PORTARIA MEC Nº 2.864, DE  24 DE AGOSTO DE 2005. CONDIÇÕES DE OFERTA DAFACULDADE CAMPOS ELÍSEOS                            1
São Paulo – Setembro de 2009O que nós gostaríamos que você soubesse...Você acaba de tomar uma atitude muito importante em ...
ÍNDICE1. DADOS SOBRE A MANTENEDORA...........................................................................................
9. INFORMES ACADÊMICOS................................................................................................... ...
FACULDADE CAMPOS ELÍSEOS – FCE1. DADOS SOBRE A MANTENEDORAA Faculdade Campos Elíseos - FCE, com sede na Rua Vitorino Carmi...
3. AVALIAÇÕES (PROVÃO/MEC)A FCE participou do processo de avaliação institucional do MEC, o Provão, pelaprimeira vez em ju...
��� Profa.Dra Sandra Maria Pinto Magina - Diretora FinanceiraGraduada em Psicologia – Universidade Federal de Pernambuco (...
que é o primeiro modelo físico e, portanto, científico em que se encontrademonstrada uma tal propriedade paradoxal da real...
��� Nossa MissãoFormar administradores/cidadãos, competentes e responsáveis moral eeticamente, com capacidade de atuar no ...
5.2. CONCEITOS E PRÁTICAS ADOTADASO conceito de Educação Holística adotada na FCE é aquele que visa umaformação integrada ...
organizacionais, como exercício para se desenvolver o espírito de confiança emotivação holística de pessoal.      2. Valor...
6. CORPO DOCENTE E DISCIPLINAS MINISTRADAS  PROFESSOR                DISCIPLINA             TITULAÇÃO E EXPERIÊNCIA       ...
Bacharel em Processamentos                                                     de Dados                                   ...
Responsabilidade Social   Bacharel em Filosofia -                                                Pontifícia Universidade  ...
Mestre em Psicologia                                                      Experimental - Pontifícia                       ...
Mestrado em Psicologia –                                                    Universidade São Marcos                       ...
Católica de São Paulo.                                                   Bacharel em Administração de                     ...
Mackenzie – Graduada em                                                 Didático do Ensino -                              ...
7 . ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA FACULDADESão órgãos da Administração da Faculdade:I - CongregaçãoII - Conselho Departament...
7.3. EMPRÉSTIMOSO empréstimo de livros e periódicos tem prazo limitado, conforme diretrizespecificada em regimento próprio...
QUANTIDADE DE             QUANTIDADE DEÁREAS                         TÍTULOS                   VOLUMESAdministração       ...
14. Info Exame15. Isto É16. Isto É Dinheiro17. Logística18. Marketing19. Melhor:gestão de pessoas20. Novos Estudos Cebrap2...
62.Revista de Administração63.Revista de Economia Política64.Revista de Psicologia65.Revista de Educação Pública66.REVISTA...
105.Online- Revista Eletrônica de Ciências Sociais106.Debate & Reflexões107.Revista Brasileira de Ciências Sociais108.Revi...
2   salas de estudo em grupo1   Cinemateca1   Laboratório 1, com 40 microcomputadores interligados em rede.6   Banheiros m...
Laboratórios (1)Com 40 microcomputadores, interligados em internet com a seguinteconfiguração: Hardware: Todas as máquinas...
- Descompactador / Compactador; Adobe Acrobat Reader 6.0 / Visualizador deDocumentos; Outros recursos:3 impressoras1 Datas...
O período letivo prolongar-se-á, sempre que necessário, para que secompletem os dias letivos previstos, bem como para o in...
9.8. FORMA DE REAJUSTEO reajuste é feito de acordo com o índice inflacionário do período, tendo comobase o IGPM/FGV acresc...
2. Indicadores de Desempenho GrupalAvaliar e mensurar atividades desenvolvidas em sala de aula observando:a) Eficácia da p...
comunicação o atestado médico, a fim de que a Instituição providencie oacompanhamento com a aplicação dos exercícios domic...
10 - CURRÍCULO PLENO DO CURSO DEADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEISSegundo Parecer CES/CNE 146/2002 aprovado em 03/04/2002F...
Contabilidade de Custos                                   76Gestão da Produção e Serviços I                           40Ge...
CIÊNCIAS CONTÁBEISDISCIPLINAS                                         C/H1º SEMESTRETeorias da Administração              ...
Orientação de Monografia (ES -1) /Prática Contábil I      40Mercado de Capitais e Análise de Investimentos            40Co...
NOTAS_ WEIL, Pierre. “Abordagem holística em medicina”, Revista Brasília Médica, n°22 Brasília, Associação Médica, 1987._ ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portaria 2864

1.141 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.141
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portaria 2864

  1. 1. PORTARIA MEC Nº 2.864, DE 24 DE AGOSTO DE 2005. CONDIÇÕES DE OFERTA DAFACULDADE CAMPOS ELÍSEOS 1
  2. 2. São Paulo – Setembro de 2009O que nós gostaríamos que você soubesse...Você acaba de tomar uma atitude muito importante em sua vida. Por certo, osresultados não se refletirão apenas em sua vida, mas também na vida daquelesque o cercam. Acredite! Você está escolhendo sua profissão, escolhendo seufuturo.Você sabe o que significa profissão? Segundo o dicionário Aurélio, “Profissão”significa “declaração ou confissão pública de uma crença, sentimento, opiniãoou modo de ser. Atividade ou ocupação especializada, que supõe determinadopreparo”.Veja só a importância e a responsabilidade de sua escolha! É por meio daprofissão que você pode se tornar uma pessoa realizada. Realizada por alcançarseus desejos, por concretizar seus sonhos, por criar sua obra, por tomarconsciência de seu papel na sociedade.Aqui na FCE, procuramos buscar o sentido, sentido do saber. Saber que nosleva a SER pessoa diferente, consciente de seu papel como cidadão.No decorrer deste Catálogo, você vai encontrar todo o suportedidáticopedagógico necessário para acesso a seu saber, algo que, por certo, oauxiliará em sua especialização, na formação de sua profissão. Temostecnologia, salas de aula confortáveis, biblioteca atualizada e, sobretudo,professores competentes e comprometidos. Temos tudo que um ensino dequalidade necessita ter.Entretanto, fique atento! Aqui, nós queremos mudar você. Nós queremos fazeruma viagem de quatro anos juntos, refletindo e sendo agentes dessa reflexãosobre princípios, como solidariedade, verdade, justiça, respeito... porqueacreditamos que só podemos ter realmente a “profissão”, só podemos ser umprofissional, em nosso caso, de Administração, com a edificação de nossasvidas alicerçadas sobre uma base forte, sólida e sadia.Temos a pretensão devivenciar tudo isso juntos, caso sua grande busca seja o SABER CONHECER.Bem - vindo ao que nós vivenciamos como “FAMÍLIA FCE”. 2
