Universidade de São Paulo
Escola de Educação Física e Esporte




                      2006-
  Relatório de Gestão 2006-2...
Diretor
Prof. Dr. Go Tani


Vice-Diretor
Carlos Eduardo Negrão


Relatório de Gestão 2006-2010
Organização: Márcia Regina ...
APRESENTAÇÃO




         O presente relatório tem como objetivo apresentar as ações realizadas e os resultados de
indicad...
Reunião da Congregação da EEFE-USP




ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
Estrutura Organizacional                                       EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


1         BREVE ...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                     Estrutura Organizacional


2 ...
Estrutura Organizacional                                            EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


Corpo disce...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                        Estrutura Organizacional


Departamento de...
Estrutura Organizacional                                  EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


Comissão de Pesquisa
...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                        Estrutura Organizacional


Corpo discente
...
Estrutura Organizacional             EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


Comissão
Comissão USP Recicla
Joé Evane de...
Escultura Evolução – Prof. Dr. Erasmo M. Castro de Tolosa




FERRAMENTAS DE GESTÃO
Ferramentas de gestão                                           EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


3        ORIENT...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                          Ferramentas de Gestão


...
Ferramentas de gestão                                                   EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


       ...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                       Ferramentas de Gestão




 ...
Ferramentas de gestão                                               EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


5        PR...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                          Ferramentas de Gestão


        Na conti...
Ferramentas de gestão   EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010
Biblioteca da EEFE-USP




AÇÕES E INDICADORES
Ações e indicadores                                           EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


7        GRADUAÇÃ...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                  Ações e indicadores


   em pouc...
Ações e indicadores                                             EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


7.3      Pesqui...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                                Ações e indicadore...
Ações e indicadores                                                    EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


Pro-
Pro...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                         Ações e indicadores


        Atualmente,...
Ações e indicadores                                          EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


8        PÓS-GRADU...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                          Ações e indicadores




               C...
Ações e indicadores                                 EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


Concluintes

              ...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                   Ações e indicadores


9       PESQUISA


9.1   ...
Ações e indicadores                                            EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


         - Estud...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                         Ações e indicadores


inscrições para o s...
Ações e indicadores                                             EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


Projeto 4
     ...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                         Ações e indicadores


Procontes
         ...
Ações e indicadores                                              EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


10       PRÊMI...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                   Ações e indicadores


        I...
Ações e indicadores                                              EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


11       CULTU...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                 Ações e indicadores


11.2       ...
Ações e indicadores                                            EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


11.3            ...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                 Ações e indicadores




         ...
Ações e indicadores                                           EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010




          Stand...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                                Ações e indicadores


Aprender com...
Ações e indicadores                                          EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010




                ...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                           Ações e indicadores


        Em 2010, ...
Ações e indicadores                                                    EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010


12      ...
EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010                                            Ações e indicadores


12.2    Fórum La...
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Relatório de Gestão - 2006 a 2010
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relatório de Gestão - 2006 a 2010

1.754 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.754
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
96
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de Gestão - 2006 a 2010

