SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Baixar para ler offline
CRISE DO SISTEMA COLONIAL
                 Prof. Wendell Guedes.
Mineração
         Aspectos
       Administrativos:

  • Intendência das Minas:
    “Datas”;
  • Tratado de Methuen
    (Panos e Vinhos);
  • Impostos: “Casas de
    Fundição” - “Quinto”,
    “Captação”,     “Finta”,
    “Derrama”.
“O ouro brasileiro deixou buracos no Brasil, conventos em Portugal e
fábricas na Inglaterra.” (Eduardo Galeano.)
Distrito
   Diamantino:

 Arraial do Tijuco:
Exploração a cargo
dos Contratadores.
Movimentos Nativistas
Características:
• Não visavam a Independência do Brasil;
• Primeiros a se rebelarem contra a
  autoridade portuguesa, porém, em
  caráter pontual, sem contestar o
  sistema colonial como um todo;
• Não havia ainda sustentação ideológica
  para se propor um rompimento
  completo com a metrópole.
ACLAMAÇÃO DE AMADOR BUENO (SP/1641):
• Paulistas com medo de represália portuguesa após
  a restauração monárquica;
REVOLTA DOS BECKMAN (MA/1684):
• Companhia Geral de Comércio do Maranhão;
• Liderança dos irmãos Beckman (Manuel e Tomás);
• Culminou com o enforcamento dos principais chefes do movimento.
               GUERRA DOS EMBOABAS (MG/ 1708-1709):
• Paulista x Emboabas (apelido dado aos forasteiros);
• Disputa pelo direito a extração do ouro.
GUERRA DOS MASCATES (PE/1710-1712):
• Olinda (senhores de engenho em decadência) x Recife
  (comerciantes – mascates ).
                                    REVOLTA DE VILA
                                    RICA ou REVOLTA
                                    FELIPE DOS SANTOS
                                    (MG/1720):
                                    • Contrários        a
                                       criação das Casas
                                       de Fundição;
                                    • Exigiam           a
                                       diminuição    dos
                                       Impostos;
                                    • Enforcamento      e
                                       esquartejamento
                                       do      líder   do
                                       movimento.
O julgamento de Felipe dos Santos.
       (Antônio Parreiras).
“Dorme, meu menino, dorme,
 - que Deus te ensine a lição
dos que sofrem neste mundo
   violência e perseguição.
  Morreu Filipe dos Santos:
   outros, porém, nascerão.”
                Cecília Meireles.
Movimentos
Separatistas
INCONFIDÊNCIA MINEIRA (1789):
•   Opressão econômica: “Finta” e “Derrama”;
•   Alvará de 1785: proibia a produção de manufaturas no Brasil;
•   Influenciados ideologicamente pela Independência dos EUA e
    pelos ideais Iluministas;
•   O movimento estouraria no dia da cobrança da “Derrama”;
•   Não tinham um plano definido caso fossem vitoriosos.
Desfecho:
•   Foram delatados
    por       Joaquim
    Silvério dos Reis;
•   Enforcamento e
    esquartejamento
    dos         líderes
    (pobres)         da
    Conjuração.
CONJURAÇÃO BAIANA (1798):

• Influenciados pelas “abomináveis ideias francesas”: Período do “Terror”
  Jacobino;
• Participação da Maçonaria: “Cavaleiros da Luz” liderados por Cipriano
  Barata;
• Objetivos: Proclamar a República; Abolir a escravidão; Igualdade
  jurídica entre as pessoas; Liberdade religiosa; Participação política da
  população; Liberdade de comércio.


                                                      Manifesto dos
                                                        conjurados:
                                                    “Animais-vos povo
                                                  baiense, pois está para
                                                 chegar o tempo feliz de
                                                 nossa liberdade, o tempo
                                                  em que todos seremos
                                                 irmãos, o tempo em que
                                                  todos seremos iguais”.
As delações levaram a prisão os participantes do
 movimento, a execução coube aos mais pobres
         entre os envolvidos (alfaiates).