  3. 3. ÍNDICE1. DADOS SOBRE A MANTENEDORA........................................................................................52. DADOS SOBRE A FACULDADE ..............................................................................................53. AVALIAÇÕES (PROVÃO/MEC) ..............................................................................................64. DIRIGENTE DA FACULDADE.................................................................................................. 65. PROPOSTA DE AÇÃO............................................................................................................ 7 5.1. PROPOSTA PEDAGÓGICA................................ ................................ ............................... 7 5.2. CONCEITOS E PRÁTICAS ADOTADAS................................ ................................ ............. 10 5.3 - Projeto Holístico................................ ................................ ................................ ......... 10 1. Finalidades da Organização................................ ................................ ......................... 10 2. Valores da Organização................................ ................................ ............................... 11 3. Qualidade dos Valores................................ ................................ ................................ 11 4. Publicidade e Relações Públicas................................ ................................ .................. 11 5. Recursos Humanos ................................ ................................ ................................ ..... 116. CORPO DOCENTE E DISCIPLINAS MINISTRADAS ................................................................127 . ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA FACULDADE...............................................................19 7.1. BIBLIOTECA Profa. Eunice Fonseca................................ ................................ ............... 19 7.2. Como se Inscrever na Biblioteca ................................ ................................ .................. 19 7.3. EMPRÉSTIMOS................................ ................................ ................................ ............. 20 7.4. DESCRIÇÃO DA BIBLIOTECA................................ ................................ .......................... 20 7.5. ACERVO DE LIVROS................................ ................................ ................................ ...... 20 7.6. PERIÓDICOS - Jornais e Revistas................................ ................................ ................... 218. INFRA-ESTRUTURA À DISPOSIÇÃO DO CURSO:.................................................................. 24 8.1.Instalações Físicas (salas, etc,). ................................ ................................ ..................... 24 8.2. Laboratório de Informática ................................ ................................ .......................... 25 3
  4. 4. 9. INFORMES ACADÊMICOS................................................................................................... 27 9.1. ENSINO................................ ................................ ................................ ........................ 27 9.2. PESQUISA ................................ ................................ ................................ .................... 27 9.3. EXTENSÃO ................................ ................................ ................................ ................... 27 9.4. ANO LETIVO................................ ................................ ................................ ................. 27 9.5. MATRÍCULA ................................ ................................ ................................ ................. 28 9.6. PAGAMENTO DE MENSALIDADES ................................ ................................ ................ 28 9.7. VALOR CORRENTE DA MENSALIDADE ................................ ................................ .......... 28 9.8. FORMA DE REAJUSTE................................ ................................ ................................ ... 29 9.9. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ESCOLAR ................................ ................................ ...... 29 1. CONCEITOS ADOTADOS NA AVALIAÇÃO COLABORATIVA FORMATIVA ........................ 29 2. INDICADORES ADOTADOS NA AVALIAÇÃO FORMATIVA ................................ .............. 29 9.10. DO ESTÁGIO - ELABORAÇÃO DE TCC (Trabalho de Conclusão de Curso)..................... 3110 - CURRÍCULO PLENO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS................ 32NOTAS ................................................................................................................................... 36 4
  5. 5. FACULDADE CAMPOS ELÍSEOS – FCE1. DADOS SOBRE A MANTENEDORAA Faculdade Campos Elíseos - FCE, com sede na Rua Vitorino Carmilo, 644,680, 690, Município de São Paulo, é um estabelecimento isolado e particular deensino superior, cuja entidade mantenedora é o Instituto Paulista deCiências da Administração - IPCA, entidade de natureza educacional,cultural e social com sede e foro na cidade de São Paulo, Estado de São Paulo.A FCE, seguindo os trâmites legais de análise no Ministério da Educação eCultura - MEC, teve sua autorização para funcionamento, pelos Pareceres nºs258/94 e 494/94, ambos expedidos, pelo então, Conselho Federal de Educação,bem como pelo Decreto Presidencial de 11 de julho de 1994. Foi reconhecidapelo Parecer CNE 558/97 e Portaria Ministerial 2076/97, publicados no DOU em3/11/1997; Portaria MEC n° 825/05 D.O.U 14 de março de 2005 e PortariaMinisterial nº 2413, publicada no DOU de 7 de julho de 2005.Nasceu com a meta de ser uma das melhores Faculdades de Administração doBrasil. Nosso sonho é criar um espaço que propicie às pessoas a integraçãocom o todo, com o universo a sua volta, por meio do conhecimento, já queacreditamos que só por meio do conhecimento será possível a lapidação dohomem. Estamos construindo uma escola que contempla o saber e suainfluência sobre o cidadão, o aluno e o profissional. Por isso, escolhemos comoteoria educacional a ser seguida o socioconstrutivismo, desenvolvido porVygotsky, cujo paradigma o conhecimento é produto da construção social,historicamente alicerçada no trabalho coletivo.2. DADOS SOBRE A FACULDADE• Nome: FACULDADE CAMPOS ELÍSEOS - FCE• Curso: Administração.• Ato de autorização: Pareceres n°s 258/94 e 494/94; Decreto Presidencial de 11de julho de 1994.• Ato de Reconhecimento: Parecer n° 558/97 e Portaria Ministerial n° 2.076 publicado no D.O .U. em 3 de novembro de 1997, Seção I página 2.4783 e Portaria MEC n° 825/05 D.O.U 14 de março de 2005.• Número máximo de alunos por turma: 50 (cinqüenta). 5
  6. 6. 3. AVALIAÇÕES (PROVÃO/MEC)A FCE participou do processo de avaliação institucional do MEC, o Provão, pelaprimeira vez em julho de 1998, obtendo a seguinte avaliação: conceito A paraos docentes; B para dedicação e tempo de serviço e C na avaliaçãoglobal dos alunos; em 1999, pela segunda vez, obteve: conceito Apara os docentes, B para dedicação e tempo de serviço e B naavaliação global dos alunos. Em 2000 repetiu o conceito B naavaliação global dos alunos e em 2001e 2002, conceitos C e 2003conceito A. Em 2005 o Ministério da Educação reestruturou osprincípios da avaliação dos cursos e passou a ser chamado de ENADE(Exame Nacional de Desempenho do Estudante) em que a notamáxima passou a ser 5 (cinco) e mais uma vez a Faculdade CamposElíseos confirma sua determinação e obstinação pela qualidade eobtem o conceito de 4 (quatro).É administrada segundo os ditames do seu Regimento Interno, do ContratoSocial da Entidade Mantenedora no que for da competência desta e dalegislação do ensino superior em vigor. Nossa Faculdade, como InstituiçãoEducacional na área do curso que ministra, tem os seguintes objetivos:I. Formar profissionais e especialistas de nível superior;II. Realizar pesquisas e estimular atividades criadoras;III. Estender o ensino e a pesquisa à comunidade, mediante cursos e serviçosespeciais;IV. Oferecer oportunidades de atualização nos campos do conhecimento, pormeio de técnicas correspondentes ao curso ministrado.Além de seus objetivos, o IPCA também definiu sua missão: “Formar profissionais/cidadãos, competentes e responsáveis moral e eticamente, com capacidade de atuar no mundo de forma criativa e transformadora.”4. DIRIGENTE DA FACULDADE��� Profa. Dra. Josefa Sônia Pereira da Fonsêca – Diretora-PresidenteBacharela em Ciências EconômicasMestra em Administração pela Escola Brasileira de Administração da FundaçãoGetúlio Vargas de São Paulo;Doutora em Educação: Currículo na Pontifícia Universidade de São Paulo/PUC(SP).Fundadora e Diretora Presidente do Instituto Paulista de Ciências daAdministração - IPCA.Professora da FEA/PUC/SPRegime de Trabalho: contrato de 40 (quarenta horas) semanais. 6