  1. 1. Universidade de São Paulo Escola de Educação Física e Esporte 2006- Relatório de Gestão 2006-2010 São Paulo 2010
  2. 2. Diretor Prof. Dr. Go Tani Vice-Diretor Carlos Eduardo Negrão Relatório de Gestão 2006-2010 Organização: Márcia Regina de Sá Capa: Paula Bassi Dados: Sistemas da USP e acervo da EEFE Fotos: Acervo da EEFE Universidade de São Paulo Escola de Educação Física e Esporte Av. Prof. Mello Moraes. 65 05508-030 - São Paulo – SP – Brasil www.eefe.usp.br comunicaeefe@usp.br
  3. 3. APRESENTAÇÃO O presente relatório tem como objetivo apresentar as ações realizadas e os resultados de indicadores da gestão institucional referente ao período de outubro de 2006 a outubro de 2010. Buscamos constituir um documento relevante para o acompanhamento, controle e avaliação das atividades realizadas e serviços prestados pela Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (EEFE-USP), e que possa servir de base para as futuras gestões. O documento foi organizado pela Seção de Relações Institucionais e Comunicação e está composto por quatro blocos: - estrutura organizacional; - ferramentas de gestão; - ações e indicadores das áreas acadêmica e administrativa; - considerações finais. As informações aqui apresentadas representam a consolidação do esforço diário de funcionários e docentes, bem como a contribuição dos discentes de graduação e pós-graduação, pesquisadores e demais integrantes da comunidade “eefeuspiana”, que constituem em resultados voltados à continuidade da excelência no desempenho da nossa Missão. Esperamos, ainda, que a publicação deste Relatório fortaleça o exercício da transparência na gestão de recursos públicos e no cumprimento de compromissos pactuados. Novembro de 2010 Prof. Dr. Go Tani
  4. 4. Reunião da Congregação da EEFE-USP ESTRUTURA ORGANIZACIONAL
  5. 5. Estrutura Organizacional EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 1 BREVE HISTÓRICO Em 04 de setembro de 1934, mesmo ano da criação da Universidade de São Paulo, iniciaram-se as atividades da Escola Superior de Educação Physica. A primeira Escola de Educação Física em caráter civil pertencia ao então Departamento de Educação Physica, subordinado à Secretaria do Interior do Governo do Estado de São Paulo. Dedicava-se à formação acadêmica como instituto isolado até sua incorporação à Universidade de São Paulo, ocorrida em 1969. Durante os primeiros quarenta anos, a EEFE-USP utilizou as instalações de diversas instituições, tanto para as aulas teóricas (Parque Dom Pedro II) quanto para as práticas (Clube de Regatas Tietê, Clube Espéria, Centro Esportivo Constâncio Vaz Guimarães, etc.). Somente em 1975, mudou-se para sua sede própria no campus da Cidade Universitária. Prédio da EEFE-USP no campus da Cidade Universitária Desde então, um longo caminho foi trilhado em busca da consolidação da Educação Física, com o aprofundamento acadêmico e desenvolvimento científico da área. Formaram-se os primeiros laboratórios e grupos de pesquisa, possibilitando desenvolver projetos de pesquisa com apoio de agências de fomento. Na Pós-Graduação, foram criados os cursos de mestrado, em 1977, e doutorado, em 1989. Passou por uma grande reformulação curricular da graduação em 1992 e outra em 2010, cujas alterações terão efeito na grade dos alunos que ingressarem em 2011. A EEFE-USP já graduou aproximadamente 3283 licenciados e 1011 bacharéis em Educação Física e Esporte. Na Pós-Graduação, 408 mestres e 71 doutores defenderam suas dissertações e teses. A atual estrutura acadêmica é formada por três departamentos de ensino: - Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano - Esporte - Pedagogia do Movimento do Corpo Humano
  6. 6. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Estrutura Organizacional 2 COMPOSIÇÃO ADMINISTRATIVA Direção Go Tani – Diretor (out/06 a out/10) Carlos Eduardo Negrão - Vice-Diretor (out/06 a out/10) Luciana Matiuda Spinelli– Assistência Técnica Acadêmica Izabel Cristina Amaral Pereira – Assistência Técnica Administrativa e Financeira Congregação Corpo docente: Alberto Carlos Amadio Katia Rubio Alexandre Moreira Luis Augusto Teixeira Andrea Michele Freudenheim Luiz Eduardo Pinto Bastos Tourinho Dantas Antonio Carlos Simões Marcos Duarte Antonio Herbert Lancha Junior Maria Augusta Pedutti Dal’Molin Kiss Carlos Eduardo Negrão Maria Tereza Silveira Böhme Carlos Ugrinowitsch (dez/06 a dez/08) Myrian Nunomura (jun/06 a mar/08) Cassio de Miranda Meira Junior (mar/06 a mar/08) Osvaldo Luiz Ferraz (mai/05 a mai/09) Claúdia Lúcia de Moraes Forjaz Patrícia Chakur Brum Edilamar Menezes de Oliveira Paulo Rizzo Ramires Edison de Jesus Manoel Suely dos Santos Emerson Franchini Taís Tinucci Flávia da Cunha Bastos Umberto Cesar Corrêa Go Tani Valdir José Barbanti Jorge Alberto de Oliveira Valmor Alberto Augusto Tricoli Jorge Dorfmann Knijinik (dez/06 a dez/08) Walter Roberto Correia Júlio Cerca Serrão Corpo discente: Bruno Palmieri Ribeiro (dez/06 a dez/08) Lucas Duarte Tavares Carlos Rey Perez (set/06 a set/07) Luiz Gustavo Pinto (set/07 a set/08) Carlos Roberto Bueno Júnior (mar/07 a set/07) Marcel Segalla Bueno Arruda Celeste Pastro Botoni (dez/05 a Nov/06) Marco Aurélio Carmaneiro (dez/06 a dez/07) Flávio de Castro Magalhães (set/07 a set/08) Ricardo Luiz Costa (dez/05 a nov/06) Isabel Granzotto Llagostera Sergio Estevam Carlos Araujo (dez/07 a nov/08) João Pedro dos Santos Ferreira M. de Pinho Funcionários: Anderson Issao Tanaka (mai/08 a mai/09) Márcia Elisa Garcia de Grandi Edson Toshiyuki Degaki (mai/06 a mai/08) Pedro Mendes Machado Neto (mai/07 a mai/09) Conselho Técnico Administrativo Corpo docente: Andrea Michele Freudenheim (nov/07 a mar/09) Katia Rubio Antonio Carlos Simões Luciano Basso (mar/06 a mar/08) Antonio Herbert Lancha Junior (nov/05 a nov/07) Luis Augusto Teixeira (mar/05 a mar/07) Carlos Eduardo Negrão Maria Augusta Pedutti Dal’Molin Kiss Carlos Ugrinowitsch (mar/05 a mar/07) Maria Tereza Silveira Böhme Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz Patrícia Chakur Brum Elisabeth de Mattos Suely dos Santos Go Tani Umberto Cesar Corrêa Jorge Alberto de Oliveira (mar/06 a mar/09) Valdir José Barbanti (nov/05 a nov/07) José Alberto Aguilar Cortez Valmor Alberto Augusto Tricoli
  7. 7. Estrutura Organizacional EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Corpo discente: Celeste Pastro Botoni (dez/05 a dez/06) Sergio Estevam Carlos Araujo (nov/08 a nov/09) Mariana Prado Luis Nunes (nov/08 a nov/09) Tâmara Roncolleta (nov/06 a Nov/07) Ricardo Luiz Soares Costa (dez/05 a Nov/07) Funcionários: Ilza Benedita dos Santos (mai/07 a mai/09) Luiz Antonio Rocha (mai/05 a mai/07) Lindaci Maria Soares Reginaldo José dos Santos (mai/07 a mai/09) Departamento de Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz - Chefe Patrícia Chakur Brum - Suplente Patrícia Chakur Brum - Chefe (fev/05 a fev/09) Carlos Eduardo Negrão - Suplente (fev/05 a fev/09) Conselho do Departamento de Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano Corpo docente: Alberto Carlos Amadio Luis Augusto Teixeira Antonio Herbert de Lancha Junior Marcos Duarte Carlos Eduardo Negrão Patrícia Chakur Brum Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz Paulo Rizzo Ramires Edilamar Menezes de Oliveira Taís Tinucci Júlio Cerca Serrão Corpo discente: Allan Irwin Leite Bezerra (dez/08 a dez/09) Isabel Llagostera (dez/08 a dez/09) Bruno Palmieri Ribeiro (dez/05 a dez/06) Jeferson Ferreira (dez/05 a dez/06) Daniela de Luca Goes Marcela Darido Departamento de Esporte Maria Augusta Pedutti Dal Molin Kiss - Chefe Antonio Carlos Simões - Suplente Maria Tereza Silveira Böhme - Chefe (set/06 a set/08) Maria Augusta Pedutti Dal Molin Kiss - Suplente (out/06 a out/08) Conselho do Departamento de Esporte Corpo docente Alexandre Moreira Jorge Dorfman Knijnik (até ago/09) Antonio Carlos Mansoldo José Alberto Aguilar Cortez Antonio Carlos Simões Maria Augusta Pedutti Dal Molin Kiss Benedito Pereira Maria Tereza Silveira Böhme Carlos Ugrinowitsch (nov/07 a nov/09) Myrian Nunomura (até 09) Elisabeth de Mattos Valdir José Barbanti Emerson Franchini Valmor Alberto Augusto Tricoli Flávia da Cunha Bastos Corpo discente Aloísio Vicente (dez/07 a dez/08) Leonardo Pacheco (dez/08 a dez/09) Evandro Sanches (dez/08 a dez/09) Patrícia Romeiro de Carvalho Izabel Vieira Seki
  8. 8. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Estrutura Organizacional Departamento de Pedagogia do Movimento do Corpo Humano Umberto Cesar Corrêa - Chefe Andrea Michele Freudenheim - Suplente Suely dos Santos - Chefe (jul/05 a jul/07) Katia Rubio - Suplente (jul/07 a jul/09) Conselho do Departamento de Pedagogia do Movimento Humano Corpo docente Andrea Michele Freudenheim Luiz Eduardo Pinto Bastos Tourinho Dantas Edison de Jesus Manoel Monica Yuri Takito Emerson Franchini (jul/07 a jul/09) Osvaldo Luiz Ferraz (abr/08 a abr/10) Go Tani Suely dos Santos Jorge Alberto de Oliveira Umberto Cesar Corrêa Katia Rubio Walter Roberto Correia Luciano Basso Yara Maria de Carvalho Corpo discente Bárbara Muglia Rodrigues (jan/08 a dez/08) Isabel Granzotto Llagostera Daiana Priscila da Silva (dez/08 a dez/09) José Fausto Galeote Goulart (jan/08 a dez/08) Felipe Mociute Cruz Tatiana Bahov Perfeito (dez/08 a dez/09) Comissão de Graduação Corpo docente: Alexandre Moreira Luciano Basso Andrea Michele Freudenheim Osvaldo Luiz Ferraz (até abr/10) Carlos Ugrinowitsch Umberto Cesar Corrêa Edilamar Menezes de Oliveira Walter Roberto Correia Júlio Cerca Serrão - Presidente Corpo discente: Bianca das Neves (dez/06 a dez/07) Marcel Segalla Bueno (dez/07 a dez/08) Carlos Henrique Tapetti (dez/05 a dez/06) Marcela Darido Carlos Roberto Bueno Júnior (dez/05 a dez/06) Marco Aurélio Carmaneiro (dez/06 a dez/07) Daniel Diniz Carneiro Sergio Estevam Carlos de Araujo (dez/07 a dez/08) Pós- Comissão de Pós-Graduação Corpo docente: Andrea Michele Freudenheim Antonio Carlos Simões Katia Rubio Antonio Herbert Lancha Junior Maria Tereza Silveira Böhme Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz Patrícia Chakur Brum Emerson Franchini Suely dos Santos Go Tani (abr/06 a abr/09) Umberto Cesar Corrêa Júlio Cerca Serrão Valmor Alberto Augusto Tricoli - Presidente Corpo discente: Alexandre H. Nicolai Ré (set/06 a set/07) Maria Cecília O. da Fonseca(set/07 a set/08) Carlos Roberto Bueno Júnior (set/07 a set/08) Maria Tereza da Silva P. Marques Crivaldo Gomes Cardoso Junior (set/06 a mar/07) Ursula Ferreira Julio Julio César Batista Ferreira (mar/07 a set/07)
