Setor de
Telecomunicações
Eduardo Levy
14/08/2014 – 09h00 : 10h30
Embora integrada, a cadeia de valor da Internet tem
muitos players com diferentes tipos de interesses
As empresas de telecomunicações são as responsáveis pelo
transporte de todo conteúdo trafegado na internet
Telecomunicaçõe...
Serviços de Telecom que suportam o
acesso à Internet em Banda Larga
Banda larga móvel
Serviço Móvel Pessoal (SMP)
Prestado...
Rede de Acesso e Rede de Transporte
4G3G
par
metálico
fibra
óptica
cabo
coaxial
Rede de
acesso
Internet
wireless
Rede de
t...
7 Mbps 20 Mbps
Velocidades da Rede de Acesso e Rede de Transporte
4G3G
par
metálico
fibra
óptica
cabo
coaxial
velocidade
m...
Situação atual
Grandes investimentos
 novas tecnologias de acesso
fixo e móvel
 aumento da cobertura e da
capacidade das...
Situação atual
Grandes investimentos
 nos sistemas de suporte a operação e
sistemas de aprovisionamento para
garantir a O...
Situação atual
Grandes investimentos
 para garantir os novos indicadores de
qualidade dos acessos à Internet:
velocidade ...
11Fonte: LCA / Telebrasil
Até 50 (1.235 municípios)
De 50 a 75 (2.535 municípios)
De 75 a 100 (1.550 municípios)
Mais de 1...
 Densidade de Celulares
(por 100 habitantes em 2012)
12Fonte: LCA / Telebrasil
Até 50 (1.235 municípios)
De 50 a 75 (2.53...
Fonte: Telebrasil, jun/14
161
milhões de
acessos em
banda larga
2009 2010 2011 2012 2013 jun/14
móvel
fixa
acessos em band...
179
215
255
266
276
9%
13%
23%
32%
50% 276
milhões de
acessos
celulares
Fonte: Telebrasil, jun/14
jun/11 jun/12 jun/14jun/...
R$ 80 milhões por dia*
Fonte: Telebrasil.
*Considera 365 dias por ano, não inclui o pagamento de licenças.
Investimentos d...
em 2013 no Brasil o CAPEX cresceu
14% enquanto a receita apenas 6%
14%
18%
17%
21%
15%
2010 2011 2012 2013e 2014e
Brasil
A...
Fonte: BofA Merril Lynch Global Research, jun/2014
.... pois os altos investimentos estão
vindo com retornos cada vez meno...
o preço do minuto já caiu
pela metade e o tráfego
cresceu 45% no Brasil2008 2013
91
2008 2013
Preço Médio do minuto é calc...
Fonte: Telebrasil
Brasil é um dos países mais
competitivos do mundo de
acordo com o HHI*
* Índice Herfindahl-Hirschman: me...
Fonte: Cisco, VNI Mobile Forecast Highlights, 2013-2018
74
155
312
150
474
1,014
2011 2012 2013
crescimento do tráfego de ...
Em 2014, os tablets vão
ultrapassar os notebooks em
número de unidades vendidas
Fonte: LCA / IDC
venda de smartphones
O Br...
Jornal O Globo de 15/04/2014
http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/sou-brasileiro-nao-desligo-nunca-12195500
Jornal O Globo de 15/04/2014
os brasileiros
• 95% usam Facebook pelo menos 1 vez por semana
• 93% veem vídeos em dispositi...
Fonte: LCA / Brazil Digital Future in Focus 2014, comScore
Brasileiros navegam 29,7 horas por
mês, 7 horas a mais do que a...
Fonte: LCA
Muitos recursos são retirados do setor, reduzindo a
disponibilidade para investimento
Telecom respondeu em 2013...
os desafios para
a expansão da
infraestrutura
Desafios para Expansão da Infraestrutura
 O tráfego IP global vai triplicar
nos próximos 5 anos
 Vídeos representarão 80...
Desafios para Expansão da Infraestrutura
 Aumento do número de
acessos em banda larga
com os programas de
massificação da...
Desafios para Expansão da Infraestrutura
 Novos serviços
especializados de
Internet que exigem
requisitos de
transmissão ...
Desafios para Expansão da Infraestrutura
 Modernização das redes
com a implantação de
redes de acesso com fibra
óptica e ...
