Aula 10 (lista de exercicio)

3.694 visualizações

Publicada em

Aula 10: Lista de exercício sobre Cinética Química como revisão do conteúdo

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 10 (lista de exercicio)

  1. 1. QUÍMICA Aula 10 – Lista de Exercícios Prof. Elio Ferreira 01. (UFRGS) - O gráfico abaixo representa a perda de massa em função do tempo, para uma amostra de 1g de carbonato de cálcio, ao reagir com HCl 2M, segundo a equação: CaCO3 + 2HCl → CaCl2 + CO2 + H2O Em qual dos seguintes intervalos de tempo a reação foi mais rápida? a) 0 a 2 min b) 2 a 4 min c) 8 a 10 min d) 12 a 14 min e) 18 a 20 min 02. O gás ozônio absorve fortemente a região ultravioleta, o que é muito importante, pois há uma camada de ozônio na atmosfera superior que absorve a radiação ultravioleta perigosa, proveniente do Sol, protegendo, assim, a vida na Terra. O ozônio é formado segundo as etapas a seguir: I. Fotólise do O2 퐎ퟐ 퐋퐔퐙 → ퟐ퐎 II. Colisão entre um átomo de oxigênio e uma molécula de O2: O2 + O → O3 As moléculas de ozônio podem decompor-se da seguinte maneira: O + O3 → O2 Clorofluorcarbonetos (CFCs), como CFCl3, CF2Cl2 e CF3Cl, são conhecidos como freons e foram largamente empregados como fluidos para refrigeração e como propelentes em aerossóis. Nas camadas superiores da atmosfera, os freons sofrem uma dissociação fotolítica, produzindo átomos de cloro, que reagem facilmente com o ozônio: 푪푭푪풍ퟑ 푭푶푻Ó푳푰푺푬 → 푪푭푪풍ퟐ + 푪풍 A) Cl + O3 → O2 + ClO B) ClO + O → Cl + O2 O uso de CFCs e apontando como a principal causa do surgimento do “buraco” na camada de ozônio, sobre a Antártida e o Ártico. A decomposição do ozônio é acelerado na presença de átomos de cloro. Esses átomos: a) Transformam a reação endotérmica em exotérmica. b) Alteram o produto da reação. c) Diminuem a energia de ativação. d) Diminuem a quantidade de calor liberada pela reação. e) Diminuem a velocidade da reação. 02. (UEPA/2012) Um dos grandes problemas ambientais na atualidade relaciona-se com o desaparecimento da camada de ozônio na atmosfera. É importante notar que, quando desaparece o gás ozônio, aparece imediatamente o gás oxigênio de acordo com a equação abaixo: 2푂3(푔) ℎ푣 → 3푂2(푔) Considerando a velocidade de aparecimento de O2 igual a 12 mol/L.s, a velocidade de desaparecimento do ozônio na atmosfera em mol/L.s é: a) 12 b) 8 c) 6 d) 4 e) 2 03. (UEPA/2009) O aumento da velocidade da reação de combustão do metanol nos carros de fórmula 1 se dá: a) pelo aumento de oxigênio na câmara de combustão. b) pelo aumento de vapor de água na câmara de combustão. c) pela redução da pressão. d) pela diminuição do oxigênio na câmara de combustão. e) pela diminuição da temperatura na câmara de combustão. 04. (UEPA/2009) O gráfico que representa a reação de combustão do metanol é:
  2. 2. a) b) c) d) e) 05. (UEPA/2008) A bomba de napalm inventada, em 1942, em Harvard, foi usada contra os vietnamitas e até hoje é usada contra os palestinos. Essa bomba é constituída de gasolina líquida, material gelatinoso inerte e uma mistura de gasolina gasosa com oxigênio, contidas em um recipiente de metal. O fator que influencia a velocidade da combustão da gasolina para causar a explosão é: a) O metal do recipiente que funciona como catalisador. b) A baixa pressão no interior da bomba. c) A área de contacto entre a gasolina gasosa e oxigênio. d) A grande concentração do material gelatinoso. e) A baixa concentração de gasolina. 