  9. 9. Estrutura Organizacional EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Comissão de Pesquisa Corpo docente: Alexandre Moreira Marcos Duarte Antonio Carlos Simões (abr/04 a abr/07) Monica Yuri Takito Carlos Eduardo Negrão (abr/06 a abr/09) Patrícia Chakur Brum Edilamar Menezes de Oliveira (abr/05 a abr/08) Suely dos Santos - Presidente Flávia da Cunha Bastos Valmor Alberto Augusto Tricoli (abr/04 a abr/10) Jorge Alberto de Oliveira Walter Roberto Correia Luis Augusto Teixeira (abr/04 a abr/07) Corpo discente: Alessandro Teodoro Bruzi Stephano Freitas Soares Melo (set/07 a set/08) Lucio Fernandes Ferreira Telma Fátima Cunha (set/07 a set/08) Rodrigo Nuno Peiró Correia (set/06 a set/07) Ulysses Okada de Araújo (set/06 a set/07) Comissão de Cultura e Extensão Universitária Corpo docente: Cassio de Miranda Meira Junior (abr/07 a abr/10) Katia Rubio – Presidente Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz Maria Tereza Silveira Bohme (abr/06 a abr/09) Elisabeth de Mattos Monica Yuri Takito Emerson Franchini (mar/08 a mar/11) Myriam Nunomura (abr/04 a abr/07) Flávia da Cunha Bastos Taís Tinucci Jorge Alberto de Oliveira Yara Maria de Carvalho (abr/04 a abr/07) Luciano Basso Walter Roberto Correia Luis Augusto Teixeira (mar/05 a mar/08) Corpo discente: Adriana Gimenes Gonçalves Jefferson Ferreira (dez/05 a Nov/06) Bianca da Neves (dez/06 a nov/07) José Fausto G. Goulart(dez/07 a nov/08) Daniella de Luca Góes Tatiane Prevides Roque (dez/05 a nov/07) Daniel Diniz Carneiro (dez/07 a Nov/08) Conselho do Departamento de Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano Corpo docente: Alberto Carlos Amadio Luis Augusto Teixeira Antonio Herbert Lancha Junior Marcos Duarte Carlos Eduardo Negrão Patrícia Chakur Brum Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz Paulo Rizzo Ramires Edilamar Menezes de Oliveira Taís Tinucci Júlio Cerca Serrão Corpo discente: Allan Irwin Leite Bezerra (dez/08 a dez/09) Isabel Llagostera (dez/08 a dez/09) Bruno Palmieri Ribeiro (dez/05 a dez/06) Jeferson Ferreira (dez/05 a dez/06) Daniela de Luca Goes Marcela Darido Conselho do Departamento de Pedagogia do Movimento do Corpo Humano Corpo docente Andrea Michele Freudenheim Luiz Eduardo Pinto Bastos Tourinho Dantas Edison de Jesus Manoel Monica Yuri Takito Emerson Franchini (jul/07 a jul/09) Osvaldo Luiz Ferraz (abr/08 a abr/10) Go Tani Suely dos Santos Jorge Alberto de Oliveira Umberto Cesar Corrêa Katia Rubio Walter Roberto Correia Luciano Basso Yara Maria de Carvalho
  10. 10. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Estrutura Organizacional Corpo discente Bárbara Muglia Rodrigues (jan/08 a dez/08) Isabel Granzotto Llagostera Daiana Priscila da Silva (dez/08 a dez/09) José Fausto Galeote Goulart (jan/08 a dez/08) Felipe Mociute Cruz Tatiana Bahov Perfeito (dez/08 a dez/09) Conselho do Departamento de Esporte Corpo docente Alexandre Moreira Jorge Dorfman Knijnik (até ago/09) Antonio Carlos Mansoldo José Alberto Aguilar Cortez Antonio Carlos Simões Maria Augusta Pedutti Dal Molin Kiss Benedito Pereira Maria Tereza Silveira Böhme Carlos Ugrinowitsch (nov/07 a nov/09) Myrian Nunomura (até 09) Elisabeth de Mattos Valdir José Barbanti Emerson Franchini Valmor Alberto Augusto Tricoli Flávia da Cunha Bastos Corpo discente Aloísio Vicente (dez/07 a dez/08) Leonardo Pacheco (dez/08 a dez/09) Evandro Sanches (dez/08 a dez/09) Patrícia Romeiro de Carvalho Izabel Vieira Seki Comissão Interna de Cooperação Internacional Andrea Michele Freudenheim Patrícia Chakur Brum - Presidente Antonio Herbert Lancha Junior (abr/04 a mar/09) Paulo Rizzo Ramires Flávia da Cunha Bastos Valmor Alberto Augusto Tricoli (abr/04 a mar/09) Márcia Regina de Sá Comissão de Biblioteca Edilamar Menezes de Oliveira (até nov/07) Rodolfo Pavanelli Menezes (nov/06 a mar/09) Emerson Franchini – Presidente Taís Tinucci Carlos Ugrinowitsch Umberto Cesar Côrrea (nov/06 a out/07) Leonardo Lamas Lenadro Ribeiro Ulisses Okada de Araujo (nov/06 a mar/09) Luiz Eduardo Pinto Bastos Tourinho Dantas Marcia Elisa Garcia de Grandi Paula Avakian Regiane Pereira dos Santos (até out/07) Comissão Comissão de Prevenção de Acidentes de Trabalho Alex Moreira de Oliveira Katt Coelho Mattos (nov/06 a nov/07) Alexandre Carneiro Lindaci Maria Soares Luiz (nov/06 a nov/07) Amélia Yaeko Aoki (nov/07 a nov/08) Luciano Lopes (nov/08 a nov/09) André Luiz Guerra (nov/06 a nov/07) Luis Antonio Cespedes Teixeira (nov/07 a nov/08) Carlos Roberto Conceição Pereira (nov/06 a Manoel José de Brito (nov/08 a nov/09) nov/08) Marcele de Almeida Coelho (nov/07 a nov/08) Diego Santana Zuqueto Marcelina Vicentino Machado Edson Toshiyuki Degaki Paulo Searson Elza América de Carvalho (nov/06 a nov/07) Renata Xavier Magalhães - Presidente Elza Maria Calarga Lellis (nov/08 a nov/09) Rosana Aparecida Andreotti (nov/06 a nov/07) Glória de Fátima Alves da Mota (nov/07 a nov/08) Rozimar Nogueira dos Santos (nov/06 a nov/08) Hudson Clay da Silva (nov/08 a nov/09) Sylvia Lúcia de Freitas (nov/07 a nov/08) José Vicente Berguele C. Dutra (nov/08 a nov/09) Valquiria Aparecida Carracedo (nov/08 a nov/09)
  11. 11. Estrutura Organizacional EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Comissão Comissão USP Recicla Joé Evane de Souza Mariana Prado Marcele de Almeida Coelho Pollyana Pereira Takao Marcelina Vicentina Machado Walter Roberto Correia - Presidente
  12. 12. Escultura Evolução – Prof. Dr. Erasmo M. Castro de Tolosa FERRAMENTAS DE GESTÃO
  13. 13. Ferramentas de gestão EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 3 ORIENTAÇÃO ORIENTAÇÃ Missão Oferecer ensino de qualidade e produzir conhecimento inovador nas áreas de Educação Física e Esporte, interagindo com a sociedade. Visão de Futuro Promover uma nova capacitação de formação profissional e acadêmica orientada aos desafios da sociedade contemporânea desenvolvendo pesquisa e produzindo conhecimento com inserção internacional. Vocação Formar profissionais que assumam competentes posturas de liderança na sociedade; desenvolver pesquisa interdisciplinar voltada a ampliar as interfaces e viabilizando cooperações institucionais dentro e fora da USP. Diretrizes - Formar profissionais altamente qualificados e produzir conhecimentos inovadores. - Intensificar as relações entre Graduação e Pós-Graduação por meio de atividades de ensino, pesquisa e extensão. - Consolidar o intercâmbio estudantil nacional e internacional junto à Graduação e Pós-Graduação. - Consolidar as linhas de pesquisa incentivando a produção científica junto aos grupos de pesquisa e laboratórios. - Valorizar o Esporte como campo de conhecimento e de atuação profissional na sociedade contemporânea. - Motivar a busca de recursos externos por meio de planos de cooperação e projetos de pesquisa. - Interagir com a sociedade oferecendo programas e cursos de atividades físicas orientados para a educação, saúde, cultura e lazer. - Manter atualizado um Plano de Metas Institucional que represente o coletivo em todas as áreas e setores. - Aperfeiçoar os mecanismos de avaliação institucional e de desempenho de funcionários docentes e não docentes. - Intensificar ações integradas com outros órgãos da USP e fora dela e em especial com o Cepeusp e o InCor - Unidade de Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício.
  14. 14. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ferramentas de Gestão 4 REUNIÃO DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO A gestão de 2006/2010 deu continuidade à organização das Reuniões de Planejamento Estratégico que se realizam desde 2003. A dinâmica das reuniões foi semelhante em todas as edições, com a apresentação das realizações do ano anterior, discussão dos temas por grupos de trabalho, apresentação de propostas pelos grupos de trabalho, discussão em plenária e elaboração do plano de metas para o desenvolvimento no período seguinte. Resumidamente, apresentamos as metas e ações ao longo do período dentro de cada grupo de trabalho. V Reunião de Embu - 15 e 16/02/2007 Grupo 1 – Reforma Curricular / Avaliação do ensino Meta - Reformulação curricular dos cursos de Graduação Ações - Avaliação dos projetos pedagógicos pelos discentes, egressos e pelos pares desenvolvidas - Organização e realização do Seminário de Estudos Curriculares - Elaboração do projeto de reformulação curricular dos cursos Propostas - Monitorar a implantação do novo currículo futuras - Aumentar as propostas de disciplinas optativas para proporcionar flexibilidade ao currículo - Ampliar as ofertas de estágios, monitorias, convênios e demais atividades - Intensificar a integração entre ensino, pesquisa e extensão Grupo 2 – Cultura e Extensão Meta - Aumentar a oferta de cursos de atualização, capacitação e especialização Ações - Ampliação do quadro de recursos humanos desenvolvidas - Organização e realização de programações culturais - Aumento da oferta de cursos de difusão cultural Propostas - Ampliar a oferta de cursos à distância futuras - Estabelecer parceria para oferecimento de cursos - Ampliar atividades de extensão - Promover melhoria do suporte aos cursos comunitários - Criar assessoria para avaliação e prescrição de atividade física
