SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Concordância
Nominal
Concordância Nominal
Regra Geral
O artigo, o pronome, o numeral e o adjetivo devem concordar em gênero e
número com o substantivo ao qual se referem.
Ex.: Os nossos dois brinquedos preferidos estão quebrados.
artigo
(masc.pl.)
pronome
(masc.pl.)
numeral
(masc.pl.)
substantivo
(masc.pl.) adjetivo
(masc.pl.)
Observe que o artigo os, o pronome nossos, o numeral dois e o adjetivo
preferidos referem-se ao substantivo (masculino/plural) brinquedos. Por isso é
que eles estão todos no masculino plural.
Casos especiais de Concordância
Nominal
I. Adjetivo referente a vários substantivos:
1. Quando o adjetivo vier depois de dois ou mais substantivos do mesmo
gênero, há duas possibilidades de concordância:
 O adjetivo assume o gênero do substantivo e vai para o plural, ou concorda
em gênero e número com o mais próximo.
Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhol.
concordou apenas com o
mais próximo
Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhóis.
masculino/plural
2. Quando o adjetivo vier posposto a dois ou mais substantivos de gêneros
diferentes, também há duas possibilidades de concordância:
 O adjetivo vai para o masculino plural ou concorda em gênero e número com o
substantivo mais próximo.
Ex.: Ele apresentou argumento e razão justos.
masculino/plural
Ex.: Ele apresentou argumento e razão justa.
concordou com o substantivo
mais próximo
Ex.: Ele apresentou razão e argumento justo.
concordou com o substantivo
mais próximo.
3. Quando o adjetivo vier anteposto a dois ou mais substantivos, concordará
com o mais próximo, se funcionar como adjunto adnominal; entretanto se
funcionar como predicativo, haverá duas possibilidades: poderá ir para o plural
ou concordar com o mais próximo.
Ex.: Nunca vi tamanho desrespeito e ingratidão.
adjetivo substantivo substantivo
adjunto adnominal
Ex.: Permaneceu fechada a porta e o portão.
predicativo do sujeito (concorda com o mais próximo)
Ex.: Permaneceram fechados a porta e o portão.
predicativo do sujeito (masculino plural)
II. Dois ou mais adjetivos referentes a um substantivo determinado por artigo:
Admitem duas possibilidades:
a) O substantivo fica no singular e põe-se o artigo também antes do segundo
adjetivo.
Ex.: Meu professor ensina a língua inglesa e a francesa.
b) O substantivo fica no plural e omite-se o artigo antes do segundo adjetivo:
Ex.: Meu professor ensina as línguas inglesa e francesa.
Casos particulares de Concordância Nominal
1. As palavras menos, alerta e pseudo são advérbios e ficam invariáveis.
Ex.: Os soldados estavam alerta.
Há menos pessoas do que prevíamos.
2. As expressões é proibido, é necessário, é bom, é preciso quando se referem
a palavras desacompanhadas de determinantes, tomadas, portanto, em sua
generalidade, ficam invariáveis.
Ex.: É proibido entrada.
Cerveja é bom.
Coragem é necessário.
Porém, se a palavra estiver acompanhada de determinante, com ela devem
concordar.
Ex.: É proibida a entrada.
A cerveja é boa.
A coragem é necessária.
3. As palavras bastante, meio, pouco, muito, caro, barato
a) Quando têm valor de adjetivo, concordam com o substantivo.
Ex.: Serviu-nos meia porção de arroz.
Conversamos bastantes vezes a esse respeito.
Os automóveis estão caros.
As frutas estão baratas.
Já é meio-dia e meia.
b) Quando têm valor de advérbio ficam invariáveis.
Ex.: Maria está meio aborrecida.
Os alunos são bastante estudiosos.
Esses automóveis custam caro.
As laranjas custam barato.
Estamos muito cansadas.
4. Os adjetivos anexo, obrigado, incluso, mesmo, próprio, só, leso, quite
concordam com o substantivo a que se referem.
Ex.: Seguem anexos os documentos da partilha de bens.
A carta segue anexa.
Os documentos estão inclusos.
Ela mesma redigiu a carta.
Eles estão sós.
Estou quite com você.
Muito obrigada – disse ela.
Observação:
Os advérbios só (equivalente a somente), menos e alerta e as expressões em
anexo e a sós são invariáveis.
Ex.: Elas só esperam uma nova oportunidade.
Leia a carta e veja as fotografias em anexo.
As meninas ficaram a sós no quarto.
Dicas:
1. Quando a palavra só equivaler a sozinho ela será adjetivo e, portanto,
concordará com o substantivo.
2. Quando a palavra só equivaler a somente ela será advérbio e ficará invariável.
3. Quando a palavra bastante equivaler a muitos/ muitas ela será adjetivo e,
portanto, concordará com o substantivo.
4. A palavra meio equivalente a metade é adjetivo e concorda com o substantivo.
5. A palavra meio equivalendo a um pouco é advérbio e não varia.
Referências bibliográficas
FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática : teoria, sínteses das unidades,
atividades práticas, exercícios de vestibulares: 2º Grau. São Paulo: FTD, 1992. p.
343-352.
SARMENTO, Leila L. Gramática em texto. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2000.
p.470-475.
CEREJA, William Roberto & MAGALHÃES, Tereza C. Gramática Reflexiva. São
Paulo: Atual, 1999. p. 334-336.
MAIA, João D. Português: Série Novo Ensino Médio. São Paulo: Editora Ática,
2003.
CIPRO NETO, Pasquale & INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa.
São Paulo: Scipione, 1997.
GIACOMOZZI, Gilio & VALÉRIO, Gildete & FENGA, Cláudia R. Estudos de
Gramática. São Paulo: FTD, 1999.
Concordância nominal
Concordância nominal