Praça da Piedade, Salvador, onde foram executados os líderes (pobres)
                        da conjuração Baiana.
"É melhor atirar-se à luta em busca
de dias melhores, mesmo correndo o
    risco de perder tudo, do que
    permanecer estático, como os
  pobres de espírito, que não lutam,
 mas também não vencem, que não
 conhecem a dor da derrota, nem a
 glória de ressurgir dos escombros."
                         (Bob Marley)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joaninodmflores21
 
A colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaA colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaEdenilson Morais
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilGeová da Silva
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaFernando Fagundes
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Edenilson Morais
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º anoEloy Souza
 
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).pptBrasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).pptdmflores21
 
Colonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaColonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaEdenilson Morais
 
Brasil - Revoltas Coloniais
Brasil - Revoltas ColoniaisBrasil - Revoltas Coloniais
Brasil - Revoltas Coloniaiscarlosbidu
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano7 de Setembro
 
Inconfidência Mineira
Inconfidência MineiraInconfidência Mineira
Inconfidência MineiraMarina Wekid
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haitihistoriando
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antigacattonia
 

Mais procurados (20)

Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
 
A colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesaA colonização da América portuguesa
A colonização da América portuguesa
 
Chegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasilChegada da família real ao brasil
Chegada da família real ao brasil
 
Independência dos EUA
Independência dos EUAIndependência dos EUA
Independência dos EUA
 
Brasil colônia
Brasil colônia Brasil colônia
Brasil colônia
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
 
Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)Primeiro Reinado (1822-1831)
Primeiro Reinado (1822-1831)
 
Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).pptBrasil pré colonial (1500-1530).ppt
Brasil pré colonial (1500-1530).ppt
 
Colonização da América Espanhola
Colonização da América EspanholaColonização da América Espanhola
Colonização da América Espanhola
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Brasil - Revoltas Coloniais
Brasil - Revoltas ColoniaisBrasil - Revoltas Coloniais
Brasil - Revoltas Coloniais
 
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º anoAula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
Aula sobre 1ª Guerra Mundial - 9º ano
 
Conjuração Baiana
Conjuração BaianaConjuração Baiana
Conjuração Baiana
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 
Astecas maias e incas
Astecas maias e incasAstecas maias e incas
Astecas maias e incas
 
Inconfidência Mineira
Inconfidência MineiraInconfidência Mineira
Inconfidência Mineira
 
A independência do haiti
A independência do haitiA independência do haiti
A independência do haiti
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 

Destaque

Mineração e Crise do Sistema Colonial
Mineração e Crise do Sistema ColonialMineração e Crise do Sistema Colonial
Mineração e Crise do Sistema ColonialJoão Medeiros
 
Crise sistema colonial
Crise sistema colonialCrise sistema colonial
Crise sistema colonialChromus Master
 
Sistema colonial
Sistema colonial Sistema colonial
Sistema colonial profnelton
 
Sistema Colonial
Sistema ColonialSistema Colonial
Sistema Colonialmdaltmann
 
Sistema colonial
Sistema colonial Sistema colonial
Sistema colonial profnelton
 
175 abcdefghi brasil colonial 1750 1801 crise na produção aurifera e do siste...
175 abcdefghi brasil colonial 1750 1801 crise na produção aurifera e do siste...175 abcdefghi brasil colonial 1750 1801 crise na produção aurifera e do siste...
175 abcdefghi brasil colonial 1750 1801 crise na produção aurifera e do siste...cristianoperinpissolato
 
O império colonial português no século XVIII
O império colonial português no século XVIIIO império colonial português no século XVIII
O império colonial português no século XVIIIanabelasilvasobral
 
Guerra ao Terror
Guerra ao TerrorGuerra ao Terror
Guerra ao Terroreiprofessor
 
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem MundialNova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundialeiprofessor
 
A Invenção do Oriente Médio
A Invenção do Oriente MédioA Invenção do Oriente Médio
A Invenção do Oriente Médioeiprofessor
 
Invasões Estrangeiras e Expansão Territorial
Invasões Estrangeiras e Expansão TerritorialInvasões Estrangeiras e Expansão Territorial
Invasões Estrangeiras e Expansão Territorialeiprofessor
 
Primavera Árabe
Primavera ÁrabePrimavera Árabe
Primavera Árabeeiprofessor
 
Queda do Muro de Berlim e Dissolução da URSS
Queda do Muro de Berlim e Dissolução da URSSQueda do Muro de Berlim e Dissolução da URSS
Queda do Muro de Berlim e Dissolução da URSSeiprofessor
 
Período Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I ReinadoPeríodo Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I Reinadoeiprofessor
 