  15. 15. Ferramentas de gestão EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Pós- Grupo 3 – Integração acadêmica (Pesquisa e Pós-Graduação) Meta - Retomar a organização do Simpósio de Iniciação Científica - Criar disciplina de Pós-Graduação “Seminários em Pesquisa” - Organização e realização do Congresso de Iniciação Científica e Simpósio de Pós-Graduação em Ações conjunto com a UNESP e a UNICAMP desenvolvidas Propostas - Criar outros mecanismos para promoção e integração das atividades de Pós-Graduação e Pesquisa futuras - Aprimorar as condições para o desenvolvimento de atividades de pesquisa - Estabelecer mecanismos para organização, divulgação e acesso ao conhecimento gerado pela Escola - Discutir rumos da Pós-Graduação Grupo 4 – Recursos Humanos e Infraestrutura Meta 1 - Adequação do quadro de Recursos Humanos Ações - Elaboração do plano de metas para a área de recursos humanos desenvolvidas - Incentivo ao funcionário para conclusão da formação básica - Incentivo ao funcionário para treinamento específico - Desenvolvimento de ações integrativas - Criação de metodologia para avaliação funcional - Elaboração do plano de terceirização para os setores de limpeza e vigilância Propostas - Elaborar novos planos de necessidade de recursos humanos Futuras - Monitorar a implantação da terceirização dos setores de limpeza e vigilância - Definir metodologia para avaliação funcional contínua - Dar continuidade às ações de formação e treinamento - Ampliar as ações de integração Meta 2 - Ampliação da área construída Ações - Elaboração do projeto arquitetônico, captação de recursos e realização da obra do Bloco D desenvolvidas - Construção da Copa Propostas - Estudo da viabilidade de ampliação para o 2º andar do Bloco A futuras - Estudo para aproveitamento de novos espaços Meta 3 - Manutenção predial e adequação da infraestrutura Ações desenvolvidas - Reforma das coberturas dos salões e piscina - Elaboração de projeto de readequação dos Blocos B e C - Reconstrução do campo de futebol e pista de caminhada - Reforma da sala de musculação e judô - Melhoria na área de convivência estudantil - Ampliação do sistema de telefonia e do acesso à internet via wireless no Bloco C - Inventário dos equipamentos de informática - Aquisição de sistema de segurança de rede de informática Propostas - Execução da obra de readequação dos Blocos B e C futuras - Reforma e reestruturação do sistema de portaria e recepção - Elaboração do projeto de readequação do Bloco A - Execução da pintura dos Blocos A, B e C - Adequação do sistema elétrico - Estruturação da intranet - Continuidade às melhorias da área de convivência estudantil - Busca de novas fontes de recursos - Estudo da viabilidade de troca das coberturas dos salões e piscina - Modernização da rede de informática - Planejamento do controle periódico de pragas
  16. 16. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ferramentas de Gestão VI Reunião de Embu - 22/02/2008 Grupo 5 – Relações Institucionais / Internacionalização Metas - Intensificar ações com os parceiros já existentes - Ampliar novas parcerias - Ampliar o programa de mobilidade estudantil - Estabelecer convênios com IES da América Latina - Divulgar informações sobre a internacionalização / visibilidade institucional - Desenvolver pesquisas científicas com laboratórios e centros de pesquisa internacionais - Estabelecer uma Política de Internacionalização da EEFE-USP Ações - Assinatura de novos convênios executadas - Elaboração de documento de Política de Internacionalização - Ampliação do programa de mobilidade estudantil - Ampliação do desenvolvimento de pesquisa com participação de IES e Centro de Pesquisas internacionais - Organização e realização do “Fórum Latino-americano de Educação Física e Esporte” - Criação da Rede Latino-americana de Educação Física e Esporte - Elaboração do novo site institucional Ações futuras - Elaborar novos planos de trabalho com parceiros já existentes - Elaborar relatórios anuais para avaliação da internacionalização - Estabelecer novos fluxos de comunicação interna e coleta de informações VII Reunião de Embu - 12 e 13/02/2009 Grupo 6 – Desburocratização da administração Metas - Revisão dos procedimentos administrativos - Elaboração de manual de rotinas administrativas Obs.: este grupo foi retirado da programação da Reunião de Planejamento Estratégico, tendo em vista a participação da Escola no projeto Gespública.
  17. 17. Ferramentas de gestão EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 5 PROGRAMA GESPÚBLICA – MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO Em 2006, a Universidade de São Paulo integrou-se ao Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização da Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento. A EEFE-USP participou do programa em todas as suas etapas. Inicialmente, funcionários representantes da unidade participaram das palestras de apresentação do programa e de orientação. Foi designado, posteriormente, um grupo de trabalho composto por funcionários e docentes para que o programa fosse desenvolvido. O grupo participou da oficina ”Autoavaliação da gestão pública”, de 17 a 19 de abril de 2007 (16 horas), realizou reuniões de trabalho e concluiu a autoavaliação. Na etapa seguinte, foram elaborados os planos de melhoria “Revisão dos processos do setor financeiro” e “Estabelecimento de um controle de gastos”, de acordo com as prioridades previamente determinadas. 6 AVALIAÇÃO DEPARTAMENTAL A Universidade de São Paulo, por meio da Comissão Permanente de Avaliação, estabelece e orienta o processo de Avaliação Institucional de suas unidades universitárias. Trata-se de um instrumento de diagnóstico e planejamento, compreendendo a autoavaliação, avaliação externa e estabelecimento de metas. Com base no ciclo 2005-2009, a EEFE-USP iniciou seu diagnóstico com a autoavaliação realizada em novembro e dezembro de 2009. A avaliação externa foi conduzida por uma Comissão formada pelos Profs. Drs. Antonio Teixeira Marques, da Universidade do Porto (Porto – Portugal), Eduardo Kokubun, da UNESP (Rio Claro – SP) e Markus Vinicius Nahas, da Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis – SC), no período de 01 a 03 de março de 2010. A seguir apresentamos trecho do relatório da avaliação institucional, bem como algumas considerações feitas pela comissão: O relatório de autoavaliação, os indicadores disponíveis e as informações derivadas das reuniões com docentes e alunos, dão-nos conta de uma instituição com uma larga tradição e prestígio no Brasil, onde se afirmou como a Escola de referência. A Unidade apresenta um grande dinamismo nas atividades de ensino, investigação e extensão, de que destacaríamos os desempenhos no âmbito do ensino pós-graduado e da investigação, áreas em que os indicadores apresentados são de grande significado e relevância. Esse relatório não esconde, também, algumas limitações e dificuldades que impedem a EEFE- USP de cumprir de uma forma mais cabal e efetiva as suas missão e funções, designadamente no que se refere aos efetivos de pessoal. O relatório deixa, ainda, claro que o desenvolvimento da Unidade não se faz de forma simétrica em todos os domínios de atividade, o que deve ser considerado aceitável. Há departamentos, cursos e laboratórios ou grupos de pesquisa que procuram ainda afirmar- se, interna e externamente; e há outros que ganharam já um elevado prestígio no país e internacionalmente. Assim acontece, também, em outras instituições e países, mesmo os de maior tradição neste domínio.
  18. 18. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ferramentas de Gestão Na continuidade, o documento ressalta as principais conquistas da Escola, como: o conceito 6 da CAPES pela Pós-Graduação, criação de novos programas de pós-graduação, os atuais indicadores da produção intelectual, a realização do Congresso de Iniciação Científica, a reformulação curricular, o desenvolvimento de atividades culturais, artísticas e desportivas, a construção do prédio dos laboratórios e a modernização da infraestrutura física de apoio ao ensino. Tecendo várias considerações, a Comissão sugere atenção para alguns aspectos: a continuidade da melhoria da qualidade do ensino, a ampliação do número de vagas na pós-graduação e da dupla titulação, integração dos grupos de pesquisa, aumento do número de bolsas de iniciação científica, melhoria na relação das atividades de extensão com as de ensino e pesquisa, utilização de recursos de tecnologia de informação, expansão de cooperação acadêmica nacional e internacional e priorização para publicação em periódicos avaliados por indexadores internacionais.
  19. 19. Ferramentas de gestão EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010
  20. 20. Biblioteca da EEFE-USP AÇÕES E INDICADORES
  21. 21. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 7 GRADUAÇÃO 7.1 Reforma Curricular A reformulação dos cursos de graduação da EEFE-USP é um antigo anseio da comunidade acadêmica. Desde a primeira edição das reuniões de planejamento estratégico da unidade, iniciadas em 2003, a reforma é apontada como uma meta de importância institucional primária. Para formular uma proposta, a Comissão de Graduação (CG) julgou necessário um estudo do currículo que estava em vigência. Assim, foi implantado um sistema de avaliação do ensino a fim de diagnosticar elementos relacionados às disciplinas, aos docentes e aos alunos. Realizado desde 2005, com a colaboração da Fuvest, esse instrumento permitiu o levantamento de informações relevantes sobre o ensino de graduação na EEFE-USP. Também foi realizada uma pesquisa direcionada aos egressos dos cursos para obter dados acerca da formação acadêmica oferecida pela Escola sob a ótica dos inseridos no mercado profissional. Os dados coletados a partir dessas investigações, acrescidos das sugestões apresentadas pela comunidade acadêmica, apontavam as disciplinas de formação básica como o foco da reformulação curricular. Contrariando expectativas iniciais, não foram identificadas razões objetivas que evidenciassem a necessidade de alterações nas disciplinas correspondentes aos núcleos profissionalizantes do curso. Diante do exposto, a CG estabeleceu como meta primordial da reforma a reorganização das disciplinas de fundamentação, por meio da criação de um Núcleo Comum para os cursos de graduação da EEFE-USP. Um dos pilares para a estruturação do Núcleo Comum envolve a reformulação dos mecanismos de acesso aos cursos de graduação por intermédio do vestibular. Foi elaborada, assim, uma entrada única para os três cursos de graduação oferecidos pela EEFE-USP. Após o ingresso, o aluno deverá cursar o chamado Núcleo Comum nos primeiros quatro semestres. Concluída essa etapa, o discente optará entre os 3 cursos: Bacharelado em Esporte, Bacharelado em Educação Física e Licenciatura em Educação Física. Serão disponibilizadas até 40 vagas por curso e a preferência no momento da escolha será orientada em função da média ponderada obtida nas disciplinas básicas. A modificação do modelo de ingresso é justificada pelos seguintes fatores: - egressos apontaram não ter elementos suficientes para nortear a sua escolha quando da realização do vestibular. Com a reformulação, o ingressante terá um contato prévio com o corpo de conhecimento básico; - observa-se uma crescente redução da faixa etária dos ingressantes na Universidade, o que potencializa eventuais incertezas acerca do curso de graduação a ser escolhido; - observa-se uma crescente procura pelo Bacharelado em Educação Física e uma redução na procura pelo Bacharelado em Esporte. A CG considera que o desconhecimento acerca do corpo de conhecimento e da atuação profissional do Bacharel em Esporte, habilitação recente e oferecida
