Aula 03 história do design gráfico

748 visualizações

Publicada em

História do design gráfico

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
748
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
85
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 03 história do design gráfico

  1. 1. HISTÓRIA DO DESIGN GRÁFICO Prof. Ms. Elizeu N. Silva
  2. 2. Nas primeiras décadas do século XX a publicidade irá emprestar de movimentos artísticos uma estética mais complexa e sofisticada, visando apresentar um mundo de sonhos ao consumidor. Entre as novidades do campo da arte, duas tendências atendem à perfeição as necessidades da publicidade: art nouveau e art déco. Cartazes art nouveau. A popularização da litografia favoreceu a aplicação dessa estética em produtos impressos nos anos 1920
  3. 3. O art nouveau é uma arte cosmopolita, bem ao gosto da sociedade urbana em franco crescimento no fim do século XIX e começo do XX. É adotado em diversos campos da atividade humana: urbanismo, arquitetura, mobiliário, arte figurativa, moda, joias etc.
  4. 4. O art nouveau ocorre no contexto da belle epóque. Virou moda ao ponto de alcançar quase todas as camadas: os mais ricos dispunham de peças exclusivas feitas por artistas renomados, como Gaudí, Gustav Klimt e Toulouse-Lautrec. Aos mais pobres eram destinadas cópias baratas e industrializadas, feitas com materiais menos nobres.
  5. 5. O art nouveau tem certas características constantes: a. temática naturalista (flores e animais); b. motivos derivados da arte japonesa; c. arabescos lineares e cromáticos, ritmados em curvas, espirais e volutas; d. tonalidades frias, pálidas, transparentes, esfumaçados; e. fuga do equilíbrio simétrico, com opção pela sinuosidade, ondulação, com largura ou altura acentuadas; f. agilidade, leveza, elasticidade, juventude e otimismo.
  6. 6. Nos objetos e na arquitetura, o art nouveau rejeita as formas meramente funcionais típicas da produção industrial, aderindo à sinuosidade e às formas curvilíneas.
  7. 7. O art nouveau nunca foi uma arte popular. Ao contrário, foi produzida e consumida quase exclusivamente para as elites da economia capitalista. Desapareceu quase completamente em decorrência dos conflitos sociais decorrentes da I Guerra Mundial e que resultariam na II Grande Guerra.
  8. 8. Outro movimento que contribuiu fortemente para o design gráfico foi o art déco. O nome tem como origem uma exposição realizada em Paris em 1925, sob o nome “Exposição Internacional das Artes Decorativas e Industriais Modernas”. Como sugerido pelo nome da exposição, trata-se de obras decorativas e geralmente industrializadas.
  9. 9. Caracterizado pelas linhas geométricas e referências a culturas antigas (Egito e Grécia, principalmente), o art déco se difundiu entre na primeira metade do século XX, com forte presença entre os anos 1920 e 1940.
  10. 10. Nos primeiros anos se caracterizou pelo uso de materiais caros, como marfim, mármores e jade, atendendo à sofisticação e ao desejo de luxo da burguesia europeia.
  11. 11. Posteriormente trilha o caminho do design industrial, adotando materiais sintéticos e mais baratos, favorecendo a produção em larga escala. No Brasil, adota a cerâmica marajoara como referência estética. Cerâmica marajoara serviu de inspiração para produção art déco no Brasil
  12. 12. Contribuição para o design de tipos:
  13. 13. Contribuição para o design de tipos:
  14. 14. Anúncios em estilo art déco:
  15. 15. Anúncios em estilo art déco:
  16. 16. Anúncios em estilo art déco:
  17. 17. Referência bibliográfica ALVES FILHO, Manuel. 200 anos da história do livro no país. Jornal da UNICAMP. Campinas, 21 a 27 de novembro de 2011 ARGAN, Giulio Carlo. Arte moderna. São Paulo, Ed. Cia das Letras, 2004 DELMAS, Ana Carolina. Dedicatórias impressas no Brasil joanino. Rede Memória. Disponível em http://redememoria.bn.br/2012/01/dedicatorias-impressas-no-brasil- joanino/ MELO, Chico Homem de; RAMOS, Elaine. (Orgs.) Linha do tempo do design gráfico no Brasil. São Paulo, ed. Cosac Naify, 2011

×