Projeto prodocencia 2011 13

886 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
886
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto prodocencia 2011 13

  1. 1. PROJETO PRODOCÊNCIA/MEC/UFF – 2011-2013 Subprojeto de Ensino: Educação e Espiritualidade Professor responsável: Carlos João Parada Filho Área(s): Pedagogia, Letras, História. Justificativa: O presente subprojeto surge da constatação de conflitos de origem religiosa, na Faculdade de Educação da UFF e nas escolas públicas municipais e estaduais, ocasionando as mais diversas formas de violência (epistemológica; psicológica, simbólica e verbal) entre estudantes e entre estes e alguns professores. O que se percebe é que o comportamento preconceituoso de muitos educadores reforça atitudes (de defesa) agressivas e fortalecedoras do conservadorismo, do fanatismo e da intolerância nos estudantes. Dessa forma, os estudantes perdem a oportunidade de revisitar suas crenças e vivências religiosas de uma forma crítica, se tornando alvos fáceis da manipulação do sentimento religioso pelo mercado das religiões. Por outro lado, em algumas situações o conservadorismo religioso de diretores e professores interfere negativamente na escola, impedindo o desenvolvimento de atividades culturais e de outras consideradas ofensivas a suas crenças, gerando dificultadores de uma educação socialmente relevante e ameaçando o ideário da escola laica. Objetivos: - Trabalhar, vivencialmente, sentimentos e crenças religiosas a partir de uma perspectiva crítica, mas respeitosa, universal e ecumênica. -Desenvolver entre os participantes uma consciência espiritual mais ampla de maneira que as questões éticas, ecológicas e cidadãs possam ser percebidas em sua dimensão espiritual. -Possibilitar o diálogo e a socialização das experiências religiosas buscando nas mais diversas tradições pontos em comum que podem favorecer o enriquecimento de todos. -Incentivar a superação das patologias da experiência religiosa: o fanatismo, o fundamentalismo, a intolerância, o dogmatismo. -Facilitar a apropriação das crenças e sentimentos religiosos numa perspectiva educativa construtora de solidariedade e responsabilidade social. -Propor reflexões a respeito da relação educação-religião, no contexto da escola laica, de maneira que crenças e vivências religiosas possam ser um instrumento educativo e não segregador e excludente. -Favorecer a superação dos conflitos e desarmonias (especialmente de fundamentação religiosa) entre estudantes e entre estes e seus professores de maneira a facilitar os processos de ensino-aprendizagem. -Capacitar os bolsistas do subprojeto (através das reuniões de estudo e das atividades desenvolvidas na Escola) e os professores da Escola participante a lidar de maneira educativa e respeitosa com conflitos de natureza religiosa, especialmente em sala de aula.
  2. 2. Estratégias de Execução: (metodologia) - Mapeamento da conjuntura religiosa da Escola (visitas, observação, entrevistas com professores e estudantes) e apresentação do perfil religioso da Escola à comunidade escolar. - Rodas de conversa com os professores (levantamento das necessidades específicas) -Oficinas e vivências com os estudantes e professores. -Exibição de filmes a respeito da temática. -Realização da Semana da Espiritualidade (apresentações culturais, artísticas, painel histórico) expressando a diversidade e riqueza religiosa da Escola. -Curso de extensão a ser oferecido de acordo com as necessidades e contemplando as questões mais pertinentes. -Criação de um site/blog do subprojeto, para que a comunicação e a troca de experiências possam ser mais eficazes. -Elaboração de um Relatório Reflexivo a ser encaminhado à comunidade escolar, representando a síntese dos trabalhos desenvolvidos. Cronograma 1° semestre: 2° semestre 3° semestre 4° semestre -Visitas à Escola -Sistematização - Realização das - Continuidade da para dos dados oficinas, apresentação realização das conhecimento da coletados; de filmes e outras atividades de realidade local; -Apresentação do atividades que possam aprofundamento -Entrevistas com perfil religioso da favorecer o do diálogo entre as professores e Escola à aprofundamento do expressões estudantes; comunidade diálogo entre as mais religiosas. -Rodas de escolar diversas expressões -Elaboração e conversa com a (seminário); religiosas da apresentação de comunidade -Realização da comunidade escolar. Relatório escolar; Semana da Manutenção/atualização Reflexivo à -Construção do Espiritualidade do site/blog. comunidade site/blog. -Manutenção e -Avaliação. escolar. -Avaliação. atualização do -Avaliação final. site/blog. -Avaliação Acompanhamento e Avaliação: -Semanalmente, durante a reunião de estudo e trabalho, a equipe coordenadora trocará informações e impressões a respeito do andamento do trabalho na Escola. O professor coordenador do subprojeto se fará presente, juntamente com os estudantes bolsistas, nas atividades desenvolvidas na Escola. -Avaliação permanente entre a equipe (professor coordenador e bolsistas) nas reuniões semanais da Equipe. -Avaliação bimensal com a direção da Escola. -Avaliação semestral envolvendo toda a comunidade escolar.
  3. 3. Resultados esperados: -Que os estudantes bolsistas sintam-se mais preparados para lidar de maneira crítica, mas respeitosa com as expressões religiosas e possíveis conflitos no contexto da sala de aula e na escola em geral. -Que os estudantes bolsistas, como futuros educadores, capacitem-se para perceber e trabalhar didaticamente com as tradições religiosas de maneira que sejam suas aliadas nos processos de ensino-aprendizagem e não obstáculos ao diálogo e instrumentos de violências. -Que a comunidade escolar participante possa aprofundar seus laços de amizade, cooperação e solidariedade tendo em vista a construção de um espaço genuinamente educativo. - Que, através do diálogo, possam ser superados (no contexto da escola participante do subprojeto) os conflitos e desarmonias, especialmente aqueles que têm suas origens na intolerância religiosa. -Que a diversidade e pluralidade das expressões religiosas presentes na Escola possam ser percebidas enquanto enriquecimento e instrumento educativo tanto para professores quanto para estudantes. -Que a Escola participante possa conhecer-se melhor e conseqüentemente qualificar-se ainda mais como espaço educativo não apenas das mentes, mas também das sensibilidades.

×