Charles Darwin

2.253 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Charles Darwin

  1. 1. Darwin estava andando pelo seu jardim quando aliens atacam... Não pode ser pior que aqueles teólogos naturalistas. Eu sou KOR e vou dominar este planeta! Você velho? Você vai me enfrentar? Quem irá me Acha que irá sobreviver ao fato que deter? ditará o destino do seu mundo? Sobreviver? Bem... claro! Só tenho uma pergunta antes de começarmos. Qual? Você tem filhos? Bem... Sou velho e doente, Minha esposa quer não! mas agora estou Bem... mas tenho muitos filhos. neste focado na minha caso eu Sobrevivência não é uma carreira. venci! questão de desempenho ? sucesso mas sim de físico O quê reprodutivo. Na verdade, enquanto não ouvirmos o chorinho de um Graças a Deus ele bebê Kor, seu desempenho é não quis resolver um grande e gordo zero! “no braço”. Preciso ir para casa. Os Segredos da Natureza por Charles Darwin Prof. M.Sc. Reginaldo Justino Ferreira Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR campus Toledo campus Toledo reginaldojf@utfpr.edu.br reginaldojf@utfpr.edu.br 1
  2. 2. Charles Darwin • Obras On the Origin of Species by Means of Natural Selection or Preservation of Favoured Races in the Struggle for Life (1859) Charles Darwin • Obras The Descent of Man and Selection in Relation of Sex (1871) 2
  3. 3. Charles Darwin • Obras (outros – “apenas” livros) – The Zoology of voyage of H.M.S. Beagle. (1838); – The narrative of the voyages of H.M. Ships Adventure and Beagle. Vol.1, 2, 3 + appendix (1839); – The structure and distribution of coral reefs. (1842); – Geological observations on the volcanic islands visited during the voyage of H.M.S. Beagle. (1844); – Geological observations on South America. (1846); – A monograph of the sub-class Cirripedia, with figures of all the species. The Lepadidae; or, pedunculated cirripedes. (1851); – A monograph of the sub-class Cirripedia, with figures of all the species. The Balanidae, (or sessile cirripedes); the Verrucidae. (1854); – On the various contrivances by which British and foreign orchids are fertilised by insects. (1862); – On the movements and habits of climbing plants. (1865); – The variation of animals and plants under domestication. Vol.1 e 2 (1868); – The expression of the emotions in man and animals. (1872); – Insectivorous plants. (1875); – The effects of cross and self fertilisation in the vegetable kingdom. (1876); – The different forms of flowers on plants of the same species. (1877); – The formation of vegetable mould, through the action of worms. (1881); – Mais artigos, cartas, capítulos de livros, testemunhos... e uma AUTOBIOGRAFIA! Charles Darwin • Apresentações... 2009 1854 ~1840 1871 3
  4. 4. Charles Darwin • Biografia – Charles Robert Darwin • 12/02/1809 – Shrewsbury, UK • 19/04/1882 – Westminster, UK – 1825-1827 – University of Edinburg – 1827 - Christ´s College/Cambridge Iniciação teológica... Iniciação teológica... Charles Darwin • Biografia – Influências sobre um espírito investigativo • 1826 Viagem com Dr. Robert Grant (naturalista) – estudo de animais marinhos; • 1828 Colecionador de besouros; aluno aplicado de John Stevens Henslow (botânico); • 1829 Viagem com Frederick William Hope (entomologista); Primeira citação: Stephens' Illustrations of British Entomology; • 1831 Viagem com Adam Sedgwick (geólogo). 4
  5. 5. Charles Darwin • Viagem a bordo do H.M.S. Beagle – Indicação de John Stevens Henslow • Fazer companhia ao capitão Robert Fitzroy! – Objetivos da viagem • Levantamento da costa da América do Sul (ancoradouros); • Circunavegação do mundo. A viagem a bordo do H.M.S. Beagle 4 anos, 9 meses e 5 dias... 27/12/1831 27/12/1831 • Roteiro 2/10/1836 2/10/1836 5
  6. 6. A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Salvador BA • Fev/1832 A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Rio de Janeiro • Abril a Julho/1832 6
  7. 7. A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Rio de Janeiro • Abril a Julho/1832 “O dia todo foi um deleite. No entanto, deleite é um termo fraco para expressar os sentimentos de um naturalista que, pela primeira vez, perambula sozinho por uma floresta brasileira.” A viagem do Beagle, 1832 A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Uruguai • Bahía Blanca • Punta Alta • Setembro/1832 7