  22. 22. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores em poucas instituições, pode ser apontado como uma das causas de menor procura por essa habilitação. Espera-se que o novo formato estimule o maior engajamento acadêmico durante os primeiros semestres, já que um bom desempenho nessa fase pode assegurar a vaga no curso pretendido. O objetivo é, sobretudo, que a escolha da carreira conte com bases mais sólidas, fundamentadas nas discussões levantadas nos primeiros semestres. A reforma foi aprovada em todas as instâncias da unidade e reiterada por outras instituições da USP que oferecem disciplinas aos alunos da EEFE-USP, tais como: Instituto de Ciências Biomédicas, Faculdade de Economia e Administração, Instituto de Química, Instituto de Matemática e Estatística, Faculdade de Saúde Pública e Faculdade de Educação. Por fim, a reformulação foi aprovada pelo Conselho de Graduação da Universidade de São Paulo, e o novo currículo estará vigente a partir de 2011. 7.2 Processo de avaliação das disciplinas A partir de 2005, por iniciativa da CG, passou-se a efetuar a avaliação discente de todas as disciplinas oferecidas, por meio de um instrumento próprio, aplicado inicialmente de forma experimental, com o objetivo de testar e elaborar um protocolo de aplicação dos questionários. De 2006 em diante, a avaliação foi sistematizada e posto em prática no final de cada semestre. O formulário propõe questões pertinentes detalhadas divididas em quatro seções: (a) programa da disciplina; (b) estrutura didática-apoio; (c) docente; e (d) autoavaliação. A partir da aplicação do questionário, é possível a análise de cada uma das disciplinas isoladamente, de um grupo específico ou de todas de um determinado curso. Além disso, é possível efetuar comparações em relação à média geral de todas as disciplinas. O resultado é encaminhado aos Departamentos e aos responsáveis pelas respectivas disciplinas, que posteriormente podem se manifestar junto à CG. Este resultado tem servido aos professores como referência para modificações da disciplina e de sua atuação. Já os coordenadores recebem os resultados de todas as disciplinas oferecidas no curso de sua responsabilidade e também apresentam uma análise das avaliações. Ambas as manifestações, por parte dos docentes e dos coordenadores, são reunidas e examinadas em reunião da CG, que discute os casos críticos e delibera quais medidas serão tomadas, visando à melhora do ensino de graduação. As avaliações até agora obtidas nortearam algumas tomadas de decisão da CG a respeito da reestruturação curricular bem como de solicitações de compra de material para melhoria da estrutura de apoio.
  23. 23. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 7.3 Pesquisa com egressos Este estudo, que está em andamento, é coordenado pela Comissão de Graduação e conta com o apoio de alunos que compõem o Grupo Programa de Educação Tutorial (PET). Trata-se da aplicação de um questionário com temas objetivos e subjetivos junto aos ex-alunos dos cursos Bacharelado e Licenciatura da EEFE-USP. A finalidade do trabalho é caracterizar o perfil dos egressos, desde a trajetória acadêmica, até a atuação profissional, além de reunir opiniões a respeito da estrutura curricular a que foram submetidos durante a formação. Espera-se que o resultado provoque reflexão sobre os pontos fortes e fracos da graduação, visando melhor qualidade na formação profissional na área. Uma primeira etapa foi concluída, que contribuiu como subsídio das discussões sobre a reforma curricular. Busca-se agora ampliar a amostra, além de manter constante o relacionamento com esses egressos. Cerimônia oficial de colação de grau organizada pela EEFE-USP 7 .4 Indicadores da Graduação Relação candidato/vaga 2006 2007 2008 2009 2010 Esporte 12,62 10,8 8,9 7,56 5,5 Educação Física 39,82 39,82 19,14 13,78 11,7 Cabe ressaltar que os números com tendência de queda são observados em geral em toda a Universidade de São Paulo e em outras universidades públicas. Uma das explicações é o Programa Universidade para Todos (Pro-Uni), implementado pelo Ministério da Educação desde 2007. Matriculados 2006 2007 2008 2009 2010 Esporte 246 256 239 239 232 Educação Física 296 295 299 288 283
  24. 24. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores Concluintes oncluin 2006 2007 2008 2009 Esporte 35 51 38 40 Educação Física 60 29 44 42 Licenciatura 12 17 15 23 semestres) Tempo de formação (em semestres) 2010 2006 2007 2008 2009 (1º sem.) Esporte 10,09 10,31 9,54 10,15 13,00 Educação Física 10,03 10,86 10,27 9,86 10,00 Licenciatura 5,85 5,50 5,86 5,84 5,00 Dados de evasão 2010 2006 2007 2008 2009 (1º sem.) Esporte 10 9 15 13 11 Educação Física 36 31 29 32 22 7 .5 Participação em Programas da Pró-Reitoria de Graduação Pró- Pro- Pro-EVE (Programa de Apoio à Realização e Participação em Eventos) Com o objetivo de estimular atividades extracurriculares que auxiliem a formação integral do aluno, os auxílios buscaram contemplar os temas mais relevantes bem como que viabilizavam uma maior integração do ensino, pesquisa e extensão. Os recursos foram aplicados da seguinte forma: 2007 2010 2008 2009 (parcial) Verba R$ 14.811,40 R$ 4.691,16 R$ 5.504,30 R$5.765,36 Aplicação Congresso de XX Encontro Nacional de IX Seminário de Educação Iniciação Científica Estudantes de Educação Física Escolar Física I Seminário de Estudos I Seminário de XIII Congresso Brasileiro de Olímpicos Estudos Biomecânica Curriculares Produção de material Participação no Encontro contra a Lavagem do Estadual dos Grupos PET Corredor
  25. 25. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Pro- Pro-Lab (Programa de Manutenção e Reequipamento de Laboratórios Didáticos) Propicia recursos para projetos de melhoria dos laboratórios didáticos para a Graduação. Para a compra de equipamentos, foi recebida a verba de R$150.000,00 em 2007. As verbas disponibilizadas por meio do Pro-Lab para a manutenção dos laboratórios estão descritas abaixo: 2006 2007 2008 2009 2010 R$ 20.974,27 Verba – R$ 23.321,85 R$ 22.728,71 R$ 21.827,31 (previsto) PROEP (Programa Ensinar com Pesquisa) Propõe-se a apoiar, por meio de bolsas, projetos de iniciação científica que tenham como foco o ensino de graduação na USP e que abordem temáticas voltadas para os desafios do ensino e da aprendizagem nos cursos de graduação. 2010 2007 2008 2009 (parcial) Número de bolsistas 10 13 8 6 Pro-Int (Programa Ensinar com Pesquisa) ro- W / ' W / 2006 2007 2008 2009 2010 Verba recebida R$ 2.426,94 R$ 4.079,33 R$ 4.404,43 R$ 5.167,87 R$ 5.412,98 7.6 Programa de Educação Tutorial (PET) O Programa de Educação Tutorial, atualmente gerido pela Secretaria de Educação Superior – SESu/MEC tem forte tradição na EEFE-USP. Visa propiciar aos alunos participantes atividades extracurriculares que complementem sua formação acadêmica e atendam às necessidades do próprio curso de graduação. Essas atividades são realizadas sob a orientação de um tutor e contam também com a participação de alguns docentes no desenvolvimento dos programas e projetos.
  26. 26. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores Atualmente, o Grupo PET da EEFE-USP é composto por doze alunos bolsistas e seis alunos voluntários. As realizações concentraram-se na organização de ciclo de palestras, produção de material de apoio didático, produção de material informativo “PETeleco”, promoção de eventos acadêmicos e desenvolvimento de projetos de pesquisa. Programa PET&Ação Destacamos a realização do Programa de Educação Física para os funcionários da USP “PET&Ação” com vínculo ao projeto de pesquisa “Avaliação do risco cardiovascular dos participantes do Programa PET&Ação”.
  27. 27. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 8 PÓS-GRADUAÇÃO PÓS- 8.1 Novas áreas de concentração A Comissão de Pós-Graduação procurou trabalhar seguindo as orientações definidas do plano de metas ainda na gestão anterior. No final de 2006, ingressaram os primeiros alunos das recém- criadas áreas “Estudos do Esporte” (mestrado) e “Pedagogia do Movimento Humano” (doutorado). Desde então, os esforços têm sido feitos para dar consistência ao programa. 8.2 Avaliação CAPES Com o esforço conjunto de toda a comunidade, o programa atingiu seus objetivos de preparação qualificada de recursos humanos em nível de pós-graduação e visualiza resultados concretos. Na avaliação realizada pela CAPES, referente ao triênio 2004 a 2006, o Programa de Pós- Graduação da EEFE-USP foi contemplado com o conceito 6 (na escala de 1 a 7), qualificando o programa como o melhor da área no país. Em 2010, foi anunciado o resultado da avaliação referente ao triênio 2007 a 2009, e como decorrência das ações efetuadas em busca da excelência como padrão de qualidade dos nossos cursos o programa manteve o conceito 6. 8.3 Alterações nas normas Em 2009, a Comissão de Pós-Graduação procedeu algumas alterações nas normas do Programa de Pós-Graduação a fim de adequar às necessidades e tornar o processo mais eficiente. Dessas alterações, ressaltamos o processo de ingresso no doutorado, que passou a ser em fluxo contínuo. 8.4 Eventos organizados Em novembro de 2007, a Escola comemorou os 30 anos da Pós-Graduação, em cerimônia que procurou reunir o corpo discente, ex-alunos, docentes, orientadores, funcionários e instituições parceiras que participaram da construção dessa história. O evento buscou evidenciar a importância, o papel multiplicador e a positiva influência deste programa de pós-graduação para a concretização da Educação Física como ciência. Ainda dentro das comemorações, foi editado um número especial da Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, com publicação de textos de autores convidados.
  28. 28. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores Cerimônia de abertura Coquetel comemorativo dos 30 anos da Pós- Graduação da EEFE-USP O Seminário Inaugural da Pós-Graduação é um evento organizado todos os anos para informar sobre a organização do curso, recursos e tecnologias para pesquisa bibliográfica e temas importantes que propiciem discussões sobre os rumos da pós-graduação e da melhoria do programa, integrando os ingressantes, os demais discentes e os orientadores. Em setembro de 2010, a Escola sediou a Reunião do Fórum dos Coordenadores de Pós- Graduação em Educação Física, que teve como objetivo da discussão a situação atual dos programas, orientação sobre a coordenação da área e entendimento sobre metas futuras. 8.5 Dupla titulação A EEFE-USP firmou, em janeiro de 2010, seu primeiro convênio com a Université Paris Descartes UFR STAPS, França, visando ao desenvolvimento de tese de doutorado em co-tutela. A unidade espera que essa experiência possa servir de modelo e incentivo para novas propostas. 8 .6 Indicadores Ingressantes 2006 2010 2007 2008 2009 (2º sem) (1º sem) Mestrado - 28 24 32 22 Doutorado 3 11 10 16 9
