DO SETOR QUÍMICOInício: Julho/2004Produtos: PolímerosUnidades utilizadas: Porto Seco Baruerie CD Alphaville (Químico)
    40. 40. CLIENTE DO SETOR QUÍMICOEscopo da operação: Armazenagemalfandegada utilizando o regime de EntrepostoAduaneiro, nacionalização e expedição paravenda de parte dos produtos. Demais sãotransferido para o Centro de Distribuição.
    41. 41. CLIENTE DO SETOR DE MÁQUINAS EEQUIPAMENTOSInício: Junho/2007Produtos: Motoserras, roçadeiras, cortadoresde grama, partes e peças de reposiçãoUnidades utilizadas: CD Alphaville, Transporte deDistribuição Alphaville e Transporte de Transferênciade Guarulhos e Viracopos
    42. 42. CLIENTE DO SETOR DE MÁQUINAS EEQUIPAMENTOSEscopo da operação: Recebimento,conferência, armazenagem, separação eexpedição. Transporte de distribuição paraum grande varejista.
    43. 43. Início: Fevereiro/2010Produtos: Impressoras, suprimentos,partes e peças de reposiçãoUnidades utilizadas: Porto Seco Barueri,Transporte de Transferência do PortoSeco para o CD, CD Alphaville eTransporte de DistribuiçãoCLIENTE DO SETOR DE ELETRO-ELETRÔNICOS
    44. 44. Escopo da operação: Armazenagemalfandegada e nacionalização.Transportede transferência para o Centro deDistribuição Alphaville.CLIENTE DO SETOR DE ELETRO-ELETRÔNICOS
    45. 45. Início: Abril/2006Produtos: Calçados e vestuário linha SportslifestyleUnidades utilizadas: CLIA Santos, PS Barueri,CD Cajamar e TransporteCLIENTE DO SETOR DE TÊXTILE CALÇADOS
    46. 46. CLIENTE DO SETOR DE TÊXTILE CALÇADOSEscopo da operação: Importação,nacionalização, transferência, armazenagem,picking complexo, VAS, transportes.
    47. 47. DADOS TÉCNICOS-CDÁrea Total: 79.500m²Armazéns Quimicos:16.400m²Armazéns Farmaceuticos: 14.300m²Área Outros Produtos: : 51.800m²Numero de Docas: 53PRINCIPAIS DISTANCIASALPHAVILLEDADOS TÉCNICOS-PSAeroporto Internacional de Congonhas SP | SP 28 KmAeroporto Internacional de Guarulhos SP | SP 39 KmAeroporto Internacional de Viracopos Campinas | SP74 KmPorto de Santos Santos | SP 105 KmÁrea Total: 32.400m²Armazéns : 18.000m²Numero de Doca: 30
    48. 48. CAJAMARDADOS TÉCNICOSÁrea Total: 102.000m²Armazéns : 36.000m²Numero de Docas: 96PRINCIPAIS DISTANCIASAeroporto Internacional de Congonhas SP | SP 20 KmAeroporto Internacional de Guarulhos SP | SP 47 KmAeroporto Internacional de Viracopos Campinas | SP55 KmPorto de Santos Santos | SP 113 Km
    49. 49. CAMPINASDADOS TÉCNICOSÁrea Total: 65.000m²Armazéns : 12.450m²Numero de Docas: 12Coletores de Dados: 16PRINCIPAIS DISTANCIASAeroporto Internacional de Guarulhos SP | SP 110 KmAeroporto Internacional de Viracopos Campinas | SP23 KmPorto de Santos Santos | SP 175 Km
    50. 50. CURITIBA DADOS TÉCNICOS-CDÁrea Total: 30.000²Armazéns :18.000²Numero de Docas: 12PRINCIPAIS DISTANCIASDADOS TÉCNICOS-PSIPorto de Paranaguá | PR 92 KmAeroporto Internacional Afonso Pena |São José dos Pinhais | PR 18 KmÁrea Total: 150.000²Armazéns : 2.000²Numero de Doca: 2DADOS TÉCNICOS-PSIIÁrea Total: 72.000²Armazéns : 17.000m²Numero de Doca: 17
    51. 51. FOZ DO IGUAÇUDADOS TÉCNICOSÁrea Total: 150.000m²Armazéns : 1.900m²Armazéns Quimicos: 3.300m²Número de Docas: 8Vagas de Veículo: 747PRINCIPAIS DISTANCIASPorto Alegre | RS 798 KmCuritiba | PR 698 KmSão Paulo | SP 1.084 Km
    52. 52. JAGUARÃODADOS TÉCNICOSÁrea Total: 60.000m²Armazéns : 1.500m²Numero de Docas: 3Vagas de Veículo: 110PRINCIPAIS DISTANCIASPorto Alegre | RS 392 KmCuritiba | PR 1.160 KmSão Paulo | SP 1.585 Km
    53. 53. SANTANADO LIVRAMENTOPRINCIPAIS DISTANCIASPorto Alegre | RS 518 KmCuritiba | PR 1.075 KmSão Paulo | SP 1.513 KmDADOS TÉCNICOSÁrea Total: 38.000m²Armazéns : 1.000m²Vagas de Veículo: 130
    54. 54. SANTOSPRINCIPAIS DISTANCIASAeroporto Internacional de Guarulhos |São Paulo | SP 98 KmAeroporto Internacional de Viracopos |Campinas | SP 178 KmPorto de Santos | Santos | SP 11 KmDADOS TÉCNICOSÁrea Total: 35.000m²Armazéns : 7.500m²Pátio: 20.000m²
    55. 55. SÃO PAULOPRINCIPAIS DISTANCIASAeroporto Internacional de Congonhas| São Paulo | SP 08 KmAeroporto Internacional de Guarulhos| São Paulo | SP 20 KmPorto de Santos | Santos | SP 79 KmDADOS TÉCNICOS-PSÁrea Total: 18.100m²Armazéns : 12.400m²Numero de Doca: 19
    56. 56. URUGUAIANAPRINCIPAIS DISTANCIASDistancia Porto Alegre | RS 681 KmDistancia Curitiba | PR 1.133 KmDistancia São Paulo | SP 1.571 KmDADOS TÉCNICOS-CDÁrea Total: 167.000m²Armazéns :6.6000m²Numero de Docas: 2Vagas Veículos: 600
    57. 57. LOGÍSTICA DERESULTADO

    ×