06. (ENEM/2010) Para explicar a absorção de nutrientes, bem como a função das microvilosidades das membranas nas células que revestem as paredes internas do intestino delgado, um estudante realizou o seguinte experimento: Colocou 200 mL de água em dois recipientes. No primeiro recipiente, mergulhou, por 5 segundos, um pedaço de papel liso, como na FIGURA 1; no segundo recipiente, fez o mesmo com um pedaço de papel com dobras simulando as microvilosidades, conforme FIGURA 2. Os dados obtidos foram: a quantidade de água absorvida pelo papel liso de 8 mL, enquanto o papel dobrado foi de 12 mL. Com base nos dados obtidos, infere-se que a função das microvilosidades intestinais com relação à absorção de nutrientes pelas células das paredes internas do intestino é a de a) manter o volume de absorção. b) aumentar a superfície de absorção. c) diminuir a velocidade de absorção. d) aumentar o tempo de absorção. e) manter a seletividade na absorção. 07. (UEPA/2014) Preparar o sagrado cafezinho de todos os dias, assar o pão de queijo e reunir a família para almoçar no domingo. Tarefas simples e do cotidiano ficarão mais caras a partir desta semana. O preço do gás de cozinha será reajustado pelas distribuidoras pela segunda vez este ano, com isso, cozinhar ficará mais caro. A equação química que mostra a queima do butano (gás de cozinha), em nossas residências é: C4H10(g) + 13 2 O2(g) → 4CO2(g) + H2O(l) O quadro abaixo ilustra a variação da concentração do gás butano em mols/L em função do tempo: [C4H10] (mol/L) 22,4 20,8 18,2 16,6 15,4 14,9 Tempo (horas) 0 1 2 3 4 5 As velocidades médias da queima do gás de cozinha nos intervalos entre 0 a 5 e 1 a 3 horas são respectivamente: 08. (ENEM/2013) A pílula anticoncenpicional é um método contraceptivo de maior segurança, sendo constituídas basicamente de dois
  3. 3. hormônios sintéticos semelhantes aos hormônios produzidos pelo organismo feminino, o estrogênio (E) e a progesterona (P). Em um experimento médico, foi analisado o sangue de uma mulher que ingeriu ininterruptamente um comprimido desse medicamento por dia durante seis meses. Qual gráfico representa a concentração sanguínea desses hormônios durante o período do experimento? 09. (UFRGS) - O estudo cinético para a reação química A → B está representado no gráfico da velocidade de reação (v), em função da concentração do reagente A. A partir desse gráfico pode-se dizer que a lei de velocidade para essa reação é: a) v = k .[A]2 b) v = k . [A] c) v = k d) v = k [A] e) v = k [A]2 10. (UFRGS) Observe o gráfico abaixo, no qual a concentração do reagente e do produto de uma reação elementar A B foi monitorada em função do tempo. Assinale a alternativa correta a respeito dessa reação. a) A reação ultrapassa o equilíbrio, porque a concentração final do produto é maior do que a do reagente. b) A velocidade de desaparecimento de A é sempre igual à velocidade de formação de B. c) A velocidade de formação de B torna-se maior que a velocidade de desaparecimento de A após o ponto em que as curvas se cruzam. d) A velocidade da reação direta é igual à velocidade da reação inversa no ponto em que as curvas se cruzam. e) A lei cinética para essa reação é v = k.[A].[B]. 11. (PUC) Considere o gráfico abaixo, referente ao diagrama energético de uma reação química ocorrendo em 2 etapas: A seguir, assinale a afirmativa INCORRET A: a) A etapa nº 1 é endotérmica b) A etapa nº 2 é exotérmica. c) A reação global é endotérmica. d) A velocidade da reação é determinada pela etapa 2. 12. (UEL) Para analisar o crescimento de raízes, quatro mudas idênticas de violeta foram submetidas a um procedimento experimental. Três das mudas foram colocadas em soluções nutritivas contendo diferentes concentrações de acido naftaleno acético, um inibidor do crescimento de raízes. As concentrações de acido utilizadas, em mol.L-1, foram: C1 = 2.10-4 C2 = 1.10-3 C3 = 2.10-5 A quarta muda, para controle foi colocada na mesma solução nutritiva, porém na ausência do inibidor. Observe o gráfico: As curvas que representam o crescimento das raízes para as concentrações C1, C2, C3 e de controle são, respectivamente, as de números: (a) IV, III, II, I. (b) III, IV, II, I (c) II, I, III, IV. (d) I, II, III, IV

×