Aula transformações de coordenadas

15.099 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.099
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
191
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula transformações de coordenadas

  1. 1. Universidade do Estado da Bahia TRANSFORMAÇÕES DE COORDENADAS Prof. Margareth da Silva Magalhães
  2. 2. TRANSFORMAÇÕES DE COORDENADAS NO E²1. TRANSLAÇÃO DE EIXOS
  3. 3. TRANSFORMAÇÕES DE COORDENADAS NO E²1. TRANSLAÇÃO DE EIXOS Um ponto P do plano tem coordenadas:  x e y em relação ao sistema xOy.  x’ e y’ em relação ao sistema x’O’y‘.
  4. 4. TRANSFORMAÇÕES DE COORDENADAS NO E²1. TRANSLAÇÃO DE EIXOS Fórmulas de Translação: x = x’ + xo. y = y’ + yo.
  5. 5. EXEMPLOConsidere a circunferência de equação x² + y² - 6x - 8y + 21 = 0 emrelação ao sistema xOy. Faça uma translação de eixo tal que a novaorigem seja O’=(3,4). Obtenha a equação da circunferência emrelação ao novo sistema de coordenadas x’Oy’.
  6. 6. RESOLUÇÃO: a) Fórmulas de translação x = x’ + 3 y = y’ + 4 • Substituição x² + y² - 6x - 8y + 21 = 0
  7. 7. RESOLUÇÃO: a) Fórmulas de translação x = x’ + 3 y = y’ + 4 b) Substituição x² + y² - 6x - 8y + 21 = 0 x’² + y’² = 4
  8. 8. TRANSFORMAÇÕES DE COORDENADAS NO E²1. ROTAÇÃO DE EIXOS Mantendo-se fixa a origem O, faz- se uma rotação nos eixos x e y de um mesmo ângulo, no sentido anti-horário. Obtemos assim um novo sistema x’O’y’ por uma rotação de xOy.
  9. 9. TRANSFORMAÇÕES DE COORDENADAS NO E²1. ROTAÇÃO DE EIXOS a) Fórmulas de rotação x = x’cosθ – y’sen θ y = x’sen θ + y’cos θ
  10. 10. EXEMPLOA equação 5x² + 6xy + 5y² - 8 = 0 representa um elipse no sistemaxOy. Obter a equação da mesma elipse uma vez efetuada a rotaçãode eixos de amplitude θ = 45°.
  11. 11. RESOLUÇÃO a) Fórmulas de rotação x = x’cosθ – y’sen θ y = x’sen θ + y’cos θ θ = 45°
  12. 12. RESOLUÇÃO a) Fórmulas de rotação b) Substituição 5x² + 6xy + 5y² - 8 = 0 4x’² + y’² - 4 = 0
  13. 13. COORDENADAS POLARES NO PLANOAté agora, sempre usamos as coordenadas retangulares, onde umponto do plano é representado por um par de números reais querepresentam as distâncias entre um ponto e os eixos coordenados y P(x, y) x
  14. 14. COORDENADAS POLARES NO PLANO P(r, θ) r θ O (Polo) Eixo polar
  15. 15. COORDENADAS POLARES NO PLANO Coordenadas Retangulares ou Cartesianas
  16. 16. COORDENADAS POLARES NO PLANO Coordenadas Polares
  17. 17. COORDENADAS POLARES NO PLANO P(r, θ) r θ O Eixo polar -r P(-r, θ) = P(r, θ + π)
  18. 18. TRANSFORMAÇÃO DE COORDENADAS CARTESIANAS - POLARESy x = r.cosθ y = r.senθ r x² + y² = r² θO x
  19. 19. Exercícios
  20. 20. Exercícios
  21. 21. ESTUDO DAS CÔNICAS
  22. 22. PARÁBOLADefiniçãoConsidere-se, em um plano α, um ponto F e uma reta d que não contém F.Denominamos parábola de foco F e diretriz d, ao lugar geométrico dospontos do plano α que eqüidistam de d e F.
  23. 23. PARÁBOLAAplicações Práticas
  24. 24. PARÁBOLAAplicações Práticas
  25. 25. PARÁBOLAAplicações Práticas Cabo principal de uma ponte pênsil (CATENÁRIA) Lançamento de um projétil.
  26. 26. PARÁBOLAElementos da Parábola F: foco; d: diretriz; V: vértice; p: parâmetro que representa a distância do foco a diretriz ( p≠ 0); Reta VF: eixo de simetria da parábola. AA’: corda focal mínima (LACUS RECTUM)
  27. 27. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice na origem V = (0, 0) 1. O eixo de simetria coincide com o eixo x Considere uma parábola com concavidade voltada para a direita representada no sistema cartesiano xOy. A diretriz tem equação x = -p/2:
  28. 28. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice na origem V = (0, 0) 1. O eixo de simetria coincide com o eixo x P = (x,y) F = (p/2,0) P’ = (-p/2, y)
  29. 29. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice na origem V = (0, 0) 1. O eixo de simetria coincide com o eixo x