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)eiprofessor
 
Guerra Fria e as Ditaduras na América Latina
Guerra Fria e as Ditaduras na América LatinaGuerra Fria e as Ditaduras na América Latina
Guerra Fria e as Ditaduras na América Latinaeiprofessor
 
A Criação do Estado de Israel e a Questão Palestina
A Criação do Estado de Israel e a Questão PalestinaA Criação do Estado de Israel e a Questão Palestina
A Criação do Estado de Israel e a Questão Palestinaeiprofessor
 

Destaque (20)

A crise do sistema colonial e a independência
A crise do sistema colonial e a independênciaA crise do sistema colonial e a independência
A crise do sistema colonial e a independência
 
Mineração e Crise do Sistema Colonial
Mineração e Crise do Sistema ColonialMineração e Crise do Sistema Colonial
Mineração e Crise do Sistema Colonial
 
Crise sistema colonial
Crise sistema colonialCrise sistema colonial
Crise sistema colonial
 
Sistema colonial
Sistema colonial Sistema colonial
Sistema colonial
 
Sistema Colonial
Sistema ColonialSistema Colonial
Sistema Colonial
 
Sistema colonial
Sistema colonial Sistema colonial
Sistema colonial
 
175 abcdefghi brasil colonial 1750 1801 crise na produção aurifera e do siste...
175 abcdefghi brasil colonial 1750 1801 crise na produção aurifera e do siste...175 abcdefghi brasil colonial 1750 1801 crise na produção aurifera e do siste...
175 abcdefghi brasil colonial 1750 1801 crise na produção aurifera e do siste...
 
O império colonial português no século XVIII
O império colonial português no século XVIIIO império colonial português no século XVIII
O império colonial português no século XVIII
 
Guerra ao Terror
Guerra ao TerrorGuerra ao Terror
Guerra ao Terror
 
Nova Ordem Mundial
Nova Ordem MundialNova Ordem Mundial
Nova Ordem Mundial
 
A Invenção do Oriente Médio
A Invenção do Oriente MédioA Invenção do Oriente Médio
A Invenção do Oriente Médio
 
Invasões Estrangeiras e Expansão Territorial
Invasões Estrangeiras e Expansão TerritorialInvasões Estrangeiras e Expansão Territorial
Invasões Estrangeiras e Expansão Territorial
 
Primavera Árabe
Primavera ÁrabePrimavera Árabe
Primavera Árabe
 
Queda do Muro de Berlim e Dissolução da URSS
Queda do Muro de Berlim e Dissolução da URSSQueda do Muro de Berlim e Dissolução da URSS
Queda do Muro de Berlim e Dissolução da URSS
 
Período Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I ReinadoPeríodo Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I Reinado
 
Feudalismo
FeudalismoFeudalismo
Feudalismo
 
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
Alta Idade Média (Bizantinos e Muçulmanos)
 
Independência do Brasil
Independência do BrasilIndependência do Brasil
Independência do Brasil
 
Guerra Fria e as Ditaduras na América Latina
Guerra Fria e as Ditaduras na América LatinaGuerra Fria e as Ditaduras na América Latina
Guerra Fria e as Ditaduras na América Latina
 
A Criação do Estado de Israel e a Questão Palestina
A Criação do Estado de Israel e a Questão PalestinaA Criação do Estado de Israel e a Questão Palestina
A Criação do Estado de Israel e a Questão Palestina
 

Semelhante a Crise do Sistema Colonial

Movimentos Separatistas no Brasil Colonial - História 2.1 e 2.3.pptx
Movimentos Separatistas no Brasil Colonial - História 2.1 e 2.3.pptxMovimentos Separatistas no Brasil Colonial - História 2.1 e 2.3.pptx
Movimentos Separatistas no Brasil Colonial - História 2.1 e 2.3.pptxKarinyRocha4
 
2ºano - Brasil colônia parte 2 - movimentos contra a coroa
2ºano - Brasil colônia parte 2 - movimentos contra a coroa2ºano - Brasil colônia parte 2 - movimentos contra a coroa
2ºano - Brasil colônia parte 2 - movimentos contra a coroaDaniel Alves Bronstrup
 
Revoltas Nativistas e Emancipacionistas
Revoltas Nativistas e EmancipacionistasRevoltas Nativistas e Emancipacionistas
Revoltas Nativistas e EmancipacionistasValéria Shoujofan
 
Brasil colonia revoltas colonias
Brasil colonia   revoltas coloniasBrasil colonia   revoltas colonias
Brasil colonia revoltas coloniaslucasdanielviei
 