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Colocação pronominal
Colocação pronominal Colocação pronominal
Colocação pronominal
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
 
Parnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiroParnasianismo brasileiro
Parnasianismo brasileiro
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Trovadorismo humanismo
Trovadorismo humanismoTrovadorismo humanismo
Trovadorismo humanismo
 
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINALCONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Texto literário e não literário
Texto literário e não literárioTexto literário e não literário
Texto literário e não literário
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
O pré modernismo
O pré modernismoO pré modernismo
O pré modernismo
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Parnasianismo'
Parnasianismo'Parnasianismo'
Parnasianismo'
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Acentuação gráfica
Acentuação gráficaAcentuação gráfica
Acentuação gráfica
 
Romance
RomanceRomance
Romance
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 

Semelhante a Concordância nominal

Concordância nominal i
Concordância nominal iConcordância nominal i
Concordância nominal iNádia França
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINALCONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINALguestcc4296e
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância NominalBlog Estudo
 
72079 20050917090909
72079 2005091709090972079 20050917090909
72079 20050917090909Ethernella
 
Concordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º anoConcordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º anoLidiane Rodrigues
 
Concordncia nominal
Concordncia nominalConcordncia nominal
Concordncia nominalRedeConcurso
 
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalCefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalProfFernandaBraga
 
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominalCefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominalProfFernandaBraga
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância NominalAngela Santos
 
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxSlides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxRosy Almeida
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominalEdson Alves
 
concordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxconcordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxKarine Lima
 
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaConcordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaKarine Lima
 
Concrdância verbal
Concrdância verbalConcrdância verbal
Concrdância verbalJomari
 
Concrdância Verbal
Concrdância VerbalConcrdância Verbal
Concrdância VerbalJomari
 
Aula 1 Concordância
Aula 1 ConcordânciaAula 1 Concordância
Aula 1 Concordância2º ano CSR
 
Cefet/Coltec Aula 18 - concordância verbal
Cefet/Coltec Aula 18 -  concordância verbalCefet/Coltec Aula 18 -  concordância verbal
Cefet/Coltec Aula 18 - concordância verbalProfFernandaBraga
 

Semelhante a Concordância nominal (20)

Concordância nominal i
Concordância nominal iConcordância nominal i
Concordância nominal i
 
Apresentação francinete
Apresentação francineteApresentação francinete
Apresentação francinete
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINALCONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINAL
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
72079 20050917090909
72079 2005091709090972079 20050917090909
72079 20050917090909
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Concordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º anoConcordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º ano
 
Concordncia nominal
Concordncia nominalConcordncia nominal
Concordncia nominal
 
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalCefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
 
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominalCefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxSlides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
concordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxconcordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptx
 
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaConcordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
 
Concrdância verbal
Concrdância verbalConcrdância verbal
Concrdância verbal
 
Concrdância Verbal
Concrdância VerbalConcrdância Verbal
Concrdância Verbal
 
Aula 1 Concordância
Aula 1 ConcordânciaAula 1 Concordância
Aula 1 Concordância
 
Cefet/Coltec Aula 18 - concordância verbal
Cefet/Coltec Aula 18 -  concordância verbalCefet/Coltec Aula 18 -  concordância verbal
Cefet/Coltec Aula 18 - concordância verbal
 

Último

EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptxLuana240603
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 

Último (20)

EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptxCONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio  ead.pptx
CONCORDÂNCIA NOMINAL atividade ensino médio ead.pptx
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 