  30. 30. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice na origem V = (0, 0) 1. O eixo de simetria coincide com o eixo x
  31. 31. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice V = (xo, yo) 1. O eixo de simetria paralelo ao eixo x y’² = 2px’ Fórmulas de Translação: x = x’ + xo. y = y’ + yo. ( y- yo )² = 2p(x - xo)
  32. 32. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice V = (xo, yo) 1. O eixo de simetria paralelo ao eixo x ( y- yo )² = 2p(x - xo) Desenvolvendo e isolando x:
  33. 33. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice na origem V = (0, 0) 1. O eixo de simetria coincide com o eixo y Considere uma parábola com concavidade voltada para cima. A diretriz tem equação: y = -p/2 P = (x, y) F = (0, p/2) P’ = (x, -p/2)
  34. 34. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice na origem V = (0, 0) 1. O eixo de simetria coincide com o eixo y
  35. 35. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice na origem V = (0, 0) 1. O eixo de simetria coincide com o eixo y
  36. 36. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice V = (xo, yo) 1. O eixo de simetria paralelo ao eixo y x’² = 2py’ Fórmulas de Translação: x = x’ + xo. y = y’ + yo. ( x- xo )² = 2p(y - yo)
  37. 37. PARÁBOLAEquações da Parábola com vértice V = (xo, yo) 1. O eixo de simetria paralelo ao eixo y ( x- xo )² = 2p(y - yo) Desenvolvendo e isolando x:
  38. 38. PARÁBOLAEquações da Parábola (geral): Eixo de simetria paralelo ao eixo x: x = ay² +by + c a > 0 (p > 0) a < 0 (p < 0) p = 1/(2a) Eixo de simetria paralelo ao eixo y: a > 0 (p > 0) a < 0 (p < 0) y = ax² +bx + c
  39. 39. ELIPSEDefiniçãoÉ o lugar geométrico dos pontos de um plano cuja soma das distâncias adois pontos fixos F1 e F2 (focos) do mesmo plano, é uma constante (2ª),onde 2a > d(F1F2). d(P , F1) + d(P, F2) = 2a d(Q , F1) + d(Q, F2) = 2a
  40. 40. ELIPSEAplicações Práticasa) A trajetória dos planetas ao redor do sol não é circular e sim elíptica.a) Arcos em formas de semi-elipse são muito usados na construção depontes de concreto e de pedras (desde os antigos romanos).a) O monumento arquitetônico de Roma antiga foi o Coliseu> A plantabaixa possuía a forma elíptica, cujo eixo maior tinha 188 m e o eixo menor156 m.
  41. 41. ELIPSEElementos da Elipse F1 e F2 : focos; 2c: distância focal (distância entre os focos = d(F1F2)); O: centro da elipse; A1, A2, B1, B2 : vértices da elipse; 2a: eixo maior (distância entre os vértices = d(A1A2)); 2b: eixo menor (distância entre os vértices = d(B1B2)).
  42. 42. ELIPSEElementos da ElipseExcentricidade: a² = b² + c² 0<ε<1
  43. 43. ELIPSEEquações da Elipse de centro na origem O = (0, 0) 1. O eixo maior coincide com o eixo x Sejam: P = (x,y) um ponto qualquer da elipse. F1 = (-c,0); F2 = (c,0) Por definição: d(P , F1) + d(P, F2) = 2a
  44. 44. ELIPSEEquações da Elipse de centro na origem O = (0, 0) 1. O eixo maior coincide com o eixo x
  45. 45. ELIPSEEquações da Elipse de centro na origem O = (0, 0) 1. O eixo maior coincide com o eixo y Sejam: P = (x,y) um ponto qualquer da elipse; F1 = (0, c) e F2 = (0, -c) Por definição e de forma análoga: d(P , F1) + d(P, F2) = 2a
  46. 46. ELIPSEEquações da elipse com origem O’ = (xo, yo) e cujo eixossão paralelos aos eixos coordenados 1. O eixo maior é paralelo ao eixo x Fórmulas de Translação: x = x’ + xo. y = y’ + yo.
  47. 47. ELIPSEEquações da elipse com origem O’ = (xo, yo) e cujo eixossão paralelos aos eixos coordenados 1. O eixo maior é paralelo ao eixo y Fórmulas de Translação: x = x’ + xo. y = y’ + yo.
  48. 48. ELIPSEEquações da Elipse (reduzida): Eixo maior é paralelo ao eixo x: (x – xo)² + (y – yo)² = 1 a² b² Eixo maior é paralelo ao eixo y: (x – xo)² + (y – yo)² = 1 b² a²

×