  7. 7. ��� Profa.Dra Sandra Maria Pinto Magina - Diretora FinanceiraGraduada em Psicologia – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).Mestre em Psicologia (Psicologia Cognitiva) – UFPE.Doutora em Matemática Educacional – University of London – InglaterraProfessora da PUC/SPRegime de Trabalho: contrato de 10 (dez horas) semanais.��� Prof. Ms. Alfredo Dib Abdul Nour – (Coordenador Acadêmico)Graduado em Administração – PUC/SP,Mestre em Administração – PUC/SP.Doutorando em Economia na Universidade Complutense de Madrid.Regime de trabalho: 40 (quarenta horas) semanais.Atualmente, o Prof encontra-se em licença para concluir seu Doutorado.5. PROPOSTA DE AÇÃO5.1. PROPOSTA PEDAGÓGICAA FCE é fruto do trabalho de quem acredita na ação para a realização de umsonho. E como crer na possibilidade de realizar nossos sonhos desperta aenergia e a criatividade para ir à luta e mudar o mundo, quem crê napossibilidade vê as coisas acontecerem. Foi exatamente assim que surgiu aFCE, a primeira Faculdade brasileira mantida pela coragem de duas professoras,com os seus próprios recursos e sem o respaldo político e financeiroempresarial comuns ao meio.O sonho era apenas um: criar um espaço que propiciasse às pessoas aintegralização do homem com o todo, com o universo a sua volta, por meio doprazer na busca do conhecimento, já que acreditamos que só peloconhecimento será possível a lapidação do homem. Por isso, escolhemos comoteoria a ser seguida o Holismo, visto que um conhecimento fragmentado temuma utilidade fragmentada e gera, conseqüentemente, um homem tambémfragmentado.Assim sendo, decidimos dar a nosso curso um enfoque holístico, tanto naconduta como na ação; para isso começamos por definir o que é Holismo, a fimde que pudéssemos melhor explicitar a todos - corpo docente e discente,pessoal administrativo e amigos - nosso Sistema Educacional e o todo de nossoprojeto de curso. Da pesquisa, apresentamos abaixo um breve resumo que,bem compreendido, reflete nosso filtro.Holos é um termo grego que significa o todo (1) e deve ser entendido como atotalidade do Ser (2) com sua propriedade holonômica “de situar a Lei ou osprincípios de seu poder em si mesmo”, ou seja, “no todo aberto que se refleteem todas as manifestações ou todos os ciclos de seu holomovimento demaneira conforme à não-dualidade.” (3)Esclarecendo: essa definição está apoiada nas propriedades do holograma (4) 7
  8. 8. que é o primeiro modelo físico e, portanto, científico em que se encontrademonstrada uma tal propriedade paradoxal da realidade, ou seja, a de que otodo está contido em suas partes, eis que, no holograma, cada evento de umcampo reflete e contém as dimensões do campo todo; essa descobertaestende-se universalmente, pode-se declarar que o universo comporta-se talcomo se fosse um holograma.O modelo holográfico encontra uma correspondência na tradição ou nastradições espirituais que nos mostram que o todo se encontra em todas aspartes e que o microcosmo reproduz o macrocosmo.“Holos é, pois, a característica do Ser de não poder ser de maneira algumadefinido em razão de sua não-dualidade: nem um, nem dois, nem vários, sendoum, dois e vários. É uma palavra que se pretende não-dual, contrariamente àscaracterísticas da linguagem.”(5).Assim, o termo holístico compreende, ao mesmo tempo, o conjunto e as partes,o sistema global ou holossistema e todos os sistemas que o integram em suacaracterística holonômica e em seu holodinamismo.Segundo Pierre Weil (1990), a criação do termo holística é atribuída a Smutsque, em 1926, publicou um livro intitulado "Holism and Evolution". Foi oprimeiro autor a empregar a palavra “holística” e o termo “holismo” (6) quedesignam uma força vital responsável pela formação de conjuntos de "gestalts"(7): essa mesma força seria formadora dos átomos e moléculas - no planofísico -, da célula - no plano biológico -, das idéias - no plano psicológico - e dapersonalidade - no plano espiritual; o próprio universo seria um conjunto emconstante formação.Desta forma, partindo do componente "hol(o)", inteiro, completo, deriva"holismo", uma tendência filosófica que se supõe seja própria do universo, asintetizar unidades em totalidades organizadas. Em nosso contexto educacionalcompreende-se como a não fragmentação do conhecimento, uma vez que otodo está contido nas partes. As disciplinas, aparentemente isoladas umas dasoutras, compõem um universo de conhecimento organizado que é transmitidoaos estudantes de maneira que possam compreendê-lo, integrando-o a seusuniversos, com vistas a formá-los, transformá-los ou ampliá-los. Princípiosedificadores como os de responsabilidade, justiça, amor, solidariedade erespeito são aqui ensinados, concomitantemente e em sintonia com as ações detodo o corpo docente e funcional, em ressonância à conduta e orientação dadireção, em um testemunho vivo que visa ensinar que a ação, que tem comobase o conhecimento, é o ponto-chave na realização de sonhos e objetivos,gerando felicidade e paz.Esse é, pois, nosso entendimento de "sintetizar unidades em totalidadesorganizadas"; e como Organização é um sinal de evolução, um profissionalassim preparado é capaz de perceber que somente da sua ação competente eresponsável poderá surgir uma reação mais abrangente e justa.Podemos, assim, dizer que competência com amor são capazes de melhorar omundo, pois, quando ambos trabalham lado a lado contamos com uma obra-prima. Com essa visão, escolhemos os valores que norteiam nosso trabalho: 8
  9. 9. ��� Nossa MissãoFormar administradores/cidadãos, competentes e responsáveis moral eeticamente, com capacidade de atuar no mundo de forma criativa etransformadora.��� Nossa Visão:Desenvolver uma atitude holística na atuação do profissional de Administração.��� Nossos Valores:Valorização dos princípios filosóficos - éticos e morais - que promovem aevolução do Ser Humano; Respeito às diferenças e aos diferentes.��� Nossa Meta:Ser uma das melhores Faculdades de Administração do País.��� Nossos Compromissos:Promover o empreendedorismo;Desenvolver a consciência dos cidadãos, como sujeitos/objetos de suashistórias, a fim de capacitá-los a intervir no mundo, transformando-o;Incentivar os cidadãos a identificar a melhor ação/oportunidade para suaintervenção no mundo.��� Nossos Objetivos:• Semear atitudes e valores que dignifiquem o Homem;• Disseminar a idéia de que o Homem é parte integrante e interativa do/nomundo;• Estimular a busca do conhecimento como meio catalisador de mudança decomportamento, evolução, satisfação pessoal e diferencial profissional;• Integrar os envolvidos na ação de formar/educar e aprender/ensinar paraque, juntos, vivam o processo, trocando experiências, emoções e sentimentos;• Construir uma comunidade de investigação que estimule o pensar;• Ordenar o pensamento a fim de promover a construção de análises e sínteseslúcidas e críticas, desenvolvendo projetos de interesse à comunidade;• Capacitar, na teoria e na prática, para o exercício da função de administrador;��� Diretrizes Pedagógicas:• Promover a multidisciplinaridade como meio integrador e facilitador daaprendizagem;• Estimular o intercâmbio na comunidade acadêmica;• Estimular a capacidade do aluno para desenvolver seu conhecimento apoiadoem novas tecnologias, bem como em sua intuição;• Incentivar a pesquisa para realização de trabalhos científicos. 9