 Convênio 38/2009: Isenção de ICMS para
banda larga do Programa Internet Popular
 Desoneração de smartphones: isenção
pa...
Ponto de atenção
 Pesada carga tributária:
 se apropria da maior parte dos valores
que poderiam ser direcionado para os
...
Marco Civil da
Internet
preocupação com as várias
interpretações para os principais
pontos do projeto
o Setor recebeu de
forma POSITIVA a
APROVAÇÃ...
redação da Diretiva Europeia, da Lei
Chilena, do Marco Regulatório Americano,
entre outros, são bem mais claras e
objetiva...
As exceções à NEUTRALIDADE
devem ser regulamentadas de
acordo com ASPECTOS TÉCNICOS,
que garantam a GESTÃO da REDE
pelas o...
são aqueles serviços que demandam um
padrão de qualidade assegurada:
como radiodifusão, videoconferências,
aplicações médi...
Marco Legal e Regulatório
brasileiro deve preservar os
DIREITOS CONSTITUCIONAIS
dos CIDADÃOS, estimulando o
CRESCIMENTO e ...
Obrigado!
Eduardo Levy
levy@sinditelebrasil.org.br
Setor de telecomunicações
Setor de telecomunicações
Setor de telecomunicações
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Setor de telecomunicações

439 visualizações

Publicada em

Quinta-feira, 14/08/2014 às 9h
Desafios da Infraestrutura de telecomunicações para o provimento de acesso à Internet - Parte 1
Eduardo Levy - Sinditelebrasil e conselheiro do CGI.br

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
439
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • 1
  • MAD-AAA123-20061019-
  • 39
  • Setor de telecomunicações

    1. 1. Setor de Telecomunicações Eduardo Levy 14/08/2014 – 09h00 : 10h30
    2. 2. Embora integrada, a cadeia de valor da Internet tem muitos players com diferentes tipos de interesses
    3. 3. As empresas de telecomunicações são as responsáveis pelo transporte de todo conteúdo trafegado na internet Telecomunicações vídeos comércio educação serviços públicos entreteni- mento Provedores de aplicação e conteúdo Acesso e transporte Provedores de acesso e conexão Aplicações São necessários “caminhões” cada vez maiores para conseguir carregar toda essa carga A Internet no Mundo
    4. 4. Serviços de Telecom que suportam o acesso à Internet em Banda Larga Banda larga móvel Serviço Móvel Pessoal (SMP) Prestado no Regime Privado Banda larga fixa Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) e Serviço de Acesso Condicionado (SeAC) Prestados no Regime Privado
    5. 5. Rede de Acesso e Rede de Transporte 4G3G par metálico fibra óptica cabo coaxial Rede de acesso Internet wireless Rede de transporte PTT Backhaul
    6. 6. 7 Mbps 20 Mbps Velocidades da Rede de Acesso e Rede de Transporte 4G3G par metálico fibra óptica cabo coaxial velocidade máxima 15Mbps 1 Gbps 50 Mbps Rede de acesso Internet wireless Rede de transporte mais de 10 Gbps PTT Backhaul
    7. 7. Situação atual Grandes investimentos  novas tecnologias de acesso fixo e móvel  aumento da cobertura e da capacidade das redes de acesso, backhaul e backbones
    8. 8. Situação atual Grandes investimentos  nos sistemas de suporte a operação e sistemas de aprovisionamento para garantir a OTIMIZAÇÃO do USO das redes  em gerências de falhas e configuração para aumentar a ESTABILIDADE e SEGURANÇA das redes
    9. 9. Situação atual Grandes investimentos  para garantir os novos indicadores de qualidade dos acessos à Internet: velocidade média de 80% da ofertada  EAQ sob a coordenação da ANATEL: já implantou mais de 12 mil probes e vem realizando mais de 150 mil medições mensais, avaliando a banda larga fixa e móvel em todo o País EAQ – Entidade Aferidora da Qualidade
    10. 10. 11Fonte: LCA / Telebrasil Até 50 (1.235 municípios) De 50 a 75 (2.535 municípios) De 75 a 100 (1.550 municípios) Mais de 100 (243 municípios) Até 1 (3.326 municípios) De 1 a 2,5 (1.230 municípios) De 2,5 a 5 (675 municípios) Mais de 5 (332 municípios) Serviços móvel e banda larga fixa estão disponíveis mesmo em regiões onde a demanda ainda é reduzida  Densidade de Celulares (por 100 habitantes em 2008)  Acessos de Banda Larga Fixa (por 100 habitantes em 2008)