  29. 29. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Concluintes 2006 2010 2007 2008 2009 (2º sem) (1º sem) Mestrado 7 22 29 16 14 Doutorado 6 7 5 13 9 Bolsas 2006 2010 2007 2008 2009 (2º sem) (1º sem) Mestrado 11 11 12 15 18 Doutorado 8 8 9 13 13 Alunos especiais 2006 2010 2007 2008 2009 (2º sem) (1º sem) Concluintes 24 32 43 33 19 (PAE PAE) Programa de Aperfeiçoamento de Ensino (PAE) 2006 2007 2008 2009 2010 (2º sem) Estagiários 15 30 33 30 40
  30. 30. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores 9 PESQUISA 9.1 Laboratórios Departamento de Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano - Biofísica - Biomecânica - Bioquímica da Atividade Motora - Fisiologia Celular e Molecular do Exercício - Hemodinâmica da Atividade Motora - Nutrição e Metabolismo da Atividade Motora - Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia do Exercício - Sistemas Motores Humanos Departamento de Esporte - Adaptação ao Treinamento de Força - Determinantes Energéticos de Desempenho Esportivo (LADESP) - Psicossociologia do Esporte (LAPSE) - Treinamento de Esporte para Crianças e Adolescentes (LATECA) Departamento de Pedagogia do Movimento do Corpo Humano - Centro de Estudos Socioculturais do Movimento Humano (CESC) - Comportamento Motor (LACOM) - Pedagogia do Movimento Humano (LAPEM) 9.2 Grupos de Estudo e Pesquisa Departamento de Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano - Biofísica do Movimento Humano - Biomecânica - Bioquímica e Biologia Molecular do Exercício - Controle e Aprendizagem Motora - Fisiologia Cardiovascular do Exercício - Fisiologia do Exercício e Reabilitação Cardiovascular - Hemodinâmica da Atividade Motora - Nutrição e Metabolismo Aplicados à Atividade Motora Departamento de Esporte - Adaptações Neuromusculares ao Treinamento de Força (GEPAN) - Administração Esportiva (GEPAE) - Artes Marciais, Lutas e Modalidades de Combate - Avaliação Biológica do Esporte (GEPABE) - Futebol e Futsal (GEPEFFS) - Pessoas Portadoras de Deficiência (GEEPPEDE) - Planejamento e Monitoramento do Treinamento Físico e Esportivo - Psicossociologia do Esporte (GEPPSE) - Treinamento Infanto Juvenil (GEPETIJ) Departamento de Pedagogia do Movimento do Corpo Humano - Estudo do Desenvolvimento da Ação e Intervenção Motora (GEDAIM)
  31. 31. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 - Estudo e Pesquisa sobre Gestação e Atividade Física (GESTATIVA) - Estudos de Pedagogia da Educação Física Escolar (GEPEFE) - Estudos Olímpicos - Interdisciplinar de Estudos sobre Futebol - Observatório de Psicologia do Esporte - Pedagogia do Movimento Humano e Educação Física Escolar - Pesquisa Educação Física e Saúde Coletiva - Saberes e Práticas Docentes para a Educação Física 9.3 Iniciação Científica Seguindo as orientações definidas no planejamento estratégico da Instituição, a Comissão de Pesquisa promoveu ações para valorizar e ampliar a participação de alunos em projeto de iniciação científica. A primeira ação foi a organização de evento com a finalidade de congregar e divulgar os projetos de alunos participantes de programas de iniciação científica. Eventos dessa natureza já haviam sido promovidos pela Unidade anteriormente, mas essas iniciativas foram atenuadas devido à realização do Simpósio de Iniciação Científica da USP. Dessa forma, para reativar o evento, em 2008 foi proposta uma parceria com a Faculdade de Educação Física da Unicamp para a realização de um evento em conjunto. A experiência foi bastante positiva e no ano seguinte a Unesp também agregou ao projeto, ambos sediados na EEFE-USP. A terceira edição do evento está prevista para ocorrer em Campinas, onde esperamos aumentar substancialmente o número de participantes. - I Congresso de Iniciação Científica USP - Unicamp 10 e 11 de novembro de 2008 Número de participantes: 224 - II Congresso de Iniciação Científica USP - Unicamp - Unesp 26 e 27 de outubro de 2009 Número de participantes: 243 Sessão de Painéis do II Congresso de Iniciação Científica USP-Unicamp-Unesp A outra ação promovida pela Comissão de Pesquisa foi a criação do “Programa de Iniciação Científica da EEFE-USP”, com a definição de normas e procedimentos para institucionalizar uma prática que já ocorria informalmente. Após aprovação pela Congregação, o programa iniciou com
  32. 32. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores inscrições para o segundo semestre de 2010. Atualmente, seis acadêmicos desenvolvem o programa no biênio 2010/2011. 9.4 Indicadores Bolsistas de IC 2006 2007 2008 2009 2010 CNPq 9 11 16 11 11 Fapesp - - 2 - - Santander - - - 1 2 RUSP - - 3 5 2 Pós- Pós-Doutoramento 2007 2008 2009 2010 Fapesp 1 1 1 2 Ministério Francês de Ensino - - - 1 Superior e Pesquisa Sem bolsa - 1 - - Bolsa Produtividade CNPq 1 A 1 B 1 D 2 No de docentes beneficiados 2 1 2 9 9 .5 Programas da Pró-Reitoria de Pesquisa Pró- Pré- Pré-IC O Programa de Pré-iniciação Científica da USP visa apoiar os projetos de pesquisa que possibilitem despertar e incentivar interesse pela atividade de pesquisa científica nos diferentes campos do saber, bem como a definição da área de interesse profissional de alunos da rede pública de ensino e a aproximação da Universidade ao Sistema de Ensino Médio. No edital 2008/2009, a Unidade teve um projeto contemplado com sete alunos recomendados. Projeto 1 – Auxílio complementar para apoio à pesquisa 2010 2006 2007 2008 2009 (parcial) Verba recebida 10.000,00 15.270,00 28.064,00 21.600,00 4.000,00
  33. 33. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Projeto 4 A USP mantém o Programa de Bolsa de Treinamento Técnico para Estudantes de Graduação e Apoio a Grupos de Pesquisa visando proporcionar condições para que estudantes de graduação de alto desempenho acadêmico possam participar de atividades de pesquisa, fora do seu período regular de aulas. Submetida uma proposta no edital de 2009, a Escola obteve uma bolsa, com vigência de ago/2009 a jul/2010. Financiamentos recebidos Período Agência Valores 2006 a 2008 CNPq – Edital Universal R$ 55.400,00 2006 a 2008 CNPq – Edital Universal R$ 49.000,00 2006 a 2008 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular US$ 50,000.00 2006 a 2008 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 9.888,00 2006 a 2008 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 75.000,00 + US$ 120,000.00 2006 a 2009 CNPq – Edital Universal R$ 28.490,82 2006 a 2009 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 6.000,00 + US$ 24,000.00 2006 a 2010 MCT/FINEP R$ 377.947,50 2006 a 2010 CNPq – Edital Universal R$ 31.932,00 2006 a 2010 Fapesp - Projeto temático R$ 354.890,85 + US$ 203,467.16 2007 a 2009 Ministério da Saúde R$ 120.000,00 2007 a 2009 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 56.000,00 2007 a 2009 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 29.543,75 + US$ 43,356.00 2007 a 2009 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 31.863,30 2007 a 2010 Fapesp – Prog.Pesquisa p/ SUS – Políticas Públicas R$ 97.500,00 2007 a 2010 CNPq – Pro-equipamento R$ 35.400,00 2007 a 2010 CNPq – Edital Universal R$ 120.000,00 2008 a 2009 CNPq – Edital Universal R$ 18.880,00 2008 a 2010 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 9.770,00 2008 a 2010 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 114.405,65 2008 a 2010 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 462.648,44 2008 a 2010 CNPq – Edital Universal R$ 30.000,00 2008 a 2010 Capes – Edital ProCad R$ 172.000,00 2008 a 2010 CNPq – Edital Universal R$ 50.000,00 2008 a 2010 CNPq – Edital Universal R$ 39.200,00 2008 a 2011 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 14.073,93 + US$ 36,524.00 2009 a 2011 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 22.888,69 + US$ 12,088,80 2009 a 2011 CNPq – Pró-Africa R$ 50.000,00 2009 a 2011 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 35.880,00 2009 a 2011 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 11.097,50 2009 a 2011 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 60.895,50 2009 a 2011 CNPq R$ 34.944,00 2010 a 2012 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 8.175,00 + US$ 31,339.50 2010 a 2012 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 60.196,62 + US$ 84,644.60 2010 a 2012 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 150.000,00 2010 a 2012 Fapesp – Auxílio Pesquisa Regular R$ 254.164,75 2010 a 2012 Fapesp – Programa Equipamentos Multiusuários U$ 212,000.00 2010 a 2015 Fapesp – Projeto Temático R$ 760.431,30 + U$ 559,151.36
  34. 34. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores Procontes A EEFE-USP teve projetos contemplados dentro do Programa de Concessão de Pessoal Técnico de Nível Superior (PROCONTES) da Pró-Reitoria de Pesquisa, que resultaram na contratação por tempo determinado de especialistas de laboratório. Período do contrato Número de contratados 2005/2007 1 2007/2009 1 2009/2012 1 Produção bibliográfica Abaixo, apresentamos um quadro resumido dos dados das publicações realizadas por docentes da unidade, com base no sistema Dedalus. 2006 2009 2010 2007 2008 (parcial) Livros/Cap./Eventos/Outros 197 187 205 126 32 Artigos Periódicos Nacionais 46 78 65 49 23 Artigos Periódicos Internacionais 18 35 55 45 37 Total 261 300 325 220 92