21 educar - cap36 - tensões na américa portuguesa
21 educar - cap36 - tensões na américa portuguesa21 educar - cap36 - tensões na américa portuguesa
21 educar - cap36 - tensões na américa portuguesaItalo Gomes
 
Brasil - Rebeliões Coloniais - Mineira e Baiana
Brasil - Rebeliões Coloniais - Mineira e BaianaBrasil - Rebeliões Coloniais - Mineira e Baiana
Brasil - Rebeliões Coloniais - Mineira e Baianacarlosbidu
 
Brasil colonia nativistas
Brasil colonia nativistasBrasil colonia nativistas
Brasil colonia nativistasmundica broda
 
Brasil Colonial Conjurações.ppt
Brasil Colonial Conjurações.pptBrasil Colonial Conjurações.ppt
Brasil Colonial Conjurações.pptAlex Fonte
 
O processo de independencia do brasil (2)
O processo de independencia do brasil (2)O processo de independencia do brasil (2)
O processo de independencia do brasil (2)Zeze Silva
 
Apostila de História do Brasil - Barão do Pirapora
Apostila de História do Brasil - Barão do PiraporaApostila de História do Brasil - Barão do Pirapora
Apostila de História do Brasil - Barão do PiraporaBarao do Pirapora
 
A inconfidência mineira e a conjuração baiana
A inconfidência mineira e a conjuração baianaA inconfidência mineira e a conjuração baiana
A inconfidência mineira e a conjuração baianaNelia Salles Nantes
 
A influência das ideias iluministas no brasil 8°
A influência das ideias iluministas no brasil 8°A influência das ideias iluministas no brasil 8°
A influência das ideias iluministas no brasil 8°Josivane Love
 
Resumo pra p.m de história 3º trimestre
Resumo pra p.m de história 3º trimestreResumo pra p.m de história 3º trimestre
Resumo pra p.m de história 3º trimestreMarcos Schwartz
 
3° ano - Brasil colônia - aula 3 e 4 - apostila 2 c
3° ano  - Brasil colônia - aula 3 e 4 - apostila 2 c3° ano  - Brasil colônia - aula 3 e 4 - apostila 2 c
3° ano - Brasil colônia - aula 3 e 4 - apostila 2 cDaniel Alves Bronstrup
 
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckmanAspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckmanEliphas Rodrigues
 

Semelhante a Crise do Sistema Colonial (20)

Movimentos Separatistas no Brasil Colonial - História 2.1 e 2.3.pptx
Movimentos Separatistas no Brasil Colonial - História 2.1 e 2.3.pptxMovimentos Separatistas no Brasil Colonial - História 2.1 e 2.3.pptx
Movimentos Separatistas no Brasil Colonial - História 2.1 e 2.3.pptx
 
Brasil colônia 3
Brasil colônia 3Brasil colônia 3
Brasil colônia 3
 
Revoltas coloniais
Revoltas coloniaisRevoltas coloniais
Revoltas coloniais
 
2ºano - Brasil colônia parte 2 - movimentos contra a coroa
2ºano - Brasil colônia parte 2 - movimentos contra a coroa2ºano - Brasil colônia parte 2 - movimentos contra a coroa
2ºano - Brasil colônia parte 2 - movimentos contra a coroa
 
Revoltas Emancipacionistas
Revoltas EmancipacionistasRevoltas Emancipacionistas
Revoltas Emancipacionistas
 
Revoltas Nativistas e Emancipacionistas
Revoltas Nativistas e EmancipacionistasRevoltas Nativistas e Emancipacionistas
Revoltas Nativistas e Emancipacionistas
 
Brasil colonia revoltas colonias
Brasil colonia   revoltas coloniasBrasil colonia   revoltas colonias
Brasil colonia revoltas colonias
 
21 educar - cap36 - tensões na américa portuguesa
21 educar - cap36 - tensões na américa portuguesa21 educar - cap36 - tensões na américa portuguesa
21 educar - cap36 - tensões na américa portuguesa
 
3ão - Fim da Colonização
3ão - Fim da Colonização 3ão - Fim da Colonização
3ão - Fim da Colonização
 
Brasil - Rebeliões Coloniais - Mineira e Baiana
Brasil - Rebeliões Coloniais - Mineira e BaianaBrasil - Rebeliões Coloniais - Mineira e Baiana
Brasil - Rebeliões Coloniais - Mineira e Baiana
 