  10. 10. 5.2. CONCEITOS E PRÁTICAS ADOTADASO conceito de Educação Holística adotada na FCE é aquele que visa umaformação integrada e global para o estudante de administração, na qualsensação, sentimento, razão e intuição equilibram-se, reforçam-se e secomplementam-se, permitindo ao graduando a plena consciência de todos osfatores envolvidos em sua formação e em seu exercício profissional,possibilitando-lhe administrar com a presença de valores éticos construtivos.Desta forma, a visão de educação aqui apresentada propõe-se a despertartanto razão como intuição, sensação e sentimento; buscamos propiciar aharmonia entre essas funções psíquicas, procurando demonstrar como cadasituação pode se constituir em oportunidade para se aprender; procuramosdesenvolver a simplicidade voluntária, a cooperação e os valores humanos.Acreditamos que a formação geral precede a especializada e que o dinheiro éum meio a serviço de valores fundamentais e não um fim em si mesmo; cremosno potencial humano de transformação e de evolução permanente.Nesta nossa visão de educação o conceito de aluno - aquele que é ensinado - ésubstituído pelo de estudante - aquele que participa ativamente do processo,que assume e dirige a própria transformação; é o estudante que trabalha,fazendo as pesquisas, as visitas, as observações sobre o terreno, os relatóriose, às vezes, "dando a aula". O professor assume a postura do "facilitador", de"conselheiro" que mais orienta do que "ensina" e que dá exemplos porintermédio de seu próprio comportamento, mostrando que tem profundamenteintegrado em si mesmo os princípios que recomenda.Nosso método de ensino leva em conta a aprendizagem ativa e participativa,utilizando-se das seguintes técnicas: Dinâmica de grupo, Discussão de Casos,Debates, Painéis Integrados, Exposições, Excursões, Visitas, audiovisuais,Mesas-Redondas, Trabalhos Individuais e em Grupos, Seminários,Brainstorming e Jogos.Do ponto de vista da relação professor-estudante, recomenda-se umrelacionamento baseado no respeito mútuo, na compreensão de valoresindividuais e no diálogo. Sob essa ótica, os problemas são encarados comomanifestação da dinâmica do grupo (classe) e não como questões de ordempessoal, já que entendemos que se eles se manifestam, é porque trazem à tonaum sintoma do grupo.5.3 - Projeto Holístico 1. Finalidades da OrganizaçãoVisamos desenvolver aspectos que estimulem a alegria, a harmonia social, aamizade, a criatividade e o conhecimento, atentando para a necessidade deuma consciência ética, responsável e ecológica, atenta à preservação da vida edo planeta.Pretendemos ensinar a respeito da necessidade de se delegar poderes,autoridade e responsabilidade nos diversos sistemas e subsistemas 10
  11. 11. organizacionais, como exercício para se desenvolver o espírito de confiança emotivação holística de pessoal. 2. Valores da OrganizaçãoSão os valores adotados como prática de conduta nas relações entre direção,corpo docente e discente, os funcionários e os colaboradores. Esses valoresdizem respeito aos princípios edificadores de responsabilidade, justiça, amor,solidariedade e respeito. 3. Qualidade dos ValoresPriorizamos a ação conjunta voltada ao despertar de valores mais construtivos,tanto nos planos de vida individual como no social.No plano individual, podemos destacar virtudes como justiça, paciência,bondade, amizade, compreensão, respeito, amor à verdade e sabedoria,despertando para o convívio e realização de atividades que visem o bem estarfísico e mental, disposição, vigor e alegria de viver.No plano social, destacamos o incentivo à cultura, em geral, como literatura,música, cinema, teatro, artes plásticas, seja por meio do acervo de nossabiblioteca, seja pela promoção de eventos culturais (palestras, debates,exibição de filmes) e outros. 4. Publicidade e Relações PúblicasCom espírito crítico, costumamos enfatizar de maneira objetiva os aspectosfavoráveis da organização, sem esconder os desfavoráveis; no processo debusca de nossos objetivos gerais, costumamos colocar em evidência as vitóriasobtidas. 5. Recursos HumanosNossa política de recrutamento de pessoal tem como base a seleção depessoas, cujo perfil nos revele um potencial de responsabilidade, consciência,retidão, perseverança, competência e eficiência a ser desenvolvido segundonossos critérios e necessidades, visando, inclusive, à ascensão profissionaldessas pessoas.Para isso, realizamos entrevistas em um clima franco e cordial, aprofundado emquestões que possam evidenciar os valores dos entrevistados, além de suasaptidões e personalidades.Tão logo admitido, o pessoal é informado, oficialmente, das finalidades daorganização e de modo incidental de como deve se conduzir, por essa razãoque, tão logo conscientizadas a respeito de nossa maneira de agir, as pessoasou se identificam com ela, trabalhando conforme o esperado ou, elas mesmas,desvinculam-se do emprego e colocam seus cargos à disposição. 11
  12. 12. 6. CORPO DOCENTE E DISCIPLINAS MINISTRADAS PROFESSOR DISCIPLINA TITULAÇÃO E EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL Bacharel em Ciências Econômicas – USP Alencar José Pós Graduando emFloriano Barbosa Gestão da Produção I e II Administração de Empresas: Formação de Consultores – Faculdade Campos Elíseos - FCE. Mestre em Administração de Empresas -Universidade Nove de Julho – UNINOVE Especialista em Gestão - Pontifícia Universidade de São Paulo, PUC.  Marketing  Marketing de Serviços e Bacharel em Administração deCarlos Eduardo M. Relacionamentos Empresas Faculdade Sumaré Munhoz Graduado em Comunicação e Marketing Mackenzie. Mestre em Finanças - Escola de Administração deCarlos Ernesto de  Planejamento Estratégico Empresas de São Paulo/FGV Oliveira  Contabilidade de Gestão Bacharel em Engenharia da  Gestão Financeira I e II Produção - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. 12
  13. 13. Bacharel em Processamentos de Dados Pós Graduação em Análise de Sistemas e Ferramentas César Venaglia  Organização Oracle - FIAP. Sistemas e Métodos MBA em Excelência em Gestão de Projetos e Processos Organizacionais – FATEC/SP Bacharel em Administração – ESAM Clóvis Benedito  Teorias da Administração Pós Graduação em Rosa  Comércio Administração da Produção - Internacional I e II UNISANTANA Mestre me Educação Matemática - Pontifícia  Estrutura Lógica do Universidade Católica de São Pensamento CientíficoCristiane Aparecida Paulo, PUC.  Metodologia do Stella Trabalho Científico Licenciatura em Matemática -  Orientação de Monografia Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC Pós Graduação em Administração de Empresas: Formação de Consultores - David dos Reis  Gestão de Recursos Faculdade Campos Elíseos, Rodrigues Materiais e Patrimoniais FCE.  Logistica Empresarial Bacharel em Física - Mackenzie. Mestre em Gestão de Recursos Humanos - Universidade de Extremadura,Edner Ferreira Braga UEX, Espanha.  Formação de da Silva Consultores Bacharel em Psicologia - Faculdades Metropolitanas Unidas, FMU.  Sociologia Mestrado em Filosofia - Eurico Pereira de  Filosofia na Gestão Pontifícia Universidade Souza de Negócios Católica de São Paulo.  Ética e 13
  14. 14. Responsabilidade Social Bacharel em Filosofia - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC. Bacharel em Administração – Faculdades Metropolitanas Unidas – FMUFlávio da Silva Pós Graduação em Rocha Mercado de Capitais I e II Administração Financeira – IBMEC/São Paulo Doutor em Educação - Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP Mestre em Educação Matemática - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP Especialista em Metodologia  Matemática Básica, do Ensino de Primeiro Grau -  Matemática Universidade Estadual PaulistaFrancisco José Avançada, Júlio de Mesquita FilhoBrabo Bezerra  Estatística e Métodos Quantitativos Graduado em Pedagogia Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Graduado em Ciências - Universidade de Marília, UNIMAR Bacharel em Ciências Econômicas – USPIvo de Oliveira  Contabilidade de Pós Graduação em Análise Ferraz Custos I e II Empresarial - UNICAMP 14
  15. 15. Mestre em Psicologia Experimental - Pontifícia Universidade Católica de São João Mariano  Relações Paulo. Cenacchi Pereira Comportamentais nas Organizações I e II Bacharel em Psicologia – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC Doutora em Educação: Currículo - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC. Mestre em Administração Pública e Governo - Fundação Getúlio Vargas, FVG/SP. Pós Graduação (lato sensu)  Plano de Negócios IJosefa Sônia Pereira em Administração de Projetos  Plano de Negócios IV da Fonseca - Fundação Getúlio Vargas, FVG/SP. Bacharela em Administração – FAESP Bacharela em Ciências Econômicas - Universidade Tiradentes, UNIT. Mestre em Administração Contábil e Financeira - Fundação Getúlio Vargas, FVG/SP. Instituto Trevisan – Especialista em Marketing. Marco Antonio  Matemática Bacharel em Ciências Ferreira Couto Financeira I e II Econômicas - Universidade de São Paulo, USP- Bacharel em Engenharia Mecânica - Universidade Estadual de Campinas. 15