  35. 35. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 10 PRÊMIOS E HONRARIAS Ressaltamos abaixo alguns prêmios e honrarias recebidos por docentes, alunos de pós- graduação e de graduação nos últimos anos. Trata-se de um reconhecimento da comunidade científica ou de organizações pela relevância das pesquisas desenvolvidas ou dos projetos executados por membros desta Escola. Ano Prêmio 2006 1º colocado como “Melhor Trabalho” na XXIII Semana da Química - Instituto de Química da USP (São Paulo – SP) Honra ao Mérito - Biologia do Exercício Físico – FeSBE (Águas de Lindóia – SP) Prêmio “Melhor Pesquisa Básica” Cantídio de Moura Campos Filho - Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo - SP) 1º colocado no “Prêmio Investigador em Exercício Físico e Sistema Cardiovascular” - Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) 2º colocado no “Prêmio Investigador em Exercício Físico e Sistema Cardiovascular” - Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) Menção Honrosa na Categoria Clínica - Sociedade Brasileira de Hipertensão (São Paulo – SP) Menção Honrosa no SIICUSP - Pró-Reitoria de Pesquisa da USP (São Paulo – SP) 1º colocado no “Prêmio Paper Reading” no 1st International Conference on Revival of Traditional Yoga - Fond Memory of Dr. M.L. Gharote The Lonavla Yoga Institute Prêmio Young Physiologist - Congress of the Brazilian Physiological Society & Joint Meeting with the Physiological Society Young Investigator - European Meeting on Hypertension (Madrid – Espanha) Prêmio Jirí Widimský Award – Scientif Meeting of the International Society of Hypertension (Fukuoka – Japão) 2007 Prêmio CAPES de Tese – CAPES/Ministério da Educação (Brasília – DF) Prêmio Maria Lúcia Ferrari Cavalcanti - categoria Saúde Pública - Conselho Regional de Nutricionistas Prêmio Maria Lúcia Ferrari Cavalcanti - categoria Nutrição Esportiva - Conselho Regional de Nutricionistas 1º colocado no Prêmio “Melhores Pesquisas Aplicadas” Luiz Veneré Decourt - Sociedade da Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo - SP) 2º colocado no Prêmio “Melhores Pesquisas Aplicadas” Luiz Veneré Decourt - Sociedade da Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) 3º colocado no Prêmio “Melhores Pesquisas Aplicadas” Luiz Veneré Decourt - Sociedade da Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) Prêmio G. Lawrence Rarick Award - International Symposium of Adapted Physical Activity/UNESP (Rio Claro – SP) 4º colocado no Prêmio “Melhores Pesquisas Básicas” Cantídio de Moura Campos Filho - Sociedade da Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo - SP) Duas Menções Honrosas por trabalhos apresentados na XXII Reunião Anual da FeSBE (Águas de Lindóia - SP) Young Investigator - European Meeting on Hypertension (Milão – Itália) 4º colocado no I Prêmio Biofenac, categoria “Ciências da Atividade Física e do Desporto” Biofenac/Fitness Brasil 1º colocado “Outstanding poster presentation” International Judo Federation no 5th IJF Judo Symposium 2008 1º colocado - II Prêmio Brasileiro Biofenac Aerosol de Incentivo à Ciência do Exercício - Categoria Iniciação Científica - Instituto Fitness Brasil (São Paulo – SP) 2º colocado - II Prêmio Brasileiro Biofenac Aerosol de Incentivo à Ciência do Exercício - Categoria Iniciação Científica - Instituto Fitness Brasil (São Paulo – SP) 3º colocado - II Prêmio Brasileiro Biofenac Aerosol de Incentivo à Ciência do Exercício - Categoria
  36. 36. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores Iniciação Científica - Instituto Fitness Brasil (São Paulo – SP) 5º colocado - II Prêmio Brasileiro Biofenac Aerosol de Incentivo à Ciência do Exercício - Categoria Iniciação Científica - Instituto Fitness Brasil (São Paulo – SP) 3º colocado - II Prêmio Brasileiro Biofenac Aerosol de Incentivo à Ciência do Exercício - Categoria Ciências da Atividade Física - Instituto Fitness Brasil (São Paulo – SP) 4º colocado - II Prêmio Brasileiro Biofenac Aerosol de Incentivo à Ciência do Exercício - Categoria Ciências da Atividade Física - Instituto Fitness Brasil (São Paulo – SP) Homenagem pelas “Conquistas da Educação Física" - Associação de Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) Jovem Investigador “Prêmio Josef Feher” - Sociedade da Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) 2º colocado Tema Livre na área Clínica - Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) Travel Award Scientific Sessions of the inter-american sociaty of hypertension (IASH) and the Consortium for Southeastern Hypertension – Control (Miami – EUA) 3º colocado no Prêmio Henri Nestlé de Nutrição e Saúde - Nestlé Brasil Jovem Pesquisador - Prêmio Josef Feher - Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) 1º colocado - Cardiologia na área Básica - Sociedade da Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) Prêmio Amil-SBH de Incentivo À Pesquisa - Sociedade Brasileira de Hipertensão Prêmio Eduardo Moacyr Krieger - Sociedade Brasileira de Cardiologia 1º colocado Prêmio Investigador em Exercício Físico e Sistema Cardiovascular - Sociedade da Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo – SP) Young Investigator - European Meeting of Hypertension (Berlin – Alemanha) Young Investigator Award - Cardiovascular Institute - Stanford University School of Medicine (California – EUA) 2009 Homenagem da Vice Presidência da Brazilian Karatê - Do Goju-Kai Association - Sensei Sergio Nascimento, IKGA Brasil Premiação evento “Winner of the International Society for Heart Research (ISHR) poster competition” (Baltimore – EUA) Menção Honrosa SIICUSP e Prêmio viagem para apresentação de trabalho em evento internacional – Pró-Reitoria de Pesquisa da USP (São Paulo – SP) Prêmio Investigador em Exercício Físico e Sistema Cardiovascular no Simpósio de Educação Física e Esporte em Cardiologia Menção Honrosa – Biologia Cardiovascular – FESBE (Águas de Lindóia – SP) Duas Menções Honrosas – Biologia do Exercício Físico – FESBE (Águas de Lindóia – SP) Melhor Poster - International Society for Heart Research 1º colocado - III Prêmio Brasileiro Biofenac Aerosol de Incentivo à Ciência do Exercício - Categoria Iniciação Científica - Instituto Fitness Brasil (São Paulo – SP) 4º colocado - III Prêmio Brasileiro Biofenac Aerosol de Incentivo à Ciência do Exercício - Categoria Ciências da Atividade Física e do Desporto - Instituto Fitness Brasil (São Paulo – SP) Best oral presentation at the 6th Science of Judo Symposium, International Association of Judo Reseachers 2010 Melhor trabalho de pós-graduação - Sociedade Brasileira de Comportamento Motor Menção Honrosa – Biologia Cardiovascular – FESBE (Águas de Lindóia – SP) Duas Menções Honrosas - Biologia do Exercício Físico – FESBE (Águas de Lindóia – SP) Prêmio Álvaro Ozório de Almeida – FESBE (Águas de Lindóia – SP) Melhor Tema Livre – Departamento de Educação Física - Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (São Paulo - SP) 2º colocado - Sociedade de Cardiologia de Estado de São Paulo (São Paulo - SP) Qualified Master - Ving Tsun/Kung Fu (Arte Marcial Chinesa), International Moy Yat Ving Tsun Federation Medalha do Mérito Esportivo - Ministério do Esporte – Brasília, DF
  37. 37. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 11 CULTURA E EXTENSÃO A área de Cultura e Extensão atua complementando ações de ensino e pesquisa, buscando a integração da comunidade acadêmica e a sociedade, de forma que o conhecimento gerado na universidade seja difundido à comunidade. Nesses últimos anos, procurou-se investir na valorização das atividades de extensão, aumentando a oferta de cursos de formação continuada e difusão cultural, ampliando o público alvo dos cursos à comunidade e buscando a captação de recursos financeiros para fomentar as diversas atividades de extensão. 11.1 Cursos de Extensão Universitária Os cursos de extensão universitária têm por finalidade oferecer o aprimoramento profissional em Educação Física e Esporte e demais áreas de interesse. A EEFE-USP proporciona cursos em diferentes níveis (especialização, atualização e difusão cultural) no modelo presencial e à distância. No de Ano Curso Tipo participantes 2006 Exercício físico para cardiopatas, hipertensos, diabéticos, obesos e Difusão 136 dislipidêmicos 2007 Educação Física Escolar I Atualização 26 Educação Física Escolar II Atualização 17 Obesidade: aspectos metabólicos e exercício Difusão 51 Exercício físico para hipertensos Difusão 53 Esporte infanto-juvenil e treinamento a longo prazo Difusão 115 Aprendizagem motora Especialização 15 2008 Futebol internacional: Brasil & Inglaterra Difusão 65 Preparação física para atletas de esportes de combate Difusão 140 Surf – administração, marketing e gestão de negócios Difusão 86 Suplementação nutricional Difusão 67 Obesidade: aspectos metabólicos e exercício Difusão 29 2009 Educação física escolar: acolhendo os dilemas e as soluções docentes Atualização 68 Aprendizagem motora Especialização 16 Exercício físico e envelhecimento: aspectos cardiovasculares Difusão 108 Suplementação nutricional Difusão 99 Primeiros socorros e a atividade física Difusão 20 Obesidade: aspectos metabólicos e exercício Difusão 34 2010 Defesa pessoal: uma visão estratégica Difusão 25 Futebol internacional: Brasil & Inglaterra Difusão 37 Aprendizagem motora Especialização 17 Suplementação nutricional Difusão 97 Nutrição Aplicada ao Exercício Físico Especialização 50 Aprendizagem motora (em andamento) Especialização 69
  38. 38. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores 11.2 Cursos à Comunidade Os cursos à comunidade já são tradicionais e bastante conhecidos. Têm por finalidade, além da prestação de serviços ao público em geral, proporcionar treinamento prático ao corpo discente de graduação, que participam como monitores bolsistas, supervisionados por profissionais da área. Trata-se de programas de atividades físicas dirigidos às faixas etárias ou populações específicas. No de participantes* participantes* Programa 2006 2007 2008 2009 2010 Alongamento 51 50 52 53 53 Aprendendo a nadar 259 253 260 270 261 Atividade física adaptada ao portador de asma - adulto 22 23 26 20 31 Atividade física adaptada ao portador de asma - criança 58 50 51 35 42 Capoeira 12 8 - - - Educação física adaptada: crianças com dificuldades motoras 2 8 7 - - Educação física para adultos 552 596 594 639 686 Educação física para idosos 177 181 175 174 191 Futebol de campo 27 39 21 - - Hidroginástica 52 58 62 72 72 Natação para adolescentes 28 31 31 23 29 Educação Física para gestantes - - - 21 26 Natação inclusiva 167 165 170 130 166 Natação para portadores de necessidades especiais e seus cuidadores - - - 22 - Natação para adultos 41 39 43 41 38 Natação para crianças – aprendizado 109 95 110 113 102 Natação para crianças – aperfeiçoamento 289 309 278 273 289 Preparação física de atletas de modalidades esportivas de combate - - - 23 - Atividade física e controle alimentar para obesos 35 72 80 71 85 Programa continuado de treinamento em suporte básico da vida 101 112 110 173 265 *Número de participantes dos 1os e 2os semestres somados Total de participantes nos programas à comunidade