Brasil colonia nativistas
Brasil colonia nativistasBrasil colonia nativistas
Brasil colonia nativistas
 
Brasil Colonial Conjurações.ppt
Brasil Colonial Conjurações.pptBrasil Colonial Conjurações.ppt
Brasil Colonial Conjurações.ppt
 
O processo de independencia do brasil (2)
O processo de independencia do brasil (2)O processo de independencia do brasil (2)
O processo de independencia do brasil (2)
 
Apostila de História do Brasil - Barão do Pirapora
Apostila de História do Brasil - Barão do PiraporaApostila de História do Brasil - Barão do Pirapora
Apostila de História do Brasil - Barão do Pirapora
 
A inconfidência mineira e a conjuração baiana
A inconfidência mineira e a conjuração baianaA inconfidência mineira e a conjuração baiana
A inconfidência mineira e a conjuração baiana
 
A influência das ideias iluministas no brasil 8°
A influência das ideias iluministas no brasil 8°A influência das ideias iluministas no brasil 8°
A influência das ideias iluministas no brasil 8°
 
Mineracao no brasil
Mineracao no brasilMineracao no brasil
Mineracao no brasil
 
Resumo pra p.m de história 3º trimestre
Resumo pra p.m de história 3º trimestreResumo pra p.m de história 3º trimestre
Resumo pra p.m de história 3º trimestre
 
3° ano - Brasil colônia - aula 3 e 4 - apostila 2 c
3° ano  - Brasil colônia - aula 3 e 4 - apostila 2 c3° ano  - Brasil colônia - aula 3 e 4 - apostila 2 c
3° ano - Brasil colônia - aula 3 e 4 - apostila 2 c
 
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckmanAspecto culturais da colônia e revolta de beckman
Aspecto culturais da colônia e revolta de beckman
 

Mais de eiprofessor

Período Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I ReinadoPeríodo Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I Reinadoeiprofessor
 
História Social Inglesa (do trabalho)
História Social Inglesa (do trabalho)História Social Inglesa (do trabalho)
História Social Inglesa (do trabalho)eiprofessor
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundialeiprofessor
 
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no BrasilDa Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasileiprofessor
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russaeiprofessor
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundialeiprofessor
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesaeiprofessor
 
Governos Populistas
Governos PopulistasGovernos Populistas
Governos Populistaseiprofessor
 
As Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
As Guerras de Independência da África e Sudeste AsiáticoAs Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
As Guerras de Independência da África e Sudeste Asiáticoeiprofessor
 
República Velha (Revoltas)
República Velha (Revoltas)República Velha (Revoltas)
República Velha (Revoltas)eiprofessor
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrialeiprofessor
 
Movimento Operário e Doutrinas Sociais
Movimento Operário e Doutrinas SociaisMovimento Operário e Doutrinas Sociais
Movimento Operário e Doutrinas Sociaiseiprofessor
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônicaeiprofessor
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanholaeiprofessor
 
Revolucão Francesa
Revolucão FrancesaRevolucão Francesa
Revolucão Francesaeiprofessor
 
Revolucão Industrial
Revolucão IndustrialRevolucão Industrial
Revolucão Industrialeiprofessor
 

Mais de eiprofessor (20)

Período Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I ReinadoPeríodo Joanino, Independência e I Reinado
Período Joanino, Independência e I Reinado
 
História Social Inglesa (do trabalho)
História Social Inglesa (do trabalho)História Social Inglesa (do trabalho)
História Social Inglesa (do trabalho)
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
Crise de 1929
Crise de 1929Crise de 1929
Crise de 1929
 
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no BrasilDa Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
Da Igreja a Moenda - Sociedade Colonial no Brasil
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Revolução Chinesa
Revolução ChinesaRevolução Chinesa
Revolução Chinesa
 
Governos Populistas
Governos PopulistasGovernos Populistas
Governos Populistas
 
As Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
As Guerras de Independência da África e Sudeste AsiáticoAs Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
As Guerras de Independência da África e Sudeste Asiático
 
República Velha (Revoltas)
República Velha (Revoltas)República Velha (Revoltas)
República Velha (Revoltas)
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
Movimento Operário e Doutrinas Sociais
Movimento Operário e Doutrinas SociaisMovimento Operário e Doutrinas Sociais
Movimento Operário e Doutrinas Sociais
 