  8. 8. A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Animais atuais e extintos... A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Equipe de “apoio em terra” (Londres) • Fósseis e Vegetais – John Stevens Henslow • Mamíferos – Richard Owen • Aves – John Gould • Répteis – Thomas Bell 5.436 itens 8
  9. 9. A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Uruguai • Bahía Blanca • Punta Alta • Setembro/1832 “Esse relacionamento maravilhoso no mesmo continente entre os mortos e os vivos poderia lançar mais luz sobre o surgimento dos seres orgânicos na Terra, e também o desaparecimento deles, que qualquer outro conjunto de fatos.” A viagem do Beagle, 1845 A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Galápagos (Peru) • Setembro/1835 9
  10. 10. A viagem a bordo do Beagle • Locais visitados – Galápagos e os tentilhões... 10
  11. 11. 11
  12. 12. A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Locais visitados – Galápagos (Peru) • Setembro/1835 “O arquipélago é um pequeno mundo contido em si mesmo... No espaço e no tempo, parece que somos conduzidos a nos aproximar desse imenso acontecimento -, o surgimento de seres no planeta.” A viagem do Beagle, 1835 A viagem a bordo do H.M.S. Beagle • Fim da (desta) jornada... – Retorno à Inglaterra John S. Henslow • Porto de Falmouth, UK • Outubro/1837 Thomas Bell John Gould Richard Owen 12
  13. 13. Apenas uma etapa do trabalho... (Por quê) Deus teria criado espécies distintas para cada ilha? Observações... 1. Livre de pressão (estresse) ambiental, cada população (espécie) tende a aumentar em progressão geométrica. (Thomas Malthus, Essay on the Principle of Population, 1798, e outros). 13
  14. 14. Observações... 6,9 bi (2009) Observações... 2. Em condições naturais, mesmo com flutuações frequentes, o tamanho de uma população se apresenta constante em longos períodos de tempo. 14
  15. 15. Observações... BIANCHIN, Ivo; KOLLER, Wilson W. and DETMANN, Edenio. Sazonalidade de Haematobia irritans no Brasil Central. Pesq. Vet. Bras. [online]. 2006, v. 26, n. 2 [cited 2009-03-20], pp. 79-86. Available from: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100- 736X2006000200004&lng=en&nrm=iso>. ISSN 0100-736X. doi: 10.1590/S0100-736X2006000200004. Observações... 3. O crescimento de uma população é limitado pela disponibilidade dos recursos naturais. 15
  16. 16. Observações... Conclusões...  Eventualmente, nem todos os organismos irão sobreviver até a fase adulta e se reproduzir. Deve existir, portanto, uma luta pela sobrevivência (struggle for life). (Thomas Malthus). 16
  17. 17. Observações... 4. Os membros de uma espécie não são exatamente iguais. Observações... 17
  18. 18. Observações... 5. Variações individuais eventualmente podem ser transmitidas aos descendentes. Conclusões...  Na luta pela sobrevivência, indivíduos portadores de variações favoráveis poderão exibir vantagem competitiva sobre os outros, portanto...  acabarão sobrevivendo, proporcionalmente, em maior número...  e deixarão descendentes em muito maior número. 18
  19. 19. Exemplificando... Resumindo... Entre indivíduos de uma mesma população/espécie, ou ainda de diferentes populações/espécies, existem: – diferentes taxas de sobrevivência; e ra l – diferentes taxas de reprodução. N a tu ç ão Se le 19