  16. 16. Mestrado em Psicologia – Universidade São Marcos Pós Graduação em TerapiaMônica de Fátima Floral – Faculdade de Ciências  Seminários Karsokas Avançados – Liderança e da Saúde de São Paulo. Criatividade Bacharela em Psicologia – UNISA (OSEC) Pós Graduação em Administração Financeira  Introdução à Contabilidade Pós Graduação em Administração Natalie Pitta  Contabilidade Geral – CEAG/FGV Bacharela em Administração de Negócios - ESAN Mestre em Administração em Recursos Humanos – Universidade de Extremadura -  Organização Espanha Governamental Brasileira.  Gestão Empresarial Bacharel em Administração de Nelson Karsokas  Plano de Negócios II Empresas – FAESP. Mestre em Psicologia (Psicologia Social) - Pontifícia Universidade Católica de São  Psicologia Aplicada à Paulo – PUC. AdministraçãoOtávio Augusto de  Comportamento Bacharel em Psicologia - Melo Organizacional Pontifícia Universidade  Gestão de Pessoas Católica de São Paulo – PUC. Mestrado em Direito, com área de concentração em direitos Difusos e Coletivos - Universidade Metropolitana de  Legislação Trabalhista e Previdenciária Santos – UNIMES.Otávio Bertolani da  Legislação Empresarial e societária Especialista em Direito das Câmara Relações de Consumo -  Instituição Pública e Privada. Pontifícia Universidade 16
  17. 17. Católica de São Paulo. Bacharel em Administração de Empresas - Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU. Bacharel em Ciências Jurídicas – Direito - Faculdade Integradas de Guarulhos - FIG. Doutorando em Economia – UNICAMP  Introdução a Economia Mestrado em Economia Paulo Berti de A.  Macroeconomia Institucional e do Desenvolvimento – FEA/USP Barros Bacharel em Economia – FEA/USP Bacharela em Administração – FAESP  Plano de Negócios III Pós Graduação emRute Alexandrina Administração: Formação de Ramos Consultores – FAESP Pós-Doutorado – Universidade de Lisboa (Portugal) Doutorada em Mathematics Education - University of London, - Inglaterra.Sandra Maria Pinto Mestre em Psicologia  Estrutura Lógica do Magina (Psicologia Cognitiva) - Pensamento Científico Universidade Federal de Pernambuco. Bacharela em Psicologia - Universidade Federal de Pernambuco. Mestre em Administração de Tatiana de S. Empresas - Pontifícia  Administração de Universidade Católica de São Hortelano Vieco Paulo, PUC. Sistemas de Informação I e II Pós Graduação em Administração Estratégica - UNISANTANA 17
  18. 18. Mackenzie – Graduada em Didático do Ensino - Mackenzie Márcio de Alencar (TUTOR) orientado Bacharel em Administração – pela Profa. Dra. Faculdade Campos Elíseos  Plano de Negócios IVJosefa Sônia Pereira Pós Graduando em Gestão da Fonseca Empresarial - Mackenzie Marcelo Rocha de Melo (TUTOR) Bacharel em Administração –orientado pela Profa. Faculdade Campos Elíseos  Plano de Negócios IV Dra. Josefa Sônia Pós Graduando em Gestão Pereira da Fonseca Empresarial - Mackenzie 18
  19. 19. 7 . ESTRUTURA ORGANIZACIONAL DA FACULDADESão órgãos da Administração da Faculdade:I - CongregaçãoII - Conselho Departamental;III - Diretoria;IV - Departamentos;A Congregação é um órgão superior deliberativo em matéria administrativa,didático-científica e disciplinar; o Conselho Departamental é um órgãodeliberativo de coordenação e assessoramento em matéria didático-científica eadministrativa; a Diretoria é um órgão executivo superior de coordenação efiscalização das atividades da Faculdade e o Departamento, resultante dareunião de disciplinas afins, é a menor unidade de estrutura da Faculdade paratodos os efeitos de organização administrativa, didático-científica e deadministração de pessoal docente.São membros dos Departamentos os Professores-Titulares e os Adjuntos, alémde 1 (um) representante do corpo discente designado pelo Diretório Acadêmico.7.1. BIBLIOTECA Profa. Eunice FonsecaProfessora Eunice Fonseca é sergipana, durante 40 anos dedicou-se ao ensinofundamental e médio estadual. Foi uma das colaboradoras do Programa deAlfabetização de Adultos com o Prof. Paulo Freire na região sul de Sergipe.Hoje, mesmo aposentada não perdeu o hábito do estudo e sua grandeesperança é que as pessoas conscientizem-se de que “somente a educação e oconhecimento serão capazes de libertar o homem da escravidão de si próprio ede seus semelhantes”.Completamente informatizada, a biblioteca conta com terminais de consultaspara uso exclusivo de alunos, estando à disposição de todos nos seguinteshorários:��� de 2ª a 6ª feira: das 13 às 22H30. (inclusive durante o período de fériasescolares).��� aos sábados: das 9 às 17 horas.7.2. Como se Inscrever na BibliotecaA inscrição para credenciamento como usuário da Biblioteca Eunice Fonseca éfeito automaticamente, por ocasião da matrícula. Seu uso estende-se aprofessores, funcionários e convidados da comunidade. 19
  20. 20. 7.3. EMPRÉSTIMOSO empréstimo de livros e periódicos tem prazo limitado, conforme diretrizespecificada em regimento próprio; o atraso na devolução acarreta opagamento de multa no valor de R$ 1,00 (um real) por dia de atraso.7.4. DESCRIÇÃO DA BIBLIOTECAA Biblioteca está totalmente informatizada e utiliza os Sistemas de classificaçãoCDU e CDD. O sistema permite ao aluno realizar suas consultas, reservas erenovações a qualquer dia e hora, via internet.A aquisição de livros e periódicos é feita por indicação bibliográfica apontadapelo corpo docente, por sugestão dos usuários e/ou por seleção feita pelaprópria direção da Faculdade ou da bibliotecária.7.5. ACERVO DE LIVROSPara o apoio teórico de seus cursos a instituição consta com um acervo de10.237 títulos e 16.305 volumes. Toda biblioteca é informatizada, possibilitandoao aluno pesquisa e reserva de livros, fitas, DVDs, periódicos etc, de qualquerlugar (inclusive de casa) e a qualquer hora.Podemos descrevê-la a seguir:3 terminais de trabalho aos funcionários da biblioteca.10 terminais de consultas e pesquisa (uso dos alunos).1 Cinemateca com equipamentos de home teather, ar condicionado, onde osalunos normalmente assistem a filmes destinados a suas reflexões para auxílioem trabalhos pedagógicos e uma vez por mês, (aos sábados) os funcionáriosfazem suas sessões pipoca.1 Sala de leitura individual e em grupo.O acervo encontra-se distribuído por áreas de concentração: 20
  21. 21. QUANTIDADE DE QUANTIDADE DEÁREAS TÍTULOS VOLUMESAdministração 2.208 4.560Educação 1.024 2.320Tecnologia 315 538Psicologia 515 920Economia 488 518Metodologia 168 465Filosofia 98 182Língua Portuguesa 250 320Sociologia 325 454Estudos Sociais 202 284Dicionários 81 110Matemática 190 296Obras Gerais 1.257 1.602Obras de Referências 132 237Teses (1) 95 95Dissertações (1) 198 198Monografias (1) 106 106TCC (1) 210 210Outros 2.015 2.540Revistas/jornais/Periódicos 260 350TOTAL 10.237 16.305DVDs e fitas de vídeo 659 1.320(1) Da própria Instituição, da Faculdade São Luís (Aracaju/SE), UniversidadeMackenzie, PUC/SP, FGV-Rio, FGV-SP e UFPE.7.6. PERIÓDICOS - Jornais e Revistas1. Banas Qualidade2. Carta Capital3. Conjuntura Econômica4. Educação5. Educação e Pesquisa6. Empreendedor7. Ensino Superior8. Época e Época São Paulo9. Exame10. Folha de São Paulo11. Gazeta Mercantil12. GV Executivo13. HSM Management 21