  39. 39. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 11.3 projetos Eventos e projetos organizados A responsabilidade na organização de eventos científicos e no desenvolvimento de programas que busquem a disseminação de conhecimento é dever da Universidade. A Escola procura apoiar as iniciativas de sediar os encontros da área e propor reuniões caracterizando o papel de liderança da USP. Ano Evento 2006 1a Escola de Inverno de Biomecânica 16o Festival USP de Natação 17o Festival USP de Natação Projeto “A educação física e a educação infantil - contribuindo para uma formação humana” Projeto “As práticas de consciência e sensibilização no serviço público de saúde” Projeto “Exercício e Coração” 2007 II Seminário de Estudos Olímpicos V Fórum Olímpico - Estudos, ética e compromisso social IX Seminário de Educação Física Escolar: prática pedagógica 18o Festival USP de Natação 19o Festival USP de Natação Projeto “Educação Física Escolar na Rede” Projeto “Exercício e Coração” Projeto “Exercício e Coração na Virada Esportiva” Projeto “Mulheres Olímpicas Brasileiras” 2008 IV Congresso Brasileiro de Comportamento Motor 20o Festival USP de Natação 21o Festival USP de Natação Projeto “Exercício e Coração” 2009 Fórum Latino Americano de Educação Física e Esporte 3o Congresso Brasileiro de Gestão do Esporte X Seminário de Educação Física Escolar – Pesquisa Qualitativa 22o Festival USP de Natação 23o Festival USP de Natação Projeto “Dia do Desafio” Projeto “Exercício e Coração” 2010 24o Festival USP de Natação Projeto “Exercício e Coração”
  40. 40. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores Projeto “Exercício e Coração” no evento da Sociedade Brasileira de Hipertensão A unidade sempre busca trabalhar conjuntamente com os alunos, que atuam como monitores em diversas atividades e eventos, além de incentivar e apoiar a realização de projetos por eles organizados. Ano Evento Organização 2006 Curso de Atualização em Atividade Personalizada EEFE Junior 2007 Curso de Instrutores de Surf EEFE Junior 2008 Curso de Marketing Esportivo EEFE Junior 2009 XXX Encontro Nacional de Estudantes de Educação Física Centro Acadêmico Ruy Barbosa 2010 III Semana de Marketing Esportivo EEFE Junior Projeto “Dança de Salão” Centro Acadêmico Ruy Barbosa Projeto “Kung-Fu” Alunos Projeto “Taekwondo para público universitário” Alunos 11. 11.4 Participação em Programas da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária Pró- A participação em Programas da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária é fundamental, principalmente considerando os resultados obtidos e os produtos gerados. Nesse sentido, a EEFE-USP participou de todas as edições dos seguintes programas. Feira de Profissões da USP Organizada pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária, a Feira de Profissões tem se caracterizado como uma importante ferramenta para a Universidade ficar mais próxima dos alunos de ensino médio, colaborando na orientação das carreiras profissionais. Para esse projeto, a escola sempre conta com o valioso apoio dos alunos da EEFE Junior.
  41. 41. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Stand da EEFE-USP (2008) Atendimento aos interessados (2010) Universidade e as profissões Neste programa, os vestibulandos assistem às palestras proferidas pelos coordenadores dos cursos, que discorrem sobre as características das carreiras e áreas de atuação do futuro profissional. Os alunos da escola também expõem suas experiências ao longo da graduação e de outras atividades extracurriculares. Na sequência, os participantes visitam as instalações e laboratórios de pesquisa, onde técnicos e alunos de pós-graduação fazem uma breve exposição sobre as pesquisas em andamento. Palestra de apresentação dos cursos (2009) Visita às instalações (2009) Universidade aberta à terceira idade 2006 2007 2008 2009 2010 Disciplinas que ofereceram vagas 13 21 24 36 28 Disciplinas/ Matriculados 8 7 11 7 8
  42. 42. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores Aprender com Cultura e Extensão 2008 2009 2010 Número de projetos 4 6 9 Número de bolsistas 8 10 26 Recursos do Fundo de Extensão 2010 2006 2007 2008 2009 (parcial) parcial) No de projetos beneficiados 4 6 5 4 2 Valor total recebido 6.200,00 21.700,00 31.945,00 27.000,00 9.334,53 Semana de Arte e Cultura da USP As características principais da programação da Semana de Arte e Cultura na EEFE-USP são a diversidade das apresentações e a participação de alunos, funcionários e docentes. A partir dessas apresentações, alguns grupos se organizaram e formularam projetos de extensão que hoje estão em andamento. Dança (2006) Atividade circense (2007) Musica (2008) Artes Marciais (2009)
  43. 43. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Pintura (2010) Artesanato (2010) 1 1 .5 Residência Médica Em 2007, a Faculdade de Medicina da USP firmou um acordo de cooperação com a EEFE- USP visando à realização do Programa de Residência Médica em Medicina do Esporte. A Escola recebe os residentes e oferece treinamento específico de acordo com o conteúdo de cada módulo. Os módulos desenvolvidos na EEFE-USP têm duração de dois anos, sendo que a cada ano um novo grupo inicia suas atividades. Dessa forma, a Escola já recebeu 14 residentes. Desses, oito estão com o programa em desenvolvimento. 11.6 Relação com a Rede de Ensino Estadual e Municipal Nesta gestão, a EEFE-USP buscou estratégias para ampliar o relacionamento com a Rede Oficial de Ensino do Estado e do Município de São Paulo. A princípio foram propostos dois projetos: criação do site com disponibilização de conteúdo voltado para atualização profissional e encontros de discussão com os professores da rede pública. Seguindo a proposta, o site foi desenhado e construído, encontrando-se em fase de produção de conteúdo e da biblioteca on-line. Quanto aos encontros, foram realizadas duas edições, em outubro de 2007, com 21 participantes, e em abril de 2008, com 23 inscritos. Os encontros têm como objetivo a discussão de temas amplos da educação brasileira, capacitação pedagógica dos professores de educação física escolar e conscientização para pesquisa de cunho profissional e futuras parcerias com a universidade. Posteriormente, foi organizado um curso de atualização profissional intitulado “Educação física Escolar: acolhendo os dilemas e as soluções docentes”, com carga horária de 30 horas. Este curso teve como objetivo reconhecer e problematizar os saberes provenientes de professores de educação física, como condição essencial para a elaboração/superação dos dilemas e das soluções docentes.
  44. 44. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores Em 2010, outro curso com o tema “Educação física escolar: ateliê de propostas e projetos pedagógicos”, com carga horária de 30 horas, está em andamento. O objetivo é subsidiar um processo de partilha coletiva proveniente dos saberes docentes como forma da construção legítima de alternativas didático-metodológicas para o ensino de educação física na educação básica.
  45. 45. Ações e indicadores EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 12 INTERNACIONALIZAÇÃO “... a principal jornada foi interna, de autoconhecimento em termos acadêmicos, profissionais e em termos de relações humanas também”. (trecho extraído do relato da aluna de IC EEFE-USP que foi premiada com viagem para o exterior) Em verde, países com os quais a EEFE-USP e seus docentes mantêm relação 12.1 Política de internacionalização A internacionalização da EEFE-USP constitui uma das estratégias discutidas nas Reuniões de Planejamento Institucional desde o ano de 2004, quando foi composta a 1ª Comissão Interna de Cooperação Internacional da Escola de Educação Física e Esporte da USP (CiCint EEFE-USP), em consonância com as diretrizes e iniciativas desenvolvidas pela USP. São atividades da CiCint: - coordenar as atividades de cooperação internacional; - assessorar a diretoria nas questões pertinentes às relações internacionais; - subsidiar a formalização de convênios; - realizar processos de seleção para candidatos ao programa de mobilidade estudantil; - prestar orientação a alunos e professores interessados em atividades acadêmicas no exterior e aos estrangeiros no Brasil. A partir dessas discussões, um Grupo de Trabalho da EEFE-USP elaborou o documento “Política de Internacionalização do Ensino e Pesquisa da EEFE-USP”, cujo principal objetivo é promover uma cultura de internacionalização entre toda a comunidade da EEFE-USP com vistas ao fortalecimento da imagem e à inserção institucional no cenário mundial. O referido documento foi amplamente analisado pelos docentes e aprovado pela Congregação em 2009, bem como dado ciência à Comissão de Cooperação Internacional (CCint-USP) e à Reitoria da USP. Tornou-se, então, subsídio fortalecedor do processo de internacionalização da EEFE-USP, orientando a prática de ações efetivas e a definição de indicadores de desempenho, demonstrados a seguir.
  46. 46. EEFE-USP / Relatório de Gestão 2006-2010 Ações e indicadores 12.2 Fórum Latino Americano de Educação Física e Esporte Dentre os planos de internacionalização, sempre houve, por parte da Escola, um interesse em fortalecer relações com instituições de ensino da América Latina, que muitas vezes compartilham de dificuldades comuns a todo o continente. Frente a esse desafio, a EEFE-USP promoveu o Fórum Latino Americano de Educação Física e Esporte, que reuniu as principais instituições de ensino superior latino-americanas, visando expor e debater o estado da arte da Educação Física e Esporte na América Latina. Além da oportunidade de cada representante apresentar a sua instituição, o Fórum proporcionou a discussão sobre a formação acadêmica de graduação e de pós-graduação, a atuação em atividades de extensão universitária e o desenvolvimento da produção científica. Ao final, foi produzida a "Declaração de São Paulo", documento que apresenta as orientações produzidas ao longo dos dias de trabalhos e a criação da "Rede Latino Americana de Educação Física e Esporte", que tem por objetivo promover a cooperação acadêmica visando ao fomento do ensino, da pesquisa e da cultura/extensão no âmbito da Educação Física e Esporte na América Latina. Além do financiamento recebido pela Capes, Fapesp, Pró-Reitorias de Pós-Graduação e Cultura e Extensão, o evento contou com o apoio do Museu do Futebol. Representantes das instituições participantes do evento 12.3 Videoconferência A partir de 2010, a EEFE-USP começou a participar de videoconferências internacionais. O primeiro evento foi o “Dia Mundial da Educação Física”, organizado pelo Centro de Saúde Integral Educação Física e Instituto Tecnológico y de Estudios Superiores de Occidente – ITESO, Mexico, e com a participação da Universidad Jesuita de Guadalaraja, Guadalaraja - Mexico. Foram três palestras pautadas nos temas “Urbanismo e saúde” e “Promoção comunitária da atividade física”. Posteriormente, foi organizada pela Escola de Ciências, Artes e Humanidades da USP uma videoconferência com pesquisador internacional da Royal Society of London.

×