Os desafios da construção e manutenção da imagem pública de empresas e políticos

5.832 visualizações

Publicada em

Expedito Filho

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.832
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.178
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
75
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os desafios da construção e manutenção da imagem pública de empresas e políticos

  1. 1. Os desafios da construção e manutenção da imagem pública de empresas e políticos 2009
  2. 2. • Imagem é uma construção. É como uma casa na ponta de uma encosta: difícil de construir, fácil de desabar. • Sua arquitetura é que vai definir para quem ela foi projetada. • Um político, uma empresa não criam imagens para si, mas para os outros. • É o espelho que te olha e não aquilo que você vê. • É o oposto ao que se refere o mito grego de Narciso. • Narciso é tão voltado em si mesmo que morreu ao ver sua própria imagem. • O espelho das águas o matou. A imagem é dele mas não lhe pertence. • São variados os exemplos de imagens construídas ao longo de um tempo e destruídas em segundos... IMAGEM E REPUTAÇÃO
  3. 3. • Um exemplo clássico é o do ex-ministro da Fazenda Rubens Ricupero: “O que é bom a gente mostra, o que é ruim a gente esconde”. • Tal como Narciso, ele se apaixonou pelo que viu no espelho. No caso de Ricupero, a imagem de um poderoso ser (o ministro da Fazenda) que esconde o inferno para revelar o paraíso. IMAGEM E REPUTAÇÃO
  4. 4. REPUTAÇÃO - RICUPERO
  5. 5. REPUTAÇÃO – COLLOR • Poderíamos citar, também no campo político, o primeiro presidente eleito de forma direta no período pós-regime militar: de caçador de marajás, imagem artificialmente criada, Fernando Collor de Mello inaugurou a categoria dos presidentes que se viram obrigados a renunciar sob ameaça de um processo de impeachment.
  6. 6. • Há, ainda, os casos de imagem edificadas que sofrem os danos e consequências do tempo e suas circunstâncias. Dois exemplos entre os dois mais importantes partidos políticos do país: - O fim do mito da competência do PSDB com a crise do apagão no segundo mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. - Ou, ainda, os danos na imagem do PT em função da crise do mensalão. • Embora com pesos e esferas diferentes, em ambos os casos, as circunstâncias (governar, chegar ao poder) foram demolidoras. • Para despolitizar e enriquecer o debate, é importante pontuar que, cada vez mais, entes públicos precisam estar atentos para a boa gestão da imagem das instituições que representam. • Alguns exemplos podem ser extraídos da crise aérea. IMAGEM E REPUTAÇÃO
  7. 7. CAOS AÉREO - MARTA
  8. 8. O PORTA-VOZ DIANTE DA CRISE – CAOS AÉREO – Acidente TAM
  9. 9. O PORTA-VOZ DIANTE DA CRISE – CAOS AÉREO – José Carlos Pereira
  10. 10. • Durante trinta anos me dediquei ao jornalismo, período em que procurei trabalhar a imagem sob a perspectiva do repórter. • Um exemplo: o baile do apagão e o charuto de Denise Abreu. Fumaça de uma crise que parecia sem fim. IMAGEM
  11. 11. • A fiscalização hoje é maior e não se limita mais à imprensa. Há ainda o papel decisivo do Ministério Público e de Organizações Não Governamentais (ONGs) voltadas para a fiscalização. • Com o advento da Internet, o público tornou-se o maior fiscal e as informações nas redes sociais ganharam velocidade impressionante. • A construção de imagem hoje requer atenção permanente ao que dizem os diferentes públicos. • Cuidar da comunicação com esses públicos é fundamental para uma boa gestão de imagem. CONCLUSÃO

×