  20. 20. Charles Darwin • Intervalo produtivo? – Final da viagem: 1837 – Publicação de A Origem das Espécies: 1859 Charles Darwin • Intervalo produtivo? – The Zoology of voyage of H.M.S. Beagle. (1838); – The narrative of the voyages of H.M. Ships Adventure and Beagle. Vol.1, 2, 3 + appendix (1839); – The structure and distribution of coral reefs. (1842); – Geological observations on the volcanic islands visited during the voyage of H.M.S. Beagle. (1844); – Geological observations on South America. (1846); – A monograph of the sub-class Cirripedia, with figures of all the species. The Lepadidae; or, pedunculated cirripedes. (1851); – A monograph of the sub-class Cirripedia, with figures of all the species. The Balanidae, (or sessile cirripedes); the Verrucidae. (1854); – On the various contrivances by which British and foreign orchids are fertilised by insects. (1862); – On the movements and habits of climbing plants. (1865); – The variation of animals and plants under domestication. Vol.1 e 2 (1868); – The expression of the emotions in man and animals. (1872); – Insectivorous plants. (1875); – The effects of cross and self fertilisation in the vegetable kingdom. (1876); – The different forms of flowers on plants of the same species. (1877); – The formation of vegetable mould, through the action of worms. (1881); – Mais artigos, cartas, capítulos de livros, testemunhos... e uma AUTOBIOGRAFIA! 20
  21. 21. Charles Darwin • Intervalo produtivo? – The Zoology of voyage of H.M.S. Beagle. (1838); – The narrative of the voyages of H.M. Ships Adventure and Beagle. Vol.1, 2, 3 + appendix (1839); – The structure and distribution of coral reefs. (1842); – Geological observations on the volcanic islands visited during the voyage of H.M.S. Beagle. (1844); – Geological observations on South America. (1846); – A monograph of the sub-class Cirripedia, with figures of all the species. The Lepadidae; or, pedunculated cirripedes. (1851); – A monograph of the sub-class Cirripedia, with figures of all the species. The Balanidae, (or sessile cirripedes); the Verrucidae. (1854); – On the various contrivances by which British and foreign orchids are fertilised by insects. (1862); – On the movements and habits of climbing plants. (1865); – The variation of animals and plants under domestication. Vol.1 e 2 (1868); – The expression of the emotions in man and animals. (1872); – Insectivorous plants. (1875); – The effects of cross and self fertilisation in the vegetable kingdom. (1876); – The different forms of flowers on plants of the same species. (1877); – The formation of vegetable mould, through the action of worms. (1881); – Mais artigos, cartas, capítulos de livros, testemunhos... e uma AUTOBIOGRAFIA! Charles Darwin • Intervalo produtivo? – Casamento com Emma Wedgwood (1808-1896), 1839 in a rw in in in n in wi w rw D 43 arw n in ar a rw in ar wi n rw wi -19 a ng D arw 51 e D Da -1 ar D ar aD D . a ri d 28 48 D ar D . 5. ard us rD 19 h rac 56 s W m . ow th 26 92 t 18 ncis Em be asm 8. no -19 be on Ho H 85 18 arle iza Er iza ea ta . a Le 2. 7- 50 El 42 45 ge El 51. iet 929 Fr -1 18 m 914. El 91 Ch 18 eor 18 4 a r illi 1 ne 18 ary 18 -1 18 en 1 G W 839- An 41- M 42- H 4 3- 1 18 18 18 21
  22. 22. Charles Darwin • Intervalo produtivo? – Emma Wedgwood Darwin (1808-1896) “Deus permita que não seja verdade. Mas se for, Deus permita que jamais seja revelada”. Litchfield, H. E. ed. 1904. Emma Darwin, wife of Charles Darwin. A century of family letters. Charles Darwin • Intervalo produtivo? – Alfred Russel Wallace (1823-1913) • Ilhas do Pacífico Sul e Amazônia • On the Tendency of Varieties to Depart Indefinitely from the Original Type – “Eu nunca vi coincidência tão surpreendente.” Charles Darwin 22
  23. 23. Charles Darwin • Intervalo produtivo? On the Tendency of Species to form Varieties; and on the Perpetuation of Varieties and Species by Natural Means of Selection. By CHARLES DARWIN, Esq., F.R.S., F.L.S., & F.G.S., and ALFRED WALLACE, Esq. Communicated by Sir CHARLES LYELL, F.R.S., F.L.S., and J. D. HOOKER, Esq., M.D., V.P.R.S., F.L.S, &c. – Linnean Society of London 1858 Exemplificando... 23
  24. 24. Conclusões...  Através da atuação da seleção natural ao longo de muitas gerações, espécies podem evoluir. Transmutação das espécies... Transmutação das espécies... Mudança... Mudança... Especiação... Especiação... Exemplificando... 24
  25. 25. Tudo resolvido, afinal?! Trever, John. Untitled cartoon. Copyright 1998. John Trever, Albuquerque Journal. Disponível em http://www.talkorigins.org/indexcc/CA/CA230_1.html “Mesmo nas minhas reflexões mais profundas, eu nunca fui ateu o suficiente para negar a existência de Deus”. Charles Darwin 25

×