    11. 11.  Densidade de Celulares (por 100 habitantes em 2012) 12Fonte: LCA / Telebrasil Até 50 (1.235 municípios) De 50 a 75 (2.535 municípios) De 75 a 100 (1.550 municípios) Mais de 100 (243 municípios) Até 1 (3.326 municípios) De 1 a 2,5 (1.230 municípios) De 2,5 a 5 (675 municípios) Mais de 5 (332 municípios) Serviços móvel e banda larga fixa estão disponíveis mesmo em regiões onde a demanda ainda é reduzida  Acessos de Banda Larga Fixa (por 100 habitantes em 2012)
    12. 12. Fonte: Telebrasil, jun/14 161 milhões de acessos em banda larga 2009 2010 2011 2012 2013 jun/14 móvel fixa acessos em banda larga em milhões Dos acessos em banda larga, 86% são pela rede móvel 1,8 novo acesso ativado por segundo em 2014 161,0 133,7 85,9 59,6 35,9 21,5
    13. 13. 179 215 255 266 276 9% 13% 23% 32% 50% 276 milhões de acessos celulares Fonte: Telebrasil, jun/14 jun/11 jun/12 jun/14jun/13jun/10 total de celulares (em milhões) e % de acessos com tecnologia 3G e 4G 50% dos celulares no País já podem acessar a banda larga móvel
    14. 14. R$ 80 milhões por dia* Fonte: Telebrasil. *Considera 365 dias por ano, não inclui o pagamento de licenças. Investimentos de telecom no Brasil: recorde pelo segundo ano consecutivo 14.6 29.3 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 Investimentos em Telecom no Brasil R$ bilhões
    15. 15. em 2013 no Brasil o CAPEX cresceu 14% enquanto a receita apenas 6% 14% 18% 17% 21% 15% 2010 2011 2012 2013e 2014e Brasil América Latina Mercados Emergentes Mercados desenvolvidos Fonte: Apresentação Merril Lynch de jun/2014 na Anatel % CAPEX sobre receita bruta Níveis de investimentos elevados e não sustentáveis...
    16. 16. Fonte: BofA Merril Lynch Global Research, jun/2014 .... pois os altos investimentos estão vindo com retornos cada vez menores Crescimento EBTIDA da Telefonia Móvel -25% -15% -5% 5% 15% 25% 35% 45% 55% 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Argentina Colômbia Brasil México Chile Peru
    17. 17. o preço do minuto já caiu pela metade e o tráfego cresceu 45% no Brasil2008 2013 91 2008 2013 Preço Médio do minuto é calculado dividindo a receita média por usuário pela quantidade de minutos por usuário. Fonte: Teleco. 18 Os investimentos não se traduzem mais em receita 0,31 0,15 preço médio do minuto do celular (em R$, valores com impostos) quantidade de minutos por usuário por mês 133
    18. 18. Fonte: Telebrasil Brasil é um dos países mais competitivos do mundo de acordo com o HHI* * Índice Herfindahl-Hirschman: mede a concentração de mercado com base no market share. Em um mercado altamente competitivo 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 2000 2002 2004 2006 2008 2010 2012 Mar-14 Prestadora 1 Prestadora 2 Prestadora 3 Prestadora 4 market share das prestadoras de telefonia móvel
    19. 19. Fonte: Cisco, VNI Mobile Forecast Highlights, 2013-2018 74 155 312 150 474 1,014 2011 2012 2013 crescimento do tráfego de dados móveis por usuário no Brasil tablet smartphone 6,8x em 2 anos 4,2x em 2 anos tráfego em Mbps por mês Além da quantidade de acessos, o tráfego também cresce muito
    20. 20. Em 2014, os tablets vão ultrapassar os notebooks em número de unidades vendidas Fonte: LCA / IDC venda de smartphones O Brasil é o 4º maior mercado mundial de vendas de smartphones e um dos 10 maiores mercados de tablet do mundo
    21. 21. Jornal O Globo de 15/04/2014 http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/sou-brasileiro-nao-desligo-nunca-12195500