Concordância nominal

  • 2. Concordância Nominal Regra Geral O artigo, o pronome, o numeral e o adjetivo devem concordar em gênero e número com o substantivo ao qual se referem. Ex.: Os nossos dois brinquedos preferidos estão quebrados. artigo (masc.pl.) pronome (masc.pl.) numeral (masc.pl.) substantivo (masc.pl.) adjetivo (masc.pl.) Observe que o artigo os, o pronome nossos, o numeral dois e o adjetivo preferidos referem-se ao substantivo (masculino/plural) brinquedos. Por isso é que eles estão todos no masculino plural.
  • 3. Casos especiais de Concordância Nominal I. Adjetivo referente a vários substantivos: 1. Quando o adjetivo vier depois de dois ou mais substantivos do mesmo gênero, há duas possibilidades de concordância:  O adjetivo assume o gênero do substantivo e vai para o plural, ou concorda em gênero e número com o mais próximo. Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhol. concordou apenas com o mais próximo Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhóis. masculino/plural
  • 4. 2. Quando o adjetivo vier posposto a dois ou mais substantivos de gêneros diferentes, também há duas possibilidades de concordância:  O adjetivo vai para o masculino plural ou concorda em gênero e número com o substantivo mais próximo. Ex.: Ele apresentou argumento e razão justos. masculino/plural Ex.: Ele apresentou argumento e razão justa. concordou com o substantivo mais próximo Ex.: Ele apresentou razão e argumento justo. concordou com o substantivo mais próximo.
  • 5. 3. Quando o adjetivo vier anteposto a dois ou mais substantivos, concordará com o mais próximo, se funcionar como adjunto adnominal; entretanto se funcionar como predicativo, haverá duas possibilidades: poderá ir para o plural ou concordar com o mais próximo. Ex.: Nunca vi tamanho desrespeito e ingratidão. adjetivo substantivo substantivo adjunto adnominal Ex.: Permaneceu fechada a porta e o portão. predicativo do sujeito (concorda com o mais próximo) Ex.: Permaneceram fechados a porta e o portão. predicativo do sujeito (masculino plural)
  • 6. II. Dois ou mais adjetivos referentes a um substantivo determinado por artigo: Admitem duas possibilidades: a) O substantivo fica no singular e põe-se o artigo também antes do segundo adjetivo. Ex.: Meu professor ensina a língua inglesa e a francesa. b) O substantivo fica no plural e omite-se o artigo antes do segundo adjetivo: Ex.: Meu professor ensina as línguas inglesa e francesa.
  • 7. Casos particulares de Concordância Nominal 1. As palavras menos, alerta e pseudo são advérbios e ficam invariáveis. Ex.: Os soldados estavam alerta. Há menos pessoas do que prevíamos. 2. As expressões é proibido, é necessário, é bom, é preciso quando se referem a palavras desacompanhadas de determinantes, tomadas, portanto, em sua generalidade, ficam invariáveis. Ex.: É proibido entrada. Cerveja é bom. Coragem é necessário. Porém, se a palavra estiver acompanhada de determinante, com ela devem concordar. Ex.: É proibida a entrada. A cerveja é boa. A coragem é necessária.
  • 8. 3. As palavras bastante, meio, pouco, muito, caro, barato a) Quando têm valor de adjetivo, concordam com o substantivo. Ex.: Serviu-nos meia porção de arroz. Conversamos bastantes vezes a esse respeito. Os automóveis estão caros. As frutas estão baratas. Já é meio-dia e meia. b) Quando têm valor de advérbio ficam invariáveis. Ex.: Maria está meio aborrecida. Os alunos são bastante estudiosos. Esses automóveis custam caro. As laranjas custam barato. Estamos muito cansadas.
  • 9. 4. Os adjetivos anexo, obrigado, incluso, mesmo, próprio, só, leso, quite concordam com o substantivo a que se referem. Ex.: Seguem anexos os documentos da partilha de bens. A carta segue anexa. Os documentos estão inclusos. Ela mesma redigiu a carta. Eles estão sós. Estou quite com você. Muito obrigada – disse ela. Observação: Os advérbios só (equivalente a somente), menos e alerta e as expressões em anexo e a sós são invariáveis. Ex.: Elas só esperam uma nova oportunidade. Leia a carta e veja as fotografias em anexo. As meninas ficaram a sós no quarto.
  • 10. Dicas: 1. Quando a palavra só equivaler a sozinho ela será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo. 2. Quando a palavra só equivaler a somente ela será advérbio e ficará invariável. 3. Quando a palavra bastante equivaler a muitos/ muitas ela será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo. 4. A palavra meio equivalente a metade é adjetivo e concorda com o substantivo. 5. A palavra meio equivalendo a um pouco é advérbio e não varia.
  • 11. Referências bibliográficas FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática : teoria, sínteses das unidades, atividades práticas, exercícios de vestibulares: 2º Grau. São Paulo: FTD, 1992. p. 343-352. SARMENTO, Leila L. Gramática em texto. 1. ed. São Paulo: Moderna, 2000. p.470-475. CEREJA, William Roberto & MAGALHÃES, Tereza C. Gramática Reflexiva. São Paulo: Atual, 1999. p. 334-336. MAIA, João D. Português: Série Novo Ensino Médio. São Paulo: Editora Ática, 2003. CIPRO NETO, Pasquale & INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. São Paulo: Scipione, 1997. GIACOMOZZI, Gilio & VALÉRIO, Gildete & FENGA, Cláudia R. Estudos de Gramática. São Paulo: FTD, 1999.