Concrete show 2015 apresentacaoegydio

285 visualizações

Publicada em

Sistema da Qualidade para Gestão de Concretagem com Qualidade Assegurada

Publicada em: Engenharia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Concrete show 2015 apresentacaoegydio

  1. 1. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” MESA-REDONDA “ANÁLISE DA CONFORMIDADE CONCRETO E OBTENÇÃO DA RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO A PARTIR DA EXTRAÇÃO DE TESTEMUNHOS” CONFORMIDADE DO CONCRETO EGYDIO HERVÉ NETO ENGENHEIRO CIVIL ESPECIALISTA EM CONCRETO 1
  2. 2. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” •O respeito às Normas Brasileiras •Controle na NB1/78 •Surgimento da NBR 12655 (1992) •As patologias em obras de 90 (e 60) •A necessidade da aprovação da NBR 6118 Breve Histórico 2
  3. 3. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” •Material precede modelo matemático •Condições ambientais (CAA) dirigem foco na qualidade •Características do material se impõem no modelo e na gestão do concreto e concretagem Foco em DURABILIDADE A partir da NBR 6118:2003 3
  4. 4. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Passo 1: Identificar a Qualidade requerida Requisitos de Qualidade da NBR 6118 (5): • Capacidade resistente: resistência e módulo • Desempenho em serviço • Durabilidade “Conformidade é o atendimento à Qualidade” Sistema da Qualidade 4
  5. 5. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Correspondência entre classe de agressividade e qualidade do concreto – Tabela 2 NBR 12655 Concreto Tipo Classe de agressividade I II III IV Relação a/c em massa CA < 0,65 < 0,60 < 0,55 < 0,45 CP < 0,60 < 0,55 < 0,50 < 0,45 Classe de Concreto (NBR 8953) CA > C20 > C25 > C30 > C35 CP > C25 > C30 > C35 > C40 Consumo de cimento/m3 CA e CP > 260 > 280 > 320 > 360 Sistema da Qualidade 5
  6. 6. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” • O concreto tem que atender concomitantemente: • a relação água/cimento máxima; • a resistência fck mínima (e módulo); • o consumo mínimo de cimento. (Como exemplo adotaremos CAA II) Sistema da Qualidade 6
  7. 7. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Passo 2: Características do traço do concreto • Com a CAA estabelecida pelo Projetista já ficam definidas a relação a/c máxima (0,6), a resistência (fck > 25MPa) e o consumo mínimo de cimento (280kg); a experimentação (dosagem do concreto) definirá os demais componentes, inclusive aditivos, se necessário. Sistema da Qualidade 7
  8. 8. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” • NBR 6118, item 12.3.3 “Resistência de cálculo do concreto” • No caso específico da resistência de cálculo do concreto (fcd) alguns detalhes adicionais são necessários, conforme a seguir descrito: • a) quando em idade j > 28 dias: fcd = fck/gc • NBR 12655, item 5.6.3 “Cálculo da resistência de dosagem”: • fcj = fck + 1,65 Sd • Onde Sd é o desvio-padrão da concretagem (adotaremos Condição A, Sd = 4MPa) Sistema da Qualidade 8
  9. 9. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” • Nosso exemplo: • Concreto C25 • Resistência característica a 28 dias fck = 25 Mpa • Resistência de dosagem: fc = fck + 1,65.Sd • Desvio padrão adotado: 4 MPa • Resistência de dosagem: fc = 31,6 MPa • Resistência média esperada: fm = fc = 31,6 MPa • Resistência de cálculo: fcd = fck/gc • Coeficiente de ponderação gc = 1,4 (usual) • Resistência de cálculo considerada: fcd = 17,9 MPa • Probabilidade de resultados > fck = 95% • Probabilidade de resultados > fcd = 99,886% Sistema da Qualidade 9
  10. 10. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” fcm= fck+1,65.Sdfcd=fck/gc fcm=31,6MPafck=25MPafcd=17,9MPa Sd=4MPa 5% 95% A resistência de dosagem = média deverá respeitar a Curva Normal, que é a distribuição de frequência utilizada universalmente para o concreto. (gc=1,4) Sistema da Qualidade 10
  11. 11. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” CONFORME O TIPO DE CIMENTO DISPONÍVEL (CURVAS EXEMPLO) A RELAÇÃO A/C DEFINIRÁ O ATENDIMENTO RESISTÊNCIA MÉDIA DE 31,6MPA Sistema da Qualidade 11
  12. 12. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Outras informações que o Projetista deve informar (NBR 12655:2015 item 4.2): Especificação de fcj para as etapas construtivas, como retirada de cimbramento, aplicação de protensão ou manuseio de pré-moldados; Especificação de módulo de deformação mínimo na idade de desforma, movimentação de pré-moldados ou aplicação de protensão. ESPECIFICAÇÕES DO CONCRETO NO PROJETO Sistema da Qualidade 12
  13. 13. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Outras informações fornecidas pelo Projetista (NBR 14931:2003, item 10.2.2): A retirada das formas e do escoramento só pode ser feita quando o concreto estiver suficientemente endurecido para resistir às ações que sobre ele atuarem e não conduzir a deformações inaceitáveis, tendo em vista o baixo valor do módulo de elasticidade do concreto (Eci) e a maior probabilidade de grande deformação diferida no tempo quando o concreto é solicitado com pouca idade. Para o atendimento dessas condições, o responsável pelo projeto da estrutura deve informar ao responsável pela execução da obra os valores de resistência à compressão e módulo de elasticidade que devem ser obedecidos concomitantemente para a retirada das fôrmas e do escoramento, bem como a necessidade de um plano particular (sequência de operações) de retirada do escoramento. Sistema da Qualidade 13
