História da arte impressionismo

1.058 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.058
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História da arte impressionismo

  1. 1. História da Arte Impressionismo O impressionismo foi um movimento artístico (artes plásticas e música) que surgiu na França no final do século XIX. Este movimento é considerado o marco inicial da arte moderna. O nome “impressionismo” deriva de uma obra de Monet chamada Impressão, nascer do Sol (1872).
  2. 2. Impressão, nascer do Sol (1872).
  3. 3. Monet e outros pintores da época perceberam que as cores da natureza se alteram constantemente de acordo com a intensidade da luz solar que incide sobre elas Catedral de Rouen - Monet
  4. 4. • Características do impressionismo nas artes plásticas: - Ênfase nos temas da natureza, principalmente de paisagens; - Uso de técnicas de pintura que valoriza a ação da luz natural; - Valorização da decomposição das cores; - Pinceladas soltas buscando os movimentos da cena retratada; - Uso de efeitos de sombras coloridas e luminosas.
  5. 5. Principais artistas impressionistas e suas obras: • • - Claude Monet : Estuário do Sena, Impressão, Nascer do Sol, Ponte sobre Hève na Vazante, Camille, O vestido verde, A floresta em Fontainebleu, Mulheres no Jardim, Navio deixando o cais de Le Havre, O molhe de Le Havre. - Edgar Degas: • Retrato da família Bellelli, Cavalos de Corrida numa Paisagem, Cavalos de Corrida, Retrato de duas meninas, Paisagem, A banheira, A primeira bailarina. - • Pierre-Auguste Renoir: Mulher com sombrinha, O Camarote, Le Moulin de la Galette , Madame Georges Charpentier e suas filhas, Remadores em Chatou, Elizabeth e Alice de Anvers, A dança em Bougival, Mulher amamentando, As grandes banhistas, Menina com espigas, Menina jogando criquet, Ao piano, Odalisca, Retrato de Claude Renoir, Banhista enxugando a perna direita. • - Édouard Manet: • Os romanos, A decadência, O bebedor de absinto, Retrato do Sr. e Sra. Auguste Manet, O homem morto, A música na Tulheiras, Rapaz em costume espanhol, Almoço na relva, Olympia, A ninfa surpresa, A leitura, O tocador de pífano, A execução de Maximiliano, Retrato de Émile Zola, Berthe Morisot de Chapéu Preto
  6. 6. Oscar-Claude Monet 1840-1926
  7. 7. Ponte sobre Hève na Vazante de Claude Monet
  8. 8. Mulheres no jardim de 1866.
  9. 9. Edgar Degas 1834-1917
  10. 10. Retrato da família Bellelli, 1860,
  11. 11. • Degas apreciava tudo o que era fora do comum. Chocava por uma paleta discordante, nos dizeres do público da época, em que era capaz de colocar lado a lado um violeta intenso e um verde ácido. A escolha dos temas era frequentemente pouco convencional. Influenciado pela estética naturalista, retratou a vida parisiense, nos seus vícios, como em O Absinto (187677), e costumes. A frequência da vida noturna de Paris, e principalmente da Ópera, levou-o a multiplicar os ângulos de visão e os enquadramentos insólitos, que mais tarde o cinema e a fotografia iriam banalizar. Em A Bailarina (1876), Degas exprime a beleza fugidia da dança, e neste aspeto pode considerar-se que está a ser "impressionista". Embora a bailarina se encontre completamente à direita, a composição é assimetricamente equilibrada pela mancha escura do que será o chefe do corpo de baile.
  12. 12. Edgar Degas - O absinto
  13. 13. É conhecido sobretudo pela sua visão particular no mundo do ballet, sabendo captar os mais belos e súbteis cenários A aula de dança
  14. 14. Pierre-Auguste Renoir 1841-1919
  15. 15. Pierre-Auguste Renoir • Desde o princípio sua obra foi influenciada pelo sensualismo e pela elegância do rococó, embora não faltasse um pouco da delicadeza de seu ofício anterior como decorador de porcelana. Seu principal objetivo, como ele próprio afirmava, era conseguir realizar uma obra agradável aos olhos. Apesar de sua técnica ser essencialmente impressionista, Renoir nunca deixou de dar importância à forma - de fato, teve um período de rebeldia diante das obras de seus amigos, no qual se voltou para uma pintura mais figurativa, evidente na longa série Banhistas. Mais tarde retomaria a plenitude da cor e recuperaria sua pincelada enérgica e ligeira, com motivos que lembram o mestre Ingres, por sua beleza e sensualidade.
  16. 16. Mulher com sombrinha
  17. 17. O camarote", 1874
  18. 18. Édouard Manet 1832-1883
  19. 19. • Os gostos de Manet não vão para os tons fortes utilizados na nova estética impressionista. Prefere os jogos de luz e de sombra, restituindo ao nu a sua crueza e a sua verdade, muito diferente dos nus adocicados da época. O trabalhado das texturas é apenas sugerido, as formas, simplificadas. Os temas deixaram de ser impessoais ou alegóricos, passando a traduzir a vida da época, e, em certos quadros, seguiam a estética naturalista de Zola e Maupassant.
  20. 20. Almoço na Relva" de 1863
  21. 21. O tocador de Pífaro
  22. 22. A execução de Maximiliano, obra de 1867
  23. 23. Bibliografia • wikipedia.org • http://www.zupi.com.br/impressionismo-oque-e/ • http://www.suapesquisa.com/biografias/edga r_degas.htm

×