Competência em Informação Análise de recursos, tutoriais e testes online Elisabeth Adriana Dudziak – 2009  Aula 2 – Curso ...
Bases Teóricas <ul><li>Como vimos, existem diferentes entendimentos do que significa ser competente em informação. </li></...
Definição de competência em informação <ul><li>Ser competente em informação significa combinar e mobilizar, de maneira éti...
<ul><li>É transdisciplinar </li></ul><ul><li>Depende da integração e mobilização de um conjunto integrado de habilidades, ...
<ul><li>Permeia qualquer processo de criação de conhecimentos, produtos e processos  </li></ul><ul><li>e/ou resolução de p...
Ciclo Completo da  Competência  em Informação
3 paradigmas informacionais <ul><li>Foco nas habilidades de busca e acesso à informação </li></ul><ul><li>Foco no processo...
Concepções de  Information Literacy Ênfase na Informação  Ênfase no Conhecimento Ênfase no Aprendizado Sociedade da Inform...
Ênfase em fontes  e ferramentas 1 Ênfase no processo de conhecimento 2 Ênfase no fenômeno de aprendizado e inteligência 3 ...
Concepção 1 – Acesso à informação <ul><li>Neste caso, o bibliotecário tem como objetivos:  </li></ul><ul><ul><ul><li>Infor...
Concepção 2 – Foco no processo de pesquisa e uso da informação para produção de conhecimento <ul><li>Neste caso, o bibliot...
Concepção 3 – Foco na mudança pessoal e  aplicação do aprendizado ao longo da vida <ul><li>Neste caso, o bibliotecário tem...
Teoria das Facetas  <ul><li>Procedimento de pesquisa meta-teórico </li></ul><ul><li>Auxilia na determinação de variáveis  ...
Facetas da educação para a competência em informação via web Competência em Informação  Faceta 1 – público-alvo Faceta 2 –...
Faceta 1 – público-alvo <ul><ul><li>1.1 Alunos de graduação </li></ul></ul><ul><ul><li>1.2 Alunos de pós-graduação </li></...
Faceta 2 - Concepção <ul><ul><li>2.1 Concepção 1 – acesso (fontes e ferramentas) </li></ul></ul><ul><ul><li>2.2 Concepção ...
Faceta 3- Tipos de web design  <ul><li>1. Centrado no sistema – </li></ul><ul><ul><li>Focado em seus componentes e na tecn...
Faceta 4 – foco – conteúdos de aprendizagem <ul><ul><li>3.1 Habilidades e destrezas </li></ul></ul><ul><ul><li>3.2 Conheci...
Faceta 5 – níveis de maturidade <ul><ul><li>4.1 Serviço Nível 1 –  informativo  - via sistema.  (informações básicas, está...
Ciclo da Competência  em Informação Faceta 6 – ciclo da C.I.
Atividade <ul><li>1. Vamos analisar algumas iniciativas de educação para a competência em informação: sites e tutoriais on...
Análise de sites e tutoriais online
Site 1 – http://www.usp.br/sibi/
Site 2 - http://www.sbu.unicamp.br/
Site 3 – E-COMS http://www.mariapinto.es/e-coms/
Site 4 – Penn State University Libraries http://www.libraries.psu.edu/instruction/infolit/andyou/infoyou.htm
Site 5 – B-On – Literacia da informação http://site.b-on.pt/e-learning/
Site 6 - LibraryTest http://www.librarytest.dk/
Site 7 - Literacia da informação http://www.evora.net/bpe/Linfo/
<ul><li>Acompanhe o Blog Competência Informacional para Bibliotecários. </li></ul><ul><li>Link:  http://competencia-inform...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Análise de Tutoriais e Sites educacionais em competência em informação

2.779 visualizações

Publicada em

Aula 2 do curso de capacitação de bibliotecários da USP como agentes promotores da competência em informação. Programa mundial da IFLA e UNESCO Training The Trainers in Information Literacy 2009

