Memórias de um sargento de milícias (trabalho)

374 visualizações

Publicada em

MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Memórias de um sargento de milícias (trabalho)

  1. 1. AMUDSON REGO JULIA LEROIZ JULIANA SGARIONI LUIZ GABRIEL TAIS SOUZA 3°C "Memórias de um Sargento de Milícias"
  2. 2. O romance de Manuel Antônio de Almeida, retrata a vida do Rio de Janeiro no início do século XIX e desenvolve pela primeira vez na literatura nacional a figura do malandro.
  3. 3. A história...  Leonardo e Maria viajavam de Lisboa ao Rio de Janeiro , no navio se apaixonaram, então se casaram e tiveram um filho, chamado Leonardo. Desde pequeno era arteiro e manhoso. Com o passar do tempo Maria começou a trair o marido, que quando descobriu deu uma surra na mulher, que consequentemente fugiu com o amante, o capitão do navio, para Lisboa. Leonardo então partiu deixando seu filho.
  4. 4. Então...  Leonardo (filho), ficou com seu padrinho, um barbeiro bem arranjado, que passou a gostar muito do menino. Planejou faze –lo padre, o ensinou a escrita e a leitura precariamente, depois o encaminhou a escola. Nesse tempo, sua madrinha o visitava frequentemente. O pobre menino não passava um dia sem apanhar na escola com a palmatória do mestre, quando começou ir sozinho a escola, matava as aulas e ia para a igreja com Tomás fazer bagunça.
  5. 5. Imaginando...  Imaginando a facilidade que teria de aprontar, se fosse coroinha igual o amigo, pediu ao padrinho para ser tal. O padrinho aceitou alegremente o interesse pela igreja. Mas logo veio a expulsão por tanto aprontar. Quando jovem levava uma vida de vadio. Ele e seu padrinho passaram a frequentar a casa de dona Maria, que tinha uma sobrinha, luisinha. Leonardo apaixonou se por ela.
  6. 6. O rival...  Em meio as intenções de Leonardo, apareceu José manuel, seu rival. Sua madrinha então tomou parte e inventou uma mentira, para que José desanimasse de luisinha. Nesses tempos seu padrinho veio a falecer, e Leonardo foi viver com seu pai. Seu pai que depois de muito lutar por uma cigana, acabou casado com a filha de uma comadre. Leonardo não se entendia com a madrasta, então um dia visitou dona Maria e ao não ver luisinha se envolveu em uma nova briga com a madrasta, e seu pai acabou ameaçando Leonardo com uma espada, que fugiu para a rua.
  7. 7. Depois...  Depois de muito andar, encontrou Tomás e mais alguns amigos, dentre eles vidinha, que despertou uma nova paixão. Foi viver na casa deles, aonde viviam duas senhoras irmãs, uma era mãe de três moças e outra mãe de três rapazes. Uma das moças era namorada de Tomás e vidinha era a paixão de dois rapazes. Como ela era mais interessada em Leonardo os dois primos armaram contra ele. A armadilha fez Leonardo ser preso, pelo major vidigal um homem muito temido, mas antes de chegar a cadeia Leonardo fugiu. Com medo de arrumar mais problemas a madrinha de Leonardo lhe arrumou um emprego na casa real, mas logo foi demitido por se aproximar da mulher de uns de homens de poder da casa.
  8. 8. O acontecimento...  Ao saber de tudo, vidinha foi tomar satisfações. Leonardo saiu atrás dela para impedir, quando chegou a porta da casa, na indecisão de entrar ou não, Vidigal o pegou. Nesses tempos a mentira de sua madrinha foi descoberta e José Manuel ganhou a mão de luisinha em casamento, logo depois mostrou o mau caráter que tinha. Leonardo foi granadeiro do major Vidigal, vidinha e sua família procuraram por ele e sem encontrar passaram a odia-lo. Em uma noite Vidigal armando a prisão de Teotônio, mandou Leonardo ir a casa do pai dele, lá estava dando a festa de batizado da filha de tal, e Teotônio estava animando a festa, Leonardo ficaria no batizado para facilitar a captura e Vidigal e seus homens esperavam na porta.
  9. 9. Se sentindo um traidor...  Leonardo se sentindo um traidor, ajudou Teotônio a fugir da cadeia sem se comprometer, o plano deu certo mas de tão alegre que ficou acabou se denunciando. Vidigal então o prendeu. Sua madrinha ao saber, foi rogar por ele até o Vidigal, sem resultados. Após uma forte reconciliação com dona Maria, foram as duas pedir a liberação do rapaz o que não conseguiram. As duas foram pedir ajuda de Maria Regalada a primeira paixão de Vidigal, elas conseguiram ajuda e foram as três até ele, depois de muito tentar e nada conseguir, Maria Regalada falou em particular com Vidigal, e disse que se Leonardo fosse solto, viveria com ele. Como esse sempre foi o sonho do major, aceitou a proposta e prometeu uma surpresa.
  10. 10. Os últimos acontecimentos...  Nesses temos luisinha ficou viuva, foi no dia do enterro de José manuel que Leonardo apareceu, já era um sargento. Passou a frequentar novamente a casa de dona Maria, seus sentimentos por luisinha, renasceram e os dela também. A madrinha e dona Maria estavam de acordo com o casamento, mas o que impedia esse casamento, era seu posto de sargento. Pediram novamente a ajuda de Vidigal que nesses tempos já vivia com Maria regalada, o homem cedeu com gosto, e fez de Leonardo o sargento de melicias, ofício que permitia o casamento. Leonardo casou se com luisinha, Leonardo (pai) e dona Maria faleceram. Fim.

×