Natureza Verde - Sustentabilidade

426 visualizações

Publicada em

Projeto inovador:
visa à implementação de um novo, significante e revolucionário serviço de coleta seletiva de residuos, inovando no processo e na prática de relacionamento entre atores em toda a adeia da industria ao consumidor e
destes novamente as industras, passando por grupos de

interesse e organizações ligadas a sustentabilidade.
SINAPSE DO "NATUREZA VERDE"
Numa perspectiva bastante abrangente, o projeto Natureza

Verde pode ser definido como o resultado de um processo

mental de geração de novas ideias sobre o tema

sustentabilidade. Que gerou um novo método para a solução

de um grande problema inibidor das ações de aproveitamento

do material reciclável (Logística) e novo produto com

funcionalidade destinado aos ambientes de coleta.

O projeto Natureza Verde envolve criatividade e inovação

sob tudo o que existe até hoje em matéria de reciclagem de

plásticos sólidos. Pela definição acadêmica, "CRIATIVIDADE"

é pensar coisas novas, "INVAÇÃO" é fazer coisas novas e

valiosas.
Portanto, nosso projeto é inovador porque visa à implementação de um novo, significante e revolucionário serviço de coleta seletiva desses produtos inovando no processo de trabalho, e na prática de relacionamento
entre pessoas, grupos e organizações.

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Natureza Verde - Sustentabilidade