  22. 22. 14. Info Exame15. Isto É16. Isto É Dinheiro17. Logística18. Marketing19. Melhor:gestão de pessoas20. Novos Estudos Cebrap21. O Estado de São Paulo22. PEGN - Pequenas Empresas & Grandes Negócios23. Pesquisa FAPESP24. Política Externa25. Problemas Brasileiros26. Profissão Mestre27. Psicologia da Educação28. RAC - Revista de Administração Contemporânea29. RAUSP - Revista de Administração30. Reflexão31. Revista Bovespa32. Revista Brasileira de Administração33. Revista de Contabilidade CRC SP34. Revista de Economia Política35. Revista de Sociologia e Política36. Revista ESPM37. Revista Jurídica Consulex38. Revista USP39. RSP - Revista do Serviço Público40. RTA - Relações Trabalhistas Atualidades41. T&D : Inteligência Corporativa42. Tempo Social43. Valor Econômico44. Veja e Veja São Paulo45. Venda Mais46. Vida Executiva47. Você S/A50. Anais da Academia Brasileira de Ciências51.Revista da FAE52.Revista Novas Tecnologias na Educação53.Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade em Software - PBQPSoftware, MCT54.Revista da FARN55.Tema Tendências Em Matemática Aplicada e Computacional56.Revista Angrad57.Revista de Sociologia e Política58.R & D Management59.Revista Brasileira de Economia60.Revista de Administração de Empresas (FGV)61.Revista de Administração Pública 22
  23. 23. 62.Revista de Administração63.Revista de Economia Política64.Revista de Psicologia65.Revista de Educação Pública66.REVISTA DE ADMINISTRACION PUBLICA67.Revista Eletrônica de Administração68.Organizações & Sociedade69.Psicologia em estudo70.Recitec - Revista de Ciência e Tecnologia71.Revista de Ciências da Administração72.Revista de Administração Mackenzie73.Cadernos de Pós-Graduação em Administração de Empresas74.Revista de Ciências Humanas75.Comunicação & política76.Estudos de Psicologia77.Produção78.Ensaio79.Redes80.Psicologia Reflexão e Crítica81.Revista de Educacao - AEC82.Case Studies:Revista Brasileira de Manegement83.Revista de Administração e Contabilidade84.Administração em Revista85.Caderno de Administração da FEA-PUC/SP86.READ - Revista Eletrônica de Administração87.GLOBAL COMPETITIVENESS84.Cadernos FUNDAP85.RAP Revista Brasileira de Administração Publica86.RAE Revista de administração de empresas87.Cadernos ENAP88.Cadernos de Gestão Pública e Cidadania89.Caderno de Mercado de Capitais90.Caderno de Idéias Fundação Dom Cabral91.Administração e Gestão92.Revista Brasileira de Ciências da Comunicação.93.Revista de ciências sociais94.Revista Comunicação & Sociedade95.Revista da APG da PUC-Rio96.Cadernos de Estudos em Ciências Cognitivas97.Filosofia e Política98.Filosofia na Escola99.Revista de Direito do Ministério Público100.Revista de História e Teoria das Idéias.101.Revista Synthesis102.Revista Brasileira de Filosofia103.Boletim Qualidade de Vida104.Caderno de Finanças Públicas - ESAF 23
  24. 24. 105.Online- Revista Eletrônica de Ciências Sociais106.Debate & Reflexões107.Revista Brasileira de Ciências Sociais108.Revista CERES109.Revista dos Tribunais110.Revista Symposium111.Jornal Brasileiro de Psiquiatria112.Educação e Realidade113.Educação & Sociedade114.Ciência Hoje115.Comunicações - Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação116.Ensaio - Avaliação e Políticas Públicas em Educação117.Revista de Políticas Públicas118.São Paulo em perspectiva119.Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos120.Revista de Filosofía121.Revista Iberoamericana122.Caderno CEDES123.Educação e Sociedade124.Pesquisa operacional125.Revista Brasileira de Política e Administração da Educação126.Parcerias estratégicas127.Estudos de Sociologia128.Revista Convergência Lusíada129.SPE journal130.Ciência da informação131.Revista de processo132.Avaliação133.Revista Paranaense de Desenvolvimento8. INFRA-ESTRUTURA À DISPOSIÇÃO DO CURSO:8.1.Instalações Físicas (salas, etc,).A instituição conta com 10 salas de aulas, todas com som ambiente, televisãode 29’, retroprojetor, tela para projeção e datashow e são climatizadas.Unidade I1 Secretaria1 Sala de reunião1 Sala da Direção1 sala de multiuso2 Salas de professores6 Salas de aula1 Biblioteca 24
  25. 25. 2 salas de estudo em grupo1 Cinemateca1 Laboratório 1, com 40 microcomputadores interligados em rede.6 Banheiros masculinos6 Banheiros femininos1 Depósito1 AlmoxarifadoUNIDADE II1 sala de recepção1 Sala de Coordenação da Graduação1 sala de Coordenação de Apoio Pedagógico2 Salas de professores1 sala de Desenvolvimento de Sistemas de Informação4 salas de aula1 laboratório com 16 microcomputadores1 sala para a equipe de pesquisa/ NUPECA1 sala para a Comissão Própria de Avaliação – CPA1 sala de multiuso1 sala de estudo em grupo1Cantina1 Depósito1 banheiro para deficiente físico5 banheiros femininos4 banheiros masculinosUNIDADE IIIAndar térreo1 cozinha para funcionários1 banheiro privativo para funcionários1 vestiário1 sala multiuso1 sala de estudo em grupo1 laboratório com 9 microcomputadores1 sala de reprografia e livraria1 sala para o serviços de Contabilidade, patrimônio e compras1 sala para o serviço de Recursos Humanos1 sala para a diretoria financeira8.2. Laboratório de InformáticaContamos com três laboratórios de informática, todos com acesso, gratuito elivre, à internet. Os softwares abaixo relacionados estão instalados em todas asmáquinas da Instituição. Alguns com acesso limitado ao NUPECA. Oslaboratórios encontram-se assim descritos: 25
  26. 26. Laboratórios (1)Com 40 microcomputadores, interligados em internet com a seguinteconfiguração: Hardware: Todas as máquinas dos laboratórios têm aconfiguração abaixo.Processador:AMD Duron 1.3 GhzPlaca mãe: Asus DDR A7S266-VMMemória : 256MB DDR 266MhzHard-Disk: IDE 40.0GbMonitor: LG 15 MultimídiaSoftware: Microsoft Windows 2000 Profissional (Português); Microsoft Office2000 (Word, Power Point, Excel, Access) ( Portugês); Norton AntivirusCorporate Edition; Microsoft Internet Explorer; Navegador; Mozilla FirefoxNavegador; Microsoft MSN Messenger 7.01 / Comunicador; Win Zip 9.0Descompactador / Compactador; Win Rar 3.5 - Descompactador /Compactador; Adobe Acrobat Reader 6.0 Visualizador de Documentos; VocêEmpreendedor/ Jogo; Jogo de Empresas/ Jogo; Jogo do Governo; Simcity /Simulador de cidades (você é o prefeito da cidade); RollerCoster Tycoon 3 /Simulador de administração de Parque de diversões; Zoo Tycoon / Simuladorde administração de Zoológicos; Total Club Manager 2004 - simuladores degerenciamento de times de futebol; ProjectBrasil - Seja o prefeito com estesimulador de cidades!; Simulador Estratégico Empresarial (Sempre);fonte:http://inventabrasilnet.t5.com.br/sempre.htm; Café Futurohttp://www.bmf.com.br/2004/pages/frame.asp?idioma=1&area=servicos&link_char= café; Microsoft Windows 2000 Professional (Português) / Sistema,Operacional; Microsoft Office 2000 (Word, Power Point, Excel, Access)(Português); AIX (Giz) Sistema de Gestão Educacional / Prosoft SistemaFinanceiro / Contabilidade Norton Anti-virus Corporate Edition/ MicrosoftInternet Explorer Navegador; / Mozilla Firefox / Navegador; Win Zip 9.0 -Descompactador / Compactador; /Win Rar 3.5 - Descompactador /Compactador; Adobe Acrobat Reader 6.0 /Visualizador de DocumentosMicrosoft Windows 2003 Server (Português) - Sistema Operacional de Servidor/ Microsoft Windows 2000 Server (Português) – Sistema Operacional deServidor / Microsoft Windos XP Professional (Português) Sistema Operacional /Norton Anti-virus Corporate Edition / Microsoft SQL Server 2000 / Sistema deBase de Dados / Microsoft Office 2000 (Word, Power Point, Excel, Access)(Portugês) / Linux Red Hat 7.01 - Sistema Operacional de Servidor / MySql 5.0Sistema de Base de Dados TelEduc 3.01 / Sistema de Educação a Distância /Moodle 1.5 / Sistema de Educação a Distância / PHP 5.041 / MacromediaDreamweaver MX 2004/ Software Editor de Internet / Macromedia FireworksMX 2004 ? Software/ Editor de Imagens /Macromedia Flash MX 2004?/Software para desenvolvimento de animações / Adobe Acrobat Professional6.0 /Corel Draw 12 / Software Editor de Imagens Microsoft Windows 2000Profissional (Português); Microsoft Office 2000 (Word, Power Point, Excel,Access) (Portugês);Norton Antivirus Corporate Edition; Microsoft InternetExplorer /Navegador;Mozilla Firefox / Navegador; Microsoft MSN Messenger7.01 /Comunicador;Win Zip 9.0 / Descompactador / Compactador; Win Rar 3.5 26
