Colonizacao america portuguesa acucar escravidao

1.132 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.132
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Comentar sobre o lema da expansão lusitana: “ em nome de Deus e do comércio”.
  • Explicar o caráter das expedições de exploração e destacar que o primeiro ciclo econômico foi o extrativismo mineral. Observar que na fase inicial da presença portuguesa as trocas entre índios e portugueses eram chamadas de escambo.
  • Explicar sobre a “privatização” do processo de colonização portuguesa. Identificar as capitanias , sendo 15 faixas de terras e 12 donatários.
  • Conceituar Foral e Carta de doação e destacar as duas capitanias que obtiveram sucesso.
  • 2ª Forma de administração colonial. Centralização do poder político , que conviveu com as capitanias hereditárias. Explicar os poderes atribuídos a cada um.
  • Explicar que em 1621, sob domínio da União Ibérica, a colônia foi dividida em dois estados: o do Maranhão e o do Brasil. Tal divisão perdurou até 1725.
  • Promover um debate a partir do tema escravidão africana.
  • Entrevista com José Jorge de Carvalho, falando sobre as causas históricas do racismo e preconceito no Brasil.
    Link: http://tvescola.mec.gov.br/index.php?option=com_zoo&view=item&item_id=7260
  • Colonizacao america portuguesa acucar escravidao

    1. 1. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS HISTÓRIA www.sejaetico.com.br Próximo Caderno 4 » Capítulo 3 O ENCONTRO DE DOIS MUNDOS
    2. 2. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS www.sejaetico.com.br Próximo Caderno 4 » Capítulo 3 Colonização da América portuguesa
    3. 3. Índice 3www.sejaetico.com.br PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Clique sobre tema desejado. Período pré-colonial Estrutura político-administrativa da colônia Empresa açucareira Escravidão africana
    4. 4. www.sejaetico.com.br 4 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Período pré-colonial
    5. 5. www.sejaetico.com.br 5 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3
    6. 6. www.sejaetico.com.br 6 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Estrutura político-administrativa da colônia Capitanias hereditárias
    7. 7. www.sejaetico.com.br 7 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Estrutura político-administrativa da colônia
    8. 8. www.sejaetico.com.br 8 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Estrutura político-administrativa da colônia
    9. 9. www.sejaetico.com.br 9 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Estrutura político-administrativa da colônia
    10. 10. www.sejaetico.com.br 10 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Estrutura político-administrativa da colônia
    11. 11. www.sejaetico.com.br 11 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3
    12. 12. www.sejaetico.com.br 12 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Estrutura político-administrativa da colônia Economia do século XVI
    13. 13. www.sejaetico.com.br 13 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Empresa açucareira O engenho colonial
    14. 14. www.sejaetico.com.br 14 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Empresa açucareira Os caminhos de produção do açúcar até o século XVI
    15. 15. www.sejaetico.com.br 15 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Empresa açucareira Sociedade patriarcal
    16. 16. www.sejaetico.com.br 16 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Empresa açucareira Sociedade patriarcal
    17. 17. www.sejaetico.com.br 17 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3
    18. 18. www.sejaetico.com.br 18 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3 Escravidão Africana RESISTÊNCIA NEGRA Suicídio Infanticídio Fugas coletivas e individuais Quilombos Comunidades de negros foragidos Forma mais expressiva de resistência africana
    19. 19. www.sejaetico.com.br 19 Início PróximoVoltarInício HISTÓRIA » CADERNO 4 » CAPÍTULO 3

    ×