Publicada em: Educação

Análise de Tutoriais e Sites educacionais em competência em informação

  1. 1. Competência em Informação Análise de recursos, tutoriais e testes online Elisabeth Adriana Dudziak – 2009 Aula 2 – Curso de capacitação de bibliotecários do SIBi-USP Training The Trainers in Information Literacy
  2. 2. Bases Teóricas <ul><li>Como vimos, existem diferentes entendimentos do que significa ser competente em informação. </li></ul><ul><li>Tal significado depende do modelo mental que cada tem. </li></ul>
  3. 3. Definição de competência em informação <ul><li>Ser competente em informação significa combinar e mobilizar, de maneira ética, um conjunto de conhecimentos, habilidades, atitudes e recursos informacionais, sempre que for necessário, para tomar decisões, resolver problemas, preencher lacunas informacionais. </li></ul><ul><li>A pessoa competente em informação realiza estes processos quase sem perceber, pois internalizou comportamentos e atitudes apropriados. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>É transdisciplinar </li></ul><ul><li>Depende da integração e mobilização de um conjunto integrado de habilidades, conhecimentos e atitudes </li></ul><ul><li>É um processo de aprendizado contínuo </li></ul><ul><li>Envolve informação, conhecimento e inteligência </li></ul>A competência em Informação...
  5. 5. <ul><li>Permeia qualquer processo de criação de conhecimentos, produtos e processos </li></ul><ul><li>e/ou resolução de problemas </li></ul><ul><li>Pode ser concebida a partir de diferentes ênfases </li></ul>A competência em Informação...
  6. 6. Ciclo Completo da Competência em Informação
  7. 7. 3 paradigmas informacionais <ul><li>Foco nas habilidades de busca e acesso à informação </li></ul><ul><li>Foco no processo de pesquisa e uso da informação para criação de conhecimento </li></ul><ul><li>Foco no aprendizado holístico e aprendizado ao longo da vida </li></ul>
  8. 8. Concepções de Information Literacy Ênfase na Informação Ênfase no Conhecimento Ênfase no Aprendizado Sociedade da Informação Sociedade do Conhecimento Sociedade de Aprendizagem Acesso Acesso e processos Acesso, processos e relações O que O que e como O que, como e por que Acumulação do saber Construção do saber Fenômeno do saber Sistemas de Informação/Tecnologia Usuários/Indivíduos Aprendizes/Sujeitos sociedade Habilidades Habilidades e Conhecimentos Habilidades, Conhecimentos e Atitudes Visão tecnocrata Visão sistêmica Visão complexa Escola tradicional Escola em processo Escola aprendente Biblioteca como suporte Biblioteca como espaço de aprendizado Biblioteca aprendente e espaço de expressão Bibliotecário como intermediário Bibliotecário como mediador de processos Bibliotecário como sujeito e agente educacional
  9. 9. Ênfase em fontes e ferramentas 1 Ênfase no processo de conhecimento 2 Ênfase no fenômeno de aprendizado e inteligência 3 Concepção sócio-cultural e relacional Concepção cognitiva e processual Concepção informacional, digital - acesso
  10. 10. Concepção 1 – Acesso à informação <ul><li>Neste caso, o bibliotecário tem como objetivos: </li></ul><ul><ul><ul><li>Informar ao aprendiz sobre as ferramentas de busca da informação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Informar ao aprendiz as principais fontes de informação e formatos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Treinar o aprendiz na escolha e uso de ferramentas de busca da informação </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Habilidades e conhecimentos referenciais (servem para diversas situações) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Treinamento de uso da internet, computador, catálogos online, bases de dados, lógica booleana </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Informação e treinamento no uso de fontes de informação formais e informais, primárias e secundárias (guias temáticos, tipos de publicações) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Orientações de uso da biblioteca e seus serviços </li></ul></ul></ul></ul>
  11. 11. Concepção 2 – Foco no processo de pesquisa e uso da informação para produção de conhecimento <ul><li>Neste caso, o bibliotecário tem como objetivos: </li></ul><ul><ul><ul><li>Fornecer mecanismos que auxiliem o aprendiz a estruturar seu processo de pesquisa e resolução de problemas: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Como estruturar um tópico, hipóteses e proposições </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Como montar uma estratégia de investigação eficiente (incluindo métodos e técnicas de pesquisa quantitativa e qualitativa) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Como organizar a informação e estruturar um trabalho, carta, tese, currículo, memorial, etc. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Como produzir textos de qualidade </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Como citar e referenciar autores e obras </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Como apresentar resultados (apresentação de dados, trabalhos, palestras, sites, tutoriais, etc) </li></ul></ul></ul></ul>