  14. 14. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” CCR – Curva de Crescimento da Resistência • NBR6118: Item 12.3.3 “Resistência de cálculo do concreto” • a) quando em idade j > 28 dias: fcd = fck/gc • b) quando j < 28 dias: fcdj = fckj/gc = b1. fck/gc Sendo b1 = exp { s [ 1 – (28/t)1/2]} • s = 0,38 para CP III e IV • s = 0,25 para CP I e II • s = 0,20 para CP V-ARI • t = idade efetiva em dias • Daí se deduz: fckj = b1.fck e pode-se calcular fckj para idades diferentes de 28 dias. Sistema da Qualidade 14
  15. 15. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Sistema da Qualidade CCR – Curva de Crescimento da Resistência 15
  16. 16. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” CCM – Curva de Crescimento do Módulo • Estimativa do módulo de elasticidade: • NBR 6118:2014, item 8.2.8: módulo de deformação tangente inicial. • Não havendo ensaios adotar: Sistema da Qualidade 16
  17. 17. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Sistema da Qualidade CCM – Curva de Crescimento do Módulo 17
  18. 18. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Passo 3: Planejamento executivo • Definir lotes, respectivos volumes e datas de cada concretagem (NBR 12655, item 6). • Definir datas para retirar formas e escoramento somente quando o concreto atender a resistência e o módulo de elasticidade especificados no Projeto (NBR 12655, item 4.2) •Implantar o “plano particular (sequência de operações)” para retirada de formas e escoramentos nos termos da NBR 14931, Item 10. Sistema da Qualidade 18
  19. 19. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Sistema da Qualidade 19
  20. 20. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Sistema da Qualidade Retirada escoramento Idade % 3 dias 25% > 7 dias 50% > 14 dias 75% > 28 dias 100% > 20
  21. 21. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Passo 4: Estabelecer um programa de controle (NBR 12655 item 6) • Aprovação das Cartas de Traço • Amostragem parcial ou total • Moldagem de exemplares para ruptura nas datas críticas de retirada de escoramentos • Correlação com módulo confirmando conformidade •Planilha de resultados (documentação) Sistema da Qualidade 21
  22. 22. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” Passo 5: Documentação e Certificação Programa de Controle 22
  23. 23. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” SUGESTÕES PARA MELHORIA PROCEDIMENTOS E ESTUDOS 23
  24. 24. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” • Após a última revisão da NBR 6118 foi retirada a informação de como proceder quanto às não-conformidades e o texto foi transferido para a NBR 7680, de “extração de testemunhos”. • Sabemos que extração de testemunhos não é a única solução para nova estimativa de fck para a estrutura não conforme, sendo que a própria NBR 7680 reconhece as falhas deste sistema e sugere correções. • Ao decidir por extrações o meio técnico tem que conhecer claramente as alternativas e seu grau de credibilidade e certeza. • Os fabricantes de equipamentos de extração de testemunhos devem participar para que conheçam as críticas sobre seus equipamentos e procedimentos. E também os responsáveis por outras metodologias. TRATAMENTO DE NÃO-CONFORMIDADES 24
  25. 25. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” • Sobre alternativas recomendo conhecer a Tese USP/2007 de José Orlando Vieira Filho, entre outras. TRATAMENTO DE NÃO-CONFORMIDADES 25
  26. 26. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” • Quais os procedimentos posteriores à decisão sobre a existência da não-conformidade? • NBR 6118, item 25.3.3 Não-conformidade final • Constatada a não-conformidade final de parte ou do todo da estrutura, deve ser escolhida uma das seguintes alternativas: a) Determinar as restrições de uso da estrutura; b) Providenciar o projeto de reforço; c) Decidir pela demolição parcial ou total. TRATAMENTO DE NÃO-CONFORMIDADES 26
  27. 27. Mesa-redonda “Análise da conformidade concreto e obtenção da resistência à compressão a partir da extração de testemunhos ” • Defendemos o procedimento preventivo. Portanto, consideramos urgente e fundamental a necessidade de implementar de modo efetivo o Sistema da Qualidade desde o Projeto e depois na Execução, com a presença do Engenheiro Tecnologista do Concreto. • Os Projetistas devem colocar as informações completas no Projeto, os Engenheiros de Execução devem planejar e organizar as etapas executivas de acordo com o Sistema da Qualidade. • Precisamos criar e implantar mecanismos corretos de avaliação de estruturas novas ou mais antigas, como forma de calibrarmos nossa realidade quando aos aspectos VIDA ÚTIL e DURABILIDADE. • O momento atual é de atenção e integração às Normas NBR14037 (Manual); NBR 5674 (Manutenção); NBR 15575 (Desempenho); NBR 16280 (Reformas), pertinentes ao assunto. OBSERVAÇÕES 27

×