  27. 27. - Descompactador / Compactador; Adobe Acrobat Reader 6.0 / Visualizador deDocumentos; Outros recursos:3 impressoras1 Datashow1 Tela para apresentação1 webcam;TV 29 e DVD;1 impressora multifuncional e scaner;9. INFORMES ACADÊMICOS9.1. ENSINOO curso de graduação em Administração aberto a portadores de certificados ediplomas de conclusão de estudos de 2° Grau ou equivalente destina-se àformação acadêmica e profissional em nível superior.9.2. PESQUISAA Faculdade criou um grupo de Pesquisa, NUPECA - Núcleo de Pesquisa noEnsino de Ciências da Administração, com o objetivo de desenvolver pesquisasna área de ensino-aprendizagem em Administração, de forma que as IES seapropriem, como valor agregado, das discussões e dos resultados daspesquisas.O núcleo foi composto inicialmente pelos professores doutores que atuavam nagraduação e alunos da IES. Desse Núcleo, cuja característica é ser flexível epermeável de modo a atender aos interesses particulares de seuspesquisadores, colaboradores, e da Instituição, surgiram dois projetos depesquisas, a saber:9.3. EXTENSÃOA Faculdade mantém atividades de extensão cultural e ensino para a difusão deconhecimentos e técnicas pertinentes à área de seu curso. Para tanto, mantêmconvênio com a Universidade de Lisboa e Complutense de Madrid.9.4. ANO LETIVOO ano letivo, independente do ano civil, abrange no mínimo 200 (duzentos)dias distribuídos em dois períodos letivos regulares, cada um com no mínimo100 (cem) dias de atividades escolares letivas, não computados os diasreservados a provas e exames. 27
  28. 28. O período letivo prolongar-se-á, sempre que necessário, para que secompletem os dias letivos previstos, bem como para o integral cumprimento doconteúdo e da carga horária estabelecida nos programas das disciplinasministradas. Anualmente, as atividades da Faculdade são escalonadas, emcalendário escolar que contém o início e o encerramento dos períodos dematrícula, dos períodos letivos, do prazo de trancamento de matrícula, dosferiados nacionais e locais, da "Semana de Reflexão sobre o papel doAdministrador na Sociedade Moderna", dos recessos escolares e do período deexames.9.5. MATRÍCULAA matrícula, ato formal de ingresso no curso e de vínculo com a Faculdade,realiza-se na Secretaria, em prazos estabelecidos no calendário escolar, sendorenovada semestralmente. A não renovação da matrícula implica no abandonodo curso e na desvinculação do aluno com a Faculdade.O requerimento de renovação de matrícula, devidamente rubricado pelaTesouraria, é instruído como comprovante de pagamento da taxa de matrícula,bem como comprovante de quitação de eventuais débitos anteriores.O trancamento de matrícula é concedido para o efeito de interrompidostemporariamente os estudos, manter o estudante vinculado à Faculdade e comdireito à renovação de matrícula, respeitado o prazo abaixo mencionado,vigente no Regimento da Faculdade. Só será concedido o trancamento dematrícula para o aluno que se encontrar com suas parcelas de mensalidades emdia. O trancamento é concedido, se requerido no decurso da primeira metadedo primeiro semestre letivo, por tempo expressamente estipulado no ato, quenão pode ser superior a quatro semestres letivos, incluindo aquele em que foiconcedido. Não são concedidos trancamentos consecutivos que, em seuconjunto, ultrapassem o tempo previsto conforme acima, nem trancamentossucessivos, não consecutivos, que em seu conjunto ultrapassem quatrosemestres.Não são concedidos trancamentos de matrícula a alunos especiais.9.6. PAGAMENTO DE MENSALIDADESAs mensalidades escolares da FCE, em número de 12 – seis em cada semestre,conforme nomenclatura do Contrato de Prestação de Serviços Educacionais,vencem sempre no dia 5 de cada mês e devem ser pagas na rede bancária.9.7. VALOR CORRENTE DA MENSALIDADEO valor da mensalidade para o 1º e 2º Semestres de 2009 é de R$720,00 (setecentos e vinte reais)OBS: A Faculdade Mantêm convênio com algumas instituições,empresas e sindicatos (verificar relação no site www.fce.edu.br) epara os conveniados destas instituições o aluno obtem bolsasespeciais de estudos. 28
  29. 29. 9.8. FORMA DE REAJUSTEO reajuste é feito de acordo com o índice inflacionário do período, tendo comobase o IGPM/FGV acrescido de um percentual, nunca superior a 5% (cinco porcento), a título de investimento, conforme Legislação.9.9. AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO ESCOLAR1. CONCEITOS ADOTADOS NA AVALIAÇÃO COLABORATIVAFORMATIVAA avaliação de desempenho adotada pela Faculdade é do tipo COLABORATIVA- FORMATIVA, realizada a critério de cada docente, no mínimo de três 3avaliações por bimestre, com data de entrega do fechamento do resultadobimestral e semestral, determinados pela Secretaria da Faculdade.O que significa a avaliação COLABORATIVA - FORMATIVA:Na avaliação colaborativa a aprendizagem está assentada em quatropilares: aprender a conhecer; aprender a fazer; aprender a viver juntos eaprender a ser. O aluno precisa ser instigado a buscar o conhecimento, a terprazer em conhecer, aprender a pensar, elaborar as informações para quepossam ser aplicadas à realidade que está vivendo.O desafio do professor ao propor sua ação docente será levar em consideraçãoe contemplar as inteligências: espacial, interpessoal, intrapessoal, cinestésico-corporal, lingüística ou verbal, lógico-matemático, musical e naturalista.Além do desenvolvimento das inteligências múltiplas, é fundamental pensarnas oportunidades de desenvolver a inteligência emocional trazendo comoresultado a comunicação, colaboração e a criatividade.Na avaliação Formativa o objetivo é a formação contínua do aprendizado,realizada por meio de instrumentos variados e constantes, dentro do períodoavaliado, de forma que o aluno obtenha sempre do professor, o feedback decada instrumento utilizado.2. INDICADORES ADOTADOS NA AVALIAÇÃO FORMATIVA1. Indicadores de Desenvolvimentoa) Participação em aula;b) Desenvolvimento de expressão oral;c) Desenvolvimento de expressão escrita;d) Auto-avaliação;e) Freqüência. 29
  30. 30. 2. Indicadores de Desempenho GrupalAvaliar e mensurar atividades desenvolvidas em sala de aula observando:a) Eficácia da participação do grupo;b) Espírito de equipe;c) Colaboração;d) Disposição para o debate de idéias;e) Flexibilidade;f) Postura frente ao grupo;g) Delegação de responsabilidade e divisão de tarefas.3. Indicadores de Desempenho IndividualAvaliar e mensurar trabalhos apresentados observando:4. INDICADORES PESOSa) Capacidade de argumentação e construção do raciocínio. 2,0b) Adequação às normas de redação técnico-científica. 2,0c) Uso de expressões específicas da disciplina. 1,5d) Criatividade. 1,5e) Qualidade da apresentação. 1,0f) Linguagem adequada. 1,0g) Objetividade na execução da atividade. 1,0H) Soma dos pontos de cada item. Nota = _____Nota: (Total A + Total B + Total C)/3 = _____É considerado aprovado em qualquer disciplina o estudante que,concomitantemente à freqüência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) àsaulas dadas e demais atividades programadas, obtenha o mínimo de setepontos na média aritmética das notas bimestrais obtidas durante o ano letivo;com, no mínimo, média aritmética igual ou superior a 7,0 (sete) nos quatrobimestres letivos, o aluno ficará dispensado de prestar exames finais.As avaliações, em número mínimo de duas por semestre, são realizadas emdatas determinadas pelos professores, de acordo com esquema de entrega denotas na Secretaria.Não alcançando a média mínima para aprovação nas quatro avaliaçõesbimestrais, o aluno deverá se submeter a exames finais. A cada verificação deaproveitamento é atribuída uma nota, expressa em grau numérico de zero adez, com aproximação em décimos.A freqüência às aulas e demais atividades programadas é obrigatória epermitidas apenas aos matriculados, sendo vedado o abono de faltas.No caso das enfermidades previstas no Decreto-Lei n° 1044 de 21/10/69, oaluno deverá comunicar imediatamente à Secretaria da Faculdade, anexando à 30