  12. 12. Concepção 3 – Foco na mudança pessoal e aplicação do aprendizado ao longo da vida <ul><li>Neste caso, o bibliotecário tem como objetivo construir conjuntamente conhecimentos, habilidades e atitudes voltados: </li></ul><ul><ul><ul><li>Ao uso do pensamento crítico na análise e avaliação das informações: relevância, atualidade, qualidade, confiabilidade, integridade, precisão, estrutura lógica, argumentação. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>À reflexão política e consciência histórica sobre o sistema informacional: direito ao acesso à informação, liberdade de expressão, poder, fluxo e impacto da informação, impacto da ciência e da tecnologia na sociedade ou no meio ambiente, o exercício da cidadania. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>À construção de uma atitude ética : evitar o plágio, respeitar os direitos autorais, proteger os direitos humanos e dos animais, promover o desenvolvimento sustentável. </li></ul></ul></ul>
  13. 13. Teoria das Facetas <ul><li>Procedimento de pesquisa meta-teórico </li></ul><ul><li>Auxilia na determinação de variáveis </li></ul><ul><li>3 tipos de facetas: </li></ul><ul><ul><li>População dos sujeitos (P) </li></ul></ul><ul><ul><li>Conteúdo das variáveis pesquisadas (C) </li></ul></ul><ul><ul><li>Reações dos sujeitos (R) </li></ul></ul>
  14. 14. Facetas da educação para a competência em informação via web Competência em Informação Faceta 1 – público-alvo Faceta 2 – concepção Faceta 4 – foco Faceta 5 – níveis de maturidade de serviço Contexto universitário Faceta 3 – Tipo de design Faceta 6 – ciclo da c.i.
  15. 15. Faceta 1 – público-alvo <ul><ul><li>1.1 Alunos de graduação </li></ul></ul><ul><ul><li>1.2 Alunos de pós-graduação </li></ul></ul><ul><ul><li>1.3 Professores </li></ul></ul><ul><ul><li>1.4 Equipe da biblioteca </li></ul></ul>
  16. 16. Faceta 2 - Concepção <ul><ul><li>2.1 Concepção 1 – acesso (fontes e ferramentas) </li></ul></ul><ul><ul><li>2.2 Concepção 2 – processo de pesquisa e produção de conhecimento </li></ul></ul><ul><ul><li>2.3 Concepção 3 – pensamento crítico e ética </li></ul></ul><ul><ul><li>aprendizado ao longo da vida </li></ul></ul>
  17. 17. Faceta 3- Tipos de web design <ul><li>1. Centrado no sistema – </li></ul><ul><ul><li>Focado em seus componentes e na tecnologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Garante que as partes funcionam </li></ul></ul><ul><ul><li>O design é feito com base em modelos que historicamente “deram certo” </li></ul></ul><ul><ul><li>O projetista imagina e projeta respostas padrão </li></ul></ul><ul><li>2. Centrado nas atividades – </li></ul><ul><ul><li>Focado nos processos de grupos específicos </li></ul></ul><ul><ul><li>O projetista imagina os processos, cria ferramentas e respostas </li></ul></ul><ul><ul><li>Os usuários procuram se adaptar </li></ul></ul><ul><li>3. Centrado no usuário – </li></ul><ul><ul><li>Focado nas pessoas, suas necessidades e metas </li></ul></ul><ul><ul><li>Os usuários guiam o design, o sistema “aprende” (sistemas inteligentes) </li></ul></ul><ul><ul><li>O projetista identifica e traduz as necessidades dos usuários, a partir deles. </li></ul></ul>
  18. 18. Faceta 4 – foco – conteúdos de aprendizagem <ul><ul><li>3.1 Habilidades e destrezas </li></ul></ul><ul><ul><li>3.2 Conhecimento </li></ul></ul><ul><ul><li>3.3 Atitudes e valores </li></ul></ul>
  19. 19. Faceta 5 – níveis de maturidade <ul><ul><li>4.1 Serviço Nível 1 – informativo - via sistema. (informações básicas, estáticas, genéricas). </li></ul></ul><ul><ul><li>4.2 Serviço Nível 2 – interativo - mediação informacional – (links, contatos, comunicados, formulários). </li></ul></ul><ul><ul><li>4.3 Serviço Nível 3 – transacional - mediação pedagógica – resposta completa, personalizada (chat, atendimento personalizado, auto-serviço) </li></ul></ul>
  20. 20. Ciclo da Competência em Informação Faceta 6 – ciclo da C.I.
  21. 21. Atividade <ul><li>1. Vamos analisar algumas iniciativas de educação para a competência em informação: sites e tutoriais online </li></ul><ul><li>2. Facetas a serem analisadas: </li></ul><ul><ul><li>Faceta 1- público alvo </li></ul></ul><ul><ul><li>Faceta 2 – concepção </li></ul></ul>
  22. 22. Análise de sites e tutoriais online
  23. 23. Site 1 – http://www.usp.br/sibi/
  24. 24. Site 2 - http://www.sbu.unicamp.br/
  25. 25. Site 3 – E-COMS http://www.mariapinto.es/e-coms/
  26. 26. Site 4 – Penn State University Libraries http://www.libraries.psu.edu/instruction/infolit/andyou/infoyou.htm
  27. 27. Site 5 – B-On – Literacia da informação http://site.b-on.pt/e-learning/
  28. 28. Site 6 - LibraryTest http://www.librarytest.dk/
  29. 29. Site 7 - Literacia da informação http://www.evora.net/bpe/Linfo/
  30. 30. <ul><li>Acompanhe o Blog Competência Informacional para Bibliotecários. </li></ul><ul><li>Link: http://competencia-informacional.blogspot.com/ </li></ul>

×