  1. 1. Em junho de 2011 acabou o prazo para o Eco-Debate, previsto na lei12.305/2010, que tinha como objetivo criar grupos técnicos para auxiliarna execução, definir as prioridades e cronograma das propostas deacordos setoriais. Portanto, apresentamos a proposta inovadora daFundação Natureza Verde, para implantção do exclusivo sistema ECO-Tde logística reversa, totalmente criado e idealizado por seu fundador, queirá revolucionar o modelo atual e dividir com seus parceiros osbenefícios desta inovção.Você pode fazer a diferença apoiando nossa iniciativa!
  2. 2. Projeto de Responsabilidade Socioambiental, para:
  3. 3. INOVAÇÃOVisa a implementação de um novo, significante erevolucionário serviço de coleta seletiva de re-síduos, inovando no processo e na prática derelacionamento entre atores em toda a cadeia.
  4. 4. RESGATE DACIDADANIA
  5. 5. Resgatar a dignidade do catador de material reciclável dandoa ele o devido valor frente ao grande benefício queproporciona a todos como zelador do meio ambiente.Nosso trabalho como instituição é de ajuda-los através deapoio organizacional, educação, valorização einstrumentalização para uma operação que possa garantireficiência, ganho de produtividade e geração de renda.Também atingir toda a sociedade transformando cadaconsumidor em um agente multiplicador de boas práticaseco-responsáveis.
  6. 6. PERFIL &PÚBLICO ALVO
  7. 7. Toda a sociedade desde pessoas físicas e jurídicas de pequeno a grandeporte. Organizações não governamentais; Fundações destinadas a ativi-dades que gerem sustentabilidade com responsabilidade, e quebusquem reforçar conceitos sobre consumo sustentável baseado nosquatro érres:Repensar, Reduzir, Reutilizar e Reciclar.Parcerias estão sendo trabalhadas com empresas e com instituições queapresentem sinergia com os objetivos do programa, e que valorizem apreservação do meio ambiente e estejam dispostas a contribuir de formadecisiva para mudanças estruturais necessárias.Tenham profundo interesse em desatrelar suas marcas do caos que temse tornado áreas degradadas pelo descarte irresponsável de embalagense resíduos recicláveis, pois trás uma exposição que não contribui para aimagem de empresa sustentável.
  8. 8. OBJETIVOErradicação da pobreza no setor de reciclagem através da organização,capacitação, apoio técnico e fornecimento de infraestrutura, sistema,metodologia e valorização profissional.Executar ações concretas no cotidiano das pessoas e das empresas,transformando o quadro de degradação ambiental.Resgatar a dignidade dos trabalhadores através da educação e geraçãode renda para do setor de coleta de residos recicláveis.
  9. 9. PLANOESTRATÉGICOO Plano Estratégico para a reversão deste quadro passa peloenvolvimento e educação da sociedade a começar pelas camadasinfantis pré-escolares indo até os adultos e executivos das grandesempresas, geradoras de parte considerável do lixo urbano.As empresas que optarem por apoiar o projeto receberão os dividendosda boa imagem de instituição eco-friendly, que assume seu encargopor cuidar do meio ambiente, onde habitam seus consumidores, cadavez mais eco-responsáveis.
  10. 10. TIRE SUAMARCADO LIXOO Eco-T entra como o maior facilitador do processo de res-gate das suas embalagens e nenhuma engarrafadora vaiquerer continuar deixando passar esta oportunidade nemmesmo “permanecer com suas marcas no lixo”. Tema dacampanha a ser usada no lançamento do programa “Tire suamarca do lixo”.
  11. 11. O MODELO ECO-TO cidadão comum de qualquer classe social pode e deve participar.Empresas condomínios organizações dos mais diversos segmentostambém.O modelo é de inclusão e não de exclusão social como o atual.O modelo ECO-T traz geração de renda com responsabilidade social.ECO-T uma alternativa inovadora, inteligente de logística reversa comosolução para parte significativa do lixo reciclável e uma forma efetiva decontribuição eficaz à sustentabilidade do meio ambiente.
  12. 12. Loja Lixo Consumidor Plastico A Plastico B NovosProdutos Fábrica de Reciclagem
  13. 13. METODOLOGIAO Sistema ECO-T cumpre o papel de prover toda a gama de soluçõespara o funcionamento de todo o processo nas áreas já mapeadas ondesoluções foram desenhadas para implementação passo-a-passo do pro-jeto.Orientar o descarte do lixo de maneira adequada, consciente e respon-sável separando corretamente aquilo que é reciclável.Uma campanha educacional em vários níveis demonstrando a maneirasimples e organizada do modelo Eco-T permitirá formar hábitos novos esaudáveis com alto grau de eficiência.
  14. 14. JUSTIFICATIVAConsumo consciente, é consumir sem consumiro mundo em que se vive.
  15. 15. O modelo atual de reciclagem que privilegia poucos em detrimento damaioria que é explorada até com trabalho escravo.Encontramos e desenvolvemos várias alternativas ao modelo atual comum olhar mais cuidadoso sobre os processos e mais crítico medindo oimpacto que o modelo atual causa ao meio ambiente.Fator importante: São 5.565 municípios brasileiros, mas (42,4%) 2.360 nãotem qualquer iniciativa de tratamento se resíduos.O modelo ECO-T inverte a prioridade e envolve os fornecedores(fabricantes ou distribuidores) como corresponsáveis pela retirada do re-síduo que distribuiu e muda a direção da riqueza do material recolhidotransformando a distribuição da renda de forma mais justa, mais eficaz eresponsável.
  16. 16. AÇÕES DE P&DCom o Eco-T, vamos revolucionar o processo de seleção ecoleta dos resíduos sólidos recicláveis.Ações de P&D entre parceiros serão incentivadas a uma participaçãomais efetiva e poderão ser apoiadas pelas empresas com vista a priorizaros resultados às suas marcas.
  17. 17. PATROCÍNIOEmpresas parceiras poderão contar com três modalidades departicipação; Patrocínio, (Gold, Silver e Bronze), Apoio, SócioInstitucional. Cada uma das modalidades contempla diferentes níveis decontrapartida, proporcional ao volume de recursos investido no projeto.Os parceiros que iniciarem desde o inicio do projeto, nesta primeira fase,limitada aos primeiros 90 dias, gozarão de condições especiais e obterãocomo contra partida à proporção de 2 para 1, ou seja, para cada realinvestido receberão 2 em benefícios diretos de crédito para uso nascampanhas de marketing e ações promocionais com inclusão de seuslogos em toda a literatura e mídia comprada diretamente.
  18. 18. RESPONSABILIDADEMinimizar o caos gerado por 6 Bilhões degarrafas e 9,4 Bilhões de latas.São jogados na natureza 6 bilhões de garrafas descartáveis por ano, quelevarão 16 gerações, ou 146 mil dias, para serem decompostas.7 bilhões de humanos produzem em média 1 kg de lixo por dia. Omitir-seé o mesmo que condenar as futuras gerações a uma qualidade de vidapior que a atual. O omisso é tão responsável quanto o que ignora anecessidade do semelhante e do Planeta.
  19. 19. É possível estimar o tamanho da agressãoprovoca em mananciais, rios, praias, tornando-osvetores de transmissão de doenças além detornar as terras à volta inapropriadas para oconvívio humano.
  20. 20. PARCERIASContando com o apoio do site de Crowdfunding Sibite.combuscaremos nas principais empresas produtoras de refrigerantes, águamineral e bebidas o apoio institucional, já que serão os primeiros a sebeneficiar com o projeto e para os quais os trabalhos representaçãoimagem de sustentabilidade e de responsabilidade ambiental e nocumprimento da lei do Descarte das Embalagens Nº 269/99 quedetermina sua aplicação para os seguintes segmentos:1. Bebidas e alimentos de qualquer natureza;2. Óleos combustíveis, lubrificantes e similares;3. Cosméticos;4. Produtos de higiene e limpeza.
  21. 21. SÓCIOINSTITUCIONALPessoas físicas também podem participar na modalidade “SócioInstitucional” destinado àqueles que abraçarem a causa e pudereminvestir recursos financeiros no projeto.Serão certificados e receberão créditos na proporção 2 pra 1 para ser reti-rados em produtos da linha ECO-T.
  22. 22. For talecer a cultura de reciclagem é um desafiode todo cidadão como forma de contribuirdecisivamente para a sustentabilidade comgeração de renda, não apenas no Brasil, mas nomundo, quando programamos expandir na 4afase de internacionalização.
  23. 23. OBRIGADO!

×