    22. 22. Jornal O Globo de 15/04/2014 os brasileiros • 95% usam Facebook pelo menos 1 vez por semana • 93% veem vídeos em dispositivos móveis • 90% jogam games • 87% checam notícias 32% 21% 40% 59% 73% 77% compras online baixam filmes usam LinkedIn http://oglobo.globo.com/sociedade/tecnologia/sou-brasileiro-nao-desligo-nunca-12195500
    23. 23. Fonte: LCA / Brazil Digital Future in Focus 2014, comScore Brasileiros navegam 29,7 horas por mês, 7 horas a mais do que a média mundial Brasil possui a 5º maior audiência digital do mundo com 68,1 milhões de visitantes (fev/2014) Disponibilidade de infraestrutura vem acompanhada de maior uso dos serviços
    24. 24. Fonte: LCA Muitos recursos são retirados do setor, reduzindo a disponibilidade para investimento Telecom respondeu em 2013 pelo recolhimento de R$ 59 bi aos cofres públicos:  R$ 7,2 bi em Fust, Funttel e Fistel  R$ 51,8 bi em tributos (ICMS, IS, CSLL, PIS/Pasep e outros recolhidos indiretamente dentro do CAPEX)
    25. 25. os desafios para a expansão da infraestrutura
    26. 26. Desafios para Expansão da Infraestrutura  O tráfego IP global vai triplicar nos próximos 5 anos  Vídeos representarão 80% a 90% do tráfego global de consumidores em 2017 Fonte: Cisco
    27. 27. Desafios para Expansão da Infraestrutura  Aumento do número de acessos em banda larga com os programas de massificação da Internet  Redução das desigualdades geográficas Para reduzir as desigualdades regionais (de 20 para 4x) e aumentar a velocidade média para 10 Mbps estima-se investimentos de R$ 167 bilhões até 2020
    28. 28. Desafios para Expansão da Infraestrutura  Novos serviços especializados de Internet que exigem requisitos de transmissão dos pacotes muito mais rígidos
    29. 29. Desafios para Expansão da Infraestrutura  Modernização das redes com a implantação de redes de acesso com fibra óptica e disseminação do 4G nas redes móveis
    30. 30.  Convênio 38/2009: Isenção de ICMS para banda larga do Programa Internet Popular  Desoneração de smartphones: isenção parcial de impostos para produtos nacionais  REPNBL: suspensão do pagamento de PIS/Pasep/Cofins/IPI sobre máquinas e equipamentos incluídos nos projetos do REPNBL Algumas políticas públicas começam a ser direcionadas para a expansão da infraestrutura Incentivos precisam ser proporcionais às necessidades de investimentos
    31. 31. Ponto de atenção  Pesada carga tributária:  se apropria da maior parte dos valores que poderiam ser direcionado para os investimentos, num setor onde a necessidade de capital é intensiva  limita o uso dos serviços  43% do valor de uma conta telefônica é tributo
    32. 32. Marco Civil da Internet
    33. 33. preocupação com as várias interpretações para os principais pontos do projeto o Setor recebeu de forma POSITIVA a APROVAÇÃO da LEI do Marco Civil da Internet
    34. 34. redação da Diretiva Europeia, da Lei Chilena, do Marco Regulatório Americano, entre outros, são bem mais claras e objetivas que a redação final do MCI Setor sempre defendeu a adoção de um conceito de NEUTRALIDADE DE REDE, que já vem sendo adotado pela quase totalidade dos PAÍSES que já o regulamentaram
    35. 35. As exceções à NEUTRALIDADE devem ser regulamentadas de acordo com ASPECTOS TÉCNICOS, que garantam a GESTÃO da REDE pelas operadoras de forma a garantir a sua ESTABILIDADE e a SEGURANÇA
    36. 36. são aqueles serviços que demandam um padrão de qualidade assegurada: como radiodifusão, videoconferências, aplicações médicas e qualquer outro serviço demandado pelo usuário, desde que não prejudique a qualidade da internet em geral A regulamentação das exceções à neutralidade deve contemplar a oferta de SERVIÇOS ESPECIALIZADOS de forma idêntica ao que foi aprovado pela União Europeia
    37. 37. Marco Legal e Regulatório brasileiro deve preservar os DIREITOS CONSTITUCIONAIS dos CIDADÃOS, estimulando o CRESCIMENTO e a MODERNIZAÇÃO da INTERNET e garantindo os INVESTIMENTOS
    38. 38. Obrigado! Eduardo Levy levy@sinditelebrasil.org.br

    ×