  31. 31. comunicação o atestado médico, a fim de que a Instituição providencie oacompanhamento com a aplicação dos exercícios domiciliares.A verificação e registro da freqüência são de responsabilidade do professor; seucontrole é de competência da Secretaria.Poderá ser concedida revisão das notas atribuídas, desde que requerida pelointeressado no prazo máximo de dois dias após a sua divulgação.Para poder se submeter a exame final conforme previsto acima, o aluno deverácontar, por disciplina, com média mínima igual a 4,0 (quatro) inteiros.Caso não seja obtida a aprovação em uma disciplina, o aluno poderá requererregime de dependência, admitido para no máximo duas disciplinas e observadaa compatibilidade de horários, com as mesmas exigências de freqüência eaproveitamento previstas às disciplinas regulares.9.10. DO ESTÁGIO - ELABORAÇÃO DE TCC (Trabalho de Conclusão deCurso).Na FCE o estágio supervisionado foi substituído pelo TCC - Trabalho deConclusão de Curso e/ou Elaboração de Plano de Negócio.No TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) o aluno desenvolve, em forma demonografia, um tema de sua escolha, desde que tenha conexão com aAdministração. O trabalho, orientado pelo professor de Metodologia Científica,tem apresentação pública e é avaliado por uma banca composta porprofessores da FCE e ou professores convidados.O TCC tem como objetivo despertar o espírito de pesquisador nos alunos.O desenvolvimento do Plano de Negócio segue, basicamente, a mesmaestrutura do TCC. O aluno escolhe uma atividade econômica dos três setores daEconomia (Serviços, Agricultura e Indústria) para desenvolver seu projeto deviabilidade de sua escolha. É orientado deste o 5º Semestre, com a assistênciade um professor que o avalia continuamente no decorrer do 5º ao 8ºSemestres.O Plano de Negócio propicia o despertar do espírito empreendedor no alunoalém de efetivamente aplicar a interdisciplinaridade.Assim como no TCC, o aluno deverá, para sua aprovação e conclusão do Curso,apresentar seu Plano de Negócio para uma banca examinadora.O TCC e o Plano de Negócio são, portanto, um exercício do trabalho acadêmico,que visa integrar pesquisa, ciência e conhecimento com o objetivo de formarprofissionais melhores preparados e conscientes de sua atuação comomodificadores de comportamento no meio em que venham a atuar. Semcontar, naturalmente, com o estímulo à continuação dos estudos, buscando oaperfeiçoamento de suas funções. 31
  32. 32. 10 - CURRÍCULO PLENO DO CURSO DEADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEISSegundo Parecer CES/CNE 146/2002 aprovado em 03/04/2002Formação: Profi = Profissional; Comple = Complementar; Quanti =Estudos quantitativos e suas tecnologias: ES = EstágioSupervisionado.ADMINISTRAÇÃOPublicado no DOU em 04/01/2008 e retificado no DOU em 11/01/20081º SEMESTRE C/HTeorias da Administração 76Introdução à Contabilidade 76Matemática Básica 76Sociologia Organizacional 40Introdução à Economia 40Instituições do Direito Público e Privado 40Leitura e Interpretação de Textos 40TOTAL DA C/HNO SEMESTRE 3882º SEMESTRE C/HContabilidade Geral 76Legislação Empresarial e Societária 40Organização Sistemas e Métodos 76Estrutura Lógica do Pensamento Científico 40Microeconomia 40Psicologia Organizacional 40Matemática Avançada 76TOTAL DA C/HNO SEMESTRE 3883º SEMESTRE C/HMatemática Financeira I 40Legislação Trabalhista e Previdenciária 40Macroeconomia 40Estatística e Métodos Quantitativos 76Marketing 76Comportamento Organizacional 40Tecnologias da Informação 40Estratégia de Comunicação nas Organizações 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3924º SEMESTRE C/HMetodologia do Trabalho Científico 40Matemática Financeira II 40Empreendedorismo 40 32
  33. 33. Contabilidade de Custos 76Gestão da Produção e Serviços I 40Gestão de Organizações da Aprendizagem 40Gestão de Pessoas (Habilidades e Ferramentas) 40Marketing de Serviços e Relacionamentos 40Comércio Internacional 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3965º SEMESTRE C/HGestão de Recursos Materiais e Patrimoniais 40Gestão Financeira e Orçamentária I 76Gestão da Produção e Serviços II 40Orientação de Monografia (ES -1) /Plano de Negócio I 40Logística Empresarial 40Contabilidade de Gestão 76Gestão Estratégica 76TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3886º SEMESTRE C/HGestão Financeira e Orçamentária II 76Organização Governamental Brasileira 40Orientação de Monografia (ES -2) /Plano de Negócio II 40Relações Comportamentais nas Organizações 40Mercado de Capitais e Análise de Investimentos I 40Administração de Sistemas de Informação I 76Cultura e Ética Organizacional 40Formação de Consultores 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3927º SEMESTRE C/HGestão Empresarial 76Administração de Sistemas de Informação II 76Mercado de Capitais e Análise de Investimentos II 40Ética Profissional 40Orientação de Monografia (ES-3) / Plano de Negócio III 40Rotinas e Procedimentos nos Recursos Humanos 76Economia Internacional e Oportunidades de Negócios 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3888º SEMESTRE C/HOrientação de Monografia (ES-4) Plano de Negócio IV 76Redação Acadêmica 76Técnicas de Negociação 40Seminários de Casos Empresariais 76Ética e Responsabilidade Social 40Psicopatologia das Relações Profissionais 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 348TOTAL DO CURSO DE ADMINISTAÇÃO 3.072 33
  34. 34. CIÊNCIAS CONTÁBEISDISCIPLINAS C/H1º SEMESTRETeorias da Administração 76Introdução à Contabilidade 76Matemática Básica 76Sociologia Organizacional 40Introdução à Economia 40Instituições do Direito Público e Privado 40Leitura e Interpretação de Textos 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3882º SEMESTREContabilidade Geral I 76Legislação Empresarial e Societária 40Organização Sistemas e Métodos 76Estrutura Lógica do Pensamento Científico 40Microeconomia 40Psicologia Organizacional 40Matemática Avançada 76TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3883º SEMESTREMatemática Financeira I 40Legislação Trabalhista e Previdenciária 40Macroeconomia 40Estatística e Métodos Quantitativos 76Contabilidade Avançada 76Contabilidade Internacional 76Tecnologias da Informação 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3884º SEMESTREMetodologia do Trabalho Científico 40Matemática Financeira II 40Empreendedorismo 40Contabilidade de Custos 76Estrutura e Análise das Demonstrações Financeiras 76Teoria da Contabilidade 76Legislação Tributária 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3885º SEMESTREContabilidade de Gestão 76Gestão Financeira e Orçamentária I 76Análise de Custos 40 34
  35. 35. Orientação de Monografia (ES -1) /Prática Contábil I 40Mercado de Capitais e Análise de Investimentos 40Contabilidade Tributária 76Contabilidade Imobiliária 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3886º SEMESTREGestão Financeira e Orçamentária II 76Controladoria I 76Orientação de Monografia (ES -2) / Prática Contábil II 40Orçamento e Gestão Pública 40Auditoria I 76Cultura e Ética Organizacional 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3887º SEMESTREControladoria II 76Gestão e Planejamento Tributário 76Contabilidade Pública 76Auditoria II 76Orientação de Monografia (ES-3) /Prática Contábil III –Laboratório 40Contabilidade Securitária 40TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 3848º SEMESTREPrática Contábil IV – Laboratório (ES -1)/Orientação deMonografia 40Redação Acadêmica 76Formação de Consultores 40Ética Profissional 40Sistemas de Informação Contábeis 40Perícia Contábil 76Seminários Avançados 76TOTAL DA C/H NO SEMESTRE 388TOTAL DO CURSO DE C. CONTÁBEIS 3.100 35
  36. 36. NOTAS_ WEIL, Pierre. “Abordagem holística em medicina”, Revista Brasília Médica, n°22 Brasília, Associação Médica, 1987._ WEIL, Pierre. Nova Linguagem holística. Rio de Janeiro, Espaço e Tempo,1987, (p. 60)._ WEIL, Pierre. Holística: uma nova visão e abordagem do real. São Paulo,Palas Athena, 1990, (p. 12)._ WEIL, Pierre. Nova linguagem holística, Rio de Janeiro, Editora Espaço eTempo, 1996, (p. 45; 75)._ CREMA, Roberto. Introdução à Visão holística, São Paulo, Summus Editora,1989, (p.20; 24). 36

×