Era Napoleônica
Era NapoleônicaEra Napoleônica
Era Napoleônica
 
Independência da América Espanhola
Independência da América EspanholaIndependência da América Espanhola
Independência da América Espanhola
 
Revolucão Francesa
Revolucão FrancesaRevolucão Francesa
Revolucão Francesa
 
Revolucão Industrial
Revolucão IndustrialRevolucão Industrial
Revolucão Industrial
 

Crise do Sistema Colonial

  • 1. CRISE DO SISTEMA COLONIAL Prof. Wendell Guedes.
  • 2. Mineração Aspectos Administrativos: • Intendência das Minas: “Datas”; • Tratado de Methuen (Panos e Vinhos); • Impostos: “Casas de Fundição” - “Quinto”, “Captação”, “Finta”, “Derrama”. “O ouro brasileiro deixou buracos no Brasil, conventos em Portugal e fábricas na Inglaterra.” (Eduardo Galeano.)
  • 3. Distrito Diamantino: Arraial do Tijuco: Exploração a cargo dos Contratadores.
  • 5. Características: • Não visavam a Independência do Brasil; • Primeiros a se rebelarem contra a autoridade portuguesa, porém, em caráter pontual, sem contestar o sistema colonial como um todo; • Não havia ainda sustentação ideológica para se propor um rompimento completo com a metrópole.
  • 6. ACLAMAÇÃO DE AMADOR BUENO (SP/1641): • Paulistas com medo de represália portuguesa após a restauração monárquica;
  • 7. REVOLTA DOS BECKMAN (MA/1684): • Companhia Geral de Comércio do Maranhão; • Liderança dos irmãos Beckman (Manuel e Tomás); • Culminou com o enforcamento dos principais chefes do movimento. GUERRA DOS EMBOABAS (MG/ 1708-1709): • Paulista x Emboabas (apelido dado aos forasteiros); • Disputa pelo direito a extração do ouro.
  • 8. GUERRA DOS MASCATES (PE/1710-1712): • Olinda (senhores de engenho em decadência) x Recife (comerciantes – mascates ). REVOLTA DE VILA RICA ou REVOLTA FELIPE DOS SANTOS (MG/1720): • Contrários a criação das Casas de Fundição; • Exigiam a diminuição dos Impostos; • Enforcamento e esquartejamento do líder do movimento.
  • 9. O julgamento de Felipe dos Santos. (Antônio Parreiras).
  • 10. “Dorme, meu menino, dorme, - que Deus te ensine a lição dos que sofrem neste mundo violência e perseguição. Morreu Filipe dos Santos: outros, porém, nascerão.” Cecília Meireles.
  • 12. INCONFIDÊNCIA MINEIRA (1789): • Opressão econômica: “Finta” e “Derrama”; • Alvará de 1785: proibia a produção de manufaturas no Brasil; • Influenciados ideologicamente pela Independência dos EUA e pelos ideais Iluministas; • O movimento estouraria no dia da cobrança da “Derrama”; • Não tinham um plano definido caso fossem vitoriosos.
  • 13. Desfecho: • Foram delatados por Joaquim Silvério dos Reis; • Enforcamento e esquartejamento dos líderes (pobres) da Conjuração.
  • 14. CONJURAÇÃO BAIANA (1798): • Influenciados pelas “abomináveis ideias francesas”: Período do “Terror” Jacobino; • Participação da Maçonaria: “Cavaleiros da Luz” liderados por Cipriano Barata; • Objetivos: Proclamar a República; Abolir a escravidão; Igualdade jurídica entre as pessoas; Liberdade religiosa; Participação política da população; Liberdade de comércio. Manifesto dos conjurados: “Animais-vos povo baiense, pois está para chegar o tempo feliz de nossa liberdade, o tempo em que todos seremos irmãos, o tempo em que todos seremos iguais”.
  • 15. As delações levaram a prisão os participantes do movimento, a execução coube aos mais pobres entre os envolvidos (alfaiates). Praça da Piedade, Salvador, onde foram executados os líderes (pobres) da conjuração Baiana.
  • 16. "É melhor atirar-se à luta em busca de dias melhores, mesmo correndo o risco de perder tudo, do que permanecer estático, como os pobres de espírito, que não lutam, mas também não vencem, que não conhecem a dor da derrota, nem a glória de ressurgir dos escombros." (Bob Marley)