Network e Mídias Sociais

1.028 visualizações

Publicada em

Material apresentado por Edu Sangion [@edusangion] em sua palestra na ESAMC Campinas.
O foco da apresentação está em suas experiências com mídias sociais à frente do blog Senso Incomum.
http://sensoincomum.com.br/

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.028
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Network e Mídias Sociais

  1. 1. Workshop ESAMC [Campinas, abril/2010] NETWORKING NO DIA-A-DIA DO PROFISSIONAL
  2. 2. 35 anos, casado, especialista de marketing por formação (MBA FGV), empreendedor por experiência, tocador de bongo por insistência e incomunista de plantão por natureza. Fã de camisetas e internet... Edu Sangion Sócio Criador do Senso Incomum [sensoincomum.com.br] hoje Além de estar na linha de frente do negócio, dirijo a área estratégica e sou o principal escritor do blog. ontem Consultor de Marketing e Vendas em projetos go-to-market para empresas como Johnson&Johnson, Pepsico, Sadia e Cereser.
  3. 3. Networking no dia-a-dia do profissional NETWORK E MÍDIAS SOCIAIS EXPERIÊNCIAS E REFLEXÕES
  4. 4. Diagramas de Paul Baran ...as pessoas que conhecemos formam o que se chama de network, que significa rede de trabalho [net = rede / work = trabalho]. E networking é a ação de se relacionar com estas pessoas. [via http://www.mundonetworking.com.br/primeiros-passos-em-networking/]
  5. 5. um grupo de aplicações baseadas na internet construídas sobre as fundações Andreas Kaplan e Michael Haenlein definem mídia social como: ideológicas e tecnológicas da Web2.0 e que permitem a criação e distribuição de conteúdo gerado pelo usuário
  6. 6. O contexto web... 1.0 TRANSACIONAL Qualquer um pode fazer transações 2.0 COLABORATIVA Qualquer um pode agregar conteúdo 3.0 MODELÁVEL Qualquer um pode fazer inovações
  7. 7. [via Silvio Meira – O poder do indivíduo na sociedade em rede]
  8. 8. Modelo de negócio do Senso Incomum COMÉRCIO SOCIAL [REDE SOCIAL + E-COMMERCE]
  9. 9. Estratégia x Ferramentas
  10. 10. Conversações em alta escala em uma rede de agentes independentes O papel da rede é construir e contar histórias Agentes independentes construindo histórias NÃO são público-alvo [via Silvio Meira – O poder do indivíduo na sociedade em rede]
  11. 11. • Mercados são conversações. Mercados consistem em seres humanos, não setores demográficos. • A Internet está permitindo conversações entre seres humanos que simplesmente não eram possíveis na era da mídia de massa. • Hyperlinks subvertem hierarquia. • Estas conversações em rede estão permitindo formas novas e poderosas de organização social e de troca de conhecimento. • Como resultado, os mercados estão ficando mais inteligentes, mais informados, mais organizados. • As pessoas nos mercados em rede perceberam que elas tem melhor informação e suporte que a dos fornecedores. Já basta da retórica corporativa sobre agregar valor nos produtos de consumo. • As empresas que assumem que mercados online são os mesmos mercados que costumavam assistir seus anúncios na televisão se enganam a si mesmas. • As empresas que não perceberam que seus mercados agora são redes pessoa-a-pessoa (mais inteligentes e profundamente unidas nas conversações) estão perdendo sua melhor oportunidade.
  12. 12. Networking aplicado ao negócio No início... os amigos!!
  13. 13. Então, dentro do processo estratégico, eu entendi que precisaria construir uma nova rede de amigos...
  14. 14. “Networking tem muito mais a ver com fazer amigos do que encher os bolsos com cartões de visita de gente que nunca vai se lembrar de você” [Alexandre Lima, blog Mundo Networking]
  15. 15. Networking aplicado ao negócio No estágio atual... as mídias sociais
  16. 16. Mas como utilizo as ferramentas?!
  17. 17. VISÃO INTERNA VISÃO EXTERNA
  18. 18. ( )
  19. 19. Gestão das métricas 40% Acesso direto [sensoincomum.com.br] 25% Blogosfera 11% Twitter Facebook
  20. 20. REFLEXÃO ...algumas tentações a serem evitadas... [via Augusto de Franco – Uma introdução às redes sociais] Fazer redes de instituições ao invés de redes de pessoas? Tratar os outros como “massa” a ser mobilizada ao invés de amigos pessoais a serem conquistados? Querer monopolizar a liderança em vez de estimular a multiliderança?
  21. 21. Ultimamente, uma marca precisa ter um papel na sociedade. A melhor maneira para ter este papel é entender como as pessoas estão conversando sobre as diversas coisas em tempo real. [Jean-Philippe Maheu, CEO Publicis Modem]
  22. 22. E você, o que pensa disto? ...vamos continuar esta conversa... du@sensoincomum.com.br @edusangion http://www.facebook.com/sensoincomum http://www.formspring.me/edusangion http://br.linkedin